Categorias
Opinião

Opinião: a avareza

Por Vicente Criscio

Os sete pecados capitais – gula, avareza, luxúria, ira, inveja, preguiça, orgulho – foram incorporados pelo catolicismo (de acordo com a Wikipédia, não por mim) com o intuito de controlar, educar, e proteger os seguidores, de forma a compreender e controlar os instintos básicos do ser humano.

Belo! Me encanta a wikipédia.

Já usei em outros posts para falar de outros temas o simbolismo dos sete pecados. Sempre é rico de metáforas.

Vale pro caso Kardec. Mas vou usar só um: a AVAREZA dos tais R$ 20 mil levou o Palmeiras a (quase?) perder o atacante.

R$ 20 mil… provavelmente uma fração do Weldinho ou do Felipe Menezes o daquele zagueiro do Cruzeiro que veio machucado.

Futebol não é lugar prá gente inocente. “Sabe nada”, diria o filósofo Washington.

A AVAREZA cantada em verso e prosa (não temos dinheiro; nos quebraram; a culpa é dos meus antecessores; …) foi a única nota deste samba. O discurso da “produtividade” foi vendido ao público como a salvação. Esqueceram de dizer (eu falei, lá atrás) que era inconveniente, desalinhado com o momento do futebol brasileiro, incompatível para o Palmeiras de hoje, marketeiro, e sem conteúdo. Hoje PRODUTIVIDADE = BOM E BARATO. E já estou literalmente careca de dizer: se o jogador é bom não é barato. Se é barato hoje mas prova que é bom, ficará caro na primeira renovação.

Kardec ficará na memória do palmeirense como mais uma enorme trapalhada de uma gestão que não é profissional; finge ser. Brunoro não manda como um CEO. Está mais para “relações públicas”. Usa seu charme, seu discurso muito articulado e seu sorriso simpático para convencer a mídia esportiva formadora de opinião que estamos no “caminho da modernidade”.

A mídia esportiva (com honrosas exceções) compra o discurso. De novo: sabe nada inocente!

Ah mas algumas vozes ainda bradam: “Mas não temos dinheiro! Como vamos pagar Kardec? Somos pobrezinhos, culpa do Belluzzo, culpa do Tirone!”

Qualquer gestão que assumisse o Palmeiras em janeiro de 2013, 15 meses atrás, mais de 450 dias, tinha três prioridades:

1. Reestruturar a dívida; alongar uma dívida que era conhecida por todos lá dentro, através de instrumentos financeiros e renegociar “humildemente” com credores para evitarmos problemas de crédito no futuro; a dívida é do Palmeiras, não é do ex-presidente!

2. Buscar urgente urgentíssimo novas receitas; “dinheiro novo”, “fresh money”, pois as receitas – comprometidas na gestão anterior – não iam segurar a operação, mesmo reduzindo os custos;

3. Liderar uma reforma estatutária.

Já falei isso. Aliás, falo isso há mais de 15 meses…

Esta gestão demorou meses e meses para apresentar UMA PROPOSTA de reestruturar as dívidas (através do tal FDIC). E não conseguiu usar. Não negociou com credores importantes (vide caso Wesley). E não gerou novas receitas. Aqui se eu quisesse poderia usar outros pecados capitais (orgulho, preguiça, ira, …). Sobre reforma estatutária, nem vou falar.

Sendo assim hoje continuamos com o mesmo problema de 15 meses atrás. Talvez pior. Perdemos o momentum. Perdemos o timing onde a nova gestão tinha toda a credibilidade do mercado. Hoje já não é tão nova, hoje já mostrou como trata parceiros e jogadores, hoje já mostrou qual sua ambição.

Kardec parece que foi. Se ainda pode voltar atrás, corre o risco de gerar um problema maior, com aqueles que estão na “produtividade”. Valdívia mandou a mensagem ontem, falando  ao final da partida sobre a necessidade de reforços: “não é só Kardec; temos que reforçar o time”. Kleina já deve ter programado o GPS da vaquinha pro brejo mais próximo. E temos agora uma sequência complicada de partidas.

E o futuro? tá difícil de prognosticar…

194 respostas em “Opinião: a avareza”

Acho que o Nobre está brincando de Banco Imoboliário com o Palmeiras!! E achar ruim e antiético que o SP contratou o Kardec é o fim da picada. Como foi falado na imprensa…”Concorrentes concorrem”! E esperar ética no futebol cercado de Andres Sanches, Marin, Ricardo Teixeira e outros é acreditar no Papai Noel!!

Palavras do Aidar… “– A manifestação do presidente Paulo Nobre chega a ser patética. Demonstra, infelizmente, o atual tamanho da Sociedade Esportiva Palmeiras, que, ano após ano, se apequena com manifestações dessa natureza. O São Paulo perdeu vários atletas, como o Dagoberto para o Internacional, o Cafu e o Antônio Carlos através do Brunoro, nos anos 90, que os tirou fazendo ponte com o Juventude, e nem por isso ficou chorando pelos cantos. Faz parte do jogo. Como se diz nas arquibancadas, o choro é livre – disse o presidente do São Paulo, que, ao comer a banana durante a coletiva, reclamou que ela estava “verde”.

http://globoesporte.globo.com/futebol/times/sao-paulo/noticia/2014/04/com-bananas-aidar-chama-nobre-de-juvenil-e-quer-kardec-nesta-terca.html

Ele está errado?

O Palmeiras cansou de fazer isso com a Parmalat. Inclusive com os bambis. O mundo do futebol é de quem pode mais. Tem q ser competente e não vir a público e dar uma de coitado a frente de um clube da grandeza do Palmeiras

Agora o Nobre vir falar que o São Paulo foi anti ético e blablabla, já é forçar a barra. Se ele tinha condições de manter o atleta e não o fez, mais uma vez mostrou como é um incopetente. Mesmo pq o Kardec era titular absoluto do time.

Esse é o perfil do menino mimado. Egocentrico ao extremo não ouve ninguem e pousa de salvador da patria. Atitude tipica de personalidades forjadas no “dulce fa nhente” e com todas as regalias ,mordomias a disposição que não precisou transpirar pra conseguir coisa alguma na vida. A palavra dele é a unica que vale. Podem esperar que vira o lado tiranico,ditatorial porque faz parte de pessoas criadas neste mundo de “conto de fadas”. Claro que não podia perder o Kardec. O time precisa dele. Mas que é o Kardec? Um craque? Nao pois caso fosse o Benfica não o soltaria assim tão facil. Um bom jogador? Quando muito. Acontece que em um time de mediocres um meia boca faz muita falta. O fato é que esta diretoria, amadora, incompetente, inoperante, montou um elenco de segunda e assim continua. As desculpas foram esmiuçadas pelo Criscio que sabe o que tem que ser feito para reverter tudo isso. A UNICA saida para o PALMEIRAS a medio prazo( 2 anos) é ter o VICENTE CRISCIO como PRESIDENTE DO PALMEIRAS. Conheço o Vicente de longa data e sei do projeto que ele tem para o PALMEIRAS. Se se se o PN( da asco) ouvisse minimamente o Vicente( e a tentativa foi feita) a historia hoje seria outra. Mas tem o SE…. Eu so não desisto de tudo porque o meu amor pelo PALMEIRAS é MAIOR, MUITO MAIOR que PN, mumu, e essa corja de vagabundos que so sabem nos apequenar cada vez mais. Um dia isso passa….. FORÇA CRISCIO.

O PN acaba de jogar o Palmeiras nas cordas. Não ter renovado com o AK e todo stress gerado com o ex-jogador, com o grupo e a comissão técnica que pediam a permanência do jogador que tinha sua importância para o time. Isso vai gerar uma falta de confiança na gestão por parte dos atletas e técnico. E se ele como lider não tem confiança e nao consegue passar as pessoas. A casa caiu pata nós!

Os comentários estão desativados.