Categorias
Verdão na Mídia

Verdão na Mídia 26-12-2013: Dois meses após acesso, Palmeiras segue com pendências para 2014 ❘ Lancenet

NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

• Dois meses após acesso, Palmeiras segue com pendências para 2014

Por Caio Carrieri e Thiago Ferri

Há exatos dois meses, o empate em 0 a 0 com o São Caetano garantiu o acesso antecipado do Palmeiras à Primeira Divisão. O tempo a mais gerou expectativa para que se adiantassem os planos do centenário. Mas, até agora, o clube tem mostrado dificuldades resolver as pendências antes de 2014.

Apesar de diversas sondagens e consultas, o Verdão tem apenas um reforço certo: o atacante Rodolfo, de 20 anos, ex-Rio Claro. Embora já tenha dado entrevistas e posado com a camisa alviverde, ele não foi anunciado ainda pela diretoria, que tenta antes apresentar um nome de peso para o ano que vem.

Até agora, porém, Marquinhos Gabriel, meia ex-Bahia, e William Matheus, lateral-esquerdo do Goiás, estão mais próximos. O atacante Anselmo Ramon, encostado no Cruzeiro, é outro que interessa.

Em negociações com Bruno César, o clube descartou Elano e sonha, ainda que de forma distante, com Ronaldinho Gaúcho – José Carlos Brunoro diz que observa o meia do Atlético-MG. Com o projeto de evitar gastos desmedidos, a diretoria repete o discurso de que “não será refém do centenário”.

No elenco, 13 jogadores estão em fim de contrato e há dificuldades para renovar com os cinco atletas que Gilson Kleina pediu a permanência (Leandro, Vilson, Charles, Marcelo Oliveira e Márcio Araújo).

Fora de campo, o imbróglio em relação ao Allianz Parque ainda não foi encerrado. A disputa pelo número de cadeiras do estádio está a cargo de mediadores entre Palmeiras e WTorre, que se acertaram ainda. Com isto, há a chance de a decisão ocorrer na corte arbitral, atrasando mais o uso do estádio.

Em meio ao que considera um processo de transformação, Brunoro quer acalmar a torcida. O diretor-executivo do clube, que sofre para conseguir implantar contratos de produtividades, espera frutos a longo prazo.

– Tudo passou por uma grande transformação em 2013 no Palmeiras. Os resultados virão mais a longo prazo, talvez as pessoas entendam isto mais para frente. Quero deixar o torcedor palmeirense tranquilo, estamos tentando fazer o melhor para o clube, mas também dentro de uma mentalidade nova. Não é mais o “vamos trazer jogador, dane-se a parte financeira”, há respeito pela entidade – disse Brunoro à “Rádio Bandeirantes”.

A torcida, talvez, não tenha paciência para esperar.

As diversas incertezas

Allianz Parque

O Palmeiras está rachado com a WTorre. A relação é tão desgastada a ponto de as partes terem recorrido ao processo de mediação para resolver o impasse – o principal ponto é a divisão de cadeiras. Com clube e construtora irredutíveis, a discórdia deve parar na arbitragem. Atrasada, a obra só deve ficar pronta no segundo semestre de 2014 – provavelmente em outubro.

Patrocínio

Conselheiros e torcida questionam a inexistência de patrocínio master no futebol há mais de sete meses – desde a eliminação na Libertadores, em que a Kia Motors estampou a sua marca na camisa pela última vez. O marketing costura um acordo com a Caixa Econômica Federal, mas o clube precisa quitar as suas dívidas fiscais para ter as Certidões Negativas de Débito (CNDs).

Reforços

Gilson Kleina fez os pedidos à cúpula palmeirense há mais de um mês. No entanto, até agora apenas o atacante Rodolfo (foto), de 20 anos que estava no Rio Claro, foi contratado. O Verdão não confirmou a chegada do jovem jogador porque não quer colocar nele o rótulo de primeiro reforço do centenário. Espera fechar com outra peça mais renomada para anunciar.

Renovações

Até o momento o Alviverde não conseguiu prorrogar o contrato de nenhum atleta com que a comissão técnica espera contar para a próxima temporada. São eles: Leandro (foto), Charles, Marcelo Oliveira, Márcio Araújo e Vilson. Os dois últimos, além de Leandro, são os casos mais complicados. Foram liberados Ronny, Rondinelly, Léo Gago e Fernandinho.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

••

NOTICIÁRIO ❘ JP ONLINE

• Em ano agitado, Palmeiras retorna à elite e se redime antes de seu centenário

O ano de 2013 foi um ano emblemático na história do Palmeiras. Depois de começar a temporada em clima nada agradável, já que o time de Palestra Itália tinha acabado de ser rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro e carregava o fardo de ter que subir de volta à elite do futebol nacional para viver dias melhores no ano do centenário, em 2014.

De diretoria nova, já que o presidente Paulo Nobre assumiu o cargo em janeiro de 2013, em substituição a Arnaldo Tirone, que teve uma gestão para se esquecer, a agremiação do Parque Antártica tinha a obrigação de se redimir do vexame de 2012.

Apesar de ter começado o ano já com a cabeça na disputa da segunda divisão, o Palmeiras teve que deixar a Série B um pouco de lado, enquanto o campeonato nacional não começava, e voltar suas atenções para o Campeonato Paulista e, principalmente, para a Copa Libertadores, grande esperança da torcida palmeirense em termos de título significativo.

Na primeira fase do estadual, o Palmeiras terminou a etapa de pontos corridos na sexta colocação (34 pontos – 9 vitórias, 7 empates e 3 derrotas) e, assim, se classificou para as quartas de final em uma posição não muito favorável, o que acabou colocando o Santos no caminho da equipe comandada pelo técnico Gilson Kleina. Nas quartas, o Palmeiras empatou com o Santos na Vila Belmiro e, na disputa de pênaltis, o Alviverde foi derrotado por 4 a 2, o que decretou sua eliminação.

Na Libertadores, o Palmeiras caiu no grupo 2, que era composto por Tigre-ARG, Libertad-PAR e Sporting Cristal-PER. O Palmeiras saiu vitorioso nas três partidas que disputou no Pacaembu e perdeu as três fora de casa. O clube de Palestra Itália começou a competição vencendo o Sporting Cristal (2 a 1), mas depois engatou uma sequência de dois resultados negativos, contra Libertad (2 a 0) e Tigre (1 a 0) e acabou ficando em situação delicada para buscar a classificação.

Depois do revés para o Tigre, inclusive, os integrantes da torcida organizada Mancha Verde entraram em confronto com os jogadores no aeroporto de Buenos Aires e o goleiro Fernando Prass foi atingido por um objeto de vidro e acabou ficando com um corte na cabeça.

Após as duas derrotas, o Palmeiras ainda devolveu o revés para o Tigre (2 a 0), venceu o Libertad (1 a 0), resultado que deu a classificação ao time com uma rodada de antecedência, e mesmo tendo sido derrotado pelo Sporting Cristal na última rodada do grupo 2, o Verdão terminou na liderança da chave, com os mesmos nove pontos do Tigre, mas levando vantagem no saldo de gols.

Nas oitavas de final, o alviverde imponente teve pela frente o Tijuana-MEX, segundo colocado do grupo 5, o mesmo do Corinthians. Nas oitavas, o Palmeiras teve grandes chances de bater o Tijuana no México, viu o árbitro não marcar um pênalti duvidoso no volante Wesley e acabou voltando da América do Norte com um 0 a 0. No Pacaembu, o Palmeiras foi derrotado por 2 a 1, em jogo no qual o goleiro Bruno levou um ‘frango’ histórico, e caiu fora do torneio continental.

Na Copa do Brasil, a situação foi ainda pior. Com o novo regulamento, que permite que os times que participaram da Libertadores disputem também o torneio, o Palmeiras entrou diretamente nas oitavas de final, cruzando com o Atlético-PR. No primeiro jogo, realizado no Estádio do Pacaembu, o Verdão venceu, no sufoco, por 1 a 0. Já no Estádio Durival de Britto, a história foi bem diferente e a equipe de Palestra Itália acabou fazendo uma apresentação desastrosa e perdeu por 3 a 0, sendo eliminada de forma precoce da Copa do Brasil.

Após essa derrota, inclusive, o presidente Paulo Nobre criticou duramente a postura dos jogadores do elenco dentro de campo e o técnico Gilson Kleina foi bastante contestado e ficou na ‘corda bamba’. Apesar disso, a diretoria manteve o técnico no cargo e o trabalho seguiu com o mesmo comandante.

Era a hora de voltar todas as atenções para a disputa da Série B, único torneio que restava no calendário alviverde depois da queda na Libertadores. Com um elenco longe de estar recheado de estrelas, mas contando com bons nomes, como o goleiro Fernando Prass, o zagueiro Henrique, os volantes Wesley e Eguren, os meias Valdivia e Mendieta e os atacantes Leandro e Alan Kardec, que chegou ao clube no meio do ano, o Verdão teve uma caminhada difícil no início do campeonato nacional, mas depois foi ganhando corpo e garantiu o título com duas rodadas de antecedência, após a partida contra o Boa Esporte, válida pela 36ª rodada.

Alguns nomes, como Alan Kardec, Valdivia e Wesley foram os destaques. O atacante foi o artilheiro do Palmeiras na Série B, com 14 gols, coincidentemente o mesmo número de sua camisa, enquanto que o meia chileno e o volante fizeram boas partidas na segunda divisão do nacional, principalmente depois de terem sido bastante criticados por parte da torcida, sobretudo no primeiro semestre.

No final, o Palmeiras encerrou sua campanha de título e retorno à elite do futebol nacional com 79 pontos conquistados em 38 partidas, tendo somado uma campanha de 24 vitórias, sete empates e sete derrotas.

Já com o acesso e o título, o Palmeiras agora mira o seu centenário. O ano de 2014 é extremamente aguardado pela torcida, que só pensa em títulos, principalmente no Campeonato Brasileiro. Um dos principais passos tomados pelo alviverde paulista foi a renovação de contrato do técnico Gilson Kleina e, agora, a diretoria corre atrás de reforços e renovações para reforçar o elenco.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ JP ONLINE

••

NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

• Kleina fala em poupar Valdivia nas primeiras rodadas do Paulistão

A briga de Valdivia contra as lesões não é nenhuma novidade. Mesmo com uma temporada de destaque em 2013, onde o meia foi decisivo para a campanha do Palmeiras na série B, o meia desfalcou o time em ocasiões importantes. Mas o técnico Gilson Kleina, em entrevista à Rádio Globo, garantiu que vai continuar poupando o Mago em jogos teoricamente mais fácil, para ter o meia em boas condições nas partidas mais complicadas.

– Esse ano vamos continuar o monitoramento que tivemos com ele durante o ano. Não é fácil você chegar para o atleta e falar que ele vai ser poupado em um jogo para jogar em outro, mas vamos continuar esse monitoramento pra tê-lo nos jogos importantes – disse o treinador.

Valdivia foi poupado da última partida do Palmeiras pela série B, contra a Chapecoense, devido à um desconforto muscular. Mesmo tendo alguns dias a mais de descanso, já que não atuou nesta partida, o meia não deve participar das primeiras rodadas do Campeonato Paulista de 2014.

– Para início de Paulista acho que não vai ser possível. Ele saiu com essa lesão e acho que não vamos ter tempo suficiente para recuperar, mas vamos ver como ele se apresenta – projetou o técnico.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

••

NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

• Kleina ainda crê na permanência de Leandro, Araújo, Vilson e Charles

Antes de viajar para Curitiba, onde passa férias, Gilson Kleina solicitou a renovação do contrato de cinco jogadores e, até agora, só viu Marcelo Oliveira acertar verbalmente a sua permanência. Mesmo assim, ainda acredita que Leandro, Márcio Araújo, Vilson e Charles se reapresentarão com o elenco no dia 3, na Academia de Futebol.

“Quem tem destaque no Palmeiras se valoriza, é uma vitrine muito forte. Mas temos uma semana para ver se tem novidade”, comentou o treinador em entrevista à rádio Globo, mostrando entender a dificuldade de cada um dos casos para a base campeã da Série B do Brasileiro continuar em 2014.

Diante da dificuldade para acertar salários com Leandro, o Verdão encontrou investidores para contratá-lo em definitivo e oferecer investimentos maiores. Mas o Grêmio, dono de seus direitos econômicos, exigiu, ao menos 5 milhões de euros (cerca de R$ 16 milhões), o que tornou mais provável o clube tentar um novo empréstimo que pode ser feito unilateralmente, bastando apenas o acordo salarial.

Já Vilson e Márcio Araújo não têm vínculo com nenhum clube, mas seguem sem acerto porque não concordaram com o que foi oferecido pela diretoria. O modelo de contrato de produtividade, com salário menor e prêmios maiores caso o time atinja os seus objetivos, desagradou, até porque ambos são titulares e queriam aumento.

Charles, embora ainda tenha contrato com o Cruzeiro, pode ficar emprestado por mais um ano em decisão unilateral do Verdão, mas também precisaria aceitar o contrato de produtividade. Marcelo Oliveira, por sua vez, acertou verbalmente sua renovação, segundo seu empresário Nick Arcuri disse à Gazeta Esportiva, nos moldes antigos.

“Falo todo dia com o Omar (Feitosa, gerente de futebol) e o (diretor executivo José Carlos) Brunoro. Até agora, algumas negociações com esses jogadores avançaram, enquanto outras estão estagnadas não com eles, mas com seus procuradores. Não é o jogador que decide neste momento”, defendeu Kleina.

O técnico já recebeu o atacante Rodolfo, vindo do Rio Claro, e quer mais dois nomes na posição, mesmo que Leandro fique. Se o artilheiro do Verdão em 2013 não renovar, serão necessários mais reforços. Já na zaga, um atleta a mais será solicitado caso Vilson saia, até porque André Luiz foi liberado para acertar com outra equipe.

Entre os que aguardam pela prorrogação de contrato, Wendel tem sua permanência dada como certa. O volante, que também atua na lateral direita, saiu de férias avisando que nem precisaria de aumento para ficar e disse ter acertado verbalmente o novo vínculo. Ele e Marcelo Oliveira devem assinar os contratos na próxima semana.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

••

NOTICIÁRIO ❘ ESTADÃO ONLINE

• Palmeiras tem conversas adiantadas com William Matheus e Anselmo Ramón

O Palmeiras tem negociação encaminhada com dois jogadores. O lateral-esquerdo William Matheus, do Goiás, e o atacante Anselmo Ramón, do Cruzeiro, podem ser os próximos reforços a acertar com o time para a temporada 2014. “São grandes possibilidades, mas faltam detalhes finais. O final de uma construção é o acabamento e no futebol, funciona do mesmo jeito. Estamos em negociação e bem otimistas”, disse o diretor-executivo José Carlos Brunoro em entrevista à Rádio Bandeirantes.

O atleta da equipe goiana não vai renovar contrato e assim, fica livre para assinar com o Palmeiras. Já Anselmo Ramón, teve pouco espaço nesta temporada na equipe cruzeirense. Outro jogador perto de ser anunciado é o meia Marquinhos Gabriel, do Bahia, que já acertou salários com o Palmeiras e deve ser confirmado em janeiro.

O clube ainda não desistiu de contar com o zagueiro Lúcio. Antes, porém, o Palmeiras precisa esperar que o defensor de 36 anos encerre o seu vínculo com o São Paulo para só depois prosseguir com as negociações para a vinda do jogador.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ ESTADÃO ONLINE

••

BLOG DO VERDÃO ❘ DIÁRIO DE S.PAULO ONLINE

• Anselmo Ramon quer vir para o Palmeiras

Sem dinheiro para contratações de impacto, a diretoria do Palmeiras estuda uma nova troca com o Cruzeiro. Segundo o diretor executivo José Carlos Brunoro, o clube tem interesse no centroavante Anselmo Ramon, reserva do time campeão brasileiro. A negociação deve incluir a permanência de Luan na equipe mineira.

Revelado pelo Bahia, Anselmo foi comprado pelo Cruzeiro em 2009. Neste período, atuou por Itaúna, Cabofriense, Kashiwa Reysol-JAP, Rio Branco, Avaí e Oeste de Itápolis. No elenco celeste desde 2011, vem jogando pouco. Nesta temporada, disputou 16 partidas e fez dois gols, o último deles na vitória sobre o Botafogo por 2 a 1, em junho, pelo Brasileirão.

Com o iminente retorno de Marcelo Moreno à Toca da Raposa, o atacante, de 1,83 m de altura e 25 anos, acredita ter chegado o momento de respirar novos ares. O dono da camisa 9 do Cruzeiro é Borges, autor de dez gols no último Brasileirão.

“O Anselmo tem contrato com o Cruzeiro até 2016. Mas é claro que tem vontade de jogar mais”, diz o agente Sérgio Coré. “E qual jogador não gostaria de atuar pelo Palmeiras? Ele adoraria de ter essa oportunidade… Vamos torcer para Palmeiras e Cruzeiro se entenderem.”

• Admiração de Kleina

Coré reconhece que o Verdão já o procurou para manifestar o desejo de contar com o atacante, que tem a aprovação de Gilson Kleina. O técnico pediu à diretoria um reserva para Alan Kardec — na avaliação do treinador, o time caiu muito de rendimento nas partidas em que o camisa 9 foi desfalque, por estar suspenso ou machucado.

“Quando o Gilson Kleina era técnico da Ponte Preta, me ligou mais de uma vez para pedir o Anselmo. O Gilson gosta bastante do estilo dele”, diz Coré.

Anselmo Ramon está de férias na Bahia. Em junho deste ano, ele esteve prestes a se transferir para o Atlético-PR, que pretendia pagar R$ 3 milhões por 40% de seus direitos econômicos. O time mineiro, porém, desistiu da negociação.

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO VERDÃO ❘ DIÁRIO DE S.PAULO ONLINE

••

COLUNA PAINEL FC ❘ FOLHA DE S.PAULO

Por Marcel Rizzo

• Dividindo teto

O atraso nas obras das arenas de Corinthians (pronta só em abril) e Palmeiras (em junho) fará com que os dois clubes comecem 2014 mandando jogos no mesmo estádio, o Pacaembu. A Prefeitura de São Paulo, proprietária do estádio, terá uma renda extra que já não contava para o ano que vem.

• Casa santista

O fato de Corinthians e Palmeiras jogarem no Pacaembu por mais alguns meses vai atrasar projeto da diretoria do Santos de fazer um acordo com a prefeitura da capital paulista para ter o Pacaembu como casa oficial santista em São Paulo e revezar partidas com a Vila Belmiro.

••

COLUNA DO JORGE NICOLA ❘ DIÁRIO DE S.PAULO

• Apoio incomum

Um dos maiores críticos das administrações do Palmeiras, o conselheiro Gilto Avalone gostou da política de salários condicionados a títulos. “Essa vai ser a salvação do futebol brasileiro”, prevê Gilto.

• Conta pesada

O Palmeiras vai terminar 2013 devendo mais de R$ 60 milhões a Paulo Nobre — o dinheiro foi pego emprestado pelo presidente e repassado ao Verdão desde janeiro.

• No vermelho

O COF (Conselho de Orientação Fiscal) do Palmeiras aprovou as contas do mês de novembro, apesar do déficit superior a R$ 1,7 milhão. O prejuízo na temporada já ultrapassa os R$ 26 milhões.

••

19 respostas em “Verdão na Mídia 26-12-2013: Dois meses após acesso, Palmeiras segue com pendências para 2014 ❘ Lancenet”

Todo dia aqui na praia eu vejo pelo menos 3 pessoas(que não são as mesmas) com o manto alviverde…imaginem se estivéssemos por cima da carne seca…………. PALMEIRASSSSSSSSSSSSSSSSS fiu fiu fiu

Estava olhando hoje o elenco “contratado” do Palmeiras e somando as possíveis saídas de Bruno, Vilson, Henrique, Charles, Araújo e Valdívia. André Luis já recebeu o bilhete azul. Pra mim essa “busca” pelo Lúcio é para curar a saída do Henrique. Acho que o Bruno César só vem se for confirmada a saída de Valdívia.

Gol: Prass, Deola e Vinícius.
Zag: Thiago Alves, Thiago Martins, Luiz Gustavo.
LD: Moreira, Bruno Oliveira e Wendel.
LE: Juninho, William Matheus e M. Oliveira.
1.VOL: Eguren, Renatinho e Denoni.
2. VOL: Wesley e Dybal (acho que renovam ou o Araújo ou o Charles).
MEI: Mendieta, Patrik Vieira, M.Gabriel, F. Menezes e Serginho.
ATA: Kardec (só até meio do ano), Leandro, Vinícius, Rodolfo e Caio Mancha.

Esse é o Palmeiras pro Paulistinha, chega nas semis pode perder pra Santos ou Lusa, pro Brasileiro é time para brigar pra não cair.

Igual não heim… que me lembre o presidente deles não ficava humilhando o próprio clube e torcida naquele ano, dizendo que não montaria time forte e que não almejaria títulos, pois não tinha dinheiro…

Luizão parte do seu comentário foi retirado porque poderia ser considerado ofensivo às pessoas citadas.
Pedimos desculpas pelo inconveniente.
Se o comentário acima não representa completamente sua opinião nos avise e retiramos integralmente.
Atenciosamente,
O Administrador.

A grande gestão “inovadora´´, “profissional´´, e “transparente´´, não conseguiu equilibrar as finanças do Palmeiras , que possui um déficit nada modesto, desta forma amigos, estamos na mesma situação de antes, que além de fraca mostra-se incompetente, com SOBERBA!

Agora deu pra sacar qual é a do PAULO MOLE!!! Com essa dívida de 60 milhões que o clube deve ao investidor Paulo Mole, ele automaticamente , já garante sua reeleição !! Paulo Mole iia passar pela história do clube sem ganhar NADA e ainda por cima sem conseguir inaugurar o ALLIANS PARQUE !!!!

1 – não é mais trazer jogadores e dane-se a parte financeira…… quando foi isso?, 2 – Nem começou o campeonato e já estão falando em poupar o Valdivia…. É esse que deveria assinar um contrato de produtividade, vê se ele aceita…

Ficamos um ano na serie B,não pagamos ou equilibramos o setor financeiro,pois temos um prejuizo no ano de 27 milhões,não formamos base pra serie A,não conseguimos patrocínio,tà saindo jogador zezinho e trazendo luizinho.Logo essa diretoria tà igual ou pior que Tirone e Frizzo.

Zek AMIGO VERDE, você viu na última parte do texto que o Palmeiras aumentou a dívida pro Paulo Nobre que é de R$60 MILHÓES??? É isso mesmo o Palmeiras está DEVENDO a Paulo Nobre, simplesmente esse pilotozinho de meia tijela está USANDO o Palmeiras pra conseguir algo pra ele. FORA PAULO NOBRE seu….

“Um dos principais passos tomados pelo alviverde paulista foi a renovação de contrato do técnico Gilson Kleina “. Na verdade foi o único passo, além de uma demonstração que não podemos esperar muito de 2014. Isso sem falar que o novo estagiário continua pedindo no Palmeiras os mesmos jogadores que pedia quando estava na Ponte…. E a diretoria profissional tem dificuldade para atender!

O fato do câncer Gilto Avalone achar boa a idéia de contratos por produtividade, mostra a m… que é essa ideia. Só vai servir, se tanto, pra jogadores em fim de carreira e para promessas.]

E o Brunóquio, não aceita mudar o contrato dele para um por produtividade?

PENSAMENTO PEQUENO = TIME PEQUENO = RESULTADOS PÍFIOS = VEXAMES E HUMILHAÇÕES = PERMANECER UNS 3 ANOS NA SÉRIE B É O CAMINHO PARA NÃO GASTAR MUITO = PAGAR DÍVIDAS.

É isso aí, é a mais PURA VERDADE. PLA PLA PLA PLA PLA PLA PLA PLA PLA PLA PLA PLA PLA PLA PLA PLA PLA PLA PLA PLA PLA PLA PLA PLA PLA PLA PLA PLA…

Ah, eu tinha esquecido, o Palmeiras que eu aprendi a AMAR esse clube não foi esse Palmeiras que eu estou vendo atualmente!!! Fato.

Então, não devemos esperar mais nas ATITUDES que os atuais conselheiros e dirigentes comandam o nosso clube, aliás, NOSSO CLUBE, deveria a Torcida invadir o clube e colocar esses maus dirigentes pra correr e a Torcida assumir o controle, seria uma utopia total. Na minha opinão o ano do centenário será o MAIS DO MESMO, o ano do centenário será o ano do CEM; CEM patrocínio máster, CEM jogadores de nível, CEM a nossa casa, CEM categoria de base, CEM dinheiro (aliás, o Palmeiras tem dinheiro só que o mu$tafá e sua turminha está colocando o dinheiro no bolso) e CEM títulos, do jeito que as coisas vão o Palmeiras vai pra falência.

Nenhuma noticia boa? PQP, parece que estou lendo o Noticias Populares….

Os comentários estão desativados.