Categorias
Arenas

Arenas – Allianz Parque – Diferenças no Revestimento Externo – Continuação.

Por Claudio Baptista Jr.

Em continuação ao post publicado semana passada.

http://3vv.com.br/2014/04/arenas-allianz-parque-diferencas-no-revestimento-externo/

Basta acessar o site da Allianz Parque para vermos que a última imagem publicada está lá, atualizada, mostrando que realmente deveremos ter a fachada do estádio conforme a imagem abaixo.

http://www.allianzparque.com.br/site/

arenas-revestimento-b

 

A maior parte das pessoas que comentaram no post da última semana demonstrou sua preferência pela projeção anterior onde principalmente as estruturas que sustentam a cobertura eram revestidas.

Além das alterações que geraram tantas opiniões, o que causou surpresa foi o estádio estar entrando em sua fase de acabamento externo e somente agora aparecer esta última revisão.

Ainda que não seja impedida de fazê-la e que as imagens gráficas em computador e a instalação real trazem diferenças nas percepções, para melhor ou pior, questiona-se porque a construtora deixou para este momento.

Já não bastam todas as indefinições que cercam o projeto, esta alteração de fachada mesmo não fazendo parte das funcionalidades do estádio ou não interferindo diretamente em receitas, toca algo extremamente aparente, visual.

Os torcedores já estavam acostumados e preparados pelas imagens anteriores, a maquete exposta no clube e até mesmo comprando produtos como aquela pequena maquete de montar.

Fica a pergunta. Precisava?

Qual é a opinião de vocês?

arenas-revestimento-C

Abraço,

Claudio.

24 respostas em “Arenas – Allianz Parque – Diferenças no Revestimento Externo – Continuação.”

Acho que o modelo novo é mais bonito, mais clean… acho que até podem cobrir as treliças, mas o modelo anterior eu achava estranho… muito carregado.

O estádio Jose Alvalade do Sporting , foi concebido pelo Arquiteto Tomas Taveira, que iniciou o Projeto da Reformulação do antigo e saudoso Palestra Itália, que em suas plantas externas mantem expostas inúmeras ferragens das treliças, que dão sustentação a cobertura e estrutura física do estádio que é considerado, um dos mais modernos e práticos da Europa, além do Juventus Stadium, que possui uma linha da moderna Arquitetura, com traços mais aguçados , com exposição de opções mais lineares , com perfil, agressivo, e interior mais compacto e pratico!
Este é o perfil do ALLIANZ PARQUE!

Claudio por favor haverá a possibilidade de você expor os anteriores artigos, que por sinal são excelentes, quanto a estética que muito esta trazendo argumentos mais acalorados ?

Boa Pascoa a todos, sem duvida ainda temos receio do próprio gigantismo que a obra , trará a SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS, pois ao ler diversos fóruns e debates com inúmeras opiniões esta claro que a primeira maquete virtual , causou impacto favorável , que foi rapidamente desfeito com a atual realidade do projeto, o revestimento externo do ALLIANZ PARQUE, cogitou assuntos polêmicos, e duvidas profundas, mas há um porem, alguém em sã consciência acredita que este fator influenciara de forma negativa no êxito do empreendimento?
Eu sou Arquiteto e Urbanista, além de Mercacologo, sendo que estas demandas são de praxe, muito complexas, a cada ponto de vista, ressaltando uma multiplicidade de opiniões, lembrado que o ALLIANZ PARQUE , esta localizado em uma área de concentração urbana , que oferece inúmeras opções estéticas, quando se trata de expor uma linguagem da arquitetura moderna, vistos no SESC POMPEIA, no SHOPPING BOURBON, e nos diversos EDIFICIOS RESIDENCIAIS E COMERCIAIS DO CONTORNO, enfim um conjunto que tem tendências atualizadas, acompanhando algumas expectativas , deixando aberta a opinião, antagônica ao procedimento imposto pelo Senhor Walter Torre Junior, e equipe, quanto a aparência da Nova Casa Alviverde , sendo ainda muito prematuro fortalecer conceitos , e discursos mais profundos, afinal , quando sera realmente que teremos os portões abertos ao publico, ao colosso Alviverde, que já é invejado pelos morados do planeta?

Claudio Longo, bom dia.
Também concordo que essas modificações não trarão impacto negativo ao empreendimento.
Coloquei isso no texto e eh bom saber que sua visão de profissional neste campo vai ao encontro.
Abraço

Na parte instalada até agora percebi que dá para ver a parte da estrutura atrás e fica muito perceptível e feio a falta de acabamento. Somente olhando bem de frente não se percebe o concreto e blocos aparentes.

Claudio
Sou Engº Civil formado a quase a 4 décadas.
Na minha vida profissional acompanhei obras de pequeno, médio e grande porte.
Inclusive participei da construção de um ginásio de esportes com a estrutura metálica de sustentação do telhado executada SOBRE as telhas, ou seja, uma estrutura invertida.
Esta situação acontece no Allianz Parque com relação as 5 “garras” que sustentam as vigas longarinas que por sua vez sustentam a metade do peso da cobertura (a outra metade do peso é sustentada pelos apoios sobre a parede de concreto em todo o perímetro da obra).
Na obra do Ginásio de esportes um problema sério foram as vedações para se evitar as infiltrações de água provenientes das precipitações pluviométricas nos pontos de contato da estrutura que ficava sobre o telhado com as demais partes da estrutura que ficavam abaixo das telhas (ponto de engastamento).que acarretavam constantes vazamentos.
Sem conhecer a projeto original e a realidade da obra, somente com base no trabalho vivido, eu considero o seguinte:-
1º) Os acabamentos nas 5 garras não estão sendo executados por uma questão de custos no momento.
2º) A W Torre deve considerar muito mais fácil observar o comportamento dessas estruturas com relação as intempéries (sol, chuva, calor, frio, ação do vento) além da vibração, oxidação das peças, manutenção da estrutura, etc., fato melhor de se observar sem os acabamentos metálicos constantes no projeto arquitetônico que foi inicialmente apresentado.
Tenho a impressão que a execução ou não dos acabamentos estéticos vão ficar pro futuro após o devido monitoramento das referidas estruturas.

Jair, obrigado por trazer suas importantes informacoes.
Nos comentários do texto anterior colocaram a questão da vedação para evitar infiltrações.
Realmente eh um ponto de atenção em função da responsabilidade dessa estrutura e das implicações que sua deterioração precoce pode trazer.
Traga sempre suas opiniões por aqui.
Abraço

Perfeitas as suas observações, acredito que haverá uma manutenção especifica a da treliça, que mantem a cobertura , lembrando que são pertinentes as observações nos aspectos das intemperes , pois a manutenção sera uma das prioridades da WTORRE!

Acho que ficou bonitão. Mas gostaria que colocassem um escudo de cada época nas estruturas, como me prometeu o Walter Torre no twitter, certa vez…

Sério msm: essas 5 estruturas tinham que ser revestidas na parte de cima. Sem revestimento fica parecendo favela; projeto mal acabado.

Aí também não né Augusto? A favela fica aqui perto de onde moro em Itaquera, rsrsrs…

Vdd; peguei pesado! rs,,, Mas é só q achei o outro tão melhor…E essas estruturas descobertas ficaram feias demais em relação ao 1o projeto…Mas fazer o q, né!? Só podemos lamentar! rs… Abs!

Nossa que cara chorão!!! O estádio é lindo, vai atender completamente o time e a margarida fica indignada com a embalagem. Pelo amor heim!!!

Guilherme, seus comentários podem ser levados mais a sério se forem com educação.

Também prefiria o anterior, não que este seja feio. Achei esse muito bonito. A questão que fica é mesmo essa questão de alteração do projeto sem a comunicação oficial de que a mesma aconteceria.

Bom, pelo que vi e ouvi falar por aí (e no forum SkyScraper City), esse projeto tinha sido revista faz um tempo já. Se for isso mesmo, acredito que deixaram para mostrar as mudanças só agora, porque é justamente só agora que elas serão visíveis. Talvez as reclamações já fossem previstas, então resolveram adiá-las. E eu sempre suspeitei daquele primeiro projeto… ele não tinha cara de “real”, sei lá. Não parecia factível.

Manolo, você tem o link do SkyScraper City da página onde houveram as discussões?
Abraço.

Mais importante é que fique pronto logo. Me acostumei com o Pacaembú mas sinto falta da nossa casa. E outra, de onde eu quero estar o acabamento externo A ou B vai fazer pouca diferença.

Eu realmente não tenho uma opinião formada sobre o assunto, acredito que a mudança se dê devido ao algum ganho (redução de custo, facilidade de instalação, material tecnologicamente mais modesto, e por aí vai). Talvez nada tivesse disso anunciado até o momento devido ao péssimo relacionamento entre o Palmeiras e a WTorre.

Os comentários estão desativados.