Categorias
Verdão na Mídia

Verdão na Mídia 13-11-2013: Brunoro diz que diretoria vê semelhanças entre Kleina e Bielsa ❘ Lancenet

NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

• Brunoro diz que diretoria vê semelhanças entre Kleina e Bielsa

Se o argentino Marcelo Bielsa era a prioridade do Palmeiras fora do Brasil, no país o preferido é Gilson Kleina. Pelo menos foi isso que o diretor-executivo José Carlos Brunoro afirmou após a derrota por 1 a 0 para o Paysandu, nessa terça-feira. Segundo ele, os dois treinadores têm perfis semelhantes.

– O que queremos é a filosofia do Gilson Kleina. Tem pontos em comum entre os dois, isso nos deixou muito satisfeitos – disse o dirigente, que não quis entrar em detalhes sobre o que enxerga de parecido entre os dois.

– É coisa interna, se explicar aqui não acaba a entrevista – desconversou.

Questionado sobre o assunto, Kleina preferiu não fazer análise muito profunda. Ele demonstrou certo abatimento por ter sido a segunda opção, mas admitiu que o currículo do argentino é sedutor.

– Não vou legislar em causa própria. O currículo do Bielsa é invejável. Estou iniciando uma carreira no patamar de alto nível, estamos atingindo nossa missão, não foi fácil e não está sendo. Muitos falam que é fácil, mas é jogo pegado, corrido. Não tem o que comparar, cada um faz sua carreira.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

••

NOTICIÁRIO ❘ ESTADÃO ONLINE

• Sem Marcelo Bielsa, Palmeiras vai de Kleina

Por Daniel Batista

Após semanas de análises e muita espera, a diretoria do Palmeiras finalmente decidiu avançar em relação ao técnico para a próxima temporada e se posicionou de uma forma até certo ponto surpreendente. O presidente Paulo Nobre decidiu correr atrás de Marcelo Bielsa, mas não teve sucesso. A saída agora é investir em Gilson Kleina. O presidente não pretende conversar com mais ninguém até resolver a situação com o atual treinador palmeirense.

A postura surpreende pelo fato de a diretoria apostar suas fichas em apenas dois nomes e que têm carreiras tão distintas. Bielsa já dirigiu as seleções argentina e chilena, recentemente estava no Athletic de Bilbao e tem diversos títulos na bagagem. Já Kleina, embora tenha feito uma boa campanha na Série B deste ano, rodou por vários clubes menores e foi apenas campeão alagoano em 2006. Chama a atenção o clube não cogitar outra opção que fique no meio-termo.

A conversa com Bielsa foi curta, objetiva e frustrante. Há três semanas, o diretor executivo José Carlos Brunoro teve contato com pessoas ligadas ao treinador e agendou uma conversa que aconteceu na semana passada. Na reunião, Bielsa fez diversas exigências e algumas até foram atendidas, mas o que afastou qualquer possibilidade de negócio foi o salário.

Assim como fez quando negociou com o Santos, no meio do ano, Bielsa pediu cerca de R$ 1 milhão por mês livre de impostos, número que assustou Brunoro, que tinha a ideia de oferecer 50% deste valor como limite. O clube tentou “seduzir” o treinador argentino lembrando que é ano de centenário e de inauguração da Allianz Parque, dentre outros pontos, mas não foi suficiente. Bielsa quer mesmo um salário padrão europeu.

Como não pode pagar, o Palmeiras resolveu apostar em Kleina. Apesar de muitas especulações, a diretoria em momento algum tentou contato com outro técnico, além de Bielsa. Nos primeiros contatos com o atual treinador palmeirense ficou claro que a negociação não deve ser das mais complicadas, já que os dois lados estão propensos a renovar o contrato.

Um dos pontos fundamentais para manter Kleina é o fato de os principais jogadores da equipe defenderem o treinador e pedirem sua permanência publicamente, casos de Fernando Prass, Henrique, Valdivia, Alan Kardec e Wesley.

No clube, a decisão divide opiniões exatamente por isso. Nobre demorou para chamar Kleina para conversar. Uma parte dos conselheiros pede a contratação de um técnico mais renomado enquanto outra acha justa a permanência do treinador responsável pelo acesso.

ANÁLISE DO MERCADO

Aproveitando a viagem para a Argentina, Brunoro deu uma olhada em alguns jogadores que poderiam ser contratados. O problema é que o elenco já conta com três estrangeiros (o uruguaio Eguren, o chileno Valdivia e o paraguaio Mendieta) e para contratar outro teria de negociar pelo menos um deles.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ ESTADÃO ONLINE

••

NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

• Sem dinheiro para trazer Bielsa, Verdão põe Kleina como prioridade

Antes da vexatória atuação na derrota para o Paysandu, que adiou a conquista do título da Série B do Brasileiro, Paulo Nobre prometeu dar uma entrevista coletiva para explicar a busca do Palmeiras por um técnico para 2014. O presidente, porém, não apareceu. Coube ao diretor executivo José Carlos Brunoro informar que o clube queria Marcelo Bielsa, mas não tem dinheiro e, por isso, agora quer manter Gilson Kleina.

“Qualquer substituição de treinador teria que ser uma coisa muito alta, de fora do Brasil para ter impacto. Fui à Argentina e tive uma conversa bastante interessante com o Biela, mas, financeiramente, é difícil para qualquer clube brasileiro encarar um treinador desse nível. Esbarrou na questão financeira mesmo”, disse Brunoro.

O dirigente dava entrevista na saída dos vestiários do Mangueirão que abrigaram o Verdão sem nenhum constrangimento. Kleina soube da procura por Bielsa, desempregado desde que saiu do Athletic Bilbao há cinco meses, na véspera da partida que poderia lhe garantir o título da Série B. O atual técnico do Palmeiras só foi procurado pela diretoria mais de duas semanas após a promessa de Nobre.

“O Kleina está sabendo que fomos falar com o Bielsa e encarou com muita naturalidade. O Gilson é uma pessoa muito tranquila quanto a isso, até porque sempre fomos muito claros”, indicou Brunoro, apesar de o próprio Kleina ter mostrado tristeza diante da falta de procura da diretoria.

O dirigente, na verdade, quis dizer que o atual técnico deve enxergar como elogio a sua situação. “Dentro do Brasil, a permanência do Kleina é a melhor posição a tomar. Ser o primeiro da lista brasileiro é uma situação muito legal, um reconhecimento do trabalho dele. Só buscaríamos algo bem diferente e impactante.”

Resta, agora, conversar com Kleina, que já subiu o time, mas ainda não foi campeão da Série B e tem contrato até 31 de dezembro. “Conversamos e agora vamos negociar, mas todos os detalhes ficarão restritos à diretoria. Temos que arranjar com ele a situação financeira, de carreira e tudo. Vamos anunciar quando estiver tudo resolvido”, prosseguiu o “transparente” Brunoro.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

••

NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

• Brunoro confirma conversa com Bielsa; ‘Direito deles’, diz Kleina

Após a derrota do Palmeiras por 1 a 0 para o Paysandu, nesta terça-feira, em Belém, o diretor executivo do clube, José Carlos Brunoro, esclareceu como foi a negociação fracassada com o técnico argentino Marcelo Bielsa.

O dirigente revelou que ele e o vice-presidente de futebol Genaro Marino foram até Rosário, na Argentina, negociar a contratação do treinador. Mas a pedida financeira dele impediu a concretização do acordo.

– Nós achamos que qualquer substituição tinha de ser uma coisa fora do Brasil, para ter impacto. Fui para a Argentina e conversei com o Bielsa, e o Kleina estava sabendo disso. No Brasil, o Kleina é a opção. Foi uma conversa bastante interessante, mas financeiramente é muito difícil para nós e para o Brasil encarar a chegada de um técnico desse nível – afirmou.

Indagado se o atual técnico do Verdão foi informado de tudo, Brunoro assegurou que Gilson está tranquilo e já começou a negociar os termos de sua permanência para 2014.

– Eu fui muito claro com o Gilson. Se ele é o primeiro da lista de brasileiros, isso já é importante para ele. Já começamos as conversações e ele está sabendo que fomos falar com o Bielsa e ele encarou com muita naturalidade.

De acordo com o diretor,  Kleina e Bielsa têm características em comum, algo que animou bastante o Verdão no intuito de manter o treinador para o importante ano do centenário palmeirense.

– Queremos a filosofia do Gilson Kleina. Tem muitos pontos em comum entre o Gilson Kleina e o Bielsa. São pontos bem legais que foram conversados e vimos que eles têm semelhanças.

Em entrevista coletiva após a partida, o técnico Gilson Kleina afirmou que as conversas sobre a prorrogação de seu contrato com o Verdão ainda estão no começo. O comandante desconversou ao ser questionado se estava decepcionado com a diretoria, mas disse respeitar qualquer decisão da cúpula do clube.

– Não sei dizer se é decepção o sentimento. Independentemente se eu fui preterido ou não, temos de ver pra frente. Tudo o que foi feito está sendo realizado com muito profissionalismo e transparência. Sempre disse que respeito qualquer decisão tomada – disse.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

••

NOTICIÁRIO ❘ FOLHA ONLINE

• Kleina diz que diretoria do Palmeiras tem direito de procurar outro treinador

Por Alinne Fanelli

O técnico Gilson Kleina deve iniciar as conversas sobre a renovação de seu contrato com o Palmeiras ainda nesta semana.
Após admitir que procurou o argentino Marcelo Bielsa, o diretor-executivo, José Carlos Brunoro, disse que Kleina é a primeira opção no Brasil para ficar com o Palmeiras em 2014.

“É um direito que a diretoria tem de procurar o profissional que eles querem. Existe um contrato para discutir. Tem que ter critério para os dois lados e ver o que é melhor para o Palmeiras”, afirmou o técnico após a derrota para o Paysandu.

Kleina contou que teve uma reunião rápida com os mandatários do clube na segunda-feira. “Tento sempre ter os pés no chão e ser equilibrado, até porque comando uma grande empresa e tenho que passar confiança.”

Nesta quarta-feira, depois da derrota para o Paysandu, o técnico deixou claro que está focado no grupo e na conquista do título da Série B e que é preciso ter calma para acertar os termos da renovação do contrato que se encerra dia 31 de dezembro.

“Não vou vender ilusão ao torcedor que vou me apegar ao cargo. Sei das minhas convicções junto à diretoria e agora as ideias têm que bater. Nada tem que ser antecipado ou ser feito na euforia”, explicou.

Segundo o treinador, o profissionalismo será mantido para que o Palmeiras conquiste o título no próximo sábado, contra o Boa, no Pacaembu.

“A valorização tem que ser o trabalho. O que vai ser decidido é um conjunto de fatores. O próximo ano é promissor não só pelo centenário, e a minha permanência ou não tem que seguir um projeto que já está caminhando”, concluiu.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ FOLHA ONLINE

••

BLOG DO JORGE NICOLA

• Plano F, Kleina é chamado para renovar contrato

O Palmeiras tentou Vanderlei Luxemburgo, sondou Dunga, discutiu valores com Abel Braga, Oswaldo de Oliveira e Marcelo Bielsa, mas deve contar com Gilson Kleina como técnico na próxima temporada.

A primeira conversa a respeito da renovação aconteceu de maneira informal entre Kleina e o diretor executivo do Verdão, José Carlos Brunoro, na segunda-feira à tarde, pouco antes da viagem do time para Belém.

Pessoas ligadas ao presidente Paulo Nobre têm convicção de que o acerto será fácil, apesar de o treinador ter demonstrado, em suas últimas entrevistas, insatisfação com a demora para o clube procurá-lo.

Se depender do estafe de Kleina, porém, o acordo não sairá. Tudo porque o Palmeiras o tratou como “plano F”. Pior: o Verdão enfrenta problemas financeiros e não deve ter dinheiro para grandes reforços, apesar da alta expectativa causada pelo centenário do clube.

Contratado a 13 rodadas do fim do Brasileiro do ano passado, Kleina tem contrato com o Palmeiras até 31 de dezembro e ganha R$ 300 mil por mês.

As negativas

A primeira decepção alviverde foi Vanderlei Luxemburgo. Havia um acordo verbal entre as partes, mas o nome do treinador pegou tão mal no Palestra Itália que ambos acharam melhor desistir.

Depois, o Palmeiras se encontrou com Abel Braga na cidade de Curitiba. Desempregado desde julho, o ex-comandante do Fluminense exigiu um salário de R$ 700 mil por mês e acabou descartado na hora.

Um representante alviverde ainda ligou para o agente de Dunga, para saber das intenções do ex-comandante da seleção. Foi informado de que ele quer trabalhar no exterior.

Com Oswaldo de Oliveira, a conversa foi mais longa. O treinador do Botafogo chegou até a avaliar o elenco e fazer sua pedida: R$ 450 mil. Já o argentino Marcelo Bielsa exigiu R$ 1 milhão de salário, além de um apartamento alugado e três carros à disposição. Ambos foram considerados caros e saíram dos planos, por ora.

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO JORGE NICOLA

••

BLOG DO VITOR BIRNER

• Direção do Palmeiras foi correta com Kleina

Correta

Discordo de quem diz que Gilson Kleina deveria pedir para sair ou dos que acharam errada a iniciativa de a direção do Palmeiras tentar contratar outro treinador.

Os cartolas palestrinos disseram que avisaram o atual técnico da equipe sobre a tentativa de contratar Marcelo Bielsa.

E o próprio Kleina, na entrevista coletiva após a derrota contra o Paysandu, falou sobre a transparência da atual administração do clube.

Os responsáveis pelo futebol do Alviverde tinham o direito de priorizar outro treinador até se não tivessem comentado nada com Kleina.

Se avaliaram outro profissional era melhor para a função, era obrigação deles tentar contratá-lo.

No mundo profissional, competitivo, real, da qualidade da mão de obra e serviços em troca de dinheiro, o gestor sempre deve pensar na instituição que administra.

Tentar fazer o que considera melhor para o Palmeiras respeitando todos os profissionais e também a saúde financeira do clube não parece nenhum pecado aos olhos deste blogueiro.

Bom!

O trabalho de Gilson Kleina durante toda a temporada, não apenas na segunda divisão do campeonato brasileiro, foi bom.

Mostrou que merece mais chances de trabalhar em equipes grandes.

Ouvi diversas pessoas que concordam comigo dizendo que “será uma injustiça” se a direção palestrina não renovar o contrato dele.

Discordo.

A obrigação do clube é cumprir o combinado na parte econômica e elogiar o comandante pelo serviço bem executado.
Renovar é uma opção.

Uma honra

Kleina deve ficar envaidecido por ser a prioridade da diretoria entre os técnicos do Brasil.

No patamar da carreira dele, dirigir o time é uma honra, e não ano do centenário uma chance, um privilégio por ele conquistado, ainda mais especial.

Realidade

Se Kleina renovar e ficar, viverá seus momentos mais tensos, difíceis, prazerosos ou gloriosos, sofridos ou felizes como treinador.
Será uma faca de gumes.

Começará a temporada sob a desconfianças de palmeirenses insatisfeitos com sua permanência.

A pressão será enorme na primeira sequência de resultados abaixo do esperado.

Será responsabilizado, seja culpado ou não, por qualquer fracasso da equipe nas competições.

Por outro lado, se for campeão entrará na história e ganhará bastante espaço no mercado de técnicos.

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO VITOR BIRNER

••

BLOG DO PAULO VINÍCIUS COELHO ❘ ESPN BRASIL

• O mico do Palmeiras no dia de ganhar o título e do anúncio do desejo de renovar com Gílson Kleina

Os dez minutos anteriores ao Palmeiras sofrer o gol de Yago Pikachu foram trágicos para o time. Erros de passe constantes pareciam anunciar a proximidade do revés. Os trinta minutos seguintes foram tétricos. O Palmeiras abusou dos lançamentos longos para a área, em vez de trocar passes até chegar à grande área. Mico! Agora a taça só será confirmada com empate contra o Boa, sábado, no Pacaembu.

No dia em que a diretoria anunciou a intenção de renovar com Gílson Kleina, o time deu um sinal de que não está pronto para ser campeão. Não é simples sair da condição de time de meio de tabela para a de protagonista. É o mesmo desafio dos técnicos. Qual está pronto para ser vencedor? Cuca passou os últimos cinco anos ouvindo sobre suas derrotas no momento chave, até ganhar a Libertadores.

Kleina deve ter o tempo, no Palmeiras, de se preparar técnica, tática e psicologicamente para isso. Pronto não está. É só prestar atenção na quantidade de tropeços à medida em que se aproximava a chance de subir — até o 0 x 0 contra o São Caetano confirmar o acesso. E agora no vacilo no jogo do título, ou no que era para ser. É difícil jogar no Mangueirão diante de 33 mil torcedores. Mas era para ganhar, ou empatar, e confirmar a taça na noite de terça-feira.

Diga-se que Marcelo Bielsa tem tido dificuldades semelhantes. Campeão argentino pelo Newell’s três vezes e pelo Vélez uma, medalha de ouro na Olimpíada de Atenas pela seleção argentina, Bielsa não conquista um título de clube desde 1998. Monta times brilhantes, ganha taças esporádicas. Seu estupendo Athletic Bilbao de 2012 perdeu a final da Liga Europa massacrado pelo Atlético de Madrid de Diego Simeone.

Vencer é mais difícil do que parece.

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO PAULO VINÍCIUS COELHO ❘ ESPN BRASIL

••

BLOG DO ALEX MÜLLER

• Duas derrotas em uma

O Palmeiras teve uma péssima noite de terça-feira em Belém. Dentro de campo mostrou um futebol de Série C e perdeu para um time que hoje, mesmo com a vitória sobre o Verdão, ainda assim estaria rebaixado justamente para a terceira divisão do Campeonato Brasileiro.

Bastaram três atletas titulares ficarem de fora ao mesmo tempo (Wesley, Valdívia e Leandro) que o Palmeiras mostrou a qualidade quase nula de seu elenco.

Mas ao que se propôs fazer em 2013 até que passa batido. O time não foi campeão como se esperava neste meio de semana, mas deverá confirmar o título neste sábado com um simples empate contra o Boa Esporte, dentro do Pacaembu e já havia conseguido o principal com seis rodadas de antecedência, o acesso.

A grande preocupação que fica diz respeito aos bastidores do clube e foi neste ponto que o Palmeiras sofreu uma segunda derrota na mesma noite.

A entrevista de José Carlos Brunoro após a derrota por 1 a 0 para o Paysandu me deu um pouco mais de subsídios para começar a achar que aquele profissionalismo todo, regado com um toque de competência inquestionável que se esperava no início da temporada, vai mostrando algumas nuances de decepção.

O dirigente simplesmente deu um “prêmio de consolação” ao atual técnico Gílson Kleina ao dizer que está muito bom para ele ser a prioridade dentre os treinadores brasileiros, mas que o argentino Marcelo Bielsa só não veio por uma questão financeira. Aliás uma informação que eu trouxe semana passada no Jogo Aberto da Band e aqui no meu blog e só agora confirmada.

Independentemente de Gílson Kleina ser o preferido ou não da torcida, ele é profissional e se eu me colocasse no lugar dele terminaria a Série B com honra e nem discutiria mais uma possível renovação.

O constrangimento e o abatimento do técnico foram nítidos na sua coletiva que sucedeu à entrevista de Brunoro, chegando ao ponto de dizer que não sabia descrever que sentimento estava tendo ao passar por tal situação.

Garanto que Gílson Kleina não passaria fome e nem um longo tempo de desemprego se saísse do clube agora e ainda deixaria intacta a sua dignidade e sairia olhando a todos de frente, com a cabeça erguida, com vontade de vencer na vida e tendo um sincero respaldo em qualquer outro lugar que o queira de verdade.

Não pensaram no ser humano. Ou faltou inteligência para realizar as coisas ou faltou sensibilidade para lidar com gente.

Por isso, nesta terça-feira, uma dupla nota zero, para o time e para a direção!!! Realmente, momentos difíceis…

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO ALEX MÜLLER

••

BLOG PITACOS DO PALESTRA ❘ LANCENET

• Kleina vai aceitar a situação?

Por Alessandro Abate

O diretor executivo do Palmeiras, José Carlos Brunoro, confirmou após a derrota para o Paysandu que o Palmeiras procurou Marcelo Bielsa, conforme o LANCE!Net havia antecipado. A naturalidade me causou espanto. A diretoria se esforça para deixar o clima de Gilson kleina insustentável no Palestra Itália.

Sabe aquele cara que não tem coragem de terminar com a namorada e começa a ligar para outras deixando vestígios? Resta saber se esta traída vai aceitar tudo ou se vai tomar uma atitude, colocando um ponto final no relacionamento, exatamente como queria o homem.

As frases de Brunoro não escondem o clima tenso quanto ao futuro do comandante. O problema é que o verdão não vê outro caminho viável agora.

A torcida está dividida, talvez mais contra Gilson Kleina do que a favor. O time apoia o treinador, mas grande parte deve partir com a barca do fim do ano. E o que mais pesa nesse embate é a queda de produção do Palmeiras na reta final da Série B. Se a equipe conquistasse o acesso com uma goleada e grande festa contra o São Caetano, se continuasse atropelando os adversários, fortaleceria a permanência no técnico. Porém, pelo futebol apresentado nos últimos jogos, a necessidade de mudanças fica cada vez mais eminente.

Leia aqui a matéria completa → BLOG PITACOS DO PALESTRA ❘ LANCENET

••

BLOG DO LUIS CARLOS QUARTAROLLO ❘ JP ONLINE

• O novo técnico do Palmeiras é Gilson Kleina

Palmeiras saiu no mercado para tentar contratar o chamado técnico de grife e percebeu que esse negocio de grife custa caro.

É igual aquelas roupas de fábrica que quando passam a ser exibidas nas grandes lojas e nas ruas mais famosas de São Paulo tem o preço majorado em mais de cem por cento e um monte de trouxa paga só pela etiqueta e ainda se sente importante.

É igual um monte de gente que compra carro importado pagando o olho da cara sem perceber que esse mesmo carro no país de origem é uma bagatela e carro popular.

Hoje há poucos técnicos grifados com bons resultados por aí. Até mesmo o Barcelona saiu pela tangente e veio à América do Sul buscar um técnico não tão famoso para substituir o badalado Guardiola secundado por Tito Vilanova, que estava muito doente e tinha que pensar primeiro na sua saúde.

Palmeiras tentou Marcelo Bielsa e se assustou com a pedida em torno de um milhão de dólares por mês coisa que realmente não vale nem aqui, nem na Argentina e nem na Espanha onde dirigia o médio time do Atlético Bilbao.

O que Bielsa ganhou de tão importante para achar que vale tanto? Com a Argentina fez uma grande eliminatória para a Copa da Ásia e foi eliminado na primeira fase.

Foi campeão olímpico com a Argentina e dirigiu também a Seleção do Chile na última Copa com bom trabalho nas eliminatórias.

Na Copa nem tanto.

Não adianta gastar um milhão de dólares por mês com um treinador com um elenco de cem mil reais. É melhor investir no elenco e continuar com Gilson Kleina.

Parece que é essa a conclusão a que chegou o Palmeiras também. O novo técnico do Palmeiras para 2014 será Gilson Kleina.

É mais barato, conhece o clube e roeu um osso desgraçado na temporada e agora quer um pouquinho de filé também. Por que não?

Essa situação lembra um pouco a do saudoso João Avelino quando técnico do Clube do Remo, de Belém do Pará.

O time ia muito mal e ele aproveitou mais uma derrota para avisar os jogadores que estava se demitindo, que um novo treinador chegaria para tocar o barco.

No dia seguinte bem cedo aparece João Avelino de terno, gravata, sapato lustroso e já foi se apresentando: “Eu sou o novo técnico de vocês, é um novo João Avelino e vim para ajuda-los a sair da crise. A partir de hoje técnico novo, vida nova. Vamos lá pessoal”

Conclusão: O time voltou a ganhar e João Avelino foi personagem de mais uma das histórias contadas por ele mesmo.

Ele chamava isso de psicologia esportiva, outros chamam de folclore mesmo.

Como será a apresentação do novo técnico Gilson Kleina ao elenco do Palmeiras?

Será de terno, gravata, sapato bem engraxado, um novo Avelino?

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO LUIS CARLOS QUARTAROLLO ❘ JP ONLINE

••

BLOG DO ROBERTO AVALLONE ❘ UOL

• Sinal de alerta para Palmeiras e Gilson Kleina

1- Bem, o que foi informado aqui neste blog no sábado, dia 9 de novembro, está confirmado:  o Palmeiras iria iniciar a conversa para a reforma de contrato do técnico Gílson Kleina.

E isso foi feito.

As circunstâncias, no entanto, nem de longe parecem estar recheadas de convicções. Logo depois da péssima partida que o Palmeiras disputou diante do Paysandu (que está na zona da degola para a Série C) em Belém, e perdeu por 1 a 0 (gol de Yago Pikachu), o diretor- executivo do clube, José Carlos Brunoro, confirmou que houve, sim, a tentativa de contratar Marcelo “El Loco” Bielsa, negociação não concretizada. E disse que Kleina “é o técnico brasileiro preferido” .

Assim, é meio caminho andado para sua permanência.

Houve quem não gostasse disso. Mas pergunto: não seria mesmo uma boa para o Palmeiras se Marcelo Bielsa tivesse sido mesmo contratado? Ou, então, um de seus discípulos como, Jorge Sampaoli, o argentino que acaba de renovar contrato com a Seleção do Chile até 2018…

Ora, por mais promissor e simpático que seja Gilson Kleina, quantos títulos já ganhou em sua carreira para ter a renovação acertada antes do final de seu contrato- que de uma forma ou outra seria respeitado? Está se falando de outro patamar de treinadores, ainda mais se tratando de Bielsa, autor de magníficos trabalhos na Seleção da Argentina e do Chile, além de ter criado uma escola da qual fazem parte Sampaoli e Gerardo “Tata” Martino- este, o que dirige atualmente, com sucesso, o Barcelona.

Portanto, em minha opinião, recomendo calma aos que classificam a situação de injusta ou de algo assim.

Que Kleina, em se confirmando mesmo a permanência que se insinua, ganhe como presente a lição de que seu trabalho precisa evoluir e que precisa bater o pé por reforços que julgue necessários.

2- Já o Palmeiras, recebeu outra lição. Vítima de desfalques, é verdade, mas andou a exibir toda a limitação de seu elenco. Ah, quando falta Valdivia, já é caso sério. Faltando, então, Wesley e Leandro, o caso é mais sério ainda. Sem contar com o zagueiro Vilson que há um mês cuida de uma tendinite no joelho.

Mais do que falta de sorte, isso significa falta de elenco adequado. Com todo o respeito, qual palmeirense vibra ao ouvir a escalação com Felipe Menezes, André Luís, Wendell, Bruno- quando joga-, Juninho (na atual fase), Caio e alguns outros?

Hoje, um elenco forte é quase tão importante quanto um bom time titular. E o Cruzeiro, virtual campeão brasileiro, é exemplo disso.

Por falar em elenco, qual jogador do Paysandu teria lugar em elenco ideal para a Série A? No máximo esse menino de 21 anos, Yago Pikachu, lateral- direito e artilheiro do “Papão” na temporada.

E olhe lá.

Assim, perde a força o argumento de que o Palmeiras perdeu “só” pelos desfalques.

Será campeão da Segundona, só falta um pontinho, coisa e tal. Mas o futuro, o ano do Centenário, está logo aí…

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO ROBERTO AVALLONE ❘ UOL

••

COLUNA DO ANTERO GRECO ❘ O ESTADO DE S.PAULO

• Monopólio da cor?

A empresa que fornece material para a CBF ficou incomodada porque a concorrente, que veste o Palmeiras, criou camisa amarela para o cliente usar em 14. À parte o fato de o Palestra ser verde (prefiro o tradicional e clássico), há exclusividade para cores?

••

COLUNA DO JORGE NICOLA ❘ DIÁRIO DE S.PAULO

• Furando…

Ao lançar a camisa do Palmeiras igual à da seleção brasileira, a Adidas estragou uma das maiores ações promocionais da Nike para 2014.

• …a concorrência

A fornecedora oficial de material esportivo da seleção planejava criar terceiros uniformes amarelos para todos os seus clubes no próximo ano. Ou seja, Corinthians, Santos, Internacional, Bahia e Coritiba.

••

OUTRAS NOTÍCIAS :

GLOBO ESPORTE COM → Palmeiras deve levar possível jogo da taça para Campo Grande
 
UOL ESPORTE → Reviravolta deixa Kleina em vantagem para negociar renovação com o Palmeiras
 
ESTADÃO ONLINE → Kleina admite Palmeiras ‘desorganizado’ em Belém
 
ESTADÃO ONLINE → Palmeiras avisa que renovação de Kleina é prioridade
 
ESPN BRASIL → Kleina nega que questões financeiras sejam empecilhos para a renovação com o Palmeiras
 
GLOBO ESPORTE COM → Preterido por Bielsa, Kleina vira prioridade após recusa do argentino
 
LANCENET → Preterido por Bielsa, Kleina não garante que fica no Palmeiras
 
GAZETA ESPORTIVA NET → ‘Último a saber’ da viagem por Bielsa, Kleina usará agente para negociar
 
FOLHA ONLINE → Diretor do Palmeiras afirma que tentou contratar Marcelo Bielsa
 
JP ONLINE → Diretoria palmeirense revela contato com Bielsa, mas garante conversar com Kleina para renovação
 
BAND ESPORTE → Brunoro admite ter procurado Bielsa para treinar o Palmeiras em 2014
 
GAZETA ESPORTIVA NET → Kleina tenta esconder decepção e vê ansiedade e incompetência em Belém
 
BAND ESPORTE → Kleina avalia futuro e desconversa sobre interesse em Bielsa
 
GLOBO ESPORTE COM → Pikachu confirma conversa com Kleina: ‘Está disposto a me levar’
 
GLOBO ESPORTE COM → Opção por Fábio como titular do gol gera surpresa em Fernando Prass
 
LANCENET → Eguren critica Henrique por expulsão: ‘Tem de ter um pouco mais paciência’
 
UOL ESPORTE → Zagueiro da Udinese diz torcer para o Palmeiras, mas descarta retorno ao clube
 
GLOBO ESPORTE COM → Kardec critica desempenho da equipe em Belém: ‘Resultado péssimo’
 
ESPN BRASIL → Kleina aceita com naturalidade interesse do Palmeiras em Bielsa
 
GAZETA ESPORTIVA NET → Procurado após Bielsa pedir muito, Kleina não renovará rapidamente
 
ESPN BRASIL → José Roberto Lux analisa a derrota para o Paysandu que adiou o título do Palmeiras
 
SPORTV → José Carlos Brunoro fala sobre situação de Kleina e desistência de Marcelo Bielsa
 
ESPN BRASIL – SPORTSCENTER → Brunoro admite negociações com Bielsa e garante que Gilson Kleina é a opção ‘brasileira’
 
SPORTV → Gilson Kleina admite superioridade do Paysandu sobre o Palmeiras: ‘Ataque contra defesa’
 
TV GLOBO – GLOBO ESPORTE → Paysandu vence Palmeiras por 1 a 0 e adia festa do título da Série B do Brasileirão
 
SPORTV – REDAÇÃO → Fabio Azevedo sobre incerteza de Kleina no Palmeiras: ‘Tem direito de não querer ficar’

••

44 respostas em “Verdão na Mídia 13-11-2013: Brunoro diz que diretoria vê semelhanças entre Kleina e Bielsa ❘ Lancenet”

Desculpem os termos, PUTA QUE PARIU, o CEO e o Nobre estão rindo de nossa cara. ADEUS AVANTI e ADEUS CENTENÁRIO!! Vagabundos comparar o APRENDIZ a qualquer técnico é gozação coma nossa torcida, FORA CEO, Fora Kleina farsante. Nobre o que você quer: acabar com o Palmeiras????

Quero ver a desculpa que vai ser usada por NObre e Brunoro, quando o time continuar jogando mau em 2014….! e fomos eliminados do Paulista….!

Seria bom sim se tivessimos um tecnico de renome como o Marcelo Bielsa,nem que fosse apenas para a grife mais teriamos visibilidade com o kleina não dá!

Tambem acho que o kleina e o Bielsa se assemelham: o branco do olhos é quase igual, assim como a cor do sangue, é somente uma questão de reparar bem…

Eu tenho quase certeza que estamos ferrados ano que vem!
Não concordo com a permanência do GK e entre outros muitooos jogadores do nosso elenco. E pelo que to vendo, para a diretoria estamos 100%.
2014 vai ser um ano sofrido, espero estar errado, mas está dificil me convencer o contrário.

Cadê meu comentário de ontem a noite? Algum problema? Nunca aconteceu isso antes!

Olhem aí, as marias campeão brasileiro, sabem contratar jogadores de alto nível, contrataram um ótimo técnico que é o Marcelo Oliveira, tem uma ótima estrutura. Bem diferente do Palmeiras.

com kleina confirmado 2014 começa com o pé esquerdo…esse Burrunoro é um lixooooooo

Que bom, definiram o treineiro. Depois das festas e férias começaremos o planejamento de 2014. Se tudo der certo, patrocínio em 2014!!! (atraso de apenas 1 ano). Agora , jogadores ….ah, já estão querendo demais! Isso fica pra reeleição.

Nos últimos anos a desculpa foi: NÃO TIVEMOS TEMPO…, PEGAMOS O TIME EM JANEIRO…, A ELEIÇÃO DE JANEIRO ATRAPALHOU O PLANEJAMENTO PARA O ÍNICIO DA TEMPORADA…, já subimos de volta a SÉRIE-A e estamos com todo tempo do mundo, não estão fazem nada. NOBRE É IGUAL A TIRONE E BRUNORO É IGUAL A FRIZZO, ou seja, saíram o B1 e B2 e entraram o B3 e B4.

Fora Kleina. Qualquer um que tenha assistido o tétrico “espetáculo” de ontem em Belém percebeu que, além de um elenco basicamente medíocre, temos um “técnico” cuja única forma de jogar é começar o jogo tentando romper uma defesa fechada pelo meio, e após constatar pela milésima vez que isso não adianta, passa a fazer diversos chuveirinhos inúteis na área, já que de cada 20 cruzamentos somente um chega mais ou menos em um atacante já marcado. Se tiver um desfalque, ferrou. E vai ser este o técnico que iniciará o ano do centenário treinando o Palmeiras. Meu consolo é que ele não resistirá a meio Paulista…

Para quem gosta de grife :
1-Cruzeiro-Campeão- Marcelo Oliveira
2-Atlético Paranaense – Wagner Mancini
3-Gremio-Renato Gaucho
4-Botafogo-Osvaldo Oliveira
5-Goias-Enderson Moreira
20-Nautico-Marcelo Martelotte
Novo é botar 100mil associados no Avanti. Isso é novo. Isso é Revolucionário. O resto é balela.

Desde que entenda o mínimo de futebol pode vir até o Zé das Couves, e o GK já mostrou que não entende.

Obs.: Souza e Luan, campeões pelo Cruzeiro. Dinei artilheiro pelo Vitória. Fernandão pelo Bahia. M.Leite pelo Nautico. Será que só não dá certo no Palmeiras?????

Palmeiras virou sinônimo de clube sem dono. Clube sem competência e comando. Por isso que não conseguimos contratar jogadores TOP, apenas CAROS refugos que são as últimas opções do mercado e para piorar aceita contratos longos, que futuramente serão emprestados a Vitorias, Bahias e Chapecoenses da vida.

Oi Amigos do 3VV, sou novo aqui no Forum e há muito tempo acompanho este Site, gosto muito dos comentários da Regina, Ysquierdo, Verdi, do Valmir que anda sumido, entre outros, como também das Colunas do Cunio, etc… Infelizmente não vou poder contribuir com informações por falta de tempo mesmo, mas é um grande prazer estar participando com vocês. Nesse meu primeiro Post, gostaria de deixar minha humilde opinião de como contratar o Bielsa sem ficar com dó de pagar o salário do cara, era só não renovar com os Perebas Marcio Araújo, Wendel, Bruno, e o Kleina, acredito que o salário destes quatro e talvez mais algum outro Pereba quase que aproxima da $$ Uma Milhas que o Bielsa tá pedindo, mas parece que falta pra esta administração o mesmo que faltava pra dos Bananas : Vontade e Ousadia de fazer o Palmeiras Grande de novo.

Me descupem pelo longo texto, Um Abraço a Pátria Amada Palmeiras !!!

Ainda: recado para o GK: tua fase de calmaria passou parceiro, portanto, force a diretoria a expurgar os encostos do time, valorize a base, e trate de estudar, ou seu vinho tinto vai virar vinagre nas 2 primeiras derrotas do paulistinha.

Convenhamos: GK só fica porque sabe das suas limitações. Qualquer técnico que tivesse um mínimo de orgulho cairia fora dignamente, ” missão cumprida”, e se valorizaria em cima disto, após mais esta palhaçada da diretoria. Kleina , na boa , o recado que você passa é : sou ruim, portanto, barato. É , combina com mais esta diretoria.

O Black Messi vem ai… lálá lálálá láááá… Ooooiiiiiiii !!!!!!

Semelhança entre kleina e bielsa, um é louco e o outro é retardado.

Então Kleina tem semelhanças com Bielsa… é por isso que Brunóquio está sempre rindo nas fotos; para ele, tem sempre 15 milhões de palhaços, que somos os torcedores do Palmeiras.

Paulo Nobre diz – “Não irei fazer loucuras no centenário” , me desculpe mas se renovar com Márcio Araújo, contratar Yago Picachu, (nem vou cornetar sobre o Kleina) já tá extrapolando a cota de loucura.

100% da imprensa gambambi tupiniquim louca para o Kleina continuar no Palmeiras….. muito interessante. E os arautos da éticas e imparcialidade preocupados com o Palmeiras questionam inclusive pq o Palmeiras está sendo “injusto” com ele. O cara ganha 300 mil, é muita injustiça.

A infornação do Estadão tem uma meia verdade: se o Palmeiras contratar um outro estrangeiro não tem que vender um dos 3 que já possui no elenco; o Palmeiras apenas não pode relacionar pra um jogo mais que 3 atletas estrangeiros.
A Adidas marcou 2 golaços com a camisa comemorativa: um pra nós torcedores palmeirenses ao homenagear o time de 65 que representou muito bem a seleção brasileira e o outro, dando um belo chapéu na concorrência. hahahahaha
O Kleina é um ótimo treinador….pra times como Ponte, Paraná, e tantos outros. Já teve sua oportunidade, seus 15 minutos de fama.
Tem uma notícia no Extra, que o Oswaldo foi contatado pelo Atletico/MG para substituir o Cuca no ano que vem. Segundo a matéria o Cuca não irá ficar a frente do galo depois do Mundial. Na minha “humirde” opinião seria uma boa tê-lo como treinador do verdão em 2014.

http://extra.globo.com/esporte/botafogo/botafogo-oswaldo-de-oliveira-procurado-pelo-atletico-mg-que-ficara-sem-cuca-apos-mundial-de-clubes-10762566.html

Kleina: na minha humilde visão, tudo ontem não passou de um circo armado. O Kleina não pode ser tão burro pra não ter entendido o recado. Se ele tiver um pouco de vergonha na cara, se reúne logo com a diretoria e avisa que no final do campeonato pega o boné.

Adidas: agora faz todo o sentido do mundo o lançamento da camisa amarela ainda neste ano. Mercado é competição. Bela rasteira.

Assino embaixo… Com todo o ‘respeito’ pega o boné e some Kleina.. Futebol é carne moída e essas vergonhas que a gente passou nessa série B mesmo com esse elenco de merda tem suas mãos nelas. Agora se não trouxer outro, Vão mostrar que o ‘cash-flow’ está arrepiante mesmo e a prioridade é tentar bons jogadores ao invés de treinador de renome. Mas se ficar o Kleina, que não aumentem nem um centavo seu salário pois foi contratado na série A de 2012 com esses valores. Titulares desse ano pro ano que vem na minha opinião: Prass, Henrique, Wesley, Valdivia e Kardec. Muito trabalho nesse fim de ano CEO e Nobre…

Algumas considerações a respeito sobre a indefinição do novo treinador:

1- Porquê o José Carlos Brunoro viajou até a Argentina e ficou espantado com o alto valor pedido pelo Bielsa, já que era público e notório que o treinador argentino já tinha pedido os mesmos R$ 1 milhão de reais de salário, sem impostos, para o Santos? Se não estavam dispostos a pagar esse salário, porque perderam tempo viajando e também dinheiro com as despesas de viagem?

2- Todos sabem que negociações como essas são difíceis e podem não dar certo. Aí pergunto, porquê a única alternativa ao Bielsa tem que ser o péssimo Gilson Kleina? Existem treinadores aqui no Brasil muito mais capacitados do que o atual treinador do Palmeiras, cujos salários são compatíveis com aquilo que o clube pode pagar, como Ney Franco e o Vagner Mancini.

3- Se realmente renovarem com Gilson Kleina, essa diretoria estará provando que dá mais ouvidos para o que a imprensa diz do que o clamor da grande maioria da torcida palmeirense, que não suporta mais ver esse medíocre no Palmeiras. Um treinador, que entre os seus inúmeros erros, acha que Ananias serve mais para o Palmeiras do que o Patrick Vieira e que considera o Márcio Araújo como jogador mais regular do elenco, não pode ganhar como prêmio treinar o clube mais vencedor do futebol brasileiro no ano do seu centenário.

Ainda bem que eu NÃO SOU SÓCIO DO AVANTI, para dá $$$$$$$ para esses fdp contratar refugos e manter a mesma merda???? NO MEU DINHEIRO NÃO DOU UM CENTAVO SEQUER!!!!!

Os comentários estão desativados.