Categorias
Verdão na Mídia

Verdão na Mídia 01-11-2013: Valdivia vai ser uma das atrações no ano do centenário do Palmeiras ❘ Estadão Online

NOTICIÁRIO ❘ ESTADÃO ONLINE

• Valdivia vai ser uma das atrações no ano do centenário do Palmeiras

Por Daniel Batista

Valdivia é um jogador diferente dos demais do elenco do Palmeiras. Polêmico, com qualidade inquestionável e ídolo da maioria dos torcedores, ele é considerado fundamental para o clube comemorar o centenário de fundação com grande estilo.

O departamento de marketing vê o chileno como o garoto propaganda ideal para diversos eventos já agendados para celebrar a data, como lançamentos de uniformes e visitas a lojas oficiais do clube. A boa fase do jogador facilita as ações.

Por isso, embora diga publicamente que nenhum jogador é inegociável, dificilmente a diretoria do Palmeiras vai abrir mão de Valdivia em 2014. A mudança de postura do chileno também faz toda a diferença. Valdivia entendeu sua importância para o clube e que as coisas mudaram em comparação com 2008, quando defendeu a equipe pela primeira vez.

“Na minha primeira passagem, a pressão era menor pelo fato de eu ser desconhecido e não esperarem muita coisa de mim, mas agora é outra responsabilidade”, falou o meia. Além disso, o relacionamento com a atual diretoria é infinitamente melhor do que nos tempos de Arnaldo Tirone. O chileno entende que conta com maior apoio, por isso se sente obrigado a dar uma retribuição.

CULPA DE GILSON KLEINA

Para o marketing ser eficiente e Valdivia conseguir recuperar a confiança de quem ainda tem dúvidas a respeito da sua recuperação, ele tenta mostrar que está em boa forma física. Na ânsia de se defender, o chileno criticou Gilson Kleina.

“Quero e posso jogar 90 minutos, mas tenho um comandante que escolhe a melhor opção e acredita que eu tenho de sair. Fisicamente posso atuar uma partida inteira”, assegurou. Dos 24 jogos em que Valdivia atuou neste ano, apenas em oito jogou os 90 minutos.

Nem mesmo a relação conturbada com as torcidas organizadas parece preocupar o chileno.

“Agora que pagam ingresso, eles têm direito de fazer o que quiserem na arquibancada. Não fico preocupado com o que pensam ou falam a meu respeito”, ironizou, referindo-se ao fato de Paulo Nobre ter rompido relações com as organizadas e ter deixado de dar ingressos.

O jogador aproveita também para destacar a força do elenco, mas se esquiva quando questionado sobre o que a equipe poderia fazer se estivesse disputando a Série A.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ ESTADÃO ONLINE

••

NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

• Valdivia promete não treinar nas férias e chegar sem atraso à pré-temporada

Por William Correia

Valdivia começou 2013 sob críticas públicas de Gilson Kleina e da diretoria, ainda na gestão de Arnaldo Tirone, por ter se apresentado com quatro dias de atraso à pré-temporada. O meia voltou do Chile alegando ter treinando durante 20 dias de suas férias e até trouxe exames como prova, mas foi multado por não ter nem avisado ninguém do clube sobre sua iniciativa. Por isso, nas próximas férias, promete se adequar às regras do Palmeiras.

“Pretendo curtir minhas férias porque não curti as últimas, fiquei um mês trabalhando. Vou viajar e me apresentar no mesmo dia que todos”, disse o jogador, que adota tom irônico ao falar dos treinos particulares que realizou em Santiago. “Esse trabalho não fez diferença. Fui criticado quando voltei e isso foi levado em tom de brincadeira, então foi um trabalho que não ajudou em nada.”

Na prática, o tratamento realmente não teve grande valia no primeiro semestre. O jogador mais caro do elenco ficou fora de quatro dos nove primeiros jogos no ano, por contusões geradas por pancada. Atuou em cinco partidas seguidas e, em 14 de março, teve uma contratura na coxa direita que o deixou 114 dias sem jogar.

Durante esse longo período sem ser escalado, o trabalho que deu resultado foi da comissão técnica do Palmeiras. No fim de abril, logo após o clube vetar sua participação em amistoso do Chile, Valdivia disse ter voltado a sentir dores na coxa direita, foi desfalques nos jogos em que o time foi eliminado do Paulista e na Copa do Brasil e, desde então, Gilson Kleina, seus auxiliares e os médicos tiveram paciência para liberá-lo.

“Muitas vezes, quando nos machucamos, não tratamos bem a lesão. Se você tem uma ruptura de ligamento, sabe quanto tempo tem que ficar parado. Se é ruptura de músculo, fica parado até cicatrizar e o normal é um mês. E eu não tinha esse tempo, ou tinha e não cicatrizava legal. Com a ajuda do Palmeiras e da seleção, consegui ter esse tempo e me recuperar bem”, apontou o camisa 10.

A citação do meia sobre a sua seleção é um agradecimento. Quando se apresentou com atraso na pré-temporada, Valdivia prometeu que jogaria neste ano pensando em si mesmo e no Chile. Agora, com destaque no segundo semestre entre lesões menos prejudiciais, sente que vive uma boa temporada.

“Voltei bem à seleção e pude jogar bem na Série B, fazer gol. Dá para dizer que é o meu melhor ano e está sendo corado com a volta do Palmeiras à Série A e a chance de estar dentro do grupo que classificou o Chile para mais uma Copa do Mundo. É um final de ano bom e espero que continue assim”, comentou.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET 

••

NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

• Valdivia elogia Nobre e diz que Chile não é sua única motivação

Embora já tenha declarado que Jorge Sampaoli, técnico da seleção chilena, é o grande responsável por sua mudança de postura, o meia Valdivia garante que o Palmeiras também o motiva. Segundo o jogador, o respaldo do presidente Paulo Nobre sempre o fez se dedicar mais do que antes.

– Desde o dia que o Nobre assumiu, tive essa confiança. Aqui, como na seleção, eu tive. O que mais me motivou foi essa dívida com o Palmeiras, com a torcida, de levar junto com os outros jogadores o Palmeiras de volta para a Série A. Essa foi minha maior motivação e junto com ela veio a minha chance de voltar para a seleção, o interesse do treinador em contar comigo e o apoio, a confiança, o respaldo e a certeza de que esse ano seria bom da diretoria que entrou – disse o Mago.

Valdivia não defendia a seleção chilena desde 2011 e retornou nesta temporada, participando dos jogos que garantiram vaga para a Copa do Mundo no Brasil. Jorge Sampaoli foi até a Argentina para vê-lo jogar contra o Tigre (ARG), pela Libertadores, e esteve no Pacaembu para acompanhar o jogo contra o ABC-RN pela Série B. Além disso, destacou um profissional para cuidar da saúde física do camisa 10, mesmo quando a seleção não jogava. Gilson Kleina também foi elogiado pela evolução.

– Antigamente, toda vez que eu machucava, voltava dez dias antes da data, acelerava os processos, e o normal quando você acelera é voltar a ter o incômodo. Esse ano, toda vez que me machuquei o tempo que o departamento médico achou que era necessário para voltar bem foi respeitado pelo Gilson – completou.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

••

NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

• Valdivia comemora 200 jogos após desfalcar o Palmeiras 163 vezes

A chuteira que será utilizada por Valdivia neste sábado trará o número 200. O mimo é uma homenagem ao número de jogos que o chileno alcançará com a camisa do Palmeiras. A marca, no entanto, poderia ser bem maior não fosse a quantidade de vezes que o jogador esteve ausente, seja por lesão ou por convocação para a seleção de seu país. Desde que estreou pelo clube, em agosto de 2006, foram 163 ausências.

Em sua primeira passagem pelo Palmeiras, ele atuou em 93 partidas e foi desfalque em 34 oportunidades até ser negociado com o Al-Ain, dois anos após a sua chegada. Em julho de 2010, ele retornou ao clube e de lá para cá já foram 129 partidas fora do time, e outras 106 em campo com a camisa 10. Assim, enquanto Valdivia esteve no elenco, o Palmeiras fez 363 partidas oficiais.

“Essa marca podia ter acontecido há muito tempo. Espero jogar muitos outros jogos. Desejo jogar o máximo que puder”, confirmou o jogador.

O começo do chileno no clube alviverde não foi promissor. Na época, o clube era comandado por Tite e após estrear diante do Botafogo – ele entrou na vaga de Edmundo -, teve uma lesão muscular que o afastou de seis partidas. Em 2007, ele se firmou como o grande nome do Palmeiras e por pouco não levou o time à disputa da Copa Libertadores. Já no ano seguinte, entrou para a história do clube ao liderar a equipe na conquista do Paulistão.

A conquista do torneio, inclusive, é um dos momentos mais marcantes da passagem de Valdivia, segundo o próprio atleta.

“Acho que pelo significou e pelo que significa para a gente como jogador, [os mais importantes] são os dois jogos que deram os títulos que o Palmeiras tem nos últimos anos”, lembra o jogador, citando também a conquista da Copa do Brasil em 2012, após o seu retorno ao clube.

Neste ano, Valdivia completou os 90 minutos de apenas oito jogos do time na Série B e mesmo assim foi o destaque da equipe. Para o chileno, a temporada vitoriosa é a melhor de sua carreira. “É o melhor ano, sim. Voltei para a seleção, voltei bem. Os jogos na Série B que pude jogar fui bem, tenho feito gols. O ano está sendo coroado com a volta do Palmeiras para a Série A”.

Neste sábado, ele volta a campo contra o Paraná, às 16h20, na Vila Capanema. Depois de garantir o acesso à elite do Brasileiro, o chileno agora mira o título da Série B e outro momento marcante para a sua trajetória no time alviverde.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

••

NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

• Palmeiras empresta zagueiro do gol contra em Mirassol para Rio Claro

Por William Correia

Responsável por duas falhas nas derrotas em seus dois únicos jogos como profissional, Marcos Vinícius se despediu do Palmeiras nesta sexta-feira. O zagueiro, que fez o gol contra que iniciou a goleada por 6 a 2 do Mirassol em março, foi emprestado ao Rio Claro para disputar o Paulista assim como o meia Ramos, revelado nas categorias de base do clube.

Marcos Vinicius, de 22 anos e vinculado ao Verdão até 31 de dezembro de 2015, apareceu antes do treinamento desta manhã para cumprimentar os agora ex-colegas e membros da comissão técnica, encerrando um período de más lembranças.

Em sua estreia como profissional, Marcos Vinicius precisou de menos de 40 segundos para fazer gol contra na vexatória derrota por 6 a 2 para o Mirassol, em 27 de março. Na Série B, só foi usado, e como titular, diante do Icasa, em Juazeiro do Norte (CE), falhando no gol da derrota palmeirense.

Junto com Marcos Vinicius também vai Ramos. O meia de 22 anos, que chegou a se destacar pelo Palmeiras em uma Copa São Paulo de Futebol Júnior, não estava nem treinando na Academia de Futebol. O jogador tem contrato com o Verdão até 31 de dezembro de 2014.

O Palmeiras não enfrentará nenhum de seus jogadores emprestados ao Rio Claro na primeira fase do Campeonato Paulista porque faz parte do grupo D da competição ao lado não só do time que acaba de voltar da segunda divisão estadual, mas também de Oeste, Bragantino e Mogi Mirim.

O responsável pelo empréstimo de Marcos Vinicius e Ramos é Sérgio do Prado. Gerente de futebol do Verdão entre 2009 e 2011, o dirigente ocupa o mesmo cargo no Rio Claro e esteve na Academia de Futebol recentemente para buscar jogador.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

••

NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

• Palmeiras quer transformar “sangue na veia” em marca do clube

Por Paulo Passos

“Aqui é sangue na veia!”, gritou o presidente do Palmeiras, Paulo Nobre, após a vitória contra o Libertad em abril deste ano, que valeu ao clube a classificação às oitavas da Libertadores.

Os meses passaram, e agora a expressão, quase um desabafo, vai virar marca do clube, que já entrou com processo administrativo no INPI (Instituto Nacional de Propriedade Intelectual) pedindo o registro da expressão “sangue na veia” para uso comercial em quatro categorias de produtos.

O INPI é a autarquia do ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior que analisa e concede direito a exclusividade sobre marcas. O Palmeiras solicitou o registro no dia 15 de maio deste ano para quatro modalidades de produtos, incluindo vestimentas e adesivos. Os pedidos estão em análise pelo INPI.

“A partir da publicação do pedido na revista do instituto, contasse 60 dias para o pedido de oposição. Alguém que tenha uma marca parecida e queria contestar, pode fazer isso”, explica o advogado Luiz Fernando Mattos, especialista em propriedade intelectual.

Mattos acredita que, caso não haja contestação, o Palmeiras não terá problema para conseguir a exclusividade sobre a marca. “Mesmo assim, depois da primeira fase de análise, que já passou, o clube já pode usar a marca”, informa.

Procurado, o Palmeiras afirmou via assessoria de imprensa que não falaria sobre o assunto.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

••

COLUNA DO JORGE NICOLA ❘ DIÁRIO DE S.PAULO

• Reforço de caixa

Em alta na Udinese, o lateral-esquerdo Gabriel Silva tem propostas de Juventus e Inter de Milão. Caso alguma das negociações se confirme, o Palmeiras ficará com uma percentagem sobre a venda, por ter sido o clube que o formou.

••

COLUNA PAINEL FC ❘ FOLHA DE S.PAULO

Por Bernardo Itri

• Alto

O Campeonato Paulista de 2014 vai render R$ 13,85 milhões aos quatro grandes clubes do Estado. O valor é referente à cessão dos direitos comerciais do torneio, como a venda de direitos de transmissão à Globo e de placas de publicidade dos estádios. Em 2013, a quantia repassada a Corinthians, Palmeiras, Santos e São Paulo foi de R$ 10 milhões.

• Baixo

Clubes menores da primeira divisão do Paulista arrecadarão R$ 2,7 milhões cada um com a cessão desses direitos comerciais.

• Top 3

Dentro da FPF, o valor é considerado ótimo, já que, com essas quantias, o Paulista se torna o terceiro campeonato mais lucrativo da América do Sul, atrás do Brasileiro e do Argentino.

••

COLUNA DE PRIMA ❘ LANCE!

Por Marcelo Damato

• Nome de Luxemburgo é boicotado por líderes do Palmeiras

Ao ouvirem notícias de que o Palmeiras estaria interessado em Vanderlei Luxemburgo para 2014, líderes do elenco procuraram a direção para avisar que são contra a contratação do treinador. Dois deles, aliás, disseram a amigos que deixariam o clube em caso de contratação. Ambos querem a permanência de Gilson Kleina, que não foi procurado pelo clube ainda para renovar.

••

OUTRAS NOTÍCIAS :

BLOG DO ROBSON MORELLI → Palmeiras acerta em apostar em Valdivia para 2014
 
JP ONLINE → Presente em 39% dos jogos do Verdão, Valdívia diz estar vivendo seu “melhor ano”
 
GLOBO ESPORTE COM → Perto do 200º jogo no Verdão, Valdivia ressalta títulos e ‘esquece’ lesões
 
ESPN BRASIL → Após alfinetada de Valdivia, organizada reclama de falta de ingressos no Palmeiras
 
TERRA → Cobrança pública no Paraná é única contestação de Valdivia a Nobre
 
GLOBO ESPORTE COM → Satisfeito, Kleina assume ‘culpa’ por Valdivia não atuar 90 minutos
 
GAZETA ESPORTIVA NET → Kleina aceita culpa apontada por Valdivia: “Optei por seu resgaste”
 
LANCENET → Kleina assume ‘culpa’ e diz que preserva Valdivia pelo bem do Palmeiras
 
BAND ESPORTE COM → Kleina evita entrar em conflito com Valdivia e minimiza declaração
 
GAZETA ESPORTIVA NET → Sem falar com Nobre, Kleina se desapega do cargo e aceita time médio
 
GLOBO ESPORTE COM → Emprestado até junho, Alan Kardec espera seguir no Palmeiras
 
LANCENET → Zagueiro ‘vilão’ do Palmeiras é emprestado ao Rio Claro
 
BAND ESPORTE → Márcio Araújo espera renovar contrato com o Palmeiras
 
IG ESPORTE → Com contrato perto de terminar, goleiro do Palmeiras pode jogar fora do Brasil
 
GLOBO ESPORTE COM → Kleina escala Palmeiras com Eguren e Marcelo Oliveira no 4-4-2
 
FOLHA ONLINE → Leandro, Eguren e Marcelo Oliveira voltam ao Palmeiras neste sábado
 
SPORTV NEWS → Corinthians, Santos e Palmeiras não quiseram Diego Costa, diz dirigente
 
••

3 respostas em “Verdão na Mídia 01-11-2013: Valdivia vai ser uma das atrações no ano do centenário do Palmeiras ❘ Estadão Online”

O Chinelinho não aprende mesmo, acha que mudar de atitude, falar que agora não bebe, não vai a balada, lhe dá o direito de culpar o Kleina por não jogar mais e falar da Torcida Organizada (Pra que arrumar mais briga?). Isso mesmo, fique abastecendo a imprenssa com esse tipo de atitude. Assim na primeira escorregada sua com baladas e ficar de fora de jogos importantes, não venha reclamar que é ofendido etc… Apenas faça a sua parte sendo profissional, que está bom demais — Gabriel Silva com proposta da Juve e Inter de Milão, que coisa né… — De novo com esse papinho de Luxa… PQP… é um ex-treinador em atividade (Pronto falei).

Alguém sabe informar quando a loja Academia Store do Shop. SP Market será inaugurada? Obrigado,

Valdivia vai ser uma das atrações do Centenario? Adeus Centenario, quero que o Valdivia, M. Araujo, Brunóquio, Kleina suma do Palmeiras.

Este centenario vai ser decepcionante assim como o time é desde o século passado. O unico cara que poderia ter virado idolo foi doado. Então nem idolo o time tem mais.

Os comentários estão desativados.