Categorias
Resenha dos Jogos

Brasileirão R14 Atlético MG 2×1 Palmeiras: a vanguarda da incompetência

E não digam que o Galo não colaborou!

Acho difícil conseguirmos tanta facilidade quanto hoje para vencer fora de casa. Bastava ter colocado onze jogadores em campo. Afinal Felipe Menezes, Henrique, Wesley e Leandro foram escalados mas não jogaram.

Mas vamos lá: o Atlético errou bolas no ataque, na defesa e no meio campo. Não aproveitamos nenhuma delas.

Tentamos três vezes no segundo tempo atacar pela lateral direita e nas três chegamos fácil à linha de fundo.

Aí simplesmente desistimos de insistir nessa jogada.

Primeiro tempo razoável – uso o padrão do jogo para medir nossa atuação, como o jogo foi péssimo, nossa atuação até que foi razoável. Até que aos 44 tomamos um gol. Indefensável, mas Tardelli dominou como quis na frente da nossa área.

Segundo tempo e o jogo – ninguém imaginava que pude isso pudesse acontecer – piorou em relação ao primeiro tempo.

Meio que a fórceps empatamos. Como eu disse, Pierre fez pênalti, mas mesmo assim Henrique enfiou para dentro.

Estava fácil, entrávamos pela ponta direita facilmente. Aí desistimos de tudo e ficamos dentro da nossa  área esperando o Galo atacar.

Gareca pedia que avançássemos e nada. Só Allione tentava alguma coisa, o resto era chutão e passes errados.

Depois dos 40, como já virou praxe, tomamos o gol da derrota.

Josimar resolveu driblar na frente da nossa área. Deu no que costuma dar. Gol deles!

Fomos atabalhoados para frente  e contamos com a costumeira ajuda do Pierre. Ele fez falta ao lado da área nos exatos 45 minutos do segundo tempo.

Felipe Menezes esperou o time inteiro chegar na área e chutou para bem longe do gol.

Daí ficamos os dois últimos minutos gastando o tempo e nem um mísero levantamento para a área para ver o que acontece.

Está claro

Valdivia no lugar de Menezes, Cristaldo no de Henrique e Diego Souza ou Diogo no lugar de Leandro.

Falta definir quem substituirá o Wesley.

Joga a cmaisa dele para cima, quem pegar entra e fará melhor.

Claro: tem que também substituir quem contratou essa tralha toda que eles chamam de elenco e mandou embora Barcos, Henrique, Kardec,  e queria mandar embora o Valdívia.

Vai entender de gestão e futebol assim lá na casa do …

No pós Copa nosso Nobre Presidente dizia que ia ser difícil alguém ganhar do nosso time.

Já estava claro que o Presidente não entendia de gestão profissional.

E agora está claro que também não entende de elenco nem prognóstico. Ou estava no mundo da lua ou estava mentindo.

Junto com Brunoro – o do sorriso tesudo, dso 5 que viraram 4 pelo Barcos, da contratação de Leandro e Menezes, Weldinho e Victorino – o Presidente e sua vanguardista diretoria estão levando o Palmeiras ao cenário mais tenebroso que podíamos imaginar no nosso centenário.

 

É muita incompetência!

 

178 respostas em “Brasileirão R14 Atlético MG 2×1 Palmeiras: a vanguarda da incompetência”

Antes torcíamos para os times pequenos tirarem pontos dos grandes para sermos campeões, agora temos que torcer para os grandes ganharem para que não tenhamos que brigar pelo rebaixamento.

gareca ta escalando errado, lucio tem que ir embora, nao guenta um pique, po gabriel dias ou o vitorino my good, felip m. e josimar nao da , mendieeta, patrick, bruno gordocesar, ainda sao menos ruim, mouche e leandro , tem que vender, tobio tbm e regular, claro se vir diego, cristaldo(nao conheco), valdivia bengala, ai melhora, temos que tentar copa do brasil.a real e que nobre nao e do ramo nao entende nada, e contratou amadores, precisa de bons olheiros, por que corinthians e cruzeiro, montaram times bons com investimento de time medio.Cade o rodolfo por que nao tem chance, e gabriel mosquito, gabriel fernando jesus e titular facil nese time de perebas

Perfeitos comentarios! Nao da mais para aguentar Wesley em campo!
Nao joga, nao acerta um passe de meio metro, nao corre, nao quer correr, nao tem sangue, nao tem vontade, nao tem um minimo de tecnica! Parece que saiu hoje do amadorismo e ja chegou de titular no Palmeiras. Estao conversando para renova-lo…e ainda SEM CONTRATO DE PRODUTIVIDADE, pois ele nao quer…que mais posso falar??
Leandro e Felipe Menezes, nao merecem nem eu gastar meus dedos na teclas do computador para comentar…Josimar entao…

Uma braco e que Deus nos proteja para nao cairmos no Centenario e aumentar a nossa galeria de fiascos.

Alguém aqui já viu um time jogando com 11 jogadores e outro jogando com 7 jogadores perder o jogo?.. Ontem foi isso. Leandro, Menezes, Wesley, Weldinho não contam. São acéfalos futebolísticos. Assim nem com milagre pra fazer esse time vencer. Nem vou comentar o Josimar que perdeu a bola no segundo gol do Galo, porque me dá azia ver aquele jumento vestindo a camisa do Palmeiras. Isso acontece meus amigos, quando se monta um time com refugo dos outros. A sobra da sobra foi colocada no Palmeiras, com aval do Brunoro e Nobre. É daí pra pior. Pode botar o Tiririca de técnico…

De boa ontem o técnico fez muita merda tambem e ainda se acovardou pra não dar entrevista.
Que porra de comandante é este?

FATO: JÁ ESTAMOS REIBAIXADOS. AGORA É TORCER PARA PERDER DE POUCO DOS BAMBIS !!! E ESPERAR UM MIRACOLO DE SAN GENNARO !!!!! FORA NOBRE E BRUNORO. QQUER UM NO SEU LUGAR !

Qualquer um no seu lugar??? MENOS PAULO NOBRE E FRIZZO. PERCARMONA PARA PRESIDENTE JÁ E BELLUZZO VICE JÁ!!!! SOCORRO BELLUZZO!!!! Aonde anda o Décio Perin???

Bom, é chover no molhado dizer que campeonato de pontos corridos necessita de planejamento para se alcançar o sucesso. Um time ruim, definido no começo da competição e bem treinado tem possibilidades de ficar na primeira divisão.
Infelizmente, a vantagem que tínhamos no final do ano passado de ter uma base montada e a possibilidade de correr atrás de bons reforços para este ano se perdeu com a incompetência de quem administra o clube.
Trazer um técnico competente no começo do ano (poderia ter sido Gareca), manter a boa base que tínhamos e trazer jogadores para as posições carentes faria do time um dos postulantes ao título deste ano. Nada mirabolante, apenas melhorar o bom time que a gente tinha no final do ano passado.
Fizeram o oposto. E tentaram corrigir os muitos erros no meio do campeonato. Trouxeram um excelente técnico, que, no entanto, conhece pouco do nosso futebol e necessita de um tempo que ninguém o dará.
Claramente está fazendo os testes necessários para o ajuste da equipe. Que seriam feitos, normalmente, em pré temporada e no campeonato paulista. Se Gareca continuar (demití-lo seria a pá de cal), possivelmente ficaremos na primeira divisão em 2015 (nosso objetivo atual) e certamente teremos uma base competitiva para o ano que vem.
Corremos o risco de ele pedir demissão, ato compreensível se levarmos em consideração que muitos jogadores não querem entender o que o treinador pede. Isto é visível dentro e fora de campo, como se percebe, por exemplo, na entrevista de Leandro.
Espero que a diretoria tenha o que nunca teve até hoje, peito para manter o Gareca até o final do turno, dando a ele total liberdade para trabalhar.

Os comentários estão desativados.