Categorias
Verdão na Mídia

Verdão na Mídia 20-02-2014: Vídeo mostra a transformação da Arena Palmeiras ❘ Globo Esporte Com

NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

• Vídeo mostra a transformação da Arena Palmeiras

De Palestra Itália a Allianz Parque. A grande transformação da casa palmeirense fica cada dia mais próxima de ser finalizada e se transformar em realidade para a torcida alviverde. Com cerca de 82% das obras concluídas, a construtora divulgou nesta quinta-feira um vídeo que mostra a evolução da construção.

Assista aqui → GLOBO ESPORTE COM

Apesar da polêmica com o clube sobre a propriedade das cadeiras do estádio, e sobre quando será a inauguração do local, a obra começa a entrar em detalhes de acabamento.

Com a estrutura da cobertura finalizada, o espaço que receberá o gramado já recebe as primeiras escavações do sistema de drenagem e irrigação. Além disso, elevadores e escadas rolantes começaram a ser instaladas em todo o complexo.

De acordo com cronograma da obra, os próximos passos devem ser a instalação dos 43.603 assentos e o início de montagem da estrutura de inox que vai revestir todo o estádio.

Apesar de o presidente Paulo Nobre admitir a possibilidade de ver o time atuando no estádio somente em 2015, a construtora mantém programação de inauguração para junho deste ano. O custo total da construção do estádio alviverde é estimado em cerca de R$ 600 milhões.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

••

NOTICIÁRIO ❘ R7

• Palmeiras tem a melhor média de público do futebol brasileiro

O Palmeiras deixou o trauma de disputar a Série B por duas vezes para trás: o clube começou 2014 com tudo e os números mostram isso. O Verdão não perdeu nenhuma partida no Paulistão e, no ano do centenário, a boa campanha do time até aqui na temporada, reflete nas arquibancadas dos estádios por onde o time passa: a melhor média de público do futebol brasileiro neste início de ano é do Verdão.

Em quatro jogos como mandante, o time do técnico Gilson Kleina manteve uma média de 14.459 torcedores pagantes por jogo. Até o momento, nenhum outro clube no Brasil levou tantos torcedores ao estádio.

Apesar da crise vivenciada no Parque São Jorge, o Corinthians é o segundo time que mais move a torcida até o estádio. A média de público do clube alvinegro é de 13.942 corintianos por jogo.

Confira a lista das cinco melhores médias de público do futebol brasileiro:

1° Palmeiras: 14.549 torcedores

2° Corinthians: 13.942 torcedores

3° Botafogo: 13.049 torcedores

4° Sport: 12.220 torcedores

5° Cruzeiro: 10.829 torcedores

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ R7

••

NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

• ‘Impressionado’, Kleina quer fazer Bruno César titular em três jogos

Os pouco mais de 20 dias trabalhando com Bruno César já deixaram Gilson Kleina animado. ‘Impressionado’ com a leitura de jogo do armador, o técnico quer aproveitar os próximos dois jogos para deixá-lo em condições de ser titular diante da Portuguesa. Na partida, prevista para o dia 6 de março, o Verdão pode ter Valdivia como desfalque, pois o Chile enfrenta um dia antes, em Stuttgart, a Alemanha, em amistoso, e o jogador tem sido presença constante nas listas de Jorge Sampaoli.

– O Bruno tem uma leitura de jogo impressionante, percebi nos primeiros treinamentos. A gente exigiu um pouco dele nessa preparação para ter mais intensidade. Com esse jogo em Ribeirão (Preto, domingo, contra o Botafogo) e mais o terceiro jogo, acredito que ele vá pegar mais confiança até para iniciar. Nossa equipe está em formação. A vitória passou muito pela entrega e pelo Bruno César também, que entrou muito bem – analisou o técnico após o triunfo sobre o Ituano.

Até o encontro com a Lusa, o Verdão pega Botafogo e São Bernardo. Nesta quinta, na reapresentação com o elenco, haverá um jogo-treino para reservas contra o sub-20 e ele planeja participar – diante do Ituano o camisa 30 atuou por 20 minutos. Ainda considerando estar fora de forma, o jogador dispensado do Palmeiras B em 2007 espera ter condições de jogar um tempo diante do Botinha.

– Estou melhorando fisicamente. Contra o Botafogo, amanhã (quinta) temos jogo-treino e isto vai me dar mais carga e vou ficar melhor. Vamos conversando com a comissão técnica. Domingo dá para jogar 45 minutos, mas isto depende do decorrer do jogo. (Contra o Ituano) Eles estavam marcando e nosso time estava tentando achar espaço – completou.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

••

NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

• Kleina admite “rotação abaixo” e absolve juiz na expulsão de Kardec

Por William Correia

Gilson Kleina admitiu que a complicada vitória por 1 a 0 sobre o Ituano não foi mais tranquila porque o Palmeiras teve atuação abaixo do esperado. Nesta quarta-feira, o técnico, contudo, apontou que o time foi à frente para superar as próprias deficiências e somar três pontos no Pacaembu.

“Nossa equipe estava com a rotação um pouco abaixo, em função de várias situações. Mas não deixou de buscar a vitória”, apontou, ressaltando que o adversário desperdiçou oportunidade clara com o meia Cristian, no primeiro tempo, e mostrou seu poder de levar perigo.

“No primeiro tempo, tiveram a chance de ouro e o Prass fez grande defesa. No segundo tempo, com um minuto e meio, tínhamos criado duas chances. Sabíamos que tínhamos que sair na frente para ter o resultado”, comentou o treinador.

“Foi um jogo difícil. Sabíamos que enfrentaríamos uma equipe que tem uma retomada forte atrás da bola e jogadores leves na frente. Teríamos não só que roubar a bola, mas uma saída mais rápida. Tivemos dificuldade”, prosseguiu Kleina.

Para mudar a dinâmica do apático time, o técnico trocou Mazinho por Marquinhos Gabriel no intervalo e, ao longo do segundo tempo, lançou a equipe à frente ao sacar o volante Josimar e promover a estreia de Bruno César.

“Com as mexidas, buscamos outra situação. A entrada do Bruno foi para articular, aproximar do Mendieta. Colocamos os armadores e a equipe melhorou. Foi um jogo que teve várias mudanças pelas circunstâncias”, disse o treinador, que ainda trocou França por Eguren por conta de lesão.

Mas o maior benefício das substituições veio na falta que Bruno César sofreu, aos 33 minutos do segundo tempo, e que gerou a expulsão do lateral esquerdo Dener. “Com a expulsão, soubemos aproveitar o homem a mais, buscamos a vitória merecida”, vibrou.

Em relação ao cartão vermelho mostrado a Alan Kardec por se desentender com Jackson Caucaia, o treinador absolveu o árbitro.

“O Kardec tentou parar na frente da bola, mas vi também que o árbitro ficou encoberto. Para não ter violência, priorizou o vermelho. Foi bem perto, mas ele estava encoberto”, defendeu.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

••

NOTICIÁRIO ❘ ESTADÃO ONLINE

• Victorino pode demorar mais um mês para estrear pelo Palmeiras

Por Daniel Batista

Contrato no início do ano, o zagueiro Victorino ainda não conseguiu sequer ir para o banco de reservas do Palmeiras e isso ainda vai demorar para acontecer. O jogador, que chegou por empréstimo de um ano do Cruzeiro, sofreu uma lesão na panturrilha direita e deve levar ainda cerca de um mês para estar em condições de jogo.

Victorino sofreu uma lesão na panturrilha direita durante um jogo-treino contra o Atlético Sorocaba, dia 27 de janeiro, e desde então não conseguiu mais fazer trabalhos no gramado. “Acredito que ele ainda vá ficar conosco umas duas semanas. É melhor demorar um pouco mais para liberá-lo e não correr o risco de liberá-lo logo e ele ficar indo e voltando para o DM (departamento médico”, explicou o médico Otávio Vilhena, ao Estado.

Após ser liberado pelos médicos, o uruguaio ainda precisará de pelo menos uma semana para adquirir condições mínimas de jogo para ficar, pelo menos, no banco de reservas. Caso consiga cumprir o cronograma, Victorino pode estrear pelo Palmeiras na última rodada da fase de grupo, dia 22 ou 23 de março (data ainda não foi confirmada pela Federação Paulista) contra o Santos, na Vila Belmiro. O zagueiro não disputa uma partida desde outubro de 2012, quando sofreu uma grave lesão no tendão de Aquiles. Depois de meses de recuperação, não conseguiu ter espaço no Cruzeiro e por isso foi liberado para defender o Palmeiras.

Na Academia de Futebol, muitas pessoas comparam Victorino com Valdivia em relação as condições físicas. São atletas que podem atuar em alto nível, mas precisam estar bem fisicamente e terão que ter um trabalho especial para aguentar a sequência de jogos.

Enquanto espera por Victorino, o técnico Gilson Kleina pode utilizar na zaga Lúcio, Wellington, Tiago Alves e Marcelo Oliveira, improvisado.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ ESTADÃO ONLINE

••

NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

• Nobre vê Palmeiras próximo de obter Certidão Negativa de Débito

Por Marcelo Hazan

O presidente do Palmeiras, Paulo Nobre, diz que o clube está próximo de obter a Certidão Negativa de Débito (CND), documento que comprova que o time não tem mais dívida fiscal ativa. Tal condição é fundamental para o Verdão ser patrocinado por uma empresa pública, como a Caixa, que vem negociando com o clube para ter sua marca estampada no principal espaço do uniforme.

Com a CND, o Palmeiras poderia, por exemplo, pleitear linhas de crédito para investir nas categorias de base, por meio das leis de incentivo ao esporte.

– Está próximo. Independentemente de patrocínio ou não, o clube não pode ser devedor de impostos – diz Nobre.

Sem patrocínio master desde maio do ano passado, o Palmeiras tem apostado nos acordos de oportunidade para preencher seu uniforme. No clássico contra o Corinthians do último domingo, no Pacaembu, o time acertou com quatro empresas. A prática é aprovada por Nobre.

– Isso é algo que existe desde o ano passado. Nosso objetivo é ter patrocinadores para toda a temporada. Enquanto isso não acontece, os espaços da nossa camisa podem ser comercializados de forma pontual – afirma o presidente.

Nobre, por fim, deixa claro que todos os departamentos do clube trabalham com sistema de produtividade, assim como as novas contratações do elenco profissional. Apesar da falta de um acordo master para o uniforme, o dirigente aprova o desempenho do marketing.

– Todos os profissionais contratados são avaliados constantemente. É óbvio que sabemos avaliar as dificuldades de mercado. Não dá para ser mais realista do que o rei. Tem de analisar a temperatura de mercado no momento. De uma forma geral, os profissionais contratados estão sendo avaliados e estão tendo um bom trabalho nesse primeiro ano de gestão – finaliza.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

••

BLOG DO MENON ❘ UOL

• Gol de Kardec ajuda Kleina e também o Corinthians

O gol de Allan Kardec, no finalzinho do jogo, deve ser muito comemorado pelos palmeirenses. Garantiu, com sete vitórias, a invencibilidade em nove rodadas do Paulistão. Os corintianos também podem comemorar. Com a derrota do Ituano – o Botafogo já havia perdido na terça – a classificação fica mais próxima, ainda que difícil. Os torcedores do Ituano têm todo o direito às lamentações. Podem dizer, sem passar vergonha, que foi um resultado injusto.

A vida do Ituano foi facilitada pelas escolhas de Gílson Kleina. Um jogo em casa, com a torcida em alto astral e ele vem com dois volantes pegadores, como Josimar e França? Não avançaram, não deram opção de jogo, não alimentaram os atacantes. Outro erro, e aí não é de Kleina, foi a postura conservadora de Wendel e Juninho, presos à defesa, sem ultrapassagem pelas laterais, sem se apresentarem para uma tabela com Diogo ou para receber um passe de Mendieta.

Com tanta facilidade, o Ituano, que é um time bem treinado, defendeu-se com brio e ainda se arriscou no ataque. Prass fez defesa espetacular em chute de Cristian, cara a cara.

No segundo tempo, Kleina começou a corrigir seus erros. Colocou Marquinhos Gabriel em lugar de Mazinho e o time ficou bem mais leve, mais solto e agressivo. Mesmo assim, o Ituano se defendeu bem. E só aos 28 minutos é que Kleina abriu mão de um volante. Saiu Josimar e entrou Bruno César. Era sua estreia, não foi nenhum portento, mas serviu para empurrar o Ituano cada vez mais para seu campo.

Dener foi expulso e Wendel começou a apoiar. Os minutos finais foram de sufoco. E então, no final, Kardec, em situação muito mais difícil que Cristian no primeiro tempo, fez o gol. Gol que uniu as torcidas rivais. Corintianos e palmeirenses sorriram. E Kleina ficou aliviado.

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO MENON ❘ UOL

••

BLOG DO ROBERTO AVALLONE ❘ UOL

A Alan Kardec e Jadson, a glória

Alan Kardec, mais uma vez. Ao centroavante supostamente cogitado por Felipão para a Seleção Brasileira coube a missão de  livrar o Palmeiras de um resultado incômodo. Se no domingo passado, com uma certeira cabeçada, salvou o time de uma derrota para o Corinthians, na noite desta quarta-feira, aos 42 minutos do segundo tempo, desta vez com forte arremate de pé direito, marcou o gol que derrotou o valente Ituano.

Versátil.

E esse gol toma proporção ainda maior porque, em minha opinião, o Palmeiras tenha disputado a sua pior partida na competição, enrolado na marcação do adversário e ainda abrindo espaço para golpes que seriam mortais do Ituano, não fossem três ou quatro defesas do ótimo goleiro Fernando Prass. A noite parecia que não era palmeirense.

Mas centroavante competente está aí para isso mesmo. A impressão que se tem é a de que Kardec, teoricamente perfeito nos fundamentos- cabeceia bem, chuta com precisão e tem relativa habilidade- pode render ainda muito mais se lhe for oferecido um esquema mais propício, com chegada constante dos laterais (não é o caso, por exemplo, de Wendel) e armadores que bem lhe sirvam a bola.

Além de Valdivia, quando pode jogar, o Palmeiras teve um esboço de estreia animador e que pode fazer bem a Kardec: Bruno César, que em vinte e poucos minutos, sabe que passa bem a bola, além de se aproximar dos atacantes e chutar forte.

Quem sabe?

E graças a Jadson, o Corinthians encerrou uma seca de seis jogos sem vencer. Sua atuação culminou com um golaço de fora da área, mas começou com passe com estilo que propiciou a Romarinho a autora do gol do empate na vitória diante do Oeste, em São José do Rio Preto, por 2 a 1.

Jadson pode não ter sido exuberante- como todo o time corintiano-, mas foi decisivo. E acabar como o herói da quebra do jejum de vitórias, a esta altura do Campeonato, pode significar a própria redenção do Corinthians.

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO ROBERTO AVALLONE ❘ UOL

••

BLOG PITACOS DO PALESTRA ❘ LANCENET

• Com estrela até no ‘pior de 2014’

Por Thiago Salata

O Palmeiras fez no empate em 1 a 1 contra o Audax, no mesmo Pacaembu, um de seus melhores jogos no ano, apesar do resultado inesperado. Bem diferente do que aconteceu nesta quarta, quando o Verdão voltou a vencer e manteve a invencibilidade.

O Alviverde, com quatro ausências no time titular (Wellington, Wesley, Valdivia e Leandro), fez a pior das nove apresentações até agora na temporada. Até Alan Kardec, o artilheiro de 2014, evitar o terceiro empate seguido, no fim, e manter sua excelente fase, apesar da expulsão minutos depois.

O primeiro tempo, principalmente, foi terrível, sem nenhum chute perigoso contra o gol do Ituano. A opção pelos volantes França e Josimar fez o Verdão ficar sem saída de bola. Os laterais pouco apareceram, a armação não funcionou e Kardec quase não tocou na bola.

O Palmeiras tem peças para fazer um rodízio no elenco. Mas nesta quarta o padrão de qualidade mostrado neste início de ano não se repetiu. O Verdão só conseguiu colocar o goleiro do Ituano para trabalhar nos primeiros minutos do segundo tempo, com Lúcio e Juninho. Pouco, apesar da boa campanha do adversário.

A estrela do Verdão (e de Alan Kardec) foi o ponto positivo da noite. Até mesmo jogando mal, o Alviverde versão 2014 foi capaz de vencer, pela sétima vez no torneio. Por mais uma rodada, seguirá como único invicto e melhor time do Paulistão.

Bruno César jogou pouco, mas já deu toques de qualidade e tem tudo para ser titular, em breve. A reta final da primeira fase servirá para lutar pela liderança geral do torneio, que trará pequenas vantagens na decisão. E fazer ajustes para que a equipe entre em alto nível na hora que realmente importa: o mata-mata.

Leia aqui a matéria completa → BLOG PITACOS DO PALESTRA ❘ LANCENET

••

BLOG DO VERDÃO ❘ DIÁRIO DE S.PAULO ONLINE

• Corte terá de resolver impasse sobre a arena

Por João Pontes e Jorge Nicola 

O imbróglio envolvendo Palmeiras e WTorre sobre o Allianz Parque será resolvido na Câmara de Arbitragem da Fundação Getúlio Vargas. Clube e construtura divergem sobre muitos pontos do contrato. O principal deles se refere à divisão dos direitos de comercialização das cadeiras.

Desde o fim do ano passado, os advogados Kazuo Watanabe e Braz Martins Neto, mediadores do Palmeiras e da WTorre, respectivamente, buscavam uma solução amigável para o caso. Não houve acordo.

A informação foi confirmada pelo Palmeiras. “A fase de mediação, realmente, terminou”, reconheceu o presidente Paulo Nobre, ao DIÁRIO.

A Câmara de Arbitragem é uma corte jurídica que, a grosso modo, funciona como um tribunal “instantâneo” para resolver divergências, sem a necessidade de se levar o caso à Justiça. Após a decisão do tribunal, o problema estará resolvido —  não cabe recurso.

• Polêmica

A WTorre julga ter o direito de comercializar todas as cadeiras do estádio — o Allianz Parque terá capacidade para 43.700 pessoas. Já o Palmeiras entende que a WTorre pode vender apenas 10 mil dessas cadeiras.

Em outubro do ano passado, Paulo Nobre e Walter Torre, dono da construtora, discutiram publicamente sobre o caso.

“A arena é inteira nossa, não tem discussão. Não tem interpretação. Vamos seguir o contrato”, disse Torre.

“O Allianz Parque é a casa do Palmeiras. Nenhum terceiro vai se julgar dono da casa do palmeirense. Esta presidência não admite que a soberania do Palmeiras seja ferida. Ninguém vai passar o clube para trás”, respondeu Nobre, irritado.

Orçada em R$ 650 milhões, a reforma do antigo Palestra Itália está prevista para terminar no segundo semestre deste ano. Porém, devido ao ritmo lento das obras, o próprio Palmeiras já admite que o estádio pode ser inaugurado apenas em 2015.

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO VERDÃO ❘ DIÁRIO DE S.PAULO ONLINE

••

COLUNA DO JORGE NICOLA ❘ DIÁRIO DE S.PAULO

• Livre, leve e solto

Desde o ano passado, Marcelo Oliveira mantém vínculo com o Cruzeiro, dono de seus direitos federativos, e o Palmeiras, a quem está emprestado. Mas o contrato com ambos terminará no dia 31 de dezembro.

••

COLUNA PAINEL FC ❘ FOLHA DE S.PAULO

Por Bernardo itri

• Controle…

A briga entre Palmeiras e WTorre tem um novo episódio. Após a construtora levar jogadores do time para conhecer a obra do estádio sem autorização do clube, a diretoria alviverde proibiu seus atletas de irem à arena. A determinação diz que os jogadores só podem entrar no estádio com autorização do Palmeiras.

• …de acesso

Nos últimos meses, atletas foram levados pela WTorre à obra. Alan Kardec foi o último: esteve no local sexta passada, a convite da construtora.

• Audiência

Há um mês com sua TV no YouTube, o Palmeiras foi informado pelo site que seu canal de vídeos está entre as 100 páginas de esporte mais acessadas do mundo e é a 9ª mais mais popular entre os clubes.

••

Uma resposta em “Verdão na Mídia 20-02-2014: Vídeo mostra a transformação da Arena Palmeiras ❘ Globo Esporte Com”

No caso da Arena,se sairmos perdedores eu optaria,mesmo sendo radical,pelos próximos anos optar pelo Pacaembu e desvalorizar os camarotes e a propria Arena do Sr Walter Torre.O Palmeiras tem que jogar duro com esse pilantra.Quero ver se daqui a 2,3 anos ele conseguirá vender seus camarotes e satisfazer as empresas lá instaladas,se boicotarmos seu empreendimento.O que vcs do 3VV acham da idéia?Abs.

Os comentários estão desativados.