Categorias
Verdão na Mídia

Verdão na Mídia 09-02-2014: Palmeiras pode alcançar sequência inédita desde 2009 ❘ Lancenet

NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

• Palmeiras pode alcançar sequência inédita desde 2009

Vanderlei Luxemburgo foi o último técnico campeão paulista pelo Palmeiras, em 2008. No ano seguinte, o treinador parou na semi e quase alcançou seu quarto título estadual pelo Verdão, já que havia tirado o time da fila em 1993, conquistado o bi em 1994 e montado a máquina de mais de 100 gols na conquista de 1996. Além de títulos, Luxa ostenta a última melhor arrancada do clube no torneio.

Em 2009, seu time de Cleiton Xavier & Cia. somou vitórias nas sete primeiras rodadas, feito que Gilson Kleina pode igualar às 17h deste domingo contra o Osasco Audax no Pacaembu, após conquistar 100% dos pontos em seis jogos, incluindo o triunfo no clássico com o São Paulo.

Luxemburgo enfileirou Santo André, Mogi Mirim, Marília, Ponte Preta, Santos, Mirassol e Paulista. A lista cresce se incluídos dois confrontos com o Real Potosí (BOL) pela primeira fase da Libertadores, ambos também com resultados a favor. A primeira derrota daquele ano aconteceu na altitude de Quito (EQU), por 3 a 2 para a LDU, na etapa de grupos do torneio internacional.

As vítimas do centenário palmeirense até agora foram Linense, Comercial, Atlético Sorocaba, Penapolense, São Paulo e XV de Piracicaba.

– Havia muita clareza de que teríamos de entender de que maneira os jogadores voltariam para termos o melhor nível de trabalho possível. Seis jogos e seis vitórias, era o nosso planejamento? Estaria sendo muito pretensioso, mas claro que estou muito feliz. Se continuar assim, podemos até tropeçar, mas teremos um grande ano – disse o treinador, com contrato por produtividade.

Único 100% na competição, o Alviverde lidera o grupo D com 18 pontos somados, seis a mais do que o Bragantino, segundo colocado.

O Santos, líder da chave C, é quem tem a melhor campanha depois do Verdão, com 16 pontos. Seu único empate foi diante do Osasco Audax, na primeira rodada. Os palmeirenses não querem ser surpreendidos.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

••

NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

• Palmeiras usa Valdivia para vencer o ‘português’ Audax no Pacaembu

O Palmeiras entra em campo neste domingo, às 17h, no Pacaembu, com um reforço importante para encarar o Audax, pela sétima rodada do Campeonato Paulista. Poupado na última quarta-feira, quando o Verdão venceu o XV de Piracicaba no interior do estado, o chileno Valdivia está de volta ao time e será a grande aposta do técnico Gilson Kleina para superar o estilo de jogo “português” do adversário.

Sem pensar no Corinthians, clássico marcado para o dia 16, Kleina pede foco total ao rival deste domingo. O Audax, aliás, foi elogiado pelo treinador em entrevista coletiva na última sexta-feira. Atento ao estilo de jogo do time comandado pelo ex-meia Fernando Diniz, o palmeirense alertou pela inspiração do rival em tática criada por José Mourinho, atualmente técnico do Chelsea, da Inglaterra. O Globo Esporte analisou o estilo do Audax. Assista ao vídeo acima.

– O Audax faz um futebol diferente do que se joga no Brasil. É um estilo que eles pegaram do Porto, de Portugal. O (José) Mourinho desenvolveu essa filosofia – disse o palmeirense.

Após perder para o Mogi Mirim, por 3 a 1, o Audax tenta ser o primeiro time a tirar pontos do Palmeiras para se aproximar do líder do Grupo B, o Botafogo-SP. Ao mesmo tempo, a equipe quer se distanciar do XV de Piracicaba e do Corinthians, rivais que estão atrás na sua chave.

Rodrigo Guarizo do Amaral apita a partida, auxiliado por Bruno Salgado Rizo e Vitor Carmona Metestaine. O canal PremiereFC transmite o duelo ao vivo para todo o Brasil por meio do sistema pay-per-view. O GloboEsporte.com também acompanha a partida em Tempo Real e com vídeos exclusivos a partir das 16h30.

AS ESCALAÇÕES

Palmeiras: Kleina disse que gostaria de poupar alguns jogadores da partida contra o Audax, como Marcelo Oliveira e Alan Kardec, mas não confirmou o time titular contra o Audax. O possível Verdão para este domingo é o seguinte: Fernando Prass; Wendel, Lúcio, Wellington e William Matheus; Marcelo Oliveira (França), Wesley, Mazinho e Valdivia; Leandro e Alan Kardec (Diogo).

Audax: o técnico Fernando Diniz deve manter a formação das últimas partidas, mesmo com a derrota inesperada para o Mogi. Assim, o Audax deve entrar em campo com: Felipe Alves; Velicka, Nenê Bonilha, João Paulo e Francis; Camacho, Denilson, Tche Tche (Matheuzinho) e Rafinha; André Castro e Caion.

QUEM ESTÁ FORA


Palmeiras: Tiago Alves, Eguren, Renato, Victorino e Bruno Oliveira, todos recuperados de lesão, mas ainda readquirindo forma física. Josimar, regularizado no Boletim Informativo Diário (BID), da CBF, não foi relacionado, assim como Bruno César, em fase de readaptação física. O lateral-esquerdo Juninho, por fim, está suspenso com três amarelos.

Audax: Diego, lesionado, é o único desfalque da equipe.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

••

NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

• Palmeiras desafia time inspirado em Mourinho para chegar 100% ao Derby

Por William Correia

Único time com 100% de aproveitamento, o Palmeiras terá como último adversário antes de enfrentar o Corinthians, no dia 16, uma das surpresas do Campeonato Paulista. Às 17 horas (de Brasília) de domingo, no Pacaembu, o Grêmio Osasco Audax desafiará o Verdão com seu futebol de toque de bola inspirado em filosofia implantada pelo técnico José Mourinho no Porto, de Portugal, na década passada.

Na estratégia que tem dado certo com perfeição até agora, Gilson Kleina deixa o Derby para trás valorizando o novato na primeira divisão estadual. Embora dono da melhor campanha da competição, o treinador encheu o rival deste fim de semana de elogios, como um alerta para seu time e o empolgado torcedor.

“O Audax vem apresentando um futebol bem diferente do que se joga no Brasil. Esse estilo é do Porto, o Mourinho foi um dos que desenvolveram. Opta muito pela posse de bola, não tem como só querer marcar ou jogar. Vamos precisar de equilíbrio para encaixar na equipe deles”, discursou o treinador.

“Todo jogo é importante, imagine um clássico, mas temos que nos mobilizar para enfrentar o Audax, que não é um time fácil de marcar. Vamos precisar manter o que temos feito e pensar em como marcar e jogar contra eles”, alertou Kleina.

Apesar do respeito ao Audax, o técnico não deve escalar Marcelo Oliveira. O volante está pendurado e é opção na zaga caso Wellington ou Lúcio. Para não correr o risco de perdê-lo no clássico, Gilson Kleina já adiantou que pode optar por França, autor do golaço que garantiu a vitória sobre o XV de Piracicaba, na quarta-feira.

No setor ofensivo, Leandro também tem dois cartões amarelos e pode ganhar descanso. A novidade certa na criação é Valdivia, de volta após ser poupado até de treinamentos depois de abrir o placar diante do São Paulo no último fim de semana.

Do outro lado, apesar da derrota de quinta-feira para o Mogi Mirim, a sua segunda na competição, o Grêmio Osasco Audax, sem machucados ou suspensos, deve manter a base que tem recebido elogios. Em sua primeira participação na elite paulista, pressionou o Santos no Pacaembu e acabou cedendo o empate só no fim.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS X GRÊMIO OSASCO AUDAX

Local: estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)

Data: 9 de fevereiro de 2014, domingo

Horário: 17 horas (de Brasília)

Árbitro: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral (SP)

Assistentes: Bruno Salgado Rizo e Vitor Carmona Metestaine (ambos de SP)

Assistentes adicionais: Raphael Claus e Ilbert Estevam da Silva (ambos de SP)

PALMEIRAS: Fernando Prass; Wendel, Lúcio, Wellington e William Matheus; França (Marcelo Oliveira), Wesley, Valdivia e Mazinho; Leandro (Diogo) e Alan Kardec – Técnico: Gilson Kleina

GRÊMIO OSASCO AUDAX: Felipe Alves; João Paulo, Nenê Bonilha e Francis; Velicka, Tche Tche, Camacho, Rafinha e André Castro; Caion e Denílson – Técnico: Fernando Diniz

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

••

NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

• Valdivia volta ao Palmeiras para encarar Audax ao “estilo Mourinho”

Com 100% de aproveitamento no campeonato Paulista, o Palmeiras terá o retorno de Valdivia na partida contra o Audax, neste domingo, às 17h (de Brasília), no Pacaembu, pela sétima rodada da competição. Para o comandante alviverde, a partida será difícil por se tratar de um time que se inspira na filosofia vitoriosa de Mourinho, técnico português do Chelsea.

“O Audax faz um futebol diferente do que se joga no Brasil. Eles pegaram esse estilo de jogo do Porto, de Portugal. O Mourinho desenvolveu essa filosofia. Eles optam pela posse de bola e não têm como só querer marcar ou jogar. Tem que ter o equilíbrio para encaixar. Vi alguns jogos e tem muita movimentação. Eles não guardam posição. Temos que mandar aquilo que a gente vem mantendo e depois ver como marcar e jogar”, afirmou o treinador Gilson Kleina.

A volta de Valdivia tira o lugar de Marquinhos Gabriel, que foi titular na vitória por 2 a 1 em cima do XV de Piracicaba. O jogador retorna ao banco de reservas para dar lugar ao chileno. O meia Bruno César, ainda sem condições de jogo, não foi relacionado.

A comissão técnica estuda poupar o volante Marcelo Oliveira, que atuou em todos os jogos e já demonstra desgaste físico. Caso ele realmente fique de fora, França, autor de um golaço no último jogo, deve ganhar a vaga. O lateral esquerdo Juninho recebeu o terceiro cartão amarelo e está suspenso. Desta forma, William Matheus ganha a posição.

O atacante Leandro também indicou desgaste e será poupado. Em seu lugar, brigam por uma chance Diogo, Vinicius e Rodolfo, sendo que o primeiro tem mais chances. Desta forma, a escalação deverá ser a seguinte: Fernando Prass; Wendel, Lúcio, Wellington e William Matheus; França, Wesley e Valdivia; Mazinho, Diogo e Alan Kardec.

O Audax, que vinha surpreendendo os adversários em boa fase no Paulista, foi derrotado pelo Mogi Mirim na última rodada e precisa retomar o caminho da vitória para não ser ultrapassado pelos rivais de grupo. XV de Piracicaba, Corinthians e Ituano estão na cola da equipe comandada por Fernando Diniz.

Melhor time da competição, o Palmeiras lidera com folga o Grupo D do Paulista, com 18 pontos somados. Com oito pontos conquistados, o Audax é o vice-líder do Grupo B.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS x AUDAX

Local: Pacaembu, em São Paulo (SP)
Data e horário:  09/02/2014, às 17h (de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral
Assistentes: Bruno Salgado Rizo e Vitor Carmona Metestaine

Palmeiras: Fernando Prass; Wendel, Lúcio, Wellington e William Matheus; França, Wesley e Valdivia; Mazinho, Diogo e Alan Kardec. Técnico: Gilson Kleina.

Audax: Felipe Alves; Nenê Bonilha, João Paulo e Francis; Velicka, Tche Tche, Camacho e André Castro; Denilson, Caion e Rafinha. Técnico: Felipe Diniz

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

••

BLOG DO VERDÃO ❘ DIÁRIO DE S.PAULO ONLINE

• Verdão é o time a ser batido no Paulistão

Por João Pontes

Pela tradição, o Palmeiras dificilmente seria considerado carta fora do baralho na disputa pelo título do Paulistão.

Porém, antes do início da competição, poucos acreditavam que o time recém-promovido à elite nacional teria um início de temporada tão bom. Em busca da sétima vitória consecutiva, o Verdão encara neste domingo o Audax, a partir das 17h, no Pacaembu.

“Estamos muito felizes e orgulhosos com essa campanha. Mas, realmente, seria muito pretensão dizer que o planejamento era de conquistar seis vitórias nos seis primeiros jogos”, comentou Gilson Kleina.

Por causa dos 100% de aproveitamento, o treinador admite que o Verdão virou o time a ser batido no Paulistão. Nesta semana, por sinal, ele alertou o grupo sobre esse novo status.

“O Palmeiras está sendo estudado pelas outras equipes. Conversei com os jogadores sobre isso e pedi atenção redobrada. Estamos sendo vistos como um modelo”, explicou.

De acordo com Kleina, a condição de time a ser superado cria um desafio ainda maior na sequência da competição.

“Todos estão vendo os atacantes marcando e a nossa entrega durante os 90 minutos. Temos de saber que a cada jogo vamos precisar nos esforçar mais para manter esse nível e seguir vencendo”, disse.

• Segredo do sucesso

Satisfeito com o desempenho do Palmeiras, o treinador não deixa de alertar: o grupo precisa manter os pés no chão. Por causa do centenário, a torcida trata a conquista de pelo menos um título como obrigação.

“É a humildade que vai nos levar onde queremos. E tem de jogar junto. Temos uma equipe com o foco aflorado. Entramos em campo sempre para fazer o melhor, buscando sempre a vitória. É mérito de todos”, discursou o comandante.

• Valdivia reforça o time contra adversário revolucionário

Poupado na vitória sobre o XV de Piracicaba (2 a 1), na última quarta-feira, o meia Valdivia retorna ao time titular na partida deste domingo. O Mago é a principal arma do Alviverde para derrotar o  revolucionário Audax.

“Eles apresentam um futebol diferente do que se joga no Brasil. O Audax implantou  esse trabalho que começou no Porto, de Portugal. O  Mourinho foi um dos que desenvolveram essa filosofia. Eles trabalham muito bem e controlam a posse de bola. Até o goleiro atua como jogador de linha”, analisou o técnico Gilson Kleina.

Após analisar vários jogos do adversário no Campeonato Paulista, o treinador do Palmeiras adiantou como seus comandados devem se portar em campo.

“Precisamos ter equilíbrio. Eles têm muita movimentação, mas a gente terá de manter o que estamos fazendo nos últimos jogos para conquistar a vitória”, disse.

A respeito de Valdivia, o treinador destacou a importância do planejamento especial que está sendo desenvolvido pela comissão técnica palmeirense.

“O Valdivia ficou essa semana inteira trabalhando. Isso é fundamental para a recuperação dele. A presença dele contra o Audax será importante para que possamos manter o futebol que estamos jogando”, completou.

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO VERDÃO ❘ DIÁRIO DE S.PAULO ONLINE

••

COLUNA DO JORGE NICOLA ❘ DIÁRIO DE S.PAULO

• Alviverde na TV…

No ar há apenas três semanas, a TV Palmeiras já conta com 105 mil inscritos no Youtube. Desta maneira, está atrás apenas do canal do Santos entre todos os clubes brasileiros.

• …e na arquibancada

Agora, a diretoria do Verdão quer aproveitar a boa fase do time para fazer decolar o programa Avanti. Hoje, o clube é o sétimo do Brasil, com 37.092 sócios-torcedores.

••

Uma resposta em “Verdão na Mídia 09-02-2014: Palmeiras pode alcançar sequência inédita desde 2009 ❘ Lancenet”

Os comentários estão desativados.