Categorias
Opinião

Opinião: onde a perspectiva é irrelevante

 

Por Vicente Criscio

Palmeirense amigo, vamos esquecer as preferências partidárias da política nacional. Afinal de contas Dilma foi eleita e quem gostou, curte, quem não gostou, renove o passaporte. É a vida.

Minha reflexão é sobre uma outra eleição que vem aí. Menos importante que a primeira, é verdade, pois nada se compara ao posto de Presidente do nosso país. O futuro dos nossos filhos estão aí.

Falo da eleição para Presidente da SEP. Dia 29 de novembro, pouco mais de um mês a partir de hoje, os sócios da SEP vão escolher o Presidente da Sociedade Esportiva Palmeiras.

Minha opinião? (remember… essa é uma coluna de opinião… logo posso estar errado). Mas voltando, minha opinião? Paulo Nobre vence com facilidade. Tem a máquina a seu favor, digo, as carteirinhas, o poder de nomear quem quiser para as mais de 100 cadeiras de diretores titulares ou adjuntos, tem os principais caciques políticos da SEP (Mustafá, mas não só ele) trabalhando todo dia no clube para convencer os sócios que Nobre é melhor candidato que Pescarmona… E pronto.

Pescarmona sofre com as críticas sobre sua atuação quando foi diretor de futebol e diretor administrativo. É o “Aécio” (guardadas as devidas proporções). A lógica da situação é: PN é ruim? o outro também. PN não ganhou nada? o outro também. O outro diz que é melhor? Mas é apadrinhado de Belluzzo (o FHC da analogia) , que nos endividou e acabou com o Palmeiras. Esse é o discurso. Nenhum compromisso com fatos.

E assim vai. Assim como na política nacional, fatos e versões se confundem e cada um acredita no que quer. Ou seja, mediocrizam a discussão. Não se discute o futuro e o que cada um vai dar. Discutem quem é o menos pior. Assim embaralham a cabeça do eleitor. E o mérito ou o desempenho ou a competência ou a perspectiva de trazer melhor resultado vai por água abaixo. Vamos discutir quem é o menos pior. E assim nivelamos nossas expectativas. Todas para baixo.

Como mudar isso? Não muda. Não com mais do mesmo. O debate é pobre. Na política palmeirense de hoje se discute a falta de dinheiro e não como fazer o Palmeiras voltar a ser um dos mais importantes times de futebol do mundo.

E essa é a reflexão. Os dois candidatos deveriam aproveitar o tempo que têm na mídia para falar da verdadeira transformação. Deveriam ser provocados sobre a contradição: somos um time de futebol com um clube social ou um clube social que tem um time de futebol?

Mas essa discussão não cabe na agenda dos candidatos. É densa demais. Poucos entendem, e muitos podem se melindrar. E ninguém quer melindrar eleitor, concorda?

Quer mais? deveriam apresentar de forma consistente como vão ganhar a credibilidade de quem investe no futebol para colocar dinheiro novo na SEP. Qualquer semelhança com a falta de credibilidade deste Governo reeleito terá sido mera coincidência. Ou daquele que seria eleito… vai saber…

E assim caminha a política (do clube). Não há meritocracia. Não há resultado sustentando. Apenas discursos e arranjos políticos. Porrada de um lado e populismo do outro. Promessas sem consistência e empurra-empurra de quem é o culpado. Já leu em algum lugar que temos que tirar a política do Palmeiras? Ah… leu aqui? pois é… começando por separar o clube social do futebol e acabar com nossa idiossincrasia.

Mas no cenário atual, perspectiva é irrelevante. O que importa é quem foi o menos pior. Ou o medo da mudança. Assunto prá outro post.

Perde o Palmeiras.

Segue o jogo.

57 respostas em “Opinião: onde a perspectiva é irrelevante”

Meu caro VICENTE, por favor NÃO DESISTA, se isso acontecer, aí as nossas esperanças de ver um Palmeiras GIGANTE E VENCEDOR pode ir por água abaixo, colocando uma ducha de água fria!!!

Prass não tem condições físicas, além do mais e azarado sempre na hora rush falha, tem que troca lo, quanto a eleição…assim como aecio teve maioria em sampa, torcemos para que , o pescarmona ai jesuis, venca , ou o tiririca..

E enquanto o esmolão foi liberado sem água, aval dos bombeiros, luz, sem estar pronto…….. já começaram a sacanear nossa arena, dificultando a estréia dia 8……… this is a new brazil!!!!.

Amigos sem dúvida o Prass é “imexível” no time, mas já tivemos a amarga experiência de ficarmos sem ele no time. Não temos reserva a altura. Se o sorrisinho ou o nosso “grande” presidente tivesse contratado o goleiro do Ituano que está no Avaí, estaríamos tranquilos.
Mas alguém em sã consciência acredita que o Nobre vai contratar o Diego Cavaliere??
O Mustaphá jamais deixará, tanto que trouxeram o goleiro reserva do Ceará (não podemos dizer nada dele pois não estreiou), mas a forma como veio, de graça, é aforma com que essa diretoria trabalha.

CRISCIO eu o conheço e sei que vc não vai, e nem pode, desistir de ser o PRESIDENTE do PALMEIRAS. É a ULTIMA ESPERANÇA de ver uma mudança DE VERDADE acontecer no PALMEIRAS no clube e no futebol. Fico tranquilo. Mas é incrivel como , atualmente , o BRASIL e o PALMEIRAS se parecem em suas entranhas. Triste constataçao.

Muito bom dia Criscio! Após ler os comentários da coluna, gostaria de lhe dizer algumas palavras: o Palmeiras e nós torcedores PRECISAMOS de você! Por favor, não desista, não deixe de se candidatar a conselheiro novamente. Se não existissem pessoas como você no conselho, acredito que a situação do Palmeiras seria muito pior. Fazendo uma alusão ao cenário nacional, o governo atual faz e desfaz o que quer pois não há uma oposição atuante, não há cobranças por parte da população e nenhuma ameça de nenhum lado, ou seja, eles estão livres para mandar e desmandar sem serem cobrados ou punidos. E é esse meu medo, se não houver pessoas como você no conselho do Palmeiras, os péssimos gestores/diretores poderão fazer ainda mais lambanças que já fazem. Eu sei que as vezes (muitas vezes) o desânimo bate, pois vemos pessoas que outrora defendia certas idéias, e quando tem a chance e o poder de promover as mudanças necessárias acabam cedendo para interesses próprios. Mas eu lhe peço, pelo bem do Palmeiras, não desista. Desejo muito que os futuros torcedores, nossos filhos, tenham ainda mais orgulho de torcer para o Palmeiras do que nós temos. Abraços!

Diogo suas palavras me deixam sem palavras (rsrsrs)… muito obrigado pela confiança. Infelizmente um conselheiro tem pouco prá fazer. O sistema é amarrado. Manda o Presidente do Clube, do Conselho Deliberativo e o COF. Os demais tentam influenciar na medida do possível. Forte abraço.

Luiz não sei a fonte. Se for a que eu estou pensando e conhecendo as regras do 3VV, o administrador quando entrar pela manhã vai apagar esse comentário. Não entra nessa discussão. Acho que devemos ter muito cuidado com o que escrevem sobre os candidatos à presidência do Palmeiras. Todos eles. Se estão batendo no Pescarmona é porque ele é candidato a Presidente. Antes disso ninguém falava nada não é mesmo? Abs

A reação não poderia ser outra, e você mesmo diz, ele é CANDIDATO, enquanto ficava bebericando no bar do tênis ninguém falada nada, simplesmente porque não tem o que falar, mas no momento que se candidatou a PRESIDENTE do Palmeiras, muda de figura né Criscio.

A fonte é essa mesmo que pensou. Não irei entrar em discussão com ele, mesmo já tendo feito em outras situações, normalmente causadas pelo (dedução quase certeza), famigerado Gilto Avalone.
Mas beleza, tenho certeza que é por aí mesmo, conforme disse. Abraços e valeu pelo toque.

“Por conta das dores que sentiu depois do clássico com o Corinthians, Valdivia realizou um exame nesta segunda-feira, no qual se constatou um edema traumático da musculatura abdominal pela pancada. O camisa 10 sofreu o choque no osso ilíaco logo no início do confronto de sábado, e nos dois dias seguintes seguiu com um incômodo no local. A análise nesta tarde excluiu a possibilidade de uma fratura na região.”………………..mas não mencionam quem fez isso…..LANCE………. Então, nosso melhor jogador é caçado em campo sob o olhar cínico das arbitragens, os adversários podem fazer rodízio de faltas, os comentaristas brigam com as imagens…….e ninguém do clube ou da torcida cobra um fim disso. E a tupiniquim press se finge de morta….mas diz que ele “adora provocar”….. MAS para relativar isso e outras garfadas, aparecem palmeirenses a rodo nos blogs. Depois reclamamos quando ele n~åo joga.

Diego Cavalieri está negociando com vários clubes. Paulo Nobre ofereceu a ele um par de chuteiras, uma fotografia no novo estádio e o apoio do Mustaphá. Alguém acredita que o Palmeiras vá contratá-lo???

Pq não temos goleiro reserva e o Prass não vai aguentar muito tempo… mas esquece, o Nobre não contrata jogador bom…

Falar em contratar Cavalieri, tendo o Prass….é querer criar problema. Temos outras prioridades. Pior é ler alguns criticando o Prass depois dele ter voltado bem…. e ter feito dezenas de defesas que nos salvaram. Devem estar com saudades das falhas dos outros que nos custaram preciosos pontos. É a vontade de criticar até o que é incriticável.

Com tanta tranqueira no time e pouco dinheiro você vai querer mexer no gol? No Prass?

Um jogador como o Cavalliere não vem só pelo salário, q não é baixo, tem q pagar luvas tb….seria um retrocesso para nós q o vendemos barato. Não é uma atitude profissional. É melhor ir atrás do Tiago Volpi do Figueirense, q é barato, novo e tem um baita potencial. Um pelo outro, acredito q os dois tem praticado o mesmo futebol….a diferença é q um tem grife. Além do q o Volpi não tem medo de rachar com os atacantes, o q era uma das grandes virtudes do São Marcos.

O Palmeiras só vai ter uma DEMOCRACIA PLENA é quanto tiver o direito do SÓCIO-TORCEDOR VOTAR PARA PRESIDENTE, se não for dessa maneira com APENAS sócio do clube, na minha opnião, o Palmeiras vive apenas uma MEIA DEMOCRACIA!!!

Toda vez que vc escreve uma coluna , sempre leio com muita atenção pq vc sempre retrata a verdade dos fatos! Sou do interior e não acompanho o que acontece no clube social, por isso presto muito atenção no que escreve! Sou sócio torcedor sem direito a quase nenhum tipo de recompensa e nem quero mesmo, só penso em ajudar meu time e não o clube!
Eu sei que vc faz colocações pontuais sobre os fatos pontuais a serem atacados urgentemente ( ex separação do social com o futebol) mas , se vc permite, gostaria de dizer que necessitamos antes disso tudo um nome forte e interessante para ser presidente do Palmeiras, pq se não tiver isso, ficaremos remando forte sem sair do lugar!
Vc seria um nome mas deve haver outros também , isso não importa mas necessitamos alguém para promover as mudanças necessárias , por isso , imploro para vc e outros capacitados que de tornem aptos a serem candidatos! Se vcs jogarem a toalha estaremos perdidos! Para essa próxima eleição , estaremos diante de um presidente que certamente não irá promover as mudanças necessárias mas que pelo menos cause menos estragos possíveis ao Palmeiras e apesar de tudo, acho , posso estar errado, que o Paulo Nobre seja o menos pior! Não sei se estou certo, mas como estou de longe, acabo sendo induzido a pensar isso!
Estou muito errado?
Abs

Alex obrigado pelas palavras. Não quero opinar sobre os candidatos. Tenho um “bias”, um viés. Sou fortemente contra o apequenamento que está sendo imposto na SEP. E ao contrário do que tentam vender prá fora, a “falta” de dinheiro NAO justifica esse apequenamento. Também entendo sua posição mas sou contra essa história do menos pior. O Palmeiras (assim como o Brasil) merece O MELHOR. Quando eu voto em alguém não voto porque ele é o MENOS PIOR. Voto porque acredito que seja O MELHOR naquele momento. Independente se no currículo do sujeito ou do seu partido tem problema. Hj há muitos palmeirenses do bem querendo ajudar, mas boa parte está cansada e não quer mais conviver no meio de tanta sujeira. O pior: além da sujeira, hipocrisia. Esse filme parece conhecido não? Abs

O Palmeiras podia dar o controle do time pra AEG. Todos os dirigentes que lá estão já se mostraram incapazes de administrar o time. Então que fiquem com o clube social e deixem o futebol (e porque não outros esportes profissionais) nas maos de profissionais…

perguntei isso no post anterior e como pode ler acima o post inteiro foi apagado…. estão diendo que pode ser nos mesmos moldes do jogo do Ademir, ou seja, se tiver padrinho entra. Dessa vez vou usar a influencia, pios chega de ser palhaço. pago clube, ST, compro camisa, boné, etc e tals, vou ao jogo defendo o time e na hora de ir aparecem os “mais palmeirenses” (putz isso da cheio)..

meu comentário sobre como comprar ingressos para o jogo contra o galo foi ridicularmente apagado, como continuar comentando aqui assim…

Victor seu comentário não foi apagado. Se estava no post anterior, o post inteiro foi desativado. Do mais, não apagamos comentários. O máximo que acontece é um comentário não ser publicado porque é ofensivo a outro. Abs

E na surdina e impacto da eleição….. petros foi “absolvido”, pela capitania hereditária e tribunal/circo, chamado stjd. E o J. Dirceu recebeu o direito de cumprir pena em casa.

E na surdina e impacto da eleição….. petros foi “absolvido”, pela capitania hereditária e tribunal/circo, chamado stjd. E o José Dirceu recebeu o direito de cumprir pena em casa.

os bois vão sempre atrás da mão que os alimenta, não importa que esta mesma mão tenha matado centenas de bois no curral ao lado.

“Se os porcos pudessem votar, o homem com o balde de comida seria eleito sempre, não importa quantos porcos ele já tenha abatido no recinto ao lado.”
Orson Scott Card

O grande compromisso de quem vencer a eleição deve ser restabelecer o respeito ao Palmeiras dentro de campo! E isso já a partir de janeiro. O Paulo Nobre falar que promoverá uma “qualificação moderada do elenco” é uma grande palhaçada!

Direto ao ponto André. Dentro e principalmente….fora do campo, onde se ganha títulos hj no brazil. Mas é utopia acreditar que o conselheiro vitalício do Palmeiras e presidente da cbf, entre outros….que colocou o filho para faturar nos lucrativos depto. de Marketing e jurídico do clube…..acabando com isso. Não importa quem for eleito, contursi continuará lá e mais forte. Só esse ano elegeu mais 14 vitalícios.

É meu caro LEVI, o pior de tudo é que esses mesmos conselheiros vitalícios foram eleitos esse ano, mostra que quem manda de fato no Palmeiras é o Mustafá. Os conselheiros que dizem que vem da arquibancada até agora estão sendo PIOR que os velhos carcamanos e ficam se gladiando e não fazem absolutamente nada para salvar o Palmeiras!!! Até agora esses mesmos conselheiros que vem da arquibancada não veio a que veio.

Críscio, existe alguma perspectiva do sócio-torcedor poder votar ? Pois pelo que você escreveu os sócios também são alienados e só pensam no clubinho social. Pensei que eles fossem palmeirenses como nós.

Sergio os sócios se dividem em duas categorias, onde cada categoria se divide em dois grupos:

1. quem é sócio do clube social e pensa somente no clube social. este sócio é ligado aos diferentes departamentos: tênis, bocha, piscina, sauna e outros. Não se importa com o futebol. Se importa com o clube. Pode ser palmeirense ou não, mas pouco lhe importa o futebol. Este sócio é influenciável por pelo menos uma das duas coisas: estado do clube social e quem seu conselheiro pede prá ele votar.

2. quem é sócio do clube social mas entrou recentemente e é ligado ao futebol. Este sócio hoje se divide entre os que têm alguma ligação com essa gestão (ganharam carteirinhas) ou é contra essa gestão.

Não sei precisar quanto tem de cada um desses tipos de sócios. Eu diria que 50% dos que votam se importam com o futebol (categoria 2). Outra metade é do clube social.

Abs

Criscio, sou da categoria 2. E das poucas vezes que fui ao clube, vejo cada vez menos associados frequentando. E os que frequentam são sempre os mesmos. Creio que os sócios ligados ao futebol, unicamente, são a grande maioria dos associados. Minha impressão está equivocada ?

Esse mix vem mudando. Faz algum tempo que não vou ao clube. São cerca de 12 mil sócios. 10 mil devem ser adimplentes. Na última eleição prá conselho 4 mil votaram. Dá prá se ter uma ideia em quem mais participa. Acho que sua percepção é correta mas em dia de eleição os conselheiros movimentam suas bases para votar. Essa eleição do dia 29 vai nos dar uma ideia do engajamento. Abs

Venhamos e voltamos, o Pescarmona não possui credibilidade mesmo, não sei porque o Beluzzo não saiu na cabeça, aí teríamos uma perspectiva completamente diferente. Quanto ao debate sugerido pelo Críscio, o mesmo é indispensável para a SEP. Só que ele não rolará porque afasta os votos, quem quiser falar de separação do clube social do futebol…etc…, estará jogando o votos fora, pois não irá agradar boa parte do eleitorado….uma pena. Também é uma pena saber que o PN vai ganhar facilmente a eleição como colocado no texto, acreditei que a disputa seria mais acirrada. Muito boa análise, um grande abraço.

O Belluzzo é a entidade “parda” do “governo” Pescarmona, assim como o Lula é da Dilma, e o Zé Dirceu foi do Lula.
Manipulam o poder, e quando forem confrontados, nunca “sabem de nada”, pois não estão (oficialmente) na execução do poder.

Breno, HOJE não! Em minha opinião nenhum dos candidatos traz plataforma de transformação da estrutura de governança. Vou me permitir ir mais longe com sua pergunta. EU faria. Não seria algo fácil. Mas se EU fosse o Presidente EU mandaria uma proposta de mudança estatutária nessa linha, ou seja, separação do clube social em relação ao futebol e preparação do “negócio” futebol para ser gerido por profissionais com direitos e governança.

Essa proposta NAO PASSARIA PELO CONSELHO. Mas poderia ser aprovada com 66% dos votos dos sócios. Ou seja, uma campanha forte junto aos sócios permitiria uma aprovação.

E como um cara como eu seria eleito para Presidente? Teria que passar pelo famigerado filtro. Existem 42 conselheiros dispostos a votar em um candidato a Presidente com esse tipo de proposta? Boa pergunta!

Entretanto EU não sou candidato a Presidente. Poderei ser QUANDO e SE for eleito conselheiro de segundo mandato. A próxima eleição é em fevereiro mas confesso que o Palmeiras de hoje desanima. Não sei se sairei candidato ao conselho. Mas sei que o Presidente que está lá TEM TODOS OS PODERES PARA PROPOR AS MUDANÇAS. Só não propõe porque: 1. ou não acredita nisso; 2. ou não quer contrariar Mustafá Contursi.

Forte abraço.

Não desanime, preciso acreditar em alguém la de dentro pra não abandonar de vez o futebol…

Criscio, infelizmente somos (e possivelmente sempre seremos) um clube social que tem um time de futebol e infelizmente há muitos que democraticamente desejam que as coisas continuem como são (alguma semelhança com a eleição nacional). Aos dissidentes, cabe aceitar a vontade soberana e tentar cada um fazer o que pode para quem sabe um dia ter um novo cenário.
Pessoalmente, votaria pela renovação se pudesse (infelizmente a minha carteirinha me dá direito apenas de desconto e venda antecipada). Acredito que o atual mandatário teve a sua oportunidade de mudar o clube e não o fez (ao menos com relação ao futebol).
Todavia, confesso que não tenho total simpatia pelo candidato da oposição, justamente pelo trabalho que realizou no curto espaço de tempo em que ocupou a diretoria no fim do mandato do Belluzo.
Quanto ao amanhã, creio que o mais importante no momento é estabelecer um vínculo temporário com a construtora do estádio, pelo menos enquanto se espera o resultado da arbitragem. Um clube fragilizado financeiramente não pode ser dar ao luxo de abrir mão de um centavo sequer, e vamos combinar que diante da magnitude dos eventos que serão realizados na Allianz Parque, além dos jogos em si, não estamos falando de trocados.
Com mais dinheiro em caixa e considerando que aparentemente não cairemos novamente, podemos pensar em 2015 com um time mais estruturado, que nos credenciará a sonhar com títulos e não com o mesmo sufoco de 2014.
Como diz o ditado, a esperança é a última que morre e a vida é um caminhar para frente.
Portanto, o Brasil e o Palmeiras devem levantar sacudir a poeira e dar a volta por cima.

Léo, costumo dizer: o rio caminha para o mar. Uma hora as mudanças chegam. Nas mãos de quem tiver que ser. Mas me irrita profundamente ver o Palmeiras nas mãos de gente tão despreparada. Tão desqualificada (entenda bem: desqualificado = sem qualificação para o cargo). Segue o jogo… um dia, quem sabe.

A política como “ciência” é linda, até poética, pena que este país está cheio de brasileiros, que só pensam no próprio umbigo e esquecem o verdadeiro significado da palavra… perde o Palmeiras, perde o torcedor, perde o futebol… e por aí vai… triste!

A política palmeirense hoje se assemelha ao time dentro de campo, quando parece que vai, vem um contra golpe e empata o jogo aos 40 e tra lá lá lá do 2 Tempo. Segue o jogo… *NOTA: Quero ver como sera a divisão de ingressos contra o GALO.

Quem tinha que aparecer na inauguração do Palestra era o Beluzzo, não o Nobre.
O Mustaphá deve ter “cagad…” nas calças de raiva ao ver como nosso campo está lindo.
Obrigado Dorival Jr. por tirar o Lúcio, aliás o Cafú, Cléber, Sampaio ainda jogam neste time.
BELUZZO JÁ!!

Os comentários estão desativados.