Categorias
Verdão na Mídia

VERDÃO NA MÍDIA 06-04-2014: Investidor quer vender Valdivia depois da Copa e vai oferecê-lo na Itália ❘ LANCENET

NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

• Investidor quer vender Valdivia depois da Copa e vai oferecê-lo na Itália

Por Fellipe Lucena e Thiago Ferri

Chegou a hora de recuperar, pelo menos em partes, o investimento feito para repatriar Valdivia em 2010. Esta é a opinião de Osório Furlan, dono de 36% dos direitos econômicos do meia e conselheiro do Palmeiras, que diz ter chegado recentemente a um consenso com o presidente do clube.

– Eu conversei com o Paulo Nobre e ele também acha que, se o Valdivia fizer uma boa Copa e não se machucar, não tem motivo para segurá-lo se vier boa proposta – disse Furlan, que está na Itália e promete oferecer o jogador a clubes de lá.

– Ele está muito acima da média no Palmeiras. Você vê que só erra passe se o outro jogador está mal posicionado. Vou falar com conhecidos meus do meio do futebol, sondar alguns clubes aqui. Não custa.

Uma boa proposta, na visão dele, seria de 6 milhões de euros (cerca de R$ 18,7 milhões na conversão atual). Se o desempenho do Mago com a camisa do Chile for bom durante a Copa, crê que pode-se conseguir valor maior.

Para contratar o camisa 10, o Verdão se comprometeu a pagar R$ 14,2 milhões ao Al-Ain (EAU). Furlan tirou dinheiro do próprio bolso para ficar com 36%, sendo 54% do Palmeiras e outros 10% do atleta. Como o clube usou cartas de crédito e não honrou com os pagamentos, o preço total da compra já superou os R$ 30 milhões, que ainda não foram totalmente quitados.

Além desta dívida, Paulo Nobre gasta mais do que gostaria com o salário do jogador, que é o maior do elenco. Apesar de reconhecer sua importância para o time, o presidente sabe que, no meio do ano, estará diante da última oportunidade de ganhar dinheiro com ele.

O vínculo do armador, que está com 30 anos, termina em agosto de 2015. Na janela de transferências do fim do ano, ele estará a cerca de dois meses de poder assinar um pré-contrato para sair de graça ao fim do acordo atual, e dificilmente um clube faria investimento.

Por isso, faz-se valer o mantra usado pela atual gestão sempre que o assunto é negociação: “ninguém é inegociável se a proposta for boa para todas as partes”. Foi assim com Henrique, vendido ao Napoli (ITA) por 4 milhões de euros (o clube embolsou 80%), será com Valdivia e também com Wesley, outro com salário alto e com vínculo a terminar em 2015. A ideia é vender o volante nesta janela.

Últimas sondagens não avançaram

Depois de Flamengo e Rayo Vallecano (ESP) manifestarem interesse no fim do ano passado, Valdivia foi procurado por alguns empresários querendo tirá-lo do Brasil. Estados Unidos, Emirados Árabes e Turquia surgiram como possibilidades, mas nenhuma dessas tratativas foi adiante.

Focado na Copa, o jogador tem dito que está feliz no clube e que deseja ser peça importante no ano do centenário. No entanto, ele já revelou que pensa em voltar ao futebol europeu, desde que seja para um clube em condições de brigar por títulos.

– Me encantaria voltar (à Europa), mas em situação melhor, pois fui a uma equipe (Rayo Vallecano) que estava na Série B. No Servette (SUI), o clube quebrou. Foram raras as chances europeias. E, se não voltar, estou em uma liga, onde fui eleito o melhor 10, que leva à Libertadores, Mundial – disse, em entrevista ao jornal “La Segunda”, do Chile, em fevereiro.

O presidente Paulo Nobre comprometeu-se a informar qualquer movimentação de outros clubes por Valdivia a Osório Furlán. O conselheiro avisa que não é possível negociar o armador sem o seu aval.

– O Paulo deve ter dado procurações para empresários oferecerem o Valdivia na Europa, mas para negociá-lo tem de falar comigo antes – declarou o investidor.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

••

NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

• A reformulação do Palmeiras deu certo? Só dois se firmaram

O Palmeiras se destacou no mercado de transferências entre o fim de 2013 e o início de 2014 ao fechar mais de uma dezena de contratações para o ano do centenário do clube, comemorado inicialmente com o retorno à elite do futebol brasileiro.

Três meses após o início da temporada, o que se vê é um aproveitamento menor do que o esperado das peças. Apenas o zagueiro Lúcio e o meia Bruno César se firmaram entre os titulares, e outros tantos seguem fora do time. Abaixo, a situação de cada reforço contratado para o centenário. Valeu a pena?

Lúcio

Encontrou ambiente ideal para se recuperar após o pior momento da carreira, no rival São Paulo. Virou titular absoluto da equipe do técnico Gilson Kleina e achou em Wellington o companheiro ideal.  Experiente, não cometeu os mesmos erros que o tiraram dos planos do São Paulo. Criticado por Paulo Autuori por não seguir ordens táticas e colecionar episódios de insubordinação, deixou o lado negativo no Morumbi – dentro e fora de campo – ao trocar de clube.

Mauricio Victorino

Na teoria, o zagueiro uruguaio que veio do Cruzeiro faria dupla com Lúcio. Ainda fica na teoria. Sem jogar há cerca de um ano e meio, Victorino começa a ser relacionado, mas ainda não atuou. Aos 31 anos, tenta recuperar ritmo de jogo também para voltar à seleção uruguaia.

William Matheus

Lateral esquerdo cedido pelo Goiás, compete com Juninho pela vaga como titular. Por enquanto, perde. Chegou a ser utilizado em alguns jogos, não brilhou nem comprometeu o time negativamente. Hoje, é reserve e serve como peça de cobertura no elenco.

Paulo Henrique

Jovem lateral esquerdo que saiu do Santos é a terceira opção para o setor e ainda nem estreou pelo clube.

Bruninho

Veio como volante, mas só jogou como lateral direito. O jogador de 21 anos chamou atenção pela qualidade técnica na Portuguesa, em 2013, mas ainda não conseguiu ter chances com Gilson Kleina. Só jogou no clássico contra o Santos pelo Paulistão, improvisado na lateral.

França

É o terceiro no ranking qualitativo, abaixo de Lúcio e Bruno César. Veio por empréstimo do Hannover, da Alemanha, começou como reserva, mas conquistou a titularidade com boas exibições. Depois, teve uma lesão muscular que o afastou da equipe. Deve recuperar a vaga em breve.

Josimar

Foi contratado para encorpar o elenco e assim o faz. É reserva e ainda se machucou depois de ter as primeiras chances. Não deverá brigar pela titularidade.

Bruno César

Grande alvo do Palmeiras no mercado de transferências, chegou do Oriente Médio com preparo físico deficiente em relação aos demais atletas. Demorou para adquirir ritmo e ainda demonstra estar em nível ligeiramente abaixo dos companheiros. Apesar de compensar com qualidade técnica elevada, ainda tenta se encontrar no sistema tático de Kleina. Vai se encontrando como meia direita ao lado do chileno Jorge Valdivia. Na última partida, contra o Vilhena, pela Copa do Brasil, marcou duas vezes e deu a melhor amostra desde que foi contratado.

Marquinhos Gabriel

Atacante de velocidade, ficou distante da briga por uma vaga no time titular. Serve como opção para o banco de reservas. Em algumas partidas, saiu do banco para tentar mudar o jogo no segundo tempo. Ainda não demonstra a eficiência que mostrou no bom Brasileirão que fez pelo Bahia, em 2013.

Diogo

Agora vai voltando após se recuperar de uma lesão muscular. Antes, serviu como a primeira opção do banco de reservas para o ataque. Dá alternativas para Gilson Kleina mudar o esquema – na maioria das vezes entrou para ser o terceiro atacante. É opção para jogar ao lado de Leandro e Alan Kardec caso Valdivia e Bruno César não consigam dividir o meio de campo.

Rodolfo

Primeiro reforço anunciado para o centenário, o jovem atacante que veio do Rio Claro só atuou em uma partida, saindo do banco de reservas. Perdeu posições na briga pelas vagas do ataque e está longe de disputar com os titulares.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

••

NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

• Mais apegado ao time que qualquer palmeirense, Bruno exige taça no ano

Por William Correia

Titular na campanha do rebaixamento no Brasileiro de 2012, Bruno garante ter sofrido uma de suas piores tristezas com a eliminação na semifinal do Campeonato Paulista. Contestado por torcedores, o goleiro que está há 17 anos no Palmeiras deu essa declaração como uma mostra de que é mais apegado ao clube até do que os torcedores.

“Quando ganhamos, não tem ninguém mais feliz do que eu. Se perdemos, nenhum ser humano no planeta, seja torcedor, jogador ou qualquer profissional, fica mais triste”, disse o jogador, tão dedicado ao Verdão que já foi preparador físico e até treinador durante alguns jogos.

A ligação de sua vida com o Palmeiras o faz exigir a conquista de um título na temporada. “Queríamos jogar os dois domingos da final do Paulista. Infelizmente, não deu, então temos que trabalhar forte para o Brasileiro e o decorrer da Copa do Brasil, porque o Palmeiras tem que ser campeão”, cobrou.

Ver a primeira chance de título no centenário escapar com derrota por 1 a 0 para o Ituano com quase 30 mil pagantes no Pacaembu foi uma frustração marcante. “Já passei de tudo aqui no Palmeiras. Mas posso dizer que, com certeza, foi uma das maiores tristezas e dores que passei na minha carreira e na minha vida. Quem joga no Palmeiras não pode passar por isso.”

Presente no jogo em substituição a Fernando Prass, o goleiro de 29 anos, com contrato até dezembro de 2015, já até se acostumou às críticas, inclusive no chute forte e certeiro que Marcelinho acertou para classificar o time de Itu. “Sei bem o que acontece dentro do campo. Quem não gosta de mim, vai falar que é culpa minha mais uma vez”, conformou-se, preferindo pensar no Palmeiras.

“Não importante se é ano de centenário, se não é, se é no Pacaembu ou se é em outro lugar. É ruim, dói, eu não esperava. Infelizmente aconteceu, Agora vamos ter que dar um jeito para não acontecer de novo. Tem que saber o que errou, cada um assumir a responsabilidade porque não podíamos ter perdido do Ituano, não podíamos ter ficado fora da final do Paulista”, lamentou-se.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

••

NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

• Deola, sobre o futuro no Verdão: ‘Hoje é mais fácil jogar em outro clube’

Por Fabricio Crepaldi

A saída do goleiro Fernando Prass, machucado, durante a semifinal do Campeonato Paulista, contra o Ituano, é um dos motivos apontados pelos palmeirenses para a eliminação da equipe. Com um gol de Marcelinho, o time do interior venceu por 1 a 0 e tirou o Verdão da disputa. O reserva Bruno não teve culpa no gol, mas não escapou das críticas, sobretudo nas redes sociais.

Para Deola, goleiro formado no Palmeiras e que disputou o Paulistão pelo Atlético Sorocaba (que acabou rebaixado no estadual), os alviverdes não têm paciência com talentos formados pelo clube.

- Jogar no Palmeiras é muito difícil…- disse Deola, companheiro de Bruno por vários anos na Academia de Futebol.

De volta após empréstimo, Deola esteve na Academia durante a semana para tratar uma lesão no púbis. O jogador, de 30 anos, admite que dificilmente voltará a ter espaço na equipe, já que Fernando Prass é mesmo o homem de confiança do torcedor.

– Não sei o que vai acontecer, o que a diretoria pensa, se eles querem que eu volte ou não. A única coisa que eu quero é jogar. Hoje, o Prass é um goleiro muito seguro, está muito bem, a torcida confia nele – diz ele, que aguarda propostas.

– Estou indo para os 31 anos, não sou nenhum menino e a minha vontade é de jogar. Treinar é bom, mas gosto de jogar. Hoje é muito mais fácil jogar em outro clube – afirmou Deola, cujo contrato com o Verdão vai até dezembro de 2015.

Emprestado ao Vitória em 2012, Deola foi campeão baiano no ano passado, mas não disputou a final. Dias antes, fraturou o punho esquerdo e passou oito meses sem atuar, sendo dispensado para retornar ao Alviverde em dezembro. Jogar em Sorocaba acabou servindo como um teste.

–  Eu precisava voltar a jogar para aparecer. Você fica longe do mercado e cai no esquecimento. Necessitava jogar também para saber se a mão tinha ficado boa, se eu não havia receio. O Palmeiras deu o aval, e fui ao Sorocaba. Embora o time tenha caído, minha participação foi muito boa. Tentei ajudar da melhor forma, fiz grandes atuações e a torcida gritava meu nome mesmo nas derrotas. Pessoalmente, foi satisfatório, mas é ruim estar em um time que cai – concluiu.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

••

36 respostas em “VERDÃO NA MÍDIA 06-04-2014: Investidor quer vender Valdivia depois da Copa e vai oferecê-lo na Itália ❘ LANCENET”

3vv, faz muito tempo que eu estou caindo na moderação do site. Sei que tem várias pessoas que não caem. Eu gostaria de solicitar minha liberdade expressar as opiniões que tenho, não ofendo ninguém, não escrevo palavras de baixo calão e muito menos faço propagandas aqui. Porém, toda vez que eu escrevo, demora mais de horas para liberar meus comentários e assim não da para debater opiniões distintas. Encarecidamente, peço para rever esta solicitação.

Mauser tudo bem? Nem sempre o comentarista cai na moderação por vontade ou arbitrariedade do 3VV. Há um algoritmo que envolve palavras chave, emails, e endereços de IP. O que passa com você passa também com outros comentaristas (alguns deles inclusive colunistas do 3VV). Não é dirigido a você. Mas vamos tentar melhorar o modelo para evitar que comentários sem teor ofensivo fiquem na moderação. Abraços.

Nobre estagiário: O Alexandre (khalil), presidente do Atlético Mineiro dá dando um curso de “Como ser presidente de time de futebol”. Ensina entre outras coisas:
– Como ser campeão estadual
– Como ser campeão da libertadores
– como contratar jogadores bons
– Como se livrar de pernas de pau
– como conseguir patrocinio master
– como conseguir um técnico de verdade
– como fazer marketing
– como não desvalorizar seus jogadores
– etc.

Acho que serve para você

Desde que tragam jogadores iguais ou melhores para cobrir Valdivia e Wesley não vejo problema nenhum em vendê-los…. Sobre o primeiro comentário do Ysquierdo, perfeito!!! Paulistão estava muito fácil de ganhar, pena que nosso técnico consegue perder TODOS os mata-mata que entra….. FORA KLEINA… volte para sua pontepreta!

Infelizmente a notícia do Valdívia veio do lance! e não da Folha/e/ou Uol. Nos últimos 40 anos (curiosamente depois do surgimento do Kalifa no palmeiras), a imprensa fala o que quer e NUNCA APARECE NINGUÉM DO PALMEIRAS PARA NEGAR OU DEFENDER O CLUBE! Então, não é a torcida que é “pessimista, negativa, bipolar” mas sim o palmeiras que gosta de deixar seus torcedores no escuro. Infelizmente enquanto formos dirigidos por conselheiros que acham que só os sócios do clube importam, será assim. Acordem somos 15 milhões de fanáticos, não algumas dezenas de sócios . Ah, e eu pelo menos prefiro ver o palmeiras campeão mundial com déficit de R$ 500 milhões do que ter superávit de R$ 200 milhões jogando a segunda divisão e com 50 anos sem ganhar um título.

O portal UOL pertencente ao Grupo FALHA sempre se caracterizou pelo jornalismo Limão. Um reunião de intelectualóides, pessoas que não são do ramo escrevendo sobre esporte.
Lembro quando o tenista Guga chegou ao topo do “Ranking” do tênis. Era a primeira vez na história que um brasileiro alcançava tal posição. A manchete da FALHA foi:
“Guga chega ao número um do mundo, mas pode ser apenas por uma semana”. As palavras foram mais ou menos essas.
Em relação ao futebol, o foco no negativo é marca registrada e em se tratando de Palmeiras. essa característica se acentua. Nosso caso é pior que qualquer outro, pois grande parte da nossa torcida tem a mesma característica, tem uma enorme necessidade de consumir desgraça, tudo não presta, tudo não serve, todos são incompetentes. O portal UOL e parte da torcida do Palmeiras tem perfil semelhante, sentem a necessidade do negativo.
Dentro dessa proposta do 3VV de publicar para análise o que a imprensa publica, seria interessante comparar o noticiário dos outros clubes pelo portal UOL. Mesmo com essa linha editorial abutre do portal, para os demais clubes, a cobertura não é tão ácida.

respeito seu comentário, mas graças as últimas diretorias tacanhas que tivemos, estamos tentando caçar culpados pela péssima fase que vivemos nos últimos 15 anos. os culpados não estão fora. estão dentro das alamedas do Palmeiras. São parasitas que corroem por dentro. Precisamos parar de achar culpados na imprensa. Nós é que somos motivo de piadas, por nossa culpa. As notícias da imprensa são resultado da péssima fase do time.

O fanatismo faz coisas absurdas com o ser humano. Será que eu sou o único palmeirense a não achar que diminuir um time que não vence nada de importancia desde 1999 não é perseguição? Tudo que leio em fóruns de discussão frequentados por palmeirenses é “o juiz nos prejudicou”, “a imprensa gambá nos prejudicou”, “o bandeirinha bambi nos prejudicou”, “o presidente da republica nos prejudicou”.. Parem com essa choradeira! O Palmeiras é hoje um time mediano com torcida grande. Assim como também o são botafogo, vasco, flamengo… Acostumem-se a essa realidade!

Concordo com você em quase tudo. Só que o “jornalismo limão” praticado por Abril(UOL)/Folha não é praticado, por exemplo, quando se trata do SPFC, aí é o “jornal melzinho na chupeta”.
Saudações.

Já vendemos o Henrique, agora devem sair o Valdivia e o Wesley. Na minha opinião se não vierem peças de reposição à altura (pouco provável) e se mantivermos essa técnico o brasileirão deste ano vai ser difícil, muito difícil.

“Ele está muito acima da média no palmeiras”… O que virou o palmeiras? O Guarani? Sim pois time que vende jogador porque não tem capacidade de levantar dinheiro para montar um time decente é coisa de Guarani, Bragantino, ponte, etc…
Tá sem caixa? É fácil, demite o Brunoro, o Gerente de marketing que tem uma Ferrari na mão chamada Palmeiras e não conseguem alavancar recursos com essa P* marca no Brasil!
Sei lá, ao invés de dispensar os 2 únicos jogadores que temos (fora o Prass), manda embora: Vinícius, Bruno, Rodolfo, Diogo, Marquinhos gabriel, Gordo César, wendel, Juninho pampers, Sleep menezes, William mateus. Tem tanto pereba no time e eles só pensam em desmontar o elenco?
COMO TORCEDOR TEREI QUE GRITAR: EÔ, EÔ, O SUPERÁVIT É O TERROR?

Olha, todo mundo diz que o Valdívia é CRAQUE, mas está há anos no Palmeiras e só jogou bola no ano de 2008. Hoje ele ganha mais do que ganhava em 2008 e não joga nem a metade disse desde que chegou pela segunda vez no Palmeiras, vender o Valdívia seria uma boa ideia? Penso que podemos ver como ele vai se comportar esse ano, a copa se ele atuar e jogar bem vai elevar o valor dele, mas o problema é que ele sempre teve altos e baixos, quem garante que ele não irá baixar o rendimento novamente? Que ele não vai se machucar e ficar sem jogar como anda ultimamente? Penso que Paulo Nobre é um homem de visão, com certeza ele saberá o que é melhor para ambos, só nos resta querer o bem do Palmeiras. Considerando que o Valdívia não tá jogando nada faz 2 anos, eu poderia dizer que o Palmeiras vendendo ele nesse ano de grande oportunidade de elevar o seu valor, bem mais do que o investimento feito por ele, é muito melhor do que olhar para trás e ver o que ele tem feito pelo Palmeiras, ” fora o Paulista de 2008 e a Copa do Brasil 2012”, ele não fez mais nada, sem contar que ele não jogou todos os jogos na Copa do Brasil”. Não sei se pode ser considerado Craque um cara que ganha 500 mil por mês e não anda junto com o time. – Eu sou apaixonado pelo futebol do Valdívia, gosto dele, torço por ele, é o meia esquerda mais habilidoso do país e ele não enxerga isso – mas não tá dando mais, ele tem que jogar e mostrar o ”porque” veio, ”porque” ganha 500 mil e o ”porque” ele é Palmeirense. Quero muito que ele fique, jogue ”Todos” os jogos do ”Verdão” e seja campeão e ganhe 1 milhão por mês, se assim o Palmeiras crescer junto com ele, caso isso não ocorra, a melhor situação é vende-lo agora e ir adiante, não podemos viver baseado naquilo que não dá retorno!!! Abrçs a todos e saudações Palestra!!!

Acho interessante esse tipo de notícia. Qual seria a resposta esperada? Eu Osorio Furlan comprei o Valdivia para deixa-lo eternamente no Palmeiras e perder dinheiro… Tipo da coisa besta só para tumultuar. Agora sabe o que tá errado? E não repor o jogador a altura e digo mais, é não ter ninguem até hoje para substituí-lo. E digo substituir não é só trazendo um outro jogador, pode ser em um esquema de jogo mas aí eu acho que vamos cair no grande erro da administração Nobre/ Brunoro até agora, não temos técnico!!!! São erros atras de erros em jogos decisivos e nada acontece. Infelizmente viramos um banco. Estamos literalmente quebrados, mas não precisa ser assim…

SE concretizar as vendas de Valdívia e Wesley, o nosso centenário está perfeito!!! RUMO AO TRI DA SEGUNDONA rsrsrs!!! É ri pra não chorar!!!! DÁ VERGONHA TORCER PARA UMA M&¨¨DA DESSA… Já cansei, eu estou farto de tanta mediocridade, irresponsabilidade, falcatruas sem fim,!!! Lá dentro do Palmeiras É TUDO FARINHA DO MESMO SACO, SEJA, SITUAÇÃO, OPOSIÇÃO, OU SEJA, A TURMINHA DA VELHARADA OU DA TURMA QUE DIZEM QUE VEIO DA ARQUIBANCADA, como eu um verdadeiro apaixonado pelo o clube que eu amo que é a Sociedade Esportiva Palmeiras, acostumado com grandes equipes que o Palmeiras já teve e que deu muitas alegrias para nós torcedores, hoje sinceramente, estamos virando um clube de vázea!!! QUE ADIANTA VENDER VALDÍVIA E WESLEY E CONTATAR MAIS CAÇAMBAS??? ESTÃO QUERENDO CAIR DE NOVO PARA A SEGUNDONA EM 2015??? SERÁ QUE A PRIORIDADE ATUAL DO PALMEIRAS DESSES NEFASTOS DIRIGENTES SERÁ SEMPRE A SEGUNDONA??? SE FOR é melhor ir ao CINEMA, FAZER OUTRAS ATIVIDADES DA VIDA, do que acompanhar um clube que SEMPRE MALTRATA a sua própria história e principalmente, O TORCEDOR!!! OBRIGADO PAULO NOBRE E BRUNORO por presenciar mais essas humilhações que vocês estão dando para nós Palmeirenses!!! AH E OUTRA, TIME QUE INVESTE EM GRANDES CONTRATAÇÕES E SEMPRE DISPUTANDO TÍTULOS SEMPRE TERÁ A SEU FAVOR A TV(mídia predador), PATROCINADORES E PARCEIROS!!! AGORA MONTAR EQUIPES MEDIANAS E SEMPRE BRIGANDO PARA NÃO CAIR, COM CERTEZA A TV, PATROCINADORES E PARCEIROS COMEÇAM AFASTAR DO CLUBE E COM RAZÃO!!!! FORA PAULO NOBRE, FORA BUNÓQUIO, FORA KLEINA!!!

Esse Bruno talvez ficasse bem na comissão técnica , no gol, nao tem capacidade para jogar no Palmeiras, ja o Deola nao tem personalidade para isto, tem cada uma que temos que ouvir desses lixos que acham que podem vestir nosso manto ! O pior de tudo nao sao eles, mas quem os leva e/ ou os mantém por lá !

Obrigado, Paulo Nobre & Cia., por fazerem do Palmeiras um balcão de feira. Até pra negociar tem de arriar as calças antecipadamente? Vergonha.

A nossa diretoria tem que ficar de olho em alguns nomes do Ituano. São jogadores bons, jovens e com potencial. Já vacilaram e perderam o bom meia do Penapolense – Petros, que foi pros Gambás e o bom volante Hudson do Botafogo de Rib.Preto, que esta’ assinando com os Bambi. Nesse Ituano tem o bom meia Esquerdinha, o zagueiro Alemão e o lateral esquerdo Dener. E na Ponte Preta tem o zagueiro César. Sobre o Valdivia??? VAZA!!! Sobre o Wesley??? VAZA!!! aliás, pagar 21 mi de reais nesse jogador mediano, será motivo de impeachment de toda a diretoria e presidência. Só como parâmetro: o Benfica quer 12 mi de reais no Kardec. Sem mais!!!

Juninho Paulusta prá gerente de futebol,entende de mais futebol que todos da nossa comissão tecnica, e pode ganhar menos que Brunoro,que só vai atras de meia bocas.(leo gago,rondinely,felipe meneses,josimar,etc).

Acho que os santistas vão ter que mandar embora meio time e seu técnico muito ofensivo. Eles tem Damiao, Arouca, Tiago Ribeiro, Giovanio, Rildo…. Será que algum desses serveria pro nosso palmeiras?

– Eu conversei com o Paulo Nobre e ele também acha que, se o Valdivia fizer uma boa Copa e não se machucar, não tem motivo para segurá-lo se vier boa proposta

se o Valdivia jogar a Copa bem, a gente manda ele embora, belo pensamento… Assim fica show, a gente vai longe! se for pra torcer pra recuperação de dinheiro e bons investimentos, é mais fácil torcer por uma empresa do que pra um time de futebol! que lixo

“Assistindo” a final do paulistao, vejo um time ruim, porem, bem treinado vencendo o jogo. Time que semana passada venceu um time bom mal treinado. Obrigado GK, Nobre e Brunoro.

Bruno = medíocre que esta onerando a folha de pagamento do Palmeiras a 17 anos.
Deola = medíocre que de vez em quando é emprestado, provavelmente o Palmeiras pagando pela metade do seu salario.
Ou seja um medíocre em tempo integral e outro medíocre em 1/2 período.

Assino embaixo.Ser palmeirense não dá salvaguarda a ninguém.Tem que ser profissional bom de bola,e bruno já teve todas as chances possíveis e está assim como Deola,na hora de pegar seu boné.Fábio sim,como Felipão já profetizou será no futuro o goleiro da selação brasileira,então vaza Bruno!

Então avisa para o APRENDIZ DE ESTAGIARIO DE TECNICO que quem tem que ficar no banco é o Fábio e não o ex-goleiro Bruno.

Os comentários estão desativados.