Categorias
Verdão na Mídia

Verdão na Mídia 23-11-2013: Isolado e chateado com Paulo Nobre, Brunoro cogita sair do Palmeiras ❘ Lancenet

NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

• Isolado e chateado com Paulo Nobre, Brunoro cogita sair do Palmeiras

Por Bruno Andrade e Thiago Ferri

Segundo nome de maior influência dentro do Palmeiras na gestão atual, o diretor-executivo José Carlos Brunoro sente na pele as consequências das inúmeras indefinições ainda existentes para 2014, ano do centenário verde.

O dirigente tem se queixado internamente que se sente isolado em meio às críticas sobre o planejamento para a próxima temporada e não descarta deixar o Verdão no ano que vem.

Ele tem vínculo até o fim de 2014 e cogita até a abrir mão do dinheiro que teria que receber até o fim do vínculo para não seguir no clube.

Uma das principais queixas de Brunoro se refere a Paulo Nobre, presidente do Palmeiras. O diretor reclama da falta de proteção do mandatário. Julga estar excluído do cerco de blindagem que o estafe de Nobre armou para a cúpula desde que ela foi eleita, em janeiro.

Procurado pelo LANCE!Net, Brunoro hesitou em responder sobre o assunto. Depois de alguns segundos de silêncio do outro lado da linha, ele deu a sua versão sobre o caso.

– Que eu saiba, é o contrário. Não acho (que estou solitário). Está tudo excelente. Estou trabalhando tranquilo, com apoio, e super sossegado.

Questionado a respeito do prêmio a que tem direito pela conquista do título da Série B do Brasileiro, o diretor optou por se esquivar do tema.

– Eu prefiro não comentar sobre este tema – finalizou.

Além da pressão de torcedores, que cobram um elenco mais forte no ano de comemoração de 100 anos de fundação do Palmeiras, José Carlos Brunoro também enfrenta desaprovação de parte dos conselheiros.

Membros do Conselho Deliberativo e Conselho de Orientação e Fiscalização reprovam o trabalho do diretor-executivo pela falta de patrocínio master no futebol desde maio, quando a Kia Motors deixou o clube. Brunoro se defende desta avaliação e aponta que já apresentou ao menos três ofertas de patrocínio para Paulo Nobre, mas o presidente tem exigido um valor elevado no negócio.

O Verdão tem encaminhado um acordo com a Caixa com cifras entre R$ 25 milhões e R$ 30 milhões por um ano. 

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

••

NOTICIÁRIO ❘ FOLHA ONLINE

• Vágner Mancini é o novo alvo do Palmeiras para 2014

Por Diego Iwata Lima

Vágner Mancini, 47, do Atlético-PR, é o novo preferido da diretoria do Palmeiras para ser o técnico em 2014.
De acordo com pessoas ligadas a Mancini, ele já recebeu uma sondagem.

Finalista da Copa do Brasil e quarto colocado do Brasileiro neste ano, Mancini tem contrato com o clube paranaense só até o fim deste ano.

Devido ao momento decisivo do clube, Mancini não vai tomar qualquer decisão antes do fim do Brasileiro, dia 8. O contrato com o Atlético-PR termina no fim do ano, e o técnico recebe cerca de R$ 100 mil mensais.

O atual salário é inferior à proposta de renovação feita pelo clube paulista para Gilson Kleina. Conforme a Folha publicou ontem, o Palmeiras ofereceu cerca de R$ 150 mil para Kleina ficar, metade do que ganha hoje.

Mancini, porém, não foi a primeira opção. Antes, a diretoria da equipe paulista procurou o argentino Marcelo Bielsa, que está desempregado, e sondou Oswaldo de Oliveira, do Botafogo, e Cuca, do Atlético-MG. Não obteve sucesso com nenhum.

PRAZO

A próxima quarta-feira é a data limite estipulada pelo empresário de Kleina, Anderson Suave, para o Palmeiras responder se aceita a contraproposta formulada ontem pelo técnico, que quer um contrato de um ano, sem redução salarial.

Hoje, às 17h20, Kleina comanda o time contra o Ceará, em Campo Grande (MS). O Palmeiras negociou o mando com comerciantes locais por R$ 400 mil. O clube vai receber a taça pela conquista da Série B do Brasileiro.

Com dores na coxa, Valdivia é dúvida. Felipe Menezes será o substituto caso o chileno não jogue.

Ontem, Valdivia foi cobrado publicamente pelo técnico do Chile, Jorge Sampaoli. O treinador cobrou que o atleta aprimore a sua forma física para estar na Copa de 2014.

Por causa de uma contusão, Valdivia ficou fora do amistoso contra a Inglaterra e deixou a partida contra o Brasil 38 minutos após sair do banco de reservas.

“Estamos esperançosos que Jorge [Valdivia] chegue ao Mundial de maneira diferente. Nesta forma, é impossível que esteja.

Embora tenha muita vontade, Jorge vai ter que melhorar muito a forma física”, afirmou o treinador da seleção chilena.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ FOLHA ONLINE

••

NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

• Kleina espera definição rápida e descarta “barganha” em negociação

O técnico Gilson Kleina ficou decepcionado com a oferta do Palmeiras pela renovação de seu contrato, mas prefere não demonstrar publicamente seu descontentamento. Nesta sexta-feira, depois da frustração pelo início das conversas, o treinador afirmou que espera um desfecho rápido, seja para renovar ou para confirmar sua saída.

“Existe uma continuidade do trabalho e estão sendo colocadas situações. São essas questões que estamos avaliando. Quando entra em alguns fatores do contrato, você tem de conversar e colocar os pontos, não é barganha. Temos de estar centrados no que estamos fazendo e pensar no todo, na balança indo para os dois lados”, afirmou.

A cúpula alviverde só passou a negociar a renovação de Kleina depois que não conseguiu chegar a um acordo financeiro com o argentino Marcelo Bielsa, que era a prioridade do clube. No entanto, o ‘plano B’ está ficando também distante do Verdão.

Enquanto Kleina esperava uma valorização para renovar depois de ter conquistado o acesso à Série A, a diretoria propôs uma redução salarial, prometendo prêmios maiores por objetivos conquistados.

O empresário do treinador, Anderson Suave, já manifestou o interesse de resolver tudo até quarta-feira. O prazo da próxima semana foi reforçado pelo técnico, que está em Campo Grande e só terá a companhia de um dirigente no sábado, quando o diretor executivo José Carlos Brunoro chegará para assistir ao jogo contra o Ceará, pela Série B.

“Estamos falando com a diretoria, com o presidente (Paulo Nobre) e viemos para Campo Grande. Sempre digo que em véspera de jogo prefiro focar no campo. Quem sabe até segunda ou terça definimos. Amanhã (sábado), o Brunoro vem para cá e sempre tivemos um grande ambiente e diálogo. Não vamos nos equivocar e nos antecipar”, completou.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

••

NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

• Verdão observa reforços e vai atrás do lateral Uendel, da Ponte Preta

Por Marcelo Prado

A permanência para 2014 está cada vez mais complicada. Mesmo assim, Gilson Kleina indica jogadores para serem contratados para a próxima temporada. Depois do atacante Lins, do Criciúma, que já tem acerto salarial e pode ser anunciado nos próximos dias, o próximo alvo é o lateral-esquerdo Uendel, da Ponte Preta. O jogador tem sido um dos destaques da Macaca na Copa Sul-Americana e despertou atenção da comissão técnica alviverde. Foi dele, inclusive, um dos gols da vitória da Macaca sobre o São Paulo por 3 a 1, na última quarta, no Morumbi.

O clube quer um reforço para disputar posição com Juninho, que alternou muito de desempenho durante o ano. Ele chegou a ser um dos jogadores mais criticados pela torcida, mas cresceu de posição na reta final do Campeonato Brasileiro da Série B. Quando o camisa 6 não podia atuar, Gilson Kleina improvisava o volante Marcelo Oliveira na posição. O polivalente, inclusive, chegou a atuar como zagueiro também.

Como o caixa do Verdão está baixo, a ideia será oferecer uma troca de jogadores. O Verdão está com seu elenco inchado e terá de emprestar vários atletas para o ano que vem. Caso não seja possível, o clube tentará fazer uma parceria, comprando uma parte dos direitos por um valor pequeno para que o clube campineiro tenha lucro no futuro com a valorização do atleta.

Além de um lateral-esquerdo, um lateral-direito também é prioridade pelos lados do Palestra Itália. Luis Felipe, sem contrato a partir de março, não permanecerá para 2014. Ayrton, que está no Vitória, retornará de empréstimo no final do ano, mas a comissão técnica quer uma segunda peça e está observando o mercado. Por enquanto, quem está quebrando o galho na posição é o volante Wendel.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

••

NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

• Em busca de reforços, Palmeiras procura lateral do Criciúma

Por Caio Carrieri

o em 2014, o Palmeiras observa nomes no mercado e faz as investidas. Um nome analisado pelo Verdão é o de Marlon, lateral-esquerdo do Criciúma, de 28 anos e com contrato até o fim do ano.

A informação foi divulgada pelo jornalista Paulo Vinicius Coelho, da ESPN Brasil, e confirmada ao LANCE!Net pelo empresário do jogador.

– Houve duas ou três ligações de um membro da diretoria do Palmeiras. Fizeram uma consulta, perguntaram condições, mas sem proposta. Ainda não temos definição, porque tem outras situações possíveis para o Marlon – declarou o agente.

O superintendente do Tigre, Lédio D’altoé, disse que o Verdão não procurou o clube até o momento.

Com 31 partidas na Série A, Marlon é o líder de assistências do seu time na competição, com cinco passes que resultaram em gol.

O Palmeiras ainda quer contratar ao menos um lateral-esquerdo, um meia e um atacante.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

••

NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

• Em Campo Grande, Verdão tenta não estragar festa pela taça contra Ceará

Por William Correia

Após enfrentar vaias ou torcedores que se recusaram a comemorar o acesso e o título da Série B do Brasileiro no Pacaembu, o Palmeiras vendeu o mando de campo para receber o troféu em Campo Grande (MS), neste sábado, diante de uma torcida que passou quase seis anos sem ver o time. A obrigação, porém, é não estragar a festa no jogo das 17h20 (de Brasília), no Morenão, e contra o Ceará, que briga para subir.

Embora cumpra tabela pela primeira vez no torneio e não tenha mais metas, Gilson Kleina, que também está próximo de definir sua saída do clube, colocará o que tem de melhor na penúltima rodada da competição. Mesmo Valdivia, que teve mais um de seus frequentes problemas musculares enquanto esteve com a seleção chilena, pode ser titular.

Entre os principais jogadores, só não viajaram para Campo Grande quem está machucado, como o zagueiro Vilson (tendinite no joelho esquerdo), o meia Mendieta (cirurgia no joelho esquerdo), o atacante Vinicius (dores no tornozelo direito), os volantes Wesley (dores no joelho direito), Marcelo Oliveira (dores musculares na coxa direita) e Léo Gago (recém-recuperado de dor na coxa direita e ainda sem ritmo de jogo), além do lateral direito Luis Felipe, que negocia sua liberação do Verdão.

Na escalação, o capitão Henrique retorna após cumprir suspensão no jogo do título, no fim de semana passado, e Valdivia volta a ser opção depois de ficar à disposição da seleção chilena, mas ainda não tem sua participação como titular confirmada – caso seja vetado, Felipe Menezes segue no time. A base é a mesma que venceu o Boa por 3 a 0 na última rodada.

Em campo, se não há mais objetivos pelo clube, existe uma ética profissional: ninguém quer tirar o pé para facilitar a vida do Ceará e complicar outros concorrentes ao acesso. “Todos estão afim de jogar”, garantiu Fernando Prass, avisando, porém, que frustrar o rival não é motivação. “Não posso pensar em estragar a festa de ninguém. Quem pensa negativo atrai o que é negativo.”

Embora cansados de viajar, os jogadores desejam garantir a celebração dos palmeirenses de Campo Grande. “O torcedor que nos acompanhou sempre no Pacaembu não poderá nos ver, mas tem uma grande torcida louca por um bom resultado que não vê o Palmeiras há anos. Imagine a expectativa deles para a entrega da taça. Essa é a nossa responsabilidade”, apontou Prass, ciente de que o Verdão não atua na cidade desde a vitória por 2 a 0 sobre o Cene, em fevereiro de 2008, pela Copa do Brasil.

O Ceará, por sua vez, não pode vacilar. O time está em quinto lugar, fora da faixa de acesso só porque tem menos vitória do que Sport e Icasa, que, como o Vovô, somam 59 pontos. Diante do campeão da competição, a equipe de Fortaleza sabe que precisa fazer sua parte para chegar à última rodada com chances mais reais de subir.

O técnico Sérgio Soares conta com os retornos do goleiro Fernando Henrique, do zagueiro Potiguar e do meio-campista Ricardinho. Contudo, terá que suprir a ausência do meia Rogerinho, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Thiago Humberto é a opção mais provável na armação.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS X CEARÁ

Local: estádio Morenão, em Campo Grande (MS)

Data: 23 de novembro de 2013, sábad0 – Horário: 17h20 (de Brasília)

Árbitro: Márcio Chagas da Silva (RS) – Assistentes: Eduardo Goncalves da Cruz e Vanessa de Abreu Amaral (ambos do MS

PALMEIRAS: Fernando Prass; Wendel, André Luiz, Henrique e Juninho; Eguren, Márcio Araújo e Valdivia (Felipe Menezes); Serginho, Leandro e Alan Kardec – Técnico: Gilson Kleina

CEARÁ: Fernando Henrique; Marcos, Gustavo, Potiguar e Vicente; João Marcos, Ricardinho, Lulinha e Thiago Humberto (Diogo Orlando); Mota e Magno Alves – Técnico: Sérgio Soares

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

••

BLOG DO VERDÃO ❘ DIÁRIO DE S.PAULO ONLINE

• Kleina já avisou que não aceita ganhar menos

Por João Pontes e Jorge Nicola

A passagem de Gilson Kleina no comando do Palmeiras está chegando ao fim. Apesar da excelente campanha do clube na Série B do Campeonato Brasileiro deste ano, o treinador não deverá renovar o contrato.

Na última quinta-feira, a cúpula alviverde, enfim, fez uma proposta para estender o vínculo. No entanto, pelos valores oferecidos,  ficou a impressão de que o clube não quer seguir com Kleina no centenário.

Atualmente, o treinador recebe vencimentos de R$ 300 mil. A oferta do Palmeiras é de R$ 150 mil — o valor pode aumentar de acordo com o rendimento do time na temporada.

Em contato com a reportagem do DIÁRIO, na última segunda-feira, Gilson Kleina avisou que não aceitaria permanecer no Palestra para ganhar menos. O treinador, inclusive, revelou que não estava cobrando uma valorização salarial.

“Eu aceitaria manter os valores do primeiro contrato. Só não dá para receber menos, né?”, explicou. “Porque uma proposta para receber metade do salário deixa evidente que o clube não te quer”, emendou.

Ainda assim, Kleina deverá apresentar uma contraproposta na próxima semana. “Vamos conversar no domingo (amanhã). Queremos resolver isso, no máximo, em uma semana. Não é só o Palmeiras que precisa definir o futuro dele. O Kleina também precisa se planejar”, disse Anderson Suave, agente do treinador.

JOGO SUJO

Aos amigos mais próximos, Kleina disse que a diretoria está tentando limpar a barra com os jogadores. Nos últimos meses, os atletas do Verdão fizeram campanha pela manutenção do técnico. Aos gritos de “fica, Gilson Kleina”, eles cobraram o presidente Paulo Nobre após o time conquistar o título da Série B.

Com a proposta, a cúpula alviverde poderá alegar, pelo menos, que atendeu ao pedido do grupo e tentou seguir com o treinador em 2014.

“Estão brincando com o Gilson Kleina. É o tipo da proposta que você faz já esperando que a outra pessoa não aceite. Ele conquistou o acesso e o título (da Série B). Fica difícil engolir isso”, disse uma pessoa próxima ao treinador palmeirense.

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO VERDÃO ❘ DIÁRIO DE S.PAULO ONLINE

••

BLOG DO MENON ❘ UOL

• Palmeiras: modernidade ou mesquinharia

O Palmeiras pode ter dado um grande passo rumo à modernidade e ao bom gerenciamento do futebol, caso mantenha a ideia de pagar menos aos treinadores e, assim, economizar dinheiro para gastar em contratações. Caso contrário, a ideia de diminuir o salário de Kleina terá sido apenas mesquinharia.

Na verdade, a ideia palmeirense não se trata de pagar menos. Há prêmios por produtividade embutidos nos contratos a serem oferecidos a partir de agora. Assim, se ganhar títulos, um treinador do Palmeiras receberia o mesmo, ou algo parecido, com os companheiros de outros times. Que não tem obrigação alguma de produzir bons resultados.

É correto, se pensarmos que treinadores de futebol de alto nível são verdadeiros nababos em um país com muitas dificuldades econômicas. E, pior, em um futebol com muitíssimas dificuldades econômicas. E o termo “alto nível” é muito discutível. Os nossos técnicos são considerados de alto nível porque ganham bem. Deveria ser o contrário: deveriam ganhar bem por serem de alto nível.

Há sempre a desculpa do mercado, o deus mercado, que tudo deve regular. Ora, se alguém paga R$ 700 mil por um treinador é porque ele merece ganhar. Será? O preço de uma Ferrari está adequado ao valor de mercado? Sim, mas como eu não tenho dinheiro para comprar uma, continuo andando de metrô. No futebol brasileiro não é assim: os clubes pagam o que o mercado manda, mas não tem dinheiro para isso. E quebram. E jogam a conta na mão dos governos.

Pagam caro e ainda se submetem a multas. Os treinadores não podem ser demitidos. Existe a possibilidade, por exemplo, de que Dorival Jr. esteja, no momento, recebendo salários do Fluminense, seu atual time, do Vasco e do Flamengo, de onde saiu sem grandes resultados.

Você já pensou em ganhar R$ 500 reais por HORA? Não falo de hora trabalhada, falo de hora “do dia,  de 60 minutos de sono, por exemplo. Você se deita à meia noite, acordàs oito da manhã e, durante essas oito horas de sono está R$ 4 mil mais rico. Isso é o que acontece com treinadores de nível médio como Gílson Kleina.

Quantos títulos Kleina tem para justificar uma maravilha dessas?

É isso o que o Palmeiras está tentando enfrentar. Paga metade para Kleina, com direito a bônus caso ganhe campeoantos. É ruim? 99% dos treinadores brasileiros adoraria isso. Possivelmente nenhum treinador com o pequeno currículo de Kleina ganha isso hoje em dia.

O problema é se o Palmeiras estiver oferecendo esse salário para Kleina apenas para que ele fique ofendido e peça demissão. E, em seguida, oferecer milhões e milhões para alguém de mais griffe. Voltar a ser refém de nababos que ganham R$ 1 mil POR HORA e que não podem ser demitidos.

Nesse caso, nada de modernidade. Teria sido apenas uma mesquinharia: inventar um blablabla para se desfazer de um técnico. Ninguém tem coragem de demitir alguém?

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO MENON ❘ UOL

••

COLUNA DO JORGE NICOLA ❘ LANCE!

• No papel…

Nos últimos dias, a CBF procurou os presidentes dos clubes da Série A com um pedido: que eles assinassem um manifesto de apoio à candidatura de Marco Polo Del Nero.

• …timbrado

Em São Paulo, porém, a iniciativa não decolou. Isso porque apenas São Paulo, Palmeiras e Portuguesa fecharam com a atual administração. O Corinthians recusou, enquanto Ponte e Santos estão, por enquanto, em cima do muro.

• Plano B

Revoltado com a proposta do Palmeiras de ter seu salário reduzido, Gilson Kleina iniciou nesta sexta conversas com um rival alviverde. Ele também foi procurado por um clube do Catar, mas descartou o negócio.

• Oferta verde

A Ponte Preta recebeu uma proposta do Palmeiras por Uendel. A intenção do presidente alviverde Paulo Nobre é envolver jogadores em uma troca para contar com o lateral-esquerdo de 25 anos.

••

COLUNA DE PRIMA ❘ LANCE!

Por Marcelo Damato

• Revolta

Parte do elenco do Palmeiras está incomodada com o trabalho do gerente de futebol Omar Feitosa. Alguns jogadores acusam o dirigente de ter mais de uma opinião para tratar do mesmo assunto. Para os atletas, Feitosa diz uma coisa. Já para o presidente Paulo Nobre, ele diz outra diferente.

••

22 respostas em “Verdão na Mídia 23-11-2013: Isolado e chateado com Paulo Nobre, Brunoro cogita sair do Palmeiras ❘ Lancenet”

O que mudou na politica alviverde?
A Administração atual é merecedora de confiança em pleno centenário?
Estas perguntas são feitas por todos os Palmeirenses, as respostas são variações entre o logico e o obvio, mas temos uma certeza , não algo concreto que faça o Palmeirense confiante , perante o horizonte nebuloso que esta sendo criado, pela ausência de “profissionalismo´´, mas decisões tomadas pelo staff , de Nobre casta, a evidencia esta no fato que no ultimo dia 28 de Agosto , tivemos a definição clara do que iriamos disputar em 2014, é NADA foi feito ate hoje que demonstre claramente um possível êxito, na gestão que tem a obrigação de planejar a vida alviverde, em 2014!

O dirertor do Lance não é são paulino??
FORA GILSON KLEINA, BRUNO, WENDEL, MÁRCIO ARAÚJO, JUNINHO, FERNANDINHO, ANDRÉ LUIZ, LÉO GAGO, RONDINELLI ETC.
Engraçado até o Verdazo já está apoiando o Kleina.
Não dá para acreditar em amis nada.
FORA GILSON KLEINA.

O Menon tem total razão em seu texto. É um absurdo esses contratos milionários com figuras que nada fazem pelos times, quando não os rebaixam, e ainda se beneficiam de multas altíssimas em caso de demissão. O futebol brasileiro é realmente um circo desorganizado e mambembe.

Isso não muda porque um monte de sanguessuga cartola está nessa parada há muito tempo. Ou as torcidas se organizam ou estamos ferrados.

Verdade Levi!!! Para uma boa parte da torcida do Palmeiras tudo que o clube faz é ruim, ninguém presta, nada esta bom, todo mundo é incompetente…etc.

Esse é um site do Palmeiras???? Ou mais uma extensão da tupiniquim press??? Lance, Uol, Gazeta esportiva, Folha “do” São Paulo são as referências aqui. Fora os sobrinos da mãe Dinah que fazem previsões apocalíticas para 2014. Parem de cair na pilha e nas abóbrinhas que os citados acima escrevem. Quanto ganha a Fabulosa? Quanto ganha um diretor das bibas? Quanto ganha o Pato? As bibas ainda estão pagando o salário do Lúcio? Quanto ganha o Sheik? Guerreiro? Muriçi? O Marin salvou as bibas do rebaixamento? E o Del Nero? E quem está ajudando o Flu a se livrar?? …. mas do Palmeiras todos sabem. Já pararam para pensar nisso? Acordem e parem de cair na pilha da imprensa que não torce para o Palmeiras e na pilha de alguns blogs da própria mídia palestrina.

Mancini ganha 100 pilas no Atletico-PR, time da serie A. O salario do Kleina by Tirone e Frizzo é realmente alto para o curriculum dele. Caso venha o Mancini, 200 pilas está ótimo e com multa baixa = essa mamata tem que acabar – uma demissao nao deixa na mao quem ganha 200 ou mais.

Linha no Brunuro, que dó dele não?, Linha no Kleina, ganhou 3 MILHÕES (minimo) no Palmeiras, não esta bom? Traria o Mancini ganhando 120 mil, mais bÔnus por conquistas…. sem falar que o Mancini é PALMEIRENSE. Agora a merda é ir atrás de reforços de time que estão caindo uta qui ariu.

Saída de Brunóquio e Jumento Kleina?! Putz, seriam dois reforços maravilhosos para o centenário. Inclusive reforços de caixa também.

Nada mal começar 2014 já sem Kleina, Brunoro e quem sabe o outro careca que igual o Papai Noel, só aparece numa única época do ano. Pode não ser os que mais ganham no mercado, mas a relação custo/retorno até agora pareceu péssima, quase igual jogar dinheiro no lixo.

FORA BRUNORO (CARO E INCOMPETENTE); FORA KLEINA (VOLTE PARA A PONTE); FORA GREGORACI (MARKETING – NEM UM MÍSERO PATROCÍNIO PARA O FUTSAL);
COM ESTES JOGADORES ANUNCIADOS COMO DE INTERESSE DO VERDÃO, ESTAMOS MONTANDO O TIME DA SÉRIE B DE 2015; NEM A LUSA ESTÁ ATRAS DESTES PEREBAS !! MEU DEUS !!!!

Só volto a dizer que não entendo um pedido de aumento salarial para o Kleina pela volta à Série A. Explico: o time caiu com ele no comando, portanto, não fez nada mais que sua obrigação ao devolver. Se não tivesse caído, não haveria necessidade de voltar, não é mesmo? Por outro lado não vejo mérito nenhum nessa “tal” campanha vitoriosa, pois, só enfrentou times horríveis e me mostrem qual jogo, mesmo que tenha ganhado, que tenha jogado bem. Jogou MAL em TODOS!!! Esse time não joga NADA!!!!

Pode até ser que a imprensa esteja querendo tumultuar o ambiente do Palmeiras como de praxe, mas não vejo nada de profissional desta diretoria até aqui.
Faz um mês que subimos matematicamente, e pelo menos uns 3 que todo mundo sabia que ia subir, e até agora nada…

Perfeito a coluna do Menon.

Sobre a eleição da CBF, qualquer cenário é horrível para nós. O Del Nero é o pseudo-palmeirense mais cretino da história (e seu filho é candidato a conselheiro vitalício). A Copa foi parar em Itaquera, com estádio grátis pra gambazada muito graças à ele. Por outro lado seu oponente será Andres Sanchez, o gangster. Não devíamos apoiar ninguém, já que ambos continuariam a nos prejudicar, como sempre fomos.

BRUNORO COGITA SAIR DO PALMEIRAS ❘ LANCENET……… O Lance e a Uol há muito tempo vivaram revista de fofoca. Quando será que vamos ter noticias de qualidade nessas midias?

Ao Roberto: Na boa, faça como eu não entre nessas mídias tendenciosas e sensacionalista, nem groubo, nem na band gambá e outras mídias que só querem acabar com a imagem do clube. Roberto você está perdendo o seu tempo, a única mídia que você tem que acompanhar é a MIDIA PALESTRINA que é de Palmeirense para Palmeirense e só.

É verdade, nem tinha pensado nisso. Será que a MÍDIA PALESTRINA está se “VENDADENDO” para essa mídias tendenciosas e sensacionalista??? Há de se observar.

Ricardo acho que o comentário foi pro 3VV. Vou repetir aqui o que já dissemos no passado. A coluna Verdão na Mídia mostra quase que indiscriminadamente as notícias do Palmeiras na internet. TODAS ELAS. Prá quê? Para que o palmeirense saiba o que falam por aí do seu time. Evitamos um ou outro colunista que não informam, apenas tumultuam. O objetivo NÃO É fomentar coisa alguma. O objetivo é dar uma opção ao palmeirense saber numa batida de olhos o que falam por aí. Se o palmeirense não gosta ou não tem interesse, não lê. Se gosta ou tem interesse, clica no link (ou nem isso).

Obrigado.

Os comentários estão desativados.