Categorias
Verdão na Mídia

Verdão na Mídia 19-11-2013: Valdivia vai do calvário ao topo no Chile e será monitorado até no Palmeiras ❘ Terra

NOTICIÁRIO ❘ TERRA

• Valdivia vai do calvário ao topo no Chile e será monitorado até no Palmeiras

Por Fábio de Mello Castanho

A história de Valdivia com a seleção chilena vive de altos e baixos e não admite mais vacilos. Aos 30 anos, convivendo com lesões musculares e entrando em uma fase crítica da carreira, o meia do Palmeiras terá na Copa do Mundo de 2014 sua última chance de entrar no rol dos grandes jogadores chilenos. E tem na confiança depositada por Jorge Sampaoli o apoio para conseguir enfim comandar o Chile a uma boa campanha.

Dúvida para enfrentar o Brasil nesta terça-feira em Toronto por causa de problemas físicos, Validivia é hoje peça fundamental no time montado pelo treinador. Tanto que Sampaoli admite que fará um monitoramento especial do atleta no Palmeiras para que tenha o seu camisa 10 em condições plenas de comandar o meio-de-campo no Mundial. Algo impensado há pouco tempo.

Valdivia passou por dois casos públicos de indisciplina com a seleção chilena que renderam afastamentos. Em 2007, quando Nelson Costa era o técnico, o meia recebeu 10 jogos de suspensão da Federação Chilena por exagero no consumo de bebidas alcoolicas e baderna na festa de comemoração pela vaga nas quartas de final da Copa América. Quatro anos depois, um atraso na reapresentação fez com que Claudio Borghi repetisse a punição e o afastasse da seleção.

Assim como Marcelo Bielsa reabriu as portas e levou Valdivia para a Copa do Mundo de 2010, Jorge Sampaoli perdoou o passado de problemas ao assumir o cargo em dezembro de 2012 e quer o atacante em campo em 2014. Mas com um papel mais ativo do que no último Mundial, quando sofreu com problemas musculares e ficou a maior parte do tempo no banco.

“Para nós ele é muito importante. Ele tem muito talento para o passe final”, avalia Sampaoli, que transformou Valdivia de afastado em titular, principalmente depois de suas partidas em alto nível na reta final das Eliminatórias. Hoje, Valdivia depende apenas dele para liderar o meio-campo chileno na Copa.

A avaliação nos bastidores da seleção é de que Valdivia é consciente de sua situação: um terceiro caso de indisciplina seria fatal para sua continuidade. Andar na linha tornou-se uma obrigação e um sinal de respeito a Sampaoli. “É como uma última chance para Valdivia. Até por Sampaoli ter resgatado, ele tem se comportado bem”, afirmou Cristian Caamano, do jornal La Tercera.

Contribui para o bom comportamento e o bom futebol de Valdivia o estilo de Jorge Sampaoli. Assim como Marcelo Bielsa, o atual técnico prioriza um ambiente mais controlado na seleção. Sem espaço para escapadas, festas e distrações durante a concentração chilena, Sampaoli diminui a exposição de seus jogadores até em treinos – a maioria é fechado – e fecha frestas para crises como as ocorridas nas épocas de Nelson Acosta e Claudio Borghi.

Segundo o repórter Sergio Pinto, da TV Nacional do Chile, um ambiente mais fechado mostrou-se mais adequado para o bom comportamento de Valdivia durante a época de Bielsa. Com o novo técnico acontece o mesmo. “Há um respeito muito grande de Valdivia por Sampaoli. Creio que não há espaço para atos de indisciplina como antes”, afirmou.

Neste cenário, a preocupação chilena com Valdivia hoje é mais física do que disciplinar. As seguidas lesões sofridas preocupam Sampaoli a ponto de ele admitir que vai comandar uma monitoração do jogador no Palmeiras, seu atual clube. Ter Valdivia em plenas condições será uma obsessão.

“O fisioterapeuta disse que tem toda uma sequela de sua história. A preparação e a recuperação em seu clube precisam ser bem controladas, monitoradas pela gente para ele ter um tratamento especial e chegar ao Mundial sem nenhuma lesão”, afirmou.

Valdivia teve problemas na cicatrização de uma contratura e desfalcou a seleção chilena na vitória por 2 a 0 sobre a Inglaterra em Wembley na última sexta-feira. Contra o Brasil nesta terça-feira deve começar no banco de reservas por ainda não estar 100%.

Sampaoli promete esperar até o último minuto para ter Valdivia na Copa, mas o meia precisa se cuidar.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ TERRA

••

NOTICIÁRIO ❘ FOLHA ONLINE

• Valdivia merece o apelido de mago, diz ídolo chileno

Por Rodolfo Stipp Martino

O meia Valdivia está em alta no Chile. O atleta ganhou muitos elogios do ex-zagueiro Elias Figueroa, um dos principais nomes do futebol do país, pelo desempenho mostrado durante as eliminatórias para a Copa do Mundo.

O jogador do Palmeiras, que se recupera de uma contusão na coxa direita, deve começar na reserva o amistoso contra o Brasil, nesta terça-feira, às 23h (de Brasília), em Toronto, no Canadá. A tendência é que entre no segundo tempo.

A criatividade de Valdivia e a maneira como o meia se comporta em campo agradam a Figueroa.

“É um atleta com personalidade, tem grande visão de jogo, faz bons lançamentos, é muito bom jogador. É merecido o apelido de mago que ele ganhou”, afirmou o ídolo chileno para a Folha.

O fato de ter disputado a segunda divisão em 2013 do Campeonato Brasileiro não fez com que Valdivia perdesse espaço na equipe chilena.

Na opinião de Figueroa, nem o atacante Alexis Sánchez, que joga no badalado Barcelona, consegue superar a popularidade que o meia palmeirense possui com os torcedores chilenos.

“Os dois estão no mesmo nível”, apontou o ex-jogador.

Na última partida das eliminatórias, Valdivia saiu de campo muito aplaudido de campo, quando foi substituído aos 44 min do segundo tempo. O Chile ganhou do Equador por 2 a 1, em Santiago, no dia 15 de outubro, e, assim, assegurou a vaga no Mundial.

“O técnico fez aquela alteração no final da partida para que Valdivia recebesse o aplauso da torcida. E foi o que aconteceu”, disse o ex-zagueiro.

Figueroa, que no Brasil brilhou ao defender o Intencional, participou de três Copas do Mundo, em 1966, 1974 e 1982.

Pelo futebol que mostrava em campo, passou a ser chamado de ‘Don’ [dom, em português] Elias.

Agora, o ex-zagueiro elogiou a geração atual de jogadores chilenos. Além de Valdivia e Alexis Sánchez, ele apontou os meio-campistas Arturo Vidal (que machucado não vai jogar contra o Brasil) e Gary Medel como destaques.

“Esse grupo tem chance de chegar longe na Copa”, comentou Figueroa.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ FOLHA ONLINE

••

NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

• Paulo Nobre quer sombra para Valdivia e é aconselhado a buscar Alex

Por Fellipe Lucena e Thiago Ferri

O ressurgimento de Valdivia no segundo semestre deste ano fez com que a diretoria começasse a planejar o time do centenário com ele vestindo a camisa 10, mas é consenso no clube que o chileno, mesmo sem tantas lesões como antes, ficará fora de boa parte dos jogos. Por isso, a busca por um reserva de peso para o Mago já é pauta das reuniões de cúpula na Academia.

O nome de Alex, hoje no Coritiba, é bem visto por conselheiros e alguns aliados do presidente, mas gera certo receio pela idade elevada (36 anos). O armador, que tem Gilson Kleina como seu padrinho de casamento e no mês passado mostrou-se irritado com especulações envolvendo o Palmeiras, tem contrato assinado com o Coxa até dezembro do ano que vem.

O presidente Paulo Nobre ainda não definiu um alvo específico para a posição. Nomes do Brasil e do exterior estão sendo analisados, sempre com a ressalva de que a situação financeira do Verdão não permite grandes investimentos se não houver a ajuda de algum parceiro – o clube já estava decidido a buscar reforços para as duas laterais e para o ataque.

Nobre imaginava estar solucionando o problema do meio ao investir R$ 4,2 milhões para tirar Mendieta do Libertad (PAR), em junho, época em que Valdivia se recuperava de grave lesão na coxa direita e somava apenas nove partidas em 2013.

Mas o paraguaio, muito tímido, demorou a se adaptar ao novo país e não rendeu o esperado quando jogou como único armador do time, embora diga que essa seja sua posição preferida. Para completar, lesionou o joelho esquerdo, operou e só volta em janeiro da próxima temporada. A diretoria calcula que ele dê resultados a partir do meio do ano. Felipe Menezes, envolvido na negociação de Alan Kardec, não emplacou.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

••

NOTICIÁRIO ❘ ESTADÃO ONLINE

• Palmeiras está de olho na situação de Alex

Por Daniel Batista

Um velho sonho do torcedor do Palmeiras, Alex pode ser um reforço para o centenário. A diretoria é cautelosa sobre o assunto, mas torce para que ele não fique no Coritiba – o que abriria o caminho para o clube tentar recontratá-lo. Os dirigentes garantem que o foco está apenas na negociação para renovação de contrato de Gilson Kleina. Será realizada uma nova reunião hoje para tentar entrar em acordo.

A reportagem ouviu pessoas ligadas ao jogador e a situação, já sabida pelo Palmeiras, é simples. Alex pretende jogar mais uma temporada pelo Coritiba e depois se aposentar, mas o time paranaense corre risco de rebaixamento e de uma grande reformulação no elenco. Gilson Kleina é padrinho de casamento de Alex.

A estreita relação pode numa tacada só servir para a contratação do meia e a renovação de contrato do treinador. Alex teve três passagens pelo Palmeiras entre 1997 e 2002. Foi campeão da Libertadores (99), Mercosul e Copa do Brasil (98) e Rio-São Paulo (2000).

Outro nome comentado no clube é do lateral-direito Jonathan, de 27 anos, que passou por Cruzeiro e Santos e está na Inter de Milão. O empresário do jogador, Ivan Tadic, disse que foi procurado pelo Palmeiras.

“Fizeram uma sondagem, mas não tem nada oficial”, disse. O lateral foi muito mal na temporada passada, a ponto de ter sido eleito um dos piores reforços contratados pela Inter, mas com a chegada do técnico Walter Mazzarri tudo mudou. Ele virou titular e tem sido muito útil no esquema 3-5-2, em que tem liberdade para atacar.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ ESTADÃO ONLINE

••

NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

• Indefinições para 2014 afetam relacionamento entre Nobre e elenco

Por Willam Correia

Ao substituir Arnaldo Tirone, Paulo Nobre teve mais de seis meses de profunda paz entre ele e os jogadores do Palmeiras cumprindo o que prometia, inclusive com o pagamento em dia de salários. A relação, contudo, sofreu um primeiro baque após as críticas públicas na eliminação na Copa do Brasil, e a confiança reduziu bastante em meio às indefinições para a próxima temporada.

Dois temas incomodam os atletas: Gilson Kleina e manutenção do elenco. O sentimento do time é de ter conseguido com antecedência os objetivos de subir e ser campeão da Série B do Brasileiro, enquanto a diretoria pouco tem feito para 2014. Aos poucos, líderes do elenco estão expondo a impaciência com a demora dos dirigentes.

Durante as quase três semanas em que Nobre demorou para cumprir sua promessa e procurar Kleina, os jogadores cogitaram separar líderes para pedir a permanência do treinador à diretoria. Após o diretor executivo José Carlos Brunoro confirmar que só passou a negociar com o técnico por não ter dinheiro para contratar Marcelo Bielsa, o plantel se manifestou gritando para todos ouvirem no vestiário do Pacaembu.

Henrique, Fernando Prass e Alan Kardec têm alertado em suas entrevistas para os prejuízos no planejamento com a demora para escolher um treinador. Atentam até para a necessidade de reforços. E Nobre avisou que tudo tem sido ‘travado’ porque não se sabe ainda a comissão técnica do Verdão em 2014.

Os jogadores demonstram desconforto não só na maneira de lidar com o técnico, mas também nas aparições do presidente. Desde a conquista do acesso, em 26 de outubro, o dirigente só voltou a dar entrevistas no último sábado. Durante todo esse período, coube aos atletas ter que responder sobre a situação do técnico, posição na qual não estiveram à vontade até por sentirem ter pouca influência no futuro do clube.

Internamente, a demora para discutir renovações de contrato de atletas também incomoda. São 13 que ficam sem vínculo em dezembro, e mesmo titulares como Leandro e Márcio Araújo não definiram ainda se permanecem. É comum ouvir nas entrevistas colegas se solidarizando a quem está nessa situação dizendo “todos sabem como é difícil a vida de jogador”.

Diante de todos esses problemas, existe a preocupação para cumprir as expectativas de todos no ano do centenário do Palmeiras. A postura de torcedores que se recusaram a comemorar a campanha na Série B do Brasileiro serviu como alerta, e os jogadores desejam que a diretoria faça sua parte para que sejam mais justas as cobranças certas em 2014.

Em agosto, líder da Série B e já com o acesso próximo, os jogadores sentiram que são alvos do próprio presidente após a eliminação na Copa do Brasil, perdendo por 3 a 0 para o hoje finalista Atlético-PR, em Curitiba. Nobre questionou todos em entrevista coletiva minutos após a partida, no primeiro impacto que a relação então tranquila sofreu. Agora, o desejo é que o dirigente ajude na busca por algum título no ano que vem.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

••

NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

• Quase um mês após acesso, Palmeiras ainda segura planejamento para 2014

O Palmeiras garantiu o acesso à Série A do Campeonato Brasileiro no último dia 26. Dada a antecedência com que o objetivo foi alcançado, esperava-se que a diretoria já começasse a pensar no planejamento para 2014, data do centenário do clube. A oportunidade de largar na frente nos planos para o próximo ano, contudo, não foi aproveitada e isso incomoda internamente.

Dentro do clube, as indefinições preocupam conselheiros e até mesmo jogadores. A visão é a de que o time poderia chegar a 2014 para a pré-temporada de forma muito mais organizada.

“Às vezes fico me perguntando. Existe um planejamento, e talvez isso possa gerar um incômodo na comissão técnica. Para planejar, você precisa de tempo para pensar, ver que peças podem faltar no elenco”, declarou Alan Kardec.

“É um pouco tarde, realmente. Mas você pode notar que as outras equipes estão começando a montar o planejamento agora.

Algumas coisas poderiam ter sido definidas antes, mas a diretoria tem um voto de confiança”, amenizou Alberto Strufaldi, presidente do COF (Conselho de Orientação e Fiscalização), órgão que supervisiona os gastos do clube.

Além do treinador Gilson Kleina, mais 13 jogadores têm seus contratos chegando ao fim em dezembro: Márcio Araújo, Leandro, Vilson, Wendel, Bruno, Fernandinho, Marcelo Oliveira, Léo Gago, Ananias, Ronny, Charles, Rondinelly e André Luiz. Até o momento, o martelo não foi batido para nenhum deles. Contratações também não foram anunciadas e o clube se recusa a falar se está negociando com algum jogador.

Para o presidente Paulo Nobre, não existe atraso em relação aos rivais.

“Quando você resolve um problema, surge outro. Porque, sendo presidente de um dos maiores clubes do ano, você toma decisões todos os dias, importantes ou menos importantes, mas que acabam trazendo consequências no futuro. Tem que tomar decisões com muita frieza, cabeça no lugar, contendo o torcedor dentro de você. Mas não achei que fosse ser diferente. Subimos, ganhamos o título e agora temos que preparar todo o ano de 2014“ explicou.

Procurada pela reportagem para dar mais esclarecimentos, a assessoria de imprensa do Palmeiras informou que a atual gestão “não comenta assuntos internos”.

O Palmeiras conquistou o título da Série B do Brasileiro ao vencer o Boa Esporte por 3 a 0, no Pacaembu, no último sábado. Agora faltam apenas duas rodadas para o término da competição e o time alviverde ainda encara Ceará e Chapecoense. Os jogadores não devem ter férias antecipadas.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

••

NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

• Verdão e WTorre definem último mediador e têm prazo para solução

Por Fellipe Lucena

Kazuo Watanabe, indicado pelo Palmeiras, e Braz Martins Neto, apontado pela WTorre, escolheram Sydney Sanches, ex-presidente do Supremo Tribunal Federal, como o terceiro mediador do impasse entre clube e construtora sobre o contrato do Allianz Parque.

O trio elaborou um cronograma de reuniões que começa a ser posto em prática ainda neste mês. A missão deles é analisar o contrato e apresentar soluções para os pontos discutidos até 10 de dezembro. Se Palmeiras e WTorre concordarem com a proposta, o fim da briga será formalizado em um novo documento. Se não, o caso vai para a arbitragem, processo mais formal e com decisão definitiva.

Há uma dúvida na interpretação do contrato assinado em 2008. A construtora julga ter o direito de comercializar as 43.700 cadeiras do estádio, enquanto o Verdão diz que são apenas 10 mil. Esta disputa não interfere na renda dos jogos, que ficará 100% com o clube: quem comprar uma cadeira poderá ir a todas as partidas, mas precisará pagar.

O Palmeiras também fará reivindicações, uma delas sobre o descumprimento do cronograma, que indicava a finalização das obras em abril de 2013. O clube pode cobrar uma indenização milionária da parceira.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

••

NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

• Ex-presidente, Tirone vibra com título e acesso do Verdão: ‘Eu estou aliviado’

Por David Abramvezt

Quando o Palmeiras assegurou o título antecipado da Série B do Brasileiro no último sábado, Arnaldo Tirone respirou aliviado. Presidente do Verdão entre janeiro de 2011 e janeiro deste ano, ele sentiu um peso saindo das suas costas ao ver que o clube deu a volta por cima ao ser campeão, três semanas depois de ter assegurado seu retorno à elite do futebol brasileiro, de onde saiu durante a sua administração.

– Eu fico aliviado por ver o Palmeiras de volta como campeão. Estou muito feliz, pois eu nunca queria ter participado, como presidente, de um rebaixamento do Palmeiras. Não podíamos ter sido rebaixados. Mas várias situações levaram o time a cair, e isso acabou acontecendo – afirmou Tirone ao GloboEsporte.com.

Bastante criticado na época em que dirigiu o time, Arnaldo Tirone tem evitado ir aos jogos do clube, pois a torcida o cobra muito até hoje, muitas vezes de forma violenta. Por conta disso, ele virou um “torcedor de sofá”.

– O meu filho vai ao jogos, mas eu tenho assistido pela televisão mesmo. Não pude apoiar o time no estádio, mas o importante é que o Palmeiras fez o seu papel, foi campeão da Série B e conquistou o acesso, cumprindo a sua missão.

Com a experiência negativa de quem foi rebaixado presidindo o Alviverde, Tirone dá dicas para que, no ano que vem, o Verdão não volte a lutar para não cair na Série A.

– Em um campeonato como o da Série A, você não pode bobear. É preciso fazer um bom planejamento para a competição inteira e ter um  elenco. No nosso caso, em 2012, focamos a Copa do Brasil, na qual acabamos sendo campeões. Quando voltamos às nossas atenções para o Brasileirão, não havia tempo para reação.

Contratado durante a gestão de Tirone, o técnico Gilson Kleina lembrou com carinho do ex-presidente logo após a conquista do título da Série B. Agradecido, o dirigente disse que o treinador é um dos méritos de sua administração.

– Nós fomos buscar o Kleina, e ele demonstrou que é um treinador de qualidade, muito esforçado e trabalhador. Se a diretoria atual acha que ele deve ficar, é porque o Kleina demonstrou que foi uma boa contratação no ano passado.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

••

COLUNA DO LÚCIO RIBEIRO ❘ FOLHA DE S.PAULO

• Falha técnica

Acho bem confusa, para não dizer bizarra, a situação dos treinadores de futebol no Brasil, sejam eles veteranos, medianos ou da nova geração. Todos.

O que me faz perguntar qual é o real problema da profissão: são os fracos elencos que atrapalham, são os dirigentes que não têm paciência (e esperteza) ou vivemos mesmo um deserto de ideias por parte dos “professores”?

Ao vencedor, as batatas quentes. O Palmeiras acaba de ser campeão da Série B e claramente não acha seu técnico digno de pilotar o time na A, principalmente em um importante ano de reafirmação de ego e de centenário. Tanto que admitiu ter feito contato com outro. Os dirigentes verdes parecem desconfortáveis em manter o que têm. Estão errados?

O Corinthians nunca foi tão campeão dos campeões em sua vida e acaba de mandar embora o responsável por essas glórias recentes, que agora cumpre deprimente aviso prévio. Devem ressuscitar o Mano, ex-seleção, atual desempregado.

O Cuca, que deu ao Atlético-MG sua maior façanha, está “à prova de críticas” até o Mundial de Clubes, mas imerso até o pescoço nos papos fica-não fica.

O supercampeão Muricy Ramalho até dias atrás andava invadindo o campo tresloucado para comemorar vitória que o tirava da zona da degola. Luxemburgo, outro campeoníssimo, tentou implantar seu “projeto” duas vezes neste Brasileiro e foi demitido em ambas. Abel Braga, campeão nacional de 2012, anda sem emprego.

Nem o técnico Marcelo Oliveira, que acabou de ser campeão nacional com o Cruzeiro, parece seguro no cargo. Ele, que assumiu o time sob desconfiança da torcida, que queria um “treinador vencedor”, disse, assim que o Cru zeiro venceu: “Vamos começar a trabalhar para ver se continuamos”, na terceira pessoa, meio que pedindo para ficar. Se Oliveira não se sente tranquilo no trabalho hoje, quem há de?

Para mim, os casos mais sintomáticos da “faaaaase” em que vive a classe treineira do Brasil são dois: o técnico da seleção, às vésperas de Copa do Mundo, foi chamado à responsabilidade nacional mais por suas qualidades de “pai de família” do que por seus resultados em clubes (chegou à seleção logo depois de rebaixar seu time à Série B). E três dos quatro times grandes do Rio usaram os serviços de Dorival Júnior só neste ano. Flamengo, Vasco e Fluminense, os dois últimos no Brasileiro, sempre com campanhas na “segunda página” da tabela.

Há um ano, neste mesmo espaço, falei da má-fase dos treinadores brasileiros com uma coluna de título “Supertécnicos”, alusão a um programa esportivo dos anos 90 da TV apresentado pelo radialista (!) Milton Neves, que levava os treinadores top do país para uma grande mesa-redonda e conseguia ser interessante e segurar uma relativa audiência.

Incrível como a situação só piorou daquela coluna para esta. Hoje em dia, um programa desses não serviria nem como quadro do “Zorra Total”.

••

COLUNA DE PRIMA ❘ LANCE!

Por Bruno Andrade

• Fugiram da raia

Os quatro grandes clubes paulistas negaram-se a assinar declaração de que não dão ajuda financeira às torcidas organizadas. Os presidentes de Corinthians, Santos e Palmeiras e o advogado do São Paulo deram a negativa oralmente ao promotor Roberto Senine, mas quando ele pediu o que o fizessem por escrito, recuaram.

••

COLUNA DO JORGE NICOLA ❘ DIÁRIO DE S.PAULO

• Verdão cogita cobrar multa da WTorre

A disputa judicial entre Palmeiras e WTorre deve ganhar um novo e polêmico episódio em breve. É que o Verdão estuda acionar a cláusula no contrato que prevê pagamento de multa de R$ 10 mil por dia por parte da construtora em caso de atraso na entrega do Allianz Parque.

A cobrança poderia ter começado em abril deste ano, mas o Palmeiras decidiu ignorá-la em nome do bom relacionamento com a WTorre. No entanto, diante do impasse sobre a divisão dos assentos no Allianz Parque, a hipótese já virou assunto recorrente no Palestra Itália.

Importante: antes de começar a receber o dinheiro, o Palmeiras tem de provar na Justiça que o atraso se deu por culpa da construtora. A WTorre seria notificada e teria até 60 dias para se justificar.

Levando em conta que o Allianz Parque não ficará pronto antes de maio do ano que vem, o Verdão pode faturar pelo menos R$ 1,2 milhão no período.  E a disputa entre as partes tem tudo para virar uma guerra.

• Certo ou errado

Até os diretores mais próximos de Paulo Nobre não são capazes de cravar que o Verdão tem razão na briga com a WTorre pelas cadeiras do Allianz Parque. “É que o contrato é muito dúbio”, diz um braço direito do presidente.

• Grana na conta

Na pior das hipóteses, caso a WTorre seja considerada vencedora e fique, por exemplo, com 40 mil cadeiras, o Palmeiras terá direito a receber o valor integral dos bilhetes até 72 horas antes de cada jogo.

• Aqui se faz…

“Humilharam o Gilson Kleina. Agora, sendo a última opção, ele endurecerá a negociação. Amadorismo“ – Piraci Oliveira – Conselheiro do Palmeiras

••

OUTRAS NOTÍCIAS :

GLOBO ESPORTE COM → No Palmeiras há 17 anos, Bruno teme não renovar: ‘Seria muito triste sair’
 
GAZETA ESPORTIVA NET → Bruno diz que fez oferta no padrão do Verdão para ficar e espera resposta
 
BAND ESPORTE → Eguren valoriza Série B: ‘a história estará nas nossas costas’
 
TERCEIRO TEMPO → Feliz no Palmeiras, Kardec já fala em renovação de contrato
 
BAND ESPORTE → Denilson: Palmeiras tem interesse na contratação de Lins
 
GAZETA ESPORTIVA NET → Ídolo do Palmeiras, Evair será técnico do River-PI no Estadual de 2014
 
GLOBO ESPORTE COM → Ídolo do Palmeiras, Evair é novo técnico do River-PI no Piauiense 2014
 
DIÁRIO DE S. PAULO → Kleina recebe oferta para renovar acordo
 
FOLHA ONLINE → Falha acordo para dar fim a repasses às organizadas
 
SPORTV → Caio Ribeiro cobra reforços ao Palmeiras: ‘Tem de ser protagonista’

••

27 respostas em “Verdão na Mídia 19-11-2013: Valdivia vai do calvário ao topo no Chile e será monitorado até no Palmeiras ❘ Terra”

Como uma pessoa como o Tirone, que nem foi na reunião que definiu as regras do Paulistão, tem a cara de pau de querer ensinar alguma coisa sobre planejamento? E o Piraci, que participou da diretoria mais zero à esquerda da história do Palmeiras, falando de erros da diretoria? Meu Deus, salve o Palmeiras, por favor!!!

Depois neguinho vem perguntar porque a imprensa faz esse tipo de matéria sobre o nosso time, dando viés negativo ao planejamento (ou à falta de) como se todos os rivais já tivessem tudo traçado e pronto para 2014, menos o Palmeiras.
Basta dar uma olhadinha de leve nos comentários que se vê aqui que você entende, nunca vi uma torcida que abraça tanto as merdas que a imprensa fala e que adora tanto denegrir o que temos no clube como a nossa.

Calma predadores….o Mago joga e ……joga muito. Vamos continuar depreciando o patrimônio do clube ? Cambada de gente burra.
Se fosse um gambá……meldels…..Galvão ejaculava ao vivo.

Hahahahahaha. Joga muito mesmo, pena que a musculatura deixa a desejar, vai voltar machucado e jogou bem enquanto aguentou… Como Esse Alexis Sanches chegou no Barelona? Fraquinho esse cara hein… Em time bom até jogador ruim/médio dá certo. Lembram do Paulo Almeida do time dos lambaris? Melhor exemplo que posso lembrar por hora.. Eoeo o Valdivia é o Terror! Pena que a mancha nunca mais vai cantar isso graças ao Zeca Urubu! Queria mostrar meu saco igual o Valdivia fez pra esse infeliz..

Burro ? Burrice é uma empresa pagar o maior salário entre os colaboradores pra um diretor sem comprometimento nenhum, que a cada 4 meses tem uma ou outra ideia criativa, mas que o resto do ano vive afastado! O pior cego é aquele que não vê. Aguentar os nobretes até vai, pouco tempo de trabalho para uma avaliação, agora, esse chinelinho não mais. Não vi o jogo mas depois me fala o que o super craque do Palmeiras fez em campo, parece que a selenike venceu né ? Abraço e otima quarta-feira.

Adoraria ver o Mago arrebentar com o time do Felixão e do Del Nero hoje à noite. E mais ainda na Copa.

Quero ver um abraço do Mago em Felipão que não nega craque… Sabia que Valdivia joga muito. No Palmeiras infelizmente não teve tantas boas peças em 2012. Valdivia correndo e pulando no Felipão no gol contra o Grêmio ano passado é pra ficar na memória até eu ir pro caixão!

ontem naquele programinha meia boca da globo chamado “bem amigos” o qual eu só assisti pelo Prass estar lá …fui obrigado a ouvir verdadeiras barbaridades…uma delas que o Nobre tem que fazer o correto “ficar com o Kleina” e não pensar na torcida….Caio Ribeiro …Você não deve saber relação de consumo para falar uma sandice deste tamanho ….Prass foi o cara mais coerente lá ele disse que a diretoria tem que ter convicção que é o Gilson…porque se não depois de qualquer mau resultado o bicho vai pegar para eles….O Sr Paulo Nobre tem que pegar os dados nas Mãos dele e decifrar o enigma “kleina é de longe o preferido esta em um empate tecnico em os que querem contra os que não querem” ele ja mostrou ser meio burro, teimoso e agora ele está igual os PTistas ele exige respeito….vá a M.

Fico imaginando de onde o Brunoro e o Nobre tiraram que o Mendieta poderia fazer sombra pro Valdívia? Essa coisa de contratar jogador mediano que arrebenta contra o próprio clube (de elenco frágil) é o apequenamento do apequenamento..

lamentável.

De onde tiraram? Do kleina oras bolas o cara so faltou ajoelhar pro nobre pra trazer o mendieta q na visao dele é um super jogador. Fazer oq esse éo nivel do nosso tecnico.

O inteligentíssimo Kleina coloca o rapaz pra armar um onde o ataque e o meio de campo ficam pelo menos 1Km distantes. Chegou a fazer o mesmo com o Wesley e fez a torcida perder a paciência com o jogador. Se ele olhasse futebol, veria que dá pra contar nos os armadores que conseguem efetivamente jogar de costas. O Valdívia é o único no time e um dos poucos no país.

Eu avisei que Mendieta era Médioeta… Quando o Valdivia começou no Palmeiras dava pra afirmar, esse é craque só pelo jeito de buscar jogo, movimentar, dominar, cadenciar, driblar, procurar, passar. É o meia 10 mais clássico que vi jogar no Palmeiras, infelizmente não vi Ademir. Kleina é treinador mediano igual ao Mendieta que ele ficou impressionado quando viu jogar.

E já começaram a onda de boatos envolvendo supostas negociações do Palmeiras com jogadores. É um dizendo que vem o Lins, outra que diz que Ronaldinho e Gaúcho e Gilberto Silva estão em negociações adiantadas e veículos de imprensa anunciam um suposto interesse em Alex.
Como nos anos anteriores, o Palmeiras e sua torcida são escolhidos para serem as maiores vítimas dessas especulações de fim de temporada, o que acarreta apenas em mais nervosismo e decepção na torcida palmeirense.
Por isso, eu só irei acreditar em qualquer notícia sobre reforço, quando o jogador assinar o contrato e for apresentado na Academia de Futebol vestindo a camisa do clube. Recomendo a todos os torcedores palmeirenses que façam o mesmo e não alimentem essas fofocas de “jornalistas” que depois nunca assumem seus erros.

Quanta saudade dos vazamentos de informações durante as negociações, né “imprensinha” de merda !!! Vão procurar o Ratinho…quem sabe ele não tem algo a dizer para vocês.

Ei Tirone e Piraci, vão tomar …..
OLHEM A NOSSA REALIDADE AMIGOS PALMEIRENSES:
BOMBA! Contratações no Palmeiras! Caros internautas, boa noite. Estou retornando as atividades no site da Turma da Amendoim após a magnífica conquista da Sociedade Esportiva Palmeiras do BI-CAMPEONATO BRASILEIRO DA SÉRIE B. Retornei só agora até mesmo para náo atrapalhar e conturbar a campanha espetacular do time em 2013, lembrando a arrancada heróica de 1942. UFA! Acabou o martírio! Um ano para ser esquecido. Parabéns ao presidente moderno e ousado Paulo Nobre, ao CEO José Carlos Brunoro, ao estrategista Gilson Kleina e ao elenco maravilhoso pela conquista! CONTRATAÇÕES para 2014! Para quem esperava Carlos Bielsa no comando técnico, Alex do Coxa, como parceiro do Mago no meio campo, Marlone, bom atacante do Vasco e revelação no Brasileiro da série A, o lateral Luis Ricardo da Lusa, que acabou optando pelo tricolor do Morumbi, além dos atacantes Marcelo Cirino do Atlético-PR e o sonho por HULK, que fez um belo gol pela seleção brasileira contra Honduras no último sábado, eis que recebo uma informação de pessoas ligadas ao clube, dos prováveis reforços para 2014, serão os primeiros: PIKACHU, lateral-direito do poderoso Paysandu, que fez 2 gols no Palmeiras em dois jogos pela série B e foi indicado e muito elogiado por Gilson Kleina, além de Willian Batoré, atacante da Ponte Preta, vice-artilheiro da série A até agora com 14 gols, perdendo apenas para Éderson, atacante do time paranaense com 17. Missão Cumprida Sr. Paulo Nobre e Brunoro? A série B proporcionou ao clube: (1) Revelar diversos jogadores da base possibilitando retorno financeiro no futuro; (2) Definição de um padrão de jogo pelo treinador palmeirense; (3) Atrair investidores, principamente para patrocinio MASTER na camisa; (4) Tempo para planejar o futebol para 2014; (5) Antecipar contratações de jogadores gabaritados e de boa qualidade técnica; (6) Melhorar a relação com os parceiros, principalmente WTOrre, AEG e Allianz; (7) Resgater o orgulho dos torcedores alviverdes em vestir a camisa do clube e lotar os estádios. Em algum item o PALMEIRAS conseguiu tirar proveito nesta Série B? Nosso presidente já declarou que 80% do elenco fará parte do grupo em 2014. O que vocês acham de: Bruno, Wendell, Andre Luis, Marcio Araujo, Eguren, Felipe Menezes, os “inhos”, Juninho, Fernandinho e Serginho, além de Ananias, Caio Mancha, Vinicius… Conheci o rosto de Rondinelli no jogo de sábado no Pacaembú contra o Boa Esporte. Ele entrou!!! E o Léo Gago? Cadê o quinto jogador do Grêmio Sr. Brunoro? Vilson, você conseguiu sair do DP? Que tal pular o muro e se tratar no REFIS do rival? MEU DEUS! Algo mudou de 2012? Na minha opinião, num elenco de mais de 25 jogadores, no máximo 8 tem condições de fazer parte do elenco para 2014, cito: Fernando Prass, Luis Felipe (apesar que não irá ficar, por um “erro de digitação do contrato” – ERRO???). Henrique e Vilson, apesar de não terem feito um campeonato brilhante, parecem ter uma certa liderança e experiência para segurar a bronca na série A, já Valdivia e Wesley, esses sim mostraram futebol de primeira divisão, além das promessas Alan Kardec e Leandro, que não são do Palmeiras, mas acho que podem produzir mais em 2014. Ah, e o Mendieta? Para mim é uma incógnita e nào observei algo tão especial nesse meio campista, que alternou bons e maus momentos num torneio fraquinho, fraquinho, denominado: série B. Calma torcedor palestrino, 2014 promete! – Estão retornando: Luan (o homem de 7 milhões de reais), Maikon Leite, Tiago Real, Leandro Amaro, Patrik (“idolatrado do Felipão”), Tinga, e tantas preciosidades espalhadas pelo Brasil a fora! – Sensacional: PIKACHU e BATORÉ podem ser anunciados a qualquer momento! Aguarde que vem presente de Natal, e náo é do PALAIA! É o que tinha pra hoje! Rogério Lugó Turma do Amendoim.com.br

Muito boa análise em vários pontos. Dos que devem ficar você está corretíssimo. pode sair todos os outros. Hulk eu acho muito bom. Acabou com a Espanha na copa das confederações, quem assistiu o jogo e entende sabe que ele matou o lado esquerdo da defesa da Espanha. Prefiro o Pikachu que o Ayrton ainda que seja Pikachu. Willian é melhor que Caio. Trocar por esses pode até ser, devia ser melhor mas se não der…. E dos que voltam de empréstimo talvez o Patrick Vieira. O resto tem que trazer tudo novo e que sejam realmente bons de bola.

Por quê esse piraci ainda não foi expulso do Palmeiras ? Isso só mostra a bundamolice dos sócios e conselheiros, os mustafás nadam de braçada porquê o tal “sangue na veia” há muito tempo deixou de circular nas alamedas…

Me desculpe amigo, mas alameda é lugar de quem não tem o q fazer, ávido por uma fofoca. Prefiro o sangue na veia bem calado como ele bem tem feito. De bobo ele só tem a cara e o jeito de andar.

Esse Piraci ainda tem a cara de pau de falar alguma coisa… esse traste inútil, fedorento, asqueroso, gambá desgraçado… deveriam enterrar ele e o musgambá juntos, vivos e embaixo de um formigueiro.

Eu apostaria minhas fichas no Rafa Costa do Figueirense e traria correndo o Yago Pikachu. São dois jogadores q tem bola pra jogar em qqr grande time, desde q saibam o jeito de se apresentar o jogador, prepara-los e definir a hora certa de colocá-los no time.
É fácil perceber q alguns jogadores (nunca todos, afinal caneludo se enxerga fácil) poderiam ter uma sorte diferente no Palmeiras se a torcida não tivesse colocado tanta pressão por conta de terem chegado como salvadores da pátria pelas antigas diretorias. A torcida não queria nem saber, como não quer até hj, ela queria q o cara entrasse e fizesse 3 gols, desse 4 chapéus, 2 canetas e o q mais fosse. Mas jogador não é máquina, não é uma ciencia exata, cada um reage de uma forma. Veja o caso do Mendieta, ele tem potencial, tem algumas habilidades diferentes da maioria dos jogadores, mas o cara é todo introvertido, está num país diferente, longe de casa, longe da família do convívio dos amigos, isso pesa na cabeça do jogador, mas pelo menos vemos q nesse sentido, o Palmeiras melhorou infinitamente nessa gestão, blindaram o jogador e só botaram ele pra jogar depois de um bom tempo de treino e adaptação e pode parecer loucura minha, mas se souberem apoiar o jogador nesse momento de recuperação, essa lesão foi a melhor coisa q aconteceu pra ele aproveitar esse tempo e se adaptar de vez.
Eu acredito q o Palmeiras deva sim, fazer algumas apostas principalmente no Pikachu, principalmente se forem trazer o Jonatan, jogador pra ficar no maximo 2 anos dando tempo pra maturar supostamente o Pikachu e o Bruno Oliveira, q daí estariam com uns 23, 24 anos resolvendo de cara um problema cronico em todo o Brasil q é a falta de lateral-direito, garantindo pra nós tranquilidade por um bom tempo nessa posição.
Basta os responsáveis pelo futebol saberem trabalhar q o resultado vem.

cala a boca Piraci…..disputamos a 2ª divisão graças a esta turma de incompetentes e amadores do qual você fazia parte , e como todos sabem na hora H você fugiu do barco….tinhamos tudo para ter um ano de 2012 tranquilo mas vocês conseguiram um feito fenomenal igual ao seu tutor.

Lamentável a imprensa…
Em outros times, os jogadores se esforçam mais para garantir a renovação do Contrato. No Palmeiras eles ficam chateados com o Presidente pq ainda não definiu o elenco..
Então digam quais times já definiram o elenco de 2014 e se não definiram, pq os jogadores deles não estão chateadinhos…

Os comentários estão desativados.