Categorias
Verdão na Mídia

VERDÃO NA MÍDIA 06-05-2014: Palmeiras racha ao apontar culpado por mau momento no Brasileirão ❘ UOL ESPORTE

NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

• Palmeiras racha ao apontar culpado por mau momento no Brasileirão

Por Danilo Lavieri

O ambiente do Palmeiras não chega a ser de crise, mas o pessimismo pelas últimas atuações dentro e fora do gramado domina as alamedas alviverdes. Poucos enxergam uma solução para que o time volte à rota de vitórias e nem mesmo na hora de apontar o culpado pelos problemas os palmeirenses conseguem chegar à unanimidade. Paulo Nobre, Gilson Kleina e José Carlos Brunoro são os mais “votados”.

Do lado mais fraco da corda, neste caso, está Kleina. O treinador tem sido duramente criticado por torcedores nas redes sociais, nos estádios e também já perdeu o apoio da maior parte de conselheiros. As fracas atuações do time mesmo após cerca de 20 dias de treinamento jogam contra o seu trabalho.

Na última quarta-feira, ele teve seu nome bastante citado no COF (Conselho de Orientação e Fiscalização). O que o ainda mantém com certo prestígio no comando é a vontade de Paulo Nobre. O presidente palmeirense ainda aposta no sucesso de Kleina, especialmente por vê-lo com apoio entre os jogadores.

Outro que é bastante questionado é José Carlos Brunoro. Com salário na casa dos R$ 120 mil, o diretor-executivo não tem conseguido o sucesso que o consagrou na época de Parmalat. Mustafá Contursi, líder do conselho e voz muito ouvida por Nobre, é notoriamente o que mais trabalha pela sua demissão.

Ele tem ganhado adeptos com o passar do tempo e com os fracos resultados colecionados no futebol. O time não tem um lateral direito, não fez a reposição à altura após a saída de Henrique, não tem um patrocinador máster e outros pequenos problemas que acabaram ficando escondidos com outra novela: a saída de Alan Kardec para o São Paulo.

É este caso que fez Paulo Nobre perder apoio considerável. O presidente viu seu diretor fechar um acordo com o artilheiro da temporada e preferiu barganhar por mais desconto. Ele admitiu a postura em coletiva e disse que, sim, vetou o acordo entre Brunoro e o estafe do jogador. “Vou defender cada real do Palmeiras”, disse Nobre.

A atitude é o maior reflexo do que tem sido revertido em críticas pesadas a Nobre: seu estilo ditatorial de governar. Apesar de ter contratado profissionais para ajudá-lo a tomar decisões, ele nunca dá o braço a torcer e quer sempre ter a palavra final, relatam pessoas que trabalham no clube.

Nesta quarta-feira, o Palmeiras tenta esquecer os problemas. O time enfrenta o Sampaio Corrêa, no Maranhão, pela 2ª fase da Copa do Brasil. Uma vitória é como obrigação. Um tropeço é mais um ingrediente para aumentar a pressão.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

••

NOTICIÁRIO ❘ ESPN BRASIL

• Entre os grandes, Palmeiras foi o único que economizou com futebol em 2013

Vivendo tempos de austeridade financeira, o Palmeiras foi o único time entre os grandes do Brasil que economizou com futebol no ano passado. Segundo estudo do especialista em marketing e gestão Amir Somoggi, o time alviverde teve redução de 4% nos investimentos no departamento de futebol entre 2012 e 2013.

De acordo com o estudo, o clube do Palestra Itália gastou R$ 139,7 milhões com futebol em 2012, ano em que tinha um treinador caro (Luiz Felipe Scolari) e jogadores com altos salários (como Barcos). Já em 2013, foi montada uma equipe mais modesta para a disputa da Série B, apesar do time também estar na Libertadores, e o gasto foi menor: R$ 133,8 milhões.

Muito diferente do Palmeiras, o Botafogo foi quem mais aumentou seu investimento no departamento de futebol. Em 2012, a equipe carioca gastou R$ 98,3 milhões, subindo este valor para R$ 167,7 milhões no ano seguinte. O aumento, portanto, foi de 71%.

Outros times que também aumentaram muito seus gastos com futebol entre 2012 e 2013 foram Cruzeiro (59%) e São Paulo (31%), enquanto os que menos subiram seus investimentos foram Corinthians (6%) e Fluminense (7%).

O Flamengo foi o único time que não teve o valor investido em 2012 divulgado no estudo, mas, analisando o investimento de 2011 (R$ 108,6 milhões) e 2013 (R$ 180,0 milhões), o clube da Gávea foi outro que passou a gastar mais: 66%.

Em números absolutos, no entanto, quem mais usou dinheiro com futebol em 2013 foi o Corinthians (R$ 248,2 milhões), seguido por São Paulo (R$ 248,1 milhões) e Internacional (R$ 211,3 milhões).

Quem menos gastou, por sua vez, foram Fluminense (R$ 82,0 milhões – vale lembrar que a maior parte dos investimentos é feita pela patrocinadora Unimed), Vasco (R$ 104,7 milhões) e Palmeiras (R$ 133,8 milhões).

Veja quem mais aumentou seu gasto com futebol entre 2012 e 2013:

Botafogo: 71%

Flamengo: 66%

Cruzeiro: 59%

São Paulo: 31%

Santos: 24%

Grêmio: 20%

Atlético-MG: 16%

Vasco: 11%

Internacional: 10%

Fluminense: 7%

Corinthians: 6%

Palmeiras: -4%

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ ESPN BRASIL

••

NOTICIÁRIO ❘ BAND ESPORTE

• Aidar acena com reaproximação ao Palmeiras

Nesta terça-feira, o presidente do São Paulo, Carlos Miguel Aidar, revelou ao programa ‘Esporte Notícia’, da Rádio Bandeirantes, que pretende retomar o relacionamento com o Palmeiras, interrompido após os mandatários dos dois clubes trocarem duras farpas pelo caso Alan Kardec. Em seu último pronunciamento, Paulo Nobre declarou que a relação entre o Tricolor e o Verdão era péssima desde os anos 40 e rompeu relações com o time do Morumbi.

“Às vezes nossas palavras repercutem mais do que gostaríamos, e o Palmeiras não se apequenou, mas foi infeliz. Nesse recesso da Copa do Mundo vamos sentar com eles e falar sobre tudo isso”, declarou.

Aidar explicou a polêmica e reafirmou que a postura do São Paulo foi correta. Ele rebateu ainda as acusações de o Tricolor ser ‘antiético’ ao presidente relembrar os casos de Cafu e Antônio Carlos.

“O que aconteceu foi que houve uma revolta do presidente que me pareceu desmedida e descabida. Ele questionar a contratação é um direito dele, mas dizer que o São Paulo atravessou a negociação dele com o atleta não é verdadeira. Nós agimos dentro da lei, o São Paulo acompanhou pelos jornais a negociação entre eles e o próprio pai do atleta declarou que o jogador estava no mercado e então o São Paulo foi até o Benfica. Isso não dá o direito ao presidente falar que somos antiéticos por essa contratação, se for assim o São Paulo pode falar do Palmeiras com o Cafu e o Antônio Carlos”.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ BAND ESPORTE

••

NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

• Vasco encaminha empréstimo de Bernardo para o Palmeiras

Por Marcelo Hazan e Raphael Zarko

Sem espaço no Vasco, o meia Bernardo está perto de deixar São Januário. O camisa 31 deve assinar ainda nesta terça-feira um contrato de empréstimo com o Palmeiras com validade até dezembro e opção de compra para os paulistas de 50% dos direitos econômicos do jogador. O vínculo dele com o Vasco vai até o fim de 2015.

Bernardo já se acertou verbalmente com o Verdão, e faltam poucos detalhes para a assinatura do contrato, como o do seguro que será feito para o jogador. Outra pendência é acertar o valor a ser estipulado pelos 50% dos direitos na opção de compra. Dirigentes alviverdes, porém, já trabalham com a possibilidade de ele se apresentar em São Paulo já nesta quarta-feira.

O diretor de futebol do Vasco, Rodrigo Caetano, confirma a negociação. No treino da manhã desta terça, Bernardo trabalhou apenas na academia de São Januário. Ele tem sido poupado nos últimos jogos por causa de um desequilíbrio muscular nas pernas.

No total, o meia tem 96 jogos com a camisa vascaína e 30 gols marcados desde 2011.

– Tem essa possibilidade, sim, mas, por enquanto, é só isso o que posso falar.

Xodó da torcida do Vasco mesmo sem ter sido titular absoluto em momento algum de sua trajetória com a camisa cruz-maltina, o meia-atacante só iniciou quatro jogos este ano com o técnico Adilson Batista. O último gol foi em fevereiro, em vitória por 2 a 1 sobre o Volta Redonda no Campeonato Carioca. Bernardo ainda marcou mais duas vezes, também pelo estadual, e já estava fora dos planos da comissão técnica vascaína.

O jogador, apesar de reconhecidamente talentoso, sempre minou suas chances e a paciência da diretoria vascaína com excessos e casos extracampo. O maior deles ficou conhecido no ano passado, quando Bernardo se envolveu numa polêmica numa favela na zona norte do Rio e ficou sob poder de traficantes após um suposto envolvimento com a mulher do chefe criminoso do local. 

No fim do Brasileiro do ano passado, ele ficou seis meses parado após delicada operação no joelho esquerdo. Bernardo ressurgiu em quatro jogos na reta final da Série A, quando marcou um bonito gol contra o Náutico, no Maracanã.

O último jogo de Bernardo pelo Vasco foi a final do Campeonato Carioca, dia 13 de abril, quando entrou no segundo tempo. Na sequência, ele voltou para o departamento médico, onde vinha fazendo fortalecimento para tratar de um desnível muscular causado por uma lesão no joelho, ocorrida no ano passado.

Bernardo é mais uma opção que Gilson Kleina ganha do meio para frente. O técnico já vinha cobrando reforços da diretoria, principalmente após a saída de Alan Kardec para o São Paulo. As prioridades do Verdão, porém, continuam sendo um lateral-direito e um centroavante.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

••

NOTICIÁRIO ❘ BANDSPORTS

• Allianz Parque já conta com inédita fachada

Por Fábio Salgueiro

Allianz-Parque

A Allianz Parque, a nova arena do Palmeiras, será a primeira do mundo a ter um revestimento de aço inox, que promete um efeito de luz e movimento.

São vinte mil metros de placas perfuradas, com até 28 metros de comprimento, que se estenderão por toda a face externa da construção.

O efeito é realmente bonito e impressiona e pode ser acompanhado nesta sequência de fotos publicadas na coluna Opinião Salgueiro.

As placas perfuradas, com diferentes larguras e comprimentos, estão sendo montadas paralelamente por setores.

Elas são colocadas sobre barras de apoio que curvam as placas e vão dando paulatinamente a volta em torno da construção.

Atualmente, elas já revestem o lado da rua Padre Antônio Tomás.

As placas de inox chegam em bobinas com largura de 30, 40 e 80 centímetros e são cuidadosamente limpas do óleo de proteção.

Depois são cortadas em comprimentos de 28 metros e em alguns lugares 40 metros, para então serem distendidas e fixadas verticalmente sobre as barras de apoio na face externa da arena, eixo a eixo.

As barras, postas antecipadamente, já ocupam boa parte do perímetro do Allianz Parque. O trabalho é bastante artesanal e completamente diferente do que se faz no país.

A perfuração da fachada permite que a luz “vaze” do interior para o exterior e vice-versa. Isso cria um efeito de “optical art”, com um efeito cinético inesperado. O projeto da iluminação aproveita essa característica da fachada.

Por outro lado, as perfurações permitem também que o vento circule pela construção, moderando a temperatura de dentro da arena.

Manchas verdes

O projeto arquitetônico das cadeiras foi pensado para fazer com que todos os frequentadores fizessem parte da torcida, criando uma série de manchas verdes.

“Resolvi mudar a mesmice de alguns estádios e pensei em várias manchas verdes invadindo a arquibancada. Por isso, serão usados três cores de verde nas cadeiras, quase como se fosse uma roupa camuflada”, diz Edo Rocha, responsável pela criação do projeto.

Os assentos serão confeccionados em polipropileno de alto impacto e com suportes em poliamida reforçada com fibra de vidro.

Tanto o assento quanto o encosto serão produzidos por sistema de injeção assistida por gás, o que possibilita melhor acabamento, resistência, diminuição do peso e aumento da durabilidade.

Entre a capa e a espuma existe uma camada à prova de fogo, composta por lã de vidro. Todas as cadeiras terão rebatimento automático, como em cinemas e teatros.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ BANDSPORTS

••

BLOG DO ALEX MÜLLER

• Vai estourar em quem tem menos culpa

Não acho que o técnico Gílson Kleina seja o treinador dos sonhos para comandar o Palmeiras. Mas o pior ponto da metástase da incompetência não está aí.

Negociações mal feitas, avaliações e decisões equivocadas, displicência ao cuidar do time com o ápice sendo o caso Kardec, e falta de comprometimento com o treinador. Nada disso é culpa de Gílson Kleina e convenhamos já é o suficiente para arrebentar qualquer clube, mesmo um gigante como o Palmeiras.

Mas a cultura do futebol está aí para ser vivida e, neste caso, ela está servindo para mascarar as batidas de cabeça maiores que vêm do alto. Ou seja, é mais fácil mandar embora o técnico e ganhar uma sobrevida na administração do clube.

A demissão de Gílson Kleina é uma questão de tempo, a torcida ansiosa por mudanças também é levada por essa prática costumeira da mudança do técnico, e isso vai acontecer proximamente. O próprio treinador sabe disso.

Mas ele teve a promessa da diretoria que Alan Kardec não sairia, implorou um lateral direito que não veio, perdeu Henrique por ter cobrado algo que era de direito, e a espinha dorsal tão elogiada do ano passado acabou, ainda mais agora com a perda do goleiro Fernando Prass por 3 meses. Ele sofreu fratura no antebraço direito contra o Flamengo e terá de ser submetido a cirurgia.

Fábio será o herdeiro do gol palmeirense, já que Bruno não passa confiança a ninguém, talvez nem mesmo a ele. Deola, que voltou ao clube, está em recuperação de uma contusão e só teria condições de jogar após a Copa do Mundo.

O elenco é limitadíssimo! O técnico que for, seja ele Gílson Kleina, Luxemburgo, Tite, Cuca ou Guardiola não teria poderes para fazer o cego enxergar, o aleijado andar e o acéfalo pensar, mas como alguém tem que pagar o pato, obviamente sobrará para o treinador.

Claro que Gílson Kleina também errou. Aprovou Josimar, manteve Juninho e Leandro, descartou Mendieta e Patrick Vieira, pode ter feito substituições erradas nos jogos, pode não ser o mestre da preleção ou da motivação, mas não teve tudo o que ele pediu, pelo contrário, está com o time mais fraco do que o da Série B, ou seja, a responsabilidade maior não é dele.

Mas o futebol é assim, vida que segue, e quando Kleina cair virá alguém com o peso de ser o salvador da pátria. Vai salvar??? Do jeito que as coisas estão hoje, se 2014 for apenas o ano do “centenada” já será um belo lucro, pois lutar pelo tri no ano que vem seria a catástrofe total.

Se não houver uma mudança radical de mentalidade já, os sócios do clube terão a chance de tentar algo diferente nas eleições diretas de outubro. Mas aí já poderá ser tarde demais.

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO ALEX MÜLLER

••

BLOG DO ROBERTO AVALLONE ❘ UOL ESPORTE

• E Kleina fica, por enquanto…

Embora sem nenhum pronunciamento oficial da cúpula do Palmeiras: o técnico Gilson Kleina sobreviveu à quase unanimidade das críticas sobre seu trabalho. Mas me parece claro que é por enquanto, não se sabendo quanto vai durar esse tempo, pois Kleina está na base da dependência dos resultado- como muitos outros técnicos- sem a convicção de que sua permanência é a solução para uma equipe alquebrada por maus resultados.

Não acredito na versão espalhada de que ele, Kleina, pedirá para sair caso não venham os reforços solicitados (o argentino Lucas Pratto, o paraguaio Jorge Moreira e mais um zagueiro a ser escolhido), pois ele não passa a impressão de ter o perfil de quem entregue o cargo de bandeja. Ah, não acredito mesmo.

E para deixá-lo ainda mais na corda bamba, surgiu a notícia que pode abalar Kleina e os nervos da torcida: Fernando Prass fraturou mesmo o cotovelo direito, já foi operado e ficará longe dos campos de três a quatro meses. Trata-se de notícia que beira o pânico: Bruno poderá estar esse tempo todo em seu lugar!

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO ROBERTO AVALLONE ❘ UOL ESPORTE

••

BLOG DO LUIZ ANTÔNIO PRÓSPERI ❘ ESTADÃO ONLINE

• Palmeirenses e a maldição de 2002

Palmeirenses não vão gostar de uma série de coincidências entre Felipão, seleção brasileira, Copa do Mundo de 2002 e o futebol em geral. Neste momento de expectativa pela convocação do Brasil para o Mundial, algumas peças começam a se juntar e os mais supersticiosos já enxergam que a história de 12 anos atrás pode se repetir.

Felipão, por exemplo, fez questão de ir ao Santuário de Nossa Senhora do Caravaggio, em Farroupilha, pedir a bênção da santa, de quem é devoto, para o iluminar na Copa. Em 2002, o treinador cumpriu o mesmo ritual e voltou ao santuário para pagar a promessa pela conquista do penta na Coreia do Sul e Japão.

Ainda em 2002, o treinador deu uma palestra na Universidade São Judas, na Mooca, em São Paulo, para falar sobre a importância da psicologia no futebol. Atendeu ao convite da sua amiga Regina Brandão, com quem trabalhou em clubes e seleção brasileira. Felipão esteve no mês passado na mesma universidade para dar uma palestra com o mesmo tema também a convite de Regina. “A minha vinda aqui em 2002 deu sorte. Quem sabe não pode se repetir nesta Copa”, disse o treinador.

Agora, vamos às coincidências do futebol, a Copa e Felipão:

Em 2002, o Ituano foi campeão paulista e repetiu o feito em 2014 quando ninguém imaginava.

Em 2002, o Real Madrid conquistou a Copa dos Campeões da Europa e, depois de um bom tempo sem chegar à final da competição, vai decidir o título em 2014 com o Atlético de Madrid.

Agora vem o pavor dos palmeirenses supersticiosos. Em 2002, Botafogo e Palmeiras foram rebaixados para a Série B do Brasileirão pela primeira vez. Neste Brasileirão de 2014, o Botafogo já é um dos lanternas do campeonato e o Palmeiras já começa a ser assombrado pelo fantasma do rebaixamento.

Felipão havia deixado o Palmeiras em 2000, dois anos antes de ser campeão do mundo em 2002 com a seleção. Felipão deixou o Palmeiras  em 2012 na sua última passagem pelo clube e pode ser campeão do mundo de novo, dois anos depois de ter deixado o Palestra Itália.

Palmeirenses  não levem a sério essa história de superstição ou então já podem começar a torcer contra Felipão na Copa.

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO LUIZ ANTÔNIO PRÓSPERI ❘ ESTADÃO ONLINE

••

COLUNA DO JORGE NICOLA ❘ DIÁRIO DE S.PAULO

• Lavando as mãos

O gol que Márcio Araújo (foto) marcou no Palmeiras, domingo, serviu para causar ainda mais afastamento entre a diretoria e Gilson Kleina. O técnico cansou de pedir a renovação do volante, sem ser ouvido.

• Em último

A derrota palmeirense para o Flamengo teve 20 pontos de média de audiência, menor do que os rivais exibidos pela Globo no Brasileirão — Atlético-MG x Corinthians ficou com 21 pontos e Cruzeiro x São Paulo, 23.

• Processo…

O zagueiro André Luiz e os volantes Charles e Léo Gago cogitam acionar a Justiça contra o Palmeiras para receber o prêmio pelo título da Série B, conquistado no ano passado.

• …à vista

O trio, que deixou o Palestra Itália em dezembro, se cansou de cobrar o presidente Paulo Nobre e ouvir que a pendência será paga assim que o Palmeiras tiver dinheiro em caixa.

••

COLUNA DE PRIMA ❘ LANCE!

Por Marcelo Damato

• Eleitor involuntário

É crescente o descontentamento dos conselheiros do Palmeiras com o presidente Paulo Nobre. Dizem que ele gasta demais e mal, que confia demais em José Carlos Brunoro. Mas, ao menos por ora, ninguém admite que pode votar contra ele nas próximas eleições. Dizem que a alternativa, Wlademir Pescarmona, é muito pior.

• Nó apertado

O diretor executivo do Palmeiras, José Carlos Brunoro, disse que o clube perdeu o atacante Alan Kardec para o São Paulo por falta de dinheiro. Segundo Brunoro, o clube opera com só 35% do orçamento por conta de dívidas deixadas por gestões anteriores. E a situação só deve se normalizar em 2015.

••

36 respostas em “VERDÃO NA MÍDIA 06-05-2014: Palmeiras racha ao apontar culpado por mau momento no Brasileirão ❘ UOL ESPORTE”

Pelas notícias que eu estou vendo, que é a verdade, VENDA esse clube para os russos ou sei lá o que for, se não conseguir fazer isso, então, FECHEM ESSE CLUBE DE M&RD@!!!!

VERGONHA PRA TIME QUE FOI CAMPEAO DO SECULO ,E AGORA NO AO DO SEU SECULO DA VEXAME

Henrique convocado. Jogador com potencial para seleção não tem vez com o Nobre. Afinal de contas, ganham muito, jogam maisoumenos, exigem pagamento de premiação em dia…

Henrique convocado, Palmeiras ganhou 4 milhões de euros, hoje ele vale uns 10…

Brunoro pressiona para colocar “sócio” Luxemburgo no Palmeiras. maio 6, 2014.

Poucas vezes o Palmeiras esteve em situação tão delicada em sua gloriosa história de vida, seja no futebol ou administrativamente, fruto de sucessivas administrações lesivas ao clube, marcadas quando não pela incompetência, por atos de malandragem.

O Verdão deve as calças a seu atual presidente, que, apesar da boa vontade em ajudar nas finanças, acaba por tapar o sol com a peneira, dando ao clube a falsa ilusão de controle no caixa, que, na verdade, beira a catástrofe.

Paulo Nobre tem ainda a difícil tarefa de lidar, por erro próprio, com as más escolhas que realizou para compor sua diretoria e demais “aspones”.

O clube possui um departamento de comunicação ineficiente, gerido por um torcedor fanático do Corinthians, além de ex-funcionário da MSI, ligados a um departamento de marketing que não consegue, em pleno ano de centenário palestrino, sequer organizar uma quermesse para comemoração.

Porém, é no futebol que a coisa tende a comprometer todos os outros setores alviverdes.

O equívoco em dar um cargo a José Carlos Brunoro, e, apesar de tantas evidências de “malandragens”, mante-lo com poder, pode gerar bem mais do que “apenas” o terceiro rebaixamento da equipe no Brasileirão.

O dirigente, sócio de V(W)anderlei(y) Luxemburgo, trabalha, nos bastidores, arduamente para trazer o amigo de volta ao Palestra Itália.

Incita conselheiros, planta notinhas na imprensa, e trabalha até uma imagem (falsa) de humildade no treinador.

Diz que Luxa aceitaria um contrato de produtividade para voltar a dirigir o Palmeiras.

Analisemos, então, a atual situação profissional e financeira do vulgo Madureira, para chegarmos a uma óbvia constatação: se Luxa, ganhando os tubos, não conseguia se conter e ganhava comissão em transações de jogadores (o Blog do Paulinho comprovou, com documentos e áudios), imagine agora, ganhando menos e com dívidas complicadas (fala-se até em pendências de jogatina), após meses de desemprego e anonimato, do que não seria capaz.

O Palmeiras não merece ser gerido por uma dupla – Luxa e Brunoro – que existe no futebol com o único intuíto de levar vantagem, por vezes, indevidas, apoiados que serão, ainda, por facções “organizadas”, comprometidas com benesses oriundas de favorecimentos futuros.

Nobre pode até trocar o treinador – que de fato não está a altura do Palmeiras – mas não pode cair na conversa fiada de recolocar no clube lobos que mal conseguem se disfarçar em pele de cordeiro.

A verdade é que o ponto em que chegamos é terrível. Quando um caneludo como França é nosso melhor volante e. A gente quer ele no time mesmo bêbado, é sinal que a coisa está realmente feia.
Ontem me chamou atenção a notícia de que Manoel do Atlético PR vai pedir a rescisão do contrato na justiça e os bambis acompanham o desfecho.
Manoel é um bom zagueiro, que jogaria tranqüilamente no time de hoje, não tem um alto salário, enfim, se nossa diretoria não estivesse preocupada em cuidar da tartaruga pra ela não fugir, bem que poderiam conversar com o Atlético e mandar Wendell, Tiago Alves, Juninho e Josimar em troca do Manoel.

Henrique é uma possibilidade e Alan Kardec vêm sendo especulado. Imagina amanhã os dois convocados pra Copa do Mundo (embora eu acredite apenas no Henrique e só pra lista de espera)?

Mas Ruan, é aí que lanço uma pergunta? Não é essa administração que foi elogiada muitas vezes por supostamente garantir a paz política e evitar a disseminação de boatos como esse? A aliança com um “player” como Mustafá não serviria justamente para assegurar esse ambiente?

Nada como um dia após o outro para nos impedir de justificar o injustificável

As mesmas notícias ruins de sempre! Não tem uma boa notícia, nem mesmo a do Bernardo. E a do Franca? O cara eh badboy mas mesmo assim eh nosso melhor volante….. fora Kleina, fora brunoro…..

Onde já se viu, 4% de gastos com o futebol. Tem mais é que apanhar de todo mundo mesmo.Dia
26 de agosto no jantar dos dirigentes pela festa do centenário deveriamos jogar uma privada em
cada um deles com bastante Mustafá dentro ( merda ).

Palmeiras é a GENI DO FUTEBOL. A capitania hereditária chamada stjd e eeu procurador que tem regras expecíficas para nosso clube voltou a agir. E nenhum palmeirense diz absolutamente nada. Somos todos covardes.

É dificil entender,visto que em qualquer discussão de bar,imprensa,em site,todos falavam que o Palmeiras da serie B,precisava de reforços,goleiro reseva,na lateral,Zaga(vendeu Henrique e não repôs ),ataque,(ainda tinha Kardec ,mas nåo tinha reserva),veio o Paulista a tese foi confirmada,e podíamos contratar Na zaga Anderson Salles,o goleiro do ituano, o lateral do botafogo,mas nossos diretores parecem que ficam moscando o dia inteiro,e conseguem perder Kardec,nåo trazer niguem prá zaga e lateral, com a contusão do goleiro,o time fica mais fraco que o time na serie B. Me pergunto quando Nobre e Brunoro vão começar a trabalhar,Nobre tome posse do cargo,voce é presidente ,não gerente financeiro.

Se aceitar se reunir com o presidente do inimigo, daí é pra fechar mesmo… O minimo que nosso presidente deveria fazer era responder imediatamente que não pretende jamais se reunir com o presidente deles…
Não existe time campão com presidente sonolento… todos os grandes campeões do Brasil nos ultimos tempos, tiveram presidentes malucos, que ofendiam rivais, imprensa, que falava a lingua do torcedor…. Esse Nobre presidente tem um jeito pacato, sangue frio, indiferente com os resultados, que não tem nada haver com futebol e muito menos com o Palmeiras…
Será que no meio de 300 conselheiros, não existe um unico dirigente digno de nossas tradições ??

É muito chato quando até a TORCIDA vai contra a SEP, nós estamos nos igualando aos caras (dirigentes, conselheiros, dirigentes de outros times e a imprensa) que destratam nossa grande paixão, é preciso atitude, ser forte, lutar contra todos que estão no barato de deixar a SEP menor, e bem no seu centenário. Forza Palestra!

E muitos aqui criticaram o Clovis Rossi quando previu que seriamos tri da serie b. Nao era preciso ser visionario pra saber que tudo isso ia acontecer. Brunoro e a maior farsa da historia do futebol.

A única forma do Palmeiras voltar a ser PALMEIRAS é um milionário turco ou árabe comprar o futebol do verdão, se depender dessas múmias que “dirigem” o Palmeiras iremos muitas vezes disputar a série b.
Quem diria que um dia eu iria torçer para o Palmeiras acabar?, assim acaba os vexames, fecha logo.

Fico pensando em casa. Que tipo de pessoas estão a frente da administração do clube?? Sério!!! Esses dias vi uma entrevista do Brunoro dizendo que ele chega às 9h e sai às 22h. Kra, ele só pode ficar o dia inteiro vendo seriado, filme, mulher pelada..sei lá, porque trabalhando é que não é. Não é possível trabalhar tanto assim, ficar tanto tempo assim pra só fazer besteira. Ou seja, qualquer pessoa que trabalhe 8h diárias pra fazer o que ele está fazendo já é um incompetente. Agora trabalhar mais que isso pra fazer essa %$#* e receber o que recebe, o incompetente não é só ele é o empregador que o mantém no cargo. Porque se alguém tiver a capacidade de me explicar a troca do Barcos por jogadores medíocres, tendo ainda que no final pagar $milhões para ficar com um deles, me explicar onde está o Patrocínio Master ou ao menos os patrocínios pontuais para jogos em TV aberta como Domingo contra o Flamengo, onde está o calendário comemorativo e as ações de marketing e propaganda do centenário. Se alguém conseguir me explicar tudo isso, e nem precisa falar nada sobre Kardec e outras contratações, juro eu tiro o chápeu, peço desculpas e só chamo essa diretoria de gênios! Alguém se habilita?

Pra ver o quanto estamos valorizados:
Relação das partidas que terão transmissão no meio da semana, tiradas do site da globo:

QUARTA-FEIRA, 7
Copa do Brasil
22h – São Paulo x CRB
Transmissão: TV Globo para SP, PR, AL e CE (com Cléber Machado, Caio Ribeiro e Leonardo Gaciba) e SporTV 2 e PFCI (com Henrique Guidi e Rivelino Teixeira)

E você acha que é qualquer palmeirense que aguenta ver esse arremedo de time que temos hoje? Está certíssima a Globo, e se tiver treino da Fórmula 1 em horário de jogo do Palmeiras é melhor que ela transmita a corrida. Além de ter mais audiência, vai fazer com que alguns palmeirenses – aqueles que não aceitam a situação atual e a ladainha do “é hora de apoiar” porque conhecem a verdadeira história de grandeza do clube – economizem dinheiro com antidepressivos.

Por gentileza , sera possível ate o dia 26 de Agosto de 2014, termos alguma novidade , perante as receitas oriundas de algum patrocínio máster, na camisa da SOCIEDADE ESPORTIUVA PALMEIRAS?

Os artigos de Claudio Aparício da Silva Baptista Junior, ilustram com clareza, os aspectos de um empreendimento que deve ser o divisor de aguas do clube, é não um centro de debates para celeumas e discórdias, Claudio sempre revela alternativas diretas, em diversos sentidos adequando , ferramentas, ao complexo, que sera sem duvida um exemplo de excelente alternativa , e captação de recursos!

Temos um patrimônio físico, invejável, estamos em pleno Centenario , utilizamos o enxoval de uma das marcas mais conhecidas do planeta, temos um Naming Rights, da maior Seguradora do planeta, mas temos uma gestão, que conta valores mínimos para manter a modalidade que deu origem ao amor de 18 milhões de fanáticos torcedores, esta é a visão turva de uma gestão sem elo, com a realidade dos fatos!

Aos amigos Alviverdes, são 35 rodadas restantes, com 105 pontos a serem disputados, não se iludam com titulo, ou classificação a alguma competição da organização criminosa com sede no paraguay, desta forma teremos que rezar para alcançarmos 45 pontos, 10 Vitorias, 12 empates, e 16 derrotas, este é o visível retrospecto desta equipe montada pala competente administração profissional, lamentável, senhores!

O rompimento da SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS, com a mídia predatória já é tardia, o que ocorreu com o zagueiro alviverde, que foi suspenso, da próxima partida do brasileiro, pelas imagens, torna-se publica e notória, a intenção de prejudicar radicalmente o clube em todos os aspectos, o centro avante gamba que no ultimo domingo fez um gol usando uma das mãos, para ajeitar a bola, foi visível e vergonhoso, mas pasmem , os malditos cronistas esportivos desta mídia calhorda , alegaram haver um pênalti , anterior não marcado, fato que só os olhos manipuladores foram os responsáveis pelas imagens, lembrando que quando Hernan Barcos utilizou a mão para desviar a bola para o gol , que empatou o jogo contra as coloridas em porto alegre, a mesma mídia repetiu, milhares de vezes, o lance, determinando uma culpa ilimitada, além das criticas, absurdas desferidas, agora o tal Nobre que esta na presidência faz o que? Hoje temos um plantel de risos, um técnico para equipes amadoras, um CEO, rico e incompetente, um gerente de futebol animador de festas para deficientes visuais, enfim, uma circo de horrores , sem reações dignas dos profissionais, que tanta vimos , com rótulos pomposos , este não é o PALMEIRAS, de uma torcida já cansada de idiotas na gestão!

Impressionante o Número seqüencial de Notícias negativas em um só lugar ! Acho que o Palmeiras deveria pedir licença por uns 2 anos para por a casa em Ordem !

Caro amigo. O Palmeiras pediu licença em 2002 e dá pra cá só voltou pra falar um “oi” meio rápido em 2008 e 2012. O pior que em 2012 o time falou “oi” e para não perder o embalo já falou “tchau” de novo. Apesar de eu ter nascido na década de 80, comecei a ver futebol no início dos anos 90. Então não sei como foram os anos de escuridão do Verdão na década de 80, mas o que eu estou vendo há mais de 10 anos, nem de longe lembra aquele time que me deu tantas alegrias na década de 90. Lembro que eu olhava no jornal e ficava incrédulo quando via que o time estava em 5º ou 6º na tabela do Brasileiro ou de outro campeonato, pois eu havia me acostumado a ser campeão ou ao menos chegar as finais. Praticamente todos os anos foram assim. Claro que todos os anos ficamos esperançosos e mantemos nossa fé independente do estado que esteja o time, mas uma coisa é certa, hoje temos medo, pois passamos 2 vezes pelo limbo devido a incompetência administrativa de se montar um bom elenco e começamos a ver que a coisa se repete.
É uma pena que no ano do centenário estejamos com medo de cair, de não ficar na série A, de não sonharmos mais com títulos, mas com uma vaguinha na Libertadores. Hoje, com todo respeito, sonhamos como sonham os torcedores do Náutico, Sport, Figueirense, Chapecoense, Santa Cruz e por vai.
Força Palestra!

Impressionante é chamarem isso de mídia palmeirense. Jogamos contra nós mesmos e buscamos um Judas pra malhar, afinal assim como futebol, Judas tb é momento.

Por tudo que estão dizendo. Pelas notícias que estamos lendo, acho que o melhor mesmo é FECHAR logo.

Os comentários estão desativados.