Categorias
Verdão na Mídia

Verdão na Mídia 17-01-2014: Palmeiras estreia com Serginho na lateral e Renato e Mazinho no meio ❘ Gazeta Esportiva Net

NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

• Palmeiras estreia com Serginho na lateral e Renato e Mazinho no meio

Por William Correia

Fernando Prass; Serginho, Tiago Alves, Henrique e Juninho; Marcelo Oliveira, Renato, Wesley e Mazinho; Diogo e Alan Kardec. Este é a escalação do Palmeiras para seu primeiro jogo no ano de seu centenário, neste sábado, contra o Linense, às 17 horas (de Brasília), no Pacaembu, pela primeira rodada do Campeonato Paulista.

A formação prioriza a parte física apresentada pelos jogadores, privilegiando, logicamente, quem treina desde o início da pré-temporada, há duas semanas, sendo dez dias de trabalho com bola. O meia-atacante Serginho atuará na lateral direita porque, na falta de opções, Gilson Kleina preferiu improvisá-lo em vez de apostar no estilo mais defensivo do volante Wendel.

“O Serginho tem uma característica que ajuda muito de acompanhar o adversário e está melhorando a marcação. Tem muita qualidade com a bola no pé e na movimentação do meio para a frente. Espero que surta efeito o que treinamos”, explicou o treinador, que optou por um meio-campo defensivo pensando, também, no improvisado lateral.

Se na lateral direita Bruno Oliveira não tem condições por dores no joelho direito, Eguren ainda não se recuperou de pancada que recebeu na perna esquerda na semana passada. Assim, quem ganha chance é Marcelo Oliveira, volante que servirá como curinga, cobrindo as subidas de Juninho na lateral esquerda ou até se posicionando como terceiro zagueiro se for necessário.

“O Marcelo dá uma proteção um pouquinho maior para a zaga, e já mudamos muito pouco a linha de trás. Montamos uma formação mais precavida, uma estrutura para proteger o meio-campo”, explicou Kleina, que fez a última atividade tática sem dar acesso à imprensa na quinta-feira, em Itu. Nesta sexta-feira, na Academia de Futebol, ocorreram trabalhos físicos e um rachão.

No sábado, a responsabilidade de marcar e sair com a bola é de Renato, que veio do Palmeiras B, foi titular na última rodada da Série B e deixou de ser chamado de Renatinho a pedido dele, e de Wesley. Na armação, com Valdivia e Mendieta ainda sem condições físicas, Mazinho, que acaba de voltar de empréstimo do futebol japonês, superou Felipe Menezes, apesar do golaço de trás do meio-campo feito por ele em jogo-treino contra a União Barbarense nesta semana.

“O Felipe Menezes terminou a pré-temporada em alta não só pelo gol, mas por sua movimentação. Mas quem está superbem e vai cuidar da armação é o Mazinho. Tem uma dinâmica muito boa”, elogiou Kleina, que escala Diogo como único reforço entre os titulares, até porque Leandro ainda não mostra plenas condições físicas.

“Tentamos manter a base do ano passado agregando alguns que chegaram. Teremos o mínimo de entrosamento possível, mas que sejamos uma equipe coesa e façamos um grande jogo contra o Linense”, disse o técnico, que mantém Prass, Henrique, Wesley e Alan Kardec do time-base campeão da Série B do Brasileiro do ano passado.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

••

NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

• Valdivia está fora da estreia do Palmeiras no Campeonato Paulista

Por Maurício Duarte

O meia Valdivia começará o ano assistindo ao Palmeiras como torcedor. O chileno não irá jogar contra o Linense neste sábado, às 17h (de Brasília), no Pacaembu, pela estreia do Campeonato Paulista. A comissão técnica da equipe alviverde optou por deixar o atleta fazendo reforço muscular.

“Vamos manter o planejamento dele, o monitoramento vai ser um pouco mais longo. Entendemos que esses jogos iniciais são importantes, mas ter ele no restante também. Essas semanas serão importantes para ele desenvolver a musculatura, para ter ele depois, porque o time cresce muito tecnicamente”, disse Kleina.

O Palmeiras também não confirma se ele voltará a atuar na segunda rodada. O camisa 10 ainda não começou os treinos com bola e está apenas na academia. Ele sequer participou do treinamento na manhã desta sexta-feira.

Assim como ele, o meia paraguaio Mendieta também não jogará neste sábado. O atleta voltou de contusão no fim do ano passado e ainda não está em suas melhores condições. Apesar disso, ele treinou normalmente nesta sexta.

Os jogadores tiveram uma longa conversa com o treinador Gilson Kleina na Academia de Futebol antes de iniciarem os trabalhos nesta sexta. Depois, eles realizaram o tradicional rachão, com direito a gol do zagueiro Lúcio.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

••

NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

• Kleina revela conversa com Bruno César e pede um lateral-direito

Por Marcelo Hazan

O Palmeiras oficializou sete reforços e a renovação do atacante Leandro para o centenário, mas o técnico Gilson Kleina ainda aguarda mais jogadores. O clube negocia com Bruno César, do Al Ahli, da Arábia Saudita, e o comandante entrou em contato com o atleta para ajudar na transferência.

– É um jogador que estava no nosso mapeamento. Conversei com ele. O Bruno ficou superfeliz pelo contato do Palmeiras porque ele é cria na base do clube. Não está definido, mas é um nome que estávamos pretendendo. Se tiver um desfecho, é um jogador de muita qualidade e vai ajudar muito – diz Kleina.

Além de Bruno César, outra posição vital para o Verdão é a lateral direita. O clube não entrou em acordo com o paraguaio Jorge Moreira, do Libertad, e Kleina pede o acerto de outro jogador para este setor.

– Infelizmente as coisas não caminharam para o Moreira vir. Temos alguns jogadores nessa posição (Wendel, Bruno Oliveira, lesionado, e Luiz Gustavo), além do Serginho que está treinando nessa função. Vamos precisar de alguém, mas no tempo certo. Não adianta contratar de qualquer maneira. Precisa ter qualidade e personalidade. Já passaram outros jogadores que não se firmaram nessa função. Vamos trabalhar junto com atletas da base para ter uma resposta – completa o treinador.

O titular da posição era Luis Felipe, que, além de estar indo para o Benfica, foi processado pelo Verdão. Clube e jogador brigam no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) por conta de um erro no contrato do jogador no momento da sua renovação. Por isso, ele foi afastado do plantel.

O Verdão estreia no Paulistão neste sábado, contra o Linense, às 17h, no Pacaembu.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

••

NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

• Palmeiras fecha com ex-patrocinador de rival por R$ 2 milhões

Por Marcelo Hazan

O Palmeiras fechou seu primeiro patrocinador para o centenário: a Minds Idiomas, escola de inglês que estampava o uniforme do Santos. Após o rival não renovar o acordo, o Verdão chegou a um acerto de contrato por R$ 2 milhões até o fim deste ano. A marca ficará exposta acima do patrocinador master, entre o escudo e o logotipo da fornecedora de material esportivo. 

O novo patrocinador, inclusive, já deve estar no uniforme do Palmeiras na estreia do Campeonato Paulista, contra o Linense, neste sábado, às 17h, no Pacaembu. 

Além dos R$ 2 milhões, a empresa vai fornecer bolsas de estudo para jogadores da base e do time principal. Também será realizada uma parceria com o Avanti, programa de sócio-torcedor, para que os torcedores tenham vantagens com o patrocinador.

O Palmeiras agora acumula seu segundo patrocinador no uniforme. A empresa de telefonia Tim já estampa sua marca nos números da camisa. Agora, o maior desejo é fechar o patrocinador master.

Segundo previsão orçamentária do Conselho de Orientação e Fiscalização (COF) do Verdão, a meta é alcançar R$ 30 milhões com todo o uniforme no ano do centenário.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

••

NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

• Palmeiras fecha primeiro patrocínio para o centenário

O Palmeiras finalmente fechou o patrocínio do centenário. A nova parceira, com contrato por um ano, será a Minds, com contrato até o fim deste ano. A informação é da “Folha de S. Paulo”.

Com o acordo, o Verdão receberá pouco menos de R$ 2 milhões entre serviços prestados pela empresa e dinheiro para aliviar o caixa do clube.

A empresa terá a missão de criar um site em inglês do Alviverde na tentativa de divulgar ainda mais a marca alviverde no exterior.

Aulas de inglês para jogadores do profissional e da base, além de desconto para sócio-torcedor Avanti, também estão previstos.

Como o LANCE!Net publicou na quarta, o orçamento de 2014 prevê verba de patrocinadores a partir de março. A estimativa é que acordos comerciais por espaço no uniforme rendam cerca de R$ 30 milhões nesta temporada. A Caixa Econômica Federal é a favorita para assumir o espaço mais nobre, na região do peito.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

••

NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

• Verdão discute “bicho” em reunião de 40 minutos na véspera da estreia

Por William Correia

Após dez dias de concentração em Itu, o Palmeiras só foi discutir a premiação por vitórias e metas no Campeonato Paulista na véspera da estreia, primeiro jogo do clube no ano de seu centenário. Nesta sexta-feira, antes do treino na Academia de Futebol, houve uma reunião de 40 minutos no campo para discutir o assunto entre elenco, comissão técnica e o gerente de futebol Omar Feitosa.

A longa conversa teve atuação destacada de Fernando Prass, que se levantou e gesticulou bastante. O goleiro é um dos líderes do grupo e também um dos principais nomes na formação do Bom Senso FC, reunião de atletas de clubes das quatro divisões do Campeonato Brasileiro que pedem mudanças no futebol do País.

Causou estranheza no clube o fato de a discussão ter ocorrido um dia antes da primeira rodada do Paulista, contra o Linense, no Pacaembu, neste sábado. A diretoria não aproveitou os dez dias de concentração em Itu para resolver o assunto, como preferiam os jogadores. Líderes do grupo demonstram compreensão com a difícil situação financeira do clube, mas não gostariam de debater o caso na véspera da estreia.

A premiação distribuída a cada jogo não é grande na administração de Paulo Nobre. O próprio presidente já admitiu que o “bicho”, como é conhecido esse bônus, de alguns adversários na Série B eram maiores do que o oferecido pelo Verdão. Na competição, o clube só pagava o prêmio em caso de vitória em casa ou empate e vitória como visitante.

Em compensação, na conquista do acesso e do título, o valor pago era mais de três vezes maior. Foi com essa ideia que a diretoria resolveu apostar nos contratos de produtividade, com salários menores e prêmios maiores à medida que metas forem atingidas.

Em sua entrevista coletiva, logo após o treino, Gilson Kleina tentou desconversar e não se alongou sobre a reunião ocorrida no gramado, à distância dos jornalistas para que nada pudesse ser ouvido, sem nem falar sobre “bicho”. “Foram conversas burocráticas que precisávamos ter com a diretoria, colocando pontos e coisas que precisam ficar bem definidas antes da concentração.”

Em relação a compromisso financeiro, a diretoria conta com a confiança dos jogadores. No ano passado, foi quitada a dívida de dois meses de direito de imagem (maior parte do salário da maioria do elenco e da comissão técnica) deixada por Arnaldo Tirone, antecessor de Nobre, e, recentemente, o zagueiro Henrique, capitão e um dos líderes do elenco, recebeu cerca de R$ 1 milhão que o clube lhe devia desde 2012.

Na tentativa de minimizar a discussão, o técnico lembrou que a reunião também serviu para que fossem apresentados os profissionais responsáveis pela TV Palmeiras, ação de marketing que será adotada pelo clube com executivos que faziam a mesma função no Santos. “Foi apresentada a TV Palmeiras com quesitos importantes e o objetivo de exposição na mídia. Como ficamos todo esse tempo em Itu, não tivemos condição de ter essa apresentação antes”, disse Kleina.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

••

NOTICIÁRIO ❘ ESPN BRASIL

• Palmeiras inflaciona ingresso e é mais careiro que o Corinthians

Por Francisco De Laurentiis

O Corinthians foi ultrapassado pelo Palmeiras no quesito ingresso mais caro do Campeonato Paulista. Por meio de seu site oficial, o time alviverde avisou que o preço da arquibancada para a partida contra o Linense, neste sábado, no Pacaembu, será de R$ 60.

Já o rival alvinegro cobrará R$ 40 para quem quiser ver a partida contra o Paulista, dia 22, sentado no cimento.

O bilhete palestrino, inclusive, inflacionou entre 2013 e 2014, ano do centenário da equipe. Em 20 de janeiro do ano passado, quando o Palmeiras fez sua estreia no Paulistão em um 0 a 0 com o Bragantino, também no Pacaembu, o valor da arquibancada era de R$ 40 (segundo súmula publicada no site da Federação Paulista de Futebol) – R$ 20 mais barato do que agora.

A cadeira descoberta (setor laranja), naquela ocasião, custava R$ 60, mas agora vale R$ 100. A numerada coberta (setor azul), por sua vez, saía por R$ 200, mas passou a custar R$ 250 em 2014.

Nem mesmo os visitante escaparam do aumento: em 2013, quem foi ao Pacaembu assistir o time de Bragança Paulista desembolsou R$ 40 por um lugar na arquibancada lilás, considerado um dos setores de pior visibilidade no estádio. Agora, quem vier de fora terá que pagar R$ 60.

O Corinthians, por sua vez, cobra R$ 70 pela cadeira descoberta, R$ 100 pela numerada descoberta e R$ 180 pela numerada coberta.

Palmeiras e Linense se enfrentam no sábado, às 17h (horário de Brasília), pela primeira rodada do Paulistão. Os ingressos já estão à venda para sócios Avanti desde o último sábado. A comercialização para o público geral começou na última quinta.

Veja os valores de ingresso para Palmeiras x Linense:

Arquibancadas Verde e Amarela – R$60,00 [R$30,00 meia-entrada]

Arquibancada Laranja – R$60,00 [R$30,00 meia-entrada]

Cadeira Laranja – R$100,00 [R$50,00 meia-entrada]

Cadeira Descoberta – R$150,00 [R$75,00 meia-entrada]

Cadeira Coberta Azul – R$ 250,00 [R$125,00 meia-entrada]

Tobogã – R$ 30,00 [R$15,00 meia-entrada]

Arquibancada Visitante Lilás – R$60,00 [R$30,00 meia-entrada]

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ ESPN BRASIL

••

BLOG DO VERDÃO ❘ DIÁRIO DE S.PAULO ONLINE

• Paulo Nobre contrata dois jogadores por mês

Por João Pontes

Eleito presidente do Palmeiras em janeiro do ano passado, Paulo Nobre não se cansa de contratar jogadores para o clube do Palestra Itália. Nesta quinta, para variar, o mandatário marcou presença na Academia de Futebol a fim de apresentar um novo reforço: o meia-atacante Marquinhos Gabriel, destaque do Bahia no último Brasileirão.

Apenas com os reforços trazidos por Nobre e pelo diretor executivo José Carlos Brunoro, o técnico Gilson Kleina poderia montar duas equipes, sem goleiro. Ainda sobrariam dois jogadores no banco de reservas.

No total, a gestão do presidente alviverde contratou 24 jogadores, média de dois reforços por mês.

Embora tenham atuado pela primeira vez pelo Verdão no ano passado, o lateral-direito Ayrton e o goleiro Fernando Prass não entram na relação. Ambos foram contratados pelo ex-presidente Arnaldo Tirone.

Torcedor fanático do Palmeiras, Nobre tem preferência pelos jogadores responsáveis por anotar os gols da equipe. Até agora, ele reforçou o Alviverde com sete atacantes. Para completar, também trouxe cinco jogadores de criação.

Devido aos problemas financeiros do clube, o mandatário, inclusive, colocou dinheiro do próprio bolso para viabilizar as contratações mais caras de sua gestão: o meia paraguaio Mendieta (R$ 5,3 milhões) e o atacante Leandro (R$ 8 milhões).

 • Escolhas erradas

Sempre com o objetivo de melhorar a equipe, a gestão Nobre fez escolhas equivocadas. Por esse motivo, o Palmeiras já não conta com nove jogadores contratados pelo atual presidente.

Dos que saíram do clube, muitos chegaram em trocas envolvendo outros atletas. Na polêmica transferência do argentino Hernán Barcos para o Grêmio, por exemplo, o Verdão recebeu quatros jogadores de uma vez só. Dentre eles, apenas Leandro continua no time.

• Novo reforço rejeitou os arquirrivais do Verdão

Sétima contratação do Palmeiras para o ano do centenário, o meia-atacante Marquinhos Gabriel disse ontem ter recebido propostas dos principais rivais do Verdão. De acordo com o jogador, o centenário do clube pesou na escolha pelo Alviverde.

“Fui procurado pelo Corinthians e pelo São Paulo, mas minha vontade era acertar com o Palmeiras. Estou feliz de estar aqui, em um gigante do futebol brasileiro. Preferi pelo centenário, pelo desafio e pela grandeza do clube.  Quero ganhar títulos”, explicou.

Animado com a oportunidade de atuar no Palmeiras, Marquinhos Gabriel aproveitou para destacar o próprio estilo de jogo.

“Eu procuro me movimentar muito em campo e estar o tempo todo com a bola no pé. Vou para cima do marcador quando tenho a possibilidade. Se precisar, também ajudo na marcação”, disse.

Antes de defender o Verdão, o jogador teve passagens por Bahia, Sport e Avaí. Contratado por empréstimo, o camisa 40 assinou vínculo até o fim deste ano.

“Lutei para não cair  nos últimos clubes e isso traz um amadurecimento rápido. Na dificuldade, você aprende a se superar”, comentou o atleta, de 23 anos.

• Opinião

Fernão Ketelhuth,  editor de Esportes do DIÁRIO

A urgência causa o atropelo

Que o número de reforços contratados por Paulo Nobre é elevado, não resta dúvida. Basta compará-lo com a quantidade de jogadores levada ao Palmeiras por Arnaldo Tirone, seu antecessor no cargo.

O presidente do segundo rebaixamento alviverde para a Série B do Campeonato Brasileiro também contratou 24 atletas, mas ao longo de todo o seu (deprimente) mandato. Nobre ainda não completou um ano à frente do clube.

O problema do atual mandatário é a urgência. Quando assumiu o posto, em janeiro de 2013, o Verdão havia acabado de cair para a Segunda Divisão. Era necessário mudar o elenco de forma radical, ainda que isso pudesse ocasionar tantos erros quanto acertos. Muitos reforços não vingaram.

Ainda é difícil compreender por que a direção apostou em Weldinho, o lateral que Tite não queria ver pintado de ouro. Por outro lado, alguns tiros foram certeiros, entre eles o empréstimo de Alan Kardec.

O mais lógico seria trocar quantidade de contratações por qualidade. Mas a urgência, agravada pela falta de recursos, causa o atropelo.

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO VERDÃO ❘ DIÁRIO DE S.PAULO ONLINE

••

COLUNA DE PRIMA ❘ LANCE!

Por Marcelo Damato

• Na fôrma

O Palmeiras fez uma economia de R$ 13 milhões com o departamento de futebol no ano passado, em relação a 2012. A economia foi reconhecida mesmo por uma parte da oposição. Porém, ressaltam que o time disputou a Série B. Neste mês o clube vai, enfim, votar o balanço de 2012.

••

COLUNA PAINEL FC ❘ FOLHA DE S.PAULO

Por Bernardo Itri

• Largada

O Palmeiras fechou seu primeiro patrocínio para o ano do centenário. A empresa que acertou contrato foi a Minds, escola de idiomas, que terá sua marca exposta na camisa do clube, no peito, entre o escudo do time e o logotipo da Adidas.

• The book…

O contrato, até o fim do ano, renderá ao Palmeiras pouco menos de R$ 2 milhões entre pagamento em dinheiro e outros serviços que a Minds vai prestar ao clube.

• …is on the table’

Pelo acordo, os jogadores do time profissional do Palmeiras e das categorias de base terão direito a aulas de inglês. A Minds também será responsável por criar um site em inglês para o clube e ajudar na internacionalização da marca do time. O projeto é que os sócios-torcedores alviverdes também tenham desconto na escola de idiomas.

• Dividida

“O CEO do Palmeiras é uma lástima. E custa uma fortuna” – Wlademir Pescarmona – Conselheiro do Palmeiras, criticando a presença de José Carlos Brunoro, executivo do clube, na administração do presidente Paulo Nobre

••

27 respostas em “Verdão na Mídia 17-01-2014: Palmeiras estreia com Serginho na lateral e Renato e Mazinho no meio ❘ Gazeta Esportiva Net”

Alguem sabe como foi o retorno do Patrick viera nos treinos? Sempre achei que esse mlk tinha futuro

Octavio. O problema é que estamos sempre esperando o semestre seguinte, o ano seguinte… para contratar um grande jogador, para ter um time de ponta… Isso não quer dizer que não estamos torcendo para o time. Mas se vc quiser torcer e continuar achando que está tudo bem, fique à vontade

Caro Vitor! Por que junto com a crítica não vem a proposta de melhoria? Vou completar a frase do Pescarmona pra ver se consigo te dar a resposta: “O CEO do Palmeiras é uma lástima. E custa uma fortuna”. A solução é demiti-lo

Caras vcs so fican falando mal do palmeiras torcedor q e torcedor n é assim vamos acreditar nesse time pro centenario e logico q o time precisa de um ou outro jogador mas parando pra pençar esse time n caira en 2014!!!!!! O palmeiras pode traser o bruno cézar q n e nenhun refugo ele e un bon jogador esso trazer un lateral direito q estamos feitos e la pelo meio do ano o palmeiras traz um grande nome do futebol porinquanto ta bon esse time!!!

Perfeitas suas palavras, Victor

E sabe o que é mais curioso: quando Vicente Criscio, Pescarmona e muitos outros criticam, somos cobrados a apresentar soluções. Mas quando a diretoria não adota soluções criativas, joga-se a culpa para os antecessores

É Vicente: é melhor vc começar a divulgar receitas de doces no site, como fazia o Estadão na época da ditadura. Pq criticar nos torna pessimistas de plantão, interesseiros ou destrutivos

concordo com vc vitor…quando acerta temos que reconhecer…e quando erra devemos mostrar soluções e indicar o melhor caminho….estou satisfeito com as contrações para o 1° semestre…mas falta ainda 2 laterais direito e mais 1 esquerdo!!!! pois Juninho pampers é dose..e william Matheus ainda é uma incógnita. ..Vejo no maior erro terem mantido o kleinasno. ..esse cidadão nunca deveria ter sido contratado, quanto mais passar um ano e meio e ainda renovar por mais um ano…esse cara é péssimo. ..se ele ficar num time como o Palmeiras quase 3 anos, claro se cumprir este ano, é demais para torcida que já sofreu tanto…e esse ano tão importante não merecíamos isso e a diretoria que tem vários acertos nesse caso errou feio…quando o cara é ruim como esse kleinasno tem que dispensar logo…só o Palmeiras dá chance a esses incompetentes, pois aonde está Estevam Soares, Marco Aurélio, Marcelo Villar, entre outros lixos??? só tiveram chance no Palmeiras, não aproveitaram e sumiram!!! o próximo é kleinasno que vai sair por no currículo, achar idiotas que vão contrata-lo por um tempo por ter trabalhado no Palmeiras vai enganar um tempo até voltar ao seu devido lugar que é o ostracismo. ..

Nosso BRUNORO joga em que posição heim?? pra ganhar 4800 ( quatro milhões e oitocentos mil ) pra trazer perebas como Weldinho –Felipe Menezes– e Marquinhos Gabriel ex refugo do INTER !!!

Mano, Marquinhos Gabriel nem treinou direito na academia e ja está sendo rotulado de refugo. Aposto que o cara vai estar no banco de reservas, não vai ter jogado nenhum jogo ainda e vai ter nego querendo que ele saia porque não deu certo no Inter.

Some a isso, o fato dele ter ESCOLHIDO o palmeiras, quando poderia ter nos preterido. Foi o que disse, é a critica pela critica, vamos ser oposição sem apresentar um solução. Falar que esta errado, porque quem esta lá não é do nosso grupo, e por isso não faz nada certo. O atual presidente fez coisas erradas, mas também faz coisas certas. Vai errar e vai acertar. Só que devemos aplaudir quando acerta e MOSTRAR que poderia ter feito de outra maneira quando erra ( e ele aceitar), só assim vamos crescer. Agora se ficar nessa de meter o pau só porque é oposição, não vamos a lugar nenhum.

Estarei no Pacaembu amanhã para a estréia do Verdão. VAMOS PALMEIRAS!

Gostei da idèia de Serginho na direita, todos sabem que Daniel Alves não è grande marcardor mas passa e cruza pro Messi e outros muito melhor que a mèdia,vamos torcer.

A questão dos ingressos é lamentável.
Ficamos sócios avanti na expectativa de pagar menos pelos ingressos. Agora a Diretoria praticamente dobrou o preço, vamos pagar o mesmo de quando não eramos sócios.
Tipo: o ingresso custa 10. Sócio paga 1/2… o ingresso passa a custar 20… o sócio continua pagando os mesmos 10. Tiro no pé.

O Pescarmona só demonstra o quão incompetente é, dando esse tipo de declaração. Por que junto com a crítica não vem a proposta de melhoria?
Adora tumultuar o ambiente. Típico carcamano que deveria ser excluído da política do Palmeiras.

Lembram dele quando assumiu como diretor de futebol no final do mandato do Beluzzo, só fez mer… e ainda vem falar que quer ser presidente. Tenho medo do que vai virar o Palmeiras se ele for eleito. Mais um dono de buteco a adminstrar o Palmeiras.

O traste ainda quer usar o Belluzzo de muleta.
Infelizmente no Palmeiras não existe oposição…existe predação.
O problema maior é q não vejo uma consciencia coletiva na hora de votar. Ainda seremos reféns do “toma meu voto e me faz um favor”.

Não sei como o Belluzzo pode aceitar estar ao lado destes caras novamente.

critica por critica, sem nada à acrescentar, sem uma solução para o problema, ta cheio de gente assim, não só no palmeiras. Vamos tumultuar.

Antes de criticar o PESCARMONA, multiplique 200 por 24 e voce verá que é mesmo uma alta soma pra quem contratou o terceiro reserva do corinthians por 5 anos !!!!

Por que podemos criticar o Pescarmona e ele não pode criticar ninguém ???

Exercendo o meu direito, também concordo e critico o fato do Brunoro não valer o que recebe.
O único bom negócio, para ele, é claro, foi vender o Barcos e trazer o Rondinele, Léo Gago, André Luis, Ananias….

Juninho de novo, que caramba Seo Girso.
Tá vendo mandou o Ayrton para o Vitória e não temos lateral direito. Se for para colocar o Wendel prefiro um cone. CHEGA DE BRUNO, JUNINHO, VINÍCIUS, FELIPE MENEZES, WENDEL.

Os comentários estão desativados.