Categorias
Verdão na Mídia

VERDÃO NA MÍDIA 15-05-2014: Dorival tem apoio de líderes e é o preferido do time para assumir Verdão ❘ GLOBO ESPORTE COM

NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

• Dorival tem apoio de líderes e é o preferido do time para assumir Verdão

Dorival Júnior é um dos favoritos para assumir o cargo de técnico do Palmeiras e até já se encontrou com a diretoria, na última segunda, em Florianópolis. No que depender do elenco do Verdão, a chegada dele será muito bem-vinda. Os jogadores o tem como preferido.

O estilo de trabalho e a personalidade de Dorival agradam aos atletas. Muitos, inclusive, o veem parecido com Gilson Kleina, demitido na semana passada, e que tinha grande aceitação do grupo.

Alguns líderes do elenco já trabalham com Dorival, como Wesley, no Santos, e Fernando Prass, no Vasco. As referências passadas por eles são as melhores possíveis, e o comandante conta com o apoio dessas peças importantes para ser contratado pelo clube. O volante fez questão de elogiá-lo muito e disse abrir a portas para a chegada dele.

– É um cara que sabe bem de futebol e já passou por muita coisa. Na época em que trabalhamos juntos no Santos, ganhamos títulos. Isso marca o nome. Não sei qual a cabeça da diretoria e o perfil que buscam. Com certeza (abro a porta a Dorival). Sabe muito de bola e é humilde – declarou o jogador.

O elenco também ficou aliviado com a possibilidade da contratação de Vanderlei Luxemburgo ter se tornado muito remota, já que a maioria não aprovava a chegada dele.

Dorival Júnior está sem trabalhar desde o final do ano passado, quando não conseguiu livrar o Fluminense do rebaixamento no Brasileirão. Ele disse que a reunião com a diretoria do Palmeiras foi proveitosa. O clube pretende ouvir pelo menos mais dois técnicos e cogita ir atrás de estrangeiros.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

••

NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

• Lúcio defende interino e não se anima com interesses em gringos

Em busca de um treinador para a vaga deixada por Gilson Kleina, o Palmeiras tem realizado uma série de entrevistas na tentativa de ter o candidato ideal à vaga. Depois de já ter ouvido figuras como Vanderlei Luxemburgo (este hoje mais distante) e Dorival Júnior, o clube listou dois treinadores estrangeiros como alvos: o paraguaio e ex-jogador do Verdão, Chiqui Arce, além do argentino Ricardo Gareca. A possibilidade de trazer um gringo, porém, não animou ao capitão e experiente zagueiro, Lúcio.

– É outra cultura. Tem que saber se fala português fluente para passar todas as informações. Não vai ser fácil, para ele ou para nós. Tem um choque cultural, língua, tudo influencia muito. Futebol é muito rápido, e tem momentos em que não dá para parar e explicar. Acho difícil, mas o foco está em campo. Os jogadores estão se fechando ao máximo para isto não atrapalhar o rendimento – avisou.

Para reforçar sua posição, o líder do elenco palmeirense demonstrou voto de confiança ao técnico interino Alberto Valentim. Com 100% de aproveitamento em dois jogos, o ex-auxiliar de Kleina conseguiu na quarta garantir o time na terceira fase da Copa do Brasil, após a vitória no Pacaembu por 3 a 0 sobre o Sampaio Corrêa.

– Infelizmente a gente não conseguiu as vitórias quando o Kleina estava como treinador. Agora é manter o foco. A questão de treinador, se vem ou não vem, a gente não pode deixar influenciar no dia a dia do futebol. Tudo no início é pequeno e depois de torna grande. Esse pode ser o caso do Alberto – reforçou.

– O importante é a gente manter o foco de hoje e do último jogo. A equipe tem de manter o foco em campo, naquilo que o Alberto está pedindo. Todo mundo correndo, e se dedicando, é assim que a gente vai se superando – completou o jogador.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

••

NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

• Henrique diz que já esperava fazer gol em todos os jogos no Verdão

Por William Correia

O novo centroavante do Palmeiras mostra a cada vez que entra em campo que Alan Kardec, hoje no São Paulo, é passado. E não se surpreende com isso. Henrique marcou contra o Sampaio Corrêa o seu quarto gol em quatro jogos vestindo a camisa alviverde e garante que tudo está dentro de sua expectativa.

“Eu esperava. Tenho comigo que, onde chego, quero fazer sempre gols. Para ser sincero, trabalho para isso acontecer”, disse o atacante que, com os sete gols que fez no Paulista pela Portuguesa, já soma 11 em 2014, um a mais do que o antigo dono de sua posição no Verdão.

“Claro que quatro jogos e quatro gols é uma média muito boa, mas sem meus companheiros, se não fosse o grupo todo, eu não chegaria a essa marca. Espero continuar, senão com gols, ajudando a equipe dentro de campo, marcando, dando passe, assistência. O que mais pesa é o Palmeiras sair vitorioso em campo”, discursou o camisa 19.

Demonstrando humildade, Henrique disse que Marquinhos Gabriel merece até 70% de crédito pela assistência que deu em seu gol nessa quarta-feira. Ao mesmo tempo, o atacante esbanja confiança. Além do gol nessa quarta-feira, levantou a torcida no Pacaembu com um chute da intermediária que acertou a trave e um chapéu antes do terceiro gol do time.

“Treino todo dia algumas coisas. Infelizmente, aquela bola não entrou. Foi uma pena, acertei um ótimo chute. Mas consegui fazer o gol depois”, sorriu o jogador de 24 anos, completamente adaptado ao Palmeiras mesmo tendo chegado há menos de três semanas.

“Foi uma coisa muito rápida. Estava 12, 13 dias parado, resolvendo rescisão com a Portuguesa, e, quando cheguei ao Palmeiras, fui muito bem recebido, desde o presidente a quem faz o almoço. Trabalhei quatro, cinco dias, e já tive que me adaptar o quanto antes. Mas, quando você joga com jogadores inteligentes, facilita um pouco”, elogiou, contente por ter sido o nome mais festejado pela torcida no Pacaembu.

“Fico feliz, mas quero retribuir isso dentro de campo. Estou bem tranquilo porque sei que tenho que mostrar muito ainda. Procuro melhorar cada vez mais, trabalhando sempre com os pés no chão e humildade. Tenho maturidade e inteligência para saber dosar e deixar a empolgação com a torcida”, assegurou.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

••

BLOG DO ROBERTO AVALLONE ❘ UOL ESPORTE

• Cenas inusitadas de uma noite palestrina

Bem, antes de mais nada, uma explicação: resolvidos os problemas, pelo menos parcialmente, volto aqui a batucar no teclado e a conversar com os amigos.

Conto, por exemplo, uma inusitada – e agradável – noite de quarta-feira, onde, a convite do empresário Thomas Lico Martins – o popular Don Licone -, corintianíssimo, (assim como sua esposa, Sandra) fui convidado para testemunhar palmeirenses torcendo contra o poderoso Sampaio Corrêa em seu belo apartamento no Morumbi. E não é que a turma estava tensa, como se pela frente estivesse o Real Madrid?

Lá estavam o Rogério Lugó (da Turma do Amendoim), o olheiro Andrezinho Tessitore, o publicitário e futuro papai Caio Vinicius (meu filho), o advogado Milton D’Andréa, o engenheiro Divo (que dorme quando o Palmeiras joga mal), e o afilhado do Lico, o Sérgio, que torce pelo São Paulo. Cada um com reação diferente, diante do jogo. É curioso. Mas remete ao passado: sem brigas, sem discussão, com direito a zoação, é claro, sempre com boas risadas.

Bem, risadas menos para os palestrinos no primeiro tempo do jogo, um zero a zero assustador. Seria reprise do filme da eliminação para o Asa de Arapiraca, em 2002, em pleno estádio que era Parque Antártica e hoje é Arena inconclusa? Não, não foi: ressurgindo das próprias cinzas, como Fênix, depois de passar sufoco e tendo em Mendieta um herói inesperado, o Palmeiras fez um, dois, três gols (Mendieta, Henrique – seu quarto gol em quatro jogos – e Felipe Menezes) e acabou com o perigo de zebra.

Está, pois, classificado.

Ah, a novela do momento… Sim, sim, o novo técnico. Se não é Luxemburgo, supostamente descartado (nunca se sabe), se Dorival Júnior por enquanto foi apenas contatado (não confundir com contratado) e o leque de possibilidades voltou a se abrir para outros nomes, melhor não entrar nessa brincadeira de esconde-esconde ou de palestras de emprego e esperar por informações oficiais.

Trata-se de mais uma novela, talvez tipo “O Direito de Nascer”, longa e nada moderna.

Por dedução, creio que na verdade não há convicção e nem pressa porque o técnico-interino, Alberto Valentim, está indo muito bem. E que se futebol é momento, no momento mais valeria a pena contratar uns quatro bons jogadores (um lateral-direito, um zagueiro, mais um centroavante, mais um grande meia, caso Valdivia saia mesmo) do que ficar dependendo da varinha mágica de um treinador que talvez nem a tenha. Até que Valentim mostre que não é tudo que parece ser e precise voltar a ser auxiliar por mais um tempinho.

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO ROBERTO AVALLONE ❘ UOL ESPORTE

••

BLOG DO MENON ❘ UOL ESPORTE

• Palmeiras vence, com atitude de clube grande, um adversário digno

Terminado o jogo, o comentarista da Rádio Mirante, de São Luiz, afirmou “quem vir o resultado, não saberá da história do jogo. O Sampaio não merecia perder de três a zero”. Perfeito. O “Bolívia querida” foi um time digno e m sua torcida pode ficar satisfeita com seus jogadores.

Mas, se 3 a 0foi muito, por que eu coloquei esse título no post que busca retratar o jogo?

Eu, quem me acompanha sabe, não sou um defensor da tese que a tática define o jogo.

Números, estatísticas, posse de bola, esquemas com números e sem números podem explicar o jogo. Mas não é tudo. Se fosse tudo, futebol seria muito menos do que é. Seria pouco mais que nada. Futebol é muito mais que tática. É lógico que um time não deve e nem pode entrar em campo sem um posicionamento pre-ensaiado, sem que os jogadores saibam como se posicionar etc. Mas, repito, não é tudo.

Um drible pode desmontar tudo o que os esquemas definiram antes de a bola rolar.

O Palmeiras, no primeiro tempo do jogo, foi novamente um time sem ideia futebolística. Tinha três atacantes e uma bola que não chegava. E quase termina com dois atacantes, graças à imbecilidade de Leandro e a complacência do árbitros. As cotoveladas mereciam um vermelho.

No segundo tempo, após cinco minutos, o Palmeiras mudou. Parecia outro time. Como se, de repente, os jogadores tivessem recebido uma mensagem do Divino (Ademir?) que deixasse bem claro o seguinte vocês jogam no Palmeiras. O outro time é o Sampaio Correia. Então, mandem no jogo.

Foi assim. Wendel avançou e o jogo começou a se transformar em um ataque x defesa. Marquinhos Gabriel entrou e melhorou muito o time, com velocidade e lucidez, qualidades que passaram longe de Leandro.

Depois do gol, o Palmeiras não recuou. Não deu campo ao adversário. Continuou sufocando. Não deu o contra-ataque. O jogo estava definido, graças à atitude de time grande do Palmeiras. No final, uma surpresa. O Sampaio, que estava preso em seu campo, que estava nas cordas, mostrou uma dignidade imensa. Com Pimentinha, foi ao ataque. E o Palmeiras, que passou por um ou dois sustos, conseguiu dois gols no final, graças aos espaços dados pelos maranhenses.

Muito bacana ver um goleador sem grife como Henrique fazer seu quarto gol em quatro jogos.

Futebol é assim. Permite períodos de heroísmo aos pouco abençoados pela técnica.

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO MENON ❘ UOL ESPORTE

••

BLOG PITACOS DO PALESTRA ❘ LANCENET

• Valdivia fora: Mendieta ‘apagou’ o erro

Por Fellipe Lucena

A diretoria do Palmeiras deve ter vibrado em dobro com o gol de Mendieta, que abriu caminho para a vitória sobre o Sampaio Corrêa. O paraguaio foi bem e, na prática, supriu a ausência de Valdivia, mas não dá para compará-los. Com o Mago, o time provavelmente sofreria menos – fez 3 a 0, mas não foi tão fácil. Ele poderia ter jogado: bastava adiara liberação para a seleção do Chile.

As chances de o camisa 10 não atuar mais pelo clube são grandes, mas quem paga o (alto) salário dele ainda é o Palmeiras. Valdivia, que tem a Copa do Mundo como prioridade, certamente ficaria contrariado com a decisão, mas tem compromisso com quem fez esforço para contratá-lo, faz esforço para mantê-lo e se desdobrou para transformá-lo em um jogador “normal” depois de um período nebuloso de lesões. A diretoria deveria ter batido o pé.

Sem o melhor jogador do time, o interino Alberto Valentim fez o simples mais uma vez. Se o futebol apresentado novamente não encantou, pelo menos a vitória foi justa. Se primeiras tentativas de Henrique e Mendieta não batessem na trave, o alívio viria antes.

Outro mérito do (auxiliar) técnico foi substituir Leandro, algo que Kleina pouco fazia, apesar da fase ruim. Marquinhos Gabriel entrou bem de novo, e teria condições de assumir a vaga mesmo se o colega não fosse para a Seleção Brasileira sub-21 de Gallo.

Leia aqui a matéria completa → BLOG PITACOS DO PALESTRA ❘ LANCENET

••

BLOG DO MARTÍN FERNANDEZ ❘ GLOBO ESPORTE COM

• Novo técnico vai definir permanência de Wesley no Palmeiras; Dorival é o favorito

O futuro técnico do Palmeiras vai definir a permanência (ou saída) de Wesley no clube. O volante tem contrato com o clube até fevereiro de 2015 – portanto pode assinar um pré-contrato com outra agremiação a partir de agosto, e sair sem que o Palmeiras ganhe com sso. Outra possibilidade é vendê-lo na próxima janela de transferâncias, última chance de fazer algum dinheiro com o jogador.

A direção do alviverde quer que Wesley fique, “desde que não exija ganhar o dobro do que ganha hoje”. O favorito para substituir Gilson Kleina e assumir a direção do time é Dorival Júnior, que trabalhou com Wesley no Santos.

Nesta quinta-feira, o Palmeiras descartou também a possibilidade de contratar Jorginho para dirigir o time no ano do centenário.

Jorginho teve uma passagem tão boa quanto curta pelo banco do Palmeiras em 2009, entre a saída de Vanderlei Luxemburgo e a chegada de Muricy Ramalho. A diretoria quer alguém com mais lastro para o cargo. Hoje, Dorival é o preferido.

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO MARTÍN FERNANDEZ ❘ GLOBO ESPORTE COM

••

BLOG DOIS TOQUES ❘ ESPN BRASIL

Por Camila Mattoso e Marcus Alves

• Gareca, Arce e mais um encerram fase de entrevistas no Palmeiras

O Palmeiras vai ouvir mais três técnicos para terminar as entrevistas e entrar na fase de negociação para decidir quem vai ocupar o lugar deixado por Gilson Kleina. Ricardo Gareca, ex-Vélez Sarsfield (ARG) e Chiqui Arce, ex-lateral do Palmeiras e atual técnico do Cerro Porteño (PAR), estão nesta lista.

A chance de Vanderlei Luxemburgo, que já se reuniu com a diretoria, é quase zero e o nome mais forte no momento é o de Dorival Júnior. O técnico foi o que mais agradou à cúpula alviverde. O time palestrino ainda não conversou de dinheiro com nenhum dos treinadores estudados.

Como Gareca e Arce são de fora do Brasil, o contato com eles tem sido mais difícil. A expectativa é de que na próxima semana já exista um profissional definido e uma proposta de trabalho seja encaminhada.

Leia aqui a matéria completa → BLOG DOIS TOQUES ❘ ESPN BRASIL

••

COLUNA DO JORGE NICOLA ❘ DIÁRIO DE S.PAULO

• Arce recusa oferta para treinar Verdão

Horas após desistir de Vanderlei Luxemburgo, o Palmeiras tentou contratar o paraguaio Arce. O primeiro contato ocorreu na noite de terça, por telefone. Ídolo palmeirense na década de 90, o ex-lateral foi procurado por Omar Feitosa.

Arce não esperava o convite e ficou empolgado com a possibilidade de assumir a vaga deixada por Gilson Kleina. Ainda assim, pediu alguns minutos para pensar. Na segunda ligação, também na terça, o técnico agradeceu muito pela lembrança, mas recusou. A justificativa é de que a saída do Cerro Porteño pegaria mal depois de ele ter montado todo o elenco — a equipe, inclusive, fez boa campanha na Libertadores e quase eliminou o Cruzeiro nas oitavas.

Na manhã desta quarta-feira (14), o primeiro vice palmeirense, Maurício Precivalle, ainda ligou para Arce, tentando fazê-lo mudar de ideia. Precivalle garantiu que José Carlos Brunoro viajaria hoje ao Paraguai a fim de acertar os últimos detalhes. Mesmo sem convicção, Arce voltou a dizer “não”.

• Segundo “não”

Antes de Arce, o Palmeiras já havia recebido a negativa de Tite. O ex-comandante corintiano foi procurado assim que Kleina caiu e disse que só trabalhará após a Copa. A partir daí, começaram as negociações com Luxemburgo.

• Efeito Mustafá

Grande responsável pelo veto a Luxemburgo, Mustafá Contursi tem pelo menos dez dos 18 votos do COF. E ele deixou claro a Paulo Nobre que nenhuma conta do presidente seria aprovada até dezembro se Luxemburgo assumisse.

• A perigo

Por falar em contas, Paulo Nobre tentará aprovar as de março nesta noite, no COF. Pela primeira vez desde que assumiu o clube, ele corre o risco de ver a recusa do órgão, irritado com os seguidos déficits.

••

COLUNA PAINEL FC ❘ FOLHA DE S.PAULO

Por Bernardo Itri

• Palmeiras quer conversar com dois técnicos que atuam do exterior

Depois de ter conversado com Dorival Jr. e Vanderlei Luxemburgo, a diretoria do Palmeiras tenta se encontrar com mais dois treinadores. O problema: ambos estão trabalhando fora do Brasil, o que dificulta uma reunião presencial entre o clube e os técnicos. Enquanto isso, Dorival Jr. foi o treinador que mais agradou a cúpula palmeirense. A conversa com ele foi considerada muito mais interessante do que a com Luxemburgo.

• Altos…

O encontro da diretoria com Dorival Jr. fez com que as chances de Luxemburgo assumir o Palmeiras chegassem perto de zero. O treinador não foi mais procurado desde o encontro na última sexta-feira.

• …e baixos

Luxemburgo tem dito que está totalmente focado na recuperação de sua filha, que passou por uma cirurgia recentemente.

••

COLUNA DE PRIMA ❘ LANCENET

Por Marcelo Damato

• Acelera!

No ritmo dos últimos seis meses, o Allianz Parque só ficará pronto perto do aniversário do Palmeiras, em 24 de agosto. A obra tem avançado cerca de 3,5% por mês. Em meados de novembro, o índice de conclusão era de 68%. Em meados de janeiro, chegou a 75%. Mais quatro meses e bateu em 90%. Depois da obra, será preciso conseguir os alvarás.

••

26 respostas em “VERDÃO NA MÍDIA 15-05-2014: Dorival tem apoio de líderes e é o preferido do time para assumir Verdão ❘ GLOBO ESPORTE COM”

Se esse cara de derrotado, e péssimo pseudo-tecnico, Dorival Jr for contratado, o Palmeiras cairá novamente pra B. Não confundam as coisas em achar que já 2 times de SC já cairam, pois, o Chapecoense por exemplo, já trouxe o artilheiro da serie-B, o Rangel, que jogou muito no mesmo Chapecoense. E por experiência já vi times menores estar pra cair e depois darem uma arrancada. O Palmeiras completíssimo e com um técnico experiente, com pulso firme e vencedor, se salva da B, nada mais!!! E com esse Dorival, e como o time que quase foi eliminado pelo poderoso S.Correa, as chances de cair são gigantescas. Não vivo de pessimismo, vivo de realidade. E esse time nosso e’ muito fraco, e só cego ou devoto do P. Nobre e’ quem não vê. E como sairão em breve: Valdivia e Wesley, a tendência e’ piorar. Penso que este BR será um sufoco! E com o Dorival, será ainda pior.

Concordo que o Palmeiras seja GRANDE e, portanto, deve contratar CRAQUES a altura de sua tradição. No entanto, acredito piamente na POLÍTICA INOVADORA do Presidente Paulo Nobre, cujo desdobramento protagonizará a recomposição FINANCEIRA do Clube a médio prazo. Para que isto ocorra será FUNDAMENTAL a UNIÃO de FORÇAS, ao contrário da DIVISÃO que hoje ESFACELA o Clube. Tenho certeza de que ainda no ANO do CENTENÁRIO, o PALMEIRAS RESSURGIRÁ FORTE e IMPONENTE como sempre! FORZA VERDÃO, CHEGA de DIVISÃO!!!
http://blogdugento.blogspot.com.br/

Concordo com o Gibao, nosso time ‘e formado de jogadores dignos que tentam fazer o melhor que podem, infelizmente, a maioria ‘e limitada.
Por isso a necessidade maior de ter um treinador competente.
Dorival Jr. nao creio que seja o nome.
Ainda prefiro o Gareca ex Velez.
Hj saiu um boato sobre Marcelo Oliveira, que estaria saindo do Cruzeiro, nao ‘e o nome dos sonhos, mas dentro do cenario atual, me agradaria.
Alguien tem Noticias disso? Ou referente ao novo tecnico?
Ja que nosso presidente playboy e seu aspone nao dao nenhuma satisfacao a torcida. Devem estar contando as moedas com o mentor/cancer, mustapha

Mas o PLANO DE MUSTAFÁ e NOBRE , continua á todo VAPOR —-OU SEJA : DESCER MAIS UMA VEZ , E ECONOMIZAR POR MAIS UM ANO !!!! Só que desta vez , nem colocando o ingresso á 10 reais, eles vão conseguir lotar o ALLIANS !!!!

E tem uns idiotas , que ainda acreditam no jogo de CENA de MUSTAFÁ E NOBRE MEU DEUS !!!! Como diria o cumpadre Whashington —SABE NADA INOCENTE !!!! DORIVAL JR conseguiu a proeza de em apenas um ANO, DESCER VASCO E FLUMINENSE !!! IMAGINEM O PALMEIRAS COM ESSE ELENCO !!!!!

Acho que colocar o time serie C como sendo de responsabilidade do Drival acho um pouco exagerado… Ele não derrubou apenas não conseguiu fazer um milagre, salvar um campeonato todo de merda em 5 rodadas…

De todos nomes cogitados, por questões inequívocas , o único ruim , porque tem dois times rebaixados para a serie b, em seus últimos trabalhos, se chama Dorival júnior e ao que parece, sera o único aprovado por mustafa contursi, nosso mandatário, agora declarado! Senhores não existe nenhuma possibilidade de voltarmos a ser um grande clube enquanto este câncer estiver “andando pelas alamedas” , não desejo sua morte, apenas um derrame, que o deixe invalido, sem conseguir falar, andar e sem realizar suas atividades fisiológicas sem ajuda de terceiros, imaginem que “lindo” o playboy empurrando a cadeira de rodas de mumu , pelas alamedas. Não esqueçam nossa meta em 2014: mais 40 pontos, se conseguirmos sera uma façanha, quanto ao tamanho da Instituição : no momento minúscula , nossa torcida: gigante , já passou da hora de protestarmos seriamente contra a gangue do mustafa, incluindo o playboy e outros da mesma laia, olha que são muitos!

Cara, não adianta o nefasto se afastar do Palmeiras, ele vai deixar a semente e e vai deixar gente regando-a todos os dias…Isso nunca vai ter fim, vamos morrer e as coisas não vão mudar la dentro…

O melhor treinador é aquele que tiver coragem de bater de frente com Mustafá e suas marionetes, e exigir que os cofres sejam abertos para a contratação de bons jogadores. Não sendo assim, e continuando com esses jogadores, o técnico pode ser o Guardiola, o Valentim ou mesmo um cone.

Temos jogadores dignos, fracos, mas dignos. Jogaram com vontade ontem, mas sabemos que é muito pouco. Paulo Nobre, vc é a maior decepção que tive no mundo do futebol. Achei que voltaríamos a ser grande novamente, e percebo que vc é uma grande enganação. Faz um favor p toda a nação Palmeirense: PEDE PRA SAIR!!!

Qualquer técnico é um tiro no pé com esse time medíocre… como dizia minha vozinha, sem ovos não dá pra fazer um omelete…

Exato, sou totalmente a favor da permanencia do Valentim(que pra mim não deve nada para o Dorival) e da um elenco decente pra ele trabalhar. Sem um lateral direito bom de oficio, um zagueiro decente, mais um meia(caso o valdivia saia) e dois atacantes não dá…

Dá para fazer redução drástica de despesas e ter um time competitivo?

Não se gasta só no time. Não sei quanto existe de desperdício num monte de gente, num monte de contratos de serviço. Onde tem 30 elementos, talvez funcione só com um numa emergência. Precisa ter um plano de emergência. Você lembra quando eu sofria ataques fantásticos? Um deles vinha por parte desses histéricos que levaram o clube à essa situação vergonhosa e eles estão por lá, gravitando até hoje. Para desmoralizar os meus princípios de administração, eles diziam que o clube não é banco para ter dinheiro aplicado. Dinheiro é para gastar, diziam. Isso estava aí na internet, colocado por esses anônimos que estão aí até hoje. Agora é pior porque somos banco para pagar R$ 20 milhões de juros por ano. O que seria mais recomendável: ter recursos para poder se impor nas negociações ou agora, de chapéu na mão, sair pedindo favores? Esses caras estão até hoje por aí, formando opinião, com os mesmos sites, com os mesmos pseudônimos, com as mesmas siglas, UVB, 3VB, Palmeiras Todo Dia, Pró-Palmeiras. Eles não admitem a desgraça que causaram ao clube com suas opiniões. Sir Mustafá.

Sobre o efeito Mustafa, está claro que o presidente Paulo Nobre é um fantoche. Nem ele e nem o Brunoro mandam.

E querem saber mais? EU ACHO QUE O CLUBE NÃO RENOVOU COM O KARDEC PORQUE O MUSTAFA NÃO QUIS. Ele deu entrevistas para um blogueiro qualquer dizendo que era um absurdo pagar R$ 12 milhões pelo jogador.

Pode ter certeza Wagner, e acho mais, o brunoro não e tao ruim, mas só faz o que o mustafa manda ou deixa, via seu novo marionete: o playboy! Tem gente achando que o tal do Henrique sera vendido o final do ano, amigos não se esquecam tem uma janela de transferencia no meio do ano, se o cara continuar arrebentando vai embora mates que possamos piscar os olhos, lembrem- se : ninguém e inegociável e não seremos reféns do centenário, pelo jeito nem da seria também , o que importa são as contas. Ah e a torcida, nos que nos lasquemos, pra não dizer outra coisa!

Genial esse Marcelo Damato. Simplesmente pegou os números divulgados pela construtora, tirou a média e concluiu quando será a conclusão da obra.
Deviam ter contratado ele lá atrás, com os 3,5% por mês definidos por ele, o estádio ficaria pronto em cerca de 28 meses. Menos de 2,5 anos…
Devia ser engenheiro ele. Tem muito futuro.

Esse é o nível da atual imprensa. Também o Paulo Pobre só aparece quando dá rolos, ai a imprensa fica no joga verde para colher maduro.

Os comentários estão desativados.