Categorias
Verdão na Mídia

Verdão na Mídia 11-11-2013: Torcida prepara faixa e grande festa para receber o Verdão em Belém ❘ Lancenet

NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

• Torcida prepara faixa e grande festa para receber o Verdão em Belém

Por Fabricio Crepaldi

Se a conquista do acesso, há duas semanas, não gerou grande empolgação nos torcedores do Palmeiras, o momento do título da Série B promete ser bem diferente. Parece estranho, mas a festa fora de casa será muito maior. Graças aos alviverdes de Belém, local do jogo desta terça-feira, contra o Paysandu.

A um empate de levantar o troféu – o que pode acontecer até antes da partida, caso a Chapecoense não vença o Paraná -, os jogadores encontrarão na cidade uma torcida com saudade do time que não vê desde 2010 e ansiosa por poder festejar um título em sua casa. E a comemoração começará desde o momento da chegada do elenco, que acontecerá na madrugada de terça-feira.

Um grupo denominado “Palmeirenses do Pará” fez uma faixa de 32 metros de comprimento por 1,80 de altura para recepcionar o Verdão. Ela será levada ao aeroporto, ao hotel da delegação e estará no Mangueirão no jogo desta terça.

Responsável pela ideia, Gustavo de Oliveira diz que a confecção do adereço é para mostrar o amor que os torcedores da cidade têm pelo clube, mesmo com toda a distância.

– Decidimos fazer essa grande faixa para recepcionar o Palmeiras em Belém. Vamos colocar no aeroporto, no estádio, queremos mostrar a força que a torcida do Palmeiras tem aqui na cidade – disse o torcedor.

A empolgação dos palmeirenses em Belém é enorme. Prometem ir ao aeroporto, fazer carreata até o hotel, lotar o espaço ao qual tem direito no estádio… Tudo para fazer o Verdão se sentir em casa, mesmo a quase três mil quilômetros de distância de São Paulo. E, para eles, o título da Série B não é motivo de vergonha.

– O time vencer um título aqui é uma coisa inédita, inusitada para nós. É um sonho sendo realizado para nós que amamos o Palmeiras e estamos muito ansiosos para essa hora chegar. Os jogadores podem se sentir totalmente em casa, no Palestra, na Rua Turiassu. Vamos abraçar o Palmeiras desde a hora que chegarem até a saída – disse Gustavo.

Se na capital ninguém se importa com essa conquista, o jogo do título da Série B caiu na cidade certa.

ÚLTIMA VEZ EM BELÉM:

Copa do Brasil de 2010

O último jogo do Palmeiras na capital paraense aconteceu no dia 17 de março de 2010. Pela Copa do Brasil, o time – ainda comandado por Antônio Carlos Zago – venceu o Paysandu, por 2 a 1. Lincoln e Ewerthon fizeram os gols do Verdão, que atuou com um time misto naquele jogo do Mangueirão – Bruno Rangel descontou. No Palestra Itália, o 1 a 0 alviverde garantiu a vaga nas oitavas.

FESTA (?) DO ACESSO:

26 de outubro

Se o palmeirense de Belém está empolgado para receber o Verdão e fazer a festa do título da Série B, há pouco mais de duas semanas os torcedores de São Paulo, que lotaram o Pacaembu, festejaram de forma modesta o acesso, obtido após um 0 a 0 com o São Caetano.

Duas reações

A principal torcida organizada chegou a vaiar e a chamar o time de “sem vergonha”, algo que gerou insatisfação nos demais torcedores, que se manifestaram contra a atitude. O sentimento geral foi mais de alívio do que de alegria.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

••

NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

• Diretor chama agente de Márcio Araújo para falar de renovação

Por David Abramvezt

Márcio Araújo ficou mais perto de renovar o seu contrato com o Palmeiras. Assim como outros 12 jogadores do elenco, o volante tem vínculo até o fim de dezembro. De acordo com o jogador, o gerente de futebol Omar Feitosa assegurou que ele vai ser chamado para discutir sua renovação.

– O Omar ligou para conversar com meu agente e pode ter reunião nesta semana. Eu já esperava ter acertado as coisas. Eles já sabiam do fim do contrato desde o Paulista, mas temos de ter paciência – afirmou o volante.

No atual elenco, Márcio é o jogador que mais vestiu a camisa palmeirense. Ele já disputou 249 partidas pelo clube. Apesar da vistosa marca, o volante divide opiniões na torcida e na diretoria do Verdão. Informado que Araújo tem tudo para continuar no clube, o técnico Gilson Kleina, que ainda não sabe se ele próprio vai ficar no Palmeiras, elogiou a iniciativa.

– Eu fico feliz. Sei que o Márcio tem um pouco de rejeição, mas é útil e muito profissional. Claro que às vezes aparecem os defeitos, mas ele recupera sem dar pontapé, não faz falta, faz transição como ninguém, é dinâmico e moderno – afirmou o treinador.
Assim como tem acontecido em questões envolvendo outros jogadores, Kleina não foi consultado sobre a situação de Márcio Araújo.

– Se depender do meu apoio, do meu aval para o Márcio renovar, eu daria. Mas não estou falando de planejamento com a diretoria. Eu não fui consultado – comentou ele.

Além de Araújo, Vilson, Leandro, Charles, Rondinelly, Léo Gago, Ananias, Ronny, Marcelo Oliveira, André Luiz, Bruno, Wendel e Fernandinho também terão os seus contratos vencidos no fim de dezembro.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

••

NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

• Incertezas sobre o planejamento para 2014 preocupam líderes do Verdão

Por David Abramvezt

Apesar de o retorno à elite do futebol brasileiro já ter sido garantido há duas semanas e de estar a apenas um ponto de conquistar o título da Série B, o Palmeiras ainda não deixou claro como está o seu planejamento para 2014. Tal situação já começa a incomodar um pouco os jogadores do Verdão.

Além de não saber se o técnico Gilson Kleina vai continuar, eles também sabem como vai se resolver a situação dos 13 jogadores com contrato vencendo no fim de dezembro (Márcio Araújo, Vilson, Leandro, Charles, Rondinelly, Léo Gago, Ananias, Ronny, Marcelo Oliveira, André Luiz, Bruno, Wendel e Fernandinho).

– Atrasa o nosso planejamento. Sem o treinador definido, não dá para trabalhar com reforços e saber quem fica. Já temos uma vantagem sobre os outros times, mas isso vai diminuindo sem definição de técnico. Tomara que a situação se defina o mais rapidamente possível – argumentou o goleiro Fernando Prass.

Para o arqueiro, a indefinição em relação ao futuro técnico e a permanência de alguns atletas pode afetar o clube.

– O treinador é o comandante, a cabeça do planejamento, quem dita carências, os jogadores que quer, o perfil que deseja. Para os jogadores em fim de contrato, também é ruim. Sabemos como é a carreira de jogador de futebol. E essa indefinição é ruim até para o clube, porque, por lei, os jogadores podem assinar pré-contrato seis meses antes do fim do contrato e sair. Tem alguns nesta situação e o Palmeiras corre o risco de perdê-los – acrescentou Prass.

Capitão palmeirense, Henrique também não escondeu o seu incômodo:

– Claro que incomoda, nem todos sabem seu destino. Mas somos profissionais, e sabemos das nossas missões aqui dentro. Todos procuram trabalhar bem e se ajudar pra todos conseguirem algo bom. E que a diretoria veja logo, o quanto antes, para o pessoal ficar mais tranquilo.

Procurado para esclarecer dúvidas sobre o planejamento alviverde, o presidente Paulo Nobre, que estava acompanhado de dirigentes, se negou a dar entrevista no vestiário do Pacaembu, após a vitória por 3 a 0 sobre o Joinville, no sábado.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

••

NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

• Elenco mostra incômodo e pede definição rápida de técnico no Verdão

Por William Correia

Há mais de duas semanas, Paulo Nobre prometeu procurar Gilson Kleina para discutir se deseja prorrogar seu contrato, mas, segundo o técnico, nenhuma reunião ocorreu e a diretoria tem se recusado a dar entrevistas. Durante todo esse tempo, coube aos jogadores falar sobre o assunto, e a saia-justa tem irritado. O elenco é a favor da permanência do técnico e quer que tudo se defina logo.

Por enquanto, o discurso dos atletas é contido, evitando uma polêmica pública, mas é claro o incômodo com a situação. Mesmo que Kleina não fique, já que o próprio treinador não demonstra ter mais tanta esperança de renovar, a equipe deseja ver que o futuro do time no ano do centenário do clube comece a ser traçado rapidamente.

“Os jogadores torcem para que o Kleina fique, mas acredito que a diretoria sabe bem o que está fazendo. Só esperamos que as coisas se resolvam o quanto antes para que, no ano que vem, tenhamos sucesso. Precisam resolver logo”, disse Henrique. “Somos pagos para jogar, não para dar palpite. Então só espero que resolvam. Quanto antes resolverem, melhor para começarmos bem o ano que vem”, continuou o capitão.

Jogador mais experiente do elenco, Fernando Prass é mais explícito ainda ao apontar a importância da definição rápida de um técnico para minimizar os prejuízos para 2014. “O treinador é o comandante, a cabeça do planejamento, quem dita carências, os jogadores que quer, o perfil que deseja”, apontou o goleiro, sem saber a importância da sua declaração.

“A diretoria ouve os jogadores, mas tem que ver o peso que vai dar na hora da decisão. Todos sabem que o grupo quer o Gilson muito bem e a continuidade no futebol é o melhor caminho, ainda mais quando aparecem os resultados. Só cabe a nós, dentro de campo, dar respaldo e argumento para o Gilson ficar”, afirmou o veterano, em discurso ainda mais direto.

Wesley diz que aceitaria até fazer parte de um grupo para falar diretamente com Nobre. “Sou muito a favor do Kleina pelo trabalho que ele vem fazendo, é um treinador coerente e já conhece o grupo. Se precisar procurar a diretoria para ele ficar, estou dentro. Já sai um pouco da nossa alçada, mas, se todos se reunirem…”

Mas o presidente, que sempre se orgulhou por sentir que o elenco acredita em sua palavra, está cada vez mais afastado. Os jogadores contaram que ele não falou sobre futuro durante o tempo em que ficou nos vestiários do Pacaembu no sábado. “O que os jogadores têm a dizer é que é um excelente treinador. Mas não sei se teremos alguma conversa com o presidente nesta semana”, lamentou Juninho.

Assim, resta aos jogadores controlar as palavras, mesmo sendo eles e o próprio Kleina os únicos a falar, e ter que se esquivar, sobre os planos do Palmeiras. “Só jogo bola, quem tem que saber de planejamento é o presidente. Quem tem que falar sobre isso é o presidente, quem manda nisso é ele. Não posso contratar ninguém nem deixar o Gilson, quem faz isso é ele. Até agora ele não falou se o Gilson fica ou sai, mas deve estar tudo sob controle”, imaginou Vinicius.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

••

NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

• Jogadores do Verdão intensificam campanha por renovação de Kleina

Tem sido sempre assim. Quando um jogador do Palmeiras é perguntado se ele gostaria de ver Gilson Kleina renovando contrato, a resposta é sempre positiva e não faltam elogios ao trabalho do treinador, cujo vínculo com o Verdão acaba no dia 31 de dezembro.

Para azar dele e de seus comandados, a diretoria alviverde não está tão empolgada, tanto que Kleina sequer foi procurado pelos cartolas, e ele já admite que pode nem ser chamado para uma conversa sobre o futuro.

Alheios ao comportamento do presidente Paulo Nobre e dos membros da direção palmeirense, os atletas continuam fazendo campanha pela manutenção do “professor”. E o volante Wesley demonstrou ser o mais engajado nesta causa.

– Se precisar procurar a diretoria para ele ficar, eu estou dentro. Eu sou muito a favor do Kleina pelo trabalho que ele vem fazendo e por já conhecer o grupo. Todos já falaram isso, mas é algo que foge da nossa alçada. É a presidência que tem de ver as decisões. Torcemos para que ele fique, mas o futuro a Deus pertence – afirmou ele.

Se precisar procurar a diretoria para ele ficar, eu estou dentro. Eu sou muito a favor do Kleina pelo trabalho que ele vem fazendo e por já conhecer o grupo”

Um dos atletas mais influentes no elenco, o goleiro Fernando Prass também fez questão de dar o seu apoio.

– Todos sabem que o grupo quer o Gilson muito bem e a continuidade no futebol é o melhor caminho, ainda mais quando aparecem os resultados. Só cabe a nós, dentro de campo, dar respaldo e argumento para o Gilson ficar. Mas a decisão é da diretoria – comentou o arqueiro.

Capitão do Verdão, o zagueiro Henrique ressaltou a torcida por Kleina, e também jogou a responsabilidade para os dirigentes.
– Os jogadores torcem para que o Kleina fique, mas a diretoria é quem vai decidir. E eu acredito que a diretoria sabe bem o que está fazendo – disse o defensor.

Questionado sobre o apoio maciço dos seus jogadores, Kleina comemorou o fato.

– Claro que eu fico grato, são jogadores de alto nível e viram transparência e coerência no nosso trabalho. Eu nunca fui marqueteiro ou tentei vender algo que não podia. Mas não sei se a diretoria tira informação com os jogadores, porque eles são pessoas maduras e que entendem de futebol.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

••

BLOG DO ALEX MÜLLER

• Gilson Kleina ganha força

Não só pela vitória sobre o Joinville por 3 a 0, mas um conjunto de situações faz com que o técnico Gílson Kleina veja bastante aumentadas as suas chances de permanecer como treinador do Palmeiras para iniciar o projeto de 2014.

O fato de os líderes do elenco se posicionarem firmemente favoráveis à permanência de Kleina tem ganho um peso importante, sem contar a dificuldade de se contratar um treinador já consagrado por um valor compatível com a pobreza financeira do clube.

A diretoria pensou em viabilizar a vinda de um técnico de fora do país, mas tudo é mais difícil e caro para o Palmeiras. Embora eu já venha dizendo que os responsáveis pelo planejamento do clube têm a grande chance de mostrar a que vieram justamente agora, nessa fase de montar um elenco melhor sem ter dinheiro.

Com grana à vontade, o meu Marcos Evair de 9 anos também sabe contratar um grupo de qualidade, ou, não tendo recursos, ele também saberia vir a público e falar que nada vai acontecer porque não tem condições financeiras.

Portanto, é chegada a hora de ver a competência de quem está no comando. É preciso discernimento, qualidade apurada nas escolhas, agilidade nas buscas de talentos para não serem passados para trás por outros clubes como é tradição no Palmeiras, criatividade em trabalhos de marketing e parcerias com empresas para não deixar prevalecer o fácil e simples discurso que não se tem dinheiro para nada, enfim, a verdadeira torcida está de olho.

Inclusive, Brunoro já tem tido o trabalho muito questionado internamente por pessoas próximas à administração de Paulo Nobre, justamente por não estarem vendo resultados práticos em suas ações.

Para quem está aqui do lado de fora, de fato, vemos muito pouco mesmo até agora, mas como não estou lá dentro também não posso afirmar que ele esteja fazendo um trabalho ruim ou insatisfatório pelo que se esperava daquele que administrou o profissionalismo palmeirense na era Parmalat, claro, tendo rios de dinheiro à disposição.

Por isso que digo que é chegada a hora de começarmos a ver, nessa passagem de ano, se de fato valeu a pena o grande depósito de esperança colocado sobre Brunoro quando foi contratado. Repito, a verdadeira torcida, que não é burra, está de olho.

Assim como essa mesma torcida que ama sem outros interesses também sabe reconhecer em Valdívia por exemplo, o comprometimento com o time. Contra o Joinville vimos isso.O Valdívia de hoje é titular absoluto no centenário verde e na seleção chilena. Aliás, esse Valdívia jogaria fácil na seleção brasileira.

Pois bem, com o panorama atual, pelo que sei e pelo que sinto, vejo um Palmeiras reforçado por uns 4 ou 5 jogadores para 2014 e ainda com Gílson Kleina no comando.

Imagino algum reajuste salarial ao treinador, pois raramente se renova um vínculo com alguém pagando menos ou igual, e sem multa rescisória. Se o trabalho encaixar fica tudo bem, se não desenvolver, a troca fica facilitada.

É isso que eu acho que vai acontecer.

Sobre o jogo com o Joinville, o time foi bem. Não sentiu a expulsão do incontrolável Leandro, se posicionou bem em campo e com uma grande garra aplicou uma ótima goleada por 3 a 0. Até o Márcio Araújo não foi mal…

Quem quiser conferir os gols da partida narrados por mim na transmissão da BandNews FM / Bradesco Esportes FM, deixo abaixo o link. Terça-feira, 21h50, contra o Paysandu, em Belém, tem mais!!!

Espero por vocês, inclusive já com o Palmeiras entrando em campo campeão, já que não acredito na vitória da Chapecoense sobre o Paraná Clube dentro de Curitiba às 19h30.

http://radio-esportivo.blogspot.com.br/2013/11/palmeiras-3-x-0-joinville-brasileirao.html#.Un6fgXC-ptw

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO ALEX MÜLLER

••

COLUNA DO JORGE NICOLA ❘ DIÁRIO DE S.PAULO

• Leão de treino

Apesar de comandar Wendel desde janeiro no Palmeiras, Gilson Kleina ainda se surpreende com a vontade que o lateral e volante mostra para treinar. ele é quase sempre o último a deixar o gramado.

• Última chance

O Palmeiras tem até hoje para pagar R$ 1,5 milhão à empresa NM Sports, como comissão pela contratação do zagueiro Henrique. Caso não o faça, o Verdão deverá ter alguns de seus bens penhorados.

••

COLUNA DO PAULO VINÍCIUS COELHO ❘ FOLHA DE S.PAULO

• Anticlímax

O Palmeiras não gritou “é campeão”. Ninguém quer o bi entre os palmeirenses. O título virá amanhã e isso pode se confirmar com time no vestiário. Se o Paraná empatar com a Chapecoense, 19h30, ele entrará em campo com a taça que vale muito. Vale, sim! Vale voltar a brigar na Série A de 2014.

••

OUTRAS NOTÍCIAS :

GLOBO ESPORTE COM → Papão x Palmeiras: apesar da ameaça de greve, PM garante policiamento
 
LANCENET → Com 209 jogos a menos, Leandro tem o triplo de expulsões de Márcio Araújo
 
GAZETA ESPORTIVA NET → Juninho vira tiete: “Contarei a meus netos que joguei com Valdivia”
 
DIÁRIO DE S.PAULO → Ex-jogadores do Verdão recebem homenagens
 
••

16 respostas em “Verdão na Mídia 11-11-2013: Torcida prepara faixa e grande festa para receber o Verdão em Belém ❘ Lancenet”

Acho que a falta do patrocinador máster está atrasando o planejamento para 2014, e isso está virando uma bola de neve e os nervos estão começando a ficar à flor da pele, porque ninguém sabe o que será feito. A diretoria deveria tomar uma posição para acalmar os ânimos. E, pelo amor de Deus, não renovem com o M. Araújo, esse jogador nunca ganhou nada, nem pelo Atlético Mineiro. Não é um jogador que se compromete na partida, não dá o sangue. Não serve. Vai embora junto com o Kleina!!!!

O fato de os principais líderes do elenco pedirem a permanência do GK me parece um início de uma zona de conforto. Kleina deve muito ao Palmeiras, pois agora pode iniciar sua carreira como técnico top. Só depende de si. Mas para o Palmeiras já deu.

Isso que é o mais engraçado no Márcio Araújo. A Impren$inha adora louvá-lo, dizendo que está há 3 anos de titular e blá,blá,blá. E tem palmeirense que cai nessa conversinha. Um volante que faz o oposto do que se ensina um marcador a fazer: ao invés de se antecipar, ele espera o atacante dominar a bola!!! E se ele é tão bom assim porque ninguém NO MUNDO MANDA PROPOSTA POR ELE?
NENHUM TIME SEQUER COGITA CONTRATAR ELE? Nem time da China nem do oriente médio quer saber dele. Ele só é bom pro palmeiras? Hoje em dia, se o cara joga bem 15 minutos num jogo só, já vem assedio no jogador mas no Márcio araújo não vem ninguém!
Vejam o caso do Atlético mineiro. Eles preferem o Pierre, do que tentar recontratar o Araújo. Sabe por que? Porque eles conhecem o Araújo e seu maravilhoso futebol! Só falta agora renovar com o Kleina e trazer o Luan de volta.

Não é só a imprensa. Tem torcedor que gosta. Mas gosto é aquela estória…. cada um tem o seu. Para mim gostar do futebol do Araújo é mau gosto. Não é o volante dos meus sonhos.

Nas últimas partidas? Então renova, o resto que ele jogou e o tanto que nos afundou até hoje não valem pra nada mesmo.

eu respeito a opinião de todos, mas temos que lembrar que SEM ELE fomos campeões, com ele é só tristeza, além dele marcar um autogolo contro o curintia. Agradece e da o bilhete azul.

Olá Edison! Cara, pode-se relevar esse teu comentário, pois, somos todos palmeirenses que desejamos a mesma coisa, um Palmeiras mais forte! Contudo, entretanto, porém, todavia… Massaraújo é um lixo de jogador, fadado a cagadas decisivas, ir bem na série-B não é mérito algum. A renovação com o “craque” simboliza o que está reservado pro nosso centenário… Remember Copa do Brasil, somente quando o teimoso do Felipão botou o gente boa no banco deslanchamos, e, mesmo assim, devido expulsão do Henrique contra o Grêmio nas semis, o dito cujo jogou a primeira final e tentou de tudo que foi jeito entregar a rapadura pros coxinhas, graças a Deus e San Gennaro era pra ser nosso! Abraço!

Deixa-me entender uma coisa. Se o Marcio Araújo é tão bom, mas tão bom assim, e foi titular absoluto com os últimos 03 técnicos que passaram no Palmeiras, por que esse cara ainda não foi vendido por uma bela quantia? Eu vejo os comentários dos técnicos á respeito dele e parecem que falam do Mazinho.

minha tese é que ele, quando chega treinador novo, chama num canto e fala que vai dividir o salário……..

O Palmeiras poderia muito bem oferecer o Marcio Araujo à penhora, nessa ai do Henrique.

Essa comparação entre o M. Araujo e o Leandro é sem pé nem cabeça . O M. Araujo é uma lesma em campo , só dá passes laterais , não sabe chutar em gol , não vale os 170 mil que o Palmeiras paga por mês para ele ; aliás aonde ele vai achar uma boquinha dessas ??? O Leandro é um jovem impulsivo , goleador , com grande potencial . Quem você contrataria para o seu time , o superado Araujo por 170 mil ou o garoto Leandro por 80 mil ??????

Se o Kleina ficar, Vinicius ,M. Araujo, Juninho ficam e a probalidade de serem titulares serão fortes. Podem contratar o Ramirez, que o caramujo será titular. Que os deuses do futebol, nos segurem na séria A ano que vem, e paramos que passar vergonha nos jogos e eliminações contra nossos rivais e times pequenos

Leiam o contrato do Marcio Araújo novamente…. De repente ele foi redigido errado…
Ou será que esse tipo de “erro” só acontece quando o jogador tem mercado?

PQP M. CARAMUJO renovando? Esse inferno nao acaba nunca? Essa é a chance de nos livrarmum monte de pereba sem pagar nada, dai renova e depois fica elenco inchado sem grana e sem espacos pra contratar jogadores melhores

Os comentários estão desativados.