Categorias
Verdão na Mídia

Verdão na Mídia 28-01-2014: Irritado por quebra de acordo, Palmeiras quer negociar Henrique ❘ Folha Online

NOTICIÁRIO ❘ FOLHA ONLINE

• Irritado por quebra de acordo, Palmeiras quer negociar Henrique

Por Diego Iwata Lima

A diretoria do Palmeiras está irritada com Henrique e vai fazer tudo que for possível para negociar o jogador com o Napoli, que ofereceu R$ 19,8 milhões para contratá-lo definitivamente. Dizendo-se torcedor alviverde, o capitão do time já disse que não deseja deixar o clube.

O Palmeiras ficará com 80% do valor em caso de negociação. O restante está dividido entre o atleta e seu agente.

A irritação se deve à notificação extrajudicial que o jogador fez chegar ao clube paulista na última semana, relativa a valores em luvas contratuais devidas a ele e a seu agente, Marcos Malaquias, pela gestão Arnaldo Tirone, anterior ao mandato de Paulo Nobre.

Ao notificar o Palmeiras, Henrique quebrou um acordo que havia entre a diretoria e o elenco, para que não houvesse qualquer tipo de ação não-amigável para cobranças de dívidas referentes a gestões anteriores.

A atual gestão jamais ficou devendo qualquer valor aos jogadores e comprometeu-se a pagar parceladamente os débitos da gestão anterior.

O presidente Paulo Nobre sentiu-se traído pela atitude do jogador. E o próprio elenco alviverde ficou contrariado com o seu capitão.

REMANESCENTE

Henrique é um dos jogadores mais respeitados pela torcida no atual elenco do Palmeiras.

A camisa do zagueiro é a campeã de vendas na rede de lojas oficiais do Palmeiras, a Academia Store. Ela corresponde a 20% de todas as vendas de camisas do time com nomes de jogadores.

Henrique está em sua segunda passagem pelo Palmeiras. Em 2008, chegou ao clube e logo tornou-se titular na campanha do Campeonato Paulista de 2008, último estadual conquistado pelo clube alviverde. Além dele, Valdivia, Wendel e o goleiro Bruno estiveram naquele elenco.

O zagueiro conquistou também a Copa do Brasil de 2012 e a Série B do Brasileiro de 2013.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ FOLHA ONLINE

••

NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

• Napoli quer comprar Henrique; jogador pode deixar o Palmeiras

Por Felipe Zito e Marcelo Hazan

Os próximos três dias serão decisivos para a permanência do zagueiro Henrique no Palmeiras no ano do centenário do clube. Depois de o Napoli tentar a contratação do atleta por empréstimo até junho deste ano, agora os italianos manifestaram a intenção de comprar os diretos econômicos para ter o defensor em definitivo.

Em contato com a reportagem do GloboEsporte.com, o empresário do jogador, Marcos Malaquias, confirmou a mudança de postura do clube da Itália, mas disse aguardar uma decisão do Palmeiras sobre a nova oferta.

A resposta deve acontecer nos próximos dias, já que a janela de transferências no futebol europeu se fecha na sexta-feira, dia 31. Antes da apresentação de Bruno César como reforço, nesta terça-feira, o presidente Paulo Nobre se esquivou sobre o interesse do Napoli, mas…

– Foco das atenções é o Bruno Cesar e as perguntas devem ser para ele. O que posso dizer é que nenhum jogador é inegociável. Não falo absolutamente nada sobre negociação – disse.

Com contrato com o Verdão até junho de 2017, Henrique já manifestou publicamente seu desejo de continuar no clube e fazer parte do centenário alviverde. Ídolo da torcida, o zagueiro é um dos atletas que mais vende camisas do atual elenco.

O departamento de futebol profissional do Palmeiras mantém política de não comentar publicamente sobre negociações. Internamente a possível transferência é vista com bons olhos para reforçar o caixa do clube, já que o valor da multa rescisória é de 6 milhões de euros.

No início do ano, Henrique recebeu cerca de R$ 1 milhão referente a uma dívida de luvas. O zagueiro retornou ao clube por empréstimo do Barcelona em julho de 2011, mas assinou contrato em definitivo em 2012.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

••

NOTICIÁRIO ❘ FOX SPORTS

• Palmeiras vende Henrique ao Napoli por R$ 16,5 milhões

O Palmeiras está muito próximo de vender o zagueiro Henrique para o Napoli. De acordo com Andrea Chiavacci, comentarista do FOX Sports, fontes ligadas ao clube italiano confirmam o acerto nas negociações e o valor seria de 5 milhões de euros (cerca de R$ 15 milhões) aos cofres palmeirenses. Para que a negociação seja concluída, falta apenas a autorização do presidente da equipe de Nápoles, Aurelio De Laurentiis. O zagueiro assinará um contrato de quatro anos com o time italiano.

Com o acerto com Henrique, o Napoli desiste da contratação do volante Ralf, do Corinthians. O motivo seria o fato de os dois jogadores serem extra-comunitários e não poderem ser contratados na mesma temporada.

A contratação de Henrique seria um pedido do técnico Rafa Benítez, que vê o jogador como um atleta versátil, que pode atuar tanto na zaga quanto no meio-campo. Esse seria, inclusive, o motivo que teria feito o clube preterir Ralf, que joga apenas como volante.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ FOX SPORTS

••

NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

• Empresário nega saída de Henrique do Palmeiras: “estamos aguardando”

Por Mauricio Duarte e Vanderlei Lima

Depois da negativa de Henrique em ir para a Itália por empréstimo, o Napoli enviou ao Palmeiras nesta terça-feira uma proposta de 5 milhões de euros (aproximadamente R$ 17 milhões na cotação atual) para contratar em definitivo o camisa 3. O clube ainda avalia o negócio e deve se posicionar oficialmente em breve.

Quem confirmou as negociações foi o empresário do jogador, Marcos Malaquias, que está conversando com seu agenciado sobre as novidades. “Não confirmo a transação. Só sei que o Napoli veio pra cima, mas o Henrique não tem o interesse de sair ele está muito bem aqui no Palmeiras”, explicou após contato telefônico com o UOL Esporte.

O empresário garantiu que a negociação ainda não está definida: “Eles estão conversando entre eles (clubes). Era um empréstimo, e agora querem comprar o jogador. Temos que aguardar, pois 80% dos direitos são do Palmeiras e 20% do jogador e do empresário”, afirmou.

O presidente do clube, Paulo Nobre, desconversou sobre Henrique, mas afirmou que nenhum jogador alviverde é inegociável: “O foco das atenções hoje é o Bruno Cesar, mas absolutamente nenhum jogador do Palmeiras é inegociável. E todos os jogadores que estão fora do Palmeiras também podem vir jogar no clube. Não falo nada sobre negociações em curso ou mesmo as que nem se iniciaram”.

Há uma semana os napolitanos estão atrás do beque palmeirense, que não gostaria de deixar o clube por estar jogando regularmente e lutando por uma vaga na seleção brasileira na Copa do Mundo – o jogador se transformou em capitão do clube sob o comando de Felipão, que já o convocou algumas vezes.

Henrique tem contrato com o Palmeiras até 2017 e no final deste ano sua multa rescisória cai para cinco milhões de euros, segundo Marcos Malaquias.

Na Itália, o técnico do Napoli, Rafa Benítez, afirmou que seu time ainda está de olho em contratações na janela de transferências – que se encerra na sexta-feira – e que pode surpreender.

“Falei ontem com o presidente (Aurelio De Laurentiis) e tenho certeza que existirão algumas propostas. Os fãs vão gostar. A coisa boa é que alguns jogadores que lidamos não foram anunciados no jornal”, assegurou Benítez, para a rádio italiana Kiss Kiss.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

••

NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

• Bruno César diz que não está 100% e prevê estreia até contra o Corinthians

O meia Bruno César foi apresentado, no início da tarde desta terça-feira, como reforço do Palmeiras para o ano do centenário. O jogador se diz um pouco acima do peso, mas prevê a estreia até o clássico contra o Corinthians, no dia 16 de fevereiro.

– 100% (fisicamente) eu não estou. É completamente diferente estar treinando com bola, com o grupo, do que só a parte física. Para estrear, dentro de dez até 15 dias, no máximo. Pode ser até contra o Corinthians. Tem de esperar, conversar com a comissão técnica – declarou o meia, durante entrevista coletiva.

A intenção dos preparadores físicos do Verdão é a de que o jogador esteja liberado para treinar com o restante do grupo em até dez dias. Com isso, ficaria à disposição do técnico Gilson Kleina.

A apresentação de Bruno César contou com um banquete e a participação de quatro sócios do Avanti com a maior pontuação em São Paulo. O meia de 25 anos ainda ressaltou a sua passagem pelo Corinthians, entre 2010 e 2011, e diz que a identificação com os palmeirenses não será complicada. Ele ressalta que tem um carinho pelo Timão devido ao bom desempenho no Alvinegro.

– Na época, tinha cabelo grande, cabelo maior. Mas, tudo começou aqui. O pessoal me chamava de Tévez (argentino, ídolo corintiano), e foi por isso que ficou. Esqueceram já (da minha passagem pelo Corinthians), já foram três anos fora – completou.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

••

NOTICIÁRIO ❘ ESPN BRASIL

• Bruno César escolhe número de Kleber Gladiador e torcedores chiam; Nobre ameniza polêmica

Por Francisco De Laurentiis

O esperado era que Bruno César escolhesse a camisa 7 no Palmeiras, mas o reforço alviverde preferiu um número diferente. Nesta terça-feira, o meio-campista foi apresentado com a 30, que ficou famosa ao ser usada pelo atacante Kleber, o “Gladiador”, hoje no Grêmio.

A reação nas redes sociais foi imediata. Descontentes com a lembrança do “Judas”, que deixou o Palestra Itália pela porta dos fundos, milhares de torcedores reclamaram. O presidente Paulo Nobre, porém, disse não ver polêmica na escolha de Bruno César.

“O número quem faz é o jogador. O Kleber teve uma passagem muito feliz pelo Palmeiras, mas saiu de uma forma que o torcedor ficou ressentido. Mas o número 30 pode ser honrado pelo Bruno. Quem sabe depois dele a camisa não volte a ser querida pela torcida…”, disse o cartola.

Bruno César, por sua vez, disse não lembrar que o “Gladiador” havia usado a camisa 30 em sua passagem pelo time palestrino. Segundo o meia, o número é o que menos importa em seu novo time.

“Nem fazia ideia que o Kleber tinha vestido essa camisa… O número 30 era uma das poucas opções que tinha livre, não tinham tantas assim… Mas número não tem tanta importância. O importante é estar jogando entre os 11“ , desconversou o reforço, que retorna ao Brasil após passar por Benfica, de Portugal, e Al Ahli, da Arábia Saudita.

Ainda fora de forma, o meio-campista pediu 15 dias para entrar em forma. Sua estreia pode ser justamente contra o Corinthians, seu ex-time, pelo Campeonato Paulista, no dia 16 de fevereiro.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ ESPN BRASIL

••

BLOG DO PAULO VINÍCIUS COELHO ❘ ESPN BRASIL

• Henrique aceita jogar no Napoli e Palmeiras pode perder zagueiro em definitivo

Henrique recusou definitivamente ser negociado por empréstimo com o Napoli da Itália. E então o Napoli subiu a oferta e tenta a compra em definitivo. A multa do zagueiro do Palmeiras é de 5 milhões de euros e a oferta do Napoli gira em torno de 3,5 milhões. O negócio não está sacramentado. Mas deve ser fechado nas próximas horas.

O Palmeiras queria emprestar Henrique. A lógica era receber um valor pelo empréstimo e economizar os salários pelo menos até maio. Nessa data, ou o Napoli compraria o jogador em definitivo ou Henrique voltaria para jogar o Campeonato Brasileiro e a Copa do Brasil.

Não será mais assim. O Napoli está disposto a pagar mais de 60% do valor da multa de rescisão. Henrique entendeu que terá visibilidade na Itália tanto quanto no Palmeiras. Por isso, o negócio deve ser fechado até o final da semana.

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO PAULO VINÍCIUS COELHO ❘ ESPN BRASIL

••

BLOG DO ALEX MÜLLER

• Adeus, Xerife!

O zagueiro e capitão Henrique está de malas prontas para a Itália, onde defenderá o Napoli. A informação é de que o clube europeu desembolsará 5 milhões de euros, sendo que o Palmeiras ficará apenas com metade desse valor. Os outros 50% serão divididos entre o próprio atleta e seu empresário.

Claro que não estamos falando de nenhum Luís Pereira, Antônio Carlos, Clebão, entre poucos outros, mas estamos falando do melhor zagueiro que o clube tem (ou tinha) na atualidade. O que significa dizer que o Palmeiras está enfraquecendo seu sistema defensivo em troca de 2,5 milhões de euros.

Uns acham bom, outros não. O interessante do futebol é justamente essa divergência de opiniões. Mas é inegável que a diretoria precisa aproveitar essa transferência e já tentar buscar um substituto no mercado correndo.

Manoel, que seria uma boa alternativa, é tido como inegociável pelo Atlético/PR. Não sei se há outra opção plausível e de qualidade que o Palmeiras possa buscar agora.

É bem verdade que o staff do atleta vinha agitando bastante nos bastidores e, inclusive, ameaçando entrar na justiça por valores atrasados da gestão anterior. E o interesse do Napoli veio ao encontro da vontade da direção de se desfazer do atleta.

Apenas é preciso equilibrar o que o time perde com a saída de Henrique com o ambiente entre o capitão e os dirigentes. Para mim, o Palmeiras só sairia ganhando se contratasse imediatamente outro zagueiro que chegasse para ser titular. Portanto, é preciso aguardar alguns dias para se saber o resultado dessa equação.

Independentemente dos empresários que sempre visam os seus próprios interesses e de seus pupilos, é preciso dizer que Henrique sempre honrou a camisa do clube e merece sair pelas portas da frente.

Também acho negativa essa situação pensando no clássico de domingo contra o São Paulo. Mas é apenas uma questão pontual, principalmente pelo fato de o Palmeiras não disputar um clássico há muito tempo.

Apenas reitero que não vejo uma zaga formada por Lúcio e Marcelo Oliveira ou Lúcio e Vitorino como ideal para o ano. E quando Lúcio não puder jogar? Que terror….

Por isso é até uma questão óbvia a diretoria correr atrás de um defensor de ponta para suprir a saída de Henrique.

Sobre a chegada de Bruno César, sempre falei que foi uma grande contratação. Espero que em campo ele corresponda com a enorme expectativa criada em torno dele. E que a camisa 30 não traga forças negativas para ele. Aliás é até uma chance de renovar esse número dentro do clube com muito mais qualidade.

Forza Bruno Cesare!!!

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO ALEX MÜLLER

••

BLOG DO VERDÃO ❘ DIÁRIO DE S.PAULO ONLINE

• Mago do Palmeiras, Valdivia é o invencível

Por João Pontes

Valdivia não recebeu o apelido de Mago à toa. Com o meia chileno em campo, o Palmeiras é um time diferente. E a importância do camisa 10 pode ser comprovada pelos números. Sempre questionado por desfalcar o time na hora agá, ele não sabe o que é perder uma partida pelo Alviverde há quase um ano.

O último revés do Mago pelo clube do Palestra Itália foi em 6 de março do ano passado, na derrota contra o Tigre, da Argentina, pela primeira fase da Copa Libertadores. De lá para cá, o craque chileno disputou 21 partidas. No total, ele conquistou 13 vitórias e oito empates – aproveitamento de 74% dos pontos disputados.

“Quando  temos o Valdivia em campo, sabemos a diferença que o futebol dele faz. Estamos carentes de craques, então temos de cuidar bem dele”, diz o técnico Gilson Kleina.

Empolgada com a estreia do Mago nesta temporada, a torcida palmeirense espera que ele possa jogar mais vezes. No último domingo, contra o Atlético Sorocaba, o camisa 10 fez um gol e foi o melhor jogador em campo na goleada por 4 a 1.

No entanto, devido ao histórico de lesões, a comissão técnica alviverde adota cautela com Valdivia. Após cada partida, o departamento médico realiza exames no jogador para avaliar o seu desgaste físico.

“Sempre fazemos o planejamento para ele ter uma sequência e vamos respeitar os exames.  Eu fico como o culpado por não colocá-lo em campo, mas assumo isso. É melhor tê-lo duas vezes por semana do que não tê-lo”, afirma Kleina.

• De olho no clássico

Apesar do excelente futebol apresentado na rodada do fim de semana, Valdivia deve ser poupado do jogo contra o Penapolense, quinta-feira, no Pacaembu. A ideia é prepará-lo para o clássico contra o São Paulo, domingo, também no Pacaembu.

“Vamos com calma, não podemos nos apressar. O que tiver para jogar, vamos jogar… O que for para segurar, a comissão vai segurar. Temos de ir com calma”, reconhece Valdivia. “Estar 100% no começo do ano é impossível. Aos poucos, vamos melhorar. À medida que jogamos, nos sentindo mais soltos e bem fisicamente”, acrescenta o meia.

A invencibilidade de  21 jogos do chileno

10/3 São Paulo 0x0 Palmeiras
14/3 Palmeiras 2×1 Paulista
6/7 Palmeiras 4×0 Oeste
12/7 Palmeiras 4×1 ABC
20/7 Figueirense 2×3 Palmeiras
27/7 Guaratinguetá 1×1 Palmeiras
30/7 Palmeiras 4×0 Icasa
2/8 Palmeiras 2×1 Bragantino
10/8 Palmeiras 2×1 Paraná
31/8 Ceará 2×2 Palmeiras
10/9 Palmeiras 3×0 ASA
14/9 América-MG 1×1 Palmeiras
17/9 Avaí 2×4 Palmeiras
21/9 Palmeiras 2×1 Sport
28/9 Palmeiras 0x0 América-RN
1/10 Oeste 0x2 Palmeiras
26/10 Palmeiras 0x0 São Caetano
2/11 Paraná 1×1 Palmeiras
09/11 Palmeiras 3×0 Joinville
23/11 Palmeiras 4×1 Ceará
26/01 Sorocaba 1×4 Palmeiras

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO VERDÃO ❘ DIÁRIO DE S.PAULO ONLINE

••

25 respostas em “Verdão na Mídia 28-01-2014: Irritado por quebra de acordo, Palmeiras quer negociar Henrique ❘ Folha Online”

Primeiramente, lê-se muitas coisas diferentes em vários lugares. Imaginemos que Henrique tenha acionado o clube extrajudicialmente, quebrando um acordo feito anteriormente com a diretoria. Como capitão do time, passa um péssimo exemplo aos demais jogadores, o que pode, inclusive, gerar um descontentamento no grupo.
O valor da multa rescisória era 6 milhões de euros, dizem. Se vendeu por cinco, não fez um mal negócio, ainda que não fique com todo o dinheiro da venda, até porque parte do valor do Palmeiras deve ir ao próprio jogador em razão de dívidas passadas.
Quanto à parte técnica, acho que Henrique não é um grande zagueiro, longe disso até, mas é um bom zagueiro dentro do que temos hoje no futebol brasileiro. O nível do futebol hoje é tão baixo por aqui que Henrique, mesmo sendo mediano, é um dos melhores do país.
Manoel é um bom nome para substituí-lo, e acredito que o Palmeiras irá buscar alguém. Danilo é inferior a Henrique, mas dentro do que temos no país hoje, seria uma opção razoável.
Vamos perder a curto prazo, mas se a diretoria tiver bons olheiros, certamente encontrará alguém perto do nível do Henrique para substituí-lo.
Por fim, mais um jogador sem contrato de produtividade que vai embora. Tenho a impressão que os demais também irão até o final do ano.

Mauser, pode ter certeza. Se o Palmeiras for atrás do Manoel, o Atlético-PR vai dar ao zagueiro uma importância muito maior do que ele tem, e jogar duro para negociar. Na prática, eles vão agir como o Palmeiras deveria agir. Mas tudo bem, não é! Para quem já aceitou apoio do Mustafá, se desfazer dos nossos melhores jogadores é fichinha.

Como sempre, depois de negociar o zagueiro selecionável a um preço quase igual ao do Edenilson, do Leandro Castan, entre outros, agora surgem histórias que podem levar a torcida a colocar em xeque o caráter de Henrique. Henrique, Barcos, Luis Felipe, Vilson… Podem ter certeza! O próximo que sair também vai entrar para esse clube. Mas a diretoria (a mesma que contrata Weldinho e agora Paulo Henrique) é indigna de críticas. Aliás, para quê precisamos de patrocínio master, não é mesmo?

Pra mim, num perdemos muita coisa, na serie B do ano passado ele jogou bem, mas tinha muito jogo que eu achava o Vilson melhor, mas q vamos precisar contratar alguem bom e rapido, isso vamos

A princípio, não deveria sair, principalmente pela liderança. Não sei se o preço foi bom, parece que nem isso.

impressionante como o palmeiras vende mal os jogadores…..nao sou contra a venda, mas sou contra a venda a preços baixos e historicamente vemos isso acontecer

VERDADE, com certeza, historicamente o Palmeiras vende mal os melhores jogadores do time com preços de liquidação ou preço de queima de estoque. lamentavelmente.

O Henrique é um zagueiro meia-boca e pode ser substituído facilmente. Muito nome e pouco futebol.

Eu achei uma cagada tanto do lado do Palmeiras, quanto do lado do Henrique… Primeiro, o jogador teria chances reais de jogar a copa, pois o Felipão sempre tem o convocado. Segundo, se convocado, o jogador ficaria muito valorizado, seu passe iria para 10, 12 ou 15 milhões de Euros, e nesse caso o CEO é burro de não esperar!!! E o jogador, adeus copa 2014!!!!! Boa sorte ao nosso ex-capitão e espero que o Palmeiras traga o Manoel do Atlético-PR, é o mínimo que poderíamos pedir depois dessa! Dizem que o Danilo vai voltar… vamos ver.

Incrível como a imprensinha sabe tudo né? Uma leitura rápida nos artigos acima, e veremos que a SEP pode receber de 8.275 mi. até 15.8 mi . É muita gente querendo dar o furo, sem saber coisa nenhuma. Aliás, vale aqui o trocadilho.kkk

Quando empresário de jogador de futebol fica dando entrevista dizendo que fulano “está muito bem no clube” e que deseja permanecer, pode escrever que tem boi na linha. Igualzinho ao que fez o empresário do J-30.

Se ele quebrou mesmo o tal acordo é algo muito grave, pois ele é o capitão. . Mas lembrando que o empresário dele é o Marcos Malaquias. . Que sempre nos sacanea.. acho que se o Henrique sair tem que para de negociar tbm com o Malaquias.

O problema não é a saída de Henrique é a quem será contratado,vender por 5 milhōes um bom jogador, e depois gastar 6 milhōes em 3 perebas ou promessas que não vigam é o problema,se Lúcio se machucar ,estamos na roça, acho que temos que esperar quem virá, pois o nosso problema a anos é sempre uma zaga fraca.

Aí tem coisa desse Marcos Malaquias, aquele que ainda é o empresário de um certo jogador que já passou pelo Verdão e hj tá no verdinho do Paraná e até perdeu Penalty em classico no fds ….. concordo com o Alex Muller, bora correr atrás de um zagueiro de qualidade que chegue p/ ser titular …..

Se a negociação for boa para o Palmeiras, não vejo problemas. Dizem que o atleta acionou o clube na justiça quebrando um acordo, pois o débito que o clube tem com o jogador é da éra Tirone. A adm atual não deve nada ao jogador, portanto se ele quer ir que vá, nínguém é inegociável. Um bom zagueiro seria mesmo o Manoel do patético paranaense. E que o Palmeiras jamais seja desrespeitado !

Não acho que ele desrespeitou o Palmeiras e deve sair pela porta da frente pois SEMPRE honrou a camisa.
Acho que o negocio não foi bom para o Palmeiras, só será bom se o PN contratar algum zagueiro nivel seleção para o lugar dele, o que eu tbm não acredito que vá acontecer. Portanto quem deu tiro no pé foi PN e quem perde com isso é o torcedor, pra variar…

Os comentários estão desativados.