Categorias
Opinião

Voltando prá realidade

Por V. Criscio

Já comentei antes: no futebol às vezes você faz tudo certo, e dá errado. E às vezes faz tudo errado: e dá certo! O Palmeiras de 2009 merecia o título brasileiro. Pelo menos fez mais coisas certas que seus concorrentes. Mas perdeu. Em 2012 fez tudo errado. E ganhou o título da Copa do Brasil. E há mais exemplos…

A final deste domingo no Maracanã, e o título da Alemanha, mostra que se você faz tudo certo – planejamento, organização, ausência de soberba, paciência, … – a chance de ganhar é bem maior que perder. Lembrando que a Alemanha foi:

– finalista em 2002;

– semi-finalista na Copa em 2006 em seu país (o atual técnico Joachim Low era auxiliar de Klinsmann);

– finalista na Eurocopa 2008, perdendo prá Espanha;

– semi-finalista na Copa em 2010 na África do Sul (perdeu para a Espanha);

– semi-finalista em 2012 na Euro 2012;

– finalista na Copa em 2014. E campeã!

Lembrando que em 2013 dois alemães fizeram a final da Champions League. E em 2014 o Bayern parou nas semis.

Ou seja: alguma coisa de bom esses caras devem estar fazendo no futebol, não é mesmo?

Leia clicando aqui sobre a reestruturação das categorias de base na Alemanha. 

E no Brasil?

Mas no futebol não há método infalível. Bastava Palácios não deixar a bola escapar e poucos falariam da organização e planejamento germânico. Mesmo assim não tiraria o mérito dessa seleção alemã.

Além disso, vamos falar do demérito. Em minha opinião há mais coisas entre o céu e o inferno do que simplesmente culpar Scolari e cia. pelo vexame de Copa. No Brasil temos arbitragens desastrosas, time caindo e continuando na série A, excessiva manipulação do STJD, espanholização do futebol brasileiro com monopólio financeiro para Corinthians e Flamengo, influência perversa da tv, … essas coisas podem ter mais significado neste vexame do que a cabeça dura de Felipão. Some-se a isso um campeonato paulista fraco (Ituano campeão), regionais anacrônicos e que servem para enriquecer federações e nivelar por baixo os clubes. Além de um Brasileiro de baixíssimo nível. Isso é consequência da desorganização e má gestão do futebol, é verdade. Mas poucos querem reconhecer esses problemas. E atacar as causas.

Há muito o que se copiar da Alemanha. Não só o modelito vermelho de dona Angela. Temos coisas a copiar dentro e fora de campo.

E a Argentina?

Se a Alemanha é exemplo, a Argentina por ter chegado à mesma final também é?

Não! Seus times estão todos quebrados (exceto o Lanús). O Governo estatizou a transmissão do futebol, o que tira qualquer possibilidade de alavancar receitas de transmissão. A economia local está em crise e as contas de patrocínio são baixíssimas. Seus principais jogadores jogam na Europa. E os jovens que se revelam, ou menos famosos, estão encontrando mercado no Brasil. O Presidente da AFA (a CBF de lá) é tão bom para o futebol argentino como Ricardo Teixeira foi para o Brasileiro.

Então como chegaram? Campeonato de tiro curto, a diferença foi Messi, Mascherano e Sabella. E tinha um elenco mais forte e mais bem treinado que o elenco brasileiro. Podiam ter ganho o jogo e o título, afinal, futebol é futebol.

Mas não ganharam!

E o Palmeiras?

Vamos voltar ao nosso time. E ao Brasileirão.

Depois de Gareca e reforços – Mouche, Tobio e cia. – que claramente reforçam o elenco, o time deve subir na tabela do Brasileiro. Falam em Pratto mas Brunoro desmentiu. Já o Clarin diz que o Palmeiras vai fazer uma oferta nesta 2a feira (clique aqui e leia).

Por outro lado, Valdívia pode sair. Alguns acham que Valdívia não vale quanto pesa. Eu já acho que sua saída seria um erro, mesmo ficando a menos de 1 ano do fim do seu contrato. Se ele sair, quem será o meia titular? Teremos time prá brigar prá valer ou vamos torcer para não darmos vexame?

Do lado da gestão, pouco a se falar. Continuam brigando com a WTorre – numa tremenda miopia e egocentrismo de muitos – , sem receita de patrocínio master (a culpa é da Copa) e com Brunoro declarando que o Palmeiras contratou profissionais mas não implantou profissionalismo. Tá mandando mensagem prá quem quiser ouvir. E ainda vai ter eleições presidenciais esse ano.

Ou seja, segundo semestre animado.

Então vamos “adelante”.

Alvi-grüne Grüße!

40 respostas em “Voltando prá realidade”

Na minha opinião o futebol brasileiro cmeçou a degringolar com por 2 fatores: Elitização do futebol com a criação do Clube dos 13 e o enfraquecimento dos clubes com a entrada da Lei Pelé.
Com relação à venda do Valdivia, só poderia ser considerada boa se trouxessem alguém do mesmo naipe. Não é impossível, mas é improvável. Se eu fosse o Brunoro iria atrás do Felipe Gedoz.

Pessoal está se esquecendo q ter o Valdívia é o mesmo q não tê-lo. Como sempre, vale lembrar q é muito bom tecnicamente, mas se machuca demais e ainda fica suspenso a cada 3 jogos q joga. E apesar de ser até regular qdo atua, mesmo assim ainda temos q considerar q algumas vezes ele não vai jogar bem. A conta é simples.
E ainda, adianta vc armar um esquema para um jogador sendo q ele estará fora muitas vezes? Não tem jeito, tem q ir mesmo… E torcer pra q algum milagre apareça pra meia.

Pra dispensar jogador tá fácil, mas pra contratar… Huuummm… Só se tiver em promoção. Palmeiras, o único time que vive outra realidade. Quando tudo parece estar dando certo, lá vem m€>{>|?

Pois é, parece que o Palmeiras só vive defecando, para vender jogador é fácil…. agora pra contratar jogador é uma novela interminável, a não ser, quando tiver mesmo em promoção. O INTUITO DO PAULO NOBRE É COLOCAR O PALMEIRAS NA SEGUNDONA NOVAMENTE E SE REELEGER NA ELEIÇÃO PRÓXIMA!!! O único feito que esse presidente está conseguindo é ser PIOR que o banana do Tirone!!!

Bernardo, nem chegou, quase n jogou e já saiu para o Vitória. Quem o indicou, quem aprovou a contratação, e quem o contratou???….. sinistro.

Eu vou tirar a resposta da sua pergunta: Quem o indicou?? MUSTAFÁ!!! Quem aprovou??? PAULO NOBRE!! Quem o contratou?? BRUNORO!!! Simples assim.

QUER MUDANÇAS NO FUTEBOL BRASILEIRO? COMECE COM QUEM MANDA E DESMANDA NELE:……….A GLOBO…………1. Ela é que marca jogos às 22 horas por causa da novela………….2. Ela que favorece e só transmite jogos de 2 times, fomentando a espanholização do futebol tupiniquim. E ainda paga 50% a mais de cotas para estes. Imparcialidade a gente não vê por ai……..3. Forma opinião, contratando só comentaristas e jornalistas, torcedores desses 2 times………….4. Apoia a capitania hereditária chamada stjd, formada basicamente por torcedores de times cariocas, e que aplica as regras de acordo com seus interesses……………..5. Fez acordo com André Sanches para implodir o clube dos 13, em troca de apoio total ao Corinthians…………..6. Perseguia Ricardo Teixeira, até ganhar os direitos exclusivos de transmissão do nesse circo de oba-oba, pagode e ufanismo forçado. …………8. Aproveita e aposenta Gagálvão Bueno, Arnaldo briga com imagem Rabbit e as imagens manipuladas que favorecem ou prejudicam alguns times, dependendo de sua parcialidade.

Excelente, além de acabar com quem manda e desmanda no futebol brasileiro que é a globo, temos que acabar com o fadítico A LEI PELÉ, que só favorece os empresários e acaba lascando os clubes. QUEREM REALMENTE MUDANÇAS NO FUTEBOL BRASILEIRO??? PRIMEIRO ACABEM COM QUEM MANDA E DESMANDA QUE É A GLOBO, A LEI PELÉ E OS NOSSOS MAFIOSOS DIRIGENTES (seja CBF, federações e clubes)!!!

Que tipo de substituto queremos para o Valdívia? Um meia com as características dele, driblador, que joga o antigo (e prazeroso) futebol arte, ainda que, às vezes, não renda o que se espera dele, ou um meia armador com características de jogo vertical, que faça a ligação do meio para o ataque com rapidez, ainda que não tenha tanta habilidade?
O primeiro realmente está em falta no mercado, não se vê mais jogadores cuja principal característica seja a habilidade.
Se for o segundo, vai no Lanús ou no próprio Velez e lá teremos o substituto do Valdívia, pagando um preço muito baixo para tanto.

Concordo com quase tudo que o VICENTE disse. PROFISSIONALIZAÇÃO E PLANEJAMENTO, na minha opinião, sao as palavras chaves. Sonho, desde sempre, que os clubes e/ou federaçoes deveriam ter as suas UNIVERSIDADES CORPORATIVAS DO FUTEBOL para FORMAR e CAPACITAR toda a estrutura humana envolvida com o futebol. Principalmente os jogadores da base. Hj nos temos atletas profissionais com hipertrofia muscular e hipotrofia de cortex cerebral. Correm muito e pensam pouco ou nada. Não fecha a equação. É preciso formar o atleta dando a ele um minimo de formação que o faça PENSAR um pouco. Liderança dentro do campo se faz com atletas que saibam pensar. Mudar estruturalmente o futebol passa por esse caminho. Ou então vamos viver eternamente com esses “brucutus” dentro do campo e que não sabem falar o minimo na midia e, principalmente, um com o outro dentro do campo. FORÇA CRISCIO….. PRESIDENTE!!

Valdivia. Converse com qualquer rival e pergunte o que acham do sujeito. Rasgam elogio. Tem gambá que falou que só assiste jogo do Palmeiras se ele estiver em campo, pois gosta de ve-lo jogar. No jogo contra o Chile, ouvi bambi e gamba chamar o Sampaoli de burro, pois o medo era o valdivia entrar em campo. No ultimo jogo que entrou em campo, contra o Goias, levantou a torcida tres vezes com lances de meio de campo. Meus filhos assistem videos do cara no youtube. Sim, vive no dm, como também contar com ele é uma incognita. No meu ponto de vista, sou Valdívia 50% a ter um cabeça 100%. Em.resumo: discordo da venda.

Meu filho tb gosta dele, o problema é quem vai substitui-lo. Ele não ta mais afins de ficar aqui, a copa já foi e ele não vai se empenhar. Melhor vender e apoiar o Bruno Cesar.

Vitor, a gente sempre apoia qq um que está em campo. Mas meia armador de qualidade nao existe no mercado. A gente tem, tá certo que a gente nunca sabe qdo pode contar , mas temos e vendê-lo por uma grana que nao daria nem para comprar o Kardec é o fim da picada.

Concordo que quando ele quer jogar, não tem outro no mercado, mas ele falou que quer mudar de ares e agora que a copa já acabou, e como você mesmo disse, não sabemos quando poderemos contar com ele. Se for assim, vende logo e tenta recuperar a grana, ou empatar. E vai atrás de outro, porque com a economia que vai se fazer da pra vir outro meia. Se bem que eu dava uma força para o Bruno Cesar.

É o mesmo caso do Barcos: o problema não é alguém que evidentemente não quer ficar acabar saindo, mas de quem NÃO VIRÁ para o lugar dele. Gostaria de saber onde estão agora todos aqueles que defendiam com unhas e dentes a saída do Pirata com base na “sensacional” troca cinco por um, afinal um já era nosso de qualquer maneira (e hoje está processando o clube), dois eram perebas que simplesmente ninguém queria e que fizeram absolutamente NADA por aqui, um enganou na Série B mas já mostrou que não engraxa chuteiras do argentino e o quinto elemento NUNCA existiu. Será que o nosso brilhante dupla dirigente manterá seu estilo de trabalho?

1- Quando se ganha, tudo esta esta certo, a vitória esconde (deméritos) muita coisa….
2- Quando se perde, tudo esta errado, a derrota esconde (méritos) muita coisa….
3- O erro maior foi de Felipão e nós sabemos disso: Felipão vai até o fim com quem ganhou alguma coisa(betinho caso extremo) é só lembrar do mundial Evair voando e Paulo Nunes não jogando nada, quem foi titular na libertadores foi privilegiado independente do momento…
4- Em 2006 2 2014 o erro foi não convocar quem estava em melhor momento( Phelipe Coutinho, Miranda, talvez arriscar um kaka) enfim futebol é momento….
5- Quanto ao nosso time todos sabemos que precisamos de um técnico, e alguns jogadores, há anos temos uma boa base, o que falta são jogadores titulares, alguns podem ter chego, mas acredito que ainda faltam uns 2 ou 3…
6- Quanto a diretoria, vão me bater mas vejo mérito em PN ter emprestado 85 milhões, eu poderia ter feito mais, mas não tenho 85 milhões, imagina sem esses valores onde estaríamos….
7- A diretoria tem que fazer mais, e creio que só com mudanças que sabemos também necessárias, estatuto, voto do sócios e sócios torcedores e por ai vai…..
8- Cada vez mais vamos precisar de times uniformes, craques em extinção e caros…
9- Pisaram na bola falando muito de copa e esquecendo nosso dia-adia, viu 3vv!!!!!!

Marcos, só uma ressalva quanto ao seu item 6: preocupa-me bastante um presidente “emprestar” ao clube que dirige e para cujo cargo concorrerá à reeleição dinheiro de “seu próprio bolso”, pois isso acaba gerando mesmo que de forma não intencional uma certa “obrigação” para que ele continue, mesmo fazendo um trabalho no mínimo decepcionante, para não dizer UM FIASCO. A CBF precisa de modernidade, e ela obrigatoriamente passa pela modernização dos clubes e do fim do monopólio da Rede Globo (e leia-se aqui o monopólio Corínthians/Flamengo). O formato da “Gestão Nobre” nada trouxe de moderno. O Palmeiras certamente não voltará a ser grande gastando o que não tem, mas essa possibilidade se tornará cada vez menor à medida que seus dirigentes continuarem reféns do pensamento obtuso de Mustaphá Contursi.

Os empréstimos do Nobre foram para o Palmeiras pagar menos Juros, Não acho que o empréstimo que ele fez, vá influenciar o Processo democrático, ao contrário, na Prática os riscos são apenas dele, se ele não for re-eleito corre o risco de não receber o dinheiro de volta. Minha única preocupação é que não é profissional o presidente emprestar dinheiro.

Bom, se tem gente que isenta o Scolari da nossa queda, dizendo que ele não tinha jogadores, qual a desculpa pra isentar ele do maior vexame sofrido em copas?

Scolari já foi, faz tempo. É um velho teimoso que de futebol, podem espernear, não entende mais nada.

E queria aqui defender o Fred.
O Fred me lembrou muito os jogadores que jogaram no ataque do Palmeiras na epoca do Scolari. Sempre isolado, sem ninguém pra jogar a bola pro cara. (Obs : Eu nem gosto do Fred, mas da pra se ver quem é o real culpado por sua atuação desastrosa).

Cadê o lateral direito??? Cadê o meia no lugar do Valdívia? Cadê o o Pratto?
Enquanto temos Marin e Del Nero na CBF no Palmeiras temos MUSTAPHÁ CONTURSI!!!
GILSON KLEINA para técnico do Brasil, cadê a impresa marron?

Em tempo, Valdivia é um meia que o Brasil não teve nessa Copa e sem ele o Palmeiras cairá muito tecnicamente. Se vender, terá que trazer outro, mas quem????

Boa pergunta para ser respondido pelos gênios que querem a venda de Valdívia como se estivesse sobrando dinheiro e meias com o mesmo perfil, nos jogos do Palmeira sem o Valdívia sofremos mais que o normal.

Texto muito sensato. Parabéns. A diferença é que para os Alemães o time chegar e perder é sinal que está no rumo certo. Enquanto nessas plagas é sinônimo que está tudo errado e deve começar do zero.
Culpar Felipao apenas é atacar o efeito em vez da causa. A CBF foi dirigida por 23 anos por um sujeito obscuro e agora saí das mãos da múmia Marin para o incompetente Marco Polo Del Nero, que certamente envergonharia o Del Nero que fez parte do time da arrancada heróica.
Quanto à TV, não creio que o mais certo é culpa-la pela nossa situação. Eles não endividaram o clube de forma inconseqüente, nem elegeram o Tirone.
Também não é culpa da TV o fato de não investirmos na marca, em categorias de base ou qualquer outras formas de valorizar os nossos ativos.
Então devemos esquecer as muletas se olhar para dentro antes de atacar do muro pra fora. E pra quem é sócio esse ano oferece uma oportunidade inédita de começar a mudar, basta votar com sabedoria e honestidade.

O discurso do Felixão não mudou nada depois que saiu do Palmeiras, sempre a mesma ladainha. Lógico que conhece muito de futebol, mas não consegue desde o Chelsea mostrar que manja do riscado mostrando resultado dentro das quatro linhas. Acredito que está mais do que na hora de PARAR para repensar tudo desde 2002. === Na minha opinião o Valdívia deveria ter saído faz tempo, aproveita agora que acabou a Copa, que não está TOMANDO TODAS NA NOITE e vende, antes que volte a ser o Chinelo de sempre. === Gareca e as novas contratações, espero que de tudo certo… estou cansando de ver ano após ano o Palmeiras mostrando um futebol ridículo. Isso se essa gestão de M… não atrapalhar, porque até agora não fez P… nenhuma. (PS: Contratar jogadores é obrigação).

Concordo com quase tudo. Só discordo em relação ao Valdívia. Na minha opinião, se aparecer uma proposta, ele deve ser negociado. Chega de depender de um jogador que nunca joga uma partida decisiva, ou está machuado, ou suspenso, ou na seleção chilena. O Gareca deve ter algum meia argentino habilidoso para indicar a contratação. As múmias da CBF devem ter visto a Espanha campeã na Copa de 2010 e, gênios que são, encontraram a solução para o futebol brasileiro: centralizar as forças em dois times. Para eles, essa deve ser a fórmula para a seleção se fortalecer.

Em relação ao futebol brasileiro, tenho uma visão diferente da maioria das pessoas. O futebol de um país não faz sucesso por ter super times. Um campeonato faz sucesso quando o time médio incomoda demais o grande. Foi assim em São Paulo nos anos 70 e 80. A grande mídia costuma privilegiar o contrario: acha que o importante é jogar contra argentinos e europeus.
O futebol brasileiro será forte internamente quando Pontes e Bangus baterem em Flamengos e Corinthians. Fortaleça o médio, todos crescerão. E que o corinthians perca…rs

Quando ao Palmeiras, fez boas contratações AGORA – e só agora – mas não aumenta receitas. Sejam os argentinos um sucesso aqui ou não, o modelo não é sustentavel. pode dar certo, mas não é fruto de planejamento. Assim, se tudo der certo, estaremos no estagio de profissionalismo do calccio dos anos 80, quando milionários (chamados lá de ricco burros, aliás) investiam na contratação de craques internacionais por impulso. Ah, minto: ainda não chegamos ao calccio dos anos 80: lá eles sempre tinham patrocinadores-master nas camisas…
Abraços a todos,
Marcos

Lembrando que muitos dos jogadores da Alemanha joga no time do Bayern então tem conjunto o que não acontece com o Brasil que temos times falidos e nosso jogadores estão na Europa.

Não concordo com sua visão. Então já temos um campeonato forte. Quem foi o último campeão Paulista. Nem médio é. É pequeno. E tem um ditado: Nunca ajudaras o pobre, matando o rico.

Os comentários estão desativados.