Categorias
Opinião

Opinião: um treinador para muitos anos

Por Vicente Criscio

O tema da semana passada foi menos o título (perdido em Belém e ganho no Pacaembu) da Série B e mais o treinador. Como era de se esperar, o título veio.

O assunto agora é: quem vai ser o “professor” palmeirense em 2014?

Kleina ganhou a antipatia de muitos palmeirenses ao longo de 2013. Uma tendência defensivista, uma dificuldade nas substituições, e desempenho questionável em boa parte dos jogos, acabaram formando uma imagem ruim pro treinador (entre a maioria dos torcedores).

Os (poucos) que defendem Kleina afirmam que ele não tem elenco competitivo, logo não consegue fazer o time jogar mais. Defendem ainda que treinador “de nome” não faz mais diferença.

Quem tem razão? O Palmeiras deve demitir Kleina e contratar um treinador de 1a linha? Ou investir num promissor treinador? Ou manter Kleina?

Uma interrupção breve no texto: definição de treinador de 1a linha também é extremamente controversa.

Felipão é “treinador de 1a linha”? Nos derrubou em 2012.

Luxa? Nem de graça.

Mano? Já foi pro Corinthians. E mesmo que não fosse…

Tite? Até três anos atrás ninguém queria; hoje é treinador de 1a linha. 

Abel Braga? tá bom…..

Paulo Autuori? Desde que voltou ao Brasil não teve sucesso…

Cuca? Esse é bom faz tempo mas tinha fama de azarado; só fama. De forma justíssima ganhou reconhecimento agora no Galo. 

Dorival Jr? Se não me engano já são três insucessos seguidos… 

Voltando!

Eu perguntava: quem tem razão? Quem quer um treinador de 1a linha ou um treinador da nova geração?

Provavelmente todos. Ou nenhum deles. Não há ciência exata nessa questão. Basta olhar a tabela do Brasileirão. Do 1o ao 6o colocado, todos os treinadores não são “figurões”. Marcelo Oliveira, Vagner Mancini, Renato Gaúcho, Oswaldo Oliveira, Cassius Hartman, Ney Franco. Por outro lado um “treinador de 1a linha” está salvando o SPFC, mas poucos têm saudades dele no Palmeiras (Muricy).

Ao contrário da opinião de muitos, eu acho que treinador é importante sim. Mas entenda bem minha opinião: treinador é fundamental sim, mas não precisa ser um figurão. Os resultados do Brasileirão são evidentes. E que ninguém pense que os treinadores de Cruzeiro, Atlético, Grêmio, Botafogo, Goiás e Vitória não têm valor. Têm e muito! Cada um na sua. Um é mais motivador, outro é mais técnico, outro é mais tático. Alguns com personalidade forte, outros com uma conversa boa com os boleiros.

E exatamente aí mora a fragilidade de Kleina. Qual a força do nosso treinador? Confesso que até pouco tempo atrás eu defendia a permanência de “seo Girso”. É um sujeito simples, trabalhador, que pode crescer na carreira, é estudioso, taticamente faz leituras interessantes. Mas nas últimas semanas mudei completamente minha opinião. Por quê?

Primeiro: Kleina mostrou nas últimas partidas uma dificuldade grande em mexer no time. Isso contra times muito inferiores ao Palmeiras. Isso já é um problema. Com experiência pode melhorar, mas é um batia problema.

Segundo: nenhum treinador que do Palmeiras pode se contentar com a série B. E as declarações do treinador nas últimas semanas mostraram um lado extremamente conformista e pouco ambicioso. Dizer – como disse nesse sábado – que a prioridade era a Série B tendo disputado Libertadores e Copa do Brasil é demais!

E terceiro: o constrangimento imposto ao treinador na última semana pela direção palmeirense foi enorme. Nada errado em querer Bielsa e depois recusar pagar o salário. Aliás, eu particularmente também não pagaria R$ 1 MM por mês para o treinador (nem sei se ele pediu isso mesmo, foi o que noticiaram). Mas a forma como isso veio parar na imprensa expôs o treinador palmeirense de forma muito constrangedora. A diretoria profissional mais uma vez passou recibo de amadora. Tentou consertar dizendo que Kleina é a opção de treinador “brasileiro”, mas a besteira já estava feita. Se Kleina ficar, corre o risco de ficar com a imagem de “ser barato, por isso está aí”. Convenhamos, para liderar o time palmeirense, é complicado!

Opções? Existem várias. Mas acredito que o palmeirense esperava um pouco mais de planejamentos e visão de longo prazo desta diretoria. Não queremos um treinador para 1 ano. Queremos um treinador para ficar 3, 4, 5 ou mais anos. Que faça seu nome e sua história junto com o Palmeiras. Que ganhe vários títulos. Queremos um nome que possa um dia ganhar muito dinheiro – no Palmeiras – porque valerá isso. Que seja o que foi para nós Filpo, Brandão, Luxemburgo (aquele de 93-94 e 96, não esse que está aí), Felipão (aquele lá de 98 a 2000).

Esperávamos um treinador já definido e que – mesmo nos bastidores – já estivesse ajudando na formação do elenco 2014, 15, 16, independente do Presidente, independente dos políticos de plantão … Um treinador que liderasse o tal projeto de longo prazo.  À imagem de Sir Alex Ferguson para o Manchester United, uma instituição como o Palmeiras precisa de um treinador de longo prazo. Competente, honesto, tecnicamente capaz, que saiba construir uma identidade com nossa marca e nossa história vitoriosa, que não valorize as séries bs da vida mas que sinta raiva como qualquer palmeirense sentiu em ter participado desse negócio pela segunda vez na nossa história. E tenha a ambição de ganhar o mundo!

Cadê ele? Não tem. E parece que nem está nos planos da diretoria. Se era Bielsa, alguém deveria ser mais bem informado no futebol palmeirense para imaginar que Bielsa não viria por trocados. Mais uma vez passaram recibo de ingênuos. E assim corremos o risco de ficarmos com Kleina. Por hesitação, por falta de opção, por ingenuidade, ou o que seria pior, porque é o mais barato.

Concorda? Discorda? Deixe seu comentário. Sempre naquele esquema.

E boa semana.

Vamos em frente!

77 respostas em “Opinião: um treinador para muitos anos”

Concordo plenamente, mas somente uma observação. O Felipão se ficasse, o Palmeiras não teria caído para a segundona, acho eu. A diretoria demitiu ele no prazo errado. Esperava o jogo contra o Corinthians que perdemos. Ganhando ele ficava, perdendo não tinha mais jeito.

vejam: Prass, ( ) henrique, Vilson, ( ) Wesley, Eguren, Mendieta, Valdivia, ( ) Alan Kardec. Nos parenteses devemos contratar, mas temos Leandro, Léo Gago, Marcelo Oliveira, voltando de emprestimo: Vitor, Ayrton, Patrik Vieira, Denoni…temos uma base que não fica atras de times que estão na frente na serie A. Precisamos de um técnico, pois o GK não conseguiu dar padrão e não enxerga o futebol, e está tentando segurar aqueles que ficaram ao seu lado durante este martirio que foi a serie B.

concordo mas acho que o Gilson Kleina tem que ser mantido pois podem falar o que quiser mas foi ele que trouxe nos pra 1 de novo fez Valdivia voltar a jogar e jogar bem e fora que nas ultimas rodadas tava sem mendiete valdivia wesleey vilson mas voces apaixonados pelo verdao nao lembram pos fica facil sentar na frente de um pc e achar um culpado tecnico mas e a diretoria que contrata sem falar nada me falem o que o tal Osmar FEitosa faz pois eu nao sei

vejam o atlético-pr do mancini, os jogadores de ‘nome’ são os já veteranos paulo baier,marco antônio e luis alberto e ainda assim está lutando entre os primeiros da sérieA e ainda na final da copa do brasil e ainda tem palmeirense que acha que o problema do kleina foi a falta de elenco… não vejo o elenco do palmeiras pior do que o do atléticoPR !

Palmeiras está acostumado a contratar retranqueiros, difícilmete goleamos alguém, quando fazemos 1×0 sempre tomamos sufoco, Kleina como bom retranqueiro sempre joga atrás, tipo as ponte pretas da vida, um cara que tomou vários nóz táticos de tecnicos da série B.
Ganhamos vários jogos porque tinhamos uns perebas melhores que os outros times, e uma camisa fortíssima.

Concordo em boa parte com o que foi escrito no texto, mas trocar Kleina por Ney Franco é trocar 6 por meia duzia. Falar que o Ney Franco está fazendo um bom trabalho em um time “sem expressão”, está! Mas isso o Kleina fez tmb na Ponte Preta.
Tivemos o exemplo do Jorginho a pouco tempo atras, o elenco estava fechado com ele, no topo da tabela, com sua saída, o Palmeiras caiu, os jogadores que estavam jogando, não conseguiram repetir suas atuações.
E não dá para negar, time grande na serie B, o foco é somente retornar a serie A.
Mesmo assim fizeram boa campanha na Libertadores, não julgo, mas nada tira da minha cabeça que, se o Bruno pegasse aquela bola, as coisas poderiam ser bem diferentes.
O time parece fechado, não acho o Kleina um excelente tecnico, mas ele merece um voto de confiança, o objetivo do Palmeiras, para esse ano ele atingiu e com folga.
Acho que o Palmeiras, no centenário, será esse Palmeiras que estamos vendo, alguns jogadores vão sair, outros voltam de empréstimos, mas contratações, acho que um ou outro e só, infelizmente.

Senhor Vicente Criscio, hoje ajudo ao amigo Tarso Gouveia, no programa da web Famiglia Palestra, seu comparecimento foi um verdadeiro sucesso, seus comentários ilustraram a todos, de quais seriam as diretrizes a serem tomadas, pela atual gestão, pois acredito no dialogo, sei o quanto o Senhor já trabalhou em prol do Palmeiras, avalio de forma modesta suas ideias como necessárias ao processo de recuperação da administração alviverde, desta forma solicito por favor se possível seu retorno ao programa, já que uma palavra neste momento pode e deve ser algo que mantenha a esperança no clube, pois as alegações do atual STAFF, são distorcidas, não há uma coerência, os resultados são modestos e o Palmeiras continua no patamar que muitos luciferianos desejam, me perdoe pelo convite no mais serio espaço da mídia Palmeirense , o 3VV, pois me sinto honrado de poder ler a todos os colunistas, que parabenizo pela lucidez , fato ainda raro na própria mídia palestrina!

Boa tarde a todos, respeitando as opiniões , mas como é possível escolhermos o técnico, se já sabemos que o próprio presidente, Paulo de Almeida Nobre, alertou a comunidade, que não há dinheiro? Desta maneira não sendo sado masoquista , o time sera esta mesma trupe , que enfrentara o Campeonato Paulista, a Copa do Brasil, e a Serie A do Brasileiro, não estou mais iludido, com o final desta peça teatral tragicômica denominada Palmeiras, a questão politica do clube tem um enredo já preparado, pois em Dezembro de 2014 em pleno Centenario, haverá o pleito eleitoral mais sangrento da historia politica do clube, pois o senhor MUMU, não dará trégua a ninguém, o poder feudal é forte nas alamedas, a mediocridade politica mantem um dos maiores potenciais mercadológicos de consumo no futebol brasileiro sem patrocinador máster há meses, e nada esta sendo feito, apenas desculpas sem nexo, onde criticar a atual gestão , premia perante aos toscos de plantão a tarja de predador, este fato já foi realizado inúmeras vezes com o Senhor Vicente Criscio, que reputo ser um dos mais justos e coerentes analisadores da vida politica do clube, afinal onde estão as propostas da “profissionalização´´, do Palmeiras, nas gavetas do COF?
A sede social hoje é uma verdadeira sala de encontros para diálogos alienantes, pouco se produz , realmente há muito a ser feito, já que o STAFF alviverde de nomes blindados, tem resultados pífios, lembrando que não temos dinheiro mesmo, mas onde esta a potencial criatividade e o arrojo dos “profissionais´´, lardeados por muitos que “academicamente´´, apoiaram o senhor Nobre nas ultimas eleições? O nepotismo continua, a coerência é boa para os amigos, pois como sócio vejo as mesmas falhas anteriores, como torcedor já estou rezando para não sermos o VEXAME do ano da copa para toscos, lamento ter que escrever sobre assuntos tão pesados, gostaria muito de ter esperanças, mas como é possível ao ver , ler e ouvir, as declarações de Jose Carlos Brunoro, e seus pupilos?

Por falta de opções óbvias, tenho acompanhado alguns jogos da Portuguesa. É um time limitado, com dois ou três bons jogadores, mas muito organizado taticamente. Não estou afirmando ser o Guto Ferreira o técnico ideal para o PALMEIRAS, mas vale à pena prestar atenção…

É melhor ficar com ele do que qualquer destes que estão cogitando. Com o time que ai está pode vir o Guardiola que não vai resolver. Precisamos de reforços, não de Técnico. Ele crescerá conosco e somará mais experiência ao seu curriculo. Esteve conosco neste ano difícil, e os outros?

Belo texto, amigo. Mas gostaria de replicar um trecho:

“Segundo: nenhum treinador que do Palmeiras pode se contentar com a série B. E as declarações do treinador nas últimas semanas mostraram um lado extremamente conformista e pouco ambicioso. Dizer – como disse nesse sábado – que a prioridade era a Série B tendo disputado Libertadores e Copa do Brasil é demais!”

Esse discurso conformista de que a série B era prioridade não é do treinador, é da diretoria, que sempre deixou isso bem claro e colocou como meta para o treinador. Sendo assim, Kleina cumpriu a meta proposta pela diretoria: o acesso e se possível, o título.

Eu prefiro o Ney Franco, que está negociando com o Santos pela mesma quantia pedida pelo nosso técnico. O Kleina pecou muito esse ano, não entendi ele emprestar o Ayrton para o Vitória (que aliás, está jogando bem lá) e preferir o Weldinho, deixar tanto tempo o Eguren esquentando o banco só pq ele não pediu a contratação dele (idem para o Ayrton) e também liberar alguns garotos da base, como o Patrick Vieira. Os resultados foram bem meia boca, muito falam que ele não tem um elenco bom nas mãos, mas a Chapecoense tem? O Goiás tem um time muito melhor do que o nosso?

Gilson Kleina nem pensar, falta experiência, tato e destreza para mexer na hora certa.Sinceramente sempre considerei está diretoria muito amadora, desde a época barcos grêmio, se o cara que sair, que saia, mas que a diretoria faça as negociações de forma profissional.
Pra mim um excelente técnico para substituir G.Kleina e talvez mais barato, porém mais eficiente é Enderson Moreira(do Goiás) está fazendo um excelente trabalho.
E OUTRA AMIGOS PALMEIRENSES, ACORDEM PARA REALIDADE, NÃO TEREMOS ELENCO PARA BRIGAR POR TÍTULOS, É A REALIDADE, TEREMOS QUE TORCER PARA NÃO CAIR NOVAMENTE SE CONTINUAR COM ESTE ELENCO!COMO VÃO CONTRATAR JOGADORES DECENTES SE O CLUBE ESTÁ QUEBRADO E SEM UM INVESTIDOR DE PESO?SE NÃO ARRUMAR UM INVESTIDOR A HISTÓRIA VAI SE REPETIR…

No Brasil não existe estrutura suficiente para que um treinador fique na mesma equipe por mais de 3 anos seguidos. Assim como vc, penso realmente que esse é o caminho. Um profissional, que estará a frente do Palmeiras por muitos anos, mas sei que isso não é possível. Nos últimos anos, vimos treinadores que venceram tudo e mais um pouco pelos seus clubes, mas após 3 anos, ao menor sinal de crise, os técnicos não sobreviveram. Os exemplo são o Muricy Ramalho no São Paulo, que venceu de forma consecutiva 3 brasileiros, e um vice da Libertadores, mas ao menor sinal de crise, foi descartado, e o Tite, que venceu Brasileiro, Libertadores e Mundial pelos Gambás, mas também já não encontra mais ambiente ou tesão suficientes para prosseguir com o trabalho ano que vem. No Palmeiras a coisa é ainda mais agravante, até pela mentalidade dos nossos Conselheiros, da nossa Organizada…para mim, não passa de um devaneio essa ideia, que apesar de muito boa, aqui não funcionaria!!

Vicente..

Não tenho nada contra a pessoa do Kleina, contudo também acho que, tecnicamente, falhou em momentos cruciais do ano (leia-se Copa do Brasil, onde o time jogou de forma bizarra contra o CAP).
Na minha modesta visão, neste momento, deveríamos ter, sim um técnico já contratado para o ano de 2014. Acredito que, nesse momento os melhores nomes seriam Cuca e Nei Franco. Autuori seria opção. Ah, importante salientar, tem que contratar sem multa rescisória (se nos Bambis aceitam, tem que aceitar aqui tb).

Não podemos mais esperar. Precisamos definir técnico e elenco para 2014.

Concordo plenamente!!
Aliás, essa Diretoria que assumiu se auto rotulando: PROFISSIONAL…, foi a mesma que cometeu um erro bizonho no contrato do lateral direito, não define o treinador (também acho que o Kleina não está ainda pronto para dirigir o Palmeiras na Série A, Copa do Brasil,…), não resolve as pendências dos contratos que terminam agora e nem busca jogadores para qualificar o elenco.É preciso analisar o custo-benefício do Brunoro na Diretoria, pois administar com dinheiro sobrando da Parmalat é uma coisa… cadê as ações de marketing para arrecadar $$, patrocínio???

Os comentários estão desativados.