Categorias
Verdão na Mídia

Verdão na Mídia 19-12-2013: Arena Palmeiras é a ‘mais espetacular do futuro’, aponta site espanhol ❘ Globo Esporte Com

NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

• Arena Palmeiras é a ‘mais espetacular do futuro’, aponta site espanhol

Dentre todos os estádios que ficarão prontos num futuro próximo, o “mais espetacular” será a nova arena do Palmeiras, o Allianz Parque, aponta o site espanhol El Gol Digital. No ranking, a casa palmeirense supera a do rival Corinthians e outros estádios brasileiros, como o Beira-Rio do Internacional e a Arena Pantanal, em Cuiabá. A lista leva em conta também projetos de remodelação, como o do próprio Beira-Rio e o do Velodrome, casa do Olympique Marselha.

– A nova casa do Palmeiras será uma referência no futebol em toda a América. Apesar de ter uma capacidade para apenas 45.000 espectadores, o estádio será equipado por inúmeras comodidades, como restaurantes e suites de luxo – diz o texto do site espanhol.

Com o impasse entre Palmeiras e a construtora WTorre, responsável pelo projeto, a obra da nova arena alviverde deve ficar pronta no segundo trimestre de 2014.

Veja o ranking dos “estádios mais espetaculares do futuro” para o site El Gol Digital:

1 – Allianz Parque, do Palmeiras – São Paulo, Brasil

2 – Stade Velodrome, do Olympique Marseille – Marselha, França

3 – Stade des Lumières, do Lyon – Lyon, França

4 – Nou Mestalla, do Valencia – Valência, Espanha

5 – Beira-Rio, do Inter – Porto Alegre, Brasil

6 – Stadion Spartak, do Spartak Moscou – Moscou, Rússia

7 – Arena Pantanal, de propriedade estatal – Cuiabá, Brasil

8 – Arena Corinthians, do Corinthians – São Paulo, Brasil

9 – CSKA Moscou Stadium, do CSKA – Moscou, Rússia

10 – Vodafone Arena, do Besiktas – Istambul, Turquia

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

••

NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

• Com apoio financeiro, Nobre perde resistência a hotel na Academia

Antes receoso com a ideia da construção de um hotel na Academia de Futebol do Palmeiras, o presidente Paulo Nobre agora está animado com o projeto. O fato de a Ambev financiar as obras da futura concentração do elenco, mediante a adesão de torcedores a uma página de rede social, deixou o mandatário mais tranquilo.

“O projeto é maravilhoso. Não é que algumas pessoas fossem contra, mas fazer e administrar um hotel não representa o core business do Palmeiras. Particularmente, até eu tinha certa resistência, pois sentia medo de construir uma coisa maravilhosa que, sem uma boa administração, fosse se deteriorando e virasse um elefante branco”, explicou Nobre.

O hotel será erguido no onde hoje está situado o ginásio poliesportivo da Academia, dispondo de mais de 30 quartos, além de auditório para palestras e preleções, sala de jogos e minicinema. Os vestiários atuais também ganharão mais espaço com as construções de novos departamentos médicos e de fisiologia.

“Se sair a reforma como estamos imaginando, teremos que dar todos os méritos aos torcedores palmeirenses que curtiram a página da Brahma do Palmeiras no Facebook. Com isso, teremos recursos no final do ano, que servirão também para a manutenção do local. Fico mais tranquilo assim”, declarou Paulo Nobre.

O Palmeiras espera inaugurar completamente a reforma de sua Academia de Futebol no início de 2015. Hoje, o clube é o único dos grandes de São Paulo que ainda não possui um hotel dentro do seu CT.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

••

NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

• Mercado vê Palmeiras atraente para patrocinadores mesmo com indefinições

Por Mauricio Duarte

Embora o Palmeiras ainda não tenha fechado um patrocínio máster para o ano de seu centenário, especialistas de mercado publicitário do esporte ouvidos pelo UOL Esporte acreditam que o clube continua sendo atraente para os anunciantes e que arrumar um parceiro comercial para 2014 é questão de tempo.

Do ponto de vista do anunciante, o ano de 2014 tem mais coisas boas do que ruins a oferecer: festas do centenário, volta à Série A do Campeonato Brasileiro e inauguração do novo estádio são os principais atrativos. Mesmo que o clube esteja em um impasse com a construtora, sofra para conseguir reforços e não tenha detalhado os planos para a data comemorativa, ainda vale a pena, segundo Fábio Wolff, sócio-diretor da Wolff Sports e especialista em marketing esportivo.

“Sem dúvida é interessante. É uma das marcas mais fortes do futebol brasileiro, uma torcida gigante. É uma das primeiras opções do mercado. O patrocinador quer um time vencedor. Ele busca atratividade, clubes que vão disputar grandes competições, que tem anos recheados de eventos e o Palmeiras tem. O clube já percebeu que o mercado não está fácil. O presidente sabe que tem que negociar um valor que seja bom para a empresa. Mas o Palmeiras tem tudo para ter patrocinador máster em 2014“, explicou.

Para Harrison Baptista, consultor de marketing e ex-diretor do Flamengo e da Traffic, o principal trunfo do Palmeiras em 2014 para angariar patrocínio está fora do campo. “Como O clube tem um ano cheio de atividades, isso pode ser explorado pelo patrocinador. Terá uma serie de atividades em torno da marca que possibilita não só a visibilidade do patrocinador, como a ativação do patrocínio. Usar essa propriedade que ele compra para fazer ações promocionais”, analisou.

Thales Paoliello, da agência Monday, vê que o descrédito sofrido pelo clube com descenso e campanhas ruins será superado pelo clima festivo. Pelo menos na visão do anunciante. “Acho que o Palmeiras perde um pouco por conta dos resultados no campo, mas tem centenário, arena multiuso etc. O patrocinador olha o extracampo. Primeiro ele vê se o clube tem a ver com a empresa como um todo. Se o time tem confusão, atrapalha. Mas acho que não é esse o caso. É um clube com muito atrativo, do estado mais visado do Brasil”, afirmou.

O presidente do time alviverde também enxerga dessa forma. Ainda segundo ele, caso não fosse a Caixa Econômica patrocinar diversos times, outras agremiações estariam sofrendo o mesmo que o Palmeiras. “Não fosse uma instituição financeira entrar, muitos clubes estariam sem patrocínio. A Globo abriu cotas a mais de patrocínio para a Copa do Mundo e o dinheiro que ia para os clubes acabou entrando nessas cotas da Copa. Isso enxugou o mercado. Vivemos um momento atípico”, disse Paulo Nobre.

O time alviverde sofre para conseguir um patrocínio desde que acabou o contrato com a montadora coreana Kia, no final do Campeonato Paulista, no último mês de maio. Desde então, aparecem anunciantes pontuais na camisa ou o clube estampa algum ativo do próprio clube, como o Avanti, programa de sócio-torcedor.

Desde que Paulo Nobre assumiu a presidência do Palmeiras, ele instalou uma política de austeridade fiscal para equilibrar as contas do clube. Até o momento, ele tem feito malabarismos financeiros para conseguir isso, como pegar empréstimos a juros menores usando seu próprio nome. Portanto, a receita vinda de um patrocinador é considerada vital para que em 2014 a margem de manobra possa ser maior.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

••

NOTICIÁRIO ❘ ESPN BRASIL

• Há 20 anos, Palmeiras batia Vitória, conquistava Brasileiro e acabava com jejum nacional

Há exatos 20 anos, no dia 19 de dezembro de 1993, o Palmeiras acabou com um longo jejum de 20 anos sem títulos nacionais e conquistou o Campeonato Brasileiro. No Morumbi, o time alviverde contou com gols dos ídolos Evair e Edmundo para bater o Vitória por 2 a 0, ratificando o título – no jogo de ida, os paulistas já haviam vencido por 1 a 0.

No Morumbi lotado por 88.644 torcedores, o Palmeiras jogou com Sérgio; Gil Baiano, Antônio Carlos, Cléber e Roberto Carlos; César Sampaio, Mazinho, Edílson (Jean Carlo) e Zinho; Edmundo e Evair. O treinador era Vanderlei Luxemburgo, que na época ainda era conhecido como Wanderley.

O surpreendente Vitória, por sua vez, foi a campo com Dida; Rodrigo, João Marcelo, China e Renato Martins; Gil Sergipano, Roberto Cavalo, Paulo Isidoro e Alex Alves; Claudinho (Fabinho) e Giuliano (Evandro). O técnico era Fito Neves.

A taça do Brasileirão coroou o ano da redenção palmeirense. Em 12 de junho, os alviverdes já haviam acabado com o longo jejum de títulos, que atravessou toda a década de 1980, ao ganhar o Campeonato Paulista em cima do rival Corinthians, com direito a goleada por 4 a 0 na final.

No torneio nacional, o Palmeiras foi o melhor times durante todo o torneio, terminando a primeira fase na liderança absoluta, com 36 pontos em 22 jogos (16 vitórias, quatro empates e apenas duas derrotas). O segundo colocado foi o Vitória, o que credenciou o time baiano a disputar a final contra a equipe palestrina.

Em 12 de dezembro de 93, na antiga Fonte Nova, Edílson, o “Capetinha”, marcou o único gol da partida, na metade do segundo tempo, dando a vitória ao Palmeiras. Uma semana depois, no Morumbi, o clube alviverde fez dois gols em 23 minutos (primeiro com Evair, depois com Edmundo) e levantou a taça.

No ano seguinte, aliás, o time do Palestra Itália voltaria a ser campeão paulista e brasileiro.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ ESPN BRASIL

••

NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

• Palmeiras breca anúncio de Rodolfo para aliviar pressão por centenário

Por Marcelo Hazan

O Rio Claro e o atacante Rodolfo já confirmaram o acerto do jogador com o Palmeiras. O próprio atleta já posou com a camisa do time em uma rede social e deu entrevista ao GloboEsporte.com como reforço, mas o clube segura o anúncio da sua contratação. O motivo da cautela é para aliviar a pressão em cima do jogador, pouco conhecido – ele tem 20 anos e é o primeiro nome certo para o centenário, em 2014. 

Ao brecar o anúncio, o Verdão tenta preservar Rodolfo do rótulo de primeira contratação do ano histórico e evitar mais pressão da torcida. A ideia é acertar com um reforço de nome, atrair a atenção para este jogador e tirar o foco do atleta de 20 anos, aposta da diretoria e da comissão técnica. A intenção também é apresentá-lo ao lado de um atleta renomado, pelo mesmo motivo.

Até o momento, porém, nenhuma contratação de impacto foi feita. O Palmeiras chegou a pensar em Alex, mas o meia permanecerá no Coritiba. Elano, do Grêmio, e Bruno César, do Al Ahli, da Arábia Saudita, são nomes na mira do clube e mais viáveis, além de Lúcio, do São Paulo. O lateral paraguaio Jorge Moreira é quem está mais perto de ser contratado.

Paralelamente aos reforços, o clube tenta renovar contratos. Marcelo Oliveira está próximo de acertar a permanência, mas Vilson e Márcio Araújo estão longe. Leandro tem situação indefinida, assim como Charles, que ainda não foi procurado.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

••

NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

• Verdão vê pedida salarial exagerada, mas fará esforço por Leandro

Por Caio Carrieri, Fabricio Crepaldi e Fellipe Lucena

Enquanto o Palmeiras achou exagerada a pedida salarial de Leandro, o estafe do atacante considerou muito baixa a primeira oferta do clube. As partes terão de ceder para haver renovação. Mesmo com valores distantes, o tom ainda é de otimismo dos dois lados.

De acordo com pessoas próximas ao atacante, o Palmeiras ofereceu salários de R$ 90 mil para tê-lo por empréstimo em 2014. No clube, comenta-se que a contraproposta foi fora da realidade: R$ 300 mil por mês, sendo que os vencimentos atuais estão perto dos R$ 50 mil.

As partes pretendem se reunir até o fim desta semana e os empresários do jogador tentarão convencê-lo a pedir menos. O Palmeiras está disposto a ampliar sua oferta, principalmente porque a concorrência tem aumentado.

No México, o jornal “Esto” publicou que o jovem de 20 anos está na mira do Atlas (MEX). O estafe dele não confirma, mas informa que há outros três clubes interessados e dispostos a pagar mais que os R$ 90 mil que o Verdão ofereceu.

O Grêmio, dono dos direitos econômicos do camisa 38, já virou concorrente. Está estabelecido em contrato que os gaúchos não têm o poder de recusar um novo empréstimo por um ano se o Palmeiras se acertar com o jogador, mas a diretoria já vê com bons olhos a chance de retorno de sua revelação. O Tricolor só pode tirá-lo do Palmeiras se quiser vendê-lo (o valor estipulado é de R$ 16 milhões), mas neste caso teria de repassar 15% do valor arrecadado nas tratativas.

O volante Léo Gago e o meia Rondinelly, outros envolvidos na troca por Barcos, voltarão ao Sul. O zagueiro Vilson fica livre no fim do ano e não deve ficar no Palmeiras.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

••

NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

• Confiante com Bruno César e Lúcio, Verdão vê Elano longe após pedida alta

Por Caio Carrieri

Uma das prioridades do Palmeiras na busca por reforços para 2014, Elano segue negociando, mas a alta pedida salarial passou a desanimar a diretoria. O zagueiro Lúcio, do São Paulo, e o meia Bruno César, do Al-Ahli (SAU), têm situações mais animadoras no momento.

Mesmo aprovado por Gilson Kleina, Elano está irredutível em se enquadrar na política salarial do Verdão, e os altos valores pedidos por ele para mudar de clube jogaram um banho de água fria nas tratativas, que vinham esquentando após o sinal verde dado pela cúpula gremista. Segundo pessoas envolvidas nas conversas, o ex-camisa 7 da Seleção Brasileira exigiu R$ 400 mil de vencimentos para trocar a Arena Grêmio pelo Palestra Itália. É justamente pelo ordenado elevado que os gaúchos estão dispostos a se desfazer do atleta – a intenção é enxugar a folha atual.

O Palmeiras está disposto a fazer um contrato de uma temporada com o jogador de 32 anos de idade. A ideia é abranger o período de vínculo que Elano ainda tem com o Grêmio (até o fim de 2014) e não ter de desembolsar muito pela transferência. Mas a pedida salarial terá de mudar. Segundo Giuliano Bertolucci, empresário do meio-campista, seu cliente estava animado em defender as cores verde e branca. O jogador afirma que não concederá entrevista até a definição do seu destino na próxima temporada.

Antes desconfiada, a diretoria, agora, está otimista em relação à contratação do meia Bruno César. O clube já formalizou a proposta por ele, e o mais viável é um acordo por empréstimo, uma vez que ele tem vínculo até 2016 com o clube da Arábia Saudita. O jogador está no Brasil e não tem dificultado nas conversas sobre salário.

A situação é parecida à de Lúcio, veterano de 35 anos de idade que está encostado no São Paulo depois de seguidos problemas disciplinares ao longo da temporada. Muricy Ramalho não o utilizará em 2014. Mesmo em baixa, o zagueiro foi aprovado e elogiado por Gilson Kleina. O Verdão está esperançoso, pois enxerga os valores pedidos por ele como “dentro da realidade”.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

••

BLOG DO ROBERTO AVALLONE ❘ UOL

• Palmeiras, preocupação

O anúncio do atraso de dois meses da entrega da Arena ao Palmeiras não foi surpresa. A perda do faturamento dos shows da banda inglesa One Direction (que devem ser realizados no Morumbi) também não. Também não é surpresa que a mediação para as divergências entre clube e construtora não dê em nada, com o caso terminando na Arbitragem.

Quer dizer: imbróglio para ninguém botar defeito. Dos grandes.

Isso somado à angústia de não ter notícias concretas sobre patrocínio, contratações ou renovações de jogadores que venceram a Série B (Leandro é o principal deles) anda a deixar de cabelo em pé muitos torcedores palestrinos que se dirigem a este blogueiro. E os tais contratos por produtividade- ou bônus- propostos aos jogadores , até agora sem êxito ao que parece, colocam em xeque a popularidade do presidente Paulo Nobre.

O jeito é esperar. Mas sabe-se lá o que vai dar.

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO ROBERTO AVALLONE ❘ UOL

••

BLOG DO VERDÃO ❘ DIÁRIO DE S.PAULO ONLINE

• Lateral paraguaio fica a um passo do Verdão

Por João Pontes

Beneficiado pela mudança no artigo 45 do Regulamento Geral das Competições da CBF, que libera a escalação de até cinco jogadores estrangeiros a partir da próxima temporada, o Palmeiras está próximo de fechar a contratação do lateral-direito paraguaio Jorge Moreira, do Libertad.

Procurado pelo DIÁRIO, José Carlos Brunoro, diretor executivo do Palmeiras, confirmou que o clube paulista negocia a chegada do jogador.

“Temos interesse na contratação do Moreira e estamos negociando com a diretoria do Libertad. Mas, por enquanto, ainda não está fechado”, comentou o dirigente.

Caso seja contratado, Moreira será o quarto gringo do elenco. Atualmente, o técnico Gilson Kleina conta com o volante uruguaio Eguren, o meia paraguaio Mendieta e o também meia chileno Valdivia.

Mendieta, aliás, foi companheiro de Moreira no Libertad. Durante a última Copa Libertadores, eles disputaram duas partidas contra o Verdão e, então, despertaram o interesse do clube brasileiro.

“Adorei esses jogadores. O Mendieta e o Moreira são muito bons”, disse Gilson Kleina, em março, durante a fase de grupos da Libertadores.

De acordo com a imprensa paraguaia, o Libertad quer US$  1,1 milhão (cerca de R$ 2,6 milhões) para liberar Moreira nesta janela — o jogador tem contrato com o clube paraguaio até  dezembro de 2014.

“Quero jogar no Palmeiras. Converso sempre com o Mendieta sobre o clube. Ele disse que o treinador gosta do meu futebol”, comentou o lateral.

• Arena

Em meio ao imbróglio envolvendo as cadeiras do Allianz Parque, dois shows da banda inglesa One Direction, marcados para 10 e 11 de maio, foram transferidos para o Morumbi. A empresa Time For Fun informou  que a mudança se deu em função da abertura da arena ainda não estar definidas.

O São Paulo receberá cerca de R$ 1,5 milhão pelo aluguel do estádio.

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO VERDÃO ❘ DIÁRIO DE S.PAULO ONLINE

••

COLUNA DO JORGE NICOLA ❘ DIÁRIO DE S.PAULO

• Saudosismo

É grande o número de fãs de Pierre dentro do Conselho Deliberativo do Palmeiras. Até o presidente Paulo Nobre já admitiu que perder o volante foi um erro da última diretoria.

••

11 respostas em “Verdão na Mídia 19-12-2013: Arena Palmeiras é a ‘mais espetacular do futuro’, aponta site espanhol ❘ Globo Esporte Com”

Em relacao ao Elano: poderia vir se o Gremio pagasse a metade do salario de 400 mil e aceitasse de volta o quinto jogador (aquele que nao veio). Tomara que de certo a negociacao com Bruno Cesar e até com o lateral paraguaio.

Yzquierdo: Felizmente ou infelizmente o futebol encontra-se nivelado por baixo, ultimamente tudo acontece. Quando menos se espera muita coisa acontece. Abraço! Avanti Verdão!

Parabéns pelo otimismo. Gostaria de ser assim também, mas, com quase 40 anos nas costas e tendo sofrido muito por este time, fico com os pés bem atrás… Já vi de tudo…

Caio, acredita que os caras do 3VV não publicaram meu comentário ? Só porque eu concordava com vc e falava umas boas para os pessimistas.

Fiquei feliz com o projeto de construção do Hotel na Academia, será ótimo para o clube (para quem não conhece o Projeto da Brahma, de uma lida nessa matéria http://www.palmeiras.com.br/noticias/2013/12/05/11h50-id10832-alviverde+inicia+obras+de+modernizacao+da+academia+de+futebol.shtml#.UrM3OF9TvmR e depois curta a página do Brahma/Palmeiras no Facebook) . E sobre o Pierre, confesso que não sinto falta… achava o futebol dele bem mediano mas compensava com muita garra, mas concordo que foi inadmissível trocá-lo pelo Daniel Carvalho e que ele era bem melhor do que o João Victor, por exemplo. Mais uma para a conta do Felipão…

Perder o Pierre foi uma burrice sem tamanho mas trocar ele por MAÇARAUJO e Barril de Carvalho foi algo de outro mundo. Talvez só essa atual gestão conseguiria (ou conseguirá) igualar esses feitos. AVANTI GESTÃO DE 2ª

Palmeiras o time CEM:
CEM jogadores (exceto Prass, Henrique, Mago, Leandro, Wesley.
CEM técnico; CEM Diretoria, CEM campo, CEM presidente,
Socorro Belluzzo.

Os comentários estão desativados.