Categorias
Verdão na Mídia

Verdão na Mídia 18-02-2014: Com escudo do Palestra Itália, Palmeiras lança camisa 2 do centenário ❘ Espn Brasil

NOTICIÁRIO ❘ ESPN BRASIL

• Com escudo do Palestra Itália, Palmeiras lança camisa 2 do centenário

Com inspiração histórica, o Palmeiras apresentou nesta terça-feira sua camisa 2 para o centenário do clube. O novo uniforme, na cor branca e com detalhes em verde e dourado, tem o distintivo do Palestra Itália (em vermelho), antigo nome da equipe, no centro do peito.

Outro detalhe são as meias, que agora são metade verdes, metade brancas. Elas também contém duas datas: 1914, quando o Palmeiras foi fundado, e 2014, ano que marca o centenário alviverde.

O responsável por apresentar a camisa foi o zagueiro Lúcio, que participou de evento da fornecedora Adidas ao lado do técnico Gilson Kleina.

O novo uniforme, porém, ainda não deve ser usado nesta quarta-feira, contra o Ituano, já que o time alviverde é mandante e provavelmente vai atuar com sua camisa um. A estreia deve ser no próximo domingo, contra o Botafogo-SP, em Ribeirão Preto, já que o adversário usa uniforme escuro.

O Palmeiras é o líder do grupo D do Campeonato Paulista, com 20 pontos em oito partidas. A equipe de Gilson Kleina é a única que não foi derrotada até agora no torneio.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ ESPN BRASIL

••

NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

Nobre aproveita boa fase para rebater críticas ao elenco da Série B

Por Helder Júnior e Bruno Ceccon

O presidente Paulo Nobre está extasiado com a invencibilidade do Palmeiras em 2014. Presente em um evento publicitário na noite de segunda-feira, ele se empolgou para enaltecer a força do elenco que foi contestado durante a Série B do Campeonato Brasileiro do ano passado.

“As pessoas devem tomar consciência de que esse é o grupo da Série B. Muitos diziam que era um plantel ruim, e eu sempre ressaltei os brios dos atletas. A nossa força ficou comprovada mais uma vez no clássico com o Corinthians, em que não desistimos até o último minuto. O Alan Kardec fez um belo gol, mas o conjunto da obra mostrou um Palmeiras muito forte para 2014”, orgulhou-se.

Mesmo satisfeito com o empate por 1 a 1 com o Corinthians em crise, no domingo, no Pacaembu, Nobre não tinha tanta certeza assim do sucesso do Palmeiras neste ano. O dirigente que contratou quase um time de novos jogadores para a temporada do centenário estava ressabiado antes de o Campeonato Paulista começar.

“Eu confiava desde o ano passado e discordava de quem dizia que o time era fraco, que cairia de divisão em 2014 para disputar o tricampeonato da Série B em 2015. Mas uma coisa é discordar, e outra é ver as coisas acontecerem na prática”, reconheceu Paulo Nobre, agora querendo ouvir elogios. “Vocês já podem falar melhor do que eu sobre o rendimento do Palmeiras neste ano.”

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

••

NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

• Nobre vê Copa como atrativo, mas cogita Arena aberta só em 2015

Por Leandro Canônico e Marcelo Hazan

A Arena do Palmeiras, o Allianz Parque, não estará na Copa do Mundo, mas o evento influenciará o futuro do estádio alviverde, na visão do presidente Paulo Nobre. O dirigente acredita que a frequência de torcedores no local, ainda em obras, será potencializada pelo maior evento de futebol do planeta.

No entanto, o mandatário alviverde prefere não estipular um prazo para a inauguração da reformada casa do Verdão, pois já cogita a inauguração somente em 2015.

– Acredito que se a Arena ainda não estiver pronta nesse ano, estará praticamente nos 47 ou 48 minutos do segundo tempo. Se o Palmeiras não estiver atuando em 2014, logo em 2015 estará jogando na sua casa nova, que está ficando maravilhosa. É difícil dizer (o prazo), porque são dados técnicos, e a construtura (WTorre) pode falar melhor, já que é a responsável. Como torcedor, estou ansioso para voltar a jogar em casa – disse Nobre ao GloboEsporte.com, durante evento do “Movimento por um Futebol Melhor“.

Dirigentes alviverdes já trabalham com a previsão de conclusão da Arena após junho, prazo estipulado anteriormente. Eles citam que a empresa diminuiu o ritmo da obra e também a quantidade de funcionários na etapa final da construção, atualmente com avanço de 82%.

A WTorre, por sua vez, nega qualquer atraso e mantém a previsão de inauguração do local para junho deste ano. A construtora também desmente uma possível diminuição no ritmo da obra, diz que a quantidade de funcionários aumentou de 900 para 1.100 pessoas neste ano e alega que não há mais guindastes no local trabalhando na cobertura, fato que liberou os trabalhos no gramado.

Descontente, o Verdão estuda uma maneira de cobrar a WTorre pelo atraso na entrega do estádio. No contrato assinado por clube e construtora ficou estabelecido que o Palmeiras teria direito a cobrar uma multa de R$ 10 mil por dia de atraso a partir de abril de 2014, data considerada como limite para o término das obras. 

Em meio a incerteza pela conclusão das obras, Palmeiras e WTorre travam disputa sobre a quantidade de cadeiras que cada um terá direito nos próximos 30 anos.

De acordo com a escritura assinada em julho de 2010 para reforma da casa alviverde, ficou previsto que o local teria de comportar pelo menos 40 mil torcedores, sendo 200 camarotes e outras dez mil cadeiras especiais. O clube acha que a construtora tem o direito de comercializar apenas dez mil cadeiras, enquanto a WTorre garante ser responsável pela venda total dos assentos.

- Tenho certeza que teremos muito mais sócios-torcedores do que lugares na nova Arena e que será um sucesso muito grande – finalizou.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

••

NOTICIÁRIO ❘ ESTADÃO ONLINE

• Bruno César vai estrear pelo Palmeiras contra o Ituano

Por Daniel Batista

O meia Bruno César vai fazer sua estreia pelo Palmeiras nesta quarta-feira, contra o Ituano, no estádio do Pacaembu, às 22 horas. Quem garante é o técnico Gilson Kleina, que deve levá-lo para o banco de reservas e colocá-lo em campo durante a partida válida pela nona rodada do Campeonato Paulista.

“O Bruno está relacionado, vamos ver só o tempo. Ele está se adaptando, mas já está em condições de jogo e já fez treinos mais intensos. Vamos poder utilizá-lo”, disse o treinador, em entrevista ao SporTV.

Bruno César chegou do Al-Ahli, da Arábia Saudita, claramente acima do peso. A expectativa era que ele pudesse estrear no clássico com o Corinthians, no último domingo, mas o jogador não conseguiu ficar nas mínimas condições de jogo para entrar em campo.

A tendência é que o meia comece a partida no banco de reservas e entre no segundo tempo. A definição do time acontece no treinamento que será realizado nesta terça-feira, na Academia de Futebol.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ ESTADÃO ONLINE

••

NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

• Saída de Henrique do Palmeiras não foi nada amigável. Saiba os bastidores

Por Mauricio Duarte, Ricardo Perrone e Vanderlei Lima

De acordo com integrantes do departamento de futebol e pessoas próximas a Henrique ouvidas pelo UOL Esporte, a saída do zagueiro do Palmeiras aconteceu por causa da pressão direta do presidente Paulo Nobre. Incomodado com o fato de o jogador cobrar uma dívida do clube extrajudicialmente, o cartola pediu a Gilson Kleina que tirasse Henrique do time. Depois, tentou fazer com que o treinador retirasse a faixa de capitão. Kleina, no entanto, não atendendeu a nenhum dos pedidos.

Quando Henrique confirmou sua saída, o discurso parecia contraditório, pois ele havia dito que não deixaria o Palmeiras no ano do centenário do clube. No entanto, a negociação com o Napoli atropelou a vontade do jogador. As duas diretorias fecharam o negócio rapidamente.

A origem da pressão de Nobre para que o zagueiro deixasse o clube foi o mal-estar causado pelo fato de Henrique ter enviado uma notificação extrajudicial cobrando divida de cerca de R$ 1 milhão. O Palmeiras usou o dinheiro da premiação da Série B para quitar a pendência, mas reprovou a atitude do jogador.

O clube está pagando o que deve a Henrique em duas parcelas. A primeira ele já recebeu. A segunda será paga em abril. Na visão dos cartolas, o problema deveria ter sido resolvido internamente, mas eles postergaram as conversas. O jogador, cansado de esperar uma definição, procurou a Justiça.

A reportagem apurou que, no entendimento dos dirigentes, Henrique descumpriu um acordo para não acionar a Justiça enquanto negociava o recebimento. Só que a notificação não é a abertura de um processo. É um documento registrado em cartório e enviado para notificar oficialmente alguém sobre determinado assunto. No caso, uma dívida. Normalmente, a notificação é um passo anterior à ação na Justiça.

Pessoas ouvidas pelo UOL Esporte disseram que o estafe de Henrique procurou mais de uma vez a diretoria e não obteve retorno. O próprio atleta foi conversar pessoalmente com os dirigentes três vezes durante as suas férias, mas a questão da dívida não foi solucionada. Por isso, fez a notificação.

Quando o documento chegou ao Palmeiras, o departamento jurídico percebeu que, graças ao atraso, poderia perder o jogador a qualquer momento. Quando um atleta entra na Justiça cobrando vencimentos atrasados, se o juiz der ganho de causa ao jogador, ele pode até sair do clube de graça. Paulo Nobre, irritado com a atitude do atleta e com uma proposta do Napoli em mãos, fez, então, pressão tanto em Henrique quanto no treinador Gilson Kleina para que ele saísse.

De acordo com as pessoas do departamento de futebol ouvidas pela reportagem, Nobre pressionou Kleina a tirar Henrique do time. O treinador peitou a diretoria e manteve o zagueiro. O técnico, então, foi cobrado para tirar a faixa de capitão do beque. Novamente o treinador resistiu. Em meio aos atritos, apareceu a proposta do clube italiano. Henrique dizia que preferia ficar, mas acabou negociado.

Henrique também queria permanecer no Brasil por causa da Copa do Mundo. Na visão do defensor, seria mais fácil ser convocado por Luiz Felipe Scolari atuando no time alviverde, onde era titular absoluto e capitão. Agora, no Napoli, terá que disputar posição e encarar o banco de reservas durante um tempo.

O  Napoli, da Itália, pagou algo perto de 5 milhões de euros (cerca de R$16,5 milhões) para a contratação em definitivo do palmeirense. Com a saída de Henrique, o goleiro Fernando Prass virou o capitão da equipe do Palestra Itália.

Procurada pela reportagem para comentar o caso, a assessoria de imprensa do Palmeiras disse, por telefone, que ninguém da diretoria iria falar com o UOL Esporte. Também não respondeu às perguntas enviadas por e-mail nos dias 12 e 17 de fevereiro. As duas tentativas foram ignoradas pela assessoria.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

••

NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

• Sem Valdivia, Palmeiras pode ter quatro mudanças contra o Ituano

Único invicto e detentor da melhor campanha do Campeonato Paulista, o Palmeiras pode ter até quatro alterações na equipe base para o confronto das 22h desta quarta-feira, contra o Ituano, no Pacaembu.

Além de Leandro, suspenso por três cartões amarelos, o técnico Gilson Kleina não contará com Valdivia, que será poupado – Mendieta herdará o posto. Marquinhos Gabriel pode ser testado no ataque na vaga de Mazinho, e o zagueiro Wellington sente dores musculares após sua sequência de partidas.

– O Valdivia não vai para esse jogo, porque fará um monitoramento e um processo de recuperação que estava programado. Por isso que deixamos jogar o clássico inteiro. Ele vai se recuperar bem essa semana para estar bem em Ribeirão. Mendieta está entrando muito bem. Depois que ele passou por aquele processo da lesão (no joelho esquerdo), ele se reencontra nos níveis antigos. Acredito que podemos entrar com Mendieta, mas também vamos trabalhar com o Marquinhos – disse o comandante.

Se Wellington não apresentar condições físicas para formar novamente a dupla de zaga com Lúcio, o mais provável é que Marcelo Oliveira seja recuado para o setor, e França inicie entre os 11 palmeirenses.

Outra novidade será a presença de Bruno César entre os relacionados. O reforço mais badalado para o centenário iniciará a partida como opção no banco de reservas para Kleina e pode estrear pelo Verdão.

– O planejamento, desde que ele chegou, é para ele estar em um nível do futebol que estamos adotando, mas acredito que vai ser utilizado no decorrer do jogo. Ele vai fazer um planejamento. Ele já está treinando forte, com muito mais dinâmica e soltura para nos dar o retorno que esperamos – relatou o treinador.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

••

BLOG DO ROBERTO AVALLONE ❘ UOL

• A vez de Bruno César

Gilson Kleina, técnico do Palmeiras, foi bem claro: “O Bruno César será relacionado, sim (para o jogo esta quarta-feira, diante do Ituano), só não sei por quanto tempo (irá jogar)- disse no programa “Bem Amigos” do Sport TV.

Quer dizer: acabou o mistério ou pelo menos parte dele, pois Kleina não adiantou se Bruno começará o jogo como titular ou se ficará esperando a vez no banco de reservas. Seja lá como for, deverá fazer a estreia, embora não se saiba por quanto tempo, estreia, aliás, já esperada até com uma certa ansiedade pela torcida do Palmeiras.

E como deveria jogar Bruno César?

Bem, se depender de muitos torcedores palmeirenses, ele deveria entrar logo de cara e exatamente no lugar de Mazinho, que não vem jogando bem e nem caiu nas graças da torcida. Bruno seria meia, atuando ao lado de Valdivia na armação, deixando o ataque para Alan Kardec e Diogo (Leandro está suspenso), em formação bem ofensiva.

Para que essa fórmula tenha sucesso é preciso alguns ajustes na marcação e no posicionamento dos jogadores. Valdivia, por exemplo, terá de recuar um pouco mais, pois Bruno César é quase um atacante, enquanto Diogo terá de marcar o lateral-esquerdo adversário, digamos até o meio do campo, cabendo a Wesley maior atenção na marcação, só indo ao ataque na boa.

Coisas simples, nada complicadas, mas nem sempre entendidas pelo jogador brasileiro.

Individualmente, creio que o Palmeiras ganhará qualidade com Bruno César, jogador do drible curto e do chute forte, meia capaz de jogar pela esquerda e também pela direita, pois, canhoto, pode abrir da direita para o meio e arrematar com o pé preferido.

Aos 25 anos, com passagens pelo futebol internacional, Bruno teve como ponto alto no futebol brasileiro o ano da graça de 2010, quando defendia o Corinthians e ganhou os prêmios de revelação do Campeonato Paulista e do Campeonato Brasileiro. Tem currículo.

Vale a pena conferir.

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO ROBERTO AVALLONE ❘ UOL

••

BLOG DO VERDÃO ❘ DIÁRIO DE S.PAULO ONLINE

• Enfim, chegou a vez de Diogo no Verdão

Por João Pontes 

Decisivo para o empate do Palmeiras no clássico contra o Corinthians, no último domingo, o atacante Diogo ganhou a confiança de Gilson Kleina. Sem Leandro, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, o treinador escalará o camisa 17 no time titular na partida contra o Ituano, amanhã, no Pacaembu.

“Tive a felicidade de entrar no fim do clássico contra o Corinthians e  acertar o cruzamento para o gol do Alan Kardec. Estou muito feliz por ter ajudado a equipe”, comentou.

“Durante o aquecimento, o Gilson Kleina e o preparador sempre pedem  para entrarmos em campo ligados. Assim que entrei em campo, acertei o cruzamento do gol”, acrescentou.

Titular na estreia do Palmeiras no Campeonato Paulista deste ano, contra o Linense, Diogo perdeu espaço no time após sofrer  lesão no quadril. Nas últimas rodadas, porém, entrou em campo no segundo tempo e não decepcionou.

“Tenho de aproveitar todas as chances. Pode ser por cinco minutos ou começando jogando. Eu quero conquistar o meu espaço no time e ajudar o Palmeiras”, disse.

• Preparado

Nesta temporada, um dos grandes trunfos do Palmeiras é a aplicação tática dos jogadores. Todos os comandados de Gilson Kleina, incluindo os atacantes, ajudam na marcação.

A Acostumado com a função, Diogo garantiu que não terá problema para ajudar na marcação e acompanhar as subidas dos laterais adversários.

“Depende muito da forma como o Gilson vai escalar a equipe. De qualquer forma,  vou tentar ajudar na marcação da melhor maneira possível.  Na Portuguesa eu já fazia isso em todos os jogos”, declarou.

• Leandro corre o risco de perder vaga no time titular

Artilheiro da equipe na última temporada, com 19 gols, o atacante Leandro não vive um bom momento no Palmeiras. Sem marcar há cinco partidas, o camisa 38 corre até o risco de perder espaço no time.

Empolgado com o desempenho do atacante Diogo, o técnico Gilson Kleina admite que pensa em mudar a formação do ataque palmeirense daqui para a frente.

“O Diogo ajudou muito nos últimos jogos. Ele começou a temporada no time titular, mas sofreu uma lesão. Penso em manter um time quando se dá resultado. Porém, quando alguém cresce, como ele está crescendo, cabe uma avaliação”, comentou.

Embora não tenha citado o nome de Leandro, Gilson Kleina adiantou que terá uma conversa com os jogadores que não estão rendendo o esperado.

“Vamos conversar com o grupo, quero ser transparente. Tenho de dar oportunidade a quem está entrando bem no time. O importante é todos entenderem o que é melhor para o Palmeiras”, justificou o treinador.

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO VERDÃO ❘ DIÁRIO DE S.PAULO ONLINE

••

BLOG DO JORGE NICOLA ❘ IG

• Wendel baixou salário duas vezes para ficar no Palmeiras

Renovação de contrato, em geral, é sinônimo de aumento salarial. Mas não tem sido assim para o agora lateral-direito Wendel. Nas duas últimas vezes em que se sentou com a diretoria do Palmeiras para discutir a permanência, ele aceitou baixar os vencimentos.

Tudo começou em 2012, quando Wendel recebia R$ 90 mil mensais. O então vice-presidente de futebol, Roberto Frizzo, estava determinado a dispensá-lo, mas acabou cedendo depois que o jogador topou reduzir o salário pela metade para ter o contrato prorrogado até dezembro do ano passado.

Wendel também não fazia parte dos planos do presidente Paulo Nobre, no fim da Série B do Brasileiro, mas reverteu a situação topando outra diminuição. Em vez de R$ 45 mil mensais, o titular absoluto de Gilson Kleina embolsa, hoje, R$ 40 mil.

A situação de Wendel é tão inusitada que ele é um dos poucos atletas do elenco alviverde que não tem o contrato vinculado à produtividade, por opção da própria diretoria, se precavendo de futuros gastos.

• Fã incondicional

Gilson Kleina precisou falar grosso com a diretoria na última renovação de Wendel. O técnico adora o estilo voluntarioso e comprometido do lateral, com quem já tinha trabalhado na Ponte Preta.

• Pé no chão

Apesar de ter aumentado a qualidade de seu elenco em 2014, o Palmeiras conseguiu praticamente manter a folha salarial do ano passado, de R$ 6 milhões mensais, do time que venceu a Série B.

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO JORGE NICOLA ❘ IG

••

COLUNA DE PRIMA ❘ LANCE!

Por Marcelo Damato

• Pedestal

Paulo Nobre, presidente do Palmeiras, está certo de que não precisará fazer campanha para se reeleger, no pleito do fim do ano. Ele calcula que seus feitos até aqui e aqueles que ainda vai fazer serão suficientes para convencer os sócios a lhe dar mais um mandato.

••

37 respostas em “Verdão na Mídia 18-02-2014: Com escudo do Palestra Itália, Palmeiras lança camisa 2 do centenário ❘ Espn Brasil”

Se “integrantes do departamento de futebol” deram a dica para o UOL, então pq procurar a assessoria de imprensa do Palmeiras. Este site é muito escroto, um lixo de merda.

Não sei se é só aqui, mas a página está um pouco desconfigurada. Os nomes nos comentários aparecem cortados e, em alguns dos comentários, as palavras se sobrepõe, não sendo possível ler.
Abraços,

Depois que eu postei o comentário voltou ao normal. Devia ser algo momentâneo e apenas no meu computador. Não há com o que se preocupar então.

Atenção GK reformula o meio de campo , apenas mazinho deve ser mantido como titular ! Kkkkkkkkkkkkkk, e melhor rir pra nao chorar, nao e possível , estou convencido : o estagiário quer fazer que nem o felipao, quer fazer um tipo teimoso, ” se a torcida nao quer, ai e que eu nao tiro” ou ele ( mazinho) tem o mesmo empre$ario do gente boa, o estagiário ta de sacanagem conosco!

Não é apenas esse o motivo do Nobre querer a Arena pra 2015.

Caso o Palmeiras perca na justiça o uso das 30 mil cadeiras, o WTorre terá que nos pagar pelas 45 mil cadeiras do estádio o valor mais baixo de arquibancada da última temporada.

No meu ponto de vista, o plano de Nobre é jogar o preço lá em cima.. forçando a WTorre a pagar uma quantidade impagável.. desistindo assim da disputa.

Caro Sergio , eu acho q o Palmeiras lucraria mais de 2,7 mi se a arena estivesse pronta em junho, muita gente iria começar a freqüentar o estádio pois teríamos mais conforto, segurança e comodidades, seria um perfeito passeio familiar, ver o jogo e depois almoçar em um belo restaurante, vendo nosso gramado verdinho, depois pegar o elevador e sair perto do seu carro, to sonhando!

O problema Marcelo é que o Allianz Parque vai ser inaugurado em 2015 tudo por culpa desse impasse ridículo e inaceitável da WTorre!!!

É irritante ver a má vontade da imprensa com tudo aquilo que é relacionado ao Palmeiras. Já estão criticando a convocação do Alan Kardec antes mesmo de ser oficializada, já escuto algumas ironias aqui e acolá, questionamentos fora do normal e opiniões mentirosas sobre jogadores que são melhores que o centroavante palmeirense, já ouvi até que Adriano cachaça é melhor que Alan Kardec, pasmem os senhores. Quem assistiu ontem a primeira parte do Bem Amigos sabe muito bem do que estou falando, e devido a isso, deixo registrado meus elogios ao Gilson Kleina pela defesa veemente e os elogios sinceros ao seu atleta, que realmente têm tido um desempenho, tanto tático como tecnicamente, muito acima da média do atual futebol brasileiro. IMPRENSA ESPORTIVA, A VERGONHA DO JORNALISMO BRASILEIRO

Camisa linda, se o escudo fosse ao lado ficaria perfeita! Bela homenagem que a Adidas está fazendo em nossos uniformes em referência a nossa história!!!
O “problema” é que cada uniforme é mais bonito que o outro e vai faltar dinheiro pra comprar tudo. Uniforme 1, 2, 3, de goleiro, de treino….está difícil escolher…….

Não tem muito tempo e saiu uma matéria dizendo que a partir de abril de 2013 o Palmeiras poderia cobrar a tal multa da construtora. Interessante que a construtora afirma o contrário e mantem a data de junho para a inauguração. Penso que seria o óbvio, pois qto mais demorar, mais tempo ela levará pra começar a ter retorno com a Arena.
É incrível como só dos jogadores do Palmeiras que a imprensinha levanta valores sobre salários e os expoe na mídia. Tremendo desserviço pois é algo que não acrescenta nada na matéria.
Falta de motivos pra desestabilizar o time é que levam esse site ridículo a ficar requentando matéria. E pior ainda, um site palmeirense dar visibilidade pra isso.

Um presidente deveria ter responsabilidade e não dar a entender que a Arena pode estar pronta em 2015. Qual o interesse em dar margem a especulações como essa, que só comprometem a imagem do Palmeiras? Nesse aspecto, ponto negativo para Paulo Nobre

Não vi nada de anormal nas declarações do PN, ele respodeu falando a verdade, a qual todos estão vendo e lendo a respeito dos apenas 82% de conclusão das obras da Arena até a data de hoje….

AGORA ta explicado porque o presidente PAULO MOLE quer a ARENA pronta só em 2015—-A razão é só uma DINHEIRO !!!10.000 x 270 = dois milhões e setecentos mil reais !!!E depois dizem que só o MUSTAFÁ é canalha ????? será ???

Cara, sinceridade não entendi seu `comentário!! a única coisa que está atrapalhando a construção é o impasse com a pseudo Wtorre. Imagina aí, se terminar em Junho o impasse vai continuar, o Palmeiras (que está certo em não abrir mão) não vai abrir mão de seus direitos. De Julho para frente mesmo com a arena pronta, o Palmeiras não poderia comercializar ingressos. Daí o PN deu a letra na imprensa….

Acho q o site não deveria divulgar matérias que informam salário de jogadores, isso expõe de mais o profissional, coisinha mais sensacionalista.

Imprensa mais predadora que os BAMBIS UOL não existe. Os caras tem a cara de pau de “requentar” o caso Henrique só pra tentar tumultuar. O negócio é blindar o elenco pra não deixar a peteca cair, tendo em vista que no clássico ficou evidente a influência externa nos jogadores. Jogaram com muita “paz e amor” no meu entendimento.

Olha o nivel das bobagens. O presidente mandou não escalar o jogador, depois que mandou tirar a braçadeira de capitão, uma vez que não foi atendida a ordem que deu ao técnico, que por acaso é seu subalterno. Tá bom, eu acredito em gnomos tb.

Pior é publicar todo dia aqui nesse blog de Palmeirenses sempre as mesmas notícias contra os Palmeiras do Uol, Neto, Lance, um tal de Nicola, outro tal de Perrone, da coluna safada de prima do lance e os caras que ganham bônus por chingamentos ao presidente. Quem precisa de inimigos??? A torcida do Palmeiras e a mídia palestrina está perdendo uma oportunidade de ouro de atirar na mesma direção…e contra nossos verdadeiros inimigos. Se sonham com títulos, precisam falar a mesma língua.

Henrique: Foi tarde
Wendel: Necessário a qualquer elenco q quer ser campeão, carrega o piano e não atrapalha,
Uniforme: Não compro uniforme com vermelho, sou brasileiro e palmeirense, deixa as origens pros vermes q nos atrapalham no clube.

Você não pode generalizar ao chamar de vermes todos os italianos e/ou descendentes de italianos que tem no clube. Não quer comprar não compra, mas não vem com bobagem.

Tenho uma avó italiana….talvez nao tenha me expressado direito….verme pra mim são aqueles q só se prendem à origem, ao passado, às panelas tradicionalistas q comandam nosso clube, se perpetuam e não deixam o brasileiro Palmeiras voltar a ser a potencia q um dia ja foi dentro dos campos, carregado por brancos, negros, orientais e por quem mais quer q seja q tenha se esforçado entre 4 linhas e em cada degrau da arquibancada.

tranquilo, o que temos que expurgar de lá (de conselheiro a diretor), são os maus palmeirenses, sejam eles italianos, franceses, portugueses, turcos, etc etc etc, isso sem falar dos que não são palmeirenses e são diretores e/ou conselheiros. Esses sim atrapalham e muito.

Também acho essa mania de fazer menção a Itália no uniforme do Palmeiras uma bobagem. Na Itália ninguém sabe da existência do Palmeiras e na copa do mundo a delegação daquele país preferiu o Rio de Janeiro. Enfim, não somos um clube de colônia.

De fato, não somos um time de colonia, mas não tenho nada contra homenagear os tempos auros da Sociedade Esportiva Palmeiras, quando ainda se chamava Palestra Italia, ainda mais em seu centenario, se não fossem os velhos imigrantes nós não teriamos o Palmeiras para torcer e amar, acho justo essa homenagem e algumas outras também. Mas apenas no uniforme, os velhos que ocupam cadeiras importantes no Palmeiras apenas para atrapalhar devem ser destronados sem piedade…

É que o time chamava-se Palestra Itália, e teria continuado assim se não fosse nosso governo ditatorial determinar a mudança sob pena de confisco do patrimônio. A bambizada já estava de olho em nosso estádio.
Logo, nosso time tem origem italiana sim, e nada como valorizá-la sempre que possível.

O UOL esporte não têm um pingo de credibilidade para que eu considere essa notícia do Henrique verdadeira. Sempre tentando difamar o Palmeiras e exaltar o São Paulo, esse veículo não deve ser levado em consideração.

É irritante ver a má vontade da imprensa com tudo aquilo que é relacionado ao Palmeiras. Já estão criticando a convocação do Alan Kardec antes mesmo de ser oficializada, já escuto algumas ironias aqui e acolá, questionamentos fora do normal e opiniões mentirosas sobre jogadores que são melhores que o centroavante palmeirense, já ouvi até que Adriano cachaça é melhor que Alan Kardec, pasmem os senhores. Quem assistiu ontem a primeira parte do Bem Amigos sabe muito bem do que estou falando, e devido a isso, deixo registrado meus elogios ao Gilson Kleina pela defesa veemente e os elogios sinceros ao seu atleta, que realmente têm tido um desempenho, tanto tático como tecnicamente, muito acima da média do atual futebol brasileiro.

IMPRENSA ESPORTIVA, A VERGONHA DO JORNALISMO BRASILEIRO!

Os comentários estão desativados.