Categorias
Verdão na Mídia

Verdão na Mídia 18-11-2013: Além de aumento, Kleina exige respeito e mais autonomia no Palmeiras ❘ Lancenet

NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

• Além de aumento, Kleina exige respeito e mais autonomia no Palmeiras

Por Fellipe Lucena

A diretoria do Palmeiras estava enganada se achou que seria fácil renovar com Gilson Kleina. O treinador estava decidido a ficar para o ano do centenário até ser ignorado enquanto seus superiores negociavam com Marcelo Bielsa. Procurado quase três semanas após o presidente Paulo Nobre anunciar publicamente que iniciaria as conversas sobre 2014, o atual comandante do Verdão tem sido duro nas tratativas e cobra mudanças na relação com os dirigentes, além de um bom reajuste salarial.

O técnico sentiu-se exposto ao ser colocado para dar entrevista coletiva minutos após o jogo contra o Paysandu, terça-feira passada, imediatamente após o diretor-executivo José Carlos Brunoro confirmar aos jornalistas que Bielsa era a prioridade. No dia seguinte, o dirigente procurou o treinador disposto a negociar o novo vínculo, mas o L!Net apurou que o comandante utilizou a reunião para expor sua insatisfação com a postura da cúpula, avisando que só conversaria sobre valores em São Paulo, na presença de seu agente.

O Palmeiras não quis pagar R$ 1 milhão por mês a Bielsa, mas Kleina sabe que a diretoria não imaginava ser possível fechar com o argentino por R$ 300 mil, seu atual salário. Por isso, ele vai pedir vencimentos no “padrão Série A”, podendo se beneficiar do interesse do Coritiba, que já fez sondagem.

Ele também quer um elenco que justifique a cobrança por títulos. Para isso, pretende ser mais ouvido na indicação de reforços. Neste ano, precisou lidar com atletas que não solicitou, como Eguren.

O QUE KLEINA QUER PARA CONTINUAR:

Aumento salarial

O Palmeiras conseguiu tirar Gilson Kleina da Ponte Preta, em setembro de 2012, ao oferecer R$ 300 mil mensais. O valor é tido no clube como elevado, mas o técnico vai querer um reajuste para o padrão Série A.

Multa rescisória

Kleina sabe que não era a primeira opção da diretoria e quer se resguardar para o caso de uma demissão com o ano em andamento.

Autonomia

Comandante teve de “engolir” alguns jogadores que não havia pedido, mas que tinham aval da diretoria, como Felipe Menezes, Eguren e Rondinelly. Ele quer ter voz mais ativa.

Respeito

Kleina sentiu-se exposto ao dar entrevista após a divulgação da busca por Bielsa e deseja ser mais blindado.

VEJA UM BATE-BOLA COM KLEINA, APÓS O JOGO DE SÁBADO:

LANCE!Net: Até quando você pretende definir sua situação no Palmeiras?
Gilson Kleina: Não coloco prazo, o foco era o título. Tive uma conversa com o Brunoro em Belém e pude colocar algumas coisas. Agora é entender.

Você ficou chateado ao saber da procura pelo Bielsa?
Em momento algum me senti desencorajado ou desanimado. Me apeguei à família e ao trabalho, sei que a desconfiança com que me receberam quando cheguei no Palmeiras virou confiança por causa do trabalho. Mágoa eu não tenho, sei entender as coisas e faço meu melhor para os jogadores entenderem que têm um comandante que acredita neles. Não sou unanimidade, mas tenho de dar continuidade.

Se ficar, o que espera de 2014?
Não quero virar o ano só para dizer que continuei no Palmeiras. Quero virar em condição de ganhar as competições. Neste ano não nos preparamos pra ser campeões de Paulista e Libertadores, só da Série B. Quando você se planeja, a chance é maior.

Ficou surpreso com os gritos de “Fica, Kleina” no vestiário?
Sabia que tinha o carinho do grupo, que tinha construído uma família aqui, mas não sabia que era tanto. Falam que o Kleina é bonzinho, mas de bonzinho não tenho nada. As conversas que tenho com eles não são de grito, mas doem.

O título é importante?
É um título de menor expressão, mas que precisava ser conquistado. Agradeço a Tirone e Frizzo, pessoas que não queriam que acontecesse isso com o Palmeiras. A diretoria acreditou em mim naquele momento, não posso esquecer dessas pessoas. Depois veio a nova gestão, uma outra filosofia, passou a dificuldade conosco. Serviu como um amadurecimento e isso ninguém tira mais da gente.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

••

NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

• Elenco do Palmeiras fala em ‘Família Kleina’ e faz apelo por renovação

Por Fellipe Lucena

Há alguns meses o elenco do Palmeiras faz campanha pela permanência do técnico Gilson Kleina, mas o recado nunca havia sido tão explícito quanto no sábado, após o título da Série B. O grito de “Fica, Gilson Kleina!” ecoou no exato momento em que o presidente Paulo Nobre entrou no vestiário. Era a voz do elenco campeão, que acredita ter formado uma família sob o comando do atual treinador.

– No futebol é raro encontrar pessoas verdadeiras, que não passam por cima dos outros. Quando você encontra, não pode deixar ir embora. O Gilson tem um conhecimento grande. Se não tiver, por mais gente boa que seja, jogador não respeita – declarou o goleiro Fernando Prass, um dos líderes do “movimento”.

Os argumentos são vários, a começar pela conquista dos principais objetivos do ano: acesso à Série A e título da Segundona. O próprio Kleina tem salientado que o elenco do Palmeiras não foi montado para brigar pelas taças do Paulista, da Libertadores e da Copa do Brasil.

Em segundo lugar, vem o caráter do chefe, sempre elogiado por ser sincero com seus comandados e conseguir dar atenção a todos. Jogadores ouvidos pelo LANCE!Net lembraram do início do segundo semestre, quando o grupo tinha mais de 40 nomes e o técnico não deixava ninguém de lado, mesmo que tivesse de fazer três atividades ao mesmo tempo na Academia de Futebol.

– É um amigo, que conversa e dá moral para todos. Foi aí que ele ganhou o pessoal. Formamos a família Kleina, porque ele é um cara honesto, que não fecha a cara com ninguém e dá oportunidade para todo mundo. Se alguém disser que não jogou, é mentira – falou Serginho.

A utilização do goleiro Fábio contra o Paysandu e a chance dada ao meia Rondinelly diante do Boa foram bem vistas pelos jogadores, já que os dois não haviam atuado em nenhum duelo da campanha.

– É uma pessoa que a gente quer bem, que nos respeita. Esse ambiente é bom, nós crescemos juntos. Espero que tudo se resolva – comentou o capitão Henrique.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

••

NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

• Com apoio do elenco, Kleina ganha força em negociação por renovação

Por Diego Ribeiro

Gilson Kleina comemorou demais o título da Série B, mas comemorou ainda mais a afirmação dentro do elenco do Palmeiras, que reagiu de forma favorável ao técnico após a vitória por 3 a 0 sobre o Boa Esporte, sábado, no Pacaembu. Os gritos de “Fica Gilson Kleina” foram ouvidos de forma muito clara pelo presidente Paulo Nobre, que vai negociar nesta semana o futuro do comandante da equipe. As conversas, porém, não serão tão tranquilas assim.

A procura pelo argentino Marcelo Bielsa deixou Kleina chateado, de acordo com quem convive diariamente com ele na Academia de Futebol. Apesar de querer ficar, o técnico pode fazer jogo mais duro nas negociações, apresentando o trabalho realizado em 2013 como base para ter uma renovação contratual mais polpuda.

A pressão de dirigir o Palmeiras no ano de seu centenário também vai pesar. Kleina se mostra disposto a aceitar o desafio, mas parte da diretoria palmeirense fala em contratar um nome mais experiente. A força do elenco, porém, pode fazer a diferença.

– Pude colocar algumas coisas à direção após o jogo contra o Paysandu, em Belém. Tenho certeza de que eles viram que temos um grupo muito comprometido. Eu sabia que tinha um carinho, mas não sabia que era tanto – afirmou Kleina.

Os principais jogadores do atual elenco manifestaram a vontade pela permanência do técnico. Nomes como Alan Kardec, Leandro e Fernando Prass deixaram claro após o título que querem Kleina no comando da equipe no centenário. Essa força dos vestiários dá mais ânimo a Gilson Kleina, que aguardava por um contato da diretoria antes de outro nome ser procurado.

– Sou muito grato ao Palmeiras, ficando ou não. Não sou unanimidade, mas o que tenho de fazer é dar continuidade naquilo que acredito – discursou o comandante.

A definição não deve demorar, já que o clube alviverde quer aproveitar as duas semanas de “vantagem” que tem sobre os adversários da Série A para adiantar seu planejamento.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

••

NOTICIÁRIO ❘ FOLHA ONLINE

• Ídolos do Palmeiras apoiam Kleina e veem novo estádio como trunfo

Por Rafael Valente

Ademir da Guia, 71, Marcos, 40, e Valdir Joaquim de Moraes, 81, três grandes ídolos da história do Palmeiras, concordam na avaliação sobre o planejamento de 2014.

Para eles, o sucesso pode ser obtido com a manutenção do técnico Gilson Kleina, que tem contrato até o final do ano e ainda não teve resposta da diretoria sobre a renovação, e reforços de peso.

“Será um ano difícil. O torcedor espera boas contratações e conquistas. Há muita ansiedade por ser o centenário. Para suportar isso é preciso ter jogadores acostumados com pressão”, disse o ex-meia Ademir para a Folha.

Para ele, o meia Valdivia tem do condições de ser o camisa 10 do centenário, mas para isso precisa estar presente em mais jogos. Neste ano, o chileno fez 26 dos 66 jogos por conta de lesões e convocações para o Chile.

Já Kleina é defendido por conhecer o elenco e o ambiente interno do Palmeiras.

“Com ele, a equipe jogou bem na Série B, sem sustos. E ele entrou em uma situação muito difícil no Palmeiras”, disse o ex-goleiro Marcos em entrevista coletiva na terça.

Também apostam que, com a abertura da nova arena, o time terá um trunfo para superar as dificuldades.

“Jogar em casa é fundamental, ainda mais o Palmeiras que depende de seu estádio. O time pode ter mais regularidade”, avaliou o ex-goleiro Valdir para a Folha.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ FOLHA ONLINE

••

NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

• Após título, Palmeiras foca esforços para definir quem fica para 2014

Por Lucas Tieppo

Sem a definição de quem será o treinador do Palmeiras no ano do centenário, a direção alviverde também tem que pensar apenas na montagem do elenco para 2014 após a conquista do título da Série B do Brasileirão no último sábado. E ela terá alguns problemas.

A espinha dorsal do time deverá ser mantida, já que Fernando Prass, Henrique, Eguren, Valdivia e Alan Kardec tem contratos mais longos – o último está emprestado pelo Benfica até o meio do ano apenas. Mas são 13 jogadores que têm seus contratos chegando ao fim em dezembro.

Em alguns casos, as negociações já tiveram início, mas ainda não houve um desfecho, casos de Leandro, Vilson e Márcio Araújo.

O empresário do atacante, Gilmar Veloz, esteve em São Paulo e conversou com dirigentes do Palmeiras há pouco mais de dez dias.

No entanto, nada foi resolvido. Leandro tem contrato com o Grêmio, mas a renovação com o clube alviverde independe do time gaúcho.

Basta o Palmeiras reajustar o salário do atacante, que hoje ganhar cerca de R$ 40 mil e deve passar a receber entre R$ 100 mil e R$ 150 mil. Leandro já declarou que pretende permanecer em São Paulo, o que facilita.

O zagueiro Vilson, que quase deixou o Palmeiras no meio do ano para jogar pelo Stuttgat (Alemanha), tem pré-contrato e não deve ter problemas para renovar.

Outro titular com situação indefinida é Márcio Araújo. O volante falou sobre a sua situação após o vitória sobre o Boa Esporte por 3 a 0, que rendeu o título da Série B.

“Tem que esperar, não tem nada decidido ainda. Tem que ver com o meu empresário. A nossa parte é dentro de campo. Estava focado em terminar bem meu trabalho, pois só assim podemos abrir portas em outros lugares ou então renovar. Agora é esperar”, disse o volante, que já pode assinar pré-contrato com qualquer outro time.

Coringa do técnico Gilson Kleina e muitas vezes criticado pela torcida, o lateral direito Wendel revelou que seu acordo para a renovação está bem encaminhado. Já o goleiro reserva Bruno pode estar de saída.

Os outros jogadores que têm contrato até dezembro são: André Luis, Léo Gago, Marcelo Oliveira, Charles, Ananias, Ronny, Fernandinho e Rondinelly.

Além disso, o presidente Paulo Nobre precisa definir a renovação de contrato de Gilson Kleina e sobre os jogadores que retornam ao clube após empréstimo.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

••

NOTICIÁRIO ❘ ESPN BRASIL

• Adidas vai quase triplicar investimentos no Palmeiras em ano do centenário

Por Camila Mattoso

A fornecedora de material esportivo do Palmeiras vai aumentar o investimento em ações para promover o clube no ano que vem, quando o time palestrino comemora o seu centenário, em 26 de agosto. A Adidas tem o compromisso, previsto em contrato, de destinar, no mínimo, R$ 2 milhões para destacar a marca alviverde.

Segundo a apuração do ESPN.com.br, o acordo atual que há entre as partes, a empresa teve a obrigação de gastar ao menos R$ 700 mil com iniciativas de marketing em 2011, 2012 e 2013, por ano, quase três vezes menos do que terá de fazer de janeiro a dezembro de 2014.

O dinheiro vai ser investido em eventos para celebrar o aniversário da equipe do Palestra Itália, que serão realizados ao longo da próxima temporada, elaborados junto da diretoria de Paulo Nobre. Em entrevistas ao longo deste segundo semestre, o presidente do clube vem dizendo que a celebração dos 100 anos do Palmeiras terá camisas comemorativas, produtos especiais, e ações envolvendo torcedores e ídolos passado.

O valor pago anualmente à equipe do Palestre Itália, no entanto, não vai aumentar. O repasse é exatamenete o mesmo para os quatro anos do contrato vigente. Além disso, não há previsão de premiação para a equipe para o título da Série B, o que acontece para outras competições, como Série A, Copa do Brasil, Copa Sul-Americana e Libertadores.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ ESPN BRASIL

••

COLUNA DO JORGE NICOLA ❘ DIÁRIO DE S.PAULO

• Abaixo do esperado

A diretoria do Palmeiras se decepcionou com o público de 17.163 pagantes no jogo que valeu o título da Série B, sábado. Na partida anterior, contra o Joinville, o Pacaembu também ficou longe de encher: 10.936. 

• Dividida..

Os quatro grandes de São Paulo têm reunião hoje com gente da Secretaria de Segurança, do Ministério Público e da FPF. A ideia é assinar um documento que obrigará os times a se responsabilizar pelo ato de suas torcidas em 2014. 

• …entre os grandes

O cerco às organizadas, porém, divide os grandes. O Palmeiras é o único que topa o acordo integralmente. São Paulo e Santos querem mudanças na proposta inicial. Já o Corinthians só assina se os outros três também tiverem aderido.

• Palmeiras se transforma no sexto bicampeão da Série B do Campeonato Brasileiro

O palmeirense virou motivo de piada nas últimas horas pela conquista do bicampeonato da Série B. Mas outros cinco times já haviam obtido duas taças da Segundona. O Guarani levantou os troféus em 1981 e 1987. Depois, foi o Paraná, que ganhou em 1992 e 2000. O Paysandu assegurou o bi em 1991 e 2001. Já o Goiás deu as voltas olímpicas em 1999 e no ano passado. Porém, o único que venceu duas vezes na era dos pontos corridos foi o Coritiba: em 2007 e 2010.

••

COLUNA PAINEL FC ❘ FOLHA DE S.PAULO

Por Bernardo Itri

• Dividida

“Comemorar título de Série B não é para um palmeirense como eu, que vi os esquadrões montados desde 1959”, Vittorio Pescosolido, conselheiro do Palmeiras, ao comentar o título da Série B conquistado anteontem

••

OUTRAS NOTÍCIAS :

UOL ESPORTE → Feliz no Palmeiras, Kardec já fala em renovação de contrato
 
ESPN BRASIL → Alan Kardec já pensa em ficar mais tempo no Palmeiras. “Só depende da diretoria”
 
GAZETA ESPORTIVA NET → Após ver torcida saturada, Prass já se cobra por título no centenário
 
TERCEIRO TEMPO → Após título, Palmeiras foca esforços para definir quem fica para 2014
 
ESPN BRASIL → Cuca nega contato com Palmeiras: ‘Kalil sabe que eu não sou de fazer sacanagem’
 
••

26 respostas em “Verdão na Mídia 18-11-2013: Além de aumento, Kleina exige respeito e mais autonomia no Palmeiras ❘ Lancenet”

Não sei por que tanto se fala deste técnico, ja tinha que ter saído não tem que ficar dando ouvidos a mídia que fica fazendo campanha pró Kleina, agora ainda tem que aguentar biquinho do téncico. E tem mais, o time dos gambás não estão procurando um “bom” segundo volante? manda o Marcio Araujo de presente a eles. Não tem conversa, simplesmente não tem que renovar com o Kleina e ponto.

fora kleina estágiario mediocre….temos que ter técnico de primeira…não de série B…temos que pensar grande…não ter mais do mesmo….temos que voltar as origens. …esquadrões que botavam medo nos adversários. …não times horriveis como este…

Como um cara q fez o fez com nossa base (pulverizada pelos quatro cantos do mundo), liberou um bom lateral direito, sacaneou até não poder mais o Eguren (volante da seleção Paraguaia e patrimônio do clube, que aliás foi desvalorizado graças a não convocação por falta de ritmo), prestigiou dois dos grandes responsáveis pelo nosso descenso, pode ser considerado gente boa????? Esse cara não me engana, ele não serve para um time que quer ser sério !

Se renovarem com essa anta chamada Gilson Kleina, ainda mais com aumento de salário e multa rescisória, vão passar o atestado de burrice, incompetência e amadorismo inquestionáveis. Manda embora enquanto pode, Gilson Kleina nunca mais vai dirigir time grande, nem sequer Ponte Preta ele pega depois de que sair daqui. Se permanecer será o primeiro passo de volta à Série B em 2015.

Agora está explicado ´porque o APRENDIZ DE ESTAGIÁRIO DE TÉCNICO não escalava o Eguren e o Rondinelly, eles não foram indicados por ele.
Agora, renovar com o Kleina é ABSURDO. Ele não entende de futebol. Perguntem, para quem assiste os jogos no campo e não na TV, como ele arma o time . Subimos por dois motivos:
1- Muitas jogadas INDIVIDUAIS resultaram em gols e
2- A diferença técnica entre o nosso time e os demais da B é muito grande.
Brunoro e Nobre, qualquer técnico é melhor que o APRENDIZ. Se o problema é dinheiro coloquem um cone no banco, que até o cone é melhor que o GK. Imagine se algum presudente de clube, tirando o nefasto B1, pagaria R$ 300.000 para um técnico tão fraco. Esses jogadores apoiam o APRENDIZ porque sabem que se vier um técnico de verdade muitos perebas dali perderam o emprego!!!

Agora está explicado ´porque o APRENDIZ DE ESTAGIÁRIO DE TÉCNICO não escalava o Eguren e o Rondinelly, eles não foram indicados por ele.
Agora, renovar com o Kleina é ABSURDO. Ele não entende de futebol. Perguntem, para quem assiste os jogos no campo e não na TV, como ele arma o time . Subimos por dois motivos:
1- Muitas jogadas INDIVIDUAIS resultaram em gols e
2- A diferença técnica entre o nosso time e os demais da B é muito grande.
Brunoro e Nobre, qualquer técnico é melhor que o APRENDIZ. Se o problema é dinheiro coloquem um cone no banco, que até o cone é melhor que o GK. Imagine se algum presudente de clube, tirando o nefasto B1, pagaria R$ 300.000 para um técnico tão fraco.

Tem muitos jogadores fracos pedindo para o Kleina ficar para não perder a boquinha…eles tem que parar de fazer campanha pois o time é fraco se salva uma meia duzia de jogadores os demais são de medianos para baixo….o kleina não deu atenção para a base e os jogadores que tinham e podiam render algo ele liberou numa boa e preferiu ficar com os meia boca de empresario….eu acho o kleina uma boa pessoa mas acho ele um tecnico fraco.

Girso, o torcedor palmeirense EXIGE o mínimo de respeito, portanto pegue seu boné e vá pra bem longe. P…. revoltadíssimo por ter no nosso Palmeiras perebas medíocres se auto-intitulando mestres ! Meu Deus nos ajudem.

Acho que daria pra tudo ser mais direto e transparente. Mas, se os dirigentes julgam essa a única maneira sustentável de proceder com as coisas, tudo bem, já que estão lá dentro e sabem melhor. Chega a ser engraçado a cara de pau de muitos dos perebas que gritaram “Fica Gilson Kleina!”; alguns com o medo de voltarem a treinar separados nos seus clubes, outros de ter que jogar a B outra vez no ano que vem. Ainda acredito que chegarão ao Palmeiras um treinador capaz, um mínimo de reforços decentes e ainda que façam uma boa lista de dispensas.

Vi um video do papo com benja antes do Eguren vir, o Kleina parecia bem empolgado com a possibilidade da contratação, como é que agora é um nome que ele teve que engolir? Ê gambápress….

Os Gambas mandaram Tite embora,e não houve novela,aqui prá ficar com um tecnico meia boca é uma novela de 30 capitulos,onde tá o profissionalismo e o poder de decisão,se fosse prá Kleina ficar. Já dava pra negociar um mes antes.Tão parecendo Tirone e Frizzo.

Uol, Globo, Lance, Gazeta Esportiva….todos “torcedores” do palmeiras forçando que o gente Boa Kleina renove. A tupiniquim press formada por gambás e bambis forçando a renovação, pois o Palmeiras não pode ser imjusto com ele. Abram o olho torcedores.

É isso mesmo, Levi.
Diretoria escutando muito essa mídia predatória GAMBAMBI. Só falta renovarem com esse treineiro FRACO por causa de imprensinha…

Elenco é a palavra chave, sem atletas não há técnico que trabalhe em paz, o Palmeiras é um clube com Historia e Glorias infindáveis, não pode ser tratado como um mero coadjuvante de campeonatos a espera de milagres para manter , seu nome na lista de participantes, os clubes que são inferiores , mantem administrações coerentes ao seu tamanho e torcida, mas no Palmeiras há uma síndrome de redução de investimentos e pensamentos, o clube após evento MUMU, passa pedindo esmolas aos demais investidores, relegando a segundo plano seu maior legado , 18 milhões de Palmeirenses no planeta, a vergonha não é comemorar o titulo de sábado, mas é ter quase a certeza de termos um replay em breve, pois não há nada de novo no pensamento , postura e atitude, do clube quanto ao seu futuro, estamos inertes perante aos demais adversários, lembrando que por bem ou por mal o ALLIANZ PARQUE esta sendo edificado em plena sede social do clube que é centenário, é nada esta sendo conduzido de forma racional, ou profissional, como comentam os baba ovos de Paulo Nobre, que não pode perder a oportunidade de realizar um bom trabalho, pois as eleições são em Dezembro de 2014, fato que o obriga a ser mais arrojado , uma característica perdida nos últimos 37 anos de MUMU, o maldito, circulando nas alamedas!

Eu quero ver qual clube na Via Láctea que vai pagar R$ 300 mil mensais à esse técnico, que entre outras proezas tomou de 6 do Mirassol.

Que vá para o Coritiba que é do tamanho dele.

Claudio e amigos, eu estou indignado.
O cara treinou um time que possui um orçamento dezenas de vezes maior que os times do G4 dessa maldita série B. Somente o salário dele daria para pagar a folha salaria do time da Chapecoense.
QUEM ELE PENSA QUE É?
Isso só pode ser uma provocação para não ficar no clube após ser informado de que ele seria o plano B. Aliás, estamos mal de plano, hein.

Os comentário entre torcedores do Atlético Paranaense é que o Mancine recebe 80mil/mês. Kleina não deve ganhar muito mais que isso no Choritiba!

Tinha um elenco pior que esse, tem história de conquistas no clube e de quebra ganhou uma Copa do Brasil.
Comparar o Felipão ao 1/2 oficial de treinador?

Os comentários estão desativados.