Categorias
Verdão na Mídia

VERDÃO NA MÍDIA 09-10-2014: Verdão vence a 1ª fora desde maio, e Valdivia vê time ‘perdendo o medo’ ❘ LANCENET

NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

• Verdão vence a 1ª fora desde maio, e Valdivia vê time ‘perdendo o medo’

A vitória sobre o Botafogo no Maracanã serviu para encerrar incômodos jejuns no Palmeiras. O 1 a 0, com gol de Henrique, foi o primeiro triunfo do time como visitante desde maio, e deu ao time a primeira sequência de resultados positivos desde então. Para o capitão e meia Valdivia, o Verdão, mais distante da zona de rebaixamento, começa a perder o medo de jogar.

– Fico feliz porque estamos jogando bem, isto é o mais importante. Voltou o (Fernando) Prass, o que é muito significativo, e a gente ganha confiança. Só queria perder o medo de jogar, e a cada jogo fica mais marcante isto. Não tem problema se a bola vai perigosa dentro da área, a zaga mata no peito e sai jogando. Isto é importante – analisou o camisa 10.

No dia 18 de maio, o time então comandado por Alberto Valentim, bateu o Vitória por 1 a 0, com gol de Marquinhos Gabriel, em Salvador (BA). Era então o segundo triunfo seguido da equipe (vencera antes o Goiás por 2 a 0). Desde então, eram oito derrotas e só dois empates como visitantes. Desta vez, o Alviverde vinha dos 4 a 2 sobre a Chapecoense, e chegou a 31 pontos, a três da zona de rebaixamento.

Para o técnico Dorival Júnior, o jejum foi um dos fatores que fez o time não conseguir matar o jogo no Maracanã. Depois de fazer 1 a 0 logo no início do segundo tempo, o Palmeiras recuou, e embora tenha tido chances para matar o jogo, correu riscos no fim da partida.

– Na posição em que estamos, há quanto tempo não alcançávamos resultados em sequência e também fora de casa? Tenho de tentar encarar com normalidade, mesmo sabendo que corremos um risco desnecessário quando poderíamos ter um resultado comprometido. Se tivesse perdido ou empatado seria natural que falassem que nós colocamos a equipe para trás – disse o comandante.

Na manhã desta quinta-feira, o grupo volta aos trabalhos na Academia de Futebol, visando o jogo contra o Grêmio, sábado, às 21h, no Pacaembu. Segundo Valdivia, a alegria também começa a voltar às vésperas do importante confronto para o Verdão.

– A gente ficou muito feliz pelo fato de ter ganhado fora, quem pensa que hoje ia ser fácil estava enganado. Saímos com uma vitória daqui que nos deixa bem encaminhado na tabela. Não acabou ainda, não dá para respirar tranquilo, e no Palmeiras é assim: a cada jogo é uma pressão diferente, um motivo de vitória, que você tem que ganhar, e já no sábado tem outro jogo, e esperamos que possamos voltar a ser feliz – falou.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

••

NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

• Palmeiras combate o relaxamento após duas vitórias consecutivas

Por Helder Júnior 

O Palmeiras se reapresentou na Academia de Futebol pouco mais de 12 horas após fazer 1 a 0 sobre o Botafogo – a sua segunda vitória consecutiva, já que vinha de um 4 a 2 contra a Chapecoense – e distanciar-se da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. A luta de Dorival Júnior agora é contra um possível relaxamento da equipe.

O técnico acompanhou de perto o treinamento com bola destinado à maioria de jogadores considerados reservas do Palmeiras, na manhã desta quinta-feira. Durante boa parte do tempo, esteve ao lado do meia chileno Jorge Valdivia, que deixou a academia e subiu no gramado para conversar com o seu comandante.

Para o zagueiro Fernando Tobio, o cuidado de todos é necessário para evitar que o Palmeiras sofra uma recaída. “Não temos que relaxar. Essa é a palavra. Ganhamos só dois jogos. Se perdermos, voltaremos para baixo. Somos conscientes de que não conquistamos nada ainda. Estamos conversando muito sobre isso”, contou o argentino, escolhido para conceder entrevista coletiva.

A dificuldade para o Palmeiras tende a aumentar, já que os próximos adversários estão mais bem colocados na tabela do Brasileiro. A começar pelo Grêmio, na noite deste sábado, no Pacaembu. “Sabemos que será complicado”, respeitou Tobio.

De qualquer forma, o ambiente já está mais leve na Academia de Futebol. “É claro que existe um alívio. Dá para respirar muito mais. Já estivemos em último lugar e agora subimos para o 13º. A gente pode trabalhar com mais tranquilidade, vir treinar com mais alegria”, sorriu Tobio, antes de repetir o mantra palmeirense. “Mas não podemos relaxar.”

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

••

NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

• Tobio admite alívio com vitórias e celebra salto na tabela: “Respiramos”

Por Marcelo Hazan

As duas vitórias seguidas no Brasileirão fizeram o Palmeiras saltar da lanterna para a 13ª posição, com 31 pontos, o que é motivo de alegria para o zagueiro Tobio. Titular no 1 a 0 sobre o Botafogo, quarta-feira, no Maracanã, o argentino admitiu alívio com os resultados recentes. 

– Isso (vitórias) nos faz respirar muito mais. Se olhar a tabela, estávamos em último e agora somos o 13º. Dá para trabalhar com mais tranquilidade, treinar com mais alegria e jogar com mais confiança. A vitória transmite isso – disse.

Mesmo com a tranquilidade momentânea, os jogadores do Palmeiras conversaram entre si de que não é hora para relaxar. Ainda mais porque a sequência de jogos aponta pela frente equipes do G-4 e clássicos: Grêmio (4º colocado), sábado, no Pacaembu, Santos, Cruzeiro (líder) e Corinthians.

– São jogos muito difíceis, mas estamos em outro momento. O Palmeiras melhorou bastante. Estamos confiantes de que podemos somar vários pontos. Ganhamos só dois jogos. Se perdermos dois, voltamos para baixo. Não conseguimos nada. Depois de 11 jogos vamos ver se conseguimos alcançar o que queremos. Temos de melhorar e crescer mais, sem erros – afirmou.

Tobio, por fim, elogiou o técnico Dorival Júnior e disse manter contato com o antigo comandante, Ricardo Gareca, responsável pela sua indicação ao Palmeiras. O zagueiro diz que ele também faz parte da montagem desse time e discorda da tese de que o argentino não poderia voltar ao Brasil no futuro.

– Não foram os resultados esperados, mas o trabalho dele foi bom. Ao menos ele trouxe nós estrangeiros e começamos do zero com o Dorival, que nos deu confiança. Às vezes nos falamos e ele pergunta sobre o grupo e o clube. É uma grande pessoa – finalizou.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

••

BLOG DO ROBERTO AVALLONE ❘ UOL

• O avanço do Palmeiras…

Com Valdivia inspirado em algumas jogadas mais agudas- como no gol de Henrique, por exemplo- e com a volta do ótimo goleiro Fernando Prass a dar segurança à defesa o Palmeiras bateu o Botafogo no Maracanã (1 a 0). E avançou, saltando para a décima-terceira posição no Campeonato Brasileiro, considerável melhora nesta dura luta contra o rebaixamento, embora a diferença para a zona da degola seja de apenas três pontos. Talvez seja assim o vai-e-vem dos oito ou nove clubes ameaçados até o fim da competição.

Melhor talvez seja viver o momento, o ponto a ponto. Se assim for, diria que foi justa a vitória do Palmeiras, mais equilibrado, com Valdivia decisivo em sua grande jogada para o belo gol de Henrique e com Fernando Prass  fazendo as defesas necessárias quando preciso. O Botafogo, por tudo que está vivendo, dá a impressão de estar com os nervos à flor da pele.  O que só piora a sua situação, até agora desesperadora, lanterna que é do Campeonato.

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO ROBERTO AVALLONE ❘ UOL

••

 BLOG PITACOS DO PALESTRA ❘ LANCENET 

• Vitória chave, que poderia vir mais fácil 

Por Thiago Ferri

Valdivia foi o termômetro da vitória por 1 a 0 em cima do Botafogo. Importantíssima para fazer o time se afastar um pouco do Z4, mas que poderia ter ocorrido de forma bem mais tranquila.

Desde os primeiros minutos o camisa 10 tinha muito espaço para criar. Só que o Mago, mantido como capitão mesmo com a volta de Fernando Prass, começou fora de sintonia. Ele foi o jogador que mais errou passes no time (13 vezes), e também o mais decisivo. Saiu de seus pés a bonita jogada para Henrique finalizar bem e marcar o gol da vitória.

Contra um time desesperado, os espaços tornaram-se ainda maiores, e o Palmeiras teve três ótimas chances para matar o jogo: uma com Leandro e duas com Allione. Os erros mantiveram o Botafogo vivo, e aí o time dependeu muito mais da entrega do que qualquer organização ou técnica. E nisto, Valdivia também teve participação. Ele, junto dos quatro defensores e Wesley, foi quem mais desarmou (três vezes).

Quando não conseguiram tomar a bola do time carioca, Fernando Prass apareceu. De volta após cinco meses, o goleiro teve boa atuação, e o time voltou a ter um goleiro que passasse confiança, depois dos sustos que Fábio e Deola deram na meta. A única vez que o camisa 25 preocupou sua torcida foi quando reclamou de dores no cotovelo operado – o problema, porém, não o tirou da partida.

Poderia ter sido de forma bem mais tranquila, mas o Verdão venceu a decisiva batalha contra mais um adversário direto na luta contra o rebaixamento. O time com Prass, Wesley e Valdivia liderando a equipe torna-se mais sólido. Agora, entra na parte mais dura de sua tabela. Aquela que o afundou no 1º turno.

Leia aqui a matéria completa → BLOG PITACOS DO PALESTRA ❘ LANCENET

••

BLOG DO PAULO VINÍCIUS COELHO ❘ ESPN BRASIL

• Palmeiras e W. Torre vão inaugurar estádio em novembro com jogo do Brasileirão e show de Paul McCartney

A arbitragem para definir quem tem razão na disputa pela venda das cadeiras do novo estádio continuará por provavelmente mais um ano, mas Palmeiras e W. Torre já consideram oficiais os eventos do mês de novembro, para celebrar a inauguração do novo estádio. No dia 25 de outubro haverá partida em homenagem a Ademir da Guia, o segundo evento teste, com 5 mil convidados — o primeiro foi o filme 12 de junho, exibido duas semanas atrás.

A inauguração propriamente dita se dará no dia 9 de novembro, com a partida entre Palmeiras e Atlético Mineiro, pelo Campeonato Brasileiro. Dia 25 de novembro acontecerá o primeiro show, de Paul McCartney, com o segundo espetáculo no dia 26 de novembro. Os eventos já são confirmados extra-oficialmente tanto pela construtora W. Torre quanto pelo Palmeiras,

O estádio está praticamente pronto, mas há obras de acabamento. Os eventos teste, o filme 12 de junho e a partida em homenagem a Ademir da Guia, fazem parte de um acordo com a prefeitura para subir a capacidade ocupada a cada evento, até alcançar os 43 mil lugares previstos. Apesar de ter havido informações de que o Palmeiras poderia ir à Justiça para impedir eventos comerciais antes do fim da arbitragem, o diálogo entre o presidente Paulo Nobre e o empresário Walter Torre melhorou nos últimos meses.

Dificilmente algum juiz daria liminar ao Palmeiras, porque uma medida liminar serve para proteger quem a recebe de um eventual dano futuro e, no caso do estádio, o clube terá arrecadação, não prejuízo. Apesar disso, o processo de arbitragem para definir o número de cadeiras a que cada parte terá direito prosseguirá. 

Não há confirmação de quando começarão as vendas para os shows de Paul McCartney.

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO PAULO VINÍCIUS COELHO ❘ ESPN BRASIL

•• 

COLUNA PAINEL FC ❘ FOLHA DE S.PAULO

Por Bernardo Itri

• Desfalcado

Wlademir Pescarmona, candidato da oposição à presidência do Palmeiras, realizou nesta terça (7) um evento de lançamento da chapa, mas seu principal cabo eleitoral, Luiz Gonzaga Belluzzo, não compareceu. O ex-presidente alegou compromissos profissionais e enviou apenas uma carta de apoio a Pescarmona. Um novo evento da chapa acontece hoje.

••

30 respostas em “VERDÃO NA MÍDIA 09-10-2014: Verdão vence a 1ª fora desde maio, e Valdivia vê time ‘perdendo o medo’ ❘ LANCENET”

FINALMENTE ALGUÉM ABRE A BOCA NO PALMEIRAS;…………….Belluzzo não aceitaria atual contrato de TV do Palmeiras ‘nem morto’……………….
Para Luiz Gonzaga Belluzzo, Palmeiras não pode se contentar com segundo escalão de receitas de TV……….Vice na chapa de Wlademir Pescarmona nas eleições do Palmeiras, Luiz Gonzaga Belluzzo pretende brigar por melhores receitas de TV caso esteja na gestão do clube em 2015. Segundo ele, “nem morto aceitaria o atual contrato”, que tem o Palmeiras no segundo escalão de times em valores recebidos. Em 2013, o clube recebeu R$ 76,3 milhões, 3 maior verba do futebol brasileiro. O rival Corinthians, por exemplo, obteve R$ 102,5 milhões……….Presidente do Palmeiras em 2009 e 2010, Belluzzo encerrou sua gestão sob críticas por ter deixado o clube em crise financeira. Entretanto, ele não acredita que esse fato irá influenciar na eleição de novembro. Segundo Belluzzo, atualmente “oito entre dez sócios do Palmeiras” apoiam sua volta ao clube.

Só que o ilustre economista foi quem trouxe a Parmalat e nos tirou duma enorme fila. É o grande responsável pela nova arena, e pra quem não se lembra quando saiu da Presidência do clube teve que
mandar derrubar parte do estádio antigo pois a tropa de Mustafá, Gilto e Palaia além de outros não
queria a modernidade. Além disso, em 2009 pensou grande e graças a isso por muit pouco não fomos campeões brasileiros. Pelo jeito você deve estar feliz com Paulo Nobre então vote nele e continue disputando campeonatos pra não ser rebaixado.

Eu, como vários no clube sabemos em quem não votar, no caso o Paulo Nobre. Agora EM QUEM votar é que esta dificil.

BELUZZO JÁ! BELUZZO JÁ!BELUZZO JÁ!BELUZZO JÁ!BELUZZO JÁ!BELUZZO JÁ!
Wlademir Pescarmona e Luiz Gonzaga Belluzzo apresentaram grupo de empresários como trunfo no Palmeiras
Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Com o slogan “Palmeiras grande, outra vez!”, Wlademir Pescarmona apresentou sua chapa à imprensa na tarde desta quinta-feira. O principal trunfo da candidatura é um grupo de empresários formado por Luiz Gonzaga Belluzzo, que participa como vice-presidente.
Marcos Arnaldo Silva (ex-presidente da Repsol), Leandro Scabin (Diletto), Marcelo Castelli (Fibria) e José Carlos Grubisich (Eldorado Celulose) participaram do encontro com a imprensa. Venilton Tadini (Fator) e o cientista Miguel Nicolelis completam o conselho.
“É um grupo de apoio à presidência. Todos possuem larga experiência comercial, financeira e corporativa. O propósito é fazer com que o Palmeiras tenha uma gestão profissional de fato, e não apenas nominalmente. Precisamos de uma ação emergencial para recuperar a presença do clube no mundo empresarial”, disse Belluzzo.
O ex-presidente do Palmeiras, reconhecido economista, será o responsável por liderar o grupo e manter o contato com Wlademir Pescarmona. Os empresários, todos torcedores do clube, já fizeram uma reunião inicial e, em caso de vitória da chapa nas eleições de novembro, planejam passar um sábado inteiro estudando a situação da agremiação.
“O futebol hoje em dia exige que você tenha uma instância administrativa e financeira de gestão, que seja uma instância empresarial. Na maioria dos clubes, a dimensão político-esportiva não tem muita relação com a dimensão administrativa. Queremos transformar isso em algo permanente”, afirmou Belluzzo.
A partir da rede de contatos no mundo empresarial no Brasil e no exterior, o grupo espera encontrar patrocinadores e articular parcerias que gerem receita ao Palmeiras, uma das principais dificuldades da gestão encabeçada por Paulo Nobre, atual presidente e candidato à reeleição. O conselho promete não interferir na parte técnica.
“O mercado depende fundamentalmente da confiança que as pessoas depositam em você. Essas relações de confiança não formais são muito importantes. A reputação das pessoas com as quais você está negociando é importantíssima, e todos aqui contam com um histórico inatacável”, declarou Belluzzo.
O ex-presidente ainda valorizou a boa vontade do grupo de notáveis. “Seria um desperdício não utilizar os tantos empresários e bons administradores palmeirenses que existem. O Palmeiras tem altos índices de colaboração e baixos índices de execução. Não pode ficar só reclamando. Se você gosta muito do clube, deve dedicar pelo menos uma fração do seu tempo para ajudá-lo”, disse.
Sem um patrocinador máster, Paulo Nobre resolveu colocar dinheiro do próprio bolso no Palmeiras por meio de empréstimos que já superaram a casa dos R$ 100 milhões. De maneira categórica, Luiz Gonzaga Belluzzo descartou a possibilidade de repetir a medida.
“Não acho apropriado que o dirigente coloque dinheiro no clube. É uma prática patrimonialista no pior sentido da palavra. Não quero criticar o presidente, mas considero incorreto. Vamos procurar fontes de financiamento e patrocínio para que o Palmeiras se transforme em uma instituição condizente com o futebol atual”, disse Belluzzo.
A participação do grupo de empresários não fere o estatuto, mas a chapa pretende incorporar o conselho às leis que regem o clube. Além de Paulo Nobre e Wlademir Pescarmona, Luiz Carlos Granieri também deseja participar do pleito. Na próxima segunda-feira, as chapas precisam passar pelo filtro do Conselho Deliberativo.
11247 visitas – Fonte: Gazeta Esportiva

Engraçado que um desses empresários ilustres e muito inteligentes comprou o passe do Weldinho (sim sim, esse pereba que é lateral direito), me falou que o cara era um excelente jogador, tentou colocar no palmeiras, mas acabou colocando no Corinthians. Isso faz alguns anos.
Talvez o nível dos salvadores da pátria não seja tão diferente assim…

Lembrando que o ilustre economista, tão engrandecido por alguns Palmeirenses, é o mesmo que apoiou a política econômica implantada pelo atual governo. É curioso como os que exaltam o Beluzzo são os mesmos que metem o pau a política econômica, ou seja, coerência nenhuma…

Essa manobra do NOBRE de ficar mais 4 anos, COM CERTEZA TEM O DEDÃO DO MUSTAFÁ !!!!LEIAM O TURIASSU 1840 e SAIBA QUANTO O PALMEIRAS TERÁ QUE PAGAR AO NOBRE!!!!VEJAM QUE DE BONZINHO NOSSO PRESIDENTE não TEM NADA !!! TAMO NA MÃO DE UM AGIOTA !!!POR 15 ANOS !!!!!QUE DEUS NOS LIVRE DESSE CANCER !!!!

Eu só perdoaria o Nobre por todas as cagadas que fez se ele montar um time do padrão parmalat, mas eu sei que papai noel não existe e coelhinho da páscoa vem em abril e não dezembro…..

Acredito que no dia que os sócios do Avanti votarem para presidente, o programa bomba e vai ter de 1 a 2 milhões de sócios. Muita gente de outros estados e fora do país, se associaria apenas por poder votar.

Aí sim, não perderia tempo, eu também me associaria ao Avanti, mas, quando ter o direito de votar para presidente do Palmeiras e principalmente se tornando conselheiro da SEP. POR ENQUANTO EU ESOU APENAS NO AGUARDO!!!

Mais 4 anos na mão desse Paulo Nobre e o Palmeiras alcança a Portuguesa ainda antes do Botafogo.

Com a meta de fechar o ano com 80 mil associados e faturar R$ 56 milhões, o Cruzeiro ficará muito próximo de bater a receita de TV com seu programa de sócio-torcedor. Em 2013, foram R$ 60 milhões em direitos de transmissão. Segundo Marcone Barbosa, diretor de marketing do clube, o valor arrecadado com os sócios só não será maior por conta dos ganhos com pay-per-view, que terá alta este ano. Só neste ano, foram 16 mil novos sócios………………..Caso atinja a receita esperada com o programa, o Cruzeiro ficará bem próximo do faturamento do Inter, que tem 60 mil sócios a mais que o clube mineiro, segundo dados do Movimento Por Um Futebol Melhor. O time gaúcho espera faturar R$ 60 milhões em 2014 com seus associados. A vantagem do Cruzeiro está no gasto médio de seus sócios, de R$ 700 por ano. Já o dos colorados é de apenas R$ 480.

Sou morador de Londrina/PR e me associei semana passada
ao Avanti, na modalidade prata. Espero assistir a
quatro ou cinco jogos por ano na Allianz Parque.
E quem sabe, num futuro próximo, votar pra presidente
do clube.

Paulo Mole e Musgambá querem ficar mais 4 anos no poder. Quer se perpetuar igual seu mentor
e levar o time pra série D do brasileirão. Espero que essa pequena melhora do time não mude o
pensamento dos sócios na hora de votar. Essa conversa de trazer Diego Cavalieri e Rodrigo Caetano é falsa promessa pra tentar se eleger e depois fazer a mesma coisa que fez no priomeiro mandatoi, ou seja, nada que prestasse.

alguém sabe como sera a venda de ingressos para o jogo contra o galo?

Victor, na boa pode esquecer, surgiu um burburinho de rating de sócio-torcedor e tal mas tenho certeza que assim como nas semi-finais e finais da copa do brasil de 2012, os ingressos “desaparecerão” em segundos com as mais esfarrrapadas desculpas por parte do Pituca, quer dizer são Paulo Pobre, quer dizer Musgambá…
Sou sócio avanti há tempos (ouro) não fui em todos os jogos mas tenho certeza que estou no mínimo entre os 10 mil mais assíduos e mesmo assim tenho ainda mais certeza que não tenho chance de presenciar a inauguração da Arena.
Serão priorizados, é claro, todos aqueles conselheiros que foram contra e seus convidados…

Putz, sou sócio ouro também Gabriel, Sócio do clube e o moleque representa o clube no time da coordenadoria…rs Antes de ser ouro (sou desde o jogo com o Bahia) era avanti, mas de outro plano. No clube ninguém sabe também ate agora como vai ser. Conversando ontem falaram sobe colocar pra vender e seja o que deus quiser. Na minha opinião eu deveria ter prioridade, mas……..

Se ficarmos 3 mandatos na mão de Nobre, seremos extintos. Viraremos clube de bairro, sendo o maior evento a festa junina de cada ano.

Os comentários estão desativados.