Categorias
Verdão na Mídia

VERDÃO NA MÍDIA 05-04-2014: Tirone diz que Wesley é do Palmeiras ❘ BAND ESPORTE

NOTICIÁRIO ❘ BAND ESPORTE

• Tirone diz que Wesley é do Palmeiras

A vinda do volante Wesley para o Palmeiras em 2012 foi marcada por uma tentativa de inovação que acabou não dando certo, o MOP, sigla para um sistema em que pessoas físicas ou jurídicas fazem doações para ajudar o clube a contratar. Com isso, sobrou para o Palmeiras arcar as despesas integralmente.

Mas, sem dinheiro, a missão caiu nas mãos do avalista, a quem Arnaldo Tirone, ex-presidente do Verdão admite dívida, mas afirma que o atleta pertence ao clube. O avalista em questão é Antenor Angeloni, presidente do Criciúma, que hoje cobra R$ 21 milhões do Palmeiras, valor que teve que pagar ao Werden Bremen por Wesley.

“O Wesley me foi oferecido em janeiro de 2012 dizendo que havia um investidor para ajudar a trazer ele, já que eu já havia dito que não tínhamos dinheiro para comprar o atleta. De repente esse investidor sumiu e já tinha uma pressão muito grande da torcida pela contratação. Então, o Angeloni apareceu com essa ideia do MOP, em que ele foi avalista Como não deu certo, o Palmeiras teria que pagar tudo, mas ele pagou a primeira parcela porque a gente não tinha o dinheiro”, contou Tirone em entrevista ao programa “Esporte em Debate”, da Rádio Bandeirantes.

Tirone deixou a presidência do Palmeiras em 2013 e afirma não saber se as outras duas parcelas de R$ 7 milhões foram pagas, mas que mesmo assim o atleta pertence ao clube “porque para o MOP funcionar era necessário que o atleta estivesse no nome do clube”.

O ex-presidente também disse que Angeloni teria entrado no negócio visando o lucro e que ficaria com 13% do jogador. Mesmo afirmando desconhecer o pagamento do restante da dívida, Tirone acredita que a atual gestão está cuidando de tudo e que o “Palmeiras nunca prejudicou ninguém” e diz também não entender o questionamento do mandatário catarinense.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ BAND ESPORTE

••

NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

• Com “obrigação” no ano, Verdão se cobra por bom início no Brasileiro

Por William Correia

Os protestos e a frustração que tomou conta do Palmeiras com a eliminação na semifinal do Campeonato Paulista mostraram que todos no clube entenderam o que chamam de obrigação: conquistar um título no centenário. Por isso, os trabalhos nesse período sem jogos são para evitar erros e largar bem no Brasileiro, que começa no dia 20 para o time, em visita ao Criciúma.

“Existe essa obrigação. Infelizmente, não deu no Campeonato Paulista, mas temos mais duas competições e vamos entrar com tudo”, definiu Marquinhos Gabriel, esperançoso também na conquista da Copa do Brasil. Mas o discurso de Gilson Kleina já é cobrando um começo convincente antes da parada para a Copa do Mundo.

“Esses nove jogos são 27 pontos, e o início é fundamental. Trata-se de Série A. Temos que manter o nível técnico alto, porque não tem refresco. É fazer de tudo para estrear bem”, ensinou o treinador, campeão da última Série B com o time com facilidade no ano passado, mas cobrando a volta do Verdão elogiado no Paulista antes de perder para o Ituano, no domingo.

“Sempre pedimos um tempo para trabalhar. Vamos visar o início do Brasileiro, esses nove jogos que são muito importantes, e também a Copa do Brasil, que vai estar nesse meio”, avisou. “Agora temos que lapidar, recuperar os atletas, voltar a ser aquela equipe competitiva, fazer um mapeamento de carências do elenco. O tempo que precisamos é o tempo que vamos trabalhar. Não é porque só vamos retornar no Brasileiro que vamos dar folga.”

Os jogadores, aparentemente, estão cientes da missão. “Vamos entrar sempre para ser campeões desde o começo, tentando fazer o máximo de pontos possíveis antes da Copa. O Palmeiras, por ser gigante, tem que ser favorito sempre em todos os campeonatos que disputar e temos que entrar com esse pensamento”, disse Marquinhos Gabriel, preparado até para as cobranças dos torcedores.

“Temos que deixar a torcida um pouquinho de lado porque, dentro de campo, sabemos como é difícil depois de uma derrota bastante sofrida. Precisamos retomar a confiança e o professor sabe como fazer isso, já tem conversado conosco. Vamos acertar o que estava errado para não errarmos mais. Temos que voltar mais fortes do que saímos do Paulista”, indicou o meia.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

••

NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

• Das 11 caras novas para o centenário, só Bruno César e Lúcio ‘se garantem’

Por Caio Carrieri e Thiago Ferri

A precoce eliminação no Campeonato Paulista e os 17 dias sem jogos (ao todo) até a estreia no Brasileirão servem para o Palmeiras não só zerar as contusões do elenco mas também fazer um balanço do papel dos reforços na temporada.

Das 11 contratações para o centenário, duas (Lúcio e Bruno César) se firmaram na equipe titular sem contestação e as outras não se garantiram no time por diferentes fatores – desde lesão até por opção técnica.

Jogador mais velho, experiente e vencedor do elenco, Lúcio foi quem mais esteve em campo. Antecipou a estreia para a segunda rodada por necessidade da comissão e só não atuou uma vez por estar suspenso – não foi substituído nenhuma vez. Do grupo todo, só perde para Marcelo Oliveira em número de partidas e tempo nos gramados (18 jogos e 1.571 minutos contra 17 duelos e 1.530 minutos com a camisa alviverde).

Herói contra o Vilhena-RO, vítima em que marcou seus dois primeiros gols pelo Verdão, Bruno César brigou com a balança na chegada, mas agora já supera mal-estar e até dores na coxa esquerda para defender as cores verde e branca. Ele só tem duas apresentações a menos do que Valdivia (12 a 10), que pôde fazer a pré-temporada com o grupo.

Victorino e Paulo Henrique são os únicos que ainda não representaram o Alviverde. Com um vasto histórico de problemas físicos na carreira, o zagueiro uruguaio teve lesão na panturrilha direita e foi relacionado para o banco de reservas pela primeira vez na quarta-feira.

O lateral-esquerdo ex-Santos, do mesmo empresário de Bruno César, é a quarta opção para o setor, atrás de Juninho, William Matheus e Victor Luis, e não deve ter uma oportunidade tão cedo.

Marquinhos Gabriel e Diogo já brigaram por vaga no Palmeiras, mas as lesões os atrapalharam.

VEJA O QUE ACONTECEU COM OS REFORÇOS

Lúcio

Terceiro capitão depois de Fernando Prass e Valdivia, já exerce grande papel de líder no vestiário. Tem cometido algumas falhas na marcação, mas o saldo do xerife é positivo até o momento.

Bruno César

A cada jogo mais à vontade dentro de campo, desencantou na quarta, marcou dois gols, além de ter sofrido um pênalti. As próximas metas são gols em chute de fora da área e em cobrança de falta. Dedica-se a treinos específicos para isto.

Victorino

Completa hoje 559 dias sem jogar. Veio em troca de Luan ficar mais um ano no Cruzeiro, mas teve lesão na panturrilha direita. Está finalmente recuperado e foi para o banco.

William Matheus

Jogou cinco partidas e marcou um gol. Teve uma noite trágica na derrota por 3 a 1 para o Botafogo-SP, mas depois mostrou não ter ficado abalado com os erros decisivos.

Paulo Henrique

Do mesmo agente de Bruno César, sequer foi relacionado para o banco de reservas. Treina com o elenco normalmente, mas não deve ter muitas oportunidades.

França

Substituto imediato de Wesley, está em processo final de recuperação de lesão na panturrilha esquerda. Acumula dez partidas e uma bola na rede.

Josimar

Lesionou o músculo adutor da coxa esquerda logo no seu primeiro jogo e ficou no estaleiro. No entanto, já voltou a ser convocado pelo técnico Gilson Kleina.

Bruninho

Contratado da Portuguesa, fez apenas uma partida. Teve atuação razoável na derrota por 2 a 1 para o Santos, na Vila Belmiro, e aguarda nova chance do treinador.

Marquinhos Gabriel

Teve a boa sequência interrompida por uma lesão no adutor da coxa esquerda e voltou diante do Vilhena-RO. É o líder de assistências, com três passes.

Diogo

Voltou a sentir dores na região lesionada da coxa direita e está novamente no departamento médico. Dentre os 6 jogos, serviu Alan Kardec Kardec para empatar o Dérbi.

Rodolfo

Aposta pinçada da base do Rio Claro, o jovem de 20 anos atuou por apenas 20 minutos até agora. Entrou no segundo tempo da vitória por 1 a 0 sobre a Portuguesa.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

••

NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

• Após chegada em baixa, Lúcio se reergue no Palmeiras: ‘É um exemplo’

Por Fabrício Crepaldi

O zagueiro Lúcio chegou ao Palmeiras em baixa, após uma passagem conturbada e decepcionante pelo São Paulo. Porém, bastaram cerca de quatro meses de clube para conquistar a confiança da torcida e se tornar uma referência dentro do elenco, sendo capitão em alguns jogos.

Nesta sexta-feira, o preparador físico, Fabiano Xhá, comentou sobre o desempenho do camisa 33 no Verdão e rasgou elogios ao comportamento do atleta, que disputou 16 dos 19 jogos que a equipe fez na temporada.

– Serve de exemplo para qualquer grupo. Ele é um atleta que a carreira sempre foi em treino, em intensidade, em profissionalismo. É um profissional que colocamos como exemplo. Ele sempre treinou assim, teve essa consciência. Tem de ser referência no Palmeiras e para qualquer atleta – disse.

Segundo Xhá, a dedicação do zagueiro no dia a dia foi fundamental para ele alcançar a boa fase no Palmeiras.

– Ele treina como se estivesse jogando, com muita seriedade. Todos os treinos são de muita intensidade, ele conseguiu se adequar muito bem a isso. Em todos os clubes, sempre vi jogando com muita intensidade e isso o ajuda bastante. Às vezes o atleta treina uma vez só no dia, com intensidade mais baixa. A adaptação fica mais difícil – disse Lúcio.

Muito questionado no São Paulo pelo comportamento e pelo desempenho em campo, Lúcio tem mantido bom nível nas atuações e nunca teve qualquer problema fora dos gramados desde a chegada ao Palmeiras.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

••

BLOG DO RODRIGO MATTOS ❘ UOL

• Quem faz melhor negócio no estádio: Corinthians, Inter ou Palmeiras?

A proximidade das inaugurações de três novas arenas privadas de grandes clubes brasileiros, Corinthians, Internacional e Palmeiras, gera uma discussão sobre qual foi o melhor negócio feito pelos clubes. Por isso, o blog foi procurar informações sobre os modelos para expô-los para uma comparação.

Nos últimos dias, foram mostrados os detalhes das condições do contrato do Corinthians com a Caixa Econômica para bancar o Itaquerão. O blog também levantou os acordos do Internacional para financiar sua arena. E ainda obteve informações sobre a parceria privada entre WTorre e Palmeiras.

Abaixo, serão elencados cinco itens para mostrar como funcionam as parcerias. Não estão postos alguns detalhes laterais dos modelos de negócios, nem as projeções de receitas porque ainda é difícil saber se vão se cumprir. Também não há juízo de valor, fica a critério do internauta analisar qual o melhor negócio.

• Preço e financiamento

Corinthians

R$ 1,150 bilhão – Dinheiro veio de várias fontes. Empréstimo do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) com juros subsidiados, títulos de incentivos fiscal da prefeitura, empréstimos bancários e feitos pela construtora Odebrecht. O clube terá de pagar os empréstimos, mas tem o desconto da renúncia fiscal municipal. A conta final para o Corinthians deve ser acima de R$ 700 milhões.

Internacional

R$ 382 milhões – Custo foi bancado por meio empréstimos do BNDES subsidiados, que foram tomados por parceiros. O clube não pagará nada.

Palmeiras

R$ 500 milhões – A obra está sendo bancada pela construtora WTorre, parceira do clube. O Palmeiras não pagará nada.

• Autonomia na gestão

Corinthians

O clube tem a gestão do estádio. Mas está submetido a forte controle da Caixa Econômica Federal enquanto não pagar todo o empréstimo do BNDES. Pelo contrato, pode até ser excluído da administração do estádio. Mas, se conseguir quitar todos os débitos, terá autonomia total na arena.

Internacional

O clube tem a gestão da maior parte estádio, mas só comercializa os ingressos de 47 mil lugares, 85% do total. Os 5 mil lugares Vips, camarotes e Sky Boxes pertencem à SPE Beira Rio (Brio), cujos donos são a Andrade Gutierrez e o Banco Pactual, que vão negociar essas propriedades.

Palmeiras

Há uma discussão sobre a gestão de 35 mil lugares. O Palmeiras entende que tem direito a comandar a venda desses bilhetes, assim como de receber a receita total. A WTorre diz que essas cadeiras pertencem a ela. Fato é que outras 10 mil cadeiras, camarotes e lugares Vips são da construtora, que pode negocia-los da forma que preferir.

• Receitas

Corinthians

O clube terá uma receita reduzida no estádio por um período próximo de oito anos. As rendas serão usadas prioritariamente para pagar a dívida com o BNDES. Em segundo lugar, serão utilizadas para quitar débitos com a Odebrecht. Da sobra, metade ficará com o Corintihans e outra metade irá para uma conta reserva. Mas, se quitar todas as dívidas, clube passa a ficar com tudo.

Internacional

Pelo tempo de parceria, receitas de camarotes, Sky Boxes, publicidade estática fora do campo, naming rights, lanchonetes, um edifício garagem e 5 mil lugares Vips pertencem à empresa Brio, criada pela Andrade Gutierrez. O clube fica com a receita de bilheteria de 47 mil lugares, outro estacionamento e a exploração de área anexa ao estádio.

Palmeiras

Como explicado acima, a WTorre tem direito a todos os lugares Vips. Há uma discussão em relação a 35 mil lugares do estádio. O Palmeiras estima que essa questão represente R$ 700 milhões para o clube.

• Modelo de negócios

Corinthians

Foi constituída uma rede de empresas para gerir o Itaquerão. Há o Fundo Imobiliário Arena II, que é de fato o gestor e o detentor de propriedades da arena. São sócios dele a empresa Arena Itaquera (criada pela Odebrecht), a Odebrecht e o Corinthians.

Internacional

Foi constituída uma empresa SPE Beira-Rio que toca a reforma e parte dos negócios do estádio. Seus donos são a Andrade Gutierrez e o Banco Pactual. O Internacional mantém um contrato com essa SPE que estabelece as condições e direitos no estádio de cada um.

Palmeiras

O clube tem um contrato direto com a WTorre que estabelece os direitos e deveres de cada parte. A construtora fechou parceria com a AEG para administrar a Arena Palestra.

• Tempo de parceria

Corinthians

Está previsto que demore 161 meses para quitar a dívida. Caso isso se cumpra, o clube ficará atrelado aos parceiros Odebrecht e Econômica Federal por 15 anos.

Internacional

A parceria com a SPE Brio tem previsão de durar 20 anos.

Palmeiras

O contrato com a WTorre é por 30 anos.

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO RODRIGO MATTOS ❘ UOL

••

COLUNA DO JORGE NICOLA ❘ DIÁRIO DE S.PAULO

• Relação…

O estafe de Wesley ficou furioso com a notícia de que o Palmeiras deu uma procuração a três empresários para vender o volante em julho — Valdivia está na mesma situação.

• …bem azeda

A atitude foi encarada como uma afronta. Ainda mais porque o clube tem pendências com Wesley, com seu procurador e com o investidor que bancou sua contratação do Werder Bremen, em 2012.

••

24 respostas em “VERDÃO NA MÍDIA 05-04-2014: Tirone diz que Wesley é do Palmeiras ❘ BAND ESPORTE”

Só queria perguntar uma coisa aqui para alguns corneteiros, o time do Santo é um lixo? porque pelo que vi ontem só jogou o Ituano, o Oswaldo é um pessímo treinador pois levou um nó tático do Doriva, Gabigol, Cicero e Geuvânio não prestam, o problema de parte de nossa torcida é que sempre a grama do vizinho é mais verde.

Nós vamos vender o Wesley pra pagar ele mesmo….O Tirone só fez besteira.

Resumo das notícias:
1- Wesley nem deveria ter vindo
2-Tirone é um autista
3-Estamos igual pobre nas refeições ,ou seja, obrigados a fazermos regime forçado

Nada me irrita mais que ver jogador dando entrevista sobre o campeonato brasileiro e enfatizando que “agora é sério” porque é “SERIE A” e que na “SERIE A” não tem moleza, etc etc….

PORRA!! O Palmeiras nasceu na SERIE A, dominou a SERIE A, é o MAIOR campeão da SERIE A e vai morrer na SERIE A!!!

Não fazer essa observação ridícula de time pequeno… todo mundo sabe que o campeonato que está chegando é serie a…. e que o Palmeiras vai jogá-la, como sempre jogou…

Na verdade, o Palmeiras é um GIGANTE composto de PEQUENOS jogadores, de série B e com medinho da tal SERIE A…

É um absurdo as avaliações feitas pela mídia predatória, na questão que abrange os estádios , que três clubes estão erguendo , um exemplo é o centro de compostagem de Itaquera, que esta em terreno em comodato ate 2078, dividas mensais de R$ 2.685.738,00 , por 161 meses, receitas nas mãos da Caixa Economica Federal, além do total do Naming Rights, sendo uma verdadeira fiança, aos pagamentos da divida contraída em nome do clube, no caso Alviverde , além de estar instalada em terreno do Clube, o ALLIANZ PARQUE, terá uma manutenção, que não é barata, sendo efetuada pela gestora WTORRE, com subsidio da parceira AEG, desta forma mesmo assim são alegadas questões, depreciando o empreendimento!

Tirone foi mal, mas pelo menos ganhou uma Copa do Brasil. Paulo Mustafa Nobre vai terminar
seu mandato sem nenhuma conquista e provavelmente sem patrocinio master,além de nao ter
contratado nenhum jogador de qualidade.

Não vejo como apocalitica a situação do Palmeiras. Ficando alguns bons nomes que temos: Prass , Lucio, Marcelo Oliveira, França, Bruno Cesar e Kardec. E ainda temos pra reserva: Marquinhos Gabriel, Mendieta, Leandro e Diogo. E subam alguns da nossa base. O restante??? Caçamba!!! Como teremos uma dezena deles, tentem alguma troca… sei lá. O fato e’ que precisamos arrumar algumas empresas (cadê o Marketing)???? e assim, contratarmos uns 3, 4 acima da média, que disputariamos pau-a-pau com qualquer time do Pais. E com a venda do Valdivia e Wesley, teríamos $$ pra pagar salários de 2 craques, fora as economias de salários do pessoal da caçamba. E como o BR e’ pontos corridos, busquem o Luxemburgo. Palmeiras no mínimo na libertadores. Duvidam??? Eu não!!!

A diretoria vai inovar, vai conseguir fazer que depois de véio nego mude de time….é muita palhaçada pra um time só.

Douglas tanque ??? Essa diretoria ta procurando sarna e vai achar !!!

OLHEM QUE LEGAL, Lance:………Eleição blindada
A eleição de hoje para o Conselho do São Paulo será blindada para não-sócios e jornalistas. A imprensa, por exemplo, só vai ter acesso ao ginásio do Morumbi, local de votação. Na sede social, apenas sócios serão permitidos. O clube também restringiu a presença de mais de dois profissionais por veículo de comunicação.

Palmeirenses do meu Brasil varoníl, entrai em desespero…………….por causa das notícias negativas da tupiniquim press. Entrai em desespero fazendo mais uma vez previsões que seremos rebaixados no Brasileiro…. MAS ESQUEÇAM de cobrar desde o início as arbitragens, o stjd de Paulo Schmidt que vai mais uma vez julgar nossos melhores jogadores ( a vítima por expulsões ser o Kardec). Esqueçam de cobrar do futuro presidente da CBF e conselheiro do Palmeiras, o tal de del nero. Esqueçam de cobrar de nossos dirigentes mais firmeza nos bastidores. Caiam na pilha da tupiniquim press que esconde todos os podres dos rivais e os transformam em ouro e os vendem como a última cereja do bolo e ataquem só nossos jogadores. Relativem TODO ponto roubado com arbitragens, como sempre fazemos. Briguem entre si, no famoso fogo amigo. Depois reclamem de incompetência.

Levi concordo com tudo que vc falou( escreveu), mas manter GK como técnico nao ajuda em nada! Na minha opinião ele já cansou de dar provas de inaptidão para o cargo que ocupa e convenhamos , troca- lo seria uma medida independente de “outras forcas” : bastaria o mustafa ordenar a seu lacaio delnero, que nossos problemas estariam resolvidos, mas com certeza um Palmeiras forte e campeão nao interessa a mustafa e e só por isso que somos sacaneados ate nao poder mais!

Ninguém esquece, ou pelo menos a maioria, desses fatores extra campo que nós prejudicam ano após ano. Mas se já é difícil nossos protestos incomodarem o próprio Palmeiras, você acha que vão afetar STJD, Paulo Schmitt, arbitragens, Del Nero etc? Quem tem que fazer isso são os dirigentes do Verdão.

Temos que cobrar da diretoria, para que o PALMEIRAS mude sua postura, sua política.

Exato, Sérgio e Marco. Ninguém esquece de como o Palmeiras é prejudicado. Mas isto tb é em grande parte culpa do Palmeiras, da diretoria q não se impõe, como vcs bem colocaram. Kct, nós temos até uma porra de um conselheiro como um dos homens fortes da globo-cbf e este fdp não faz absolutamente nada para evitar q fodam sem vaselina o Palmeiras, no stjd, nas arbitragens, na escolha de horários de jogos e transmissões etc. Não precisa buscar benefícios. Tem q evitar q prejudiquem.
Mas isto é uma coisa. Outra coisa é o time em si, q tem muitas carências e quando chega em momentos decisivos elas explodem na nossa cara. Assim como a fragilidade e o despreparo do nosso técnico.
E para fechar, quem disse q influencia em alguma coisa “fogo amigo” entre aqueles q acham q está tudo uma maravilha, os chapas-brancazzos e os q enxergam a realidade? A diretoria pouco se importa conosco, os torcedores. E já deixou isto muito claro em inúmeras oportunidades, mostrando desrespeito, mentindo na cara-dura, omitindo, promovendo ações na calada da noite…

Engraçado o Tirone dizer que não entendeu o questionamento do presidente do Criciúma. Ele é retardado ou é cara de pau mesmo? E o projeto bom e barato segue em curso.

Quem vai ser trouxa o suficiente pra comprar esta bomba q é o Valdivia? E quem ainda acredita neste cara? Mesma coisa de sempre: chega momento (semi) decisivo e ele está arrebentado.
Wesley q vá, dando pouco prejuízo está bom. Só não podemos perder o Kardec, de modo algum. Pra pelo menos não cairmos. Cumprindo isto e caindo somente a partir da 3ª fase da Copa BR sem tomar goleada este ano já está bom. Estas são nossas metas pro centenário!
Se beliscar uma vitória em clássico no BR já estamos no lucro.

Se desfazer do melhor jogador do time (Valdivia)? Manter Kleina de treinador? Se reforçar com Douglas “Tanque” ? Alienação e incompetência ou estão mesmo com sacanagem e pedindo pra cair?

Os comentários estão desativados.