Categorias
Notícias

Editorial: A Dívida de Nobre

O Palmeiras fez uma reunião extraordinária do Conselho Deliberativo para aprovar o plano da dívida do clube ao Presidente Paulo Nobre de mais de R$ 100 MM.

No plano, o clube terá que dividir suas receitas a partir de 2015: metade vai para o futebol e afins. Outra metade para pagar a dívida de todos.

Desta metade, 20% deve ser endereçado ao talvez Presidente do Palmeiras.

A reunião em si foi mais um tapa na cara de palmeirenses que entendem que devem cobrar do Presidente os resultados dessa gestão. Como a pauta era extraordinária, o Presidente do Conselho Deliberativo não permitiu se discutir futebol. O problema é que a dívida foi gerada, em tese, pelo futebol. Logo era de se esperar que isso fosse debatido.

Não houve debate. O rolo compressor de Mustafá Contursi, do Presidente do CD Antonio Augusto e do Presidente Paulo Nobre foi mais eficiente. O plano foi aprovado. Começa a valer a partir de 2015, com uma “carência” de 4 meses. Ou seja, a partir de maio esse plano entra no ar.

A consequência disso será um asfixiamento maior do futebol. Dívida, em reestruturação de empresas, não se paga. Dívida se alonga e em muitos casos se paga com desconto. Se usa instrumentos financeiros. Por mais duro que isso possa parecer, é o que acontece.

Não leitor, aqui ninguém defende o calote. Se defende renegociação e reestruturação ede dívida.Os outros clubes fazem o mesmo. Menos o Palmeiras. Principalmente se a dívida é com o Presidente. Os adversários devem estar sorridentes.

O cenário com a aprovação desse plano, ainda mais sabendo-se que a atual gestão destruiu muito mais de R$ 100 MM de valor do Palmeiras em 18 meses. Doar jogadores (Barcos valia 10 milhões de Euros?), contratar jogadores ruins (remember Leandro), pagar salários para Weldinho e Victorino, se desfazer de Kardec quando esse poderia vir e se valorizar, não conseguir patrocínio (em dois anos poderiam ser R$ 50 MM), não disputar títulos (eliminações de Copa do Brasil, Libertadores e afins), são exemplos de destruição de valor.

De qualquer forma a “dívida de Nobre” poderia ser melhor entendida se algumas perguntas fossem respondidas:

– Onde foi investido esse dinheiro?

– Qual o valor da dívida total HOJE versus a dívida de 21 de janeiro de 2013, quando Paulo Nobre assumiu o poder?

– Quanto efetivamente o Palmeiras perdeu de valor nesse período com os problemas apontados no parágrafo anterior?

O futuro ficou menos verde pro Palmeirense. A asfixia financeira do plano vai prejudicar e muito qualquer gestor, inclusive Nobre, se reeleito.

A dívida? Bem a essa altura perguntamos: o Palmeiras deve prá Paulo Nobre ou Paulo Nobre deve pro Palmeiras?

Saudações Alviverdes!

78 respostas em “Editorial: A Dívida de Nobre”

É bem isso Danilo. So para lembrar, na gestão do Belluzzo nos tinhamos 7 ou 8 ( a conferir) patrocinadores. Por que?? Porque as empresas tinham CONFIANÇA no presidente e este tinha CREDIBILIDADE junto as empresas. Quem quer colocar o seu dinheiro para o mumu e sua corja gerir. Obvio que ninguem. Então, em que pese a situação caotica que o sucessor do menino mimado encontrara a presença do Belluzzo junto com o Pescarmona devolvera a CREDIBILIDADE que hj nao existe. É dificil mas é o possivel montar um bom elenco e REnegociar a divida( fazer a gestão da divida). Esses incompetentes que estão la não sabem como conduzir um processo dessa envergadura. Mas o Belluzzo, Criscio, Afonso e muitos outros PALMEIRENSES DE VERDADE E COMPETENTES sabem, e bem, como fazer tudo isso. Resta portanto um caminho…. DERROTAR O PN( MENINO MIMADO) NAS PROXIMAS ELEIÇÕES. Punto e basta!!!!!!!!

Há erros primários da Gestão Nobre na direção do futebol do Palmeiras. Um aporte pessoal de dinheiro ou crédito no mercado financeiro ao clube é um risco a longo prazo. Sou formado em Administração de Empresas, particularmente acredito que o clube ainda está atrelado nas raízes políticas que dificultam ou até mesmo quebram com a gerência responsável e saudável no futebol. Caso do “empréstimo”, em hipótese alguma aportaria dinheiro ou crédito no mercado financeiro em um clube que arrasta dívidas milionárias dentro de um orçamento comprometido. A herança era maldita sim, no entanto, não se corrige um erro com outro. A incapacidade da atual diretoria em avalizar um patrocínio fez com que esse montante de aporte/crédito se tornasse uma verdadeira bola de neve, e agora, o clube terá que arrastar essa dívida por décadas, comprometendo o já comprometido orçamento para as futuras gestões. O patrocínio, pelo que foi dito, estava encaminhado por algumas empresas em negociação com José Carlos Brunoro, lamentavelmente, Paulo Nobre vetou todas elas por não concordar com os valores apresentados na negociação. Oras, sejamos coerentes, por mais que o mercado gire numa média alta de mercado, em torno talvez de 30 milhões de reais em patrocínio, a situação do Palmeiras carecia (como ainda carece) imediatamente desta via de receitas, portanto, não se pode dar ao luxo de abrir mão deste negócio, mesmo que este seja abaixo da média do mercado. A oferta era pequena, mas não podíamos em hipótese alguma deixá-la! Esse erro de negociação deu fortes indícios do declínio da Gestão Nobre. Não se pode corrigir um erro através de outro erro. A falta do patrocínio ou dos patrocínios, pois a marca Palmeiras viabilizaria não só uma como duas ou mais negociações foi o fato que gerou o aporte irresponsável aos cofres do Palmeiras. A situação é ainda mais delicada. Ao meu ver, seja lá quem possa representar a direção do Palmeiras em 2015, deve estar plenamente consciente de que vai lidar com uma dívida de mais de 300 milhões de reais, além da pressão política que bloqueia e até quebra as estruturas profissionais do clube, dentro de campo, um elenco inchado de quase 40 atletas, com situações conflituosas em peças importantes do elenco, como nos casos da negociação com Wesley e o contrato com Valdívia. A falta de planejamento levando também em consideração metas e aí também inclui-se a questão da produtividade dos atletas e, não podemos esquecer, a falta de investimento ou mesmo de análise e cuidado com as categorias de base, que é a solução mais evidente que não se pode negligenciar face a atual situação financeira do clube. Em resumo, Paulo Nobre se perdeu no caminho, não sei se por interferência política ou não, mas não foi capaz de propagar seu profissionalismo que eu particularmente acreditava que pudesse ser muito bem fundamentado em suas mãos, pelo contrário, deixa um legado de sucessivos erros primários em sua gestão.

Boicotou pra ficar dono do clube com todo apoio de Mustafá. Caso o Palmeiras não pague melhor pra ele, entra na |Justiça e leva uma fatia do estádio, tudo bem planejado por ele e pelo rato que nunca .engoliu a nova arena.

Quando a Portuguesa caiu e o Fluminense ficou eu disse para mim mesmo ,não vou mais acompanhar futebol , mas não consegui. Agora se os gambás não perderem os pontos no caso Petrus eu paro de vez mesmo, não é possível, é chamar nós torcedores de idiotas , estou no aguardo dessa decisão. Se nada acontecer não assisto mais nenhum jogo, não vou ser GADO do futebol. Sobre o Palmeiras é simples, quem esta no poder usa a SEP como meio de vida, e vai passando para os filhos, netos, bisnetos……..

Não se faz uma auditoria lá dentro pois são todos farinha do mesmo saco. Gostaria de saber onde gastou-se tanto dinheiro com essa porcaria de time. Os sócios deveriam reunir-se e exigir prestação de contas dessa dívida para se saber onde foi aplicado o dinheiro, nem que fosse pelos meios judiciais. O cara chega, assume a presidência do clube, vende todos os bons jogadores a qualquer preço , contrata um monte de pernetas e aparece com uma dívida dessas e o clube que pague. Assim não tem clube que aguenta e não se esqueçam que o sr. Mustafá está nesse angu.

Essa é uma das grandes questões que ficam. Por que Nobre barrou TODAS as negociações de patrocínio master do Palmeiras? Que tivesse fechado algo por 20 milhões ao ano e usasse esse dinheiro apenas para pagá-lo, em teoria o Palmeiras deveria “apenas” 60 pra ele. Mas não, boicotou todas as receitas que o Palmeiras poderia ter.

EU deixaria o v alentim, acho ele bom técnico ou traria o Doriva ex ituano, Dorival jr e fraco, não tem comando, mas eu apostaria no Valentim ate o fim do ano já provou ser grande técnico, o palmeiras tem bons jogadores basta recupera los, e saber escalar os menos ruim, na eleição mudar de presidente e deixar o barco correr

Muito interessante o sistema de gestão do Palmeiras. Paga-se uma fortuna para se ter um CEO e diretor de futebol remunerados. Pede-se que estes enrolem ao máximo as negociações. Quando chegam a um acerto, o presidente pretere todo o acordo e inicia uma nova rodada.

Já não é de hoje que venho reparando o imediatismo nas negociações de Nobre. Ele espera os resultados de um jogo para efetivar ou não uma negociata. Por ex. se Valentim for bem amanhã, podem ter certeza que ele para de negociar com Dorival. Se o Palmeiras perder, Dorival começa a trabalhar na sexta-feira. Foi assim tb com o Gareca..só fechou quando o Valentim perdeu duas partidas feias. Foi assim quando não trouxe um LD, quando Wendel fez duas partidas boas no Paulistão. Ou quando não substituiu o Henrique (zagueiro), quando Wellington fez sua única sequência de bons jogos. Ou quando não contratou um substituto pro kardec, quando o “ceifador” fez seus únicos bons jogos. Parece até uma maldição. Se o Valentim for uma pior que o Dorival, podem ter certeza que amanhã o Palmeiras goleia e o Valentim fica. Se for o contrário, amanhã perdemos novamente, e chega o Dorival pra afundar a barca. E o presidente fica na dele, jogando tarô e sacaneando com nossa paciência.

Uma dúvida que tenho e ninguém nunca respondeu: pq nunca foi instaurado um processo de auditoria nas finanças do clube? Eu sei que se mexer nesse vespeiro muita coisa acontece, então pq não fazer? Tá claro que tem coisa errada aí…

Com certeza DIOGO, tem muita mutreta por debaixo do tapete, tem coisa errada aí, já passou da hora de fazer uma auditoria nas finanças do clube, está na cara que tem muita coisa errada aí!!

O Palmeiras acabou. Virou Guarani da capital msm. O Palmeiras NÃO é campeão do mundo. Essa diretoria horrível deveria parar de tentar homologar títulos no tapetão e deveria fazer um Palmeiras grande novamente (coisa q não é há tempos). Cansei de vexames, negociatas mal explicadas, times lastimáveis…. E uma coisa eu gostaria de saber: como se deve $115mi prum presidente que deixa o time c/ Weldinho, Wendel, Marcelo Oliveira, Bruno César, Bruno, Josimar, Wesley e afins??????

Paulo Mustaphinho mandou embora BARCOS, HENRIQUE, KARDEC, WESLEY, tentou o Mago mas por enquanto não tem interessado e o próximo será o PRASS.
Está fazendo de tudo para não inaugurarmos a Areana e por fim acabou com o Palmeiras.
Nem mesmo o B1 conseguiu seguir as ordens tão bem do Maldito Mustaphá …
Parece que ele ofereceu um salário mínimo para o Dorival Jr. e mais um prato de quitutes preparados pelo Mustaphá como contrato.
Bando de ..

O atual mandatário da SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS, o Senhor Luciferiano MUMU, mantendo sua estratégia de destruir a principal modalidade, transformando um legado forte e consumidor, que é constituído por 18 milhões de PALMEIRENSES, tem suas armas expostas em plena Reunião do Conselho Deliberativo, deformando uma ideia, e demonstrando a fragilidade moral e de caráter dos membros que hoje ocupam as cadeiras, sem importar-se se terá respaldo legal ou não, para os que ainda creditam em mudanças, onde esta a comissão que é composta por 23 conselheiros que deveriam alterar profundamente a carta magna do clube? Esta é uma questão que deveria ser pauta do digno e respeitado 3VV , eu como sócio e leitor leal desta Midia Palestrina, gostaria de ter uma opinião mais contundente , para que possamos avaliar esta conduta e postura que não condiz com a realidade de um clube com a grandeza da SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS, que não pode mais ter fatos vergonhosas , como manchetes diárias de um cotidiano fatídico!

VENDE ESSA M&RDA DE CLUBE PARA OS RUSSOS OU ÁRABES, como os times ingleses (Chelsea, Liverpool, Manchester City), SE NÃO VENDER PELO MENOS FECHE ESSE CLUBE!!!

Vou contra tudo e contra todos! Podem me xingar etc…
Na minha opinião dívida adquirida tem que ser paga e planejada! Se o planejamento foi muito radical são outros quinhentos mas que tem pagar tem! Fizeram desse jeito 50 por cento reservado para dívidas ! Pois vem que aumentem as receitas e isso acontecerá com o Allianz Parque! Vamos deixar de sermos ingênuos ! Entra um imbecil lá e faz novas dívidas e nós ferramos novamente!
Outra coisa 10 por cento das receitas para pagar para o nobre dará uns 20 milhões ao ano! ( considerando 200 milhões de receitas) Em 6 anos sua dívida estará paga!
As outras dívidas que devem ser de cerca de 200 milhões , utilizando-se 80 milhões da receita para pagá-las , em 3 anos estarão pagas e a gente com um clube e time zerado em dívidas!
100 milhões sobram para tocar o clube!
Se as pessoas forem um pouquinho competentes a receita subirá e alavancamos o time também ou 10 milhões por mês no futebol é pouco?
Abs

A Portuguesa de Desportos falou para o Palmeiras: “Eu sou você amanhã”, sou do movimento Fecha Palmeiras, já encheu o saco, o último apague a luz, Fecha logo esta bosta.

Nobre não é do ramo, só dá prejuízo ao Palmeiras,vejam mais agora, que nos bambis ele será vendido facil.facil por 15 milhōes:
“O Wesley já era.” Com esta frase, o presidente Paulo Nobre comunicou os integrantes do COF (Conselho de Orientação Fiscal) do Palmeiras que desistiu da renovação do contrato com o volante, que deixará o Palestra Itália em fevereiro de 2015 e poderá acertar com qualquer clube sem nenhum custo.

“Eu tentei de tudo. Fiz uma proposta bem próxima daquilo que o Wesley havia pedido, mas o prazo para a resposta venceu e o agente dele não deu qualquer sinal de vida”, explicou Paulo Nobre, durante o último encontro do COF, que serviu para aprovar o balancete de julho.

O presidente ainda admitiu que Wesley já pode ter assinado um pré-contrato com o São Paulo, notícia dada como certa entre as pessoas próximas ao presidente tricolor Carlos Miguel Aidar.

Gostaria de fazer uma sugestão ao 3VV:

Acho que o Palmeiras deveria adotar o modelo do Green Bay Packers , da NFL. É uma sociedade anônima, sem fins lucrativos.

Para que não tenha donos, as pessoas só podem ter no máximo 200 mil ações. Com isso, todos são sócios minoritários.

Esse modelo de direção politica foi vitorioso até a década de 1970. É um modelo que vem do inicio do século passado. Exclui a competência e a meritocracia. E não condiz com os novos tempos.

Seria uma forma de capitalizar o clube. E os torcedores de todo o Brasil poderia adquirir as ações. Teria um conselho da administração como disse o Prof. Beluzzo. E as pessoas que participasse da direção/administração seriam pessoas especializadas nas áreas corporativas.

Se uma pessoa compra 200.000 (lote máximo) por R$10,00: Seriam R$2.000.000,00.
Se 100 palmeirense endinheirados comprarem o lote máximo serão R$200.000.000,00.
Conseguiriam pagar as dividas do clube e o que sobrar reforçar o time.

E acabaria com essas disputas politicas. Todos no máximo seriam as acionistas. Já que os cargos administrativos seriam preenchidos por pessoas especializadas na áreas corporativas.

É preciso repensar a estrutura da instituição. Fazer que a instituição entre no século XXI.
Foi o mesmo que aconteceu no século XX, quando profissionalizaram o futebol. Muitos clubes eram contras e se retiraram do esporte. E sobreviveram os que se profissionalizaram.

Sim, tem respaldo jurídico. A legislação brasileira permite que os clubes tenham ações negociadas na bolsa de valores. A Ferroviária/SP é uma S/A. O que falta no Palmeiras para adotar o modelo Green Bay Packers é algum grupo politico adotar essa ideia e os outros grupos apoiarem. Será preciso a união de todos os grupos políticos. Pois, será necessário alterar o estatuto do clube transformando numa S/A e especificando uma cota máxima de ações que cada pessoa poderá adquirir.

Provavelmente só vai acontecer isso só no século XXII e não estejamos mais vivos, porém, a ideia é excelente e bem interessante!!!

Rogério… ótima ideia. Mas só uma ressalva: os que estão lá no Palmeiras, tirando raríssimas exceções não querem mudar absolutamente nada, pois com as mudanças necessárias, perdem o poder, os cargos, as carteirinhas… Como exemplo, cito a comissão de reforma do estatuto, plataforma de governo do Sr. Paulo Nobre, que até hoje “enrolam” para ter uma definição. E quer saber, não vai sair esse ano… se sair ano que vem, só virão perfumarias que não mudará absolutamente nada lá dentro. E nem adiantar Mustafá morrer, seus filhotes já se proliferam lá dentro… Abraços!

O palmeirense dorival quer ganhar 250 mil com contrato até o fim de 2015…..e aceitopu até junho de 2015….. nobre brecou o acordo………. mas como “ama” o clube esse treinador palmeirense….

Essa questão do tal de Petrus com inscrição irregular pode ser a deixa para melar um futuro rebaixamento também do Palmeiras . Nobre tem que ser esperto pelo menos nesse momento, se eles
não perderem esses pontos não é justo que outro caia no seu lugar.

Ninguém tira da minha cabeça que esse Sr. fez essa dívida imensa pra espantar a concorrência na “eleição” do fim do ano. Comprometeu as receitas direitinho. Agora o clube tá amarrado a ele, que fez uma ótima poupança… Um verdadeiro investimento a longo prazo.

Já imaginaram se a torcida palmeirense que colocou o Palmeiras no topo do twitter mundial no dia de seu aniversário…… usasse esse poder que tem, para divulgar os 2 casos do Petrus (agressão ao árbitro e inscrição irregular), para cobrar punição exemplar e a aplicação da lei pelo stjd, a capitania hereditária quer TEM LEIS E JULGAMENTOS DIFERENTES para o Palmeiras…….. como faz quando é para atacar o próprio clube?

Vamos parar com a hipocrisia. Ninguém aqui foi pego de surpresa. 100% dos torcedores e 115% da mídia sabia que ele iria emprestar, não doar. Ele emprestou e negociou a dívida. Esses caras são malucos.. É claro que ele vai cobrar. Eu também cobraria. Todos cobrariam. Deixem de ser hipócritas.

Ou seja, em 2020, ou quiçá mais, voltamos a aspirar algum papel no futebol brasileiro…o único problema é que até lá nossa torcida terá ficado velha e acomodada, o Mumu ainda estará forte e saudável e os não mais jovens conselheiros estarão definitivamente dentro da ciranda que ronda a gestão do Palmeiras há 40 anos. A TV nos ignorará completamente, a WTorre continuará lucrando com a Arena, nosso rival vai ter uma novela das 21h dedicada inteiramente a ele, dois programas esportivos diários na Globo e um quadro diário do Jornal Nacional. Mas que importa, em 2020 seremos saudáveis financeiramente, igual a muitos times financeiramente sustentáveis de hoje, como Chapecoense, Goiás e Oeste de Itápolis…talvez ganhemos notoriedade na mídia com alguma nota de rodapé na edição de balancete das empresas da revista Exame. E viva a austeridade.

A única coisa de bom no Dorival Jr. é que ele é realmente palmeirense. E foi ele próprio quem nos
disse, para mim e para o meu pai, quando o encontramos na porta de hotel em Santos, e o perguntamos se ele era palmeirense. E isso foi na época em que ele era treinador das Sereias.

eu tb sou, meu filho, meu falecido pai, meu falecido avô, um monte de primos e amigos tb são…..

É confirmado isso, são 50% para pagar dívidas e 20% dos 50% para a dívida do Nobre? Tá uma confusão essa história, alguns dizem uma coisa outros outra, o que é um absurdo. Deviam ter debatido e explicado bem o assunto, pelo jeito nem os conselheiros tão sabendo o que aprovaram.

Tem gente falando que são 50% retidos, tira 20% desses 50 e volta pras contas o resto.

Aforma de pagamento até que não é ruim, o problema é que tinha que ser abatido dessa dívida os 2 anos sem patrocinio, além de que eu se fosse o novo presidente daria como forma de abatimento os passes de Leandro, Mouche e Felipe Menezes. Com certeza o valor cairia e muito. Com relação a Dorival Junior, é um treinador fraco mas sempre foi do agrado do sapo boi. Teremos que engoli-lo.

Pelo que li no Lance na verdade 20% vai para o fundo, sendo que 50% do fundo é para pagar a dívida com o Nobre. Ou seja, 10% da renda vai abater a dívida, sendo que a previsao é que a dívida seja paga em até 15 anos.

Dorival Jr. é o preferido do Mustafa e por isso deverá ser contratado.

Aliás, já terminou a reunião com ele, e os “profissas” vão levar o acordo para aprovação do mimado. Se o mimado ouvir o Mustafa, Dorival Jr. poderá ser anunciado hoje à tarde.

O Palmeiras está no fundo o poço e ainda estão cavando mais fundo.

Dorival Jr, piada, terceiro rebaixamento em 2 anos…

Caso Petros, ninguém falará nada porque não é de interesse que os gambás percam 21 pontos.

Já imaginou se a torcida palmeirense (que colocou o clube no 1. lugar do Twitter mundial, no dia do aniversário)…… resolve divulgar o caso Petrus…. como faz com nossas coisas ruins? Pena que não sabemos usar nossa força na mídia…..

Já imaginou se a torcida palmeirense(que colocou o clube no 1 lugar do twitter mundial…) saísse do mesmo-twitter- e pegasse em caibros pra descer no lombo daqueles que estão destruindo a SEP? Pena que não sabemos usar a força contra nossos inimigos internos…

Pode ser que eu me engane, mas acho que o STJD está cozinhando o galo nesse caso Petros para tirar os Gambás do páreo na hora certa e ver se dá para ajudar algum carioca na reta final do campeonato (Florminense e Flamídia).

Não foi o Dorival que rebaixou Vascalhau e Florminense no mesmo campeonato?

Não posso dizer que foi o melhor negocio a ser feito, concordo plenamente com os erros de Nobre citados acima, mas como torcedor não agüento mais ouvir falar de dívida e time fraco, logo acho o grande beneficio daqui em diante é ,em vez de falar da dívida fale aumentar receitas, conseguir patrociníos,licenciar produtos, enfim CHEGA DE FALAR DE DÍVIDA, VAMOS DAR ATENÇÃO AO TIME E AUMENTO DE RECEITA.

Mas…o que vcs estão estranhando ??? Foi tudo combinado com a patota do Mumu. Pq vc acha que essa merda, esse bundao do Paulo Nada Nobre esta’ contratando o Dorival Rebaixado Jr??? Oras…o projeto tri-segundona esta’ a todo vapor. Pq? Simples!!! Na segundona, o valor da Globosta não muda…e esses acéfalos poderão colocar o bom (ruim) e barato (caro)… pois, o Palmeiras e’ expert em serie-B…e subiria. E assim funciona. E será assim em 2017 na volta a B novamente. Enquanto a torcida não começar a visitar as casas desses FDP, a coisa jamais irá mudar…. pois, eles sabem que a nossa decadente torcida se acostumou com a mediocridade e apequenamento.

Alguém sabe me dizer se as chances dos PN ganhar a próxima eleição são grandes? Porque temo pelo nosso fim se isso acontecer.

Quem articula tudo dentro do PALMEIRAS? O mumu e sua corja. Obvio o mumu é o cabeça (de ostra mas é). Mas ha reuniões e reuniões. O que se aprova em uma pode ser colocada em pauta em outro momento e modificar o resultado. Leis, e ate constituições, podem ser modificadas, revogadas enfim modificadas. É so o PN, o menino mimado, não se reeleger que o futuro voltara a ser verde. E com relaçao a divida o caminho proposto pelo JOTA é muito INTERESSANTE. Pode ser que o menino mimado passe de credor a devedor. Ou então adotar aquela maxima… devo não nego, pagarei quando e como puder. Simples assim.

Detalhe muito importante que n~åo foi citado na matéria……….. o Palmeiras começará a pagar 10% da renda mensal à partir de Maio/2015…… pq só à partir dessa data, voltará a receber as cotas da Tv que foram adiantadas há 2 anos atrás, assim como as do Paulista………..detalhe ….quase sem importância. Pescamona queria 2 anos de carência, votou por 1 e conturci sugeriu 4 meses e foi aprovado.

E aí Levi, tudo bem? Como tirar o Sapo-Boi do clube sem usar da violência? Pelo jeito até o acordo do pagamento foi feito nos moldes que o Mustafá queria.

Esse deveria sero foco Gustavo. Vc recorda do Damiano que virou sócio…tentando mudar alguma coisa lá…e jogou a toalha pq os grupos mais jovens são piores do que os velho? Estamos sem saída Gustavo…infelizmenet.

É verdade, isso foi omitido do texto e distorce bastante a realidade.
Creio que o editorial deveria esclarecer os fatos além de simplesmente expressar a opinião e a posição política.

Tobias esse fato não muda nada. Leia novamente o texto. A crítica é: quem deve pra quem? E por favor faz 1,5 ano que o 3vv aponta problemas dessa gestão e você ainda fala em posição política? Pelo amor hein…

Desculpa se falar em posição política foi interpretado com uma conotação depreciativa. Ao contrário, eu acho louvável tomar uma posição clara!
Eu achei que o seu texto transpareceu que o Palmeiras não disporia de 50% das receitas pelos próximos anos.
O que me foi passado diverge disso: seriam 10% do total, sendo que os valores que ultrapassem a cota estipulada mensal para pagamento da parcela retornaria para o caixa para a livre disposição da gestão.
Oq eu quis dizer no meu comentário é que quem esteve lá deveria esmiuçar melhor o plano.. só isso!
Em relação aos problemas da gestão, eu concordo que foram vários, e concordo com várias críticas feitas aqui e discordo de várias outras. Nunca deixei de frenquentar o 3VV, nem pretendo e não acho que vá deixar de ler, pq eu acho que as opiniões são bem formuladas e fundamentadas, para quem queira discordar ou concordar. Daí o meu interesse em vir aqui comentar.

Sobre as questões levantadas no texto, acho todas pertinentes.
Entendo que na última é uma questão que não comporta uma única resposta. Acho que o Palmeiras deve ressarcir ao Paulo Nobre pelo dinheiro que ele emprestou. Ao mesmo tempo, ele está em dívida com a grandeza do Palmeiras, com o patrimônio imaterial da instituição.
A mim, decepciona a gestão. Espero que as primeiras 3 questões levantadas sejam respondidas formalmente pelas esferas competentes no clube (foram feitas formalmente já?).

Para esclarecer:
Separe 50% da receita.
Destes 50%, separe 20%.
20% de 50% = 10% (basta lembrar que 20% também são conhecidos na praça como 1/5, :)).
Capisce?
Portanto, são 40% para pagar dívidas em geral, 10% carimbados para a dívida com o presidente, que foi feita por ele mesmo, dada a sua incapacidade crônica de gerar receitas.

Futebol não é prioridade nessa gestão. Mas é fácil de explicar, quem manda, de fato no Palmeiras é o Sr. Mustafá Contursi. Essa reunião deveria tratar única e exclusivamente do assunto futebol, haja visto que estamos desesperadamente à perigo de caírmos pela terceira vez para a Série B. Mas vejam que curioso: se cairmos, realmente, as receitas diminuirão consideravelmente… sendo assim, teremos menos dinheiro pra investir no futebol. Tendo que pagar os absurdos empréstimos pessoais ao digníssimo presidente, sobrará menos ainda para o futebol. É um loop que só acabará quando Mustafá realizar seu desejo: acabar com o futebol do Palmeiras. Acorda, Palmeiras!!!!

Meu caro CLAUDIO LONGO, mudando um pouco de assunto, CADÊ O PROGRAMA FAMIGLIA PALESTRA TV, pois eu entro no site do programa e está DESATUALIZADO, entro no YOUTUBE e também está desatualizado, afinal, CADÊ O PROGRAMA???

Sem discutir o mérito do comentário acima, assinando por Jota, devo informar que não se trata do Jota Christianini, colunista do 3VV

Não quero lhe causar nenhum problema, o Jota que escreveu sou eu, Antonio, tenho o apelido Jota de longa data, já escrevi aqui outras vezes mas faz tempo e lembro de alguém ter achado que era você, me esqueci, desculpe.
No mais, é uma honra ser confundido, desde que eu não atrapalhe claro.

Meu caro presidente, não votei, mas votaria em você quando assumiu, hoje o que tenho a lhe dizer é o que escuto, os novos contratos do Palmeiras são com salários baixos e com alta em função da produtividade, algo que eu, alguém do meio corporativo sabe bem como é. Notadamente entendo que sua produtividade anda baixa, muito baixa diga-se de passagem, muito aquém do esperado por mim, acredito que na sua auto-crítica também veja que não esta bem, sendo assim, respeitando as regras dos novos contratos aceitaremos o fato proposto de que o Palmeiras não lhe deve nenhum centavo, o que o senhor nos “emprestou” foi o valor devido, em função de sua produtividade. Ressalto que não pretendemos cobrar mais nada do senhor desde que prometa não ser candidato nas próximas eleições, caso contrário, pelo andamento, nos ficará devendo para sempre.
Palmeirense triste.

A maior divida de Paulo de Almeida Nobre com a SOCIEDADE ESPORTIVA PALMEIRAS, é de caráter e de moral, que foram destruídas em um pequeno espaço de tempo, agora já é tarde, pois o Luciferiano MUMU, esta contente, com o resultado, que sera desastroso para toda a coletividade!

Os comentários estão desativados.