Categorias
Verdão na Mídia

Verdão na Mídia 05-03-2014: Palmeiras já é o melhor do Paulistão. Imagine sem nenhum machucado… ❘ UOL ESPORTE

NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

• Palmeiras já é o melhor do Paulistão. Imagine sem nenhum machucado…

O Palmeiras, empatado com o Santos, é aquele time que tem o maior número de pontos após 11 rodadas disputadas na incomum fórmula do Paulistão: 26, resultantes de oito vitórias, dois empates e apenas uma derrota. E, até então, a campanha foi construída a partir da superação de um novo obstáculo a cada semana. Sempre houve, desde o início da temporada, pelo menos um desfalque. Agora, isso acabará. Pela primeira vez em 2014 Kleina terá todo o elenco à disposição para montar o time.

Ainda haverá baixas para o jogo desta quinta-feira, contra a Portuguesa, no Pacaembu. O número de desfalques será menor contra o Paulista, domingo. Mas a programação é que a partir da próxima semana Gilson Kleina possa trabalhar com todos os atletas, para de fato testar o elenco planejado para 2014, no retorno do clube à elite do futebol brasileiro.

Os atacantes Leandro e Diogo seguem treinando com limitações, mas devem voltar aos trabalhos comuns nos próximos dias. O primeiro foi peça fundamental na conquista da Série B e uma das maiores preocupações do Palmeiras na virada de ano – o trabalho foi intenso para que ele permanecesse. Diogo, que veio da Portuguesa, serve como peça de apoio e contribuiu diretamente em alguns dos resultados positivos do time neste Paulistão.

O volante Josimar e o zagueiro Wellington, que sofreram lesões recentes, também retomam as atividades. O segundo é titular absoluto e companheiro do veterano Lúcio no sistema defensivo de Kleina.

O zagueiro uruguaio Mauricio Victorino, que sofreu com graves lesões nos últimos tempos, está perto de poder estrear pelo Palmeiras após deixar o Cruzeiro.  Ele se recupera de uma lesão muscular na panturrilha direita, sofrida em jogo-treino na pré-temporada palmeirense. Antes, o uruguaio teve problemas no tendão de aquiles e nos ligamentos do joelho, que o afastaram do futebol em 2013.

Se Kleina está próximo de ter seu elenco completo à disposição, há menos de duas semanas o treinador sofreu com os desfalques para escalar a equipe. Na penúltima partida, contra o Botafogo, havia sete jogadores impedidos de atuar por lesão: Leandro, Juninho, Wesley, Josimar, Diogo, Victorino e Wellington – além de Allan Kardec, suspenso. Como resultado, o time perdeu por 3 a 1 em Ribeirão Preto e amargou sua primeira derrota na temporada.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

••

NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

• Palmeiras deve ter volta de lesionados ao time apenas na próxima semana

Por Thiago Ferri

O departamento médico do Palmeiras pode ficar vazio nesta quarta-feira. A previsão é de que o atacante Diogo e o volante Josimar, que tiveram problemas no músculo adutor das coxas direita e esquerda, respectivamente, voltem a treinar a parte física. Leandro já passou por este caminho na terça.

Depois do profundo corte que o atacante sofreu na perna direita antes do jogo contra o Botafogo, houve a precaução para que não ele não tivesse infecção no local, que precisou receber sete pontos.

Inicialmente, a comissão técnica esperava que o atleta pudesse enfrentar a Portuguesa, nesta quinta-feira, mas o prazo pode se prolongar até o jogo contra a Ponte Preta, marcado para o dia 15 de março, assim como Wellington.

O zagueiro treina desde a semana passada fisicamente, após perder três jogos por conta de uma lesão na coxa esquerda. Ele pode até participar do grupo que viajará para jogar pela Copa do Brasil, mas a ideia não é utilizá-lo nesta partida.

Já Diogo e Josimar podem voltar só contra o Santos, na última rodada da primeira fase do Campeonato Paulista. Isto porque o atacante sofreu uma lesão um pouco mais séria, enquanto o volante não realizou a pré-temporada completa e logo depois de chegar ao Verdão sofreu uma contratura na coxa.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

••

NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

• Sem fazer contas, palmeirenses pedem foco e força total no Paulistão

Por Felipe Zito

A rodada de quarta-feira pode ser decisiva para a classificação do Palmeiras para as quartas-de-final do Campeonato Paulista. Líder do Grupo D com 26 pontos, a equipe pode confirmar a vaga antes mesmo de entrar em campo – o Verdão encara a Portuguesa, pela 12ª rodada do estadual, somente na quinta-feira, às 19h30, no Pacaembu. E para que isso ocorra não é necessário nenhuma combinação complexa de resultados.

Os palmeirenses precisam torcer por um tropeço do Bragantino, terceiro colocado com 16 pontos. Caso o Massa Bruta seja derrotado pela Ponte Preta, nesta quarta, às 19h30, no estádio Nabi Abi Chedid, o Verdão não deixará mais a zona de classificação da sua chave.

Vice-líder com 18 pontos, o Rio Claro encara o São Bernardo no ABC paulista. Se a equipe do interior não vencer na quarta, e o Verdão bater a Portuguesa no Pacaembu, o time do técnico Gilson Kleina assegura a primeira colocação do grupo. Sem fazer contas, os atletas do Palmeiras esquecem os rivais e focam apenas no desempenho alviverde nas últimas rodadas do Campeonato Paulista.

– O Palmeiras fez o trabalho dele. Mas temos de jogar como sempre. O Palmeiras tem a obrigação de vencer sempre. Por ser um time grande temos de jogar bem em todos os jogos – afirmou Mendieta.

Titular da lateral direita, Wendel pede seriedade ao time e enaltece a importância de fechar a primeira fase do Paulistão com a melhor campanha. Atualmente, o Verdão divide o posto com o Santos, mas leva desvantagem no saldo de gols (16 dos alvinegros contra 11 dos alviverdes).

-Vamos encarar como clássico e final. Para vencer, hoje em dia, tem que ralar bastante. Toda equipe que joga contra o Palmeiras vê como oportunidade. Temos que encarar como clássico, independentemente do que a torcida acha. Vamos encarar como clássico e final cada jogo – disse o atleta.

O jogador ainda ressaltou a importância de fazer a melhor campanha na fase de grupos.

– Faz muita diferença porque você tem a vantagem de disputar sempre em casa, é o que buscamos, finais no Pacaembu com o apoio da torcida, uma força a mais para nós. Teremos um confronto direto importante com o Santos para conseguirmos a vantagem. Mas antes tem outros adversários. Temos que encarar um de cada vez – completou Wendel.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

••

NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

• Por melhor campanha, Verdão avalia ter quatro “clássicos” pela frente

Por William Correia

O Palmeiras não entra na discussão se o jogo desta quinta-feira, contra a Portuguesa, é um clássico. Pela melhor campanha na primeira fase, e a garantia de decidir no Pacaembu as próximas etapas do Campeonato Paulista, não só este, mas todos os quatro confrontos restantes viraram mais do que clássicos: são considerados finais.

“Temos que encarar como clássico, independentemente do que a torcida  acha. Vamos encarar como clássico e final cada jogo”, indicou Wendel, pensando na dificuldade do confronto. “Para vencer, hoje em dia, tem que ralar bastante. Toda equipe que joga contra o Palmeiras vê a partida como oportunidade para aparecer.”

O Verdão tem 26 pontos, assim como o Santos, mas o clube litorâneo supera o Palmeiras no saldo de gols e, por isso, ostenta a melhor campanha da competição. Os comandados de Gilson Kleina pensam em, ao menos, se manter com a mesma pontuação do Peixe para decidir a liderança geral em confronto direto na Vila Belmiro, no dia 23, na última rodada da fase inicial do Estadual.

“Teremos um confronto direto importante contra o Santos para conseguir a vantagem. Mas, antes, serão outros adversários. Precisamos encarar um de cada vez”, afirmou Wendel, de olho na vantagem de ser mandante nas quartas de final, na semifinal e no segundo jogo da final. “O apoio da torcida faz muita diferença, é uma força a mais para nós”, enalteceu o lateral direito.

Além da Portuguesa, nesta quinta-feira, os outros dois “clássicos” do Palmeiras antes de encarar o Santos serão diante do Paulista, no domingo, em São José do Rio Preto, e da Ponte Preta, no dia 15, no Pacaembu.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

••

BLOG FUTEBOL MARKETING

• “Eu Te Amo, Palmeiras”, o samba-enredo do centenário

Quando dizemos aqui que a torcida é o principal ativo de um clube, falamos muito além do potencial de consumo. Acreditamos, sim, que o torcedor é o principal vetor de marketing, defensor e divulgador da marca que leva em seu coração.

E agora temos uma nova confirmação disso. No clima do centenário de seu amado Palmeiras, o compositor paraense Moraes Poeta se uniu ao vocalista Everton Muleke, do grupo de pagode Mulekagem, para criar o samba-exaltação “Eu te Amo, Palmeiras”, verdadeira ode ao alviverdismo.

A música só nos chegou no fim deste carnaval – poderia muito bem ter desfilado em alguma avenida, aliás -, mas temos certeza de que o palmeirense vai cantá-la o ano todo. Confira:

Ouça aqui → S.E.P. | Depto. Interior

Sou alviverde, imponente e guerreiro

Eu sou Verdão de coração

Ser palmeirense é chegar sempre em primeiro

Oh, meu Palmeiras, minha paixão

..

Academia de Futebol

Entrou pra história se fez imortal

Eternizado nos corações

Em meio a multidões

..

Divino Ademir, Oh, Divino

São Marcos, eterno Marcão

Torcida que canta e vibra

Orgulho de ser campeão

..

Dignidade, união e glórias

Conquistas e vitórias no gramado

O teu manto é sagrado

És a minha inspiração

..

Palmeiras, Palmeiras, Palmeiras

Palmeiras minha vida é você

Como eu te amo Palestra

Palmeiras o meu bem querer

..

Leia aqui a matéria completa → BLOG FUTEBOL MARKETING

••

BLOG DO VERDÃO ❘ DIÁRIO DE S.PAULO ONLINE

• Kleina aposta em Mendieta contra a Portuguesa

Quando todo mundo esperava que Gilson Kleina desse a primeira oportunidade para Bruno César atuar como titular, o treinador do Palmeiras surpreendeu ao oferecer nova chance para Mendieta.

No treino desta terça, na Academia de Futebol, o meia paraguaio atuou no lugar de Valdivia, que vai desfalcar o Verdão na partida contra a Portuguesa, amanhã. Ele defenderá a seleção do Chile no amistoso contra a Alemanha, que serve de preparação para a Copa do Mundo.

Bruno, que ainda não suporta disputar uma partida inteira, treinou pela equipe reserva.

Dessa forma, é provável Mendieta seja o escolhido. Na atividade realizada pela manhã, o jogador, de 25 anos, não decepcionou e até marcou um belo gol no coletivo.

“Trabalho sempre com a intenção de ser o titular”, avisou Mendieta, que foi utilizado em sete partidas neste Paulistão e marcou um gol, no empate por 1 a 1 contra o Audax.

“Ainda não sei se vou jogar, mas, se entrar em campo, vou procurar fazer tudo o que o técnico me pedir. Sempre procurei fazer as coisas bem feitas, me sai bem no treino e espero que seja  assim nas partidas também”, avisou o palmeirense.

• Adaptado

Contratado pelo Verdão no ano passado, o meia já se considera em casa no Brasil. No início, porém, não foi tão fácil se acostumar à rotina em um outro país. Antes do Palestra, ele havia se destacado no Libertad, do Paraguai.

“A maior dificuldade que tinha era com a língua. No futebol, a adaptação foi rápida. Mas, infelizmente, sofri uma lesão quando estava jogando mais”, lamentou-se

Mendieta, que sofreu, em outubro, uma contusão no joelho esquerdo e teve de ficar longe dos gramados até o início deste ano. Em 2013, ele disputou 17 partidas pelo Palmeiras e marcou quatro gols.

Dentro de campo, o Palmeiras sobra. A equipe lidera o Grupo D do Paulista e está praticamente classificada para as quartas. Fora dos gramados, no entanto, o Alviverde corre risco de levar um chapéu.

Na troca que manteve Luan no Cruzeiro, o Verdão trouxe o zagueiro Victorino. Na época, a diretoria também acertou com a Raposa que mais um jogador viria nesta transação. Mas…

“Que eu saiba, não há, por contrato, obrigatoriedade de o Cruzeiro ceder um segundo jogador. Existe, sim, boa vontade em facilitar a liberação de um outro jogador, que o Cruzeiro não pretende utilizar, para o Palmeiras”, afirmou Valdir Barbosa, gerente de futebol da Raposa, ao DIÁRIO. “O Palmeiras tentou o Anselmo Ramon, mas não houve acordo.”

Por enquanto, o Palmeiras ainda espera pela estreia de Victorino. Em recuperação de uma lesão na panturrilha direita, o beque uruguaio ainda não jogou no Campeonato Paulista. Pior do que isso, o defensor não entra em campo desde o dia 23 de setembro de 2012. Neste período, ele também sofreu uma lesão no tendão de aquiles.

Luan, por outro lado, está em condições de jogo e foi utilizado em três partidas no estadual de Minas desta temporada.

• Reprise

Esta não é a primeira vez que o Palmeiras pode levar um chapéu em uma negociação de troca. No ano passado, logo em sua primeira ação como diretor-executivo do Verdão, José Carlos Brunoro acertou a venda do atacante argentino Hernán Barcos.

Na polêmica negociação, o Alviverde cederia o centroavante e receberia cinco jogadores. O técnico Gilson Kleina ganhou o zagueiro Vílson, o volante Léo Gago, o meia Rondinelly e o atacante Leandro. No entanto, o boliviano Marcelo Moreno não quis defender o  Verdão, que disputaria a Série B do Campeonato Brasileiro.

Assim, o quinto reforço prometido nunca chegou ao clube.

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO VERDÃO ❘ DIÁRIO DE S.PAULO ONLINE

••

COLUNA PAINEL FC ❘ FOLHA DE S.PAULO

Por Eduardo Ohata

• Time portátil

O Palmeiras decidiu investir em seu canal no YouTube, na internet. O clube alviverde contratou uma nova equipe para gerir o espaço, produziu vídeos com o presidente Paulo Nobre convidando o torcedor a prestigiar o site, além de tê-lo divulgado em faixas e camisetas do time. Em cerca de um mês, o canal palmeirense saltou de 10 mil inscritos para mais de 120 mil, o que mostra o potencial da plataforma para o esporte.

• Saudáveis

Os números dos outros times também impressionam. O número de inscritos para acompanhar o canal do Santos já ultrapassou a marca de 200 mil. São Paulo e Corinthians também têm grande número de visualizações com, respectivamente, 94 mil e 78 mil inscritos.

••

COLUNA DO JORGE NICOLA ❘ DIÁRIO DE S.PAULO

• No vácuo

Um grupo de conselheiros do Palmeiras tem pedido insistentemente a Paulo Nobre para ter acesso aos contratos de produtividade assinados pelos reforços desta temporada. O presidente se recusou.

• Pulga atrás da orelha

O veto de Paulo Nobre, de acordo com um integrante do Conselho Deliberativo, se deve à cláusula criada pela diretoria que prevê multa aos atletas em caso de reclamação pública sobre atrasos de salários.

••

12 respostas em “Verdão na Mídia 05-03-2014: Palmeiras já é o melhor do Paulistão. Imagine sem nenhum machucado… ❘ UOL ESPORTE”

Quanto mais notícias leio desse clube social mais tenho certeza que devemos não só separar o clube social do futebol como proibir qualquer sócio do clube social ter qualquer cargo dentro do Palmeiras futebol

Essa tal de transparência, é para em seguida repassar para a imprensa gambástica.

A troca do Luan, mesmo que fosse por dois octogenários míopes, já seria vantajosa pro Verdão. Chapéu quem levou foi o Cruzeiro, ao ficar com aquela ameba de calça jeans.

Realmente deveria ser normal termos transparência nos contratos, mas também deveria ser normal termos um Conselho composto por Palmeirenses e se um dos conselheiros tornar público algo que não deva, deveria ser expulso do clube, mas não é isso que acontece, né Gilto & Cia! Então fica muito difícil questionar esta posição do Presidente.

exatamente o que penso, mas e coragem para expulsar, não expulsam nem quem comemora gol do curintia la dentro.

esses conselheiros deveriam se preocupar em ler o estatuto e retirar do conselho e da diretoria quem não é palmeirense.

Excelente, esse é o ponto! Conselheiros não tem que ter acesso a essa informação não!

Os comentários estão desativados.