Categorias
Verdão na Mídia

VERDÃO NA MÍDIA 21-03-2014: Após novo problema com torcedores, Nobre segue privilegiando Avanti ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

• Após novo problema com torcedores, Nobre segue privilegiando Avanti

Por Willian Correia

Em um ano e dois meses na presidência do Palmeiras, Paulo Nobre tem encarado os problemas com torcedores  como alguns de seus maiores obstáculos. Mas não muda sua convicção. O dirigente assumiu seu cargo prometendo dar força ao programa de sócio-torcedor, lutando até para que tenham, de alguma fora, direito a votar nas eleições do clube algum dia. A depredação do escritório do Avanti virou mais uma oportunidade de ele reiterar sua política no ano em que deve tentar o seu segundo mandato.

“O que aconteceu não muda em uma vírgula a nossa política. Não trabalhamos sob pressão”, avisou. “Desde o primeiro dia da minha gestão, deixei muito claro que o Avanti seria privilegiado e também que ninguém é obrigado a ser sócio-torcedor. Mas, se alguém quiser nadar na piscina, precisa ser sócio do Palmeiras. Assim como quem quiser usufruir de todos os planos de vantagens, descontos e facilidades, tem que ser Avanti. Se não for, não terá alcance a isso.”

A ação de vândalos que culminaram na inutilização de ingressos que ainda não tinham sido vendidos para o jogo de domingo, contra o Santos, fez Nobre apenas repensar como privilegiar ainda mais os sócios-torcedores. O dirigente já expôs a ideia de, no próximo clássico em que o Verdão for mandante, limitar a venda de bilhetes à internet.

Para a partida na Vila Belmiro, a ideia não foi colocada em prática porque não foi possível implantar no estádio do Santos catracas que aceitassem a carteira do sócio-torcedor palmeirense. Por isso, os 700 ingressos à disposição do visitante tiveram que ser buscados no escritório que foi depredado nessa quinta-feira. “No próximo jogo em que não formos mandantes, teremos que achar outra fórmula de venda justa e democrática, mas serão tomadas atitudes em privilégio ao Avanti”, antecipou Nobre.

Em seu mandato, o presidente já assumiu tendo que mandar quatro jogos na Série B fora do Pacaembu em decorrência de punições por ação de torcedores em 2012. No ano passado, perdeu mais dois mandos pelo mesmo motivo e rompeu com as organizadas quando membros da Mancha Alviverde tentaram agredir Valdivia e atiraram xícaras contra o elenco em aeroporto de Buenos Aires. Em 2014, a venda de ingressos para o clássico contra o Corinthians também causou confusão no Palestra Itália.

“Ser presidente do Palmeiras tem uma parte de glamour e uma gigantesca parte de ônus, de muito trabalho, abrindo mão da família, da parte profissional, sem ter mais lazer e tudo mais. Os problemas com torcedores são apenas mais um dos milhares de problemas que existem na presidência de um clube grande como o Palmeiras”, minimizou Nobre, ressaltando que não liga para os protestos.

“Não leio rede social nenhuma, só tenho contato com o torcedor nas ruas e nos estádios. É gigantesco o apoio da torcida do Palmeiras, mostrado em elogios, fotos. Obviamente, quando um torcedor se sente frustrado, tem a sua maneira de se comportar, e existe uma parte que me critica. Mas não me pauto por isso para presidir o Palmeiras. Eu e minha diretoria temos uma linha de conduta e sabemos muito bem onde queremos colocar o Palmeiras. Nenhuma pressão vai nos fazer mudar”, repetiu.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET 

••

NOTICIÁRIO ❘ LANCENET 

• Lance! Opina: Avanti, Nobre!

“Quem terá atacado a sede do programa de sócio-torcedor do Palmeiras na manhã desta quinta-feira em São Paulo? Pais desesperados por conseguir um ingresso para levar o filho à Vila Belmiro? Torcedores cadastrados que resolveram se rebelar contra as normas do programa que limita a compra de ingressos por carteirinha? Ou a máfia das organizadas que, pela primeira vez, vê seu poder de manipular e beneficiar-se da venda de ingressos realmente ameaçado?

É fácil responder a essa pergunta. Antes mesmo que apareçam as provas contra os vândalos uniformizados, ninguém tem dúvida do que está por trás do ataque.

A diretoria do Palmeiras merece todo o apoio. Os programas de sócios-torcedores, apoiados por empresas privadas e que oferecem hoje além de desconto nos ingressos uma série de benefícios na compra de todo tipo de produto, começam a mostrar-se um eficaz instrumento de contraposição às facções que dominam os estádios. De organização, moralização do futebol brasileiro. O presidente do Palmeiras, Paulo Nobre, talvez tenha sido o primeiro a perceber isso. E o fez de forma corajosa, excluindo por completo do processo facções como a Mancha Alviverde e a TUP, e priorizando a venda aos participantes do programa por participação, de acordo com sua assiduidade aos jogos.

Ao menos no Palmeiras, quem começa a ter vez é quem realmente tem de ter, o torcedor verdadeiro, aquele que torce, incentiva o time, aplaude, sim, e vaia quando acha que tem de vaiar. A violência de hoje mostra como estão acuados os que usam o clube em benefício próprio, os que se sustentavam do câmbio negro dos ingressos, das benesses de dirigentes acovardados e da força de paus, pedras e violência.

Aos vândalos, aos criminosos, o que deve se impor é a força da lei, é um trabalho eficiente de investigação, de comprovação da responsabilidade individual de cada um. Só assim esses elemntos serão tirados não dos estádios, mas das ruas. Do convívio esportivo e do convívio em sociedade.

Já a imensa maioria formada por gente e torcedores do bem precisa entender a sua força. Precisa compreender que mais vale colaborar com o clube de forma positiva do que pagar mensalidade a essa corja de interesseiros que apenas exploram – sem nenhum paixão verdadeira – o nome e os símbolos do Palmeiras.

Uma pequena-grande revolução pode estar começando.

Avanti, Nobre!

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

••

NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

• Sistemas diferentes impediram venda de ingressos pela internet

A confusão na fila de ingressos para o jogo contra o Corinthians, há um mês, fez com que o presidente do Palmeiras, Paulo Nobre, estudasse a possibilidade de realizar a comercialização das entradas para o jogo contra o Santos, deste domingo, na Vila Belmiro, só pela internet. Sem conseguir colocar o plano em prática, o mandatário viu a sede do Avanti, programa de sócio-torcedor, ser atacada e, além da destruição no local, um funcionário foi agredido. Segundo ele, os sistemas usados por Verdão e Peixe impossibilitaram seu plano inicial.

– A venda na internet é, sem dúvidas, uma solução para esse tipo de problema que tivemos. Quando o Palmeiras não é mandante, a demanda é muito maior do que a carga de ingressos. Temos de achar uma maneira de minimizar os problemas que surgiram contra o Corinthians. O Santos tem um sistema de ticketagem diferente do Palmeiras, e eles não se conversam. Não teria tempo suficiente para instalarmos catracas nossas na Vila Belmiro – explicou o dirigente.

– Comunicamos os sócios Avanti pela internet e eles iam fisicamente ao posto Avanti para pegar o ingresso. No primeiro dia tudo ocorreu na mais santa paz – acrescentou o dirigente.

O ataque de quinta, que forçou o encerramento da venda de ingressos para o clássico antecipadamente, gerou um boletim de ocorrência, e o clube ajudará às investigações: nesta manhã, o Verdão entregará à polícia imagens para que se descubram os responsáveis pelo ato. Apesar do susto, Nobre avisou que seguirá dando preferência ao Avanti.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

•• 

NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

• Palmeiras vai precisar de ajuda de vizinhos para identificar vândalos

Por Danilo Lavieri

O Palmeiras poderá ajudar pouco a Polícia Militar a identificar os invasores que depredaram a sede do Avanti, seu programa de sócio-torcedor, que comercializava ingressos para o clássico contra o Santos. Isso porque o escritório ficava em um local improvisado e não havia nenhuma câmera de segurança.

A informação foi dada pelo delegado titular da 23ª Delegacia de Polícia, Percival Alcântara. Segundo ele, o máximo que o clube poderá fazer é ajudar na identificação em possíveis imagens que serão fornecidas por câmeras de prédios e estabelecimentos vizinhos e por depoimentos de funcionários. 

“Nós ainda não identificamos os invasores, mas vamos começar a partir de amanhã (sexta-feira) algumas oitivas e também algumas identificações por meio de câmeras vizinhas. O problema é que o Palmeiras informou que não há nenhuma câmera de segurança no local. Isso significa que o clube precisará ajudar a gente de outra forma”, explicou Percival.

O delegado afirmou que os depoimentos prestados indicam que um grupo de 20 pessoas foi responsável pela depredação do local e por quebrar computadores, mesas, cadeiras e acabar com o sistema de venda de ingressos. Ele ainda afirma que a única tentativa de agressão não foi bem sucedida.

Já o Palmeiras afirmou, por meio de seu presidente, Paulo Nobre, que o grupo de agressores se restringe a três pessoas. Apesar dessa enorme divergência no número de vândalos, ambos concordam na hora de afirmar que não houve furto de ingressos, tampouco de dinheiro que estava na sede. Até por isso, o Boletim de Ocorrência registrado na delegacia foi apenas de dano. Com investigações posteriores, o time pode até fazer um boletim complementar caso queira adicionar informações.

Nobre ainda ressaltou que confia em uma punição dos envolvidos e minimizou o fato dos invasores do CT do Corinthians acabarem identificados, mas liberados pela Justiça. 

O presidente palmeirense diz que é difícil afirmar se o ataque à sede partiu de membros de organizadas. Torcedores que passaram pelo local, no entanto, relataram que várias das pessoas que estavam na fila usavam camisas de uniformizadas.

ENQUANTO ISSO, DENTRO DE CAMPO…

Como resposta aos atos, Paulo Nobre afirmou que não mudará uma vírgula de sua gestão, especialmente no que faz referência à relação com seu torcedor. Ele tem convicção de que o certo é valorizar o sócio-torcedor que está em dia e faz uma analogia com os sócios do clube.

“Ninguém é obrigado a ser sócio-torcedor para ir ao estádio, mas aquele que quiser usufruir dos benefícios, precisará ser sócio. Aquele que quer nadar na piscina do Palmeiras, por exemplo, precisa ser sócio do clube”, explicou. 

Além disso, os ingressos que ainda não haviam sido comercializados seguirão fora de circulação e não irão para a mão dos torcedores, nem mesmo para os sócios do Avanti.

Na quarta-feira, o Palmeiras começou a venda apenas para os torcedores que estavam bem colocados no ranking de presença do Avanti. Nesta quinta, a venda era aberta para todos os que são sócios, independentemente da colocação na lista de ida ao estádio. Caso ainda houvesse entradas disponíveis, a venda seria disponibilizada para sócios do clube posteriormente.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

•• 

NOTICIÁRIO ❘ ESTADÃO ONLINE

• Kardec diz que o Santos não é ‘bicho de sete cabeças’

Por Daniel Batista

Embora o Palmeiras tenha a melhor campanha do Campeonato Paulista, os holofotes neste começo de temporada estão apontados para o Santos. O time da Vila desembestou a fazer gols e já aplicou algumas goleadas nos adversários. Sob o comando de Oswaldo de Oliveira, o Santos mostra futebol rápido e envolvente. Para o atacante Alan Kardec, do Palmeiras, o adversário deste domingo, na Vila, não pode ser encarado como imbatível.

“Enfrentaremos muitas dificuldades desde a Série B, mas não será nenhum bicho de sete cabeças. Em clássico, não há favoritos, independentemente de campo ou torcida. O que vale é o que acontece lá dentro de campo”, disse o artilheiro do Palmeiras no Estadual, com sete gols.

Kardec defendeu o Santos em 2011 e 2012. Por isso, sabe bem o que é jogar na Baixada. O jogador aposta em muita pressão da torcida do adversário, mas acredita na experiência do elenco palmeirense também fora de casa. “A Vila Belmiro estará muito cheia e com a torcida sempre apoiando, mas a nossa equipe é madura. Aprendemos muito do ano passado para cá e estamos preparados”, avisou.

O técnico do Santos, Oswaldo de Oliveira, estuda a possibilidade de poupar alguns jogadores, mas Alan Kardec acha que mesmo se alguns atletas não atuarem, o rival não vai tirar o pé e perder sua força. “O Santos tem muita qualidade e um treinador que faz um grande trabalho ao mesclar jovens e atletas mais experientes. Eles têm um contra-ataque muito rápido e muitas vezes mortal.”

O Palmeiras tem praticamente todo o elenco à disposição para o jogo, válido pela última rodada da primeira fase do Campeonato Paulista. O único desfalque deve ser o volante Wesley, que se recupera de dores na coxa e tem poucas chances de atuar.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ ESTADÃO ONLINE

••

NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

• Damião x Kardec: disputa por vaga na Copa esquenta o clássico na Vila

Santos e Palmeiras duelam neste domingo, às 16h (de Brasília), na Vila Belmiro, pela 15ª e última rodada da fase de grupos do Campeonato Paulista. Além da briga pela liderança geral da competição, o jogo terá outra disputa interessante: Leandro Damião, do Peixe, e Alan Kardec, do Verdão, ainda sonham com uma vaga na Copa do Mundo e estarão frente a frente no clássico.

Desde 2013 no Palmeiras, Kardec tem sido um dos destaques do time do técnico Gilson Kleina. Com sete gols marcados, é o terceiro na lista de artilheiros do Paulistão, empatado com David, do Paulista, e Henrique, da Portuguesa – os goleadores são Luis Fabiano, do São Paulo, e Léo Costa, do Rio Claro. As atuações com a camisa alviverde fizeram muitos torcedores clamarem pela convocação de Kardec para a Seleção.

O centroavante, ciente da concorrência – Fred e Jô parecem estar garantidos no elenco que disputará a Copa do Mundo -, mantém os pés no chão, mas ainda sonha com uma vaga na lista que será divulgada no dia 7 de maio.

– É complicado dizer. O Felipão está olhando não só o Palmeiras, mas todas as equipes. A convocação é um processo natural. Vou continuar trabalhando com humildade sempre procurando fazer o melhor para o Palmeiras – diz Kardec.

Além dos centroavantes que têm sido convocados por Felipão, Leandro Damião é um concorrente direto do camisa 9 do Palmeiras na busca por uma vaga na Copa do Mundo. E o atacante do rival do Peixe acredita que a briga será boa.

– Ele acaba se tornando um concorrente porque já teve passagem pela Seleção. Infelizmente, acabou se lesionando às vésperas da Copa das Confederações. Fiquei triste pela lesão. Ele é uma pessoa muito querida. Vira e mexe estamos conversando. Temos características semelhantes, vou desejar sorte a ele, mas que o nosso Palmeiras saia vitorioso – afirma.

Com a camisa do Palmeiras, Kardec tem 42 jogos disputados e 21 gols marcados – média de 0,5 por partida. Neste domingo, enfrentará a segunda melhor equipe do Paulistão na Vila Belmiro. Mas o que ele pede é paz fora do estádio.

– Será um jogo bom. O mínimo que nós pedimos é que tenha paz. Ninguém gosta de ver violência. Isso é primordial para que seja um clássico gostoso de se assistir e de jogar – afirma o palmeirense.

Natural de Jardim Alegre, no Paraná, Damião foi contratado pelo Alvinegro no fim de 2013, por R$ 42 milhões, mas estreou apenas na sexta rodada do Paulistão. Ainda não embalou, mas tem sido importante taticamente no time do técnico Oswaldo de Oliveira. Ele tem quatro gols em nove jogos disputados – média de 0,44 por partida.

Aos 24 anos, o centroavante de 1,88m também luta por uma vaga no ataque da Seleção na Copa. Damião diz que o Brasil está bem servido de homens de frente e elogia o adversário deste domingo.

– É um grande jogador e amigo também. Estou feliz pelo momento que ele está passando. Com certeza tem uma vaga na Seleção, por tudo o que está fazendo, desde o tempo do Benfica e até aqui do Santos. É um grande jogador, e a Seleção está bem servida de centroavantes, tem grandes jogadores nesta posição – diz.

O camisa 9 do Santos, porém, deixa a amizade de lado e mostra confiança quando o assunto é o clássico. Damião espera que Kardec não repita as últimas boas atuações neste domingo, na Vila Belmiro.

– Espero que domingo nós possamos vencer o Palmeiras. Vamos torcer para o Kardec ter sucesso, mas não contra nós – brinca o centroavante, lembrando da importância do jogo para o Peixe. 

– Vai ser um grande duelo. O Santos tem tudo para vencer, mas com calma. Vamos seguir da forma que estamos jogando, que é para cima, mas não podemos dar contra-ataques. O Palmeiras é um time bastante técnico e tem jogadores de qualidade – completa Damião.

O fato é que os dois concorrentes por uma vaga na Copa do Mundo devem ser titulares no jogo deste domingo, na Vila Belmiro. O técnico Oswaldo de Oliveira, porém, já admitiu que pode poupar titulares no jogo, e Damião pode estar entre os escolhidos.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

••

BLOG DO ERICH BETING ❘ UOL 

• Avanti, Palmeiras! Mas não dá para melhorar, não?

O Palmeiras sofreu nesta quinta-feira um ataque. A sala que vendia ingressos para o jogo contra o Santos foi destruída por torcedores que tentaram roubar bilhetes. Antes, outros também tentaram usar uma mesma carteira de sócio-torcedor para comprar mais ingressos que o permitido. O estrago foi feio. Mas pior ainda foi a impressão deixada pelos maus torcedores.

Pela primeira vez, um jogo importante do clube, como o clássico contra o Santos, na Vila Belmiro, não terá o privilégio das torcidas organizadas na aquisição de bilhetes. O Palmeiras decidiu fazer o óbvio. Venda restrita para os sócios-torcedores. Se sobrar bilhete, aí o público “comum” pode tentar comprar.

O movimento do clube foi perfeito. Antes, atitudes como essa tinham sido timidamente tentadas. Em 2008, o Inter na final da Copa Sul-Americana teve o Beira-Rio fechado para o sócio-torcedor. O Corinthians, na vitoriosa campanha da Libertadores em 2012, deu muito mais vantagens para os associados comprarem os bilhetes. Nos dois casos, porém, as organizadas ainda tiveram facilidades para comparecer aos jogos.

Agora, não. O Palmeiras usou a bandeira do sócio-torcedor para tentar reduzir a força do torcedor organizado. O movimento, claramente, atingiu quem precisava. E o clube sofreu a represália típica daqueles que não se conformam em perder o poder.

O único erro do clube foi não ter proporcionado a venda dos bilhetes pela internet. Para fazer parte do programa de sócio-torcedor (o Avanti), é preciso usar a web. Então por que não fazer a venda toda on-line? Ok, o jogo era fora de casa. Mas o Santos, rival do domingo, usa a mesma empresa para a venda de ingressos pela internet.

Reduzir ao sócio-torcedor o bilhete de um jogo é, na atual conjuntura do futebol, uma medida eficiente para reduzir a força das organizadas. Ao passar para o clube o controle de quem está no jogo, é possível diminuir a influência do torcedor que vai em bando. Na Europa, os carnês anuais de ingresso têm essa função. Antecipação de receita e perda de força do torcedor organizado. No Brasil, o sócio-torcedor é a válvula de escape para isso.

O que os clubes precisam entender é que estamos entrando numa nova era. A ida do torcedor a um local físico para a compra de um ingresso tem de ser o último recurso disponível. Hoje, cerca de 50% do país tem acesso à internet. É gente mais do que suficiente para que um estádio fique constantemente lotado. De qualquer time.

Avanti, Palmeiras! O caminho é esse mesmo. Se é possível dizer que existe um “dono” para o consumo de um torcedor, ele é o clube. A torcida não pode, nunca, ter o poder sobre isso.

Só que, para isso, é preciso colocar-se na pele desse consumidor. Como é que pode, hoje, a compra de um bilhete não estar ao alcance de um clique?

É possível melhorar muito o sistema. Até para continuar a fazer com que o bom torcedor seja, cada vez mais, a regra, e não a exceção.

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO ERICH BETING ❘ UOL

••

BLOG DO ROBERTO AVALLONE ❘ UOL

• Violência contra o Palmeiras

Já não é a primeira vez que isso acontece, pois no jogo contra o Corinthians já houve confusão por parte de torcedores por ingressos. Agora, outra vez, o Palmeiras foi vítima da violência de alguns de seus torcedores, com direito a depredação da sede do Avanti e danificação dos computadores, impedindo assim que sócios-torcedores pudessem comprar os ingressos restantes para o clássico diante do Santos.

Concordo que ninguém é obrigado a ser sócio de nada. Mas me parece legítimo o direito de quem decidiu se associar receber o benefício da prioridade, numa espécie de acordo de compra e venda. E sem violência, sem essas cenas que já estão virando rotina no futebol- e na vida-, como se tudo estivesse a fugir do controle.

Temo que se não acontecerem logo punições exemplares para acontecimentos como esse e outros acontecimentos- com as providências que, por exemplo, livraram o futebol inglês dos violentos- caminhemos para um estágio sem solução. Na Argentina, leio que está até pior, pois com a proibição (não sei se em todos os jogos) ao comparecimento da torcida visitante, os barras bravas brigam entre eles, facção contra fação do mesmo clube.

Meu Deus!  Até quando?

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO ROBERTO AVALLONE ❘ UOL 

••

BLOG DO FÁBIO SORMANI ❘ TERRA

• Invasão e ameaça de morte não intimidam presidente do Palmeiras

A sede do Avanti, programa de sócio-torcedor do Palmeiras, foi invadida esta manhã. Foram cerca de 50 marginais que cometeram o crime na tentativa de roubar ingressos para o clássico de domingo entre Palmeiras e Santos, na Vila Belmiro.

Por determinação do presidente Paulo Nobre, os cobiçados ingressos estavam disponíveis apenas para os sócio-torcedores do Palmeiras. Nobre, é bom que se diga — e desculpem-me o trocadilho — defende causa nobre: rompeu laços de décadas com torcidas profissionais, firmados por presidentes passados.

No passado, esses ingressos seriam destinados a esses torcedores. Como esses torcedores são parasitas e vivem do clube (ganham ingressos, dinheiro para viagens, dinheiro para o Carnaval, não pagam royalties para usar a marca do clube etc.), eles ficaram indignados e estão ilhados neste momento.

Por conta disso tudo, Paulo Nobre tem recebido diariamente várias ameaças de morte em seu celular. Corajoso, ao contrário de muitos, ele disse que não irá trocar o número e nem se alinhar com os profissionais das arquibancadas para que volte a ter paz em seu dia-a-dia.

O caso desta manhã está sendo investigado pelo 23º DP de Perdizes, próximo à sede do Palmeiras. Se identificado forem, esses vadios poderão ser presos. Mas se isso ocorrer, nada deverá acontecer com eles se o caso cair nas mãos do juiz Gilberto Azevedo Morais Costa.

Morais Costa, se você não sabe ou se esqueceu, foi aquele que colocou nas ruas os torcedores do Corinthians que foram presos por conta da invasão ao CT do clube. Ao analisar o caso, se mantiver coerência, este meritíssimo dará a esses escroques o mesmo destino a que deu aos patifes corintianos.

Dirá Vossa Excelência, provavelmente, que “tudo não passou de um ato (nada abonador) de revolta dos torcedores, que queriam apenas chamar a atenção”. E complementaria: “Isto posto, com fundamento no artigo 395, III, do CPP, rejeito a denúncia. Expeçam-se alvarás de soltura clausulados e contramandado de prisão”.

Pois foi exatamente assim que o juiz Gilberto Azevedo Morais Costa interpretou a invasão de criminosos corintianos ao CT Joaquim Grava.

Portanto, quando esses vagabundos fazem o que fizeram esta manhã na sede do Palmeiras ou há algumas semanas no CT do Corinthians, eles sabem que sempre haverá um meritíssimo a livrar a cara deles. E a impunidade continuará se alastrando feito praga em nossa sociedade.

Dois fatos criminosos num curto espaço de tempo. Nossas autoridades têm a faca e o queijo nas mãos para começar a agir.

Se não agirem, será por receio ou prevaricação.

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO FÁBIO SORMANI ❘ TERRA

•• 

BLOG DO LUIS CARLOS QUARTAROLLO ❘ JP ONLINE

• Palmeiras também é vítima da violência dos filhos da impunidade

Nós já tivemos os órfãos da ditadura, os órfãos de várias catástrofes Brasil afora, vítimas de enchente, de descaso, de abusos dos mais diversos tipos, do preconceito racial e religioso e agora somos reféns também dos filhos da impunidade.

Podem fazer o que bem entender pois ninguém vai impedi-los. A soltura dos invasores do CT do Corinthians com um arrazoado cheirando muito mal dado por um juiz que no mínimo não sabia o que está acontecendo ou sabe demais sobre o assunto, foi um tapa na cara de muita gente de bem.

Daqui a pouco vão enquadrar os agredidos que estavam no lugar ”errado” e na hora ”errada” e na visão da justiça parece que isso não é mais certo. Viva os bandoleiros.

Nesta quarta-feira aconteceu de novo. Depredaram, destruíram a sede do programa sócio-torcedor Avanti do Palmeiras sob a alegação de que havia privilégio de alguns em detrimento de outros.

Os outros no caso são os torcedores organizados. Alguns até participam do programa, mas a grande maioria acostumada a receber tudo de graça não se conforma.

Já houve problema há poucos dias envolvendo os organizados nas filas de compra de ingressos na Arena do Palmeiras

Hoje resolveram quebrar todo o sistema para provocar a venda nas bilheterias dos apenas 700 bilhetes cedidos pelo Santos.

Presidente Paulo Nobre lamentou o ocorrido e avisou que os ingressos não irão para as bilheterias.

A prioridade é mesmo para quem paga o programa Avanti como acontece com todo o programa sócio-torcedor que existe em outros clubes.

É a chamada fidelização, é uma receita certa para o clube e há um critério para o ingresso ser adquirido.

Aquele que mais comparece aos jogos também tem prioridade na compra.

É justo e talvez por ser tão justo não agrade tanto aos chamados torcedores organizados até porque eles não torcem pelo clube, torcem pela sua própria organização.

Diante do que aconteceu na libertação dos invasores corintianos, o mesmo juiz diria nesse caso que são apenas torcedores apaixonados querendo um ingresso para ver o jogo na Vila Belmiro. Coitadinho deles, não tem TV na casa deles, não?

Mas tudo ficará na mesma. Ninguém será punido mais uma vez. Afinal, este é o país em que o crime compensa.

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO LUIS CARLOS QUARTAROLLO ❘ JP ONLINE

•• 

BLOG DO FÁBIO SALGUEIRO

• Família é contra reeleição e pressiona Nobre

O presidente Paulo Nobre vem sofrendo forte pressão da sua família para que decline da intenção de concorrer à reeleição no Palmeiras. Os familiares entraram em rota de colisão com o atual mandatário alviverde, que injetou cerca de R$ 80 milhões no clube desde que assumiu o cargo em janeiro do ano passado.

A informação foi passada ao Blog por uma pessoa próxima ao presidente e que participou, inclusive, da última reunião do Conselho de Orientação e Fiscalização (COF). “A pressão é forte para que ele não concorra à reeleição. A família não quer mais. Ele (Nobre) está pressionado”, afirmou a fonte.

Na oportunidade, Paulo Nobre expôs que deseja receber o valor injetado no clube com correção equivalente ao rendimento integral das aplicações do Certificado de Depósito Interbancário (CDI).

A oposição no Palmeiras critica o atual presidente, entendendo que a injeção de dinheiro no clube parece ser uma atitude louvável do dirigente, mas na verdade só escancara a falta de habilidade da atual diretoria na captação de receitas para o clube e a ausência de medidas para diminuir as despesas.

Os opositores reclamam da ausência de um patrocinador máster na camisa desde que Paulo Nobre assumiu. A chegada deste parceiro, inclusive, foi uma das promessas não cumpridas até agora pelo presidente alviverde.

A escolha do novo presidente do Palmeiras acontece ao final do ano. A próxima eleição será direta e contará com o voto dos associados e não mais apenas dos conselheiros do clube.

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO FÁBIO SALGUEIRO

•• 

COLUNA DO ANTERO GRECO ❘ O ESTADO DE S.PAULO

• Vespeiro agitado

Paulo Nobre comprou briga ao negar-se a manter privilégios para determinados setores da torcida do Palmeiras na compra de ingressos. O dirigente resolveu investir no “Avanti”, projeto moderno, lúcido e economicamente viável, que recorre à fidelização do público. O sujeito paga um tanto por mês e tem direito a adquirir bilhetes por preços reduzidos. É a tendência, no momento, para manter o caixa em relativo equilíbrio e colocar plateias razoáveis nos estádios.

Esse movimento simples mexeu com quem sempre se considerou diferente, especial, ou mais palestrino do que qualquer outro. Turma que tinha a carga de entradas que lhe conviesse, sem sacrifício e para azar dos demais. Danou-se! O cartola virou inimigo para certos segmentos, que, na falta de melhor argumento, apelam para a linguagem de que dispõem para persuasão: violência, força bruta.

Isso explica a atitude das pessoas que quebraram a sala reservada ao atendimento dos sócios “Avanti”, na tarde de ontem. Não há acusação formal contra ninguém ou grupo. Apenas indícios, claro. O episódio revela quanto caminho há para percorrer para modificar o futebol no Brasil. Nobre atiçou vespeiro ao romper com prática distorcida, retrógrada, mas vista como normal por tanto ser aplicada. Por medo, por conveniência, por conivência.

O presidente apenas teve a coragem de mostrar um dos pontos que empacam o futebol, uma das válvulas por onde o lucro escorre pelo ladrão. O freguês, digamos assim, sem atendimento cortês, que se percebe prejudicado, se afasta e dá lugar aos aproveitadores, aos chupins desse meio. Só espero que não recue.

Os agressores, se forem identificados, não devem temer consequências. Basta alegar que agiram por amor excessivo. Serão inocentados.

••

VÍDEOS ❘ ESPN BRASIL

• Paulo Nobre lamenta, mas avisa: ‘Atitudes enérgicas serão tomadas’

Um grupo de seis torcedores entrou no escritório onde funciona a sede do programa de sócio-torcedor do Palmeiras, próximo às obras do estádio do clube, na Zona Oeste de São Paulo, nesta quinta-feira e provocou quebra-quebra no local. 

Assista aqui → VÍDEOS ❘ ESPN BRASIL

••

28 respostas em “VERDÃO NA MÍDIA 21-03-2014: Após novo problema com torcedores, Nobre segue privilegiando Avanti ❘ GAZETA ESPORTIVA NET”

Caraca, o Prass é desfalque, agora adivinha quem é o goleiro substituto de Prass, no clássico de amanhã contra as sardinhas??? Ele mesmo o “MÃO DE ALFACE” está de volta!!! Meu deosssssssss!!!!

Bom dia. Como ninguém respondeu minha questão formulada anteriormente, chego a conclusão que ninguém sabe informar como a Futebol Tour possui ingresso de visitantes para vender seus pacotes, já que o Santos forneceu apenas 700 diretamente à Sociedade Esportiva Palmeiras. Assim, como sócio só posso acreditar que alguém mente descaradamente para nosso torcida, se fazendo passar por bonzinho porém não é.

3vv pq o Sérgio Marangão tem TODOS Post ofendendo o PN, fazendo previsões negativas e ainda chamando outros torcedores de inocentes LIBERADOS???? Caraco, e quando respondo um Post dele, é censurado?

Levi não se admite ofensa a ninguém nem a você nem ao PN no 3VV. O seu post não passou na moderação porque era ofensivo e provocativo ao comentarista. Esse tipo de atitude só gera mais “calor” na discussão e não leva a nada. Obrigado pela compreensão.

Tudo bem 3vv, mas n tinha nenhuma ofensa a ele e muito menos qualquer tipo de chingamento, como está na resposta. E que isso fique claro. E sim questionando pq todo Post é chamando o PN disso e daquilo, e fazendo previsões que tudo cai dar errado. Dai minha pergunta, se ele o outros ficariam felizes se o Palmeiras for campeão Paulista. E VAI!!!!

Bem amigos, já coloquei minha duvida no post anterior e ninguém soube responder, então volto a fazer o mesmo questionamento, gostaria que fosse aprovado pela mediação. Com relação a venda dos ingressos para o jogo no litoral no final de semana, fiquei somente com um duvida e queria que alguém me explicasse: Foi noticiado que somente os sócios torcedores inicialmente tinham acesso a venda dos ingressos, correto. Como a empresa Futebol Tour estava vendendo pacotes para o jogo, incluindo o ingresso (conforme divulgação do próprio site do Palmeiras, salvei a pagina para não apagarem)? Será que o Santos forneceu uma carga de ingressos para a empresa de turismo? Ocorreu algum desvio de ingressos? Ou temos algum mentiroso dentro do Palmeiras?

A esses vândalos que se diz Palmeirense, tem que ir pra cadeia, e sobre a eleição no final do ano espero que o Paulo Nobre consiga a reeleição, é que o PN não é flor que se cheire, mas observando bem é que a falta de opções de candidatos. Por isso é que o Paulo Nobre tem tudo para ser reeleito.

Dizer que o Programa de Sócio Torcedor não é vantajoso para o torcedor da capital é ignorância matemática.
O plano prata, cujo custo mensal é de R$ 19,90, dá 50% de desconto no valor do ingresso.
Para quem vai a um só jogo por mês, no setor verde ou amarelo, já gasta menos do que um ingresso inteiro.
Avanti, vinte reais, mais trinta do ingresso, total, cinquenta, contra os sessenta do ingresso inteiro.
Fora isso têm os descontos em produtos, inclusive cerveja.
Para quem vai a mais de um jogo por mês, a conta fica mais fácil ainda.
Quem pode discutir o programa de sócio torcedor é o palmeirense do restante do Brasil, que quase nunca usa o desconto para ingressos.
Para o torcedor paulistano, que vai sempre aos jogos, não ter o Avanti é burrice. Gente que fugiu da escola nas aulas de aritmética ou que espera sempre ganhar ingresso de graça.

Pois é, eu sempre pensei assim, acho que o único ponto que tem de ser melhorado é para os torcedores de fora de sp. A pressão toda sai da TO que deixam de vender seus ingressos(Que sempre foram garantido). Ví alguns torcedores dizendo que 19,90 faz falta para um pai de família, porém se fizer falta R$19,90 não fará falta R$ 60,00 pra ver um jogo por mês?
Quando querem cornetar acham cabelo em ovo!

Caro José, não se esqueça das realizações do prof. Belluzzo (‘apenas’ era Parmalat, Arena, MKTG forte com grandes empresas patrocinando o Palmeiras…). Então, apesar de sua gestão ter sido ruim do ponto de vista financeiro, ele não merece ser comparado B1 e Pescarmona. SDS

N~~ao te digo nada se Paulo Nobre, querer fazer o mesmo que seu MENTOR MUSTAFÁ, querer ficar 12 anos como ficou MUSTAFÁ !! ( já que o atual presidente, não está fazendo esforço nenhum pra que o soçio torcedor VOTE )………..

Bom…, se o “não te digo nada” seu se tornar realidade, pelo menos teremos um Presidente competente e corajoso para dirigir o Palmeiras pelos proximos 12 anos, ao contrario do que aconteceu nesses ultimos 12 anos.

Se o Paulo Nobre sair do Palmeiras podem apagar as luzes e dizerem adeus ao time de futebol! Aí sobrará aquele clube social cheio de estrumes com carcaça de gente para jogarem bochas !

VOCE é muito inocente cara , achando que Paulo NOBRE vai deixar o Palmeiras, e ver seus 80 milhões á ver NAVIOS !! Isso tudo cheira á ARMAÇÃO !!! O SONHO DO MENINO MIMADO, AINDA VAI LONGE !!!

Ingênuo? Hehe cada besteira que leio aqui!
Se não fosse esse presidente atual estaríamos lutando com o Paulista para não caírmos de divisão! De valor ao seu presidente que empresta 85 milhões do bolso para um clube cheio de abutres e aproveitadores
Força Paulo Nobre! A torcida está contigo

Cada noticiazinha chafurdante dessa imprensinha não?
Isso pq somos a melhor campanha do campeonato.
Imaginem gambás na nossa situação!
Aliás, a estreia do Vergonhão será entre o eliminado do Paulistão, contra o eliminado da Libertadores. Que tristeza, né Globosta?

O primeiro paragrafo do LANCE OPINA é esclarecedor, o Erich Betting acerta tb. agora é responsabilizar quem destruiu, mesmo não indo pa cadeia tem que pagar, pq é só assim que vão parar, mexendo no bolso, inibe. domingo empatamos e vamos pras cabeças.

Com relação a venda dos ingressos para o jogo no litoral no final de semana, fiquei somente com um duvida e gostaria que alguém me explicasse: Foi noticiado que somente os sócios torcedores inicialmente tinham acesso a venda dos ingressos, correto. Como a empresa Futebol Tour estava vendendo pacotes para o jogo, incluindo o ingresso? Mesmo para quem não era cadastrado no plano sócio torcedor, conforme vinculado no próprio site do Palmeiras. Será que o Santos forneceu alguns ingressos para eles? Ou existe algum mentiroso dentro do Palmeiras?

Atitude aplausível e ‘Nobre’ do nosso presidente. Aos que necessitam mão de ferro que a mão de ferro seja utilizada. Por nós torcedores comuns e verdadeiros torcedores que não fazemos o clube perder mandos de jogos nem prejudicamos a imagem do clube pagamos pelo sócio torcedor, por que os TO que dizem amar mais o clube que qualquer um torcedor comum não podem honrar este amor e pagar pelo plano de Sócio torcedor e contribuir para o clube que amam e para o profissionalismo ?

Parabéns Nobre.

É engraçado a merda da oposição xingar por tudo e por nada, sempre colocando-se em primeiro e somente depois vem o Palmeiras. Exemplo??? Nobre incompetente não consegue patrocínio, oposição faz melhor? chega no cara e diz que como conseguir, qual o plano e por ai vai.. pensando no Palmeiras, mas acho que isso é difícil né?! pq aí podiam perder a oportunidade de sugar o deles.

Sobre a organizada é perda de tempo comentar algo, quer privilégio ? Associem-se ao Avanti e sejam bem vindos ao grupo. Espero que as imagens sejam divulgadas aos quatro cantos e que esses valentões respondam criminalmente pelos atos, além de reembolsarem o clube sobre os prejuízos. Falando sobre a reeleição do Nobre, talvez seja um pouco cedo para uma análise decisiva, mas comparado aos últimos gestores, sem dúvidas prefiro ele que qualquer outro! Agora é foco total nesse Paulista que a taça só não vem pra casa se o time não quiser! Eu acredito.

Os comentários estão desativados.