Categorias
Verdão na Mídia

Verdão na Mídia 26-11-2013: Sem acerto financeiro, Gilson Kleina descarta renovar com o Palmeiras ❘ Folha Online

NOTICIÁRIO ❘ FOLHA ONLINE

• Sem acerto financeiro, Gilson Kleina descarta renovar com o Palmeiras

Por Rafael Valente

Gilson Kleina, 45, não será o comandante do Palmeiras na temporada 2014. Não houve acerto entre o técnico e a diretoria para a renovação e ele deve anunciar ainda hoje o desfecho da negociação.

O problema foi a falta de um acerto financeiro. O Palmeiras ofereceu ao treinador R$ 150 mil mensais por mais um ano de contrato, valor que corresponde a metade do salário de Kleina.

A oferta desagradou Kleina, que ontem voltou a conversar com a diretoria, mas a proposta apresentada manteve-se distante dos seus ganhos mensais, o que inviabilizou toda a negociação.

Kleina tem contrato com o Palmeiras até o final de dezembro deste ano e a renovação se arrastava desde outubro. Agora, o treinador irá se despedir do clube neste sábado contra a Chapecoense, em Chapecó (SC), na última rodada da Série B.

O treinador assumiu o time em setembro de 2012. Não conseguiu evitar o rebaixamento à Série B. Neste ano, foi eliminado nas quartas de final do Paulista, nas oitavas de final da Taça Libertadores e da Copa do Brasil, mas conquistou os dois objetivos principais: o acesso à Série A e o título da segunda divisão.

Antes de iniciar a negociação com Kleina, o Palmeiras procurou Vanderlei Luxemburgo, que estava no Fluminense, Abel Braga, atualmente desempregado, Oswaldo de Oliveira, do Botafogo, e Cuca, no Atlético-MG.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ FOLHA ONLINE

••

NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

• Kleina e Palmeiras não entram em acordo e saída do técnico fica mais próxima

Por Mauricio Duarte

A nova proposta do Palmeiras para o técnico Gilson Kleina não foi do agrado do treinador. O comandante alviverde se reuniu com a diretoria nesta segunda-feira, na companhia de seu agente, para rediscutir o contrato e combinar de bater o martelo nesta terça-feira. No entanto, a conversa não rendeu frutos e um novo encontro está marcado para o fim da tarde de hoje, na Academia de Futebol, para tentar resolver de uma vez por todas.

Segundo Anderson Suave, agente do treinador, ambas as partes ainda não entraram em um acordo sobre os termos salariais.

“Conversamos ontem [segunda], mas não conseguimos um consenso. Como já disse o Kleina, queremos algo bom para ambas as partes. A decisão não passa dessa nova reunião”, disse ao UOL Esporte.

Suave, porém, não quis dar uma estimativa do que pode acontecer, embora admita que não está com um ânimo muito otimista.

“Vamos esperar, não dá para falar no que pode acontecer por enquanto”, afirmou. O treinador, contudo, está inclinado a não aceitar essa nova proposta, a não ser que seja muito vantajosa do ponto de vista financeiro. Ele considera que o constrangimento causado pela situação já chegou ao limite.

Como publicou o UOL Esporte, o comandante alviverde sente-se inseguro com o que lhe foi oferecido e quer ter alguma espécie de multa rescisória, que não constava no primeiro modelo de contrato proposto pela diretoria palestrina para sua renovação. Esse é o principal ponto de divergência na negociação.

O estafe do técnico considera essencial a multa rescisória porque acha que, caso Kleina comece o Campeonato Paulista sem mostrar resultado já nas primeiras rodadas, ele seria dispensado. Como o contrato que lhe foi oferecido era por produtividade e sem multa, ele sairia sem receber nada.

Inicialmente, a cúpula do time do Palestra Itália ofereceu ao treinador um do salário 30 % mais baixo do que o atual e remuneração extra caso a equipe conquiste títulos ou cumpra metas determinadas. O Palmeiras pretende implementar esse esquema de remuneração por produtividade também com jogadores.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

••

NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

• Reunião nesta terça-feira vai definir futuro de Gilson Kleina no Palmeiras

O capítulo final da novela sobre a renovação de Gilson Kleina tem tudo para acontecer nesta terça-feira. À tarde, o treinador terá reunião com a diretoria alviverde e, acompanhado de seu empresário, Anderson Suave, deve bater o martelo e definir sua permanência ou não no clube para a próxima temporada.

A última oferta alviverde foi apresentada ao técnico no último fim de semana em Campo Grande (MS), onde o Verdão goleou Ceará por 4 a 1 em partida válida pela 37ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. No sábado, o presidente Paulo Nobre e o diretor executivo José Carlos Brunoro desembarcaram na cidade e, antes da partida, se reuniram novamente com o comandante.

Na última segunda-feira, após evento de confraternização da imprensa com jornalistas na Academia, Gilson Kleina não permaneceu no CT para almoçar com os demais membros da comissão técnica e do departamento de futebol, incluindo Nobre e Brunoro.

O treinador aproveitou o período de folga – o elenco tem reapresentação agendada para a próxima quarta-feira, no CT – para se reunir com seu empresário e discutir a última oferta alviverde. No bate-papo, a dupla analisou os termos e valores apresentados pelo clube. Em seguida, Kleina se encontrou com Paulo Nobre, mas eles ainda não bateram o martelo, o que deve mesmo acontecer na reunião desta terça.

No encontro em Campo Grande, a diretoria apresentou uma nova oferta salarial (R$ 180 mil fixos mensais que, com bonificações, podem superar os cerca de R$ 300 mil atuais), e explicar o sistema de bonificação por metas proposto pelo clube. O presidente Paulo Nobre aposta no novo conceito como trunfo importante para reorganizar a situação financeira alviverde e assim conseguir mais fôlego na busca por reforços para a próxima temporada.

Apesar de se sentir desvalorizado por causa de uma redução salarial, e também pela procura inicial pelo argentino Marcelo Bielsa, Kleina se empolgou com as promessas de contratações para 2014 e com a possibilidade de dirigir o Palmeiras no ano de centenário. Após o jogo que marcou a entrega das medalhas e do troféu de campeão da Serie B aos alviverdes, ele prometeu uma definição rápida sobre sua situação no clube. Ao que tudo indica, isso deve ocorrer nesta terça-feira.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

••

NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

• Com novas ideias na parte financeira, Palmeiras espera ser ‘seguido’

Por Fabricio Crepaldi

Um contrato com valor mais baixo de salário e apostando em altas premiações por produtividade é visto no Palmeiras hoje como um bom caminho a ser seguido financeiramente. Tanto é que foi esse tipo de vínculo oferecido ao técnico Gilson Kleina e também que o clube pretende fazer com os reforços e renovações dos jogadores do grupo.

O presidente Paulo Nobre, aliás, vislumbra isso como um bom caminho para que todos clubes adotem e acabem com os gastos excessivos e até absurdos do futebol brasileiro atualmente. Mas ele tem a consciência que seria praticamente impossível fazer com que todos os dirigentes do país concordem com isso.

Na visão da direção do Verdão, essa seria uma forma de diminuir a folha salarial e motivar ainda mais os atletas na busca por títulos. Além disso, o “bicho” seria justo, já que o objetivo foi alcançado e, como conquistas geram dinheiro, o gasto não seria tão sentido pelo clube.

Neste ano, o Palmeiras já começou a fazer algo parecido na Série B. A premiação por jogo foi diminuída e empates em casa não eram pagos. Mas, no final, a bonificação pelo acesso foi bem mais alta, e pelo título era praticamente o dobro. Apesar de a negociação não ter sido fácil, os jogadores aceitaram.

Aos poucos a atual diretoria tem melhorado o caixa do Palmeiras. Os direitos de imagem atrasados, herdados da antiga gestão, já foram pagos. Agora só restam algumas luvas de alguns atletas que também foram contratados antes. Nobre pretende quitar logo.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

••

NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

• Sem empolgação, Felipão comemora retorno do Palmeiras à Série A

Por Helder Júnior

Campeão da Copa Libertadores da América pelo Palmeiras, o técnico Luiz Felipe Scolari também participou da campanha que culminou no rebaixamento do clube à Série B do Campeonato Brasileiro, em 2012. Hoje na Seleção Brasileira, o gaúcho comemorou – timidamente – o segundo retorno palmeirense à primeira divisão nacional.

“Já saí do Palmeiras. Foi em setembro. Faz um ano e meio”, contrapôs Felipão, a princípio. Em seguida, no entanto, o treinador improvisou um discurso para celebrar o acesso do time alviverde. “É claro que gosto do Palmeiras. Tenho identificação. Para mim, é muito melhor que o clube esteja em uma fase boa. Fico feliz que tenha voltado, fazendo uma excelente Série B.”

O fato de o Palmeiras ter caído de divisão não impediu Felipão nem sequer de apostar em um jogador de seu ex-time na Seleção Brasileira. O zagueiro e capitão Henrique, que interessa ao espanhol Villarreal, foi testado mais de uma vez durante a preparação da equipe nacional para a Copa do Mundo de 2014.

A preocupação atual de Felipão, no entanto, não passa perto do Palestra Itália. O técnico conta com o apoio de torcedores dos mais variados clubes do Brasil, e não só do Palmeiras, na busca pelo hexacampeonato mundial da Seleção Brasileira. “Alguns são mais fanáticos, torcendo por A, B ou C. Mas, na época da Copa, só temos um time”, avisou.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

••

BLOG DO PAULO VINÍCIUS COELHO ❘ ESPN BRASIL

• Com presidente irredutível, tendência é Gílson Kleina deixar Palmeiras

O presidente Paulo Nobre trabalha com as regras do mercado financeiro. A lógica é ganhar bônus por vitórias e ter salário mais baixo. A insatisfação de Gílson Kleina com a proposta de redução salarial até foi driblada com a tentativa de aumentar um pouco a proposta inicial do Palmeiras. Mas o presidente é irredutível quanto aos valores.

Para ter ganhos semelhantes aos da temporada passada, não bastaria a Kleina ganhar um título, o Paulistão. Teria de ganhar a Copa do Brasil e colocar o clube na zona de classificação da Libertadores. A parte profissional da diretoria, Omar Feitosa e José Carlos Brunoro, negocia a ampliação desses ganhos. Julgam que o melhor caminho é a permanência do treinador campeão da Série B.

A conversa longa também gera desgaste. Especialmente porque as notícias da negociação têm vazado, como o Palmeiras não gostaria que estivesse acontecendo.

Mesmo entre eles, há argumentos favoráveis aos ganhos por resultados. Julga-se que o mercado brasileiro compromete os treinadores com as derrotas. Os salários são altos e a as multas maiores. Perder leva à demissão e à rescisão unilateral do contrato. Ou seja, o técnico ganha mais para perder do que para vencer.

Não deixa de ser verdade.

A questão é como mudar essa tendência isoladamente. O Palmeiras pode perder Kleina e não ter técnicos de primeiro escalão no mercado. Jorginho e Caio Júnior são as alternativas do que (talvez) aceitem receber o valor proposto a Gílson Kleina. Técnicos empregados em clubes menores e que levaram seus clubes à parte de cima da tabela já sinalizaram que não aceitariam a pressão do Palmeiras nem sequer pelos R$ 300 mil que Kleina recebeu este ano. Uma coisa é trocar Gílson Kleina por Felipão, por Marcelo Bielsa, por Pep Guardiola.

Outra é fazer a mudança sem ter um plano B.

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO PAULO VINÍCIUS COELHO ❘ ESPN BRASIL

••

BLOG DO ROBERTO AVALLONE ❘ UOL

• O Palmeiras em busca de seus sonhos para o Centenário

Em conversa com um respeitado conselheiro palmeirense, tenho a confirmação de que os planos para o Centenário do clube já estão em andamento. Vários jogadores estão sendo observados, dos quais quatro ou cinco deverão ser contratados: segundo a minha fonte, um deles será craque, os outros tidos como revelações.

Nomes? Ah, é sigilo total, embora já tenha vazado o interesse no atacante Lins, do Criciúma, assim como a sondagem em Marlon, lateral-esquerdo do mesmo clube. Não se fala em investir muito, pois o Palmeiras considera que já tem uma boa “espinha dorsal” (Fernando Prass, Vilson, Henrique, Wesley, Mendieta, Valdivia, Leandro e Alan Kardec) faltando apenas dois laterais-ou alas-, mais o referido craque, mais um ou dois pra compor elenco.

Se conseguir resolver seus problemas, tudo ficará mais fácil, Mais uma vez ouvi falar que está bem encaminhado o patrocínio máster com a Caixa e há esperanças de que surja logo o acordo entre Palmeiras e a construtora W Torre.

Sim, hoje deverá acontecer a definição sobre a permanência ou não do técnico Gilson Kleina, com a tendência de que o treinador fique no Palmeiras.

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO ROBERTO AVALLONE ❘ UOL

••

BLOG DO JORGE NICOLA ❘ IG

• Gilson Kleina não fica no Palmeiras em 2014

Acabou há instantes uma reunião entre o presidente Paulo Nobre e Gilson Kleina. O encontro definiu a saída do treinador, que se despede do Palestra Itália no sábado, após a partida contra a Chapecoense, em Chapecó – o jogo é o último do Verdão na Série B do Brasileiro.

Kleina não fica por desacerto financeiro. A primeira oferta alviverde era que o treinador ganhasse R$ 150 mil de salário, mais bônus por títulos – ele recebe atualmente R$ 300 mil.

No final de semana, Kleina fez uma contraproposta: R$ 200 mil por mês de salário durante o Paulistão e R$ 300 mil mensais a partir do Brasileirão. No encontro desta noite, Paulo Nobre vetou a pedida do treinador.

Diante do impasse, ficou acertado que o anúncio da saída de Kleina será feito nesta terça-feira. Paranaense de 45 anos, o treinador ficou pouco mais de um ano no Palestra Itália. Após o rebaixamento para a Série B em 2012, garantiu o título nesta temporada e devolveu o Verdão à elite.

Mas sua grande conquista no clube, segundo ele, foi recuperar Valdivia. O meia chileno vivia contundido e chegou a cogitar-se a possibilidade de ele ser dispensado. Agora, é titular absoluto, recuperou o prestígio com a torcida e joga com regularidade.

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO JORGE NICOLA ❘ IG

••

COLUNA DE PRIMA ❘ LANCE!

Por Marcelo Damato

• Estatuto verde

A comissão de estatuto do Palmeiras deve terminar o trabalho no fim do ano. Em janeiro, o texto será entregue a um escritório de advocacia para a redação final e aí irá para o Conselho. A maior mudança será o aumento do mandato para três anos, com até uma reeleição. Paulo Nobre poderá concorrer a mais um mandato.

••

COLUNA DO ANDRÉ KFOURI ❘ LANCE!

• Complicado

A diretoria do Palmeiras está em seu pleno direito de oferecer um salário menor a Gilson Kleina. Mas deve considerar a posição desconfortável em que colocou o técnico, que viu seu trabalho desvalorizado e ficará enfraquecido se aceitar a redução. Kleina estará em seu pleno direito se não concordar. Mas deve considerar onde terá melhores oportunidades profissionais.

••

COLUNA DO JORGE NICOLA ❘ DIÁRIO DE S.PAULO

• Único time

O ex-goleiro Marcos se recusou a defender o time da imprensa no amistoso contra a comissão técnica alviverde, nesta segunda.  “Não posso correr o risco de perder o busto”, ironizou o ídolo, referindo-se ao estatuto do clube, que proíbe homenagens a atletas que não jogaram apenas no Verdão.

••

OUTRAS NOTÍCIAS :

BLOG DO EDUARDO TIRONI – LANCENET → Quanto vale um técnico?
 
BLOG BATE PRONTO – ESTADÃO ONLINE → Quem deveria ser o técnico do Palmeiras em 2014?
 
BLOG DO NETO → Gilson Kleina não é mais técnico do Palmeiras!
 
BAND ESPORTE → Kleina não fica no Palmeiras em 2014
 
AGORA SÃO PAULO → Kleina descarta redução para renovar
 
ESTADÃO ONLINE → Kleina não aceita proposta e deve oficializar saída do Palmeiras nesta terça
 
LANCENET → Verdão e Kleina fazem exigências finais e preveem definição nesta terça
 
TERRA → Kleina recusa oferta e deve deixar o Palmeiras; Coritiba pode ser destino
 
GAZETA ESPORTIVA NET → Jogadores esperam que Kleina dê chance a reservas no adeus à Série B
 
GAZETA ESPORTIVA NET → Vencer a defesa da Chape é o último desafio do Palmeiras na Série B
 
GLOBO ESPORTE COM → Leandro supera ‘sombra’ de Barcos e celebra: ‘Melhor ano da carreira’
 
GAZETA ESPORTIVA NET → Apesar de desejo, boa fase na Ucrânia adia volta de Cleiton Xavier
 
UOL ESPORTE → Saiba o que o Palmeiras está preparando para seu centenário

••

47 respostas em “Verdão na Mídia 26-11-2013: Sem acerto financeiro, Gilson Kleina descarta renovar com o Palmeiras ❘ Folha Online”

ACABOU A NOVELA!!! Estamos mortos!!!! Kleina medíocre para 2014+1 ano de horrores e trapalhadas!!! Boa Brunoro e nobre. Muito obrigado por renovarem com um técnico especialista em auto nó tático. Muito obrigado por fazerem dessa merda de renovação um novela insuportável. Muito obrigado por manter um técnico que nem deu um padrão de jogo em 6 meses (sendo legal com ele contando APENAS o período pós Copa das Confederações). RUMO AO TRI DA SÉRIE-B EM 2015. E podem apostar que não vai vim reforços de peso ou de nível, continuaremos com a insuperável politiquinha do BOM E BARATO que na verdade É RUIM E SAI CARO PARA O CLUBE. Está mais que comprovado que o Paulo Nobre e Brunoro são dois BANANAS.

LAMENTÁVEL!! Se bem que o Jumento Kleina é de acordo com essa diretoria dita “profissional”. Que lixo, que decepção. Agora, naturalmente o contrato do Gente Boa será renovado amanhã, prioridade total para 2014. B3 e B4, vocês são mais do mesmo. Ou melhor, menos do mesmo.

Alguém poderia me responder qual(is) o(s) técnico(s) que teria(m) o tão falado PERFIL do Palmeiras e que aceitasse(m) a mesma proposta do Kleina, ou seja, 150 mil mais bônus por produtividade ?

Independente do resultado dessa reunião essa diretoria já mostrou fraqueza, agira faltam só mais 13 jogadores e possíveis reforços, vai ser fácil nossa vida de torcedor , né newbananas!

Estou com o mau pressentimento que uma nova safra de bananas esta dirigindo nosso amado clube!!!!!!! Se realmente voltarem atras e ficarem com o estagiário , sinto muito, será um ano a ser esquecido !

Alegria de pobre dura pouco, achei que o GK tinha saído e agora o povo vem com essa de que a diretoria está querendo aceitar a proposta desse merda. Palmeiras chegou ao cúmulo do ridículo ao ser refém de um técnico medíocre igual a esse. Se é pra ficar com um técnico medíocre então que pague menos, contrate qualquer um que fará melhor, o jorginho, caio jr, e qualquer outro vem pra ganhar 100 mil dando risada.

O professor Luxemburgo ,deve ser apresentado amanhã e o projeto centenário deve começar,ele vai trazer jogador e empresários e só o Vilson,não sei como fica.

A condução foi pífia, e os chapas brancas se orgulhavam em dizer q não está havendo vazamento de informações, q foi oq mais ocorreu nesta novela GK. Pelo menos o desfecho foi feliz.
E se vier o Jorginho Cantinflas, marquem o q estou escrevendo, vai ser baita treinador. Podem me cobrar no final do ano q vem… Se o Palmeiras contratar de médio pra bem ele consegue título da Copa BR e/ou Brasileiro. Se não contratar grandes coisas e deixarem ele pegar e reintegrar uns moleques (isto pode ser difícil, pois o brunóquio só quer saber de trazer nego ruim e levar os “por fora” nas negociatas) , consegue no mínimo uma vaga na Liberta 15.
Agora, de presente de natal tomara q ganhemos a saída do chinelito e não renovação do Caramujo, já seria um bom começo.

É incrível como reclamam nas mídias sociais palestrinas. Antes reclamavam que as notícias vazavam, hoje reclamam que não têm notícias. Tenho certeza que a diretoria está trabalhando em silêncio.

Jorginho? aquele fracassado que em anos nao ganhou absolutamente nada e so fracassou por onde passou e que so foi bem em 2009 porque o time foi montado pelo Luxemburgo PAREM DE PENSAR PEQUENO SEUS RETARDADO

Ganhou mais que o Kleina, uma série B com a portuguesa, que cai entre nós é muito mais difícil de ganhar do que com o palmeiras. Se quem quer o cara é retardado e pensa pequeno quem quer que o Kleina fique ou luxemburgo venha é o que?

Charles, Vinícius, Juninho, André Luis, Felipe Meneses, Leandro, Ananias: . Isso é pensar Grande ???
Em nome dos retardados, peço desculpas se tomei alguns segundos de seu concorrido tempo e desviando sua enorme inteligência, da qual o mundo inteiro comenta nos últimos anos, com este simples comentário.

Imprensa tupinqiuim entra em êxtase com o jogador Ganso das bibas:………..1. As bibas querem vender o Ganso no fim do ano que estava desvalorizado. 2. O cara fez 2-3 jogadas…NO ANO… e virou mestre, gênio. 3. A supervalorização dele visa também o jogo contra a Ponte. 4. é para Palmeirense aprender como a imprensa tupiniquim trata nossos jogadores e apoia os dos queridinhos dela quando estes estão em baixa.

Duas coisas: 1- Não precisamos de técnico, precisamos de time!!!! 2- Eu concordo com ganho por metas atingidas… mas para oferecer isso a um técnico (GK ou qualquer um) é preciso dar a ele um time competitivo… vamos ter um time competitivo para a série A?

Eu quero mais é que o Kleina vá embora, mas uma coisa é preciso pensar nessa história de bônus por produtividade: é muito certo exigir metas do técnico, mas é preciso dar condições para que essas metas sejam cumpridas, ou seja, no caso, contratar jogadores decentes. E se o Kleina está se batendo muito pela multa rescisórias, pode ser que esteja vendo que não haverá contratações fortes para o ano que vem. E se for esse o problema, o GK está certo em bater o pé, porque aí é sacanagem cobrar as metas de resultados sem oferecer condições de atingi-las.

Não precisamos de técnico…e sim, de craques. Tendo 5 craques, 3 bons e 3 da nossa base, podem colocar qualquer um de técnico…e pagando até 50 mil/mês. Sou 100% contra super-técnicos ganhando 400, 500, 700 e até 1 mi/mês (piada)! pois, já fizemos isso nos últimos anos e com 1 perdemos um BR ganho, com outro fomos pra segundona. Tudo isso pq tínhamos os super-técnicos, mas, não super-times. Agora…espero que façam o inverso: Técnico mediano/bom (Ney Franco ou Mancini seriam “os caras”), e montem um time com jogadores acima da média. E basta montar um time forte, com chances de ser campeão, que os técnicos farão filas na porta do Palmeiras…pois, o sucesso seria garantido. E pq vcs acham que até o Gilson Kleina pediu um absurdo? Pq ele sabe que terá que se desdobrar pra não cair de novo pra segundona,,,pois, esse time/elenco é MEDONHO DE RUIM…E COM CERTEZA, NÃO GANHARÁ TÍTULO ALGUM!

O Kleina é tão medroso que nem ele confia que poderia ser campeão pelo palmeiras em 2014. Se ele confiasse no taco dele, teria aceitado receber menos e maiores premiações no palmeiras.
Nos últimos tempos vários mediocres como o Kleina viam o palmeiras como o lugar ideal para levantar uma graninha afinal os patos da diretoria pagavam o que fosse de salário sem ter garantia nenhuma de sucesso. Repito: agora usem o dinheiro que vão economizar no técnico na montagem do elenco.

Bota “vários” nesse medíocres: Estevam Soares, Candinho, Paulo Bonamigo, Marcelo Vilar, Jair Picerni, Caio Jr. (vou pular o Zago pois nem estagiário ele era) e por último esse rascunho de técnico. Certo mesmo é que daqui a uns três anos o Kleina estará no mesmo time que esses outros citados estão hoje: o Ostracismo Futebol Clube.

E se o Nobre confiasse no taco, montando um time com jogadores de 1a. qualidade para o técnico trabalhar e dar resultados com bons equipamentos (jogadores), aceitaria colocar a multa rescisória que o Kleina pediu.

A última vez que eu vi o Palmeiras jogar uma coisa parecida com futebol, foi com o Jorginho nas 7 partidas em 2.009. em que ele deixou o Palmeiras líder no campeonato de 2.009.
Duvido que o Jorginho seja mais ridiculo, estapafúrdio e grotesco que o Gilson Kleina!

Concordo plenamente.

Sem contar que o Jorginho substituiu Luxemburgo e depois foi substituído pelo Murici Ramalho e depois por Felipão… Mas peraí….. esses técnicos não entram no Perfil do Palmeiras, conforme muitos falam aqui ??
Se são os bom assim como falam, e que eu tb. acredito que TAMBÉM sejam, por que o Palmeiras perdeu todos os campeonatos que disputou na sequência ?
Ahhhh…. a culpa foi da diretoria passada, retrasada, antepassada, diria o Nelito franco. da vida…

morro de rir com a variação de humor dos comentários daqui.
num dia crucificam a diretoria pela lerdeza na definição de treinadores e planejamento de 2014, no outro apoiam e elogiam as decisões… vai entender o que se passa na cabeça do povo.
De minha parte, assim como disse o Danilo Peressim acima, prefiro esperar para poder criticar/elogiar com propriedade, e não sair bradando pelos cantos sem ter motivos.

O Marcelo oliveira do cruzeiro é a prova viva que técnico sozinho não ganha campeonato. Sou muito mais pagar R$ 400 mil para um puta centroavante que decide as partidas do que esse mesmo valor para um técnico que escala o Luan de centroavante. Aliás o Felixão é a prova viva deste conceito ao nos levar para a segunda divisão. Não adianta trazer técnico de grife e montar um elenco com Luan, betinho, michael jackson, etc…

Parabéns a esta nova diretoria! Fez certinho ao dimensionar o salário do Kleina ao que ele apresentou durante o comando do time. Com a diferença de elenco do palmeiras para os rivais da série B deveria ter produzido muuito mais. Outro detalhe: o Cruzeiro campeão brasileiro mostrou que um técnico básico com um bom elenco é muito mais eficiente que um time cheio de medalhões e técnicos de grife no banco, Vide o Inter-RS. Agora é a hora de trazer bons jogadores, vender o márcio araújo, Luan e outras tranqueiras e contratar um técnico de no máximo R$ 200 mil/mês tipo Ney franco ou até aquele do Atl.-PR. É hora de investir para reforçar o elenco.
Gilson Kleina é técnico para ponte, coritiba, São caetano, portuguesa. É técnico que escala mal e mexe pior no time. Um cara que prefere o Márcio araújo não pode mesmo ser técnico do palmeiras.

Uma coisa é fato e aconteceu com o felixão, foi mandado embora e ganhou muito mais dinheiro do que se tivesse empregado. E por isso fez de tudo para ser mandado embora, inclusivo jogando-nos para a série B. Fora GK!!! Obrigado por nada, e leve o caramujo junto com você! Eu preferia o Caio Jr e o Jorginho Cantinfas, do que ele, se não for para contratar um técnico vencedor que seja um técnico barato e o time seja competitivo.

Será uma pena se o GK não ficar no Palmeiras, torcia para que continuasse o trabalho que, se não é dos melhores, tbm não é ruim, porém, td isso mostra que ele está preocupado com sua imagem e quer mais garantias, ou seja, não aposta que o time seja capaz de brigar por tudo no próximo ano, que o PN segure a barra e não saia abrindo a mão para treinadores de renome, não vale a pena!, que busque um treinador que aceite essa linha de trabalho, de preferência um que se identifique com o Palmeiras (Marcos, Evair, Arce, Jorginho etc.), e que se inicie uma nova forma de trabalho no futebol, ganho por produtividade.

É um abuso o que esses “treineiros” ganham! O Nobre está certíssimo em começar uma campanha contra esses nababos que ganham mais que CEOs de empresas multinacionais top e não apresentam quase nunca resultados proporcionais aos ganhos que têm. Sua proposta é justa e perfeita – para os clubes, claro. Porém, ele só terá sucesso se for seguido pelos outros clubes grandes. Aí é que mora o perigo. Se ele ficar isolado, não vai conseguir mudar nada. E é o que eu acho que vai acontecer… pena!

A grande verdade é que treinador ganha muito e ainda exige multa rescisória. Aí se ele faz má campanha, é mandado embora, ganha uma bolada e em seguida assume outro time ganhando a mesma coisa… ou seja, ganha salários de 2 clubes diferentes. Luxemburgo em Grêmio e Fluminense é um exemplo: Fez campanhas ruins e fois mandado embora de 2 clubes e ganha como se estivesse trabalhando ainda até o fim dos contratos. Como já foi dito, eles ganham muito mais perdendo que vencendo.

Pelo contrário…ele demitido não ganha normalmente…ganha em dobro, triplo…
O salário do novo clube soma-se ao salário antigo, que continua sendo pago.
Isso é um absurdo mesmo.
Prefiro que o Palmeiras fique com o treinador da base do que continuar fazendo isso.
O futebol continua uma porcaria e esses caras só ficam mais ricos.

Pelas notícias acima a única certeza que temos é que ninguém sabe de absolutamente nada dos bastidores do Palmeiras, uns afirmam que Kleina sai, outros o contrário, a nós torcedores, cabe a esperança de ter a diretoria agindo com tudo sob controle, cornetar ? Assim que a pré temporada 2014 começar, se nada de bom acontecer, no momento, prefiro acreditar! Saudações.

Fora Kleina e leve com você Bruno, Wendel, André Luiz, Juninho, Fernandinho, Leandro Amaro, Léo Gago, Rondinelli, Maikon Leite, Patrick etc. Aqui é Palmeiras.
Porque nossa diretoria não vai atra´s do Nei Franco, já que não podemos ter o Bielsa?
Nei Franco é competente, sabe trabalhar com a molecada da base, só não ficou nos bambis por causa do narizudo (eterno reserva do Marcos).
Chega do assunto Kleina. NEI FRANCO JÁ!!!!!!!!

Os comentários estão desativados.