Categorias
Opinião

Opinião: um treinador para muitos anos

Por Vicente Criscio

O tema da semana passada foi menos o título (perdido em Belém e ganho no Pacaembu) da Série B e mais o treinador. Como era de se esperar, o título veio.

O assunto agora é: quem vai ser o “professor” palmeirense em 2014?

Kleina ganhou a antipatia de muitos palmeirenses ao longo de 2013. Uma tendência defensivista, uma dificuldade nas substituições, e desempenho questionável em boa parte dos jogos, acabaram formando uma imagem ruim pro treinador (entre a maioria dos torcedores).

Os (poucos) que defendem Kleina afirmam que ele não tem elenco competitivo, logo não consegue fazer o time jogar mais. Defendem ainda que treinador “de nome” não faz mais diferença.

Quem tem razão? O Palmeiras deve demitir Kleina e contratar um treinador de 1a linha? Ou investir num promissor treinador? Ou manter Kleina?

Uma interrupção breve no texto: definição de treinador de 1a linha também é extremamente controversa.

Felipão é “treinador de 1a linha”? Nos derrubou em 2012.

Luxa? Nem de graça.

Mano? Já foi pro Corinthians. E mesmo que não fosse…

Tite? Até três anos atrás ninguém queria; hoje é treinador de 1a linha. 

Abel Braga? tá bom…..

Paulo Autuori? Desde que voltou ao Brasil não teve sucesso…

Cuca? Esse é bom faz tempo mas tinha fama de azarado; só fama. De forma justíssima ganhou reconhecimento agora no Galo. 

Dorival Jr? Se não me engano já são três insucessos seguidos… 

Voltando!

Eu perguntava: quem tem razão? Quem quer um treinador de 1a linha ou um treinador da nova geração?

Provavelmente todos. Ou nenhum deles. Não há ciência exata nessa questão. Basta olhar a tabela do Brasileirão. Do 1o ao 6o colocado, todos os treinadores não são “figurões”. Marcelo Oliveira, Vagner Mancini, Renato Gaúcho, Oswaldo Oliveira, Cassius Hartman, Ney Franco. Por outro lado um “treinador de 1a linha” está salvando o SPFC, mas poucos têm saudades dele no Palmeiras (Muricy).

Ao contrário da opinião de muitos, eu acho que treinador é importante sim. Mas entenda bem minha opinião: treinador é fundamental sim, mas não precisa ser um figurão. Os resultados do Brasileirão são evidentes. E que ninguém pense que os treinadores de Cruzeiro, Atlético, Grêmio, Botafogo, Goiás e Vitória não têm valor. Têm e muito! Cada um na sua. Um é mais motivador, outro é mais técnico, outro é mais tático. Alguns com personalidade forte, outros com uma conversa boa com os boleiros.

E exatamente aí mora a fragilidade de Kleina. Qual a força do nosso treinador? Confesso que até pouco tempo atrás eu defendia a permanência de “seo Girso”. É um sujeito simples, trabalhador, que pode crescer na carreira, é estudioso, taticamente faz leituras interessantes. Mas nas últimas semanas mudei completamente minha opinião. Por quê?

Primeiro: Kleina mostrou nas últimas partidas uma dificuldade grande em mexer no time. Isso contra times muito inferiores ao Palmeiras. Isso já é um problema. Com experiência pode melhorar, mas é um batia problema.

Segundo: nenhum treinador que do Palmeiras pode se contentar com a série B. E as declarações do treinador nas últimas semanas mostraram um lado extremamente conformista e pouco ambicioso. Dizer – como disse nesse sábado – que a prioridade era a Série B tendo disputado Libertadores e Copa do Brasil é demais!

E terceiro: o constrangimento imposto ao treinador na última semana pela direção palmeirense foi enorme. Nada errado em querer Bielsa e depois recusar pagar o salário. Aliás, eu particularmente também não pagaria R$ 1 MM por mês para o treinador (nem sei se ele pediu isso mesmo, foi o que noticiaram). Mas a forma como isso veio parar na imprensa expôs o treinador palmeirense de forma muito constrangedora. A diretoria profissional mais uma vez passou recibo de amadora. Tentou consertar dizendo que Kleina é a opção de treinador “brasileiro”, mas a besteira já estava feita. Se Kleina ficar, corre o risco de ficar com a imagem de “ser barato, por isso está aí”. Convenhamos, para liderar o time palmeirense, é complicado!

Opções? Existem várias. Mas acredito que o palmeirense esperava um pouco mais de planejamentos e visão de longo prazo desta diretoria. Não queremos um treinador para 1 ano. Queremos um treinador para ficar 3, 4, 5 ou mais anos. Que faça seu nome e sua história junto com o Palmeiras. Que ganhe vários títulos. Queremos um nome que possa um dia ganhar muito dinheiro – no Palmeiras – porque valerá isso. Que seja o que foi para nós Filpo, Brandão, Luxemburgo (aquele de 93-94 e 96, não esse que está aí), Felipão (aquele lá de 98 a 2000).

Esperávamos um treinador já definido e que – mesmo nos bastidores – já estivesse ajudando na formação do elenco 2014, 15, 16, independente do Presidente, independente dos políticos de plantão … Um treinador que liderasse o tal projeto de longo prazo.  À imagem de Sir Alex Ferguson para o Manchester United, uma instituição como o Palmeiras precisa de um treinador de longo prazo. Competente, honesto, tecnicamente capaz, que saiba construir uma identidade com nossa marca e nossa história vitoriosa, que não valorize as séries bs da vida mas que sinta raiva como qualquer palmeirense sentiu em ter participado desse negócio pela segunda vez na nossa história. E tenha a ambição de ganhar o mundo!

Cadê ele? Não tem. E parece que nem está nos planos da diretoria. Se era Bielsa, alguém deveria ser mais bem informado no futebol palmeirense para imaginar que Bielsa não viria por trocados. Mais uma vez passaram recibo de ingênuos. E assim corremos o risco de ficarmos com Kleina. Por hesitação, por falta de opção, por ingenuidade, ou o que seria pior, porque é o mais barato.

Concorda? Discorda? Deixe seu comentário. Sempre naquele esquema.

E boa semana.

Vamos em frente!

77 respostas em “Opinião: um treinador para muitos anos”

Concordo plenamente, mas somente uma observação. O Felipão se ficasse, o Palmeiras não teria caído para a segundona, acho eu. A diretoria demitiu ele no prazo errado. Esperava o jogo contra o Corinthians que perdemos. Ganhando ele ficava, perdendo não tinha mais jeito.

vejam: Prass, ( ) henrique, Vilson, ( ) Wesley, Eguren, Mendieta, Valdivia, ( ) Alan Kardec. Nos parenteses devemos contratar, mas temos Leandro, Léo Gago, Marcelo Oliveira, voltando de emprestimo: Vitor, Ayrton, Patrik Vieira, Denoni…temos uma base que não fica atras de times que estão na frente na serie A. Precisamos de um técnico, pois o GK não conseguiu dar padrão e não enxerga o futebol, e está tentando segurar aqueles que ficaram ao seu lado durante este martirio que foi a serie B.

concordo mas acho que o Gilson Kleina tem que ser mantido pois podem falar o que quiser mas foi ele que trouxe nos pra 1 de novo fez Valdivia voltar a jogar e jogar bem e fora que nas ultimas rodadas tava sem mendiete valdivia wesleey vilson mas voces apaixonados pelo verdao nao lembram pos fica facil sentar na frente de um pc e achar um culpado tecnico mas e a diretoria que contrata sem falar nada me falem o que o tal Osmar FEitosa faz pois eu nao sei

vejam o atlético-pr do mancini, os jogadores de ‘nome’ são os já veteranos paulo baier,marco antônio e luis alberto e ainda assim está lutando entre os primeiros da sérieA e ainda na final da copa do brasil e ainda tem palmeirense que acha que o problema do kleina foi a falta de elenco… não vejo o elenco do palmeiras pior do que o do atléticoPR !

Palmeiras está acostumado a contratar retranqueiros, difícilmete goleamos alguém, quando fazemos 1×0 sempre tomamos sufoco, Kleina como bom retranqueiro sempre joga atrás, tipo as ponte pretas da vida, um cara que tomou vários nóz táticos de tecnicos da série B.
Ganhamos vários jogos porque tinhamos uns perebas melhores que os outros times, e uma camisa fortíssima.

Concordo em boa parte com o que foi escrito no texto, mas trocar Kleina por Ney Franco é trocar 6 por meia duzia. Falar que o Ney Franco está fazendo um bom trabalho em um time “sem expressão”, está! Mas isso o Kleina fez tmb na Ponte Preta.
Tivemos o exemplo do Jorginho a pouco tempo atras, o elenco estava fechado com ele, no topo da tabela, com sua saída, o Palmeiras caiu, os jogadores que estavam jogando, não conseguiram repetir suas atuações.
E não dá para negar, time grande na serie B, o foco é somente retornar a serie A.
Mesmo assim fizeram boa campanha na Libertadores, não julgo, mas nada tira da minha cabeça que, se o Bruno pegasse aquela bola, as coisas poderiam ser bem diferentes.
O time parece fechado, não acho o Kleina um excelente tecnico, mas ele merece um voto de confiança, o objetivo do Palmeiras, para esse ano ele atingiu e com folga.
Acho que o Palmeiras, no centenário, será esse Palmeiras que estamos vendo, alguns jogadores vão sair, outros voltam de empréstimos, mas contratações, acho que um ou outro e só, infelizmente.

Senhor Vicente Criscio, hoje ajudo ao amigo Tarso Gouveia, no programa da web Famiglia Palestra, seu comparecimento foi um verdadeiro sucesso, seus comentários ilustraram a todos, de quais seriam as diretrizes a serem tomadas, pela atual gestão, pois acredito no dialogo, sei o quanto o Senhor já trabalhou em prol do Palmeiras, avalio de forma modesta suas ideias como necessárias ao processo de recuperação da administração alviverde, desta forma solicito por favor se possível seu retorno ao programa, já que uma palavra neste momento pode e deve ser algo que mantenha a esperança no clube, pois as alegações do atual STAFF, são distorcidas, não há uma coerência, os resultados são modestos e o Palmeiras continua no patamar que muitos luciferianos desejam, me perdoe pelo convite no mais serio espaço da mídia Palmeirense , o 3VV, pois me sinto honrado de poder ler a todos os colunistas, que parabenizo pela lucidez , fato ainda raro na própria mídia palestrina!

Boa tarde a todos, respeitando as opiniões , mas como é possível escolhermos o técnico, se já sabemos que o próprio presidente, Paulo de Almeida Nobre, alertou a comunidade, que não há dinheiro? Desta maneira não sendo sado masoquista , o time sera esta mesma trupe , que enfrentara o Campeonato Paulista, a Copa do Brasil, e a Serie A do Brasileiro, não estou mais iludido, com o final desta peça teatral tragicômica denominada Palmeiras, a questão politica do clube tem um enredo já preparado, pois em Dezembro de 2014 em pleno Centenario, haverá o pleito eleitoral mais sangrento da historia politica do clube, pois o senhor MUMU, não dará trégua a ninguém, o poder feudal é forte nas alamedas, a mediocridade politica mantem um dos maiores potenciais mercadológicos de consumo no futebol brasileiro sem patrocinador máster há meses, e nada esta sendo feito, apenas desculpas sem nexo, onde criticar a atual gestão , premia perante aos toscos de plantão a tarja de predador, este fato já foi realizado inúmeras vezes com o Senhor Vicente Criscio, que reputo ser um dos mais justos e coerentes analisadores da vida politica do clube, afinal onde estão as propostas da “profissionalização´´, do Palmeiras, nas gavetas do COF?
A sede social hoje é uma verdadeira sala de encontros para diálogos alienantes, pouco se produz , realmente há muito a ser feito, já que o STAFF alviverde de nomes blindados, tem resultados pífios, lembrando que não temos dinheiro mesmo, mas onde esta a potencial criatividade e o arrojo dos “profissionais´´, lardeados por muitos que “academicamente´´, apoiaram o senhor Nobre nas ultimas eleições? O nepotismo continua, a coerência é boa para os amigos, pois como sócio vejo as mesmas falhas anteriores, como torcedor já estou rezando para não sermos o VEXAME do ano da copa para toscos, lamento ter que escrever sobre assuntos tão pesados, gostaria muito de ter esperanças, mas como é possível ao ver , ler e ouvir, as declarações de Jose Carlos Brunoro, e seus pupilos?

Por falta de opções óbvias, tenho acompanhado alguns jogos da Portuguesa. É um time limitado, com dois ou três bons jogadores, mas muito organizado taticamente. Não estou afirmando ser o Guto Ferreira o técnico ideal para o PALMEIRAS, mas vale à pena prestar atenção…

É melhor ficar com ele do que qualquer destes que estão cogitando. Com o time que ai está pode vir o Guardiola que não vai resolver. Precisamos de reforços, não de Técnico. Ele crescerá conosco e somará mais experiência ao seu curriculo. Esteve conosco neste ano difícil, e os outros?

Belo texto, amigo. Mas gostaria de replicar um trecho:

“Segundo: nenhum treinador que do Palmeiras pode se contentar com a série B. E as declarações do treinador nas últimas semanas mostraram um lado extremamente conformista e pouco ambicioso. Dizer – como disse nesse sábado – que a prioridade era a Série B tendo disputado Libertadores e Copa do Brasil é demais!”

Esse discurso conformista de que a série B era prioridade não é do treinador, é da diretoria, que sempre deixou isso bem claro e colocou como meta para o treinador. Sendo assim, Kleina cumpriu a meta proposta pela diretoria: o acesso e se possível, o título.

Eu prefiro o Ney Franco, que está negociando com o Santos pela mesma quantia pedida pelo nosso técnico. O Kleina pecou muito esse ano, não entendi ele emprestar o Ayrton para o Vitória (que aliás, está jogando bem lá) e preferir o Weldinho, deixar tanto tempo o Eguren esquentando o banco só pq ele não pediu a contratação dele (idem para o Ayrton) e também liberar alguns garotos da base, como o Patrick Vieira. Os resultados foram bem meia boca, muito falam que ele não tem um elenco bom nas mãos, mas a Chapecoense tem? O Goiás tem um time muito melhor do que o nosso?

Gilson Kleina nem pensar, falta experiência, tato e destreza para mexer na hora certa.Sinceramente sempre considerei está diretoria muito amadora, desde a época barcos grêmio, se o cara que sair, que saia, mas que a diretoria faça as negociações de forma profissional.
Pra mim um excelente técnico para substituir G.Kleina e talvez mais barato, porém mais eficiente é Enderson Moreira(do Goiás) está fazendo um excelente trabalho.
E OUTRA AMIGOS PALMEIRENSES, ACORDEM PARA REALIDADE, NÃO TEREMOS ELENCO PARA BRIGAR POR TÍTULOS, É A REALIDADE, TEREMOS QUE TORCER PARA NÃO CAIR NOVAMENTE SE CONTINUAR COM ESTE ELENCO!COMO VÃO CONTRATAR JOGADORES DECENTES SE O CLUBE ESTÁ QUEBRADO E SEM UM INVESTIDOR DE PESO?SE NÃO ARRUMAR UM INVESTIDOR A HISTÓRIA VAI SE REPETIR…

No Brasil não existe estrutura suficiente para que um treinador fique na mesma equipe por mais de 3 anos seguidos. Assim como vc, penso realmente que esse é o caminho. Um profissional, que estará a frente do Palmeiras por muitos anos, mas sei que isso não é possível. Nos últimos anos, vimos treinadores que venceram tudo e mais um pouco pelos seus clubes, mas após 3 anos, ao menor sinal de crise, os técnicos não sobreviveram. Os exemplo são o Muricy Ramalho no São Paulo, que venceu de forma consecutiva 3 brasileiros, e um vice da Libertadores, mas ao menor sinal de crise, foi descartado, e o Tite, que venceu Brasileiro, Libertadores e Mundial pelos Gambás, mas também já não encontra mais ambiente ou tesão suficientes para prosseguir com o trabalho ano que vem. No Palmeiras a coisa é ainda mais agravante, até pela mentalidade dos nossos Conselheiros, da nossa Organizada…para mim, não passa de um devaneio essa ideia, que apesar de muito boa, aqui não funcionaria!!

Vicente..

Não tenho nada contra a pessoa do Kleina, contudo também acho que, tecnicamente, falhou em momentos cruciais do ano (leia-se Copa do Brasil, onde o time jogou de forma bizarra contra o CAP).
Na minha modesta visão, neste momento, deveríamos ter, sim um técnico já contratado para o ano de 2014. Acredito que, nesse momento os melhores nomes seriam Cuca e Nei Franco. Autuori seria opção. Ah, importante salientar, tem que contratar sem multa rescisória (se nos Bambis aceitam, tem que aceitar aqui tb).

Não podemos mais esperar. Precisamos definir técnico e elenco para 2014.

Concordo plenamente!!
Aliás, essa Diretoria que assumiu se auto rotulando: PROFISSIONAL…, foi a mesma que cometeu um erro bizonho no contrato do lateral direito, não define o treinador (também acho que o Kleina não está ainda pronto para dirigir o Palmeiras na Série A, Copa do Brasil,…), não resolve as pendências dos contratos que terminam agora e nem busca jogadores para qualificar o elenco.É preciso analisar o custo-benefício do Brunoro na Diretoria, pois administar com dinheiro sobrando da Parmalat é uma coisa… cadê as ações de marketing para arrecadar $$, patrocínio???

Concordo plenamente. O contrato do Cuca termina após o Mundial. Ele já disse que pretende considerar a hipótese de dirigir outro clube em 2014. O Kalil até já começou a sondar outro técnico (Osvaldo de Oliveira foi procurado por ele). Ora, está aí um projeto ousado e que 99% da torcida e opinião pública apoiariam: trazer o Cuca para 2014. É difícil? Precisa dispor de grana? Precisa trazer elenco para ele? É claro que sim. Mas não isso que precisamos? Não é isto que merecemos?

Na mosca Vicente !!!
Parece tao logico… mas tao distante da realidade da direcao palmeirense… espero de coracao que nossos dirigentes profissionais e politicos estejam despistando.
Se forem manter o Kleina, que ja preparem o Budget austero e sangue na veia, pra pagar sua multa recisoria antes de Junho !!!
Gde abraco,
FC

Não acredito em “Salvador da Pátria”… Acredito em Planejamento sério e profissional sem esquecer que no Brasil nada é mais Profissional que os Bastidores do Futebol…

O Kleina é extremamente medroso, durante toda a competição o nosso time sempre jogou com medo, sem entrosamento e dependendo das atuações de Wesley, Kardec e Valdívia (quando jogou). Não tinha nenhuma jogada ensaiada de arrancada, de pressão. Enfim, foi um time que sofreu muito para ganhar. Fomos campeões porque não havia nenhum time forte na serie B, este ano. Então, qualquer bolinha que jogássemos faria a diferença. Gostaria muito de ver o Mancini no Palmeiras. Ele pegou o Atlético Paranaense na zona do rebaixamento e conduziu o time para a Libertadores (pelo menos até agora) e à final da Copa Brasil. E olha que o Atlético não tem nenhum grande jogador, salvo o Paulo Bayer, então, só posso acreditar na capacidade do treinador.

O Felipão avisou a diretoria que precisava de jogadores, não trouxeram e deu no que deu. Só acho que ele não agiu corretamente em sair, porque sabia que ia para a seleção.
NEI FRANCO JÁ CARALHO!

NEI FRANCO É O CARA. NEI FRANCO É O CARA. NEI FRANCO É O CARA.
O B4 (Brunoro), é um fanfarrão. Assim como o B3 (Nobre). O cara foi passear na Argenitna, para gastar o prêmio da série B, que ele tanto merece. Ai para se aprovetiar da mídia, falou vou enganar os nosso torcedores de novo, e dizer que vou contratar o Bielsa, é pegadinha. Pelo jeito vamos da mesma …….. de hoje. Com Seo Girson e o nosso poderoso elenco (só dá para aproveitar o Prass, Henrique, Vilson, Ergueren, Mendieta, Mago e o Alan Kardec, quem sabe o Leandro, o resto ….) Imprensa marron maldita, quer empurrar esse Kreina de todo jeito para nós novamente. E esse negócios dos jogadores empurrar o Kreina também não dá. Então tragam o Argel do Criciúma, já que não tem culhão para trazer o Nei Franco. Ei Mustaphá vai …..
Cadê o Décio Perin???

Gilson Kleina já provou e comprovou que não é treinador para um time do porte do Palmeiras, os jogadores gostam dele porque ele é frouxo, porque não tem pulso. Eu acho que a conversa com o Bielsa foi para despistar, todos já sabiam qual seria a pedida salarial dele, o porque desse despiste é que eu não faço ideia.

Porque não preparem o Evair e o Marcao com futuros técnicos para o Palmeiras? Acho uma ideia interessante, pois o clube daria condições para eles se formarem e sem contar que são duas pessoas totalmente identificadas com o Palmeiras.

Que campeonato vocês assistiram? Kleina com um elenco de 5 milhões mensais tem menos padrão de jogo que a Chapecoense com 500k mensais! O Jorginho em 2011 com um elenco bem mais limitado subiu com a Barcelusa lembram? 81 pontos contra Ponte (com Kleina), Sport, Nautico, Vitória… Com GK e seu rombo no meio campo vamos passar sufoco e em março ele será sumariamente demitido e ai acaba o planejamento já que todos técnicos estarão empregados. Kleina não é aposta, é certeza de fracasso. Em 2007 com o Caio Jr tinhamos um padrão, perdemos a vaga na libertadores no ultimo jogo com um time que tinha Bochecha, Wendel, Rodrigão e o meia armador era o Sacconi! Com um time desse o Kleina não classificava nem na B.

concordo com vc em tudo! menos na critica ao felipão. ele não rebaixou o Palmeiras, ele conquistou a copa do Brasil com o Palmeiras! apesar dele pedir ronaldinho e vir o joãozinho, dele pedir adriano e vir o zezinho, de pedir camarão e vir batata frita. Com um time forte ele teria conquistado ao menos mais um titulo e o time não cairia, apesar de algumas teimosias dele, que faz parte porque todo tecnico tem seu lado teimoso.

Juro que não entendo quando todos falam que GK é um técnico barato. Ganah R$ 300.000 mensais e não acrescentou nada desde que foi contratado. Não tirou o Palmeiras do rebaixamento em 2012, perdeu Paulista, Copa do Brasil foi uma vergonha e tbm a Libertadores. Qual o legado que o GK deixou para 2014? Quais jogadores ele revelou? Quem ele indicou para o Palmeiras.
Um técnico com mais de 10 anos de profissão que só conseguiu notoriedade (antes da Ponte) como sendo auxiliar de Abel é muito pouco. Além do mais, como disse no post, não tem ambição nem competencia para dirigir um gigante como o Palmeiras. Me lembra muito a passagem do Estevan Soares. Um técnico de segunda que depois de dirigir o Palmeiras nunca mais conseguiu nenhum ou time nem mediano para dirigir. Não aguente pressão e com certeza com duas ou tres derratas no Paulistão não vai resistir e perder o emprego. Para completar, não conseguiu ganhar de nenhum time grande desde que ele assumiu o Palmeiras.
Que deus nos ajude a manter esse cara longe do Palestra..

Kleina foi um erro desde sempre. 13 jogos ou 1/3 do campeonato não é pouca coisa, e ele fracassou. Ganhar a Série B? Qualquer um de nós aqui ganharía. Ele não conhece futebol mais do que eu ou vocês. É limitado tatica, técnica e intelectualmente. Não conseguiu identificar que o goleiro titular era fraco e aceitava qualquer bola. Qualquer um via isso.
Que vá para o Coritiba, nos deixe em paz e seja feliz!

Ótimo comentário do Vicente
Concordo com todos os defeitos apontados nos comentários feitos por todos os colegas acima sobre o pseudo aprendiz de estagiário de técnico de futebol que atualmente esta no Palmeiras.
Vou ser CURTO E GROSSO:-
“A última vez que eu vi algo parecido com futebol jogado pelo Palmeiras, foi nas 7 partidas que o Jorginho dirigiu o time, e deixou o mesmo na liderança do campeonato Brasileiro!

Pra quem não concordar comigo, só vou fazer uma pergunta:-

O Jorginho seria um técnico mais “rídiculo, estapafúrdio e grotesco que o Gilson Kleina”?

Acredito sim que estejam fazendo o impossível pra que o incompetente tome por si a iniciativa de não continuar. Parecem receosos com a atitude dos jogadores no caso de o dispensarem. Se o Kleina ainda aceitar continuar, tomara arranjem mais alguma pra complicar.

Aí seria até a hora de enquadrar os jogadores e perguntar: – OK, se o cara é tão bom assim, pq vcs não jogaram porra nenhuma? Então o problema são vcs e não ele?

A continuidade do GK não mostra só falta de ambição da Diretoria. Mostra falta de ambição do torcedor que o aceita por falta de ambição dele próprio, que na hora do erro, será o primeiro a culpar o GK. Por falta de ambição dos ou de alguns blogueiros, que na hora que der errado serão os primeiros a culpar a Diretoria de sem ambição. É uma roda viva. Todos queremos um técnico para 2, 3 ou 4 anos, mas não sabemos quem. E ninguém sabe. Tem que apostar é verdade. Mas uma verdade já é certa. Esta aposta não pode ser o Gilson Kleina.

o kleina é um lixo, com ele no prox ano esqueçam de títulos, não ganha do payssandú vai ganhar de quem ??????????? gde abrax do signorini

Discordo dos motivos 2 e 3. Talvez concorde com o 1. quanto a ter um técnico pra muito tempo concordo também.

A diretoria não quer meter a mão no bolso pra investir em técnico, mas quer milagres dos sujeitos que são contratados. Claro que o GK não é o melhor técnico do país, mas com o time que tem, não pode mesmo esperar muita coisa. Eu sou a favor de buscar um técnico-manager e dispensar o Omar Feitosa. Eu já havia falado um nome aqui e vou repetir: Carlos Queiroz. Atualmente é técnico da seleção do Irã. Foi assistente do Ferguson no United por 5 temporadas (manja de gestão), técnico do Real Madrid na época dos galáticos. Já treinou a seleção portuguesa sub-19 e principal, Sporting, seleção sul-africana. Um cara desses obviamente não é barato, mas pode ser a solução a longo prazo, basta deixar o cara fazer o trabalho dele. Ele pode começar um trabalho de gestão que é feito na Europa. Ao invés de mandar os cabeças de bagre fazer estágio lá, traga um europeu pra cá e contrate um assistente promissor pra assumir o lugar dele quando for embora. É técnico pra 10 anos.

Ivan, o Palmeiras tem time pior que o Vitório (Ayrton, Dinei, Marquinho, Luis Gustavo e Juan ex SP)? E o Goias, digo até o Atletico PR. Voce ve nitidadmente nesses times que o time é sofrivel, mas tods tem uma coisa em comum. Um padrão tático bem definido. No Palmeiras se tirar os jogos que Valdivia e Wesley decidiram, iamos estar no bolo junto com o Sport brigando para subir.
Técnico do Palmeiras tem que ter ambição, ser ousado; o que o GK não chega nem perto. Mesmo em 2003 com time bem pior Jair Picerni (que tambem é um técnico bem razoavel), revelou Edmison (hoje no Vasco), Diego Souza, Vagner Love e Cia.

É exatamente isso Arthur. O GK mandou embora o Patrik Vieira que tinha tudo para se firmar como titular absoluto, para ficar com Felipe Menezes, mandou embora o João Denoni que poderia ser desenvolvido para o próximo ano para prestigiar o M.Araujo. Se o cara não lançou ninguém na série B , alguém acha que lançará alguém na série A?

Artur, isso é bem uma verdade mesmo. Em muitos jogos o Palmeiras venceu mais pela fragilidade do adversário do que por méritos. Mas o problema do padrão, acredito eu, não seja exclusividade do Kleina. O time do Felipão jogava como um bando. Quando era o Muricy, também não tinha lá muita organização, mesmo tendo excelentes jogadores. Nenhum técnico consegue dar padrão pro Palmeiras? Falta o que?

Eu daria outra oportunidade para o Jorginho Cantinflas. Ele é de casa, tem pulso firme, não leva desaforo pra casa, e o que é melhor, entende de bola!! Mas tem que reforçar e muito este time…

Finalmente um post construtivo e analítico. Não importa qual seja o treinador, que venha um que oriente e exija que seu time arrisque e chute ao gol adversário sempre.e que jogue no ataque. Mas o que TODOS os palmeirenses poderiam fazer é encontrar uma forma de neutralizar as arbitragens safadas, a capitania hereditária chamada stjd e seu lanceiro mor, o paulo schmidt, deixar de cair na pilha e crises implantadas pela imprensa tupiniquim. e acima de tudo, que todos, tanto internamente como fora, remem na mesma direção, procurando ajudar o Palmeiras. Mas para janeiro o ex-presidente do 1. rebaixamento já anunciou que vai virar oposição.

Vicente, concordo quando você pede um treinador que cresça e faça seu nome com o Palmeiras. Luxemburgo e Felipão só foram pra seleção após a vitrine Palmeiras. Quem hoje? Alguém que tenha culhão e gana pra arrebentar com e no Palmeiras. Alguém que ainda não esteja com as bufas abarrotadas de dinheiro. Alguém honesto e que saiba o que nossa história representa e o que o torcedor quer. Uma banana a todos que um dia desdenharam este cargo ou tiveram medo dele. Esqueçamos centenário, isso é bobagem. Eu faria um contrato até o final do paulista com o Kleina. Reforçaria direito o time. Sem resultado, um abraço. Faço coro aos que querem jogadores. Já enterramos dinheiro com figurões. E nossas melhores eras recentes, se deram com quem ainda não era unanimidade.

Alias, lembrem que caiu na imprensa além da consulta a Bielsa, Osvaldinho, Dorival, Abel e Dunga, se confirmarem que tentam Cuca, o GK é a 7a opção e já tem desgaste junto a diretoria e torcida, hora de seguir o jogo.

Vicente, uma luz seu texto. Planejamento que começa no fim da temporada não é planejamento! Essa pataquada com o Bielsa que até eu sabia que pediria caro (pediu o mesmo pro Santos) aliada a postura sandálias da humildade do Kleina me enervam. Sabe, quem olha os números do Palmeiras em 2013 não enxerga quantos jogos sofremos com um primeiro tempo medonho contra times de terceira linha, não vê quantas vezes atacantes do quilate do Picachu foram lançados nas costas de nossos laterais, nós vimos isso. Não corneto GK por falta de nome, mas por falta de tática, lembro os 7 jogos do Jorginho a frente do Palmeiras ou o time do Caio Jr que entre grossos e limitados tinha um padrão de jogo! Agora com 1o lugar garantido quero ver se vai colocar a molecada pra jogar, outro defeito de GK, queimou e mandou embora jogadores que poderiam gerar futuro ao Palmeiras em prol de perebas emprestados, além de não dar oportunidades aos que ficaram.

Sempre fui defensor da permanência de Kleina até a última semana. Ainda que tenha sido desprestigiado pelas negociações com o Bielsa, o que se seguiu, da sua parte achei lamentável.
1) Buscar valorização por ter conquistado a série B, sendo o treinador em os 10 mais bem pagos do país (obrigado Tirone!)…
2) Fazer mimimi, como se ele e Bielsa fossem comparáveis…
3) Agradecer Arnaldo Tirone pela sua contratação e dizer que sofreram pelo descenço (na praia do Leblon)…
4) Vibrar com a única jogada de robada de bola que resultou num gol feita por Marcio Araújo com um Espetacular…
5) Dar entrevistas e declarações a imprensa com sentimento de despedida…
Eu acho que foi muito pouco o conquistado por tudo isso. Achava que deveria ter chance, agora de volta a série A, para mostrar o seu valor e não agir, como comandante do Palmeiras, como se este fosse equivalente ao Coritiba ou o espetacular Chapecoense. Quero acreditar que a sensação que me foi transmitida foi exagero da minha parte e que, se continuar, me desminta.

Traz o Antonio Carlos Zago. Vencedor, identificado com o clube , novo e ambicioso, e se não me engano esta se preparando muito bem para a carreira de técnico.

O Zago está de aux técnico por uma temporada no Shakhtar da Ucrânia, parece que ele planejou bem esse recomeço.

Vicente, você tocou num ponto que até agora eu vi poucas pessoas, quase ninguém, tocar: a falta de ambição do Kleina. Isso é o que mais fala contra a continuação dele no Palmeiras na minha opinião. Como você disse, o fato dele estar feliz e se achando injustiçado pelo pouco reconhecimento da campanha dele na série b deixa claro que ele não entende os anseios da torcida e nem tem a gana necessária pra treinar um clube da potência da SEP. E se ele não consegue enxergar essa falha nele, então ele não está pronto pra treinar um clube grande. O Luxemburgo quando chegou aqui em 1993 tinha isso de sobra, essa ambição, essa gana de vencer, de fazer o time não apenas ganhar, mas se impor, ser temido pelos adversários.
Falta isso também pro nosso presidente, neste um ano de mandato o único momento em que vi ele demonstrar esse sentimento de reconhecimento da grandeza do Palmeiras foi quando ele se mostrou indignado após a eliminação na copa do Brasil e criticou fortemente a atuação do time e da comissão técnica.
Como vi por ai num dia desses, falta um pouco de Belluzzo no Nobre.

Vicente, quanto a opinião eu me sinto dividido entre a questão de desenvolver um treinador para o futuro – não que necessariamente seja o Gilson mas tem ai o Guto Ferreira por exemplo; e ter um treinador top que tenha fibra e capacidade imediata de fazer um belo centenário, mas que provavelmente não duraria mais que 2 anos no clube. É uma escolha difícil, mas pra quem ganha bonus por apenas assegurar o óbvio e indispensável acesso, além do polpudo salário, deveria ser uma escolha já tomada e feita da melhor maneira para um Palmeiras forte, não somos nós torcedores que devemos ficar quebrando a cabeça…
Só uma observação: o treinador do Goiás é o Enderson Moreira, que também já treinou o Flu, o Cassius é o gerente deles.

Infelizmente as palavras foram sabias. Pensei como tantos Palmeirenses que teria enfim uma diretoria competente e profissional, com Ceo e o caralho… Mas o que vejo são pessoal com excelente curriculum, mas uma puta falta de experiência, caramba onde andas nosso MKT, Cadê nosso Ceo, o que o Presidente anda tramando, Forza Palestra que nosso futuro seja repleto de glórias como nosso passado!

Chamusca foi demitido agora há pouco do Coxa. Já q ficaram com o Alex, se pegarem agora o seo Girso mais do q compensa isto. Serei eternamente grato. É agora Coxa, quebra esta pra gente!
Qto ao treinador do Palmeiras, há muitas opções no mínimo melhores q GK. Mancini, Jorginho Cantinflas, Marcelo Oliveira (difícil sair das marias agora) e o nome ideal na minha opinião q seria Cuca. Aliás, segundo informação do Kajuru, ele realmente sai do Galo no final do ano, mas vai ficar 6 meses fazendo estágio na Europa.
Ainda acho q o principal problema é o brunóquio. Este tem q sair pra ontem. Enquanto for ele, as contratações serão baseadas puramente nas negociatas empresariais. Quanto ele leva por fora. E aí o treinador q vier pode potencializar isto.
Vale lembrar q agora o ano acabou de vez! Esta semana TEM q ter definições. Os chapas brancas já gastaram todo o estoque de desculpas, agora não tem mais jeito. Férias pros principais, testes, definição de treinador e plano de contratações concreto até sexta sem falta! Hã, tá fácil…

Quanto a questão de a prioridade ser a série B, isso aí a diretoria colocou desde o começo. Maior prova foram os reforços que viriam caso o palmeiras avançasse na libertadores e que ficaram só na promessa.

só o salário do el chinelo cobre 100% a folha salarial do 2º colocado. série B obrigação não prioridade…prioridade era a libertadores, mas doaram o barcos ….

Prefiro o Ney Franco. Ele é jovem, mas, tem bagagem…e não é tão caro. Gosta de jogar no ataque, não é retranqueiro.. Tem experiência com jovens, e acho que poderia lançar garotos da nossa base, e poderemos colher frutos no futuro. E o Ney poderia fazer um bom trabalho na nossa base a longo prazo. Lembro-me quando contratamos o desconhecido Luxemburgo…que tinha ambições e era uma promessa. A parte o técnico, temos que contratar no mínimo 5 ou 6 nomes acima da média, craques mesmo. Caso contrário, podem trazer o Alex Ferguson, Mourinho, e até Jesus Cristo…que brigaremos pra não cairmos novamente, pois, o time/elenco atual é muito ruim, nível série-B, e com certeza não chegaremos a lugar algum com esse time. Só sangue nas veias não seriam suficientes…teríamos que ter sorte nas maioria dos jogos, ou seja, quase impossível!!!

Harley, Signorini, Kleber e outros,

Que paguem a multa dele ao Vitória. No mais, o Ney Franco fez até alguns jogadores nossos e que passaram pelo Palmeiras jogarem bem. Até o Marquinhos está jogando bem, pois, o Ney o colocou de ala. O zagueiro Luis Gustavo é peça importante tbm. E tudo isso é dedo de técnico que entende do riscado.
Sobre contratações, pq o Palmeiras não tenta o Walter (Goiás)? Ainda é jovem, tem potencial e não deve ser tãooooo caro. Infelizmente, perdemos o bom ala Luis Ricardo (Lusa), pois, foi pros Bambis. E olha que a Lusa aceitaria alguns refugos nossos. dava pra mandar alguns pra lá…e o Luis viria de graça. Ou seja, dormiram no ponto.

Se o Paulo Nobre disse a verdade não vejo outro técnico para dirigir o Palmeiras. Na posse ele disse que iria reestruturar a categoria de base para futuramente buscar jogadores da base, etc.
Mas acho que são só palavras. Como pode falar isso e continuar trabalhando com técnico que não testou ninguem da base. Pior, nem consultam otécnico para contratar ou mandar alguém emboras.
PN fala de planejamento, mas como gerente de projeto, o planejamento dele é ridículo. Como pode trocar toda a comissão técnica da base sem ter o líder desse projeto ( o técnico dos profissinais tem que ter uma grande sintonia com os profissinais da base). Mas isso é só uma opinião minha com experiencia em projetos..

Nada a acrescentar. Espero ser surpreendido, mas no fundo acho mesmo que estamos atrasados, potencialidade técnico. Dai, quem esta tomando as decisões e escolhendo os nomes pra 2014?
Me surpreenda, PN!

A permanência do GK sinalizaria pouca ambição por parte de diretoria. A continuidade da mentalidade mendiga. Eu já vi esse filme. Chegará dezembro, depois janeiro, a torcida esperando reforços que não chegam, contratação de três ou quatro perebas para “compor o elenco”, e seu Girso levando com a barriga até a demissão lá pelo meio do Paulista. Ai sim vem um treinador mais tarimbado pra tentar sslvar a situação, mas aí já vai ser tarde. Como sempre.

Exatamente, ai façam as contas: GK demitido em março = 350k mensais até dez, mais o salário de outro técnico = 700k mensais. Não é melhor já partir para uma solução mais definitiva?

É exatamente isso. somando o salario do novo técnico, mais a multa rescisória do GK seria a mesma coisa do salário do Bielsa.

Além do dinheiro tem o fator tempo perdido tbm.
Precisamos de um treinador ambicioso, e jogadores tbm. Chega de Estagiários, Juninhos, M. Araujos, Charles e F. Menezes da vida

Concordo Vicente! Infelizmente (tomara que esteja enganado) tenha a impressão que 2014 será mais do mesmo! Não adianta a diretoria vir com discursos de “o Palmeiras não entra em campeonatos para não ser um dos postulantes ao título” se não demonstra isso. Tem que sair do discurso para a prática! A definição do treinador para 2014 tinha que ter ocorrido quando o Palmeiras assegurou seu lugar na série A do ano que vem (e olha que disso nunca tive dúvidas…)…. enfim, aguardemos!!!

Eu sempre fui contra a demissão do Kleina, não se fazia necessário ficar pagando salário para dois treinadores, sendo que a missão do Kleina era subir para a série A e isso nunca houve risco de não acontecer, mas agora, ao fim do contrato. o Kleina não é o técnico ideal para o Palmeiras. Ainda não sei quem seria o ideal, mas ele realmente não o é ! E planejamento em novembro no futebol é tudo lorota, quem tem que planejar é a diretoria de futebol, as negociações só vão começar e dezembro pra todo mundo, e as melhores negociações serão em Janeiro, pré temporada é em janeiro, então esta tudo certo.. todo mundo ja sabe quais são as deficiências no elenco do Palmeiras, não precisa chamar um novo treinador pra isso. E o Palmeiras tem que parar de contratar técnico para satisfazer técnicos e depois essas tranqueiras ficam encostadas torrando nosso dinheiro. Né Felipão ????

Os comentários estão desativados.