Categorias
Opinião

Carta aberta ao presidente

Por Rodrigo Barneschi, do blog Forza Palestra

Caro Paulo de Almeida Nobre,

Cá estava eu, tranquilo, aproveitando meu recesso e acompanhando, a partir de estudada e saudável distância, as infinitas atrocidades cometidas pelo senhor e por seus asseclas contra a Sociedade Esportiva Palmeiras. Uma atrás da outra, elas se somam dia após dia, em uma escalada interminável e por demais nociva. Eis então que, não contente com as más práticas na gestão do clube, o senhor nos presenteia com esta carta aberta logo no primeiro dia do nosso centenário.

Ora, ora, nobre presidente, cartas abertas, ainda que com retórica descuidada e mesmo que desprovidas de conteúdo, abrem espaço para outras cartas, igualmente abertas, em devolução a esta inicial. O senhor, portanto, não me deixa escolha e, ao menos por ora, me sinto no dever de publicar um documento que se pretende atemporal. Na sequência, uma vez que não vivo de renda, me permito retomar os afazeres cotidianos.

Começo por dizer, caro presidente, o seguinte: a infelicidade da carta que chega até a “torcida que canta e vibra” demonstra ou o seu distanciamento em relação aos 16 milhões que somos o Palmeiras ou, ainda pior, que o texto pode assim, de maneira um tanto desavisada, ter saído da lavra de seu fiel (pois gambá) assessor, aquele a quem o senhor dá guarida em detrimento de palmeirenses de quatro costados. A escolha foi e é sua.

Tomo para mim, em que pese o risco de estar sendo demasiadamente ingênuo, que um palmeirense alçado ao posto de presidente do Campeão do Século XX jamais permitiria que um gambá escrevesse uma “carta aberta à torcida que canta e vibra”. Isso posto, me sinto impelido a atribuir a desqualificação deste documento ao já apontado distanciamento do senhor em relação à massa alviverde e em relação a tudo aquilo que fez o Palmeiras ser o que ele é – e continua sendo, apesar do senhor e dos seus.

Tal distância se revela em cada pronunciamento oficial e em cada nova demonstração de desapego às nossas tradições, bem como de pertencimento a uma realidade alternativa que nada tem a ver com aquela que vivemos dia após dia. É o distanciamento que já foi apontado tantas e tantas vezes (sugiro conferir as muitas publicações acerca disso lá no Forza Palestra) e que só faz piorar à medida que o senhor se envolve com a sua questionável rede de aliados.

Foi o senhor, presidente, que cunhou, em sucessivas entrevistas, o termo “refém do centenário”. Fazendo um bom esforço, consigo até entender o que se passa pela sua cabeça quando diz isso. Mas, presidente, eu nem sei como te dizer isso e espero que você não se assuste muito, mas esses tais 16 milhões da sua carta aberta não temos muita opção: somos reféns do que sentimos pelo Palmeiras. Não de um Palmeiras administrado – de maneira tacanha – como se fosse uma pequena empresa (ou, vá lá, um tosco fundo de investimento), mas de um Palmeiras que se notabilizou por ser o mais vencedor entre todos os clubes de futebol deste país. Sei que isso pode te chocar, mas é assim que funciona uma torcida de futebol – não apenas a que “canta e vibra”, mas qualquer outra.

Se é um tanto inconsciente este processo, o mesmo não se pode dizer de quem que se torna refém voluntário de uma política covarde e também de figuras como as que o cercam: um CEO que, um ano passado, nada fez de diferente a não ser insistir nos mesmos erros e repetir as mesmas desculpas; um departamento de marketing que se mostra incapaz de, no ano do centenário e com a Copa do Mundo por aqui, arrumar um patrocinador que até mesmo figuras débeis de outros tempos conseguiram; um fiel assessor que vive tropeçando nas próprias mentiras. Isso sem contar o débil exército da austeridade, esta claque de indigentes mentais que aparentemente o sustenta.

De tal forma, nobre mandatário, que suas desculpas esfarrapadas e suas grosseiras tentativas de eximir de responsabilidade a sua gestão se tornam inconsistentes à medida que contrapostas às equivocadas decisões tomadas exclusivamente pelo senhor. Sim, porque, entre outras, é sua a decisão de manter como CEO, sabe-se lá a que custo, um profissional que se mostra incapaz de apresentar quaisquer resultados minimamente positivos.

A não ser que abandone o compromisso com o erro que pauta esta sua administração, será eternamente lembrado como o homem que distanciou o Campeão do Século XX de sua finalidade única. Pior ainda: como o homem que escolheu fazer isso logo no ano de seu centenário.

Lamento, ainda, que o senhor tenha se prontificado a escrever uma carta aberta com o propósito de, já nas derradeiras linhas, evocar o discurso derrotista e vazio que já caminha para o seu primeiro aniversário. Aproveito para sugerir ao senhor que vá ao dicionário procurar o significado de autossuficiência. Faça esse favor a si mesmo.

Por fim, de nada adianta conclamar a torcida a transformar o estádio em caldeirão, a cantar alto, a se doar ou a empurrar o time à vitória. Porque isso tudo é o que fazemos ano após ano, quaisquer que sejam os dirigentes de plantão a destruir o Palmeiras e sejam lá quais forem os jogadores, o treinador, o adversário e o campeonato de que tomamos parte. Isso tudo é o que faz o Palmeiras ser o que é – apesar da mentalidade tacanha de quem o dirige hoje. Isso tudo nós fazemos por conta própria, sem precisar que alguém que vive em outra realidade nos venha ensinar. Não queira se apropriar do que não entende. Em vez disso, o senhor deveria se preocupar em conduzir o Palmeiras como o gigante que ele é, entrando em campo não para passar vergonha e fechar o balanço no azul, mas para ser campeão, superando, como de costume, todos os seus rivais.

Faça-nos um favor, portanto: não venha querer ensinar o palmeirense a torcer. Não venha querer dizer como devemos nos portar no estádio, como devemos empurrar o time, como devemos fazer a diferença na arquibancada. Disso, meu caro senhor, entendemos nós.

Rodrigo Barneschi, do blog Forza Palestra

Palmeirense, sócio do clube, sócio Avanti e defensor eterno da arquibancada e de um Palmeiras que tem apenas e tão somente um propósito: ser campeão

***

Nota da Administração do 3VV: a Coluna Opinião passa a ser chamada de Opinião do Torcedor, publicada às 2as feiras e sem um colunista fixo, mas com a colaboração de parceiros e amigos do 3VV e seus colunistas. Como sempre informamos em nossas colunas, a opinião é do colunista e não necessariamente reflete a opinião do site.

 

239 respostas em “Carta aberta ao presidente”

Torcida mais chata do Brasil é isso aí.
.
Gestão Paulo Nobre/Brunoro tem inúmeros pontos a serem criticados mesmo. O grande problema é que, geralmente, quem adora criticar toda vírgula nunca abriu a boca pra elogiar o que vem fazendo de bom.

Caro Barneschi,
Na minha opinião de Palmeirense, que começou a ir ao estádio em 76, portanto viveu todas as mazelas dentro do campo, não é mais possível acreditar em papai noel. E a meu ver é isto que faz quem acha que presidente de clube de futebol tem varinha de condão. Acorda nego! Não entraremos mérito da aberta ou dos atos do atual presidente, motivo da tua resposta. Deixe pra la. Vivemos em 2014 numa draga de país em que o mal maior é acreditar que o governante vai resolver tudo e dar bolsa isto ou bolsa aquilo. A transição para o antro que é a política da SEP para algo melhor vai levar no mínimo uma década! Uma hora tem que começar, ou vai dizer que vc é Tironete ou Beluzzete?

Há anos não tínhamos tanta contratação (de razoável para boa) no time do Palmeiras. Olho para os rivais e não vejo nenhuma contratação.
Me parece que depois da pisada de bola do Barcos a diretoria faz um bom trabalho. INFINITAMENTE superior ao DESGOVERNO de Tirone e à gastança INOCUA de BElluzzo.
Confio na Gestao do Nobre: Reduziu os gastos e compôs um elenco minimamente decente (Mandou Márcio Araújo embora).
(Valdívia, Bruno Cesar, Wesley e Eguren no meio-campo é o melhor que tivemos nos últimos 5 ou 6 anos).
Creio que o Palmeiras está no caminho certo: bom elenco e saúde financeira

Caros palestrinos. vou expressar aqui minha opinião. acho q o palmeiras não deve fazer contratações absurdas, acredito q a diretoria esta no caminho certo, saneando as contas, buscando jogadores que querem realmente jogar no palmeiras e, e um futuro próximo montar uma grande equipe.

Sabe o que é realmente engraçado? A maioria dos que estão vislumbrados com as atitudes do P.Nobre ao que parece estão só a par das noticias que a mídia comum e o staff do presidente estão mostrando. É triste, pois é dificil explicar para os mesmos o real status das situação. Aí ele me leem a carta escrita pelo Barneschi e enxergam ódio…. ódio?! Será que se esqueceram do que somos ou nunca souberam e já se acostumaram com a mediocridade que vivemos a seguidos anos? Já vi varios comentarios a respeito da situação do clube em diversos sites da MP e os que tomam posturas criticando as atitudes da diretoria atual ( não estão contra, estão criticando!) são sempre achincalhados pelos meninos chapa branca, como se fossem terroristas. A conclusão que chego é que o PN está de parabéns por mediocrizar uma boa parcela da torcida alviverde… eles(os que defendem) não entendem que torcer, gastar, sofrer é o que fazemos anos após ano, independente de divisão , campeonato ou jogadores… e leem essa carta safada do P.Nobre e vislumbram… sai fora! Esse plano de sócio torcedor é uma porcaria ainda , pra quem mora fora do estado não serve de nada praticamente, e mesmo que sirva a unica vantagem pra quem mora fora é a mesma que qualquer outro clube que tem sócio torcedor pode utilizar… aí eu me lembro da época do Beluzzo que ao menos tentos pensar como presidente e tentou dar vantagens pra quem pagava o sócio como desconto em viagens pela azul… isso sim é diferencial não algo que é comum pra todos, soa até reduntante, porque é! Grande abraço !

Achei que o texto é um puta desabafo por um lado, mas carrega alguns juízos de valor pelo outro. Nada mais normal, é a opinião do autor, ainda que não concordemos com ele. Apenas gostaria de ressaltar o quanto estamos divididos, apoiando ou fazendo oposição ao Nobre. Não acredito que estejamos nesse inferno que o autor descreve. Temos um monte de problemas sim, a diretoria errou, mais de uma vez. Tem uma galera que só joga amendoim, sim. Enfim, lendo os comentários, pois me importo e quero meu Palmeiras campeão, não posso deixar de ressaltar a quantidade de agressões de uns a outros apenas porque discordam. De novo, essa divisão só indica que há uma polarização. Seria bacana não ver tanto esculacho, assim como seria bacana não ver tanta gente querendo opinar por todos.

Bom… visto a quantidade imensa de comentários com o mesmo tema, vocês me convenceram… PN não tem NENHUMA responsabilidade sobre o estado em que se encontra o Palmeiras, apessar de 12 meses quase completos de sua gestão. Ele é um messias vindo dos céus para nos salvar da lama e podridão que nos assola, ano após ano. E trouxe consigo um anjo Gabriel chamado Brunoro, e vários santos do tal grupo vanguardista, que compõem sua diretoria.

Saudamo-nos Paulo Nobre!!! Nosso abnegado Salvador que tirou milhões do próprio bolso para ajudar seu clube de coração!!!

Saudades do tempo em que nossa torcida torcia para o Palmeiras, e não para presidentes e diretores.

* E, de acordo com o nível, necessita-se dizer que essas parcas linhas são irônicas.

Sinceramente, aprendi a AMAR o Palmeiras aos 7 anos de idade, e infelizmente tenho aprendido a ODIAR parte da torcida Palmeirense aos 28 anos de idade.
Um conhecimento simples que passo pro meu filho, e creio que teria um enorme valor junto à esta parte da torcida que hoje eu ODEIO: “Se não puder ajudar, não atrapalhe!”
Simples, né ?
Como tudo na vida, a Internet tem seus “prós” e seus “contras”, e um destes “contras” com certeza é dar voz pra quem tem pouco a ACRESCENTAR. Veja bem, não disse “dizer” ! Disse acrescentar.
Você Rodrigo, tem coisas a dizer, e escreve bem. Mas de que serve essas suas palavras ? Qual a finalidade desta carta ?
Marcar território ? Conquistar espaço ? Público ? Reinar entre os pessimistas descontentes ?
Indepentende do motivo que seja, bem ao Palmeiras sabemos que não faz! E pra quem se diz tão Palmeirense, esta deveria ser a sua preocupação número 1, fazer bem ao Palmeiras.
O atual presidente do Palmeiras NÃO é responsável pelas falhas administrativas que ocorreram desde o fim da “era Parmalat”. Costumo dizer que nascemos em 1914 e tivemos tempo de ser o Campeão do Século XX, e que demos estes anos de vantagem aos nossos adversários, pra ver se dão mais arrocho no Século XXI. Partiremos de 2014, destinados a ser os Campeões deste Século, APESAR dos “Cornetas”.
Erros e acertos foram cometidos por esta gestão, o que é normal ! Quem exige a perfeição, escancara sua ignorância !
O Paulo Nobre assumiu o Palmeiras em meados de Janeiro, com 70% das verbas de 2013 já gastas, vários contratos à cumprir, alguns com valores acima da realidade, com o clibe rebaixado à Segunda Divisão Nacional, e pra piorar, com o Patrocinador Máster comunicando que vai deixar o clube !
Tivemos resultados esportivos ruins em 2013 ? SIM !
É responsabilidade do Paulo Nobre ? NÃO !
E em meio à mediocridade dos resultados esportivos, há coisas boas ! Não perdemos nenhum clássico ! No Paulista caímos em um clássico apenas nos pênaltis, na Libertadores caímos por uma fatalidade (frango do Bruno) e pra um time que esteve a um pênalti aos 45 do 2o tempo de eliminar o Campeão, e na Copa do Brasil caímos para o Vice-Campeão. Na série B provamos que aquele não é nosso lugar, DEFINITIVAMENTE !!!
O que será de 2014 ?
Eu não sei, e tenho certeza de que você também não sabe !
Se você acha que 2013 foi um ano ruim e que a culpa é do Paulo Nobre, tudo bem… mas não fale de um 2014 que você desconhece !!! Este ano não está perdido… perdidos estão uma boa porção de Palmeirenses !!!

A carta do Nobre é uma porcaria!
A carta do Barneschi é um tremendo blá-blá-blá!
A unica carta boa é a do Valmir.
Pena que o Valmir não se lembrou do desaparecimento dos 5 milhões de dólares na metade dos anos 70 do século passado referentes a venda dos super-craques Leivinha e Luis Pereira para o Atlético de Madri.
Depois do desaparecimento dessa quantia ASTRONÔMICA para os padrões de economia globalizada atual (seria um valor comparado a venda de 2 Lucas para o Paris Saint Germain),
começaram todas as DESGRAÇAS que assolam até hoje o nosso amado clube.

tomara, mas tem cara muito melhor pra contratar dos que estão escritos lá..

putz o cara perdeu váaaaaaaaaaaaaaaaaarios gols fáceis, vai ver esta sendo contratado por ter perdido aquele sem goleiro contra nós….

Esta é a primeira vez que escreve neste espaço e com o devido respeito e consideração a todos os Palmeirenses que fazem deste blog uma das várias fontes de informação sobre a nossa SEP, não acho que seja dessa forma que se verá um Palmeiras grande. Entendo que o Paulo Nobre não consiga agradar a todos, bem como a escolha de seu “staff” seja motivos de discórdia entre Palmeirenses e palmeirenses. Não podemos nos esquecer de que o Paulo Nobre assumiu efetivamente o clube, praticamente no início do campeonato paulista de 2013, ou seja, em meados de janeiro daquele ano, e herdou uma situação das mais escabrosas (talvez a mais escabrosa) da história do clube. Nunca se viu, até então, tamanha rejeição à diretoria anterior à sua posse. Talvez, por isso mesmo, a grande massa de Palmeirenses tenha consolidado a cultura de criticar, tumultuar, denegrir a imagem da diretoria, seja ela qual for. Mas isso não pode (e nem deve) tirar os méritos da gestão do Paulo Nobre que, mesmo afundado em dívidas, sem possibilidades de se utilizar de receitas por já estarem comprometidas e perdendo outras importantíssimas em função do rebaixamento, encontrou formas (algumas não muito “palmeirenses”, reconheço) de montar um time que nos trouxe de volta à elite do futebol, apesar da inócua comissão técnica. Portanto, repito, com o devido respeito temos todos que torcer para que as atitudes e decisões do Paulo Nobre sejam uma escalada que nos leve novamente ao topo do futebol brasileiro.

Esse site tá cheio de “PRESIDENTES”… que são as soluções dos problemas da política palestrina…. Aos mais exaltados, por que não se candidatam e resolvam todos os problemas???? Se não podem, apenas respeitem as opiniões de quem não é tão “pessimista” por natureza….

Eu não sou Nobrete, Manchista, 3vvvista, Verdazista, Mustafista, Delamonista ou outras 450 alas ou grupos, grupelhos que o Palmeiras tem que possuem todas as soluções para o Palmeiras. Alias estou de saco cheio de tanto ódio e quem rotula alguem é porque perdeu a razão, é a criança de 3 anos que fala: “Não vou falar com vc porque vc é feio”.

Foi esse tipo de ódio (que tem um pai chamado Mustafa Contursi) que levou o clube ao estatuto atual cheio de feudos e ao que me parece será impossível desatar esse nó.

Não vejo como o Palmeiras náo passar para um reengenharia financeira, mas também acho que dá para ter um pouco mais de ousadia e algumas áreas como o Marketing não funciona o Nobre poderia já ter trocado se é que existe profissionalistmo.

Agora só criticar, criticar, criticar etc etc etc… não acho que traz benefício algum. A atual gestào do clube não fez nada certo? É isso mesmo? Nada?

Aonde eu assino, grande…. Eu gosto de acessar a midia palestrina, o 3vv, o verdazzo o ptd…. mas eu vejo tantos entendidos de futebol, de política e administração de clube que o respeito com as opiniões aqui é luxo!!! Parabéns pelas palavras.

olha ai o exemplo de ódio dentro da própria comunidade palestrina… só por que eu escrevi no outro post a palavra “v-e-r-d-a-z-z-o” colocaram meu comentário na moderation…. é esse tipo de comportamento mesquinho que vivemos…. que adianta criticar a politica, se pratica o mesmo comportamento na midia?????

Meu caro, você deveria pensar antes de escrever besteira.

Moderação é algo comum em blogs. Serve por exemplo para evitar que alguém escreva algum insulto ou agressão contra o site que você citou.
O comentário quando cai em moderação é lido e se estiver dentro das regras de etiqueta do 3VV ele é publicado.
Eu mesmo já tive diversos comentários meus colocados em moderação.

Como eu disse, isso é comum em diversos blogs e sites e é muito diferente de censura.
Enxergar ódio por trás disso provavelmente diz mais sobre você do que sobre o 3VV.

Você sabe o que eu quero dizer e não preciso desenhar… sabemos da rivalidade até na midia palestrina, coisa que não deveria acontecer….fruto da politica inútil das alamedas. Eu conheço moderações e sei que determinadas palavras caem na moderação… mas agradeço a explicação!

engraçado vcs reclamarem do espaço mesmo tendo direito de escrever o que quer aqui, diferente do outro blog onde a moderação modera mesmo, tudo que é contraria opinião não é publicada, quanto a rivalidade na MP não começou aqui, e sim com ataques a este site, e o que é dito em comentarios não pode ser relaconado a opinião do site e seus editores.

Será que se o vosso amigo Rodrigo Barneschi fosse presidente da SEP, Mandariam uma carta aberta, de escrita rebuscada, com o mesmo conteúdo, ou uma criticando-o dizendo que o palmeiras não é brincadeira, e não se pode quebrar o clube, fazendo loucuras.

Primeiro vou dizer o seguinte: – Antigamente quando eu via um desconhecido com a camisa do Palmeiras, eu fazia questão de cumprimentar, afinal julgava ser um “irmão” torcedor. Faz tempo eu passei a ignorar os “desconhecidos palmeirenses” porque talvez seja um dos que comentaram acima, e desses eu quero distância. Há uma diferença de quem questiona a postagem, dos que ACUSAM MISERAVELMENTE, do autor estar vinculado a interesses pessoais ou a mando de. HOJE se faz críticas à gestão Belluzzo, alguns dizem que ele “afundou o Palmeiras”. Pois bem, ANTES NÃO ERA ASSIM. Quando Belluzzo foi Presidente da SEP, eu o questionei sobre vários assuntos em um Site muito forte da Mídia Palestrina. Eu sei o que passei por ter feito isso. A TROPA DE CHOQUE, as mesmas TIETES de Paulo Nobre, passaram a me usar como alvo, PROVOCANDO, ACUSANDO, INTIMIDANDO. Um lá, disse que eu era “PAGO PELO MUSTAFÁ”, outro disse que iria me “COBRIR DE PORRADA DIANTE DA TORCIDA DO PALMEIRAS” e por aí vai. Mudou o nome do Presidente, mas a ATITUDE desses pseudo-palmeirenses não! Tem uma mania, uma necessidade de LAMBER SACOS que é enojante. Paulo Nobre colocou dinheiro do bolso? E daí? Ele teria feito melhor se saísse na CAÇA dos que levaram o Clube a esta situação. Mas qual o que ele tem condições de mexer com os CAPOS que estão lá a décadas acabando com o Clube. NÃO TEM, NÃO FARÁ, porque ele é do Sistema e vcs precisam se convencer disso. Vou repetir o que digo a anos. ENQUANTO OS MESMOS ESTIVEREM LÁ, MANDANDO E DESMANDANDO O PALMEIRAS NÃO IRÁ MUDAR. Um exemplo tosco é do nosso rival. Mudou quando colocaram o Dualib pra correr, ele e seus CORRELIGIONÁRIOS. Entenderam ou precisa desenhar? Vcs tem a OUSADIA de achar que haverá mudança Estatutária e que Mustafá, Monica, Cipullo & Cia perderão poder? COMO se eles e o seus LACAIOS é quem irão votar a respeito? Mustafá disse a alguns anos: – O PALMEIRAS ESTÁ FARTO DE MIM E EU DO PALMEIRAS! Ora, então porque ele continua lá e é o PRINCIPAL apoiador do Presidente? Porque Paulo Nobre antes de ser eleito, votou com Mustafá no filtro de 15%? Alguém aí sabe explicar? E um cara disse no Face que “NOBRE CALOU MUSTAFÁ COM FLORES”. Ridícula essa afirmação, tal qual um outro site aí Chapa Brancazzo, chamou o Mustafá de “PLAYER”. ANTES Mustafá era o cão, hoje ele é “player” e foi calado porque o Presidente levou um bouquet de flores pra ele? E depois dessas afirmações ORDINÁRIAS, vcs tem a cara de pau de vir aqui falar em INTERESSES? Ora, criem vergonha na cara e calem-se. Mustafá JAMAIS será calado com flores, mas ele aceita de bom grado que FAÇAM O QUE ELE ACHA QUE DEVE SER FEITO, e o Presidente tem feito a Mustafá TODAS as concessões. Começa que logo de cara, mandou o Finelli embora da Assessoria de Imprensa porque o Mumu ODEIA o cara pelo tanto que o Finelli batia nele (criticava). Então vcs vejam a mesquinhez de Mustafá, que EXIGE a saída de um palmeirense de verdade pelo fato do mesmo tê-lo criticado no passado. Imaginem nos assuntos PONTUAIS, o quanto Mustafá é ouvido pelo Presidente. A exemplo da gestão Belluzzo, que alguns achavam CRISTO REENCARNADO, o mesmo é feito hoje em relação a Nobre. E INTERESSES sejam lá quais forem, é visto pelos que usam seus espaços para VENDER UMA ILUSÃO AO TORCEDOR PALMEIRENSE, principalmente os que nada sabem sobre as Alamedas. São esses que vcs deveriam QUESTIONAR, para saber deles o que mudou. Porque Mustafá ficou agora um cara quase “irrelevante”, sendo que no passado era o Demônio encarnado. Quando vcs tiverem essas respostas, voltem aqui e nos explique as mudanças. Por ora vcs se perguntem sobre isso que eu escrevi acima, e se vc for APENAS UM TORCEDOR e não um politiqueiro, entenderá as razões para as críticas. 30 ANOS, 2 TÍTULOS DE EXPRESSÃO MENOR. os responsáveis? CONTINUAM LÁ. Tirem esses caras e o Clube irá caminhar. Só que pra tirar, precisa ter HOMENS lá. Mustafá caminha tranquilamente pelas Alamedas, sem ser questionado, sem ser cobrado. Quem está errado? Quem critica aqui de fora ou quem tem acesso lá e se faz de morto?

Qual o motivo do silêncio dos adoradores do Paulo Nobre depois do seu texto Valmir? — “Porque Mustafá ficou agora um cara quase “irrelevante”, sendo que no passado era o Demônio encarnado.” que frase!!! — Os lambe saco do PN se esforçam para passar um pano e limpar a imagem do MUMU que é o mentor do Nobre presidente.

E qual a forma de combater Mustafá hoje?
Pq antes, a forma era que as pessoas virassem sócias do clube, para poder votar e oxigenar o Palmeiras.
Mas, se eu fizer isso, eu passo a ser um dos que está dentro do “sistema”.
Não sou a favor de Nobre, nem quero saber quem está no comando, mas, na minha opinião, vejo melhoras em relação ao que acontecia antes.
Vejo montarmos um time competitivo sem grandes gastos.
Existem muitos erros nessa administração, existem muitas coisas que poderiam ser feitas de forma diferente e existem coisas que eu faria de forma diferente. Mas, vejo tentarem melhorar as coisas.
Não vejo destruírem o Palmeiras.
Pelo contrário, acho que falta entender um pouco que as pessoas podem adotar meios diferentes para atingir os mesmos objetivos. Se vai dar certo ou não e qual era o melhor caminho eu realmente não sei.

Seria impossível de se governar o Palmeiras e implantar 10% de qualquer projeto sem a força política do Mustafá no Palmeiras… Quer a gente queira ou não, o cara é influente até os ossos lá dentro! O que falta é oxigenar o conselho e reformar o sistema de eleições o que só acontecerá com uma reforma estatutária que no momento é utópica… Sim, é uma utopia acreditar que tantos conselheiros malditos há vários anos, cheio de benesses no clube vai entregar isso de bandeja assim. É só a gente ver a última eleição de conselheiros vitalícios no clube… Seria ridículo eleger um só, quanto mais todos os outros que conseguiram se tornar vitalícios. Mas eles conseguiram ave a todos! Acreditar que vamos ter reforma estatutária de verdade com pessoas assim dentro da política é procurar ouro de tolo. Torço de verdade pra que todos que se elegeram e tentem se eleger vitalícios tenham no máximo um ano de vida! E torcer para os novos que forem se eleger sejam mais bem intencionados… O que não pode é que mesmo que a gente entre em uma maré maravilhosa de títulos e conquistas deixar as coisas no mais do mesmo… O ciclo vicioso já esta aí desde 1973 eu nem era nascido mas dá pra ver isso claramente… Passa-se um tempo ganha-se uns títulos mas volta a se tornar coadjuvante. Tem que aos poucos torcer pra entrar gente nova e que realmente queiram essa reforma estatutária, principalmente nos pontos que são mais necessários como a separação do futebol e eleição por sócio-torcedor. No atual momento isso me parece infelizmente impossível! Só se morrerem uns 80% dos conselheiros nesse ano… Agora achar que a diretoria atual é o pior dos piores por isso ou aquilo é tacar pedra em vidro…

Por que toda vez que alguém critica o Nobre a defesa é sempre que o Belluzzo foi pior ou assumem que se está criticando é um defensor do Belluzzo.?

Não dá pra aceitar que ambas as gestões foram (são) ruins?

O Belluzzo foi bem na questão de arrecadar mais (novos patrocínios, setor Visa, bolsa de Atletas, parceria Traffic, etc.).
E foi péssimo na gestão desses recursos. Gastou mais do que arrecadou e em muitos jogadores ruins.
Na parte política foi nulo na questão das reformas e na questão de imagem do clube também pisou na bola (vamos matar os Bambis, insultos ao simon, etc.).
Saldo final: muito ruim.

Nobre tem até agora (na minha opinião) uma gestão boa dos recursos disponíveis (com exceção dos casos Weldinho e Barcos), com contratações de potencial a preços viáveis, fim do time B, dispensa de atletas fracos, etc.
Por outro lado, não fez nada na questão de arrecadação de novos recursos. NADA. Zero patrocínio (até Tirone fez mais), nada de inovações, parcerias, gestão lamentável do preço dos ingressos, etc.
Na parte política também pisa na bola feio não trabalhando para uma reforma estatuária real e que leve a uma efetiva mudança da estrutura administrativa do clube.
E na parte de imagem do clube é péssimo, com esse discurso pobre de estamos quebrados, não temos dinheiro, não podemos ser reféns do centenário, etc.
Saldo final: muito ruim.

Ou seja, ambos Belluzzo e Nobre que eram considerados como salvadores pela maior parte da torcida nada são que mais do mesmo.

E enquanto isso o clube agoniza.

Allan, parabéns. Melhor comentário que vi no site.
Concordo com tudo. Podemos discutir se os pontos apontados por você são ou foram por culpa do Belluzzo e/ou do PN, mas a grande questão é que esses são os pontos que poderiam ser melhor trabalhados (ter soluções diferentes trabalhadas) por cada uma das gestões.
E pouco me importa se foi Belluzzo, Nobre, Tirone, Mustafa ou quem quer que seja. Me importa que as atitudes sejam tomadas visando um Palmeiras melhor e me importa, mais ainda, o resultado das mesmas.
Abraços

se um estrangeiro me perguntasse “Como é a torcida do Palmeiras?” eu indicaria este post para leitura. É muito deus e diabo ao mesmo tempo. E o principal que é a camisa, o simbolo, o time (porque o clube social não é dos palmeirenses) é sempre esquecido. Não leio a tempos um só comentário do tipo “ok, discordo mas vou apoiar isso ou aquilo pelo meu time”. Muito pelo contrário. É triste. Muito triste. Mas como ser Palmeirense foi e é uma escolha minha, e já vi coisas piores com o meu time, eu continuo com esperança. Mas que é triste…muito triste…

O texto exprime o que estou sentindo , as marionetes mudam a cada ano, mas o controle delas segue inalterado, to de saco cheio de ser feito de bobo pra uma corja liderada pelo turco possa lucrar e rir da nossa cara! Chega po! Desde a saída da parmat, somos feridos por interesses obscuros! Fora sapo boi e todos seus marionetes. Aos ingênuos defensores do apequenamentodo Palmeiras: abram bem os olhos!

Sinto falta dos posts no Forza Palestra mesmo que eu discordasse com várias opiniões do xará… agora que ele falou uma boa, sim ele falou. Ninguém, seja presidente do clube, blogueiro, site ou leitores daqui ou de qualquer site da mídia palestrina vai ensinar um ao outro a torcer mais ou melhor pelo Palmeiras. WTF? Um sentimento que Joelmir Beting tão sabiamente incorporou em duas frases jamais deve ser questionado como a tal carta fez. Talvez se não fosse a assessoria ”PESSOAL” do presidente essa carta jamais chegaria às nossas vistas. Manter esse assessor gambá é uma afronta desnecessária a meu ver. Ainda que toda a gestão seja pautada no profissionalismo isso é estupidamente desnecessário. Temos pontos negativos nessa adm. como tivemos em todas as outras, sim todas! Errar é humano e persistir no erro é burrice.. Não acredito que o CEO Brunoro ou o negócio Barcos tenham sido os principais fatores negativos dessa gestão. Ainda acho que o pior é a desmoralização do Palmeiras pelo próprio presidente. Sair falando que o clube tá em frangalhos, devendo mundos e fundos, que estava com síndrome de vira-latas entre outras é muito pior… Todo mundo já sabe que a situação é ruim. Expôr o que é sabido é desnecessário e o alto clero Palmeirense ficar reforçando isso talvez esteja sendo o erro crucial pra não se conseguir um patrocínio próximo aos valores desejados. Ninguém quer investir em coisa ferrada non é vero? A diretoria tem que mostrar a oportunidade de se obter ganhos com uma parceria com a gente. Usar todo esse profissionalismo pra fazer com que cada investidor veja o Palmeiras com bons olhos, decente, forte inteligente e invejado pelos rivais como era antes. Temos sim bons progressos como cortes necessários no social, time B aumento quantitativo no sócio torcedor ainda que na série B, uso das categorias de base. Montagem de elenco com poucos recursos etc. Talvez se o presidente mostrasse mais essas coisas e falasse menos sobre os problemas que enfrentamos pudéssemos ter mais moral com os outros. Continuo sendo o que alguns chamam de nobrete mas nessa carta ele cagou e sentou em cima! Podem me crucificar depois do que eu vou dizer agora, mas eu gostaria muito que o Ratinho, Carlos Massa fosse um dos próximos presidentes do Palmeiras. Espero que ele fique sócio do clube, (não sei se é, e fique bem claro que eu não sou e não tenho intenção de ser sócio do clube social) torne-se conselheiro e consiga apoio político pra se candidatar Palmeiras. Acho que ele sim teria força pública pra dar um choque de gestão e talvez de mentalidade de verdade e traria muito mais holofotes positivos que o Palmeiras tanto precisa tanto no campo como fora dele. Como eu disse podem me crucificar.

A princípio, gostaria de me declarar um palmeirense de arquibancada, não associado, e portanto desconhecedor da “política das alamedas”, termo utilizado pelos entendidos e conhecedores. Esse texto postado, muitíssimo bem escrito, diga-se, passa a impressão nítida de que os derrotados nas últimas eleições palestrinas cansaram de se esconder. Assumiram. Eles querem o “quanto pior melhor”. A inteligência e o discernimento de quem escreve o texto não pode ser contestada, visto a adequação do vernáculo e o raciocínio claro, cristalino. O que nos faz pensar, inevitavelmente, que há má fé, que há interesses contrariados, que o articulista, ou algum amigo dele, se acha mais preparado para assumir os cargos que o Presidente da nossa Sociedade, no uso de suas prerrogativas, decidiu entregar a profissionais da área. Talvez seja este o nosso maior problema, nos dias atuais: a dificuldade de entendimento, a predisposição de quem não está no poder em desmerecer os que lá chegaram. Uma cabeça privilegiada, como essa do autor do texto, jogando a favor, seria um ganho extraordinário para o clube. Mas não. A vaidade, o orgulho ferido, leva pessoas especiais, capacitadas, que nós, torcedores de arquibancada, gostaríamos de ver criticando construtivamente, fazendo de tudo para implodir uma administração que, a meu ver, vem cuidando bem dos interesses do clube.
Repito, prevendo o achincalhamento, que sou um torcedor de arquibancada, que torce pelo bem da instituição. Que todos nós, palmeirenses, sejamos felizes no ano do centenário. Saudações.

Heitor, o articulista destilou seu ódio com ataques pessoais, com ironias pq mandatário é rico, herdeiro, investidor, do mercado financeiro, tem cabimento? qual propósito?Os adm de boteco, quebrados, que distribuíam comissões em escala, contratavam de baciadas bagres e não tinham capacidade de gerir seu próprio negócio,são palmeirenses históricos!! por décadas estes senhores sem capacidade arruinaram as finanças, a estrutura do clube!!
Mas temos que admitir, tem paixão pelo clube, exacerbada, que talvez na ânsia de ver nosso glorioso clube como protagonista maior do futebol brasileiro. E veremos, em breve!!! e espero encontrar nas cadeiras da Allianz Parque e comemorar junto muitas conquistas!!SEJAM CRÍTICOS MAS NÃO ATIREM CONTRA A PRÓPRIA TROPA!!PALMEIRAS ACIMA DE TUDO…UNIDOS SEREMOS INVENCÍVEIS!!!

Au meu ver um homem q uza o seu nome para fazer um emprestimo de 30 milhões para o Palmeiras ja merece respeito ele teve coragem de enfrentar a torcida organizada q so fez atrapalhar o verdão nos últimos anos ele tevê eros mas não vi omissão tivemos presidente q se afastou durante o mandato teve outro que se escondeu no banco de tras de um carro porque não era do patrocinador ele esta sendo transparente. E ate agora não vi ele envergonha o Palmeiras. Sinceramente não vejo nada de produtevo nas suas criticas. Mas espero q sejam bem intensionadas.

Queria entender porque alguns torcedores concedem crédito ilimitado para o Bananobre e o Brunoquio. Primeiro eram três meses, natural, depois eram 6 meses, razoável, aí já passou para “o primeiro ano é só pra por a casa em ordem”; já estamos no segundo, os caras ainda precisam de mais tempo, tão falando que “o primeiro mandato é isso mesmo, tem de arrumar tudo antes, depois os resultados virão.” E depois, qual será a justificativa? Vá ter paciência e ser compreensivo assim lá longe.

Quando acabou esse blog disse que não deixaria saudade…. e realmente… não dá pra entender a cabeça desse cidadão… não suportava acessar seu blog e agora tem espaço aqui… pelo amor…

Muito simples Douglas. Porque vc não diz se o Barneschi MENTIU em algo que tenha escrito.

Os comentários estão desativados.