Categorias
Verdão na Mídia

VERDÃO NA MÍDIA 22-03-2014: Sem Prass e França, Kleina relaciona 19 atletas para clássico ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

• Sem Prass e França, Kleina relaciona 19 atletas para clássico

O técnico Gilson Kleina relacionou 19 jogadores para o clássico deste domingo, contra o Santos, na Vila Belmiro. A principal ausência da lista palmeirense é o goleiro e capitão Fernando Prass, que já não havia treinado na sexta-feira e foi liberado para resolver problemas particulares.

Além dele, outra baixa de última hora é o volante França, que acusou incômodo na panturrilha esquerda no treino deste sábado.

As ausências já esperadas são o lateral direito Wendel e o zagueiro Wellington, ambos pendurados. O meia Mendieta, mesmo com dois cartões amarelos, foi convocado, já que não será titular.

Por outro lado, o volante Marcelo Olveira retorna de suspensão, e Bruninho, contratado nesta temporada, foi chamado pela primeira vez. O volante treinou e deverá ser improvisado na lateral direita, posição em que não há opção para Wendel. Na sexta-feira, a alternativa testada havia sido o zagueiro Thiago Alves, que se preocupou principalmente em proteger o corredor do campo.

Neste sábado, a primeira atividade realizada na Academia de Futebol foi um recreativo. Na sequência, Kleina ensaiou o time titular e jogadas de bolas aéreas ofensivas e defensivas. O volante Wesley e o atacante Diogo, em processo de recondicionamento físico, não treinaram com o restante do elenco.

O duelo na Vila Belmiro, válido pela última rodada e que definirá o primeiro colocado na classificação geral da primeira fase do Campeonato Paulista, será às 16 horas (de Brasília) deste domingo.

Jogadores relacionados:

Goleiros: Bruno e Fábio

Laterais: Juninho e William Matheus

Zagueiros: Tiago Alves e Lúcio

Volantes: Eguren, Marcelo Oliveira e Bruninho

Meias: Valdivia, Bruno César, Mendieta, Patrick Vieira, Felipe Menezes, Mazinho e Serginho

Atacantes: Alan Kardec, Leandro e Vinicius

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

••

GLOBO ESPORTE COM

• Por liderança geral, Kleina ressalta força do Palmeiras no Pacaembu

Por Felipe Zito

O Palmeiras não sabe o que é derrota no Pacaembu desde maio do ano passado. Depois da eliminação na Taça Libertadores da América para o Tijuana, o Verdão engatou uma sequência invicta no Pacaembu que já dura 23 partidas – são 17 vitórias e seis empates no período. E é justamente esse retrospecto em “casa” que motiva o técnico Gilson Kleina a conseguir a liderança geral do Campeonato Paulista.

Em caso de triunfo contra o Santos, neste domingo, às 16h, na Vila Belmiro, a equipe alviverde irá assegurar antecipadamente o direito de atuar diante do seu torcedor nas quartas de final, na semifinal e na decisão do estadual de 2014.

– Se nós pudermos decidir em nossos domínios e diante do nosso torcedor, isso faz muita diferença. A equipe cresce muito. Temos um retrospecto muito favorável dentro de casa e isso pode representar muita numa fase decisiva – analisou Kleina.

– Será um grande fator se formos competentes e pudermos fazer as decisões no Pacaembu. Mas não é receita do sucesso. Em 1950 nós tínhamos o país todo ao nosso favor e fomos derrotados no Maracanã. E não queremos isso. Dentro de casa, a nossa equipe fica muito consistente e espero que possamos ser eficientes nos jogos decisivos – completou.

Sem atuar no antigo estádio Palestra Italia desde 2010, o Verdão passeou por Barueri e pelo Canindé quando era ainda comandado pelo técnico Luiz Felipe Scolari, mas na temporada passada adotou definitivamente o Pacaembu como seu estádio.

Na visão de Kleina, os jogadores e torcedores estão totalmente adaptados ao local, tanto que o treinador aposta na força da equipe como mandante rumo ao título do Campeonato Paulista no ano do centenário palmeirense.

– É a nossa casa e estamos adaptados a isso. Quando a casa está cheia é uma energia muito positiva. Isso é algo inexplicável, mas é um combustível extra. Não tem coisa melhor do que fazer um jogo decisivo com casa cheia. Às vezes você pode não estar bem, mas a motivação que vem do estádio faz com que você se transforme – disse.

– Nós abraçamos o Pacaembu e os números mostram isso. A torcida acredita que lá é o local que faz a diferença. Se foi a casa dos nossos adversários antes ou não, nós queremos que o Pacaembu fique cada vez mais verde e branco – completou.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

••

NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

• Palmeiras e WTorre definem seus representantes na arbitragem

Por Caio Carrieri

Palmeiras e WTorre definiram seus representantes no processo de arbitragem para resolver o imbróglio a respeito da comercialização das cadeiras do Allianz Parque – o clube alega que a construtora tem direito a 10 mil das 43 mil, mas a parceira defende ter a totalidade.

O Verdão indicou Carlos Alberto Carmona, professor doutor de Direito Processual da USP, e a empresa apontou Pedro Batista Martins, sediado no Rio de Janeiro e co-autor da Lei de Arbitragem.

Em conjunto, os dois escolherão o terceiro árbitro que será o presidente do caso que correrá na Câmara Fundação Getúlio Vargas de Conciliação e Arbitragem. O último membro deve ser eleito dentro do prazo de dez dias.

Passada essa etapa, será assinado o Termo de Arbitragem, compromisso para que todas as reivindicações envolvendo o imbróglio sejam submetidas aos árbitros.

A resolução do impasse deve demorar de um a dois anos. O parecer da arbitragem tem peso de sentença judicial e é definitivo.

Enquanto isso, a WTorre diz que entregará o estádio em junho. A AEG, responsável por eventos na arena, prepara a inauguração para agosto. O Palmeiras afirma não ser informado dos prazos, e o presidente Paulo Nobre cogita tê-lo só em 2015.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

••

BLOG DO VERDÃO ❘ DIÁRIO DE S.PAULO

• Começou o século, mas o pé fica no chão

Por João Pontes 

O Palmeiras está voando alto em 2014. Com 84,4% de aproveitamento dos pontos, o time de Gilson Kleina registra o melhor início de temporada do clube neste século. Após 15 jogos, o Alviverde soma 12 vitórias, dois empates e apenas uma derrota.

“Se hoje estamos fazendo uma excelente campanha, o mérito é de todos que estão trabalhando forte no Palmeiras. Desde o acesso, sabíamos da nossa obrigação de ganhar. Todos estão muito felizes com essa campanha e queremos dar continuidade a ele”, diz o técnico Gilson Kleina.

No Paulista, o Verdão trava uma disputa particular com o Santos pela melhor campanha da competição. Amanhã, no clássico da Vila Belmiro, o time do Palestra Itália joga pelo empate para terminar a primeira fase como primeiro colocado geral.

“Essa disputa entre Palmeiras e Santos está sendo bonita de se ver. O Santos tem uma ótima equipe e o clássico promete”, diz o zagueiro Lúcio.

De acordo com Kleina, o clássico deste domingo é considerado o compromisso mais importante do clube nesta temporada. “É o jogo do ano até aqui. Temos de fazer os 90 minutos de nossas vidas”, exagera.

Empolgado com o bom momento da equipe, o treinador do Palmeiras já vislumbra a conquista do Campeonato Paulista. O clube não levanta a taça do estadual desde 2008.

“Estamos trabalhando muito forte para isso. Estamos focados com o pensamento de levantar esta taça, pois é um ano muito especial para o Palmeiras. Queremos dar essa alegria para o nosso maior patrimônio, que é a nossa torcida”, diz o treinador.

• Alerta

Apesar da ótima campanha, os jogadores do Palmeiras ressaltam que o time deste ano só será lembrado no futuro caso conquiste títulos no ano do centenário.

“Não adianta nada vencer todas e perder na decisão. Se o time não conquistar o títulos, as campanhas não valem para nada”, avisa Bruno César.

Atacante do Palmeiras, Leandro faz coro às declarações do Chuta-Chuta. “O que vale é ganhar o título. Conquistar o Campeonato Paulista é o objetivo neste primeiro semestre”, admite.

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO VERDÃO ❘ DIÁRIO DE S.PAULO

••

COLUNA DO JORGE NICOLA ❘ DIÁRIO DE S.PAULO

• Retaliação

O ataque à sede do Avanti, na quinta, não foi surpresa para a diretoria palmeirense. Nas últimas semanas, a cúpula tem recebido diversas ameaças pela restrição às organizadas.

••

COLUNA DE PRIMA ❘ LANCE!

Por Marcelo Damato

• Entrave

O Palmeiras pode perder um de seus principais jogadores por causa de sua politica salarial. O atacante Alan Kardec não aceita receber parte do salário por produtividade, mesmo com as negociações avançadas entre o clube paulista e o Benfica. Os portugueses aceitam vendê-lo por aproximadamente R$ 13 milhões.

••

3 respostas em “VERDÃO NA MÍDIA 22-03-2014: Sem Prass e França, Kleina relaciona 19 atletas para clássico ❘ GAZETA ESPORTIVA NET”

Jogar sem goleiro é complicado!
Tomara que escalem o Fábio , caso contrário entraremos com 10 e qualquer bolinha será gol!
Esse Bruno goleiro é tão vagabundo que além de estar ganhando no mole há mais de 10 anos faz parte dessa babaquice chamada bom senso!parece piada um vagabundo desse querer trabalhar menos!

Damato é o pior de todos… 2×2 hoje resultado clássico para este jogo, Aragão apita?

Uéééé. O Kardec disse nesta semana que quer continuar no Palmeiras e que contrato por produtividade não é problema. Chegou até a elogiar esse esquema. Esse Marcelo Damato está chamando o jogador de mentiroso? Por isso que não se deve s dar crédito para a maioria desses colunistas que informam erradamente, não sei por qual motivo.

Os comentários estão desativados.