Categorias
Verdão na Mídia

Verdão na Mídia 16-12-2013: Nobre tenta pagar ‘dívida eleitoral’: manager e foco no clube social ❘ Gazeta Esportiva Net

NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

• Nobre tenta pagar ‘dívida eleitoral’: manager e foco no clube social

Por William Correia e Tossiro Neto

Em seu primeiro ano como presidente do Palmeiras, Paulo Nobre não cumpriu duas promessas de campanha,: o departamento de futebol ainda não tem um manager e sócios reclamam de pouca atenção ao clube. Em 2014, quando o Verdão completará 100 anos de fundação, o dirigente quer corrigir o que admite como falhas.

O mandatário, contudo, se justifica por seus erros. “O Palmeiras era um cobertor que não daria pra cobrir o pé e a cabeça ao mesmo tempo. Dei atenção total ao futebol em 2013 porque não existiria 2014 com o Palmeiras na segunda divisão”, explicou.

A busca por um manager, que, em suas palavras, seria como se fosse o “presidente do futebol palmeirense”, a falta de tempo é culpada mais uma vez. O diretor executivo José Carlos Brunoro foi contratado assim que Nobre assumiu o cargo para ajudá-lo em todas as áreas do clube e, ao que parece, sua presença não foi suficiente para aliviar o trabalho.

“Foram tantos desafios que não me concentrei em certos pontos da minha proposta como manager. E precisamos colocar a casa em ordem, preparar o terreno para o manager chegar com condições de trabalho, e não como um projeto natimorto”, disse Nobre.

“O manager seria um espelho do presidente com liberdade suficiente para desenvolver seu trabalho. A ideia continua, mas para o futuro, a médio prazo.”

O clube social terá uma solução mais imediata. A desculpa nessa falta de atenção é a reforma do Palestra Itália, que deve se encerrar no primeiro semestre do ano que vem. Caso o prazo seja cumprido, Nobre poderá trabalhar como crê que o associado merece até o fim de seu mandato, em dezembro de 2014.

“As atenções serão mais voltadas ao clube tão logo essa obra termine. Como o dinheiro é curto, não posso investir dinheiro em uma obra no clube que, eventualmente, a Arena venha por algum motivo a destruir. Precisamos muito que termine essa obra para poder investir no clube social”, comentou o presidente.

“O associado tem razão em reclamar, mas não havia a possiblidade de abraçar os dois lados em 2013. Então, em 2013, nos dedicamos ao futebol e, sem abandonar o futebol em 2014, vamos ter atenção com o clube social”, prometeu, mais uma vez, o presidente.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

••

NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

• Dybal pede paciência e quer brilhar com Kleina: ‘Aproveita bem a base’

Por Marcelo Hazan

Atrás de um meia para o centenário, o Palmeiras mira nomes como Elano (Grêmio), Bruno César (Al Ahli) e Lucas Lima (Sport), mas pode ter a solução dentro do próprio elenco. Visto como uma grande esperança para a armação alviverde, Bruno Dybal, de 19 anos, é um dos garotos promissores da base e vai integrar o plantel do técnico Gilson Kleina em 2014.

Com reapresentação marcada para o dia 3 de janeiro, junto com os principais jogadores, o atleta diz que é necessário ter paciência com jovens promovidos das categorias inferiores. Para isso, lembra que revelações como Luis Felipe (de saída para o Benfica) e Vinicius (titular) não estouraram de uma hora para outra. Nesse ponto, inclusive, ele elogia o trabalho de Kleina, que o escalou em três partidas no ano passado, quando o time lutava contra o rebaixamento.

– Nos últimos anos, o Kleina é o treinador que mais deu oportunidades para a base do Palmeiras. Ele conversa e diz para trabalharmos forte, pois a oportunidade chega quando não esperamos. Nós não tiramos isso da cabeça. Não existe peso (por ser da base), precisa ter paciência, porque ninguém subiu do nada e arrebentou. Com o tempo, a chance aparece – diz.

Com poucas oportunidades de mostrar seu futebol durante o Campeonato Brasileiro da Série B, Dybal avalia 2013 como um ano de aprendizado e espera brilhar no centenário. Palmeirense desde a infância, ele não esconde a alegria por participar da data comemorativa.

– O centenário mostra a importância e a grandeza do Palmeiras, um clube com muitos títulos. Todos querem participar de um momento como esse. Quero estar nesse grupo e dar alegria ao torcedor palmeirense. O ano de 2013 foi de adaptação, pois tinham muitos jogadores na minha posição. Espero ter mais oportunidades em 2014 e deslanchar – finaliza.

Em 2012, Dybal renovou contrato com o Verdão até abril de 2015, pois o clube temia perdê-lo para algum rival de graça. À época, ele recebeu um reajuste salarial. O atleta tem histórico de destaque na categoria de base alviverde e já chegou a ser capitão.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

••

NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

• Insatisfeitos, Vilson e Leandro esperam novidades sobre renovação

Por Fellipe Lucena e Thiago Ferri

Duas das prioridades de Gilson Kleina continuam com futuro incerto. O zagueiro Vilson e o atacante Leandro esperam que a diretoria acelere nesta semana as negociações para renovar seus contratos, que acabam em 31 de dezembro. Pessoas próximas aos atletas têm a mesma queixa: depois da procura inicial, sem acerto, o Verdão esfriou o papo.

A situação de Vilson é a mais complicada. Seu advogado, Tiago Faria, diz que o Palmeiras ofereceu um contrato por produtividade, com salário inferior ao atual.

– O Palmeiras nos falou por telefone de uma proposta por produtividade, mas é muito inferior à opção que firmamos antes. Aí fica complicado. Não aceitamos e depois não houve mais conversas. O salário é mais baixo do que ele ganha hoje, e muito mais baixo do que estava previsto antes. A impressão hoje é de que ele não fica – disse.

Ao contrário do defensor, que ficará livre se não renovar, Leandro pertence ao Grêmio. Os gaúchos já o liberaram para um empréstimo de mais um ano, mas o Verdão precisa acertar salários com ele, que hoje recebe cerca de R$ 40 mil mensais, o valor mais baixo entre os titulares. Artilheiro do time na temporada, ele não vai aceitar valor inferior aos R$ 100 mil. A última reunião da diretoria com Gilmar Veloz, seu empresário, foi há cerca de um mês.

Tanto Vilson quanto Leandro têm recebido sondagens de outros clubes, mas até o momento priorizam o Palmeiras. Depois desta semana, vêm as festas de fim de ano e a reapresentação do grupo, em 3 de janeiro. A ideia de ambos é chegar a esta data com o futuro definido, seja para ficar ou sair.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

••

NOTICIÁRIO ❘ ESTADÃO ONLINE

• Vilson pede aumento salarial e pode deixar o Palmeiras

Por Daniel Batista

Colocado como uma das renovações prioritárias, o zagueiro Vilson parece distante de um acerto com o Palmeiras. Como já era de se esperar, o zagueiro quer uma valorização para ficar e por isso pede um aumento salarial, enquanto a diretoria alviverde pretende oferecer um contrato de produtividade que não agrada ao defensor.

O clube tem prioridade nas conversas até o dia 31, mas o empresário do jogador Tiago Faria, admite que o acerto está muito complicado e que outros clubes já apareceram interessados no zagueiro. “Temos conversas com dois times da Série A e uma sondagem do exterior. Houve uma desconsideração do documento que existe e foi feita uma proposta com base na produtividade”, explicou Faria.

Quando chegou ao Palmeiras, Vilson veio com uma clausula que o liberaria por R$ 700 mil para o Stuttgart em agosto. Só que o zagueiro chegou a viajar para a Alemanha, mas não conseguiu se acertar com o clube europeu, voltou, manteve o contrato até o fim deste ano e ficou acertado um aumento para ele renovar o vínculo por mais três temporadas.

“Para o Vilson é complicado a situação, porque é algo que estava acertado. Mas ele está disposto a negociar em cima do que está escrito, porque a vontade dele é permanecer no Palmeiras”, completou o agente do zagueiro, que espera definir a situação antes de acabar o ano.

Pela dificuldade na negociação com Vilson, a diretoria deve dar mais atenção para as negociações com o zagueiro Lúcio, do São Paulo. Kleina não queria, mas foi convencido de que ele pode ser uma boa opção para atuar ao lado de Henrique.

ARTILHEIRO NA BERLINDA

Situação parecida vive Leandro. O atacante também gostaria de um aumento salarial, por ter sido o artilheiro da equipe no ano, com 13 gols, mas o presidente Paulo Nobre lhe ofereceu um contrato de produtividade.

O Grêmio, dono dos direitos federativos do jogador, já deu aval para ele renovar o contrato por mais uma temporada e pelo acordo selado entre os clubes, o Palmeiras não precisa pagar nada para o time gaúcho.

Para o seu lugar, o clube contratou o atacante Rodolfo, do Rio Claro, conforme o Estado antecipou na edição de ontem. O jogador, de 20 anos, já posou com a camisa do clube e ontem postou a foto em sua página pessoal no Instagram.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ ESTADÃO ONLINE

••

NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

• Márcio Araújo faz contraproposta ao Verdão e quer contrato de dois anos

Por Caio Carrieri

Cláudio Guadagno, ex-lateral do Verdão, é seu empresário e conversa com a diretoria – já fez uma contraproposta à oferta da diretoria. Nesta entrevista ao L!Net, o jogador polivalente fala sobre o que planeja para sua carreira em 2014.

LANCE!Net: O que você sabe da negociações para renovar seu contrato?

Márcio Araújo: Cheguei de viagem na sexta-feira e estou aguardando o meu procurador, Cláudio Guadagno, se reunir de novo com a diretoria para ter uma definição. O Palmeiras já fez uma proposta e o Cláudio também fez a nossa. Então agora eles devem se reunir de novo em breve.

Gostaria de permanecer?

Sempre disse que quero ficar. Estou há quase quatro anos no clube e me sinto em casa. Já conheço todos os meus companheiros, o ambiente da Academia e não tenho que me adaptar a nada, o que seria diferente se eu tivesse de mudar de clube. Minha família está adaptada a São Paulo e eu gosto demais do Palmeiras e de morar em São Paulo.

Paulo Nobre tem utilizado a política de bonificações para contratar e renovar. Produtividade não é o seu problema, não é? Nunca se lesiona.

É uma nova filosofia que eles estão tentando implementar e às vezes não é bem vista, por ser uma novidade. Mas acho que isso vale a pena pelo o que eu entendi de tudo isso.

Aceitaria esse novo contrato por produtividade, então?

Aceitaria tranquilamente.

Toparia até diminuir o salário fixo, como Gilson Kleina fez?

Dependendo da proposta, com certeza. Com esses novos contratos é possível ganhar até mais.

Gostaria de renovar por mais quanto tempo?

Quero continuar jogando em alto nível pelo Palmeiras. Já tenho 29 anos, e com a experiência o jogador vai evoluir muito mais. O contrato tem de ser de dois anos para cima. Um ano talvez não seja o ideal. Eles estão conversando e eu aguardo.

Isaac, seu filho pequeno, está sempre nos treinos e jogos com a camisa do Palmeiras. Ele fica curioso para saber se você fica ou não?

Ele pergunta direto, quer saber. E os amiguinhos dele também perguntam. Essa parte também pesa muito (para querer prorrogar o acordo com o Palmeiras), porque ele tem muitos amiguinhos na escola.

E qual é a sua resposta?

Falo que o papai está aguardando e que as coisas vão se resolver.

A sua permanência no clube seria um presente de Natal para o Isaac?

Com certeza ele ficaria muito feliz, porque ele já é um torcedor do Palmeiras. Ele gosta de ir ao vestiário, se diverte muito nas arquibancadas e seria algo muito bacana para ele.

Kleina disse para a diretoria que você é prioridade para 2014. Você se sente importante no elenco?

Sobre o Gilson eu não tenho muito o que falar, porque ele é assim com todo mundo. Tem um carinho enorme pelo grupo. Mesmo tendo bastante jogadores em determinado momento desse ano ele deu atenção e oportunidade para todo mundo. Não tenho absolutamente nada para reclamar dele, só agradecer por tudo o que ele fez por nós esse ano.

Paulo Nobre disse em entrevistas recentes que Marcelo Bielsa teceu elogios a você quando tentaram contratá-lo. Você sabia disso?

Eu não sabia disso e fico muito feliz por saber que um grande treinador como ele falou isso de mim. Eu sempre faço muito bem meu trabalho dentro de campo para ser valorizado e reconhecido.

A diretoria tem negociado por Bruno César, Elano, Lúcio. Você aprovaria esses nomes?

Claro que torço para o Palmeiras fazer grandes contratações. O Palmeiras é muito grande, a pressão existe, mas se os títulos acontecerem no ano que vem, a comemoração vai ser muito grande também. É isso que nós queremos, marcar o nosso nome na história de um clube importante. Então vale a pena contratar jogadores de qualidade.

Se você jogar ao menos mais um ano no Palmeiras e mantiver a média de jogos, ultrapassará o número de partidas de César Sampaio, Leivinha, Julinho Botelho entre outros. Pensava nisso em 2010, ao chegar?

Sinceramente eu não planejava nada com relação a isso. Queria me firmar mesmo, agradar à torcida, aos treinadores, fazer boas temporadas. Mas aí os anos foram se passando, completei mais de 200 jogos com a camisa do Palmeiras e cheguei nesses números, mesmo sem planejar.

E agora você tem uma meta de chegar a 300 e até 400 jogos?

Minha primeira meta é renovar o contrato (risos). Espero começar bem no centenário e que seja um ano de muitas conquistas para o clube.

Jogar com Eguren, que virou titular no fim da Série B e tem características de marcação no meio de campo, favorece o seu futebol?

Com certeza, porque tenho mais liberdade para jogar. O Gilson até coloca isso, para eu sair para o ataque só na boa quando jogo mais na marcação. E com o Eguren eu tenho mais liberdade para subir.

Muitos torcedores brincam nas redes sociais sobre a sua imunidade às lesões. Você acompanha? Gosta desse tipo de abordagem?

Fico sabendo pelos outros, porque não acompanho e não vejo nada. Não tenho Twitter e Facebook. Mas acho isso importante. Brincadeiras são sempre saudáveis. Quero continuar fazendo o maior número de jogos e ajudando o Palmeiras em campo.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

••

NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

• Contrato de produtividade emperra negócio entre Palmeiras e meia do Inter

Por Vanderlei Lima

O modelo de contrato de produtividade que o Palmeiras pretende adotar no departamento de futebol em 2014 atrapalha o clube na busca por reforços, e vira entrave em uma negociação específica. O meia Lucas Lima, que pertence ao Internacional e disputou a Série B emprestado ao Sport, negocia com o Verdão, mas não se atrai pelo tipo de contrato.

“Ele até aceita por produtividade, mas você tem que sair do fixo, que ele fica feliz. Porque esse negócio de produtividade é complicado, é válido, mas com motivação acima daquilo que o jogador está satisfeito em relação às luvas, somando salários e fixo”, diz o agente do jogador, Edson Khodor.

Se o salário fixo proposto pelo Palmeiras for menor do que Lucas Lima espera e contar com bonificações apenas se o atleta atingir metas, o negócio não deve sair. “Por exemplo, o Lucas Lima quer um valor X, mas a oferta chega a 30% desse valor X se ele conquistar algo. Isso ele não vai aceitar é melhor ficar lá no Internacional, eu sei que a fila dele vai demorar pouco para andar”, complementa Khodor.

Segundo o agente, o jogador de 23 anos recusou recentemente duas propostas de clubes mexicanos – Jaguares e Chiapas eram os interessados. O Palmeiras procurou o Internacional e ofereceu o meia atacante Luan, que esteve emprestado ao Cruzeiro, em troca de Lucas Lima.

O Inter condiciona a liberação de Lucas Lima a uma conversa com Abel Braga, novo treinador. Se o técnico afirmar que não pretende usar o meia que jogou pelo Sport em 2013, a diretoria colorada deve permitir o negócio com o Palmeiras.

“O Palmeiras procurou o Internacional e mostrou interesse, mas vamos conversar com o Abel Braga, que será apresentado terça-feira, dia 17, então só depois podemos tomar as nossas deliberações. O Palmeiras perguntou para mim a possibilidade de contar com o jogador para o ano que vem, mas não houve nenhuma proposta”, diz Newton Drummond, diretor executivo do Internacional.

“Não pode também barrar essa possibilidade. Eu penso que se o Abel quiser, ele fica aqui conosco. Agora, nós temos que ver a concepção de time que o Abel pensa para ver se o Lucas Lima se encaixa legal. Mas nesse momento não temos como definir, depende do Abel”, concluiu Drummond.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

••

BLOG DO ROBERTO AVALLONE ❘ UOL

• Mercado da Bola

Há quem diga que no Palmeiras, além da contratação do jovem Rodolfo (anunciado neste espaço há uma semana), os próximos dias serão de boas notícias (Bruno César estaria bem próximo, por exemplo) apesar de a cúpula palmeirense adotar o total sigilo de negociações como norma. E que tem lá suas razões para isso, pois qualquer notícia vazada oficialmente, dada a concorrência, pode “melar” o negócio.

Nos bastidores, no entanto, uma notícia perdida foi capaz de assustar um grupo de palmeirenses: a de que Leandro pode voltar para o Grêmio, o que não é possível segundo cláusula contratual, mas que pode acontecer se o jogador não reformar seu contrato.

Em minha opinião, Leandro é fundamental para a montagem do Palmeiras 2014.

E acho que ele fica, sim.

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO ROBERTO AVALLONE ❘ UOL

••

COLUNA DO JORGE NICOLA ❘ DIÁRIO DE S.PAULO

• Quase renovado

De acordo com o empresário Nick Arcuri, é grande a chance de Marcelo Oliveira continuar no Palmeiras em 2014. “Estamos na dependência de pequenos detalhes. Uma reunião resolve”, afirma.

••

COLUNA PAINEL FC ❘ FOLHA DE S.PAULO

Por Bernardo Itri

• Conselho

A alta pedida feita por Marcelo Bielsa para treinar o Palmeiras em 2014 passou por uma consulta que o treinador argentino fez a atletas no Brasil. Um dos jogadores com quem Bielsa conversou foi o volante Maldonado, do Corinthians.

• Conselho 2

Bielsa questionou sobre a situação do futebol brasileiro e do Palmeiras. A partir dos conselhos de jogadores como Maldonado, o argentino fez sua pedida, de R$ 1 milhão mensais para comandar o Palmeiras, e ouviu um “não”.

••

23 respostas em “Verdão na Mídia 16-12-2013: Nobre tenta pagar ‘dívida eleitoral’: manager e foco no clube social ❘ Gazeta Esportiva Net”

Nossa diretoria não contrata/renova com ninguém, e o que é pior renovou com o APRENDIZ. Ser presidente para apenas repetir: “Não temos dinheiro”, qualquer um é. Contratar um departamento de marketing que, em um ano, não conseguiu nem arrumar um patrocínio master para o time é característica de péssima administração. Das reformas prometidas nem sinal. O Nobre foi eleito apenas pagar dívidas? Porque a diretoria não tenta inverter o ciclo: em vez de diminuir as despesas, que tal AUMENTAR RECEITAS. Está mais que provado que a torcida responde, veja a arrecadação conseguida na série B.

Já que no Palmeiras é tudo por produtividade, vou propor o pagamento do meu Avanti por produtividade, se o Palmeiras não ganhar nada eles devolvem metade do que eu paguei………..que tal?????

TNC Paulo Nobre e cia LTDA, começou a ERA DO RUIM E BARATO E PRODUTIVIDADE!!!! Palmeirenses no final das contas não vai vim nenhum reforço de peso para o ano do centenário. Infelizmente nós somos uma PIADA PRONTA e digo mais, o Paulo Nobre (ou Paulo Pobre), JÁ ESTÁ MAIS QUE COMPROVADO QUE É MAIS UM FANTOCHE, OU MELHOR DIZENDO, UM BANANA (B3)!!!!! Manager?? HAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA, que piada, esse Paulo Nobre é um FANFARRÃO simplesmente quer tirar sarro contra a Torcida. Paulo Nobre volta para o seu rali que é seu lugar e digo mais, francamente você está superando em termo de gestão do B1. FORA PAULO NOBRE!!!!

Eu estou de stand by, ninguém contratou ainda, e pra contratar tranqueira é melhor esperar… Ouvi que o Leandro pediu 300 mil….. tchau volta por gremio… um time precisa dar liga, mas para dar liga tem que ter bons jogadores, Sós acho horrivel ficar dizendo toda hora que não tem grana.

Na moral mesmo eu acho que o Leandro não pediu 300k cara, ele não seria louco assim. Nenhum clube pagaria 300 pila de salário para uma promessa(ele ainda não é realidade e talvez nunca seja) e seu empresário sabe disso, o problema é que o PN só quer renovar se for com esse contrato de produtividade que teoricamente é bom porém não da pra vc chegar num menino de vinte e poucos anos, que tem lenha pra caramba pra queimar, sabe que pode ir para um clube que pague 100k e ele não vai precisar se matar(pois os companheiros de elenco não são lá aquelas coisas aqui). É OBVIO que ele não vai aceitar e vai preferir sair. O mesmo acontece com o Vilson, se o Palmeiras perder esses dois jogadores PN estará assinando seu atestado de fantoche daquele que não se pronuncia…

Manager? E o Brunoro é o quê? Paulo Nobre, VP estatutário (quem mesmo?), Diretor de Futebol estatutário (quem mesmo?), Brunoro, Feitosa, Kleina…………..é muito cacique prá pouco índio!!!!! E o elenco ó, fraquinho, fraquinho! Valei-nos San Gennaro!!!!!!!!

Manager ? HUEHAUEHUAEHHUAEHAUEHUAHEUA ! Paulo Nobre é um brincalhão, só pode! Já que a coisa tá tão feia presidente, fecha tudo e volta pro rally, os únicos que sentiriam falta do futebol são os torcedores e pra esses você já mostrou que tá pouco se f udendo.

Outro dia ouvindo a CBN, a coitada da reporter quase chorou no ar….se lamentava q o Palmeiras não fornecia informações e q aquele era o trabalho dela, q ela dependia daquilo.
Tá mais do q claro q tudo o q foi clipado ai, se trata de especulação…jornalista fica correndo atrás de empresário q pouco fala e deduz q o q tá acontecendo é essa patifaria q eles da imprensa plantam.
Palmeirense já foi mais esperto……ao inves de rir desses idiotas q só querem atrasar nosso lado, preferem entrar na onda da imprensa e gerar um desanimo coletivo, ta certo q isso é herança q nosso coletivo recebeu por más administrações passadas. O Palmeiras é uma potencia capaz de gerar muito, mas muito dinheiro, só q os passos tem q ser dados um de cada vez. Eu q sempre fui critico do Mustafá, hj entendo q a aliança dele com o Nobre foi fundamental pra um futuro promissor. Basta mostrar por a mais b pro sapo boi q as regalias podem ser maiores q as de hj e mesmo assim termos um time vencedor e referencia no mundo, mas deixando fazer essa potencia gerar receitas q eles se entendem. Só q isso não se impoe…são coisas q acontecem com o passar do tempo, vendo resultados e se criando confiança. Não adianta achar q o Mustafá morrendo esse problema irá acabar, pq ele tem uma legião de seguidores q apoiam seus ideais, rei morto, rei posto. Então tem q se trabalhar nesse sentido, gerando receitas e agradando todas as partes. De outro forma, continuaremos paralisados e cada um tentando puxar a brasa pra tua sardinha.
Tb quero um Palmeiras imbatível, e sei q o Nobre e o Brunoro não entram em algo pra perder, eles não tem esse perfil, pq justamente no Palmeiras eles agiriam diferente?
E outra coisa, muitos tem q entender q o contrato de produtividade, não é pra pagar menos e sim pra incentivar quem vai jogar, pra q não continuemos sendo refens de jogadores q só querem saber de receber o salario no fim do mes e o time q se exploda. Isso já afasta os baladeiros, policia os q tem a oportunidade de errar e melhora e muito o comprometimento do time. O Kleina foi uma excecao pq ele ainda não vale 300 mil. O Vilson, merece mais sim e nem por q vai ter um aumento de valores, já q hj ele ganha 50 mil (pra se ter idéia, o Palmeiras ainda paga 70 mil por mes pro Tinga), ele não vá ser incluido no contrato de produtividade. Ao invés de se pagar 100 mil, paga-se 75, dando o aumento e mais 25 de variável.
Esse clima negativo a respeito do contrato por produtividade, é pressão de empresário via imprensa. eles serão os maiores prejudicados.

Corretíssimo Reinaldo, os caras estão jogando essa merda no ventilador para que nossa torcida faça uma pressão na diretoria, e eles aceitem qualquer proposta dos empresários. Temos que remunerar nossos atletas por valores razoáveis. E não venham dizer que se não pagar bem os bons jogadores vão para os outros times. Nesse ano o fluminenC teve que vender jogadores pois não aguentava mais pagar os altos salários, ainda mantiveram muitos jogadores que nossa torcida sonha, como Rafael Sóbis, Fred, etc, e mesmo assim caíram. O Fred ganha +ou- 1 MI, mas disse que não voltava se não se recuperasse 100%, ano que vem tem copa, se fosse no Palmeiras isso era uma BAITA de um chinelinho. Precisamos de bons jogadores comprometidos, porque craques descompromissados não adianta nada. E por favor esqueçam esse negócio de tri em 2015, que isso só acontecerá se a Globosta/CBF/STJD trabalharem arduamente, pois o brasileirão 2014 tem muitos times meia bocas, será difícil cairmos no próximo ano. Se conseguirmos fazer esse programa de produtividade vingar, e com o AllianzParque, logo seremos protagonistas novamente e não mais coadjuvantes.

concordo com 90%, menos quando diz que se o mustafa morrer os problemas não acabarão. Acabarão sim Reinaldo, pélo menos uns 80%. O problema é o grupo dele se dividir em uns 5.

PQP! Márcio Araújo NUNCA MAIS!!!

Tô cansado de carniça e jogador sem nível no Palmeiras.

Acorda PN! Contratações de time grande, pelo amor de Deus. E Gente Boa puxando a barca dos dispensados. URGENTE.

O pior são as mentiras que são contadas repetidas vezes com o objetivo de torná-las verdade. Uma Rede Goebbels dentro do Palmeiras. A maior delas é a de que o Tirone complicou a situação por ter gasto muito dinheiro montando um time com medalhões. Eu nunca vi isso. Eu sei é do contrário: o coitado do Felipão repetidas vezes indo à imprensa para implorar por reforços, os chamados “camarões” que nunca vieram, e por sua falta caímos para a série b. Diante dessa falsa premissa, defendem a política de “austeridade”, “não faremos loucuras” e “produtividade” do Paulo Nobre. Essas repetidas políticas miseráveis vão tornando cada vez mais o Palmeiras em um mero coadjuvante do futebol brasileiro. Eu lembro o que o Palmeiras era. O Palmeiras era temido, era o maior, era inovador, pioneiro. Mas aí chegaram os donos de pizzaria e fizeram isso aí que estamos vendo. BANDO DE INCOMPETENTES!

Eu lembro é do Tirone gastando muito dinheiro com pernas de pau, você não? (7 milhões no Luan, sem contar Mazinhos, Juninhos, etc…)

Avaliar a atual gestão é um exercício penoso e cansativo, há muita retorica e pouco conteúdo, estamos avaliando um futuro desastre , caso nada seja mudado, na questão de postura, atitude, e coragem, pois o Palmeiras sempre foi Pioneiro, sem receio de ser coadjuvante, um marco infeliz , que foi adotado há 37 anos!

É meu xará. ja disse uma vez. Não da pra chegar no Hulk, Marcelo, Alex, Elano, etc, e dizer “olha, vou te pagar 150 mil e se vc for campeão vai conseguir levar 400 pra casa”. Os caras ganham de 500 pra cima pra nem jogar direito (o Elano nem no banco estava ficando).

O gremio ta abrindo mão do Elano, do Dida, do Kleber e do Vargas pq não aguenta pagar salários. E olha q eles estão na Libertadores.

Acho que essa política de contrato por produtividade tem que ser revista, não só ficamos distantes de alguns bons reforços como corremos o risco de perder bons jogadores do atual elenco.

Bons jogadores do atual elenco??? Tá difícil hein…hahahahahahah…mas brincadeiras a parte, vai ser duro perder Leandro e Vílson e não contratar ninguem de peso. Esse P. Nobre consegue ser o pior presidente de toda a história sem nem ter completado 1 ano no poder.

Os comentários estão desativados.