Categorias
Verdão na Mídia

VERDÃO NA MÍDIA 22-05-2014: Com Gareca nas tribunas, Verdão encara surpreendente Figueirense ❘ GLOBO ESPORTE COM

NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

• Com Gareca nas tribunas, Verdão encara surpreendente Figueirense

Palmeiras e Figueirense se enfrentam nesta quinta-feira, às 19h30, na Arena Fonte Luminosa, em Araraquara, com a presença de Ricardo Gareca nas tribunas do estádio. Oficializado como treinador do Verdão, o argentino vai acompanhar o time de perto pela primeira vez na despedida do interino Alberto Valentim. Depois disso, ele será auxiliar de Gareca. Até agora, Alberto conseguiu três vitórias em três jogos (Goiás, Sampaio Corrêa e Vitória).

Sem nada com isso, o Figueirense quer novamente surpreender. Após vencer o Corinthians, o desejo é repetir a dose contra o Palmeiras e da mesma forma: apostando no contra-ataque. Com um trio de volantes e apenas um meia, Giovanni Augusto. Tudo para conseguir deixar a zona de rebaixamento. Ricardo Bueno, Artur, Thiago Heleno e Rivaldo, jogadores com passagem apagada pelo Verdão, agora estão no time catarinense e devem ter sentimento diferente para o jogo.

Paulo Schleich Vollkopf, do Mato Grosso do Sul, será o árbitro do jogo, auxiliado pelo goiano Fabricio Vilarinho da Silva (FIFA) e pelo mato-grossense Paulo Cesar Silva Faria (ASP-FIFA).

O GloboEsporte.com acompanha o jogo em Tempo Real, com vídeos, a partir das 19h (horário de Brasília). Na TV, a partida será transmitida ao vivo pelo canal Premiere e Premiere HD, no sistema pey-per-view .

AS ESCALAÇÕES

Palmeiras: o técnico interino Alberto Valentim treinou com o seguinte time na véspera da partida em Araraquara: Fábio, Wendel, Lúcio, Marcelo Oliveira e William Matheus; Renato, Wesley e Mendieta; Diogo, Marquinhos Gabriel e Henrique.

Figueirense: sem poder contar com o volante Nem, o técnico Guto Ferreira deverá mandar a campo o mesmo time que bateu o Corinthians: Tiago Volpi; Leandro Silva, Thiago Heleno, Marquinhos e Guilherme Lazaroni; Paulo Roberto, Luan, Rivaldo e Giovanni Augusto; Everton Santos e Ricardo Bueno.

QUEM ESTÁ FORA

Palmeiras: Fernando Prass, Bruno César (lesionados), Valdivia (Chile), Eguren (Uruguai) e Leandro (seleção sub-20).

Figueirense: Nem, com uma lesão muscular, deve voltar no início da próxima semana.

OS PENDURADOS

Palmeiras: Josimar e Henrique.

Figueirense: ninguém.

O ÁRBITRO

Paulo Schleich Vollkopf

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

••

NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

• Em 1º contato com Gareca, Palmeiras desafia Figueirense, o “estraga festas”

A primeira impressão é a que fica. E esse vai ser o ditado levado a ferro e fogo pelos jogadores do Palmeiras, que estarão, pela primeira vez, sob os olhares de Ricardo Gareca, treinador argentino que será o sucessor de Gilson Kleina, mas ainda não estará no banco de reservas. O adversário é o Figueirense, que tem tudo para ganhar o rótulo de estraga festas oficial do Campeonato Brasileiro se conseguir vencer em Araraquara, às 19h30 desta quinta-feira.

Isso porque o time paulista vem de três vitórias e vive um momento de rara ansiedade e festa nos últimos tempos com a contratação de um treinador que fez muito sucesso na Argentina, mas precisará desafiar uma sucessão de fracassos de estrangeiros no comando de times brasileiros.

O time de Florianópolis, por sua vez, não quer nem saber de festa. Ficou mais do que provado na última rodada. Até então, a equipe não tinha, sequer, somado um ponto ou marcado um gol no Brasileiro. Resolveu fazer pela primeira vez em plena inauguração do Itaquerão.

Para o duelo, ainda com Alberto Valentim no banco de reservas, o sistema tático palmeirense não deve ter mudanças drásticas. A escalação que terá reforços em relação ao time que bateu o Vitória na última rodada. As novidades são as voltas de Wendel e William Matheus.

“O Figueirense é uma equipe de qualidade, mas temos o apoio da nossa torcida e a qualidade dos nossos jogadores para fazermos uma grande partida. Estamos com muita confiança e o trabalho tem sido feito. É uma base do professor Gilson Kleina, que deixou uma equipe montada. O Alberto era auxiliar-técnico e já sabia o que cada jogador tinha de fazer em campo. Temos de ter determinação e, com posse de bola, ter qualidade para jogar”, disse o lateral direito ao site oficial.

Do outro lado, o técnico Guto Ferreira terá o retorno de dois atletas: Vítor Júnior e Raul. O primeiro, que não atuou no final de semana porque pertence ao Corinthians, tem mais chance de iniciar o jogo. Raul fica à disposição do treinador após cumprir suspensão.

“A nossa ideia é manter a postura agressiva na parte defensiva e continuar evoluindo no meio-campo. Não importa qual é o sistema tático do adversário. Vamos marcar por setor. A tendência é que a gente mantenha o sistema 4-4-2”, disse Guto Ferreira ao Diário Catarinense.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

••

NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

• Com Gareca, Palmeiras volta a ter um técnico argentino após 35 anos

Com a contratação de Ricardo Gareca, anunciada na noite de quarta-feira, o Palmeiras volta a ter um técnico argentino depois de 35 anos. O ex-comandante do Vélez Sarsfield (ARG) é o sexto hermano a treinar a equipe alviverde, sendo que o último deles foi Filpo Nuñez. Este teve três passagens pelo Verdão e ficou marcado por trabalhar na primeira Academia de Futebol.

O primeiro dos seis a chegar foi Jim López. Ele ficou à frente do Alviverde por 41 jogos em 1950, e fez parte da campanha que rendeu o título Paulista. Ainda naquela década, em 1952, Abel Picabéa foi outro argentino a ser o chefe palmeirense: 39 partidas sob seu comando.

Armando Renganeschi, em 1961, levou a equipe ao vice-campeonato da Libertadores e ainda ficou marcado por ter indicado a contratação de Ademir de Guia. Três anos depois, a chegada de Filpo Nuñez. Destes, foi aquele com passagem mais longa e marcante pelo clube.

O treinador chegou em 1964 e comandou a Primeira Academia, uma equipe que tinha jogadores como Ademir da Guia, Djalma Santos, Julinho Botelho e Dudu. Conseguiu o título do Rio-São Paulo de 1965, e foi o treinador da Seleção Brasileira na estreia do Mineirão, naquele mesmo ano. A equipe canarinho, que venceu o Uruguai por 3 a 0, foi representada toda pelo Palmeiras. O argentino é até hoje o único estrangeiro a ter comandado o Brasil.

No mesmo ano Filpo deixou o clube, mas voltaria em outras duas oportunidades (1968-1969 e 1978-1979). Entre este período, Alfredo González, campeão paulista em 1944 como jogador pelo Verdão, treinou por só 14 jogos (dois meses) em 1968, mas é outro hermano a ficar na história do clube. Agora, os treinadores do país vizinho contam também com Gareca, que assinou até junho de 2015.

Em sua história, o Verdão foi comandado em 305 jogos por técnicos argentinos (Filpo Nuñez foi aquele com mais partidas, 154). O retrospecto é bem favorável: 173 vitórias, 65 empates e 67 derrotas. Nesta quinta, o resultado do jogo contra o Figueirense ainda não entrará nesta estatística, pois o novo comandante deve ficar apenas nas tribunas vendo o jogo em Araraquara (SP). Sua estreia pode ocorrer domingo, ante a Chapecoense.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

••

NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

• Ex-colega, Marcos elogia Fábio e torce como se fosse seu filho

Por Tossiro Neto

As atuações de destaque do goleiro Fábio com a camisa do Palmeiras não surpreendem Marcos, para muitos o principal nome da posição na história do clube. Os dois foram companheiros, de fato, por um período não muito longo, mas suficiente para que o agora ex-jogador percebesse no garoto (de hoje 24 anos) uma grande promessa.

Fábio foi sendo incorporado à Academia de Futebol aos poucos, em 2010, pelo técnico Luiz Felipe Scolari, depois de passar por todas a categorias inferiores. “O Felipão já falava dele anos atrás, lembra? ‘Tem um goleiro bom na base'”, diz Marcos, que se aposentou antes do início da temporada 2012, na qual Fábio, passada a fase de experiência, foi oficialmente promovido.

Felipão não foi o único a notar seu talento. Gilson Kleina, recém-demitido, deu a Fábio suas primeiras chances como profissional, nas derrotas para Paysandu e Chapecoense, pela Série B do Campeonato Brasileiro, no ano passado. Apesar dos resultados negativos do time reserva, seu desempenho não foi questionado, assim como no revés para o Sampaio Corrêa, na Copa do Brasil deste ano, quando substituía o lesionado Fernando Prass. Tanto é que continua como titular.

“Conheço o trabalho do Fábio já tem um bom tempo. É um cara que tem todas as condições de seguir com a camisa do Palmeiras, é criação da base. Fico feliz e orgulhoso, porque tive o prazer de trabalhar com ele. Quando vejo alguém que saiu da base e está jogando no time de cima, fico orgulhoso e torcendo como se fosse meu filho que estivesse em campo”, elogiou Marcos.

Além de Fábio, o elenco palmeirense conta com Bruno (goleiro de 29 anos e campeão da Copa do Brasil de 2012, mas que coleciona falhas em momentos decisivos e não inspira confiança na torcida), Vinícius (de 20 anos, também formado na base) e Deola (de 31 anos, que treina com o grupo, mas pode ser emprestado para outro clube). Eleito por Kleina o substituto de Prass, o camisa 47 segue à frente da meta sob comando de Alberto Valentim, técnico interino e que dará lugar para o recém-contratado argentino Ricardo Gareca. Após a derrota no primeiro jogo, está invicto há três.

Se dependesse de Marcos, talvez fosse Fábio o titular até mesmo quando Prass se recuperar da cirurgia no cotovelo direito. “Torço para que ele possa fazer um grande trabalho e permanecer no gol do Palmeiras por muito tempo”, avalia o ídolo e “quase pai”, que volta a torcer pela cria às 19h30 (de Brasília) desta quinta-feira, quando ela entra em ação diante do Figueirense, em Araraquara.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

••

BLOG DO FABIO SALGUEIRO

• Gareca vai ter que tirar leite de pedra

Ricardo Gareca, de 56 anos, é o novo treinador do Palmeiras. Assinou contrato até 30 de junho de 2015 e assume o lugar de Gilson Kleina, demitido no último dia 8.

No entanto, o treinador supercampeão com o Velez Sarsfield terá que tirar leite de pedra no comando do Palmeiras. Sua vida não será fácil no Palestra Itália e por dois motivos: pela carência de talentos do atual elenco e pela pressão da torcida.

O jejum de título torna a missão de qualquer treinador ainda mais árdua à frente do clube. Além disso, os cofres vazios e a política imposta pelo presidente Paulo Nobre, de contratar jogadores por produtividade, afasta os bons atletas do clube.

O Palmeiras tem hoje um elenco mediano, com potencial para cumprir campanha apenas regular no Brasileirão. Experiente, acredito que Gareca se informou antes de assinar com o clube brasileiro. Topou o desafio e agora terá que mostra serviço.

A expectativa é enorme diante do seu trabalho.

A postura da diretoria do Palmeiras deve ser elogiada. Paulo Nobre buscou algo novo. Não quis apostar no nome de um novato, até porque ficou claro após a passagem de Kleina que a torcida não aguentaria mais um novato no comando.

Vanderlei Luxemburgo foi a primeira opção e o acordo foi firmado. Inclusive, banquei a contratação do treinador. No entanto, a rejeição da torcida fez Nobre recuar.

O presidente não quis trazer Luxemburgo de volta ao clube e deixar a massa em polvorosa, disposta a entrar em choque com o elenco a cada tropeço do time. Agiu com sensatez…

Com Gareca, o Palmeiras terá experiência no comando e um crédito perante a torcida. A nação alviverde pedia um nome novo e o clube buscou. O apoio da arquibancada será vital para que Gareca tenha tranquilidade para conseguir vitórias no comando do Alviverde.

O treinador argentino gosta de trabalhar com jovens e isso foi decisivo também na escolha de seu nome para o lugar de Kleina. Diante do desastre financeiro atual, Nobre sabe que as categorias de base podem ser uma saída. Por isso Gareca terá a missão dar chance a novos talentos.

Ideal seria que a diretoria conseguisse dar alguns reforços ao treinador para que o time encorpasse. O Palmeiras precisa ser remontado, mas nenhum técnico conseguirá essa proeza sem vitórias. Então que Gareca tenha respaldo da diretoria para mostrar seu trabalho.

Gostei da escolha do Palmeiras e principalmente da postura de Nobre e seus pares de buscar um treinador estrangeiro, no caso argentino. Gareca vai agitar o clube, mexer com a classe dos treinadores por aqui e fomentar a disputa entre os técnicos brasileiros. Isso será ótimo para o futebol canarinho.

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO FABIO SALGUEIRO

••

BLOG DO ROBERTO AVALLONE ❘ UOL

• Como será o Palmeiras de Ricardo Gareca?

É o que se especula depois de o técnico já estar de contrato assinado até 30 de junho de 2015 com o clube, tornando-se o sexto treinador argentino a passar pelo Palestra (antes dele lá estiveram Jim Lopes, Abel Picabéa, Armando Renganeschi, o grande Filpo Nuñes e Alfredo Gonzalez, todos com êxito à exceção de Picabéa), o que torna tradicional a identificação.

Mas como que vale é daqui para frente, a expectativa é de que o Palmeiras seja ofensivo como gosta Gareca (ex-centroavante) e que ele possa indicar ao clube bons jogadores argentinos, que jogam muito e ganham menos do que os badalados por aqui.

Especula-se que ele gosta de Lucas Pratto, de Milito (só que este já tem 34 anos e acaba de deixar a Inter de Milão), acreditando-se que, como opções, deva gostar também de Zárate (companheiro de Pratto no Velez Sarsfield) e de um jogador que considero fantástico, Piatti, do Sam Lorenzo.

Mera especulação, repito.

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO ROBERTO AVALLONE ❘ UOL

••

COLUNA DO JORGE NICOLA ❘ DIÁRIO DE S.PAULO

• Voto vencido

O iminente acerto do Palmeiras com Gareca mostra o lado democrático de Paulo Nobre. Isso porque o presidente alviverde era a favor da contratação de um treinador brasileiro.

• Em campanha

Dono de parte dos direitos econômicos de Valdivia, Osório Furlan reuniu mais de cem conselheiros palmeirenses em uma pizzaria, na terça-feira. Ele está em campanha para ser conselheiro vitalício.

••

COLUNA PAINEL FC ❘ FOLHA DE S.PAULO

Por Bernardo Itri

• Dividida

“Tenho um pé atrás com técnicos estrangeiros. Minha preferência era pelo Renato Gaúcho“ – Wladimir Pescarmona – Pré-candidato à presidência do Palmeiras, sobre o argentino Ricardo Gareca

••

31 respostas em “VERDÃO NA MÍDIA 22-05-2014: Com Gareca nas tribunas, Verdão encara surpreendente Figueirense ❘ GLOBO ESPORTE COM”

Fox ao vivo com o Gareca…e de cara ele já disse que é uma honra e um orgulho dirigir o maior campeão do Brasil (palavras dele) e que só vai ser aceito pela torcida se ele ganhar…e que tem expectativa de ganhar títulos e que veio para isso…oremos…

Ao palmeirense que disse que o sultão vai apoiar o PESCARMONA, –SABE DE NADA INOCENTE !! Quem mustafá apoia até a morte, é o Paulinho do RALYE e pronto !! O resto é tudo jogo de CENA !!

VALDÍVIA (FERNANDA TORRES), LEANDRO (BRUNO MARS), BRUNO CÉSAR (TEVEZ), GARECA ( ROD STEWART + ROBERTO CARLOS). VAI MONTAR UM TIME DE SÓSIAS É?

O cruzeiro foi campeão ano passado…SÒ COM REFUGO. Um bom técnico monta um a boa equipe. Nós torcedores queremos tudo, craques….mas esquecemos do principal inimigo que quebra qualquer time…as arbitragens. Elas, inclusive, nos rebaixaram em 2012.

O super, Mega, Hyper, Non plus ultra….time dos bambis que a tupiniquim press disse ser favorita ao título e que a press todo dia elogia está atrás do time “que segundo alguns” e inclusive da sua torciada vai ser rebaixado em 2014…….. e tem torcedor que compra isso como verdade e dá-le fogo AMIGO…

Sem contar q o Kardec sairia d qqr forma do Palmeiras….com 20.000 e o q mais fosse. Toda a imprensa fez nossa torcida achar q nossa diretoria é amadora, qdo o péssimo negócio quem fez foram os bambis, q gastaram um caminhão de dinheiro, pq tiveram q pagar alem do 13 milhoes, mais uma grana preta pro agente e pro pai do kardec, num jogador q não dará o retorno pra gerar lucro, e para um time como o Palmeiras q tem q ser vigilante a todo o tempo pra se reestruturar, seria um absurdo querer cobrir a proposta delas. E no fim das contas conseguimos um jogador praticamente de graça, muito mais eficiente até o momento e q pode nos gerar retorno importante daqui a pouco tempo numa eventual venda. Será q o negócio foi tão ruim assim pro Palmeiras como a imprensa impõe?

Nem chegou e a tupiniquim press já começou a costumeira estratégia…que não faz com seus queridinhos:….”Perto do Palmeiras, Gareca carrega fama curiosa: não gosta de verde” Lance………..”Nem chegou e já foi alvo das gozações nas redes sociais: argentino cotado no Palmeiras vira sósia de Mick Jagger” Globo…… logo aparece um palmeirense dizendo ser absurda a teoria da conspiração.

Renato Gaucho??? E esse cidadão realmente quer ser Presidente do Palmeiras! Se o mustapha conseguir eleger esse cara vou ter que ignorar futebol por pelo menos dois anos…

BUEMBA!!! PAULO NOBRE se recusa a pagar o ingresso do Gareca p jogo de hoje em Araraquara. Disse que não está incluído no contrato.

O Paulo Nobre tem cometido erros terríveis. Vamos torcer pro Gareca dar certo.
Mas o que dizer do Pescarmona?
Que desilusão!

RENATO GAUCHO (interrogação) ainda bem que não foi eleito (exclamação)
ando meio puto com o paulo nobre, mas acho que desta vez ele acertou. Falta uns jogadores para tirar 10.

Espero que o Gareca surpreenda também nas contratações. Precisamos de jogadores que estejam no auge agora. O DM já tá bem cheio de veteranos e jogador fora de forma.

O Fábio Salgueiro fala sobre um jejum de títulos que acentua a pressão, sendo que ganhamos uma Copa do Brasil em 2012. Ele só pode ter feito um copy paste de quando contratamos o Caio Junior… Para ver como esses cronistas são predispostos a falar mal do Palmeiras.

Está na hora do Paulo Nobre começar a mostrar serviço. Há 15 meses no cargo, tudo que conseguiu foi ganhar a segundona, não mais que obrigação, vender ou doar o Barcos, o Henrique, o Kardec, e devem sair ainda o Valdívia e talvez o Wesley. Ainda não renegociou as dívidas, não conseguiu a CND Previdenciária que até o Flamengo tem e não conseguiu um patrocinador máster. Ou seja, não tenho nenhum motivo para estar satisfeito com sua administração. Se votasse hoje, não o reelegeria. Mas, tomara que esteja errado, e que traga os reforços necessários para que o competentíssimo Gareca possa trabalhar decentemente. Paulo Nobre, por favor, pare de me decepcionar.

Para vocês verem o nível de capacidade intelectual dos nossos conselheiros, o imediatista e opositor PESCARMONA tem como técnico preferido o Renato Gaúcho…. realmente sabe de nada, inocenti!!!! Outro detalhe, PN voto vencido na busca ao técnico estrangeiro, realmente só a morte dará jeito na mentalidade dessa corja!

A coisa não anda bem com Paulo Nobre, concordo, mas imagina um Pescarmona substituindo-o ? Ruim com ele, pior sem! Pobre Palmeiras.

Estou confiante no trabalho do Gareca! Espero que torcida e diretoria tenham paciência e deem condições do cara realizar seu trabalho.
E pra constar: há quem diga que é picuinha, mania de perseguição, mimimi, dêem o nome que for, mas essa imprensa é foda. Até domingo o figueirense tinha 3 derrotas e não havia marcado nenhum gol. Bastou vencer a gambazada no entulhão que virou “time traiçoeiro” e “estraga festas”. Ah, tenham dó!! Mesma coisa o Ganso, que desde que chegou ao bambi poucas vezes foi notado em campo, mas bastou marcar dois gols no domingo e já começou a babação de ovo. Que bom que a verdade não demorou a aparecer e o time tomou uma naba ontem, pra acabar com logo com essa fábula.

O Paulo Nobre não precisa nem fazer campanha para se reeleger. Basta citar as declarações dos membros da oposição como pescarmona e Frizzo. Perto deles o Nobre é um gênio, afinal em terra de cego quem tem um olho é rei!
E tem mais, esse pescarmona questionou os benefícios ao sócio-torcedor! É outro que quer manter apenas os sócios do clubinho votando e mandando! VOTO DIRETO AO SÓCIO-TORCEDOR JÁ!

Como esse pescarmona é ridículo… o cara só dá entrevistas pra falha de sp e insiste em dar manchete negativa pro Palmeiras. O q importa pra esses velhos é o poder e não o Palmeiras! Só uma chacina resolve de vez o problema…

Toda sorte e todo apoio ao Gareca! Ponto para a diretoria! E, como disse o Flávio, realmente não temos outra alternativa política, então P.Nobre, não nos decepcione que estaremos apoiando!

horizonte sombrio na política palmeirense. um é um mosca morta. outro é capaz de matar a mãe para ir em baile de órfãos. fora uma múmia que de vez em quando quer arrombar a porta do sarcófago.

Waldir Perscamona, se fosse a favor da filha do Renato Gaúcho concoradaria.
Passa o tempo e o Palmeiras não se livra desses dinossauros.
Bem vindo Roberto Carlos do Palmeiras. Só espero que nossa diretoria traga os caras que ele pedir.
Precisamos esconder dele o Bruno, Wendel, Juninho Pampers, JOSIMAR, Felipe Menezes, Miguel, Manda eles pescarem com o Kleina. Senão o Roberto Carlos assusta.

Os comentários estão desativados.