Categorias
Verdão na Mídia

VERDÃO NA MÍDIA 14-09-2014: Dorival vê “melhores 45 minutos” do Palmeiras em derrota por 3 a 0 ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

• Dorival vê “melhores 45 minutos” do Palmeiras em derrota por 3 a 0

O Palmeiras perdeu do Fluminense por 3 a 0 e segue à beira da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, mas Dorival Júnior deixou o Maracanã esperançoso. O técnico se apegou às chances que o time criou e, por isso, avisou que a atuação no segundo tempo foi melhor até do que no empate com um a menos diante do Atlético-PR e na vitória sobre o Criciúma.

“O resultado, por ser elástico, pelo número de gols, deixa dúvida. Mas, ainda assim, das três apresentações que a equipe teve sob meu comando, o segundo tempo teve os melhores 45 minutos da equipe comigo”, definiu o treinador, falando até em confiança renovada, apesar da primeira derrota à frente do clube.

“Saio daqui muito chateado pelo resultado, reconhecendo o que o Fluminense fez, mas, acima de tudo, confiante. O Palmeiras me deu sinais que podem ser uteis e confio na valorização da equipe”, analisou o comandante, destacando a coragem e qualidade mostradas pela equipe após sofrer dois gols no primeiro tempo.

“Tivemos um grande número de oportunidades, com chances claras de gol. Mesmo com 2 a 0, se tivéssemos iniciado o segundo tempo fazendo 2 a 1, a história poderia ser completamente diferente. Respeito o que o Fluminense fez. Com 2 a 0, tiveram muito mais equilíbrio e estiveram inteiros, mas o Palmeiras foi agressivo, aguerrido, foi para cima mesmo frente a uma equipe com jogadores de altíssimo nível de qualidade. Saio esperançoso de que estamos seguindo um caminho novo na competição”, declarou.

Doze segundos após a saída de bola no segundo tempo, Cristaldo desviou cruzamento na pequena área rente à trave de Diego Cavalieri. O argentino, que entrou no time no intervalo, ainda participou de outras três oportunidades perigosas da equipe. Prova de que o Verdão foi bem, na avaliação de seu treinador.

“O Fluminense fez os gols em momentos oportunos. Existem derrotas e derrotas e respeito e reconheço o resultado, mas o Palmeiras procurou a todo instante, se entregou, buscou o resultado. Foi sendo envolvido pelo momento da partida e o Fluminense foi muito feliz, mas o Palmeiras teve méritos”, reforçou Dorival Júnior.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

••

NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

• Palmeiras perde mais dois, e Dorival quebra a cabeça para montar time

Por Sofia Miranda

O Palmeiras entrou em campo neste sábado para enfrentar o Fluminense, no Maracanã, com 13 desfalques. Além da derrota por 3 a 0 para os cariocas, o técnico Dorival Júnior ganhou mais problemas: o zagueiro Victorino e o volante Eguren receberam o terceiro cartão amarelo no Rio de Janeiro e também serão baixas para o duelo contra o Flamengo, na próxima quarta-feira, às 22h, no Pacaembu.

Contra o Fluminense, Dorival não pôde contar com Fernando Prass (em recuperação de cirurgia no cotovelo direito), Wellington (lesão no tendão de Aquiles do pé esquerdo), Wesley, Marcelo Oliveira (lesão na coxa direita), Lúcio, Tobio (lesão na coxa esquerda), Allione, Wendel e Bernardo (dores musculares), Bruninho, Valdivia e Mateus Muller (em fase de recondicionamento físico). E o treinador ainda não sabe como pensar em montar uma formação com as peças que possui hoje à disposição.

– Não sei se teremos alguém retornando. Teremos que quebrar a cabeça e achar uma solução. O Nathan fez uma boa estreia. Um menino que há dois dias nem imaginava que ia jogar. Vestiu a camisa, chamou responsabilidade. O Palmeiras vai encontrar um caminho. Vamos mostrar ao torcedor que estamos achando o caminho – afirmou.

Valdivia, Allione, Wendel, Bernardo e Marcelo Oliveira são os atletas mais próximos de voltar ao time. Todos, porém, ainda serão reavaliados pelo departamento médico do Palmeiras na reapresentação do elenco, nesta segunda-feira, na Academia de Futebol.

Buscando uma recuperação para o Verdão na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro, o técnico Dorival Júnior aposta no retorno dos machucados para reforçar o plantel e dar mais qualidade ao time.

– Eu não tenho dúvidas de que isso vai acontecer. Não podemos nos precipitar. Em determinado momento, você coloca um atleta em campo e as coisas se agravam. Eles estão em fase final de recuperação. O Wesley talvez um pouco mais demorado. O Valdivia talvez mais rápido. Fatalmente em breve seremos uma equipe mais composta. Voltaremos a fazer bons resultados daqui a pouco – completou.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

••

NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

• Palmeiras deve ter três reforços para jogo contra o Flamengo

Os médicos do Palmeiras pretendem liberar o zagueiro Lúcio e os meias Allione e Valdivia para o jogo contra o Flamengo, às 22h de quarta-feira, no Pacaembu. Todos estão recuperados de lesões musculares e começaram a treinar com bola na última semana, embora ainda não tenham se juntado aos companheiros.

Valdivia ficou fora dos últimos oito jogos. Lesionou-se no dia 17 de agosto, contra o São Paulo, quando voltava ao time após ver fracassar sua negociação com o Al Fujairah, dos Emirados Árabes. Na ocasião, jogou menos de 15 minutos e sentiu a coxa direita. Lúcio e Allione se machuram contra o Atlético-MG, na eliminação da Copa do Brasil, e perderam as últimas três partidas.

A lista de desfalques, porém, vai continuar grande. O zagueiro Victorino e o volante Eguren somaram-se a ela na derrota por 3 a 0 para o Fluminense, nesse sábado, já que ambos receberam o terceiro cartão amarelo no Maracanã.

O goleiro Fernando Prass, os zagueiros Tobio, Wellington e Thiago Martins, os laterais Mateus Muller e Wendel e os volantes Marcelo Oliveira, Wesley e Bruninho seguem vetados por problemas físicos. O atacante Leandro, que não encarou os tricolores por ter sentido dores abdominais, não deve ser problema.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

••

NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

• Derrota, crise no gol e 15 desfalques. O pesadelo do Palmeiras só aumenta

O Palmeiras foi ao Rio de Janeiro para se distanciar da zona de rebaixamento e deixar Dorival Júnior com bom embalo inicial no comando do time. No entanto, tudo deu errado e a situação, que já era péssima, só piorou. A equipe levou 3 a 0 do Fluminense, voltou a ver o goleiro Fábio falhar, e aumentou o número de desfalques de 13 para 15.

Antes do jogo, dirigentes já falavam em luta por uma vaga para a Copa Sul-Americana. Só que a situação final da 21ª rodada vai deixar o Palmeiras no 16º lugar, com 21 pontos, a apenas um da zona de rebaixamento.

“Prefiro caminhar com a nossa realidade que é de fugir da zona de rebaixamento nessas próximas rodadas. Não adianta pensarmos em grandes coisas lá na frente”, avisou Dorival.

O treinador avisou que está confiante em uma reabilitação do time apesar dos diversos problemas de desfalques. O número só aumentou com as suspensões de Victorino e Eguren.

Para o duelo contra o Flamengo, no Pacaembu, por exemplo, a formação defensiva é problema sério. Wellington, Tobio, Marcelo Oliveira e Thiago Martins vetados pelo departamento médico. Victorino foi suspenso, e o jovem da base Nathan deve ser utilizado novamente– Lúcio está em fase de recuperação e é dúvida.

“Eu gostei da partida do Nathan, foi seguro. Tem personalidade e já me mostrou que está pronto para seguir sendo utilizado”, comentou o comandante palmeirense.

Em situação cada vez mais complicada para montar o time, Dorival ainda não conta com jogadores experientes do Palmeiras. O goleiro Fernando Prass se recupera de cirurgia no cotovelo, enquanto Wesley e Valdivia tiveram recentes moléstias na coxa. Os outros desfalques são:

Como se não bastasse isso, o goleiro Fábio voltou a falhar na derrota para o Fluminense e reacendeu uma polêmica entorno do merecimento da camisa 1 do Palmeiras.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

••

BLOG PITACOS DO PALESTRA ❘ LANCENET

• O Palmeiras, acredite, evoluiu. Mas evolução não vale ponto…

Por Fellipe Lucena

Só Cristaldo, que entrou no intervalo, teve cinco chances de marcar para o Palmeiras, mesmo número de todo o time do Fluminense. E os cariocas venceram por 3 a 0 no Maracanã…

A boa notícia é que o time de Dorival Júnior, por incrível que pareça, evoluiu. Teve muito mais volume de jogo, por exemplo, do que na vitória por 1 a 0 sobre o Criciúma, quarta passada, no Pacaembu.

A parte ruim é que o rival nem precisou suar tanto para vencer, já que recebeu gols de presente. O primeiro, logo aos seis minutos, foi um festival de falhas: Weldinho não fechou o ângulo do cruzamento, Victorino furou e Fábio já estava estirado no chão quando Fred chutou.

O segundo foi no discutível pênalti de Renato, que aparentemente não teve intenção de colocar a mão na bola, mas deu o carrinho com o braço aberto e correu o risco.

O desempenho da equipe era mediano até aquele momento, mas não o suficiente para que o oponente vencesse por 2 a 0 sem fazer força.

O já fixado 4-2-3-1 tinha um improdutivo Patrick Vieira na linha de três meias com Diogo e Juninho, já que Leandro sentiu dores abdominais e foi vetado. Com Mendieta e Cristaldo nas vagas de Patrick e Weldinho, o time melhorou muito na etapa final.

Cristaldo perdeu chances, mas não pode ser reserva. Fábio é o oposto: não pode ser titular. Não há hora oportuna para falhar, mas ele tem vacilado sempre quando o time está melhor. Neste sábado, estava criando chances na base da tabela, jogada simples que estava esquecida há meses no clube. Animador (?).

Leia aqui a matéria completa → BLOG PITACOS DO PALESTRA ❘ LANCENET

••

BLOG DO ROBERTO AVALLONE ❘ UOL

• Falhas grotescas na derrota do Palmeiras

Na alma do torcedor, o que dói mais? Ver seu time jogando bem e perder, o que é duro de engolir, ou ter de aceitar uma derrota, mesmo para um adversário superior, em função de erros grosseiro de seus próprios jogadores?

No caso do Palmeiras e da goleada sofrida para o Fluminense de vários talentos- 3 a 0-, o torcedor palestrino até reconhece que o Flu tem jogadores melhores (Conca, Sóbis, Fred, Cícero, Vagner, Cavalieri), mas, pelo menos com quem conversei, não consegue digerir as falhas que definiram a derrota que quase devolveu a equipe à zona do rebaixamento; o que teria acontecido se o Coritiba tivesse vencido o Santos (mas perdeu por 2 a 1) na Vila Belmiro.

Já com minha opinião misturada às queixas da torcida, tentemos reconstruir as falhas grosseiras do Palmeiras:

a) Ah, o primeiro gol do Flu, um festival de lambanças: bola vinda da esquerda, Victorino (furou!). o goleiro Fábio escorregou (!) e a bola sobrou para Fred, meio que deitado, empurrar a bola para as redes, com o pé esquerdo.

b) Oh, o terceiro gol do Fluminense: quase sem ângulo, Conca bateu uma falta da direita e Fábio, totalmente sem jeito, tentou defender com o peito e jogou a bola para as próprias redes. Mais uma falha desse goleiro que alterna grandes defesas com erros históricos. Só que goleiro de time grande não pode falhar tanto.

c) Foi pênalti no segundo gol? Ficou a dúvida, pois é uma questão interpretativa. Mas Renato não tinha nada que ir na bola daquele jeito, meio que de carrinho e de braços abertos. E daí que a bola bate no braço, sim, e como provar se houve ou não intenção?

d) Erros crônicos: Weldinho, Patrick Vieira, Eguren, Juninho. O erro está em escalá-los, pois não demonstram condições de jogar em um Palmeiras que sonhe mais do que este.

e) O erro de Dorval Júnior: não escalar Cristaldo desde o começo do jogo. Quase inoperante na primeira etapa, até que o Palmeiras criou várias chances no segundo tempo incendiado pela movimentação de Cristaldo, que já deveria ser titular.

Bem, deve haver mais coisa errada, mas estes erros já são consideráveis para uma derrota elástica do Palmeiras. Ou não?

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO ROBERTO AVALLONE ❘ UOL

••

BLOG DO JOSÉ CARLOS ASSUMPÇÃO ❘ LANCENET

• Evolução palmeirense?

Imagino que muitos vão discordar de mim, mas vi uma evolução no Palmeiras no segundo tempo contra o forte Fluminense.

Mesmo entrando com desvantagem de 2 a 0 no placar, o time foi para o ataque, não se entregou, criou chances de gol e poderia ter conseguido outro resultado na etapa final.

No primeiro tempo, porém, o Verdão, muito recuado e pensando apenas em empatar, acabou cedendo espaço demais para os cariocas, que mereceram a vitória.

Ultrapassado pela Chapecoense, o Palmeiras segue flertando perigosamente com o descenso. Mas, apesar das más contratações da diretoria nos últimos meses, não acho que o time voltará para a Série B. Nisso concordo com Paulo Nobre. Há equipes piores no campeonato, cujo nível, aliás, segue, em geral, bem fraquinho.

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO JOSÉ CARLOS ASSUMPÇÃO ❘ LANCENET

••

BLOG DO LUIS CARLOS QUARTAROLLO ❘ JP ONLINE

• Palmeiras cai no Maracanã e volta a ser ameaçado pela zona do rebaixamento

Palmeiras acaba de perder de novo no Campeonato Brasileiro. Foi a primeira derrota da era Dorival Júnior como técnico.

Foi a décima segunda derrota do Verdão no Campeonato. É o time que mais perdeu e aquele que mais tomou gol: 28 contra suas redes.

Hoje caiu diante do Fluminense por 3 x 0 e perdeu muitas oportunidades. Falta qualidade para muitos jogadores do Palmeiras, mas o placar foi dilatado demais.

No primeiro gol Eguren não livrou-se da bola e acabou se enrolando. Ela acabou chegando a Conca, toque para Chiqunho e o cruzamento rasteiro para a furada de Vitorino.

Atrás dele Fred caiu e repetiu a jogada do gol contra a Espanha na final da Copa das Confederações. Foi mais um gol deitado do artilheiro do Fluminense.

O Palmeiras se arrumou novamente no jogo, Diogo deu trabalho para o goleiro Diego Cavalieri, mas o péssimo arbitro goiano Elmo Resende Cunha inventou um pênalti para Fred bater e fazer 2 x 0.

A bola bateu na mão esquerda do garoto Renato quando deu carrinho para impedir o cruzamento de Vagner e o árbitro deu pênalti.

Para o árbitro Renato tinha que estar com a mão colada ao corpo mesmo dando um carrinho na jogada. Seria quase impossível.

Palmeiras voltou com Mendieta no lugar de Weldinho e Cristaldo no lugar de Patrick Vieira no intervalo e até melhorou a produção ofensiva.

Perdeu várias chances e em mais uma falha do goleiro Fábio acabou tomando o terceiro gol em falta cobrada por Conca.

Goleiro tem falhando sucessivamente e por causa dele o Palmeiras perdeu vários pontos no Campeonato.

Talvez no jogo contra o Flamengo na próxima quarta-feira, no Pacaembu, Deola ou Bruno possa entrar no lugar de Fábio já que Fernando Prass continua fora fazendo muita falta.

Não é o fim do mundo perder para o Fluminense, no Maracanã, era até previsível na situação atual.

Palmeiras tem que vencer no seu Campeonato que é o que envolve o confronto com os times lá de baixo.

O Flamengo está nessa conta e não pode perder mais em casa, mas derrota para o Fluminense até podia estar na conta.

Palmeiras continua ameaçado pelo rebaixamento e deve continuar nessa gangorra até o fim do Campeonato.

As contas continuam as mesmas. O Palmeiras precisa de pelo menos mais 25 pontos para escapar e não cair pela terceira vez na sua história.

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO LUIS CARLOS QUARTAROLLO ❘ JP ONLINE

••

BLOG DO ALBERTO HELENA JÚNIOR ❘ ESTADÃO ONLINE

• Verdão, com a água no pescoço

Você espia assim o placar e logo acha que foi um baile do Fluminense no Maracanã sobre o Palmeiras: 3 a 0.

Nananina, meu. Ao contrário. Se o Tricolor carioca dominou o primeiro tempo, quando fez 2 a 0, nas únicas duas vezes em que finalizou a gol, o Verdão, no segundo, foi o dono da partida. Sobretudo, depois da entrada de Crsitaldo, quando criou, por baixo quatro chances de marcar, e ainda por cima tomou o terceiro, em cobrança de falta de Conca e falha do goleiro Fábio. E poderia ter levado o quarto, naquela bola de Conca que Fábio desviou e a bola chocou-se com o travessão.

Que fase!, diria meu chapa Milton Leite.

Fase tão negra do Palmeiras que o segundo gol do Flu foi fruto de um pênalti marcado absurdamente pelo juiz.

Aquilo não foi pênalti nem aqui, nem na China, segundo todas as orientações da International Board. O defensor não teve clara intenção de tocar a bola com o braço. Além do mais, o disparo foi próximo demais do defensor e o movimento do braço absolutamente normal, pra quem se atira com as pernas esticadas à frente em busca de cortar o cruzamento.

A não ser que a nova regra implantada pelo meu querido Edinho, um dos grandes zagueiros da história do nosso futebol e o maior de todos os tempos do Flu, comentarista da Sportv, esteja em vigência.

Isto é: o jogador do Palmeiras tentou cortar a bola. Portanto, teve a intenção. Se a bola bateu em seu braço, logo, foi intencional. Um portento de interpretação.

Mas, o que acaba valendo, para efeito de tabela, é o placar, o suficiente para manter o Palmeiras com a água batendo no pescoço.

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO ALBERTO HELENA JÚNIOR ❘ ESTADÃO ONLINE

••

BLOG DO JORGE NICOLA ❘ IG

• Com CND, Palmeiras quer contratar atletas olímpicos

O Palmeiras passou muitos meses sonhando em obter a CND (Certidão Negativa de Débito) para garantir o patrocínio da Caixa. O documento, porém, só foi obtido na última semana, no momento em que o banco estatal está retirando investimentos do futebol nacional.

Ainda assim, a CND terá papel fundamental para o presidente Paulo Nobre em caso de reeleição, em novembro. O mandatário alviverde espera se valer da Lei de Incentivo ao Esporte para contratar atletas olímpicos. “Até porque a Olimpíada do Rio será em dois anos”, explica o diretor jurídico do Palmeiras, André Sica, sem citar nomes de atletas ou modalidades que fazem parte dos planos.

O clube também promete buscar parceiros para reforçar seu time de basquete, que costuma ocupar posição intermediária no NBB, como é chamada a liga nacional.

Outra alternativa que se abre para o Palmeiras é financiar a construção de um hotel para seus jogadores dentro da Academia de Futebol. A Ambev está bancando a construção de um prédio de dois andares com salas de fisioterapia, musculação e fisiologia, além de uma piscina aquecida. “Já o alojamento ficará sob nossa responsabilidade”, conclui André Sica.

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO JORGE NICOLA ❘ IG

••

60 respostas em “VERDÃO NA MÍDIA 14-09-2014: Dorival vê “melhores 45 minutos” do Palmeiras em derrota por 3 a 0 ❘ GAZETA ESPORTIVA NET”

Tenho reparado nesse campeonato que os árbitros escalados são caseiros. Não concordo nesse campeonato com essa questão de hierarquia. Quando formos mandantes os bananas que administram o clube tem que aprender a pressionar o árbitro para que na dúvida esteja ao nosso
lado. É um caminho importante pra seguir fora da zona de degola, mas não acredito que o garoto
mimado que faz do Palmeiras seu joguinho de videogame siga esse conselho.

Concordo com você. Também não acredito nesse papo de hierarquia. Acho que além da pressão dos dirigentes junto à arbitragem, falta também a pressão dos jogadores dentro de campo junto aos árbitros. Não sei se é porque há anos não jogamos na nossa verdadeira casa, mas sinto falta daquela garra de vencer a qualquer custo, de disputar e discutir a cada lance, mesmo que estejamos certos ou não. De brigar pelos nossos interesses, e até de tentar levar vantagem, por que não? Somos muito certinhos (mauricinhos) dentro e fora de campo.

E os caras preocupados em contratar atletas olímpicos e reforçar o time de basquete. Enquanto isso o futebol agoniza, respira por aparelhos…

Estaria mais ou menos evidente que existe uma hierarquia de clubes mais favorecidos pela CBF? Tipo: 1º nível de favorecimento Fluminense e Flamengo; 2º Gambás, 3º Botafogo, Inter, Grêmio, Galo, Cruzeiro e Coxa; 4º Bambis, Sereias e Palmeiras; 5º O restante? Por exemplo: Fomos prejudicados contra o Fluminense (nível 1), consequentemente seremos também contra o Flamengo (nível 1), mas fomos beneficiados (Palmeiras, nível 4) nos dois jogos contra o Criciúma (nível 5).

Sendo assim, quarta-feira, se preparem, pois seremos roubados de novo. Vamos jogar contra o time que conseguiu ganhar dos Gambás na mão grande. Não temos a mínima chance…

Se depender da arbitragem, stjd e a rede de esgoto de televisão (rede globo), o Palmeiras mais uma vez será roubado diante do flamengo, podem ter certeza disso!!!

Melhor nem entrar em campo, seremos roubados e perderemos de novo mesmo.

Roberto Frizzo retira sua candidatura e diz que apoiará Paulo Mole. Esse é outro incompetente
que só sabe fritar Hambúrguer. Se a torcida do Palmeiras não tomar providências esses caras vão
nos levar à série C no próximo ano.

Por que será que o Fábio não é afastado? De longe é o pior goleiro dos que lutam contra a degola, será que ele assinou contrato com a empresa do Brunóquio??

Bem…. se aspiramos qualquer coisa que não seja o rebaixamento, precisamos Urgentemente de um goleiro. Pois não dá para contar somente com o Prass no elenco. Não sei como encontrar, mas tem que encontrar de qualquer maneira.

Faltou essa nota no “verdão na mídia:

A mando de “interessados”, preparador de goleiros do Palmeiras age como “promotor” do goleiro Fabio.

Oriundo da fraca equipe “B” do clube, conhecida por servir de quintal para empresários, o goleiro Fabio, há tempos, decepciona na titularidade da meta palestrina.

Mesmo assim, permanece jogando.

Há muitos interesses, no Palmeiras, em torno dessa decisão, não apenas de agentes, mas também de beneficiados internos do esquema, entre eles José Carlos Brunoro, que tem como objetivo valorizar jogadores e lucrar com revenda posterior.

Fato é que gente influente do Verdão vem recebendo ligações do preparador de goleiros do clube solicitando “ajuda” para manter Fabio entre os titulares.

Um desvio de função, que, por razões óbvias, não deve ser gratuito.

O conselheiro do Palmeiras, Gilto Avallone, influente nos bastidores, confirma a informação:

“O preparador de goleiro que não venha nos desmentir que liga a pessoas de influência no clube apelando para manter o mesmo (Fabio) no time.

Inexplicável é Deola chegar quatro quilos acima do peso, após mais de um mês de treinamento só perder um quilo, é tudo treta, “esquemão” dos grandes.

Contusões e mais contusões do nada, com demora muito acima do normal de restabelecimento.”

Cabe agora a Dorival Junior, se de fato não estiver a disposição destes tais “interesses”, apurar as denúncias e tomar decisões puramente técnicas na escalação do Palmeiras.

Para descontrair….
Zapeando os canais, vi a propaganda de um filme que Paulo Nobre pediu que fosse transmitido um filme para homenagear nosso centenário:

Às 18 horas de hoje (domingo), passaria (passou) no canal HBO Family, o filme “Lanterna Verde” …… É rir pra não chorar….hehehe

Sem sonhar muito, já pensaram nosso time com essa escalação:
1 Prazz
2 Luis Felipe
3 lúcio
4 Henrique
6 Victor Luiz
5 Marcelo Oliveira
8 Wesley
11 Allione
10 Valdivia
7 Cristaldo
9 Alan Kardec

Todos os bons jogadores que contrariaram o mimadinho foram dispensados ou vendidos, Henrique, Kardec e Luis Felipe e o pior de tudo, sem nenhuma reposição. Se esse time cair, a culpa
é toda do Paulo Nobre e que a torcida se vingue dele .

Antes que digam que basta ter time bom, vamos recordar.
Em 1971 tínhamos um timaço, mas o campeão paulista foio Bambi, graças ao Sr. Armando Marques, lembram? Em 1972, COM O MESMO TIMAÇO, nosso presidente de então, que ERA HOMEM DE VERDADE, NÃO OS RATOS QUE LÁ ESTÃO HOJE, recusou-se a jogar no Panetone, resultado? Campeões.
Em 1995 também tínhamos um time excelente, mas fomos eliminados da Libertadores pelo Grêmio, quer dizer, pelo apito do Sr. Cláudio Cerdeira, que expulsou meio time nosso no Olímpico, “não viu” a agressão do Danrlei, e tomamos lá de 5×0. Lembram-se disso?
Em 1999 ninguém poderá dizer que o time era fraco, todavia perdemos o Mundial graças a um gol legal do Alex muito mal anulado. E perdemos a Mercosul para o Flalixo dentro de casa, em um dos lances mais escandalosos da história do futebol mundial. Vamos recordar: segundo tempo, PÊNALTI NÃO MARCADO no Euller, o zagueiro flamenguista passa pro meio de campo, onde um outro flamenguista MATA A BOLA COM A MÃO, lança pro atacante EM IMPEDIMENTO fazer o gol.
Mas tudo bem, arbitragem não influencia, seja com time bom, seja com time ruim, não é mesmo?

Não, claro que não. Árbitros são completamente neutros, pergunte ao Edilson Pereira de Carvalho. Se fossem só torcedores como você que pensassem assim, menos mal. Pior é que nossos dirigentes também acham. Continue assim, os rivais agradecem.

É, e um moleque que faz bobagem não merece perdão, segunda a nobre direção.
Enquanto que presidentes que rebaixaram o Palmeiras, continuam influentes ou no comando, dirigentes que jogaram contra a arena de forma antiestatutária continuam no clube, conselheiros que cantam o hino do rival quando seu estádio público foi escolhido para a Copa não são cobrados, conselheiros que fazem fofoca na mídia não são questionados, e se briga veementemente por sauna no clube enquanto se ignora os prejuízos nos bastidores da mídia e das federações.
Demonstração de força equivocada!

Sinceramente como está insuportável assistir a um jogo do Palmeiras, perde no domingo…perde na quarta…perde no domingo…perde na quanta… . Realmente, somo uma piada pronta e definitivamente viramos um Guarani da capital ou um Juventus-SP!!! Perdemos de goleada do Tapetão (florminense) e quarta-feira se bobear será outra derrota contra os mulambos do Rio.

Sem contar a Copa do Brasil, onde nós estamos eliminados e eles na semifinal, graças ao estupro cometido contra o Coritiba diante de 30 mil testemunhas, fora a TV. Mas a arbitragem não faz diferença nenhuma, o time é fraco, blá, blá, blá…

E a tupiniquim press vendeu como “feito heróico”…….. foi graças ao contursi que o Palmeiras já salvou o flajuto 2x do rebaixamento no brasileiro, na última rodada………perdendo o jogo. Quem conhece o Palmeiras, sabe do que estou falando.

Eu estava nesses dois jogos e sei o que vc está falando.
O problema é que aparentemente as atitudes mustafentas jogou contra nós mesmos em 2002. elegeu o de 2012, e agora comanda ideologicamente o de 2014. As pequenas chances são: a torcida, a fraqueza de outros adversários, o rompimento com essa bobagem ideológica de lamentação, transferência de culpa, ausência de comando e combatividade nos bastidores de uma federação e órgãos associados que nos esculhambam, ainda que um conselheiro verde seja o presidente da federação.

Pois é, Sérgio, você está tão bem informado que até já classificou o Flamengo para as semifinais, quando ele ainda precisa enfrentar o América de Natal nas quartas… Só para lembrar: na primeira rodada ganhamos três pontos no apito, graças a um pênalti escandaloso a favor do Criciúma não marcado quando o placar apontava 1×0 para os catarinenses; contra o Goiás, o gol que abriu o caminho para a vitória (e que influenciou todo o restante do jogo, portanto) foi marcado por Lúcio em absurdo impedimento; e no jogo contra o mesmo Criciúma no Pacaembu, a falta sobre o zagueiro deles poderia (eu disse PODERIA) ter sido marcada invalidando o gol. Só aí são sete pontinhos ganhos, sem os quais hoje estaríamos com míseros 14. Esse, sem dúvida alguma, é o pior time que eu já vi vestindo a camisa do Palmeiras em 40 anos acompanhando futebol, o resto como você mesmo disse é blá blá blá.

Aos espertos que dizem que arbitragem não tem nada a ver, o time está nessa situação APENAS porque é ruim: o Flamengo tem um time quase tão fraco quanto o nosso, mas está 7 PONTOS à nossa frente, longe do rebaixamento, sendo que até outro dia era o lanterna do campeonato. Quantos, desses sete pontos, o Flalixo conseguiu graças à arbitragem? Só hoje foram TRÊS, e isso que era contra o time oficial do governo. E claro que não foi a única partida em que isso aconteceu, já houve outras. Ou seja, no frigir dos ovos, NÃO FOSSE A ARBITRAGEM, o Flalixo estaria na mesma draga que nós, mas é tudo besteira, não passa de chororô, não é mesmo?

Nos final dos anos 70 o Palmeiras era espelho para o São Paulo : tínhamos mais tudo que eles e o que eles fizeram? Inverteram o jogo! Hoje eles tem não dinheiro; mais torcida; mais time; mais CT; mais CT da base; mais estádio (talvez aí surja a esperança); mais títulos ! Posto isso, penso que temos que nos guiar por eles , eles são hoje o que queremos ser amanhã, basta copia-los e voltarmos a ser , pelo menos igual e não 100 vezes pior

O Palmeiras nos faz passar vergonha. Fazendo uma analogia meia-boca, é como se o time do palmeiras fosse aquele torcedor que fica num cantinho do salão de festa, vendo homens de sucesso (os times grandes), engravatados, vestindo seus ternos de grife, bebendo no meio do salão, dando gargalhadas de qualquer coisa e nós ali, no cantinho, cabeça baixa, com vergonha e medo de algum deles perceber nossa presença e começarem a zombar de nós.

Acabei de assistir aos jogos do SPFC x Cruzeiro (10. tempo) e do Curica X Flamengo (2o. tempo).
Cheguei na seguinte conclusão:
Definitivamente o Palmeiras está na divisão errada. Se em 2012 merecemos a série B, em 2013, merecidamente jogamos na 2a. divisão e neste ano de 2014, sem dúvida alguma, deveríamos estar na 2a. divisão do brasileiro, quiça, até mesmo do Paulistinha.
Percebo o quanto estamos anos-luz distante desses 4 times acima citados.
Cruzeiro: um time muito bem entrosado, com poucos craques como Fábio, Manuel e reservas do nível de Dagoberto e Júlio Batista (ex-SPFC), mas no geral, tem um toque de bola que parece time europeu…………..
SPFC: ataque com Ka’ká, Pato, Ganso e Alan Kardec. Alô, palo Nobre, este último já tem 7 gols no SPFC. Defesa também muito bem postada…….Curica: um time raçudo e entrosado, com excelente defesa. Quase difícl de passar por ela. Time que tem titulares e reservas no mesmo nível técnico…… Flamengo tá embalado e vem jogando bem, pois sua torcida pega no pé dos jogadores, até mesmo fora de campo e lá no Rio a imprensa não faz sensacionalismo com o clube com fazem com o Verdão.
Os demais, Inter, Grêmio, fluminenC, etc., também tem bons jogadores.
Até que demorou para chegar mas o Palmeiras conseguiu, pelas próprias pernas, leia-se Mustafá, Tirone e Paulo Nobre, chegar no patamar do futebol brasileiro, como um time Médio. E lembrem-se, irá demorar muito para sair dessa colocação de time Médio que está hoje.
Por muito tempo será apenas saco de pancadas dos grandes times e com os times médios de sua categoria, será aquele time, que no interior se chama de atrasa foda, ou seja, não come e não deixa o outro comer .

Será que o Vaidar não consegue dar um curso rápido de presidência para o Paulo Nobre ???
Pode ser à distância mesmo, afinal, é um caso de gravíssima urgência.

Postura do Criscio que compartilho: as bibas mesmo devendo as pregas e adiantando receitas, contrataram jogadores para ganhar título, se reforçam nos bastidores e diretor diz no começo do campeonato que serão campeo~es brasileiro….. Ai, o time está em 2. lugar…………e leva…………50 mil ao estádio…………50 dá uma boa grana…………grana ajuda a pagar as dívidas, bons salários e bichos MAIORES…………. time fica motivado e luta por mais vitórias e pelo título……………enche o estádio e TEM MAIS RENDA…..e não é roubado pelas arbitragens……enquanto isso o jabba the hut, elege mais vitalícios no Palmeiras…

95% da torcida continua achando que se o time é ruim, merece ser roubado. Uma coisa não justifica a outra. Mas define resultados. Em 2009 o Palmeiras tinha um time e as arbitragens quebraram ele na reta final. Ou já esqueceram do Simon? Palmeirense tem memória mais curta do brasileiro. Recomendo ler o blog da clorofila amanhã, lá terão imagens…para palmeirense não ficar brigando com elas e nem fechar os olhos.

Levi, na primeira rodada o Criciúma foi roubado descaradamente com um pênalti não marcado quanto o placar apontava 1×0 para eles. A vitória contra o Goiás começou com um gol totalmente impedido do Lúcio. O gol da vitória contra o Criciúma aqui no Pacaembu poderia (estou dizendo que poderia) ter sido anulado por conta de uma falta no zagueiro catarinense. Só aí são no mínimo sete pontos a mais na tabela, ou seja, se nos tiraram alguns também nos deram outros. Vamos parar de tapar o sol com a peneira, pois na época em que tínhamos time vencedor também éramos roubados e GANHÁVAMOS mesmo assim!

Então…… time ruim, quando é roubado…. se desestabiliza mais rápido e perde mais fácil……. o que mais me irrita é que os caras n chutam ao gol, e isso já dura uns 5 anos. Só de falhas individuais, já perdemos bem uns 20 pontos. E ainda reclamaram do bicho por vitória que aumentou para 3 mil……. pode colocar até 10 mil, mas sem vitória….o bicho será zero. O pior é que no final o clube vai ter que pagar prêmio extra “POR PRODUTIVIDADE”…. para evitar o rebaixamento.

O Corinthians está sendo também prejudicado pela arbitragem no jogo justo contra o nosso próximo adversário o Flamengo. Gol impedido e pênalti inexistente que o bom goleiro deles pegou.
Tem que pressionar o árbitro ou seremos roubados também na próxima rodada.

Tá na hora de sacar o Fábio do gol, por muito menos o Deola e o Bruno caíram em desgraça com a torcida!

Jogadores e diretoria :

Limitados, Fracassados, Incompetentes, Despreparados, Fracos, Descomprometidos, Derrotados, Incapacitados. Há algum adjetivo a mais ou a menos ?

É facil, só entrar no blog da clorofila, pelo texto parece que a CND vale mais que o time campeão de 93/94.

Caríssimos alviverdes,

Estava ontem no Maracanã (por sinal, o nosso setor de visitantes estava lotado) e posso dizer que vi um time condenado ao tri-rebaixamento. Deus nos ajude… Mas isso todos já sabem. O que destaco são duas coisas:

(i) O fluminense NÃO fez qualquer esforço pelo resultado. Jogou mal. A torcida deles pouco cantou (só começou mesmo depois do terceiro gol), porque sabia que o time estava se apresentando muito mal. Apesar disso, 3 a 0 pra eles (ISSO, é inadmissível)… Nosso nível atual é de série C (pois não precisa de muito esforço para sacar que esse time é muito pior que o time série B do ano passado).

(ii) Pela primeira vez vi a Mancha parar. Ela simplesmente parou, por 2 a 3 minutos, após o frango do Fábio. Foi um momento de silêncio coletivo e de resignação de TODOS (organizados ou não) que apenas engoliam, a sua maneira, a tristeza e a constatação de que acabou… o nosso palmeiras acabou. Cada um tenta lidar de forma distinta com isso (alguns otimistas, outros pessimistas), mas o fato é que acabou…

Pode ressurgir? Claro que sim. Mas atualmente e num futuro próximo, o Palmeiras acabou.

Mesmo assim, continuarei a assistir aos jogos do meu finado verdão sempre que vierem ao Rio. Faço minha parte. Espero que um dia o Palmeiras volte a ser Palmeiras e que eu ainda esteja vivo até lá (olha que tenho apenas 27 anos…)

Um grande abraço e saudações alviverdes.

Verdade ANTÔNIO DOS REIS JR., a verdade é essa mesmo, O PALMEIRAS ACABOU, o que mais dói e me entristece é que os atuais dirigentes e conselheiros que comandam o clube, estão sepultando e enterrando o Palmeiras definitivamente, lamentável!!!

Por outro lado, tirando as arbitragens……. quando vc vê juninho de armador, Eugen de capitão e weldinho na lateral direita….no ano do centenário…..é pq “something is wrong” no tal planejamento do ano.

Logo aparece alguém escrevendo que a arbitragem prejudicou o Palmeiras….prejudicou……. mas o Palmeiras já foi AJUDADO 1 VEZ. Mas como o time é ruim, merece perder e ser roubado….. em 10 segundos….contando….1,2,3,4,5….

Os comentários estão desativados.