Categorias
Notícias

Campeonato Paulista 2014: foi dada a largada

E começou o Campeonato Paulista 2014.

Com mudanças nas regras.

Este ano, diferente dos anos anteriores, teremos chaves. São 4 grupos com 5 times cada um. Os dois primeiros colocados se classificam para as quartas-de-final.

Os times de uma chave jogam SOMENTE com os times das outras chaves, em turno único. Ou seja, os times de uma determinada chave não vão jogar entre si.

Um dia seria interessante doar o cérebro de um dirigente da FPF para ser estudado pela ciência. Montar um regulamento desses é digno de um ser com inteligência ou perspicácia que um ser humano normal não consegue enxergar. Claro, não podemos esquecer da ajuda dos presidentes de clubes que aprovaram este regulamento.

Por quê? Algumas curiosidades possíveis de acontecerem no torneio.

i.  TODOS os times de um grupo podem ter 100% de aproveitamento. Ou seja, teríamos 5 clubes disparados os melhores do Paulistão mas apenas dois se classificariam para as quartas-de-final.

ii. TODOS os times de um grupo podem ter 0% de aproveitamento. Quatro deles seriam rebaixados – e sem terem tido confronto direto. Mas dois deles iriam disputar as quartas-de-final.

iii. Além de não termos o 2o turno – como não tínhamos no passado – teremos menos jogos, em virtude do calendário de 2014 ser mais apertado. Assim tiveram que reduzir o número de jogos. Os times do mesmo grupo não jogam entre si. Mas disputam as posições nos seus grupos entre si.

iv. A rigor a diferença técnica dos grandes clubes em relação aos pequenos do interior é enorme. Muito possivelmente São Paulo, Corinthians, Santos (com a Portuguesa no vácuo) e Palmeiras são os grandes favoritos nos seus grupos. Ou seja, teremos 15 rodadas – entre 18 de janeiro e 23 de março – apenas para descobrirmos como será o cruzamento das finais (4as, semi e finais). Imagine o público pagante que teremos nos estádios.

A despeito dessas possibilidades o Campeonato começou. O Palmeiras foi o time que mais jogadores trouxe. O Santos investiu mais. O Corinthians foi mais tímido. E o SPFC nada investiu. O Campeonato está aberto e por se tratar de um “torneio” com chaves e mata-mata as chances entre os grandes ficam muito iguais. No final vai pesar um tanto a camisa, os jogadores mais tarimbados para um clássico decisivo e/ou ainda aquele time que decolar no momento certo.

Nesse sentido as chances palmeirenses estão do mesmo tamanho – um pouco mais para alguns, um pouco menos para outros – do que seus rivais. Os times começarão a crescer entre fevereiro e março. Até lá teremos mais clareza sobre quem é quem no campeonato, e quais são as reais ambições de todos.

Pro Palmeiras, no ano do seu centenário, se tem um campeonato que pode servir de redenção, é esse.

E como disse um grande palestrino: adivinhem qual grupo os cinco times ganharam na R01.

Vamos torcer!

GRUPO A

São Paulo
Penapolense
Linense
Atlético Sorocaba
Comercial

GRUPO B

Corinthians
Botafogo
XV de Piracicaba
Ituano
Audax

GRUPO C

Santos
Ponte Preta
São Bernardo
Paulista
Portuguesa

GRUPO D

Palmeiras
Mogi Mirim
Bragantino
Oeste
Rio Claro

8 respostas em “Campeonato Paulista 2014: foi dada a largada”

Realmente o formato do campeonato é lamentável.

Era só ligar o FIFA no pc e ver os modelos de liga,copa e etc e montar um(a)

Véi, o cara que bolou o campeonato é filho de alguém da federação, tem 8 anos e montou isso para seu torneio de futebol de botão contra o seu irmão de 5.
Por que se não for isso tem que internar o cidadão.

Pelo o q eu entendi rebaixam 4 piores no geral, mas o q eu queria saber, é quantos
times sobem da segunda para a primeira divisão?
Porque o campeonato paulista ele tem muitos times,
deveria diminuir, deixar com no maximo 15 ou 14 times. Se colocar 15 faz um turno e os 4 vão para as finais. Se colocar 14, faz dois grupos de 7 e os dois melhores vão para as finais. Eu prefiro com 14, pq seriam turno unico assim ficariam 6 jogos mais as finais, ficando no maximo de 10 jogos.
Campeonato pequeno da para os times fazerem uma pre temporada de mês.
Os times do Interior jogariam depois o campeonato do Interior para decidir qual é o melhor entre
eles.

vou mais longe um pouco. precisamos estudar quem bolou esta regra e também quem aceitou a mesma regra. o poder está nas mãos dos times e eles não sabem usar este poder.

Realmente quem “bolou” esse campeonato tem de ter o cérebro estudado pela ciência. Porque realmente quem pensou numa fórmula dessa é uma sumidade.

Duas perguntas:

1. Quem cai pra A2 é o ultimo colocado de cada grupo ou as quatro piores campanhas no geral?

2. Pra que renovou o contrato do Wendell, se ele está sendo reserva de um cara que nem da posição é (Serginho)?

Os comentários estão desativados.