Categorias
Verdão na Mídia

Verdão na Mídia 29-01-2014: Presidente do Criciúma cobra R$ 15 milhões, e Wesley pode deixar Palmeiras ❘ Espn Brasil

NOTICIÁRIO ❘ ESPN BRASIL

• Presidente do Criciúma cobra R$ 15 milhões, e Wesley pode deixar Palmeiras

Por Francisco De Laurentiis

Uma dívida cobrada pelo presidente do Criciúma, Antenor Angeloni, pode tirar Wesley do Palmeiras. Em 2012, quando o atleta foi contratado pelo time alviverde, a empresa do cartola, A. ANGELONI & CIA. LTDA. foi usada como fiadora dos R$ 15.315.027,56 desembolsados para comprar o volante do Werder Bremen-ALE. Como a equipe paulista não pagou a carta de crédito, porém, Angeloni entrou na Justiça para receber o valor.

A 9ª Vara Cível de São Paulo bloqueou, então, a cota de TV que o Palmeiras receberia da Globo pelo Campeonato Paulista 2014, o que irritou a diretoria alviverde. Segundo o juiz Valdir da Silva Queiroz Junior, o valor deve ser repassado diretamente à A. ANGELONI & CIA. LTDA, no primeiro dia útil de fevereiro, já que, em sua opinião, o clube do Palestra Itália não honrará a dívida.

“Confirmando a empresa Globo Comunicação e Participações que há créditos a serem pagos ao réu no primeiro dia útil de fevereiro […] com o fito de se garantir o resultado prático do processo, que visa ao recebimento de valores decorrentes de ajuste inadimplido pela requerida, havendo fundadas razões para se crer que o réu não honrará também a terceira parcela do negócio objeto da ação, eis que já não honrou as parcelas anteriores e não há indícios de modificação fática de sua situação financeira”, sentenciou o magistardo.

A venda de Wesley seria, portanto, a melhor maneira de resolver o problema e livrar o Palmeiras da dívida de R$ 15 milhões com Angeloni. Como a janela para o futebol europeu se fecha no próximo dia 31, porém, uma transferência para o Velho Continente ficou difícil. A alternativa seria negociá-lo com uma equipe brasileira, mas o alto valor deve desencorajar possíveis interessados.

Em agosto do ano passado, aliás, Wesley chegou a negociar com o Atlético-MG, mas permaneceu no Palmeiras. O vínculo do atleta com o clube do Palestra Itália vai até abril do ano que vem, o que dá ao volante o direito de assinar um pré-contrato com outra equipe a partir de outubro desse ano, sem nenhuma compensação financeira ao Palmeiras.

Nesta quinta-feira, Wesley está relacionado pelo time alviverde para enfrentar o Penapolense, pelo Paulistão. O zagueiro Henrique, por sua vez, não joga, já que foi vendido para o Napoli na terça.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ ESPN BRASIL

••

NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

• Após um ano, Nobre vê mudança de espírito e Verdão como ‘player’

Por Felipe Zito

Paulo Nobre assumiu o comando do Palmeiras com o objetivo de recolocar o clube na elite do futebol nacional. Pouco mais de um ano após ter sido eleito presidente do Verdão, o dirigente comemora as mudanças alcançadas ao longo de sua gestão no departamento de futebol profissional. Os principais objetivos de 2013 foram alcançados com sobra – o acesso para a elite do futebol nacional e o título do Campeonato Brasileiro da Série B.

Hoje, Nobre destaca a mudança de ambiente na Academia de Futebol e já credencia o Verdão como um dos candidatos ao título do Campeonato Paulista.

– Fico feliz quando vejo hoje o palmeirense com sua autoestima recuperada e feliz de ver o grupo com a autoconfiança recuperada. O Palmeiras que eu encontrei no primeiro dia do meu mandato, da primeira conversa que eu tive no vestiário é completamente diferente do Palmeiras que eu encontrei na pré-temporada em Itu. Todos estão confiantes de que o Palmeiras é um dos “players” nos campeonatos que vai disputar este ano – afirmou.

– Estou ansioso que esse grupo dê a liga que todos nós estamos imaginando, com muita simplicidade, se doando em campo. Eu como presidente torço como um destes 16 milhões de torcedores que estão esperando que esse grupo dê o resultado que todos estamos imaginando – completou.

Uma das principais mudanças do ano passado para a atual temporada está na formação do plantel. Eleito no dia 21 de janeiro do ano passado, Nobre encontrou um grupo desmanchado pelo rebaixamento para a Série B e com apenas dois reforços contratados pela gestão de Arnaldo Tirone: o lateral-direito Ayrton e o goleiro Fernando Prass.

Para 2014, o técnico Gilson Kleina teve a vantagem de ver seu grupo ser formado ainda nas primeiras semanas de janeiro sem a necessidade de ter antecipado as férias do elenco no fim do ano passado, fato que, segundo o dirigente, foi rejeitado pelos próprios jogadores.

– Já falei algumas vezes que essa diretoria trabalha sem fazer propaganda, mas trabalhamos muito e cobro minha diretoria desde o primeiro dia em que fomos empossados. Escutamos muitas críticas no fim da Série B quando o Palmeiras já tinha garantido o acesso, falando que o clube deveria ter iniciado sua preparação para 2014. Quantas vezes eu não escutei que o Palmeiras poderia sair na frente e não saiu, que não contratava ninguém, que era um time que tinha saído atrás – disse Nobre.

O dirigente comemora o planejamento alviverde para o ano do centenário e a contratação de nove atletas para 2014: Victorino, Lúcio, Paulo Henrique, William Matheus, Souza, Marquinhos Gabriel, Bruno César, Rodolfo e Diogo, além da permanência em definitivo do ex-gremista Leandro.

– Eu fico orgulhoso quando eu vejo que muitos preferiram vir para cá reconhecendo a grandeza do clube. Todo esse trabalho que estamos vendo hoje não iniciou em janeiro, foi lá em outubro e novembro. As conversas nunca pararam de acontecer. O segundo semestre inteiro vínhamos observando jogadores e analisando a possibilidade de contratar. Todos que vieram nós estávamos conversando há um tempo – completou.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

••

NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

• Palmeiras começa 2014 tendo que se virar contra buracos nas finanças

Por Mauricio Duarte e Pedro Lopes

Depois de um 2013 conturbado financeiramente, o Palmeiras começou 2014 determinado a sanear as contas do clube. No ano do centenário, o presidente Paulo Nobre não escondeu que o principal objetivo é chegar ao fim da temporada com superávit – algo que não acontece desde 2006 no Palmeiras. Já no primeiro mês, entretanto, veio o primeiro problema: uma ação da justiça sobre a compra de Wesley, na gestão de Arnaldo Tirone, penhorou as receitas do contrato com a TV Globo em até cerca de R$ 21 milhões.

A penhora provocou bastante preocupação entre conselheiros do clube: o mesmo contrato com a emissora é o que garante um fundo, chamado FIDC, aprovado pelo alviverde para antecipar R$ 54 milhões, destinados principalmente ao pagamento de dívidas. O processo, porém, não deve atrapalhar a operação: o contrato do Palmeiras com a Globo vai até 2017, e envolve valores na casa dos R$ 70 milhões/ano – mesmo com a penhora judicial, é suficiente para garantir os R$ 54 milhões do fundo.

Ainda assim, o congelamento das receitas de direitos de transmissão tem um impacto significativo nos cofres alviverdes, e força Paulo Nobre a se virar para contornar a situação. O presidente consegue com bancos empréstimos em condições melhores do que o Palmeiras, e em 2013 foi avalista em algumas operações do tipo – segundo membros do Conselho de Orientação e Fiscalização do clube (COF), foram R$ 70 milhões, devidamente documentados e contabilizados.

Os mesmos cofistas ainda afirmam que parte da verba utilizada na contratação do atacante Leandro, do Grêmio, veio de empréstimos, ainda não contabilizados, e não descartam novas operações neste começo de ano. O mandatário palmeirense, entretanto, tem buscado outras alternativas para equilibrar as finanças.

Henrique e mensalidades

A venda de Henrique para o Napoli poderá ajudar a tapar o buraco deixado pela penhora dos valores da Globo – o jogador renderá ao Palmeiras entre R$ 10 e R$ 12 milhões, mas a saída do capitão revoltou oposicionistas.

Na última sexta-feira, o COF aprovou, a pedido da diretoria, aumento de 20% nas mensalidades de sócios do clube. Os valores já tinham sido aumentados no primeiro semestre do ano passado em 30% (o acumulado chega a 56%). Assim como a saída do zagueiro, a medida também gerou insatisfação, mas o clube social, há tempos, tem sido fonte de prejuízos: em 2013, o rombo foi de R$ 5 milhões.

Os associados cobram contrapartidas pelo aumento, na forma de melhorias nos serviços da sede social do clube. Elas devem acontecer, já que parte dos R$ 54 milhões do FIDC terá este destino. Outra parcela, de cerca de R$ 20 milhões, será utilizada para ressarcir os empréstimos tomados pelo presidente.

Em 2013, o prejuízo do Palmeiras foi em torno dos R$ 20 milhões. Para 2014, o objetivo é ousado: fechar no positivo, com quantia em caixa próxima dos mesmos R$ 20 milhões. O fechamento de um patrocínio máster é uma das prioridades para o clube, que espera arrecadar R$ 220 milhões.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

••

NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

• Com Bruno César, Palmeiras reforça elenco para ter ano sem dependência

Por Caio Carrieri e Thiago Ferri

Nos últimos anos, o Palmeiras formou times dependentes de um jogador. Foi assim com Marcos Assunção e seus lances de bola parada, os gols de Hernán Barcos em 2012, e as irregulares aparições de Valdivia desde sua volta. Em 2014, a história parece mudar.

Nesta terça, o clube apresentou o meia Bruno César, que assinou por empréstimo até dezembro deste ano. Ele chega para ser a principal opção na meia além do Mago, atual titular, e mais um do grupo que começa a se tornar homogêneo no centenário.

Em 2014, o Verdão chama a atenção pelo coletivo: além do chileno, os gols são diversificados no elenco, o banco tem boas opções, como Marquinhos Gabriel, que jogou cerca de 30 minutos e deu duas assistências, além do poderio ofensivo com Alan Kardec e Leandro e a segurança de Fernando Prass na meta alviverde.

Para ver Bruno César participar deste grupo, o torcedor terá de esperar. Embora o meia diga que pode estrear no Dérbi (dia 16), a comissão quer prepará-lo em menos tempo.

– Solicitei ao menos uma semana para trabalhar a parte física e de readaptação. No período de sete a dez dias ele pode ser usado – disse o preparador físico Fabiano Xhá, ao L!Net.

Com um elenco que dá mais opções ao técnico, o palmeirense já começa a esperar por um 2014 diferente das últimas decepções do Verdão.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

••

NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

• Para ter atuação intensa no clássico, Valdivia pode não jogar nesta quinta

Por William Correia

Pode não ser já nesta quinta-feira que o palmeirense voltará a ver Valdivia no Pacaembu. Dentro da estratégia de poupar o jogador mais caro do elenco para tê-lo inteiro em momentos decisivos, Gilson Kleina tende a não relacionar o chileno para enfrentar o Penapolense e, por outro lado, apostar em atuação mais intensa no domingo, contra o São Paulo.

“A resposta dele foi boa tanto durante o jogo do último domingo quanto após. Mas a recuperação do Valdivia é um pouquinho mais lenta, ele precisa de mais tempo para se recuperar. É algo genético, temos que respeitar”, disse o preparador físico Fabiano Xhá, sem adiantar nem dar pistas se o Mago jogará nesta quinta-feira.

Por enquanto, o meia cumpre rigorosamente o planejamento traçado para ele. O camisa 10 teve uma semana a mais de trabalhos físicos do que os colegas e mostrou em campo um grande desempenho em sua estreia na temporada, inclusive marcando gol na vitória por 4 a 1 sobre o Atlético Sorocaba, no domingo.

Valdiva atuou por 74 minutos, mais do que se imaginava, teve folga como todos os titulares no dia seguinte e, na reapresentação de terça-feira, apresentou dores já esperadas pela comissão técnica. Como estava previsto anteriormente, não foi a campo, mas poderá trabalhar no gramado na tarde desta quarta-feira.

O resultado de seus exames e também a avaliação da comissão técnica definirá se ele será relacionado para este sábado. É quase certo, contudo, que, caso se concentre com os colegas, não atuará o jogo todo. “Não adianta ele fazer 90 minutos e terminar o jogo andando ou não estar bem no outro dia. Faça o tempo que puder, mas bem feito, com intensidade boa para se recuperar no outro dia”, declarou Xhá.

Se for realmente poupado, a aposta é que Valdivia seja mais útil no clássico. “Ele teve uma semana a mais que os outros para conseguir uma base maior de força e evitar ao máximo os problemas físicos. Acredito em uma resposta muito boa dele neste ano com sequência de jogos”, prosseguiu Xhá.

Fora dos dois primeiros jogos do ano e, provavelmente, também nesta quinta-feira, o meia conta com a compreensão da comissão técnica palmeirense para estar na Copa do Mundo. O técnico do Chile, Jorge Sampaoli, avisou que Valdivia tem que estar melhor fisicamente do que no ano passado para ser convocado, e seus preparadores têm contato direto com os profissionais do clube para acompanhá-lo.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

••

NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

• Palmeiras contrata lateral do mesmo empresário de Bruno César

Por Mauricio Duarte

Na última terça-feira, mesmo dia em que vendeu Henrique, o Palmeiras acertou a contratação do lateral Paulo Henrique. O jogador de 20 anos, que estava no Santos, é ligado ao mesmo empresário de Bruno César, outro reforço do Palmeiras. O ala chega por empréstimo até o final do ano, com preferência para compra.

O atleta chega para suprir uma carência que o time tinha desde que o lateral Luis Felipe foi afastado da equipe. Formando nas categorias de base do Santos, ele chegou a ir para o Rio Ave, de Portugal, no ano passado. Foi reprovado nos exames médicos por conta de uma lesão no joelho e devolvido. Mas não foi aproveitado no time do litoral.

Atualmente, o palmeiras tem dois atletas que podem jogar pela direita, embora não sejam laterais de origem: Wendel, que é volante, e Serginho, que é meia-atacante, vêm ocupando a posição.

Paulo Henrique é o nono reforço do Palmeiras para a temporada. Os outros são o lateral esquerdo William Matheus, os zagueiros Lúcio e Victorino, o volante França, os meias Marquinhos Gabriel e Bruno César, e os atacantes Diogo e Rodolfo.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

••

NOTICIÁRIO ❘ FOLHA ONLINE

• Palmeiras deve jogar primeiro clássico do centenário com zaga improvisada

Por Diego Iwata Lima

A tendência é que o Palmeiras jogue o primeiro clássico do ano de seu centenário com uma defesa improvisada, domingo, contra o São Paulo, no Pacaembu

Com a negociação de Henrique com o Napoli, o Palmeiras deve ter um miolo defensivo formado pelo recém-chegado Henrique e pelo volante Marcelo Oliveira.

Contratado neste ano, o uruguaio Victorino ainda não tem condições físicas para um jogo inteiro. E Tiago Alves e Thiago Martins, estão lesionados.

Alves participou ontem de um treino de fortalecimento na caixa de areia com o preparador físico Thiago Santi. Com luxação no ombro, o jogador deve ficar fora por pelo menos mais duas semanas. Já Martins, com lesão no ligamento cruzado, só deve voltar a atuar no segundo semestre.

Antes do clássico contra o São Paulo, o Palmeiras enfrenta a Penapolense, quinta-feira, no Pacaembu. O Palmeiras lidera o grupo D do Paulista, com nove pontos.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ FOLHA ONLINE

••

BLOG DO ROBERTO AVALLONE ❘ UOL

• Gol contra do Palmeiras: Henrique no Napoli

Logo agora que a torcida do Palmeiras parecia curtir a formação de time muito forte no Centenário do clube, foi confirmada notícia: Henrique é do Napoli, em saída que pode comprometer a espinha dorsal da equipe, carente de um reserva à altura para o seu capitão.

Foi como um soco no estômago.

Financeiramente nem sei, mas levando em consideração a parte técnica foi um negócio que prejudica os sonhos de uma dupla de zaga de renome (que Henrique estava formando com Lúcio), além da polivalência do jogador (joga também de terceiro zagueiro e primeiro volante) que agora estará serviço dos napolitanos.

A vontade do jogador pesa, é claro. Só que não me parecia ser este o momento de vender Henrique, pois não vejo no elenco, pelo menos por enquanto, quem possa ocupar o lugar do capitão: o uruguaio Victorino está há um ano e dois meses sem jogar, a revelação Thiago Martins sofreu grave lesão no joelho e Marcelo Oliveira dá a impressão de ser um pouco lento para atuar ao lado de Lúcio, de 35 anos.

Contratar outro zagueiro seria uma tentativa. Quem, no entanto? E a que preço?

Na esteira do caso Henrique, como de costume surgem rumores sobre outras saídas de jogadores. Há quem tema por Valdivia (que seria vendido depois da Copa do Mundo), há quem diga que Wesley será o próximo a sair, mas aí já não acredito. Penso que ambos ficarão, que os rumores não passam de especulações.

Pois que em seu Centenário, já tendo perdido Henrique, o Palmeiras não se arriscaria, creio, a enfraquecer ainda mais a sua equipe.

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO ROBERTO AVALLONE ❘ UOL

••

BLOG DO JORGE NICOLA ❘ IG ESPORTES

• Após Henrique, Palmeiras deve perder Wesley no centenário

Henrique não deverá ser a única baixa do Palmeiras para o ano do centenário – o zagueiro acertou nesta terça-feira sua transferência para o Napoli, da Itália. O clube estuda no momento a venda do volante Wesley.

Os dois titulares absolutos de Gilson Kleina sairiam pelo mesmo motivo: terem processado o Palmeiras. Henrique e seu agente, Marcos Malaquias, exigem R$ 1,1 milhão na Justiça por não terem recebido parte da comissão na volta do atleta ao Palestra Itália.

Já o problema com Wesley tem a ver com a Angeloni & Cia, empresa avalista na contratação do volante, em 2012, pelo valor de R$ 15 milhões – o clube ainda tem de pagar esse valor.

Na última semana, a Angeloni conseguiu por meio dos tribunais o bloqueio de mais de R$ 10 milhões que o Palmeiras teria direito de receber pela cota de TV do Campeonato Brasileiro deste ano – o dinheiro cairia em fevereiro.

Assim que assumiu a presidência alviverde, há um ano, o presidente Paulo Nobre havia prometido aos jogadores que pagaria todas as dívidas. Seu único pedido: que os atletas não entrassem na Justiça.

Henrique e Wesley acabaram traindo a confiança do presidente. Desde o final do ano passado, o técnico Gilson Kleina tinha a informação de que Henrique seria vendido diante da primeira boa proposta, exatamente pelo processo. E o mesmo vale para Wesley.

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO JORGE NICOLA ❘ IG ESPORTES

••

COLUNA DE PRIMA ❘ LANCE!

• Palmeiras fecha 2013 com déficit de R$ 22 mi

Por Marcelo Damato

Apesar da política de cortes do presidente Paulo Nobre, o Palmeiras fechou 2013 com um déficit de cerca de R$ 22 milhões. E a culpa não é das obrigações financeiras – elas nem respondem pela maior fatia. O futebol e demais esportes ficaram R$ 8,9 milhões no vermelho, mesmo com o time disputando a Série B. Esse é o oitavo ano seguido que o clube fecha no negativo.

••

44 respostas em “Verdão na Mídia 29-01-2014: Presidente do Criciúma cobra R$ 15 milhões, e Wesley pode deixar Palmeiras ❘ Espn Brasil”

Pô 3VV!!
A matéria sobre a venda do Wesley é especulativa e mal apurada e vcs repercutem no título do post?! A conclusão do reporter sobre a venda do Wesley não tem base nenhuma. A dívida é financeira e acabamos de vender o Henrique. Por favor, não deem voz a jornalista marrom. Ou será que o 3VV tá em busca de polêmica em troca de audiência?

A…atualizando o assunto….trouxemos jogadores, mandamos outros embora, nem a Caixa pode patrocinar a camisa (Viram a importância de ter as finanças em dia ? É Lei. O Brasil todo com Caixa e nós não temos esse patrocínio , por incopetencia) ou seja sem Patrocínio e o número de Sócios Avanti estancou nos 35.668. Torcida que canta e Vibra…….

Na boa : Obrigado Henrique. Que você encontre na Europa o futebol que você deixou lá. Wesley, se tiver que ir, que vá. Negócios que começam errados, terminam errados. Assim como O Beluzzo contratou o Valdivia a peso de ouro, o mesmo mesmo fez o (Men)Tirone : a vaquinha foi pro brejo. Agora pelo menos temos um elenco, e essas baixas farão falta, mas nem tanto. Vejo vcs hj a noite no Paca.

Foda-se o centenário, a prioridade é o caixa do clube e a conta da luz. E o torcedor é quem paga a conta. RUMO AO TRI em 2015. CHEGA DE VIVER DE PASSADO, quem vive de passado é museu!!!

A empresa cobra uma dívida que para ser paga não precisa, necessariamente, que se venda o jogador. Wesley está registrado e com contrato com o Palmeiras.
Como o Palmeiras vai arrumar o dinheiro é problema do clube.

Pera aí, deixa eu ver se entendi ? Devemos 15 milhões e a única saída é negociar o jogador ? Não se fala em investimento, novas receitas, patrocínio master, publicidade sobre o jogador que já ganhou carisma com a torcida, nada ? Vende e resolve ? Fecha essa ***** logo então!

Eu também achei muito estranho e até engraçado essa noticia, e sabe o que me fez rir mais ainda???
É que essa noticia não tem embasamento algúm, a A. ANGELONI & CIA. LTDA foi avalista da grana pra pagar o Wesley, ai o Palmeiras não pagou o credito para a empresa, agora eles entram na justiça para cobrar.
AI, surge a grande ideia do jornalista Francisco De Laurentiis: Vende o Wesley que todos os problemas se acabam…
É pra rir mesmo…

Acho que vcs não leram a corneta do Cunio dessa semana. e quannto ao Weslei, pelo que sei não é ele e sim seu avalista que entrou com a ação. Muita calma nessa hora!!! Como tem bipolar na nossa torcida!!!!

Lendo as notícias sobre a venda do Henrique e a possível saída do Wesley, fica claro como tem muita desinformação: o Henrique foi vendido entre 3 a 4 milhões de euros pois cada site dá um valor diferente; a diretoria quis vender por causa da ação judicial mas o empresário disse que foi uma proposta irrecusável e o jogador quis sair também;
O Wesley não entrou com ação contra o Palmeiras e sim a empresa que afiançou a compra dele e alguns sites dizem que ele entrou com ação contra o Palmeiras…e por aí vai. E a torcida vai junto nesse mar de desinformação criticando sem ao menos ter certeza do que realmente acontece nessas situações.
Como bem escreveu o Cunio ontem, não podemos ficar refens de jogador nenhum, a instituição Palmeiras é maior que tudo isso.

Nossa, como tem gente que ainda acredita em tudo que lê… tão inocentes…

Um patrocinador master razoável, ou então patrocínios pontuais, já seria mais do que o suficiente para honrar essa dívida do Wesley…

Não adianta só cortar gastos Mustanobre… Chega de f… com o patrimônio do clube… Corra atrás de mais receitas!!!

Podemos nos preparar: Mustaphá deve ter dito> Paulinho agora falta o Prass, Mago, Wesley, kardec e o Leandro. Fica com Kleina, Juninho Pampers, Bruno, Felipe Menezes, Vinícius etc.

Os melhores jogadores do Palmeiras vão embora na primeira proposta, sem negociação por qualquer valor ou em troca de refugos, vide Barcos!!!! Agora o Henrique vai embora por um valor que não pagam as luvas de um bom zagueiro para substitui-lo, brincadeira né!!! agora querem se desfazer do Wesley, enquanto isso o ajudante de auxiliar de assistente de estagiário de técnico vai continuar afundando o nosso time durante todo Centenário! ! quanto profissionalismo!!!

Não acredito q “palmeirenses” ainda tem coragem de dar credibilidade a esses sites. Eles cobrem o Palmeiras com tanta vontade q o uol colocou o PH como lateral direiro… Ridículo!!!!
E como a galera torçe contra aqui é só o Henrique, o time não vai acabar por causa dele. Apesar da grande torcida contra esse ano é do Palmeiras!!!!!!!

FECHEM ESSA M…, bastou o Palmeiras ficar na liderança dá um pouco de esperança para nós torcedores, nem o ano começou já vão desmontar o elenco??? Cadê o planejamento??? Cadê a reforma do estatuto??? Aliás, não vejo nenhuma notícia sobre o novo estatuto até agora. primeiro foi o Henrique e agora o Wesley??? Até quando.

Para mim, é óbvio que a diretoria está fazendo o que pode (e o que não pode) pra acertar as contas que as diretorias incompetentes anteriores deixaram, o que colocou o Palmeiras na situação de inadimplente com alguns atletas, que, consequentemente, resultou nas ações judiciais. Não adianta cobrar o impossível de Paulo Nobre. Se nós Palmeirenses de coração não nos unirmos e nos tornarmos sócios-torcedores em massa para geral recursos incalculáveis ao clube, com certeza vamos amargar mais decepções na busca de títulos. Os reforços possíveis estão aí, só o tempo dirá se foram boas contratações. Se amamos o clube, cabe a nós ajudar.

Pronto, é só navegarmos em mares calmos que nego vai atrás de maremoto. Antes do clássico para nos firmarmos, estranho não. Se dermos um sacolejo (3×0) nos tricolinos domingo ninguém segura, mas a imprensa faz qustão de ficar procurando pelo em ovo. O henrique foi e pronto já era, não era pra entrar na Justiça e entrou, tixau.

Foi combinado pelo Paulo Nobre e o elenco que ninguém entraria na justiça e que o clube acertaria tudo aos poucos. O que os jogadores Henrique e Wesley fizeram? Entraram na justiça; portanto, sou favorável a venda dos dois, aliás um já foi e muito bem vendido; agora é só esperar pela saída do mediano Wesley

O Wesley não acionou o Palmeiras – quem o fez foi o avalista da operação, e tem todo o direito de agir assim.

Será mesmo?!?!?!

Com um patrocínio master + ou -, ou patrocínios pontuais, teríamos dinheiro para honrar essa dívida com o fiador do Wesley…

Tem que haver um equilíbrio… não adianta só cortar gastos, tem que aumentar as receitas também…

Um time do porte do Palmeiras demanda investimentos…

Voltamos ao velho problema time com zaga fraca,e diretoria não sabe negociar, é só negociar a porcentagem de wesley que cabe a cada parte e ganhar junto, mas nossa diretoria só sabe brigar e perder,brigam com a Wtorre, brigam com Diego Souza,com Souza, com Luis Felipe, Com henrique.

Triste, esse é meu sentimento. Realmente achei que 2014 seria diferente, teoricamente um time forte, comemorando 3 vitórias, centenário, quantas alegrias. Mas como num passe de mágica tudo se desmorona e tenho que acordar novamente para a triste realidade palestrina, sinto que vai demorar para eu sorrir!

Começamos bem e a turma da imprensa marrom começa a bombardear pesado, provavelmente a mando dos bambis que devem estar tremendo para o clássico. Não podemos, nós torcedores “profissionais” entrar na pilha da imprensa, nem tudo são flores, porém não é espinho, estamos bem, formando um grupo coeso, isto sim é importante, já vimos que estrelas demais geralmente não dá muito certo, assim vejo com bons olhos, podem me xingar, a saída do nosso zagueiro príncipe encantado (vide Shrek), o cara estava se achando, era um bom zagueiro, acima da média, mas tava com um ar de “superestar”. A instituição e o grupo devem ser os mais importantes, via o Henrique com altas probabilidades de se tornar uma laranja podre dento do elenco, ruim pela perda técnica do jogador, bom para o ambiente. Também acredito que teremos uma bela e grata surpresa com o Vitorino. Este ano será nosso, vamos dar muito trabalho a imprensinha marrom! e por último, obrigado Tirano e Freezer, mais uma pra conta de vocês! E o cara de pau ainda quer ser Presidente, deveriam é ser expulsos do clube, pela porta da frente, com direito a corredor Polonês da Torcida!

Concordo AMIGO.. Esses dois ultimos dias fomos bombardeados pela imprenssa. Eles não aguentam ver nosso time em paz….. não dê pilha!

VC quer tapar o sol com PENEIRA ???Continue acreditando na DUPLA MUSTANOBRE !!!

A tendêcia é mesmo que o próximo a sair seja o Wesley, seguido pelo Valdivia no máximo até depois da Copa do Mundo. Esqueçam processos, quebra de confiança. A intenção é se desfazer dos que mais ganham, todos fora da ideologia do tal bom (que não é bom), e barato. As aquisições melhorzinhas foram o Lúcio que tava encostado e o Bruno Cesar, vindo das Arábias apenas emprestado e ainda com a imposição do agente pela chegada desse tal Paulo Henrique. É só a prova de que no futebol não existe mágica, e não se faz time forte e campeão sem investimento. O discurso era simples e mais humilde. Não são tão bons dirigentes como acham e aí que tá o maior problema.

Tem muita coisa estranha sendo escrita.
Primeiramente, o Wesley não tem nada a ver com o processo de cobrança do Angeloni. Segundo que o fato de se estar cobrando a dívida não quer dizer que o Wesley tem ou deve sair.
Aliás, o Palmeiras deveria renovar o contrato dele para poder negociá-lo, caso esta seja a intenção, por um valor melhor do que pegaria agora.
Agora, nossa diretoria atual adora dizer que está devendo para jogador e se desfazer dele. Mas, mesmo se desfazendo dele, provavelmente continuaremos devendo ao Angeloni.

Só faltava essa! Vender nosso melhor volante/meia! Aí sim comecemos a andar de marcha Re denovo!!! Eu já estranhando mesmo as muitas opções que o palmeiras trouxe! Bruno Cesar, Marquinhos etc!!! Alguma merda do meio p frente vai acontecer! Só falta saber quando, aí eu digo, belo profissionalismo temos lá na diretoria!

vamos remontar o time que já muito inferior aos principais times do País e sem Henrique e Wesley, ficará muito mais fraco. Não podemos esquecer que o grande objetivo do ano é não ser rebaixado para a Série B, mas tem grandes riscos por aí ainda…..

Wesley Vaquinha, Valdívida, Henrique tamojunto, são heranças do tironi o cara aumentou o salario dos caras, mas não olhou o orçamento

Os comentários estão desativados.