Categorias
Futebol com Números

Opinião: Ainda dá tempo?

Por Luís Fernando Tredinnick

Centenários alviverdes, a pergunta que não quer calar é essa “ainda dá tempo?”. Não estamos falando da fuga do rebaixamento, ou mesmo das comemorações do centenário. Estamos falando se ainda há tempo de resgatar o gigante Palmeiras do papel de coadjuvante no mundo de futebol.

O Campeão do Século XX é hoje uma pálida sombra daquilo que já foi. Os principais culpados já sabemos quem são. Devemos sempre lembrar que no já longínquo ano de 1978, um certo Mustafá brigou com o elenco do Palmeiras um pouco antes da final por causa do valor do prêmio por causa da conquista do campeonato Brasileiro daquele ano. O resultado todos nós sabemos qual foi.

Hoje, trinta e seis anos depois, continuamos reclamando de sua influência. Aparentemente ele foi o mentor intelectual (?) da organização política interna, com a criação de conselheiros vitalícios e do ciclo vicioso que vivemos hoje.

Acreditem se quiser, no São Paulo o sistema político é ainda pior.

Ainda que existam sistemas políticos piores do que o nosso, sabemos que o nosso é ruim. Se o sistema é ruim, os participantes desse sistema parecem ser ainda piores. As histórias que se escutam sobre os conselheiros são simplesmente impublicáveis.

A verdade nua e crua é que no Palmeiras todos são oposição sempre. E, pelo visto, todos parecem encarnar o espírito do “quando pior, melhor”. A incapacidade que existe no conselho de se unirem por uma causa comum e melhorar o clube

Não é curioso que nenhum daqueles que se tornam responsáveis por conduzir o futebol e os negócios do Palmeiras parecem nunca vir de uma grande empresa? Parecem possuir pequenos negócios, serem profissionais liberais ou herdeiros?

Nada contra profissionais que não trabalharam em grandes empresas, mas venhamos e convenhamos, ajuda muito conhecer como as empresas trabalham na hora de fechar contratos de patrocínio e se organizar na busca de novas receitas. Vale lembrar, o Palmeiras fatura hoje cerca de R$ 180 milhões por ano e deveria faturar R$ 300 milhões. Digamos que é diferente de administrar um restaurante ou um escritório de advocacia.

Voltando ao tema inicial: a pergunta que não quer calar é se há tempo de salvar o Palmeiras antes que as figuras que estão lá o destruam por completo.

Sempre há, mas o problema é que o tempo está realmente acabando.

A eleição direta para presidente – apesar de haver um filtro no conselho – é um grande aliado. A nova Arena será outro.

Infelizmente é pouco para combater a influência nefasta de todos os malditos que trabalharam com tanto afinco para destruir o Palmeiras.

Acho que a única solução é mesmo todos nós virarmos sócios do clube e fazermos valer a nossa vontade nas urnas. Gostaria que houvesse uma solução mais rápida, mas pelo visto não há.

Saudações AlviVerdes

* Luís Fernando Tredinnick escreve às sextas-feiras no 3VV explicando a quem conhece, e a quem não conhece, os números do futebol

37 respostas em “Opinião: Ainda dá tempo?”

Por que não haveria tempo?
Para os demais 19 clubes da série A há tempo.
Todos irão disputar esse campeonato até a 38º rodada!
Por que o Palmeiras deve ser visto como único rebaixado desde já?
Basta acordar e todo mundo passar a remar para o mesmo lado.

“Acreditem se quiser, no São Paulo o sistema político é ainda pior.”
Pior pra quem? Só se for pro outro lado do muro? Toda hora tiram jogadores nossos e dos outros, e montam times competitivos há 30 anos.
Que tem politicagem lá dentro tem, mas quem assume quer o bem do clube e os que perderam não dificultam o trabalho do mandatário.
Nós somos mais prepotentes e arrogantes que eles. Acreditem!

Palmeiras precisa de união dos verdadeiros palmeirenses contra o câncer mustafa

SÉRIO.
O que que estão esperando para afastar Wesley e cia ?
Santa incompetência.

Sempre fui contra a violência, mas sinceramente já pensei que as T.O. poderiam reunir os 130 vitalícios num galpão e tocar fogo. Oh cambada de safado! Lógico que deve ter alguns que escapam
mas é díficil conseguir separar o joio do trigo dentro dessa corja.

Gostei de algumas propostas colocadas aqui. Mas a que me ENCANTA, porque ira resolver de fato e rapidamente, foi a apresentada pelo ALDO LONDON. Nao existe caminho mais rapido e eficiente do que apresentado pelo ALDO. A retorica, o discurso podemos deixar para depois. O objetivo AGORA É SALVAR O PALMEIRAS. Parabens ALDO…. EU RATIFICO A SUA PROPOSTA.

Luiz,

Tem jeito, a revolução começou com o ingresso do torcedor ao clube no ano de 2003, a luta continua e deve ser mantida, um governo popular recoloca o Palmeiras nos trilhos.

Eu creio.

Assim como em qualquer empresa, organização ou governo…quem da’ as cartas são o que tem o poder em mãos, usando os meios mais sórdidos que existe: a corrupção e favorecimento dos seus pares. No Brasil, ainda e’ pior por se tratar de uma sociedade corporativista, ignorante, egocêntrica, e claro, ainda mais corrupta em todas as esferas.
Qual seria a solução? REVOLUÇAO!!! E claro, como toda revolução, tem que haver violência. Não venham com o mimimi…com esse discursinho que essa MÁFIA DE CARCAMANOS vão sair do poder assim do nada, pois, eles mamam, dependem dessa terá chamada Palmeiras… que eles transformaram em vossos quintais de suas casas. As FAMIGLIAS se revezam no poder há quase 1 século… passando de avô pra filho e netos. TEMOS QUE EXPULSA-LOS NA MARRA… A CHUTE E A CANELAO. Temos que começar fazendo terrorismo já em suas casas…E JA’. Caso não quiserem partir pro confronto e resolver o problema de vez, ESQUEÇAM!!! E SE CONTENTEM CAIR ANO SIM ANO NAO…E NAO RECLAMEM DO APEQUENAMENTO DO CLUBE SECULAR!!! E o próximo rebaixamento já estará praticamente confirmado nessas próximas 3 partidas que restam no 1º turno, caso não vencermos pelo menos 2.

A receita é fácil. Contrate bons jogadores , observe novos valores que saibam efetivamente jogar bola e aguarde os patrocinadores baterem na porta.
Moro em MG e é impossível um timeco de interior como o Cruzeiro ter mais dinheiro que uma potencia de 16 milhões de torcedores como o Palmeiras.

Na minha opinião, a solução demora pois para acabar com um sistema de 36 anos não dá para ser do dia para noite.
1- Primeiro passo: Já que tanto a oposição quanto a situação MORREM DE MEDO DE DAR DIREITO A VOTO AO SÓCIO-TORCEDOR DO AVANTI!, sugiro TODOS os torcedores do FUTEBOL do palmeiras se associarem ao clube para ter direito a voto.
2- Uma vez sócios, nós torcedores podemos eleger conselheiros que queiram: SEPARAR O CLUBE (COM SEUS VITALÍCIOS) DO FUTEBOL.
3- Eleição para presidente, diretor de futebol e conselheiros com VOTO DOS SÓCIOS-TORCEDORES DO AVANTI! tendo peso 2 e sócios do clube com peso 1.
4- Eleição de UM NOVO CONSELHO com voto no sistema do item 3 e até a extinção dos vitalícios, os mesmos só poderão votar tendo peso 1 seu voto.
5- Formação de um Grupo de apoio a gestão, formado SOMENTE por empresários de grande sucesso e GRANDE CAPACIDADE GERENCIAL COMPROVADA.
6- Formação de um Grupo gestor do futebol formado por gestores de sucesso em outros clubes (Rodrigo caetano, eduardo Maluf, etc..), ex-jogadores com experiência comprovada em outros clubes (Ex: Luis Pereira). Este Grupo iria contratar e demitir técnicos, jogadores e membros da comissão técnica profissional e da base.
7- Com separação do futebol, os membros vitalícios do conselho se tronam automaticamente membros vitalícios APENAS DO CLUBE SOCIAL.
Acho que é isso! temos uma longa jornada mas quem sabe até lá o Mustaphá não morre?

Prezado Luiz , para q isto aconteça; tem q nascer alguma coisa concreta já nesta eleição Há uma disposição da nova geração de torcedores querendo participar dos rumos do clube ; mas . o pensamento arcaico lá . dentro inventa barreiras, engessando o estatuto feudal( e´ aquela historia; o foco cancerígeno querendo sobreviver, porque sabe q vem um novo anticorpo para extermina-lo )
E´ só´ acontecer 50% do q você citou acontecer ; para em 3 anos , o verdão chegar aos níveis dos grandes da Europa ; mas antes disto tudo , AUDITORIA PRA VALER, com respaldo na lei ; quem não deve não teme ; se tem passado limpo e boas ações ok ! , caso contrario CADEIA ou RUA pra sempre.

Luiz, tem um único problema:
O valor para se associar ao clube. R$4.500,00 individual.
Alguns anos atrás o valor era bem menor aí como começaram a entrar muitos sócios com interesses no futebol e política do clube, o Tirone aumentou a taxa para os valores acima e… o atual mandatário manteve.
O P N tem no seu discurso sanear as dívidas, certo? Aí mantem o valor para se tornar sócio nesse patamar ao invés de incentivar a entrada de novos sócios pagantes. No mínimo contraditório.
Só que a resposta é simples. Esse aumento na taxa de adesão teve nítido cunho político e medo por parte dos “donos” do sistema.
Tirone e P N foram eleitos com apoio de quem mesmo? Ah, Mustafá. Curioso não é?
P N aumentou o valor das mensalidades mas mantém inibida a entrada de novos sócios.

Claudio, e mesmo assim, que adiantaria termos 50 mil sócios com o atual sistema político, que consta com metade de seu conselho composto por vitalícios?
Mesmo um presidente eleito por votos dos sócios, toda a composição de chapa, toda a política é determinada pelo conselho…se metade não sai de lá nunca, qualquer mudança drástica é impossível, a menos que aconteça como no nosso rival, onde a política mudou um pouco mais em prol do futebol por medo de retaliações da torcida.
Resumindo, temos que remar muito pra voltar a dar as caras no cenário nacional.

Secretaria da Fazenda notifica Palmeiras por dívida de IPVA…..Que vergonha !!!
Absolutamente preocupada com as grandes pendências do clube, que obrigaram o Presidente Paulo Nobre a desembolsar, em empréstimo, suntuosos R$ 125 milhões, a diretoria do Palmeiras parece não ter controle adequado de suas finanças, talvez uma das causas de tanto caos.

É inadmissível, como ocorreu hoje, que o clube seja notificado a quitar pendência de IPVA de um valor ínfimo, R$ 1.486,56.

Mais precisamente, do veículo placa FOI 1914.

R$ 1.157,76 de IPVA, R$ 97,25 referente a juros, mais R$ 231,55 de multa.

A não quitação em 30 dias colocará o clube na dívida ativa do Estado.

Óbvio que o clube quitará a pendência, mas o mínimo de atenção às contas evitaria o desgaste, os juros e o vexame da notificação.

Obs.: A placa diz tudo……

Tempo dá! A questão é se existe boa vontade e gente com culhão pra fazer a coisa certa lá dentro. O Palmeiras precisa urgentemente de uma reforma política: acabar com os vitalícios, reduzir drasticamente o número de conselheiros, alterar essas datas esdrúxulas da eleição e da posse da nova diretoria e criar mecanismos para evitar que alguém se perpetue no poder, seja como conselheiro ou presidente. Tenho dúvidas quanto a real necessidade de um COF, mas se for realmente útil, não pode funcionar como funciona hoje. Todos os departamentos precisam ser profissionalizados e seus diretores (esses sim!) devem ter contrato atrelado a metas pré-estabelecidas. Não cumpriu? Vaza! E tudo isso precisa ser feito sem se esquecer do principal: times competitivos!! Como disse um ex presidente do Barcelona, ter um time forte, que brigue por títulos, atrai a torcida, que lota estádio, compra produtos, o dinheiro entra e assim começa uma espiral positiva. Nossa torcida já abraçou tantos arremedos de time, imagine se nos derem um time com capacidade de ser campeão!?

Prezados, concordo com tudo que a maioria está dizendo. Mas como mudar a política que está acabando com o PALMEIRAS. Acho que só uma revolução. Revolução como a feita pelos gambás que acabaram com a tal Dualib. Não defendo os métodos que o time do governo usa hoje (não pagar impostos, viver de favores do Estado). Mas é preciso acabar com o estado de coisas que atormenta o Verdão, a politicagem, pois como disse o Luis, todo mundo é sempre oposição.

Acompanhar os jogos dos restos mortais do finado Palmeiras é como ir ao velório e à missa de 7º dia de um parente ou um amigo toda semana! Mas, é possível ao Perebas escapar do rebaixamento, com ou sem Gareca, porém, improvável, dado o estigma perdedor deste time perebense.

Vamos ser realistas. Com esse elenco horroroso nós já caímos. Temos problema em todos os setores do time. Isso não se resolve em 3 meses. Não estamos à toa na lanterna. Oque precisa é se
formar uma boa base pra que em 2015 independente de série B possamos disputar títulos. Esse
Presidente nos fez pequeno e possivelmente vamos voltar “a estaca zero. Foram 2 anos perdidos
em sua gestão e provavelmente estaremos no mesmo lugar de onde nos pegou.

Ótimo testo eu penso igual, o Palmeiras precisa de união, de sangue novo, sentar e reclamar não adianta, é necessário participar mais da vida do Palmeiras!!

Pois eu posso apostar que eles preferem o rebaixamento do que pagar um salário superior ao teto
pra Tite ou Ronaldinho Gaúcho. Nobre não veio pra ser Presidente, veio pra pagar contas e a pedido do lixo Mustafá implantou esse sistema ridículo de produtividade,

Em 2012 tinhamos o Felipão ganhando 700 mil e fomos rebaixados. Naquela época ele tinha M. Araújo, Luan, Betinho e companhia. Hj temos Josimar, F Menezes, Vitorino e companhia. Vc acha mesmo que o Tite nos tiraria do buraco?

Anos atras uma grande empresa (grande rede) estava a beira do caos motivado por brigas e disputas familiares, todos os protagonistas remando para lados diferente e lógico nunca iriam se juntar e a falência era iminente. Mas eis que surge um salvador do pátria (do grupo) e nada mais, nada menos, trouxe para auxilia-lo a Fundação Getúlio Vargas que se interessou pelo “Case” e após analises internas e externas, exclusões necessárias, alterações, contratações pontuais, grande mudanças internas, fez-se dessa grande rede uma das maiores do Brasil e da América Latina atraindo investidores do outro lado do oceano e hoje vivem felizes com receitas anuais acima de 70 Bilhões. Comparo essa grande rede ao Palmeiras dos últimos anos.

Separa o Futebol da porcaria do clube social que tudo se resolve facilmente…

O problema Luis é que serão no minimo mais 2 anos para que isso se resolva da forma que você expõe e será que em dois anos ainda teremos o que salvar.
Muitos aqui podem discordar, mas o que o Paulo Nobre está fazendo com o Gareca é o mesmo que o Tirone fez com o Felipão, um belo de um escudo.
Luis gostaria de saber, na sua opinião, qual foi o melhor presidente da SEP nos ultimos 36 anos?
Em minha torcedora opinião, Luiz Gonzaga Belluzzo, apesar dos erros nos fez grandes novamente, além do que negocia com seis digitos com a mesma naturalidade de quem compra um pastel.

Paulo, para mim foi sem dúvida o Belluzzo – ele acertou bem mais do que errou e olha que errou muito. E ele teve algo fundamental que falta a esses últimos presidentes: uma visão de Grandeza! O Palmeiras é grande demais, muito maior do que todos nós e muito, mas muito maior do que todos os atuais mandatários do clube. É assim que os visionários devem agir! Uma coisa que eu realmente não suporto são as desculpas da atual administração. No ano passado não havia patrocínio na camisa pois os orçamentos das empresas haviam sido fechados no final de 2012. Neste ano não temos por causa da Copa do Mundo. Como eless devem ser reeleitos, a desculpa no ano que vem será que o país está em crise econômica. Cansei de ver nas empresas onde eu trabalhei gente assim ser demitida por dar desculpas ao invés de apresentar resultados. Enfim, seguimos na luta. Saudações ALviVerdes

Olha, eu já critiquei muito o Beluzzo, não obstante reconheça que ele teve mais acertos do que erros e que com ele na presidência, voltamos a disputar um campeonato para ganhar. Também acho que o Beluzzo foi o presidente que sofreu a oposição mais covarde, vigarista e predatória que existiu. Quando falam sobre o endividamento do clube, esquecem que ele aumentou as receitas e fechou um contrato da Arena que trará receitas milionárias ao clube. Quando as receitas da Arena começarem a cair no caixa, será que lhe darão crédito, assim como lhe cobram o endividamento? Claro que não. Eu estou para ver um clube tão complicado como o Palmeiras. Repleto de gente desqualificada, vigarista, interesseira e incompetente. E essa gente, dita os rumos do futebol do clube.

Belluzo fez do Tirone seu sucessor.
Grande palmeirense, pessoa respeitável, deveria ter ficado no planejamento, na parte administrativa onde é acima da média.
Seu despreparo para o futebol fez com que o Palmeiras passasse a ter maiores problemas até na parte econômica.
Devemos muito a ele pela Parmalat, pela Arena e por toda a sua contribuição na parte de planejamento, mas no futebol foi uma lástima, sem a menor malícia para o mundo do esporte.
Julgava Juvenal Juvêncio e Juka Kfouri pessoas amigas e o SP clube co irmão. Só isso já bastaria para mostrar que estava fora da realidade do futebol.
Julgava que tratar dos bastidores, como todos fazem era algo imoral, mas ninguém pedia atitudes ilegais, só a defesa dos interesses do Palmeiras. Quando falou, já era depois do leite derramado e ainda deu motivos para quem prejudicou o clube o processar.
Por ser torcedor ao extremo, ganhou sérios problemas de saúde.
Na condução do futebol permitiu por compromissos pessoais que um analfabeto funcional (Cipullo) permanecesse à frente do Departamento fazendo besteiras em cima de besteiras.
Preferiu um treinador de grife para atender a parte elitista da torcida ignorando que o então treinador Jorginho teria todo o grupo correndo por ele devido ao grave problema pessoal que tinha passado naquele ano.
A situação do Palmeiras se tornou uma bola de neve a partir de 2009, com a perda daquele título, vindo depois o medíocre Tirone e agora o egocêntrico Nobre.
Avaliar Belluzo no futebol não tira dele todas as qualidades profissionais e pessoais. Cada um na sua área. Um excelente cardiologista não precisa ser um bom engenheiro, tem que ser bom cardiologista.

Falou tudo! Mas totalmente despreparado para o futebol.
Eu me lembro que tínhamos um time muito bom em 2008, daí tínhamos preferência de compra do Kleber. Mas como bom palmeirense, independente de ser situação ou oposicão não comprou. O cara foi para o Cruzeiro e foi vice da América. Trouxe o Keirrison, em 6 meses venderam o cara, cadê o planejamento. Daí montamos o time do brasileiro de 2009, deixamos o título escapar. No ano seguinte em um menos de um mês se desfaz de Diego Souza, Cleiton Xavier e Vagner Love. Daí o time começa a beirar o Z4, oq ele faz? compra o mesmo Kleber de 2009, só que mais caro e traz o chinelinho. Mais uma vez pergunto? Cadê o planejamento? E no final do mandato pede lincença e forma um conselho gestor com Palaia.
Pra mim todos, Belluzzo, TIrone e Nobre agiram da mesma forma, pensando pequeno.
Não poderíamos ter tido V. LOve + Kleber + Keirrison+ Diego Souza + Cleiton Xavier ao mesmo tempo? O Nobre não poderia ter mantido o Henrique + Lúcio + Kardec? Agora no desespero que trazer o R10.

Nosso problema é incompetencia, se a briga fosse entre competentes ,sempre teríamos bons presidentes, mas hoje saí um playboy mimado e entre um burro aparecido, nåo temos gente competente capaz de assumir. O ultimo mais ou menos competente foi Beluzzo, acho que temos que ter um pouco da esperteza do ramo, não adianta ser um cara bonzinho fora do jogo, Fábio Koff e Aidar se locupletaram com a infantilidade e falta de experiencia de Nobre, fizeram dele um boboca e o time sentiu essa inocência.Acho que temos que ouvir a torcida,como aconselha o ex-presidente do Barcelona, e formar uma comissão de notáveis Palmerenses, o que falta em nosso Conselho em 2 gestão,só faz tudo piorar.Essa comissão teria que ter a esperteza de Ratinho, o conhecimento de Futebol de Luís Pereira , Dudu e Evaír, o conhecimento político de Serra e Aldo Rebelo prá ser usado junto a CBF, a inteligencia de Miguel Nicolelis e outros, mas prà salvar o momento e nào caír ,basta Nobre nào ser covarde e trazer Ronaldinho Gaucho e Tite, ou Cuca e aí não caír e trazer uma espiral positiva prà 2015. Mas sua teimosia prefere gastar 300 mil com Brunoro e Feitosa que 300 mil com Ronaldinho ou o time e assim não vaí.

Tempo ainda dá.. Necessitamos que verdadeiros palmeirenses, empresário bem sucedidos se asso-
ciem ao clube e que em breve comecem a interferir na gestão do clube. Será difícil passar por cima

daqueles que se acham donos pois com certeza tentarão resistir. A verdade é que o Palmeiras está
morrendo como grande clube. Ou se faz isso rápido ou não se muda mais isto.Já vimos esse filme
em alguns clubes acabaram sucumbindo e sua torcida migrando pra outros. Que se faça algo com urgência.

Os comentários estão desativados.