Categorias
Futebol com Números

O mercado de futebol – camisetas?

Por Luís Fernando Tredinnick

Descamisados alviverdes, há duas semanas vários comentários surgiram na internet relacionados a uma camiseta que o Internacional fez sobre o seu estádio e ao mesmo tempo fazia uma provocação para o Grêmio. Os comentários se baseavam na provocação a um rival feita de modo institucional pelo Inter.

O que pouco se comentou foi como os clubes pouco exploram as camisetas tanto como forma de envolver os torcedores quanto forma de gerar receitas.

O Botafogo-RJ costumava vender uma camiseta com a escrita “Ninguém cala esse nosso amor”. Seria o equivalente ao Palmeiras vender uma camiseta com a escrita “Palmeiras, minha vida é você” que a nossa torcida costuma cantar no estádio. O Atlético-MG quando subiu para a primeira divisão vendia uma camiseta com a escrita “Vamos subir Galo!”.

O Inter talvez seja o clube que mais investe em camisetas como forma de engajar os torcedores e ao mesmo tempo provocar o rival.

A camisa oficial é muito cara para o padrão brasileiro e as camisetas podem custar cerca de 25% do preço de uma camisa oficial. Assim, uma família poderia comprar camisetas para quatro pessoas quase ao mesmo custo de uma camisa oficial.

Se você acessa a loja on-line oficial do Palmeiras e clicar no item “camisetas” você vai encontrar 134 itens, mas do Palmeiras mesmo apenas 3! Vou repetir: apenas 3! (o resto é do Chelsea, Argentina, etc.)

Talvez seja a hora do Palmeiras deixar de usar as camisetas como algo pontual (lembram da camiseta do Octacampeão?) e termos um desenvolvimento de produtos constante. E você leitor, o que acha?

Saudações AlviVerdes

* Luís Fernando Tredinnick escreve às sextas-feiras no 3VV explicando a quem conhece, e a quem não conhece, os números do futebol

10 respostas em “O mercado de futebol – camisetas?”

Eu tenho uma opinião formada, a fornecedora Adidas, deve manter a Camisa Numero Um com a cor Verde escura, com gola em V e punhos brancos, a segunda Camisa , Branca com gola em V , e punhos Verdes, as demais opções que sejam mais simples com preços compatíveis, ao publico brasileiro, sem perder a qualidade que é uma exigência da torcida Alviverde !

A SEP tinha que lançar uma com os seguintes dizeres: O meu estádio foi construído com dinheiro… ( ) Público e com incentivos fiscais, ( ) Empréstimos via BNDS, ( ) Iniciativa privada, ( ) Nunca tive estádio.

Concordo, mas essa demanda em parte será suprida pela Academia Store, que possui vários modelos ‘casuais’. Os preços não são exatamente baixos, mas ainda assim são menores do que os modelos oficiais de passeio, de treino, etc.

Perfeito, concordo em gênero, número e grau, temos que ter uma linha própria independente da Adidas, e preferencialmente bem mais barata. Realmente não entendo porque até hoje isso não foi feito, cadê o nosso departamento de marketing nessas horas????????

Tinha uma camisa do Palmeiras, verde escura, escrita no peito “Avanti Palestra! Scoppia che la vittoria è nostra!”. É linda essa camisa, fabricada pela Adidas, mas saiu de linha. Esse tipo de produto pode ser considerado como “premium” e não devia sair de linha…

Perfeito Luis Fernando, concordo com você, o Palmeiras deveria lançar ter esses tipo de “camisetas”, para que o torcedor possa usar com mais frequencia, e logico, com um custo menor.

Boa Tarde. Eu tenho uma camisa casual do Palmeiras, que ganhei de presente e foi adquirida na Academia Store. Temos esse desenvolvimento de camisetas sim , como vocês podem ver aqui: http://academiastore.com.br/produtos.php , porém apenas nas lojas físicas. Esse acesso online seria um check-mate do Marketing de camisetas, visto que os produtos feitos pela Meltex são excelentes. Ex.: Camisa polo branca com assinatura do Marcos em dourado…

Os comentários estão desativados.