Categorias
Resenha dos Jogos

Pós Jogo Palmeiras 1×1 Corinthians: demos sopa pro azar

Palmeiras 1×1 Corinthians: empate meia boca.

Na chance que tinha para enterrar o Corinthians na sua crise o Palmeiras (sua direção) resolveu dar a mão pro rival.

Resultado: um time pouco focado, muita elegância e pouca vontade. E quase perdemos. Do lado deles? Jogaram por uma bola.

Kleina errou e acertou. Errou porque mais uma vez entrou com o time errado. Depois acertou nas substituições. Ao menos teve que gastar duas delas para corrigir a escalação. Corinthians marcou bem Wesley e Valdívia que pouco apareceram. Deixou, Mazinho, Juninho e Wendel livres. O Leandro se marcou sozinho.

Tivéssemos  Mendieta e Diogo desde o começo e dividiriam a marcação sobrando mais espaço.

Do lado de lá, Jadson jogou livre e todos atacantes deles recebiam a bola com espaço.

Um grande palestrino lembrou bem: em 2007, ano que eles caíram, o Palmeiras ganhou as duas partidas. E quando caímos em 2012, ninguém se preocupou se a torcida queria bater em jogadores e dirigentes.

Segue o jogo. Esperamos que aprendam!

***

Avaliação individual 3VV:

  • (9) Prass – Espetacular mais uma vez. O melhor em campo, com 3 defesas excepcionais no segundo tempo !! além de dar tranquilidade para a zaga e time. Nota 10!
  • (6) Wendel – Nenhuma anotação especial, para o bem ou pro mal. Uma pena não temos um ala que ajuda no ataque. O ala do gambá “fez” o gol deles. Nota 5.
  • (7) Lucio – Fundamental ter jogador deste tipo no elenco. Deve estar na pior fase da carreira, velho, corre pouco, quase é expulso, mas em clássico e em final de campeonato é preciso ter jogador com personalidade. Idealmente seria um cara em plena forma, e não um quase aposentado, mas enfim … o Lucio ainda quase fez um gol numa saída péssima do Cassio e conscientemente tentou fazer de joelho. Mas falhou no gol corintiano. Nota 6.
  • (7) Welinton – Vale continuar investindo e gerar alguma expectativa. Jogou bem, não tremeu, e não teve nenhuma falha bisonha ou passe ridículo. Nota 7.
  • (5) Juninho – Continua um b#$!@. Este é o Marcio Araujo da lateral. Além de tornar a ala esquerda uma avenida, ainda tivemos que ver ele “armando” o time nos 15 minutos finais. Aí já é culpa do Kleina, mas o time terá enormes dificuldades jogando com dois mediocres nas laterais, as duas alas fracas com dois “gente boa”. Nota 1 por ter vestido a camisa
  • (5) M.Oliveira – tinha sido elogiado pelos leitores do @3VV no primeiro tempo, mas voltou pior!! e armou vários contra-ataques no início, incluindo aqueles salvos pelo Prass. Depois foi prá zaga com as mudanças do Professor. Tem boa vontade, personalidade, mas não tem domínio de bola e erra passes simples comprometendo tudo. 4!
  • (4) Mazinho – tem jogador que voce vê que está num dia ruim, e jogador que você percebe que é ruim mesmo, está no seu limite. É o caso do Mazinho. É ruim mesmo. Não adianta “dar chance” pro cara. Esquece. 0!
  • (5) Wesley – começou desperdiçando cruzamento de bola parada, com 1 minuto, depois aos 5 deu um chute horroroso lá do meio campo, e aos 32 perdeu bola simples que armou contra ataque perigoso. No segundo tempo continuou errando passes por firula. Tem mérito de se apresentar pro jogo, mas armou contra-ataque do adversário aos 44 do segundo tempo e passe bisonho, salvo pelo Lucio. 6 e tá bom demais!
  • (6) Valdivia – começou mal e foi melhorando. Aos 13 armou mal e resultou em contra ataque. Aos 17 tomou amarelo ridiculo, mais uma vez (alguém viu se foi o 3o?). Um minuto depois fez uma jogada linda, dominando e passando pro ala. Aos 25 deu o passe de bate-pronto pro Mazinho perder na cara do gol, daí errou duas vezes um passe de infiltração pro Wendel. No segundo tempo “sumiu” !! uma vergonha. Não ajudou na marcação (ainda bem, senão era expulso de bobeira) e ficou escondido atrás do Ralf. Chinelinho. Nota 5 porque senão o Jota nos mata.
  • (5) Leandro – outro que começou mal aos 4 perdendo jogada simples, aos 15 se enrolando com a bola, e no mais nada de excepcional. Sem ousadia, e quando tentou algo perdeu todas de forma ridícula. Nota 4.
  • (9) Kardec – aos 7 dominou no canto da área, driblou e tomou a falta que resultou em grande chance. Aos 36 outra jogada diferenciada, com o chute no cantinho que quase foi gol e ganhou escanteio. Um minuto depois se enrolou no ataque e gerou contra ataque perigoso.  No segundo tempo pouco apareceu, mas fez o que um matador (e ele lembra o Evair) tem de fazer. Cabeçada perfeita, com estilo, força, precisão, no chão. E não saiu tirando camisa,xingando torcida, mostrando tatuagem … Esse vale quanto pesa. Nota 9.

Mendieta entrou mais ou menos. Esforçado… mas ajudou o time… 6.

Marquinhos Gabriel não conseguiu reeditar as boas entradas, mas a armação do time também estava péssima. 6.

Diogo fez a jogada do gol, consciente, olhou esperou e tocou com perfeição. Está de parabéns. Pelo rabo que teve, pela estrela, pelo cruzamento, nota 8,5.

Kleina escalou mal como sempre. O time entrou acomodado e jogou sem brio o tempo todo, esperando um 0 a 0 que não veio … Covarde, sem criatividade e ousadia. Substituiu para consertar o time que entrou em campo. Nota 6.

Paulo Nobre deve ter gostado, pois com o 1 a 1 os dois times ficam em paz. Mas deu sopa pro azar. A semana que era prá dominar a mídia com notícias sobre a crise corintiana foi substituída por notícias sobre paz e coletiva conjunta. A assessoria de imprensa corintiana agradece! Vai tomar um “prestenção” Presidente. O senhor foi eleito para se preocupar com o Palmeiras.

120 respostas em “Pós Jogo Palmeiras 1×1 Corinthians: demos sopa pro azar”

Só discordo com o se preocupar com o Palmeiras. Afinal, preocupar-se com violência também é se preocupar com o glorioso verdão. Ou alguém aí quer ver os nossos filhos longe dos estádios pelas costumeiras brigas!?
Parabéns pelo 3VV.

Não é defesa da atitude do PN, apenas constatação: quem marcou essa reunião foi um assessor da FPF. Digamos que o PN tivesse recusado; dia seguinte iriam falar que a FPF e os gambás quiseram fazer uma entrevista coletiva conjunta, visando combater a violência nos estádios mas o Palmeiras recusou. Prá quem ia ficar o ônus?
Com essa imprensa manipulada, parcialista e clubistica que temos na área esportiva penso que o menos pior foi participar daquele teatro todo.

Os caras estão pegando demais no pé do Juninho e do Mazinho, mas estão esquecendo do pipoqueiro do Leandro, jogador mediocre de serie B, só presta pra jogar campeonatos neste nivel, não culpo Mazinho e nem o Juninho, culpo quem o escala e o Valdivia mais uma vez se esconde um um Derby e os caras só querem pegar no pé do Mazinho e do Leandro, vai entender.

A entrevista conjunta não influenciou em absolutamente nada. É muita imaginação achar tal procedimento incentivou o time deles e abateu o nosso.

A questão é que o Mano armou bem o time dele e com três volantes sufocaram o Valdivia e o Weslei. Perdemos o meio de campo e com falhas individuais propiciamos lances reais de gol para o time deles.
Quando entraram Mendieta e Diogo, recuperamos o meio de campo e arrancamos o empate, jogando melhor naquele momento.
Ficou claro que continuar com Mazinho e Juninho não dá.
É isso. O resto extracampo é falácia de gente que quer achar pelo em ovo.

Respeito sua opinião, Wagner, mas a tal reunião foi uma armadilha para nosso “nobre presidente” e ele caiu!

Ela teve a intuito de esfriar as opiniões, acalmar a imprensa, e desviar o foco( o principal objetivo)

Jogadores não sao máquinas e se informam como nós. Para os nossos, a reunião teve um efeito calmante, tirando a gana e o sangue nos olhos necessários para jogar um Derby.

Para eles, a reunião foi para inglês ver, porque nos bastidores, os jogadores foram motivados a buscar a vitória a qualquer custo.

Eles armaram um teatro, e nós ficamos achando que eles iriam entrar em campo amortecidos. Ledo engano!

Foi um grave erro! Enquanto acreditamos no teatrinho, eles jogaram nos bastidores e fizeram a devida pressão no “apitador”, que obviamente, tentou fazer de tudo para impedir nossa vitória de um modo não muito escandaloso( invertendo faltas, amarelando só os nossos jogadores, nao marcanso faltas para nós que poderiam resultar em gol, e marcando todas para eles, etc.

Eles sabiam a importância de um derby! Nosso nobre presidente não!!

Não sei porque estamos tão putos com GK e seus apadrinhados, incluindo o novo gente boa: mazinho, ele fez isso conosco toda a serie b, o cara não muda, a bundonice faz parte do dna dele, técnico de time pequeno, na cabeça dele não entra que está treinando o clube mais vitorioso do Brasil, não adianta esquentar a cabeça, vamos torcer, apoiar mas não adianta esperar nada disso e de juizes parciais no mata- mata, só ganharemos algo se os jogadores estiverem muito inspirados e focados. Ooooo zica! Quando montam um time bom, colocam um técnico desprezível, quando contratam um técnico bom, o time é sofrível, teríamos nós Palmeirenses, jogado pedras na cruz? PQP, acorda PN! Não é possível vc não enxergar, que todo seu esforço em montar um bom time, vai pro vinagre com esta anta teimosa chamada gilson kleina!

Parabéns! Perfeita a analise do blog, não é que nem o Conrado Herbalife, que deu 8 para o Lucio e pendura no saco desta diretoria.

Mazinho leva zero, até concordo, mas o Leandro não merecia os mesmos zero? Jogador pipoqueiro que só joga contra time pequeno e olha que este ano nem com os pequenos estão jogando, Lucio é um Leão desdentado, da muitas mancadas, Kleina treinador de time pequeno demorou um seculo pra tirar o morto do Leandro pra colocar o Mendieta e colocar o Diogo em campo, se eles tivessem entrado antes teriamos ganhado com certeza, este empate ficou com sabor de derrota e graças ao Prass e ao Mano Menezes não perdemos.

E digo também… esse “climinha” de paz só pode ter sido sugestão do SCCP junto com marketeiro gambá. Se fosse ao contrário todos estariam se lixando pra nós.

Muito estranha a atitude do Palmeiras. Contra o SPFC nos concentramos dias antes, todo mundo entrou ligadão, comendo a grama. Agora contra os gambás entramos mansinho, parecia que o time estava jogando amistoso amigos do Gobi X amigos do Nobre.
Porra, era só o que me faltava! Com “dozinha” dessa raça de gambá?!
Era pra entrar rachando a bola no meio (pra não dizer as canelas daquelas gaivotas).
Preocupante essa atitude!
Alerta Kleina… nosso maior rival é o SCCP. o que você fez na preparação para enfrentar o SPFC você deveria ter feito em dobro pra enfrentar os gambás.
Alerta Nobre… politicazinha com rival é só nos bastidores, no campo o pau tem é que comer, sempre foi assim, paz é o cacete! Paz teria eu se dormisse depois de um 5×0 contra o time que todos os Palmeirenses DETESTAM.
Saudações.

Diretoria totalmente fora do tom!!! Quando estávamos navegando nas águas escuras da violência e de ameaças a jogadores nenhum clube deu a miníma. Agora esse ato e esse clima de paz injustisficável (pelo menos entre a duas equipes) jamais deveria ter ocorrido. Afinal de contas quem se colocou na situação do terror foi o próprio gamba. A obrigação da SEP é jogar bola e cada um com seu problema.

Nobre vai telefonar para o Gobbi e imprensa, e agendar uma nova reunião para abraçar os jogadores Curintianos e comissão técnica e comemorar o sucesso da “reunião da paz”, e também o resultado em campo( se bem que uma derrota nossa seria melhor para eles).Devido a nossa pífia atuação, FOI BOM não termos ganhado o clássico, que poderia causar novos problemas para o “nobre” clube co-irmão.

Isso não poderia acontecer! Coitados!! Tão judiados!!

Tem também que, agradeçer ao juiz que trabalhou bem para evitar uma vitória nossa. Afinal de contas, uma vitória poderia desencadear muitos problemas para o pobre clube da marginal tão injustiçado e cheio de problemas.

Afinal de contas, nossa “nobre diretoria” é muito civilizada, conciliadora, preocupada com problemas sociais, e busca sempre ajudar seus “co-irmãos” em suas dificuldades. Já o Palmeiras é apenas um detalhe( também doamos jogadores de graça aos rivais e contratamos “profissionais” torcedores de outros clubes para trabalharem em nosso clube com salários astronomicos).

Somos perfeitos!! Um exemplo para todos!! Bonzinhos, não reclamamos quando somos roubados, quando a imprensinha nos detona e apequena, quando a CBF e a Globo nos desrespeita, etc. No máximo, emitimos nota em nosso site para “protestar”. Muito civilizadamente!!

Tenho certeza de que vamos para o céu!

Foi um sucesso! Nobre e Kleina estão de parabéns! Tenho muito orgulho desta “nova e moderna” diretoria!

Não ganhamos, perdemos a oportunidade de afundar com os malditos de uma vez, mas o objetivo da “paz” foi alcançado com total sucesso.

Isso é mais importante!!!

Ah, que saudade de Pascoal Giuliano e Delfino Fachina!!!

Parabéns!!!!!!

CLAP!!, CLAP!!, CLAP!!, CLAP!!, CLAP!!… Marcelo, e vou dizer mais, cá entre nós, você já viu o Paulo Nobre e sua diretoria “moderna”(entre aspas) trabalhar em FAVOR do Palmeiras??? Claro que NÃO, simplesmente o nosso atual presidente está trabalhando para os nosso rivais, É FATO E VERDADEIRO, está fazendo igual ao seu mentor e padrinho, o mustafá. Como é que pode esse atual presidente se atreve em dizer que veio da arquibancada. Eu só quero saber de qual arquibancada??? No Palmeiras eu garanto que não, pode ser que o Nobre vem da arquibancada dos nosso rivais. Tambám Marcelo, eu tenho uma saudade dos antigos presidentes que passaram no clube como: O Pascoal Giuliano e o Delfino Facchina!!! ABRS!!!

A grande verdade é q esta baboseira de paz, adversário não é inimigo e o cambau não adianta nada. Só serviu pra desviar o foco da crise gambá. Como já foi levantado, fosse a situação oposta jamais teria esta groselhagem. Vc acha q nego q quer confusão, notada e infelizmente das torcidas organizadas, vai se sensibilizar com isto?
O q deve ser feito é punir duramente cada indivíduo q comete crimes em dia de jogos e pronto. Não com lei especial não, só cumprindo o q já existe. Mete o cara na cadeia e bane o babaca pra sempre de estádio pra ver se não começa a diminuir a violência…

Tomara que o gk se toque agora e comece o jogo já com um time decente. Contra linense, penapolense etc dá pra escalar errado e arrumar pra virar no segundo tempo mas em.jogo contra times melhores fica difícil. Pra quê contratar 12 jogadores se juninho e mazinho araújo vão ser titulares pra sempre?

Cara, eu tento defender o 3VV, mas tem vezes que fica difícil. Vocês arrumam qualquer desculpa para criticar a diretoria, impressionante. Também acho que foi fora de hora esse negócio de coletiva conjunta pela paz e tudo mais, mas aí dizer que o Nobre deve ter ficado feliz pelo resultado do jogo é sacanagem…

Será que a ideia da coletiva conjunta veio do assessor de imprensa-sócio-dos-gambás que o presidente contratou?

O cara devia estar incomodado com a situação: o patrão-rival líder, o time-do-coração-rival lanterna… Ele precisava fazer algo… e arrumou essa coletiva conjunta…

Puta cagada, Nobre…

Como diria Felipão, “tem que ter raiva dessa porra de curintia”

não se pode elogiar. o nobre participou daquela entrevista rídicula e deu armas pros gambás, que pareciam estar jogando pela marmita. o nosso eterno estagiário deve ter várias filhas. uma casou com o araujo, outra esta noiva do juninho, outra do mazinho, porque não é possível que só ele não vê. resultado, não demos a paulada no gambá. e mais tarde, pode feder. então, este mês não tem avanti. pago pela produtividade.

Os comentários estão desativados.