Categorias
Opinião

OPINIÃO: apequenando expectativas

 

Por Vicente Criscio

Na reta final do Brasileirão e da disputa eleitoral para Presidente eu vejo um cenário perturbador pro Palmeirense: estamos apequenando nossas expectativas?

Vamos ao post. Esse é longo… os capítulos 1, 2 e 3 contextualizam a situação. O último capítulo responde a pergunta acima.

PRIMEIRO: O (ANTI) CASE ATLÉTICO MG

A pergunta tem a seguinte razão. A derrota para o Atlético MG neste sábado foi a quarta no ano pros mineiros. Perdemos duas vezes na Copa do Brasil (0x1 em casa e 0x2 com o Galo com um time reserva) e no Brasileirão (0x2 ontem contra os reservas mineiros e 1x2em BH).

O Galo estava creio que na 6a posição no início da R33. Disputa a final da Copa do Brasil depois de eliminar o Corinthians e o Flamengo de forma dramática.

Demontracao-Do-Resultado

Tem méritos. E deméritos.

Com uma enorme dívida com o Governo Federal (R$ 270 MM), o Galo entrou no REFIS esse ano. Usou parte da receita que teve com a venda do atacante Bernard para pagar uma parte da dívida. E refinanciou o restante em 15 anos (alguém vai chegar à conclusão que é melhor dever pro Governo do que pro Presidente… clique aqui e leia). Com isso parece ter equacionado o atraso de salários do ano.

Claramente o Atlético MG do folclórico presidente Kalil não é um case de gestão administrativa e financeira. Com dívidas, Kalil vai pedalando a bicicleta. E ganhando títulos. E chegando em finais. E mostrando um Atlético MG vencedor. Kalil na sua forma troglodita faz o que o torcedor quer. Monta times fortes e mostra que é grande. Conscientemente ou não, trilha o caminho de que, time forte atrai torcida e receita. Time fraco entra no círculo vicioso.

Kalil teria vendido Bernard por R$ 77 MM se pensasse pequeno? Teria sido campeão da Libertadores em 2013 se se acovardasse diante das dificuldades financeiras?

Claro que não.

Comparando o quadro ao lado das receitas do Galo entre 2012 e 2013, percebam a diferença. A única linha que reduz em 2013 foi a de receitas de transmissão, provavelmente porque contabilizou como receita as luvas por assinar o contrato com a Globo em 2012 (esse tipo de receita o Palmeiras informa como dívida, e vai diferindo ano a ano, prejudicando assim a demonstração de seu resultado; coisas de Palmeiras e sua política).

Antes que alguém diga que estou defendendo a esbórnia financeira, já aviso: não estou. Acho que Kalil poderia ter sido mais eficiente na gestão das suas despesas. Não sei como, nem me interessa. Mas ele adotou uma estratégia.

E nós? Nossa estratégia nos últimos 12 meses foi de austeridade financeira (mito completamente destruído aqui no 3VV, leia a seguir) e apequenamento da nossa marca e história. Isso é resultado?

 

SEGUNDO: ONDE ESTÁ O DINHEIRO?

E as receitas do Palmeiras? Sugiro lerem a brilhante coluna de Luis Fernando Tredinnick. Na séria “As Finanças do Palmeiras” Tredinnick explica os números palmeirenses. A conclusão: nosso buraco financeiro aumenta (leia o último post da coluna futebol com números clicando aqui. E leia os posts da série As Finanças do Palmeiras clicando aqui).

Mais um pouco: além da grana que entrou (R$ 177 MM em 2013, sem venda de jogadores; o único grande ativo que tínhamos era Barcos, doado ao Grêmio), Nobre teria colocado mais de R$ 100 MM. Onde foi parar o dinheiro? Seguramente parte dele foi para comprar os direitos federativos de Leandro. Os empresários do atacante agradecem. A torcida sobre. O caixa sangra. A dívida aumenta.

E o discurso de austeridade financeira?

No futebol isso não existe. Time forte e que disputa títulos, gera exposição, receitas de bilheteria, de tv e de patrocínio. Quando a atual gestão perceber isso já terá transformado o Palmeiras na Portuguesa. Há que se ter coragem (como teve Kalil?) e há que se arriscar. Algumas vezes vai dar errado. Mas na maioria das vezes dá certo. O time montado será forte e disputará títulos. E entraremos no círculo virtuoso.

Mas precisa ter capacidade de gerar receitas. E isso não é prá amadores…

TERCEIRO: E OS OUTROS?

Ou seja, enquanto estamos dinamitando nossas finanças com o “bom e barato” e avisando ao mercado da bola que teremos times medianos (ou mediocres, como queiram), os adversários se armam.

Alguns com fórmula hoje demonizadas pela atual gestão:

São Paulo contrata Kardec com antecipação de receitas da Globo – Abr-2014;

São Paulo tenta e consegue antecipação de receitas – Set-2014;

O Santos consegue antecipar receitas da Globo – Out-2014;

Nem falo sobre Corinthians, Inter, Cruzeiro, Flamengo, Fluminense, Grêmio (que trouxe recentemente Felipão e “investiu” em Barcos em 2013).

Em comum: todos com problemas financeiras, maiores que os nossos. Todos se reforçaram.Todos (exceto Flamento) brigando pela Libertadores faltando 5 rodadas pro final do Brasileiro.

Quem ficou prá trás dentre os grandes? Botafogo (vai cair) e Palmeiras. Os dois aumentando sua dívida e sem encontrar o equilíbrio financeiro.

A antecipação de receitas da Globo é um sinal de desequilíbrio financeiro. Essa é uma bicicleta pedalada há tempos pela maioria dos clubes brasileiros, Palmeiras inclusive. Agora pergunto: qual a diferença entre antecipar receitas e pedir dinheiro emprestado ao Presidente (além do natural conflito de interesses de um Presidente que também é credor do clube)?

E qual a efetividade?

QUARTO: ESTAMOS APEQUENANDO NOSSAS EXPECTATIVAS?

Um grande amigo – vou preservar sua identidade – contou-me que foi ao jogo neste sábado. O Palmeiras perdia de 1×0 e parte da torcida criticava a atual gestão. Exceto três jovens torcedores, que elogiavam Nobre, diziam que as contas agora estavam equilibradas e que essa situação era culpa de Belluzzo (Presidente entre 2009 e 2010!!!).

Quase saíram no braço. Felizmente não!

Mas os três jovens torcedores – e tantos outros que hoje batem palma para falsas informações de equilíbrio financeiro – parecem ter apequenado suas expectativas quanto ao Palmeiras. Este meu “jovem” amigo tem perto da minha idade (cinquentão). Viu muitos Palmeiras. Da década de 70, vencedor. Da década de 80, anos de chumbo, mas ainda assim com ídolos. Da década de 90, Parmalat e campeão. E dos anos 2000 – quando a única fase boa foi 2008 a 2010, quando ainda disputávamos títulos.

Nosso inconformismo – dessa minha geração – contrasta com o CONFORMISMO de uma torcida mais jovem e que se acostumou com a mediocridade. Comprou o discurso (falso) de gestão moderna e austera, e que um dia trará resultados. Admite numa boa estarmos em 13o lugar na tabela. Olha a planilha (mas olha errado, sem capacidade crítica) “achando” que os números são bons.

Essa gestão e sua eficiente assessoria de imprensa (eficiente para o discurso defensivo e derrotado do Presidente, e não para sua principal função) está conseguindo “baixar” a barra de expectativa de parte de nossa torcida e destruir a capacidade de indignação de jovens torcedores.

Ou o torcedor Palmeirense acorda para aquilo que é o Palmeiras – vencedor, com uma história de protagonista do futebol brasileiro, e não de coadjuvante – ou realmente será muito difícil sairmos dessa.

Que fique a reflexão. E que a rodada deste domingo nos ajude…

Saudações Alviverdes!

PS: e para não dizer que não falei das flores, já falei algo parecido UM ANO ATRÁS. Como eu odeio ter razão nesses casos… clique aqui e leia.

97 respostas em “OPINIÃO: apequenando expectativas”

Belíssimo texto, Vicente. Uma pena a nossa situação. Tenho 25 anos e vejo muitas pessoas da minha idade conformadas com o time, a posição na tabela, enfim, com o nosso praticamente consolidado papel de coadjuvante. Eu sou filhote da Parmalat. Metade da minha vida vi esquadrões e na outra esses lixos que ano após ano os dirigentes insistem em montar pra jogar com a nossa camisa. A fórmula inicial é muito simples: é preciso montar um bom time. E acabou. Não tem mágica. Não tem essa de montar time mais ou menos e ficar rezando pra acertar na loteria. O resto vem naturalmente: bilheteria, premiações, elevação dos valores de patrocínio e das cotas, valorização dos nossos ativos, etc. Partindo desse princípio, de formar um bom time, que todos os palmeirenses durmam com esse barulho: a espinha dorsal é esta daí. Além disso, Wesley e Valdivia (ilhas de alguma qualidade técnica no elenco) têm seus contratos encerrados na próxima temporada, assim como Prass. Já sabemos como são arrastadas e geralmente fracassadas as tentativas de renovação dessa gestão, então já podemos nos preparar para redução da escassa qualidade do elenco para 2015. Pergunto: onde queremos chegar? Obrigado a quem leu até aqui.

Mais um ótimo texto Vicente. Na minha percepção, cada ano que passa vai piorando a situação da SEP. O discurso inicial do PN passa de longe de suas atitudes, pra mim é a pior Gestão da SEP disparado. Imagino que seja difícil mesmo quem se acostumou a ver academias, craques e mais craques em campo, hoje ter que engolir times ruins de dar pena. Triste demais ver o Palmeiras nessa situação lastimável.

Meu Deus Nobre já está agindo, CHICÃO vem aí.
Nossa defesa será Baiano, Chicão, Lúcio e Juninho Pampers.
E o Gabriel do sub-17, alguém sabe de algo?
E ainda vão votar no Nobre novamente.

Austeridade financeira é a maior balela dessa diretoria!!! O Palmeiras, além da base, só tem como destaques do time o Valdivia, Wesley (mesmo dormindo sabe jogar bola) e o Prass. Enfim, todos jogadores que não foram contratados pelo PN. O tal do PN e de seu acecla Brunoro só contrataram porcaria, jogadores que só servem para série B. O úncio jogador contratado pelo PN que deu algum caldo foi o AK que saiu por falta de comprometimento desta diretoria pelo clube e por sua torcida!!!
Enfim: em dois anos essa diretoria não trouxe um jogador descente, a exceção do AK, para jogar no Palmeiras. Vou tentar lembra de alguns: Weldinho, William Matheus, Marquinhos Gabriel, Eguren, Leandro, Charles, Rondinelly, Mendieta, Lúcio, Henrique, Diogo, André Luís, Felipe Meneses, Bernardo, Vitorino, Marcelo Oliveira, Ananias, Jaílson, Washington, Vilson, Tiago Alves, Tiago Martins, Paulo Henrique, Léo Gago, França, Josimar, Bruninho, Ronny, Kléber, Rodolfo, França, Serginho, Leandro e Bruno César. Faltou também os 4 argentinos que são apenas razoáveis. Enfim, quase 40 jogadores contratados que não resolveram nada, não resolvem e não resolverão. Dinheiro jogado na latrina mesmo que só se pagasse um cachorro quente de salário para esses caras. Esta é gestão PN, papo bonito e apequenamento do clube.

Affff quanto lixo… tem nomes que nem lembrava mais que estava no Palmeiras. Lamentável.

Criscio, vc acha que o conselho de notáveis proposto pelo Pescarmona, de fato, vai ser ativo, ou eleito, o Pescarmona centralizará as decisões e o conselho será para inglês ver?

Imaginei que o time que mais venceu títulos nacionais, que conquistou pelo menos uma vez toda competição nacional que já existiu ou ainda existe, que o primeiro campeão mundial interclubes (oficialize ou não a dona FIFA) inauguraria seu tão sonhado novo estádio num jogo festivo, talvez contra a Juventus de Turim, em memória à final da Taça Rio de 1951, quem sabe contra o Deportivo Cali, nosso adversário na final da Libertadores de 1999, ou mesmo convidando o carrasco Manchester United, que hoje tem craques como Di Maria, Falcão Garcia, Van Persie e Rooney. O apequenamento e o oportunismo eleitoreiro nos proporcionarão uma estreia diante de um adversário do nosso nível atual, num jogo normal de campeonato no qual estarão em jogo os famigerados “seis pontos” já que a única disputa realmente válida será a fuga do rebaixamento. Mais uma linha triste na efeméride maldita da gestão Nobre. E será esse senhor que os sócios do clube reelegerão no próximo dia 29, afinal além do “não temos dinheiro” o que essa administração mais alardeia é que o clube social é a razão de ser da centenária Sociedade Esportiva Palmeiras. Preparem-se para sentir ainda mais saudades dos anos 80.

Se perdermos o clássico domingo serão 5 derrotas e um mísero empate nesse campeonato. Nem
Mustafá faria pior e ainda tem gente que quer reeleger esse cara. Vai gostar de perder no inferno. Fo
filhote de sapo boi.

Paulo Nobre é uma farsa e uma mentira. Se gue à risca a cartilha do turco. Essas mesmas promessas foram feitas antes da última eleição e todos nós vimos o resultado. Não acho Pescarmona
a solução, mas infelizmente não tem outro. O cara está com o Beluzzo e não com o Mustafá. Se esse
sujeiro for reeleito vai dispensar esse bonde de jogadores grotescos, sem qualidade e fora de forma
pra trazer outros do mesmo nível. Inventou a tal produtividade que só jogador meia boca aceita e nunca nesses dois anos demonstrou a menor vontade de ganhar títulos. Assumiu o clube com o intuito de se livrar de qualquer jogador que recebesse mais de R$ 200.000,00 por mês. Sinceramentre, não vejo nada de bom nessa gestão a não ser muita conversa fiada de um cara que quer se perpetuar no poder igualzinho o seu mentor.

Em ano de centenário, os grandes clubes do Brasil lamentam não conseguir um título expressivo. No Palmeiras, vamos comemorar a permanência na série A. Estamos reelegendo um pensamento que deveria nos fazer sentir vergonha.

Cada POVO tem o governo que merece. Cada clube tem o presidente que merece. O Brasil vai bem obrigado…. os numeros estao ai. O Petrogate tb. O Palmeiras vai bem obrigado. No ano do centenario a GRANDE CONQUISTA sera ( se conseguir) nao ser rebaixado. É pra acaba com o piqui de Goias( para nao falar uma frase mais acida e cair na moderaçao). Deus ME ajude. E mate, antes das eleiçoes, que PENSA em votar no PN.( fui pra moderaçao)

até o dia da eleição o nobre é o responsável pela desgraça de time que temos. a partir de lá, muda toda a responsabilidade de mãos. pensem nisso ao votar. o concorrente também não inspira confiança, mas pelo menos é uma tentativa.

O negócio é pensar no curtíssimo prazo. O jogo com os BAMBIS domingo, já perdemos, basta saber de quanto !! devemos já nos preparar para ganhar de qualquer jeito do SPORT !!!!! foco nisso e na nossa realidade medíocre. O GABRIEL FERNANDO já era. Os BAMBIS oferecem R$ 700 mil de luvas, carro zero para o pai e casa novinha em folha no Butantan….

Verdade, se os bambis ofereceu tudo isso para a nossa revelação da base O GABRIEL FERNANDO, simplesmente é que a nossa base é um LIXO e um clube de LIXO!!!

Falta visão. Aposto que nem estatística do garoto tem dos jogos que fez e da carreira na base. Se tivesse informações técnicas e apostassem no garoto realmente não deixaria a diretoria BAMBI levar a revelação. Aposto que no SPFW será vendido por milhões. Essa é a gestão de merda do PN/Mustafá.

Acho que ninguém falou para o Paulo Nobre um detalhe importantíssimo do Allianz Park : o contrato foi feito calculando -se um gasto de 300 milhões e na verdade foi gasto o dobro 600 milhões !
Será que se a WTorre soubesse disso faria o contrato nos moldes atuais? Acho que não!
Portanto alguém tem que falar pro Nobre presidente que devemos fazer um acordo urgente com a WTorre e o argumento poderia ser esse mesmo! Ou seja os caras gastaram 600 milhões ora bolas!
Abs

Alex, o contrato deve ser respeitado independente de quanto a WTorre gastou. Ela que é a especialista em construções. Se estimou o projeto em 300 mi e acabou gastando 600 mi, isso é um problema dela. Esse foi um dos riscos assumidos pela WTorre.
Que fique claro que não quero dizer que o Nobre ou a WTorre estão certos ou errados na questão.

Discordo Alex, embora concorde que um acordo seria melhor para todos já que seremos parceiros pelos próximos 30 anos, é preciso separar as coisas, problema da W Torre se eles gastaram o dobro do previsto e não acho que isso deva ser levado em consideração. (eles tb fizeram o contrato esperando recuperar o investimento entre 10 – 15 anos, se eles recuperarem antes você acha que eles vão querer revisar o contrato para ajudar o Palmeiras?).

PAUno NOBRE falou ontem na Gazeta Esportiva que não irá fazer loucuras para segurar esse garoto da base (Gabriel Fernando) , se não todos vão querer salários diferenciados também. A questão é que esse garoto é diferenciado e merece um tratamento especial, um salário especial, muito melhor que o Vagner Love quando garoto. O presidente só está indo nos programas agora por causa das eleições…. Falou que gostaria de aposentar o Valdívia no Palmeiras, MENTIROSO se não fosse o Árabe blefar ele estaria na Arábia agora e o Palmeiras na segunda divisão!!

Harley, O negócio é pensar no curtíssimo prazo. O jogo com os BAMBIS domingo, já perdemos, basta saber de quanto !! devemos já nos preparar para ganhar de qualquer jeito do SPORT !!!!! foco nisso e na nossa realidade medíocre. O GABRIEL FERNANDO já era. Os BAMBIS oferecem R$ 700 mil de luvas, carro zero para o pai e casa novinha em folha no Butantan….

” CALA A BOCA MAGDA!!!!”……………………….. VULGO PN. Alguém coloca um esparadrapo ou costura a boca desse presidente, por favor!!!

Esse PN é amador, não manja porra nenhuma de futebol. Se for assim Neymar (Apenas para comparar) teria ido para outro clube fácil. Mas fiquem tranquilos, essa gestão de merda tem visão estratégica do mercado do futebol e sabe como ninguém segurar uma revelação.

Muita calma nesta hora.Eu também já sou velhinho(56 anos) já vi várias estórias das administrações palestrinas.
Concordo com a mediocridade que representa o Sr P.N. que é até estranha sendo Ele um homem do mercado financeiro.Temos que verificar as diferenças entre ser arrojado com a antecipação de receitas e pedir empréstimos, qual seria a mais vantajosa para o clube.
Tudo depende de um contexto, sou a favor de que as contas independente de ser clube A ou B estejam dentro de uma realidade(vide nossos governos).O mais importante é não fazer alarde e trabalhar associado-se a pessoas do meio esportivo,lembra-se da Parmalat, de repente apareciam os jogadores tudo sem alarde.
Outro exemplo, já citado, que deu certo seria o Cruzeiro, contratações pontuais conjunto formado.Do outro lado já meio duvidoso e seria o Santos contratou Leandro Damião,gastou muito mas o resultado como falei duvidoso, com um conjunto mais ou menos,pois não irá disputar nada. Ai que está a chave, como montar um “conjunto” sem a dependência de um outro jogador? (vide Valdivia).
Já estão falando que a grande solução seria o Sr Pescarmona, na minha opinião outro italiano calabres doido que nem entrou e já começa a falar coisas que não se falam.Que por sinal só falta ele para completarmos o estoque de incompetentes existentes no Palmeiras.Tudo na base da emoção como mostra a origem italiana.Isto sem contar a dinastia Mustafá, esta sim um total retrocesso ao clube.
Só espero como todo Palmeirense que ao iniciarmos, esta nova legislatura, as coisas melhorem sempre pensando em um Palmeiras grande e vitorioso como sempre foi.

lucchesi il capo

O povo tem o presidente que merece.
Se Paulo Nobre ganhar, é por que querem continuar indo e vindo da 2a. divisão. A Portugues começou assim e hoje tá na 3a. divisão, a caminho da extinção.
Com o Palmeiras não será diferente.
Se Paulo Nobre ganhar, é por que o torcedor que continuar raspando o C* com a unha.
Simples assim.

Luiz, vamos com calma nos comentários. Um comentário forte gera uma reação mais forte. Vamos manter o debate de forma saudável. Obrigado.

Olá Criscio. Acho que é a primeira vez que lhe faço uma pergunta, apesar de postar neste Blog há algum tempo. No texto acima você cita: ” Time forte e que disputa títulos, gera exposição, receitas de bilheteria, de tv e de patrocínio.” Aqui vejo muitos posts que se referem aos erros (propositais) de arbitragem contra nós, e as decisões do STJD (aliviam nas punições, apenas para os rivais) como principais fatores (senão o principal) do Palmeiras não conseguir sucesso nos campeonatos. Apesar de eu achar que somos prejudicados mesmo (talvez numa frequencia menor que a reclamada pelos palestrinos), somos ruins nos bastidores, penso que o principal motivo do Palmeiras estar onde está, é não ter justamente, um time (ou elenco) forte(s). Não perdemos para os “Reservas do Atlético-MG”. Perdemos para o ELENCO deles, montado mesmo com enormes dívidas. Você acha que se tivéssemos uma equipe forte, daria para o Palmeiras diputar títulos, mesmo com os desmandos da arbitragem e do STJD contra a gente? Um abraço!

Patrão mandou avisar que consegue responder os comentários à noite. Está sem acesso ao site. Assinado: o Estagiário.

Vicente, muito interessante é retroceder ao seu Post de 2013 com as “previsões” para 2014, VEJA: Quer elenco para 2014? então vamos nos livrar de Wesley e Henrique rapidamente e pegar mais uns 5 emprestados – que depois viram 4, afinal, um jogador a mais ou a menos é bobagem. Vamos colocar vários emprestados no lugar de jogadores com contratos e direitos federativos ligados ao Palmeiras. E cuidado: rapidamente nós seremos informados incessantemente que Wesley não é comprometido e que o empresário de Henrique não quer o jogador no Palmeiras em ano de Copa do Mundo no Brasil. Assim como no caso Luis Felipe: o garoto afinal nem é tão bom assim!

E NÃO É QUE O HENRIQUE SE FOI, KARDEC E WESLEY SE FORAM PARA UM RIVAL(EPA!), O PATROCÍNIO NÃO VEIO E NÃO FOMOS REFÉNS DO CENTENÁRIO….. Para nossa surpresa, estamos mais endividados com a austera política e esquecidos pela mídia, óbvio quem vai querer passar um time horroroso que não briga por nada!!? só passarão na TV aberta na nossa agonização para série B, farão questão de mostrar os rostinhos das crianças palmeirenses na arquibancada lacrimejando por mais uma desgraça!!!! E tudo isso temos que dizer OBRIGADO PAULO NOBRE!!!!!! Pena que os sócios não enxergam o Palmeiras como negócio futebol, mas como um clube de bochas e sua política de conchavos políticos….

Patrão mandou avisar que consegue responder os comentários à noite. Está sem acesso ao site. Assinado: o Estagiário.

assisti o filme do palmeiras sobre a conquista de 93. Vi o paulo mole chorando. quanta hipocrisia. deveria chorar agora, que o time está esta porcaria. mas, como brasileiro engole qualquer mer….., vamos de nobre de novo. e que Deus nos ajude.

Quem vota e apoia o Paulo Nobre merece passar por tudo isso… merece sofrer a cada rodada… merece torcer pros adversários do Z4 perderem, a cada fim de semana. Nossa torcida se apequenou… se acostumou com a mediocridade. Nosso time perde em casa, do time reserva do Atlético, e tem gente no estádio elogiando nosso presidente e a sua magnitude de tirar dinheiro do bolso para “salvar” o Palmeiras. Mas, enfim… votem mesmo no Paulo Nobre. Acreditem que agora, no segundo mandato, ele vai investir no time, vai montar um esquadrão. Vocês merecem a mediocridade!!!

CLAP!!, CLAP!!, CLAP!!,CLAP!!, CLAP!!, CLAP!!, CLAP!!, CLAP!!, CLAP!!, concordo plenamente com você JOTA, esses torcedores aloprados que apoia em tudo vota no PN merece sofrer, merece continuar na mediocridade, merece só apenas ganhar título de Série-B, merece ser zoados pelos torcedores adversários, e por aí vai. Simplesmente a nossa torcida ou uma parte dela se acostumou com a mediocridade, ou seja, se apequenou!! Isso é um SINAL que logo-logo o Palmeiras correrá o risco de não ser mais um clube grande e sim um clube de bairro!!

Pois é Harley… nossos dirigentes estão, a cada dia, nos apequenando mais e mais. Ganhamos UM clássico no ano, perdemos as últimas SETE partidas para o Atlético/MG, damos vexames atrás de vexames tomando goleadas de times medíocres, e a torcida elogia o presidente, dizem que ele está salvando o Palmeiras, que ele arrumou a casa pro ano que vem, blá, blá, blá… E concordo contigo… a torcida não ter mais indignação é o primeiro (e gravíssimo) sinal de que estamos caminhando a passos largos para deixarmos de ser grande. Lamentável…

Novamente parabéns pelo excelente texto. PAUno NOBRE A MAIOR FARSA DA HISTÓRIA DO PALMEIRAS. NÃO PODEMOS DEIXÁ-LO FICAR MAIS 02 ANOS. O filhote do DROMEDÁRIO já provou que é incompetente e não sabe nada de finanças; é uma figura ridícula.

Com relação ao Pescarmona eu estranho que tanta gente questione o caráter e a idoneidade dele, mas até hoje ninguém apresentou qualquer tipo de prova que comprove que ele não é nem honesto e nem idôneo. Sem querer polemizar, mas as eleições do Palmeiras se assemelham e muito às eleições presidenciais que tivemos neste ano, onde o(a) candidato(a) governista dizia que para mudar tinha que continuar igual, e ainda que a o candidato de oposição era o verdadeiro anti-cristo. Não sou fã do Pescarmona, mas na boa, fui no jogo de sábado e perder de 2×0 para o time reserva do Galo é um atestado de incompetência lavrado em cartório. Quem defende a permanência desta diretoria mesmo depois de vexames como estes (lembram do Goiás?) só pode estar de brincadeira.

Que os associados reflitam bem nesta eleição, quem foi um dos responsáveis pela parceria com a Parmalat? , pelo projeto Arena que saiu do papel e é realidade ? E PRINCIPALMENTE QUEM FOI CONTRA E VEM SENDO A MUITO TEMPO ? A resposta esta clara e bem a frente de todos e não pode ser ignorada .

conhecem a estória do cachorro que perseguia pneus dos carros? um dia o carro parou e o cachorro não sabia o que fazer com o pneu. paulo nobre perseguiu a presidência a vida toda. quando chegou, não soube o que fazer. pobre palmeiras.

O problema do Palmeiras todo torcedor está careca em saber, se chama MUSTAPHÁ CONTURSI, e agora Paulo Nobre.
O pior de tudo é que vão votar no cara, será nosso novo presidente. Aliás, alguém sabe dizer como anda renovação do Gabriel do sub-17. Abre o olho que o Leão Lobo vai roubar ele do verdão, assim como fez com o Kardec. Mas estamos tranquilo Baiano vem aí.!!!

Gostei do video, tem um amigo no trabalho maranhense e Palmeirense fanatico, gostei muito qdo vc diz que nosso time é nacional, mundial.

Na minha humilde e sincera opinião, foi prestado um desserviço não darem uma oportunidade ao Granieri, é incrivel o amadorismo dessa diretoria, ao deixar escapar uma suposta lista de dispensas, deixando contratos vecerem no fim de mandato, dizer em alto e bom som para todos os possiveis patrocinadores e sofredores palmeirenses como eu, que não tem dinheiro, não foi a toa essa conturbada semana que antecedeu o jogo do time mineiro, foi clarissimo o nervosismo da equipe dentro do pacaembu no sabado, lamentavel, nos anos 90 realmente haviam profissionais da co-gestora parmalat que sabiam negociar atletas de bom nivel pro Palmeiras, a partir do momento em que ela saiu, ainda ficou um rescaldo do contrato de cerca de 45 milhões em 2000 na gestão do dinossauro mustafa, onde foi parar esse rescaldo?

Chamou-me a atenção o trecho q fala do conformismo dos torcedores mais jovens pois já tinha identificado essa postura dessa mulecada acéfala e sem senso crítico que considerou o empate com os gambás “bom porque não perdemos”. Sim, eu li isso no Twitter…. dá medo o que vem pela frente..

Como pai de um menino de 8 anos, encantado pelo Futebol depois da Copa, está muito difícil explicar o que é o Palmeiras pra ele. Acho que esse Paulo Nobre não tem filhos…. e se tem, nao tá nem aí pra eles….

Muito além das expectativas, o próprio Palmeiras está sendo apequenado. São 2 anos inteiros sem derrotar rivais como Santos e Corinthians, apenas duas vitórias contra “grandes” neste Campeonato Brasileiro (Grêmio e, o Botafogo, que tem o time muito pior e ainda deve mais de 5 meses pra cada um dos funcionários). Mesmo ainda sendo um dos times brasileiros com mais marcas positivas pela Libertadores (n° de participações, vitórias, gols marcados, finais alcançadas além de um título) ano que vem será a 9ª vez fora nas últimas 11 edições. Juntem com isso mais dois anos de “Nobreza” com o discurso que a base do time para os próximos anos já está aí.

concordo com vc mas ñ consigo ver o Pescarmona diferente ele parece tão retrógrado e raivoso quanto os que estão aí ñ da pra acreditar num cara que numa fase desta que estamos passando vai na imprenssinha queimar o nosso técnico eu ñ acho o Dorival uma maravilha mas neste momento é nele que devemos confiar e apoiar , do jeito que o Pescarmona colocou parece que ele quer o “quanto pior melhor”. Ou seja Nd mais Mustafa q isso.

Alguns poucos conseguem enxergar isso. Mas o que fazer? Irão deixar isso continuar? Quase ninguem percebeu, mas o Paulo Nobre não manda em nada. Com o desenho ou modelo politico instalado, seja quem for o presidente nada pode fazer sem a benção do COF. E quem manda realmente é quem manda no COF. Lembram quando o Sapo Boi queria fazer um tal conselho gestor? Ninguem percebeu que hoje ele existe e é mais atuante do que nunca. O conselho gestor se chama COF e é gerido por ele. O Paulo Nobre é a rainha da Inglaterra, mas que que protege o CoF por ser um testa de ferro involuntário. Como será qualquer outro. O segredo está acabar com o COF ou remodelar o modelo politico atual.

Concordo com você, Marcos. Qualquer que seja o presidente eleito, vai ter que rezar pela cartilha do Mustafá pois é ele quem realmente manda no Palmeiras. Não adianta acusar o Nobre de ser fantoche, pois qualquer um ou vira fantoche ou não administra. E tem mais: a eleição direta para presidente não vai refrescar em nada, pois o poder político continuará na mão do Mustafá. É realmente muito triste essa situação. Mas tenho fé que a próxima gestão (seja ela qual for) será melhor pois como não se antecipa receitas a dois anos, talvez tenhamos algum caixa durante 2015 para contratar bons jogadores. Só espero que a próxima gestão (seja ela qual for) não reinicie a política de antecipar receitas, pois senão em 2017 voltam os mesmos problemas. Torço para que o próximo presidente (seja ela qual for) trabalhe no aumento das receitas e consiga montar um time competitivo, que atraia mídia, patrocinadores e coloque o Palmeiras num círculo virtuoso. Só para não esquecer: Fora Mustafá !

Realmente eu quero entender onde esta a austeridade financeira quando se contrata jogadores como Marcelo Oliveira, Diogo, Mendieta, Vitorino e tantas outras porcarias. Mesmo que não se pague um centavo por essas contratações e que seus salários sejam de mil reais (o que não é verdade) já seria um prejuízo, pois são jogadores insignificantes que não jogam nada, não ganham nada e ainda por cima jogam o nome do clube na lama através de suas atuações ridículas em campo. Austeridade financeira seria montar o time com jogadores oriundos da base com a companhia de no máximo 4 jogadores de nível ótimo. Isso sim seria seria austeridade financeira e não essa fábula que o Mumu implatou no clube e hoje o PN segue a risca!!!! Abraços

Adriano, concordo 100% com você. Não consigo entender esse pensamento ridículo de austeridade financeira pontual, sendo rigoroso extremista na negociação com um jogador como o Kardec, e ter 40 jogadores da qualidade (ou falta dela) como você citou no elenco.
A prova de que essa propalada austeridade financeira não passa de uma balela, após a perda do Kardec o PN se desesperou com a besteira feita e abriu o cofre contratando os 4 argentinos, gastando em salários 100 vezes mais o que quis economizar com o Kardec.
Sei que não adianta chorar pelo leite derramado, mas o problema é a atitude. O Presidente, ao invés de admitir o erro e mudar de atitude, vai na imprensa a todo momento e fica tentando jogar a culpa no jogador, dizendo que ele não quis abrir mão da diferença de salário para jogar no Palmeiras. É o rabo abanando o cachorro!
E essa atitude egocêntrica e distorcida continuará no segundo mandato, pois afinal o MUSTAFÁ está aplaudindo o FILHO! E sabe, né: quem agrada ao pai, agrada a Deus!

mesmo com o apoio do 3VV ao Pescarmona, ele não ira vencer. Eu entendo que esse não é o caminho, ou seja, tentar eleger quem não tem a minima condição de ser presidente do Palmeiras (fora os outros da chapa com exceção ao Belluzzo). O ideal é lançar chapa, candidato próprio, afinal esta é uma terceira via não. Do jeito que esta, com os conselheiros que estão nada vai mudar. Deveria ser feito um trabalho entre os conselheiros para que as coisas mudassem.

Vitor o 3VV não apoia o Pescarmona, o Vicente declarou o seu voto pessoal apenas, o 3VV tem o mérito de questionar e com base as erratas do Paulo Nobre, e a frase mais importante do texto, ” QUAL A DIFERENÇA ENTRE ADIANTAR COTAS DE TELEVISÃO E EMPRESTAR DINHEIRO DO PRESIDENTE ?”.

Paulo, pelos posts não é apenas o Vicente, do 3VV, quem apoia o Pescarmona, e nem acho que isto esteja certo ou errado, cada um vota em quem quiser. Cada um apioa quem quiser. Só acho que seja Paulo Nobre ou Pescarmona, vamos continuar na mesma. Deveria era termos um conselho rejuvenescido. A verdade é que poucos pensam no Palmeiras. Poucos pensam em ser conselheiro a troco de nada. Vamos ficar nadando em circulos

Paulo, quanto a sua pergunta em letras garrafais, o Luis Fernando Tredinnick pode responder melhor do que eu, no entanto me arrisco a dizer que a diferença está no prazo de pagamento do empréstimo. Para a Rede Globo o prazo seria de 1 ano, ou seja, antecipo este ano e no ano seguinte não tenho o que receber, enquanto que no empréstimo do PN, foi feito um alongamento de pagamento por anos, por juros que jamais conseguiríamos em outro lugar.
Não estou dizendo que concordo com tudo que o PN esteja fazendo, ele cometeu muitos erros, mas temos que olhar pelo prisma dos acertos também. Uma coisa que não vejo muito nossos torcedores falar: Como por exemplo, ter blindado o time de futebol. Lembra como era na gestão Tirone?
Como alguns falaram neste post, também não vejo com bons olhos o Pescarmona,
ao que parece o PN deve ser reeleito, espero que tenha aprendido com os erros, que ele ouça e leia o que a torcida pensa dele, e assim tente fazer uma nova gestão bem diferente do que foi feito nos últimos 2 anos. O bom e barato tem que ser deixado de lado, até porque, agora ele deve ter criado uma certa “gordura” por aquilo que não antecipou de receitas e mais as novas vindas da Arena, e pela “economia” com jogadores “médios”.
Espero que ele possa trazer o equilíbrio de alguém que queira montar um bom time, com alguns jogadores de ótimo nível, e ao mesmo tempo ter uma boa administração financeira, não onerando nosso time em dívidas impagáveis.

Donizete, como seria bom se o Nobre se importasse com alguma coisa que não o próprio umbigo. A única coisa boa de sua gestão será o fim dela, mas certamente esse fim só acontecerá, na melhor das hipóteses, daqui a dois anos. Oxalá o Palmeiras não acabe antes, mas se você é daqueles que acham que o piloto de rally tem alguma intenção de “aprender com os erros” e mudar o rumo de sua administração, acredito que também será daqueles que, pelo menos na esfera futebolística, terá um biênio 2015-16 totalmente esquecível.

Concordo contigo Eduardo. Respeito aos que veem com outros olhos o empréstimo do PN, não concordo com isso. Pra mim é incompetência.

Donizete, boa tarde, vejamos, antecipo 30 mi esse ano e ano que vem não pego nada, mas com esse dinheiro monto um time competitivo, atraio patrocinio, a torcida vai aos jogos, alavanco o Avanti e ainda obrigo a TV a passar os jogos da SEP, quanto será que eu ganharia nessa situação. Agora não antecipo nada, empresto do presidente, saldo dividas que nem sei quais são pois tivemos um ano de serie B para equalizar o caixa, o dinheiro das cotas não antecipadas vai servir para pagar juros da divida que contrai com o presidente, é um ótimo negocio para o presidente e péssimo para a SEP, abs.

Victor vamos lá. Vou explicar mais uma vez, pois já deixei claro em outros posts e comentários mas acho que vc não viu. EU NAO APOIO PESCARMONA. Tá claro isso? Muito bem. Mais uma: O 3VV NAO VOTA, NAO TEM CPF, NAO É SÓCIO. Logo o 3VV NAO APOIA NEM PESCARMONA NEM NOBRE NEM NINGUÉM. O 3VV é um site. Há colunistas no site. Pergunte aos outros colunistas – todos são sócios – em quem eles vão votar. EU NAO VOTO NO NOBRE porque acho essa gestão uma das piores que eu já vi na SEP. Na minha opinião essa gestão NAO MERECE MAIS DOIS ANOS COMANDANDO O PALMEIRAS. Portanto eu votaria num cone, eu votaria no Granieri, eu votaria em qualquer outro candidato, mas não votaria no Nobre. Ou seja, eu voto CONTRA ESSA GESTAO por todos os motivos que eu já deixei claro nas minhas colunas. Essa é minha posição política que espero seja respeitada, como eu respeito quem vota no Nobre. Quanto às críticas ao Pescarmona, com algumas eu até concordo. Entretanto atente que o Pescarmona não tem o preparo midiático do Nobre, nem tem a grana da campanha do atual Presidente nem tem uma tropa de choque nas redes sociais como PN. Pescarmona como eu disse não é meu candidato e acho, na improvável hipótese dele ganhar, que ele fará uma gestão muito abaixo das minhas expectativas. Mas acho que difamarem o Pescarmona nas redes sociais como estão fazendo não qualifica o Nobre nem sua gestão. Espero que minha posição esteja clara agora. Abraços.

tranquilo Vicente, troque o verbo apoiar pelo simpatizar, desculpe pelo engano.

Rsrsrs…. Victor você é da casa. No 3VV você já é sócio. Mas aqui não tem simpatizante não (rsrsrs). Eu não tenho qualquer simpatia pela candidatura do Pescarmona. Nem antipatia. Nada. Sou neutro na candidatura dele. Acho a plataforma dele muito óbvia. Acho que ele deveria vir com outro discurso, outro projeto, mais ambicioso. Mas isso é problema dele e da chapa dele. Como eu disse eu não faço parte da campanha do Pescarmona. O meu problema é ESSA GESTAO que está aí. ESSA DAÍ prá mim se ficar mais dois anos comandando o Palmeiras vai ser uma catástrofe ainda maior que 2014. Abs

rs.. to tentando achar uma saída, mas pelo jeito ta dificil demais. Nenhuma administração que tenha o Sr. Mustafá por perto pode dar certo. O problemas é que para ganhar a eleição ele é peça chave. Vamos mais uma vez nadar em circulos.

Eu também concordo com vocês meus caros VICTOR e VICENTE, na minha opinião e na minha visão, o que falta no conselho é uma RENOVAÇÃO GERAL no quadro do Conselho Deliberativo e também falta novas ideias e principalmente ATITUDES dentro do C.D. . O problema está aí e do jeito que vai como VICTOR mencionou vamos mais uma vez nadar em círculos sem perspectiva nenhuma de futuro para o Palmeiras.

Muito engraçado como em muitos aspectos as eleições no Palmeiras parecem com a do Brasil pra presidente. Os sócios (q são palmeirenses e teoricamente querem o melhor para o clube) se veem forçados a escolher entre nhô Ruim e nhô Pior.
Aqueles q tem um pouco de senso crítico e noção da realidade sem se deixar manipular pela PIG (até a sigla se relaciona ao Palmeiras, haha) claramente conseguem enxergar pelo menos quem é o menos pior, neste caso o Pescarmona. Pro Brasil deu certo, apesar de ter sido muito apertado e do movimento coxinha-vejista-globista ter quase sido bem sucedido no seu golpe (e agora clamar por um golpe militar). Pro Palmeiras, infelizmente, parece muito mais difícil. Mas quem sabe este não seja nosso único presente no centenário. É uma das poucas alegrias q ainda podem ocorrer, fora uma vitória contra o bambi no panetone e o falecimento do sapo-boi. Oremos, ajuda aí San Gennaro!

Hehehe, sabia q já ia aparecer um. Respeito sua opinião, apesar de ela ser completamente equivocada. E como eu disse, os 2 são ruins, entre a cruz e a espada.

Lucas, também respeito sua opinião, mas acredito (note que usei o verbo ACREDITAR, portanto não estou AFIRMANDO) que pelo menos no tocante à esfera político-social a sua visão é que esteja equivocada. Não acredite em tudo o que diz a “voz oficial”, qualquer que seja o partido no poder, e principalmente se esse partido já perdeu vários de seus fundadores por conta da decepção que eles tiveram com o rumo da sua “cria”, que hoje nada mais é que o quintal de uma pessoa que SEMPRE foi obcecada única e exclusivamente pelo poder. Por aí se vê que, realmente, as histórias políticas recentes do Brasil e do Palmeiras têm mesmo muito em comum.

Olha o ponto que chegamos! Temos que torcer para o time que nos tirou um dos principais jogadores. Por que? Porque se o Vitória vencer, vai embolar a briga lá embaixo e nós estamos no meio. A situação está longe de ser confortável, tem torcedor que se dá por satisfeito se o time não for rebaixado. O Aidar tinha razão: PAULO NOBRE ESTÁ APEQUENANDO O PALMEIRAS.

Março 2014.
“Torcemos para o Valdivia realizar uma ótima Copa do Mundo. Assim teremos boas propostas para vendê-lo”:
Palavras desse que senta suas nádegas na cadeira principal da S E Palmeiras.
Não entende P-O-R-R-A nenhuma de futebol!!!
Mas o pior eh constatar o ínfimo grau de exigência de muitos Palmeirenses.

Excelente post! A única coisa que gostaria de acrescentar é que está muito fácil do próximo presidente conseguir dirigir esse Boing no próximo mandato! Basta ser ousado e ter visão , o que nosso Nobre presidente não apresenta

Opiniao certeira, mais desenhado que isso impossivel, espero que os que lhe atacaram la atras qdo vc alertou sobre uma futuro sombrio, sigam o conselho do ultimo paragrafo e reflitam.
Parabens Vicente.

pelo menos se posicionou (de forma explicita) sobre em quem vai votar. O Paulo Nobre não fez nada de bom na sua gestão?

Fez. Mas na balança perde disparadamente pelo que fez de ruim. Na última eleicao, falava que reformaria o estatuto, que o ST votaria, que teríamos um time competitivo e que o Mustafa poderia o apoiar, mas teria que aceitar os desejos dele, Paulo Nobre. O que disso realmente aconteceu?
Pois agora fala que saneou o clube ( o que é MENTIRA, pois a dívida aumentou.). Barcos, Henrique, Kardec, Wesley… E lembre que Valdivia só voltou pq os árabes devolveram. Tivesse ficado lá, como eles queriam pra sanear financeiramente o clube, e talvez você nem tivesse vontade de postar o que postou, pois sem ele já estariamos virtualmente rebaixados.
Mas tudo bem… Continuemos pautados pela Press FC e seu Gambá fedido, acreditando no Deus Nobre. Juro, pelo meu moleque sofrido com essa mediocridade, que se Nobre ganhar é realmente revolucionar o Palmeiras, serei mais um Nobrete. Afinal, quero mesmo um Palmeiras grande. Mas defender esse imbecil com tudo o que sofremos nos últimos dois anos e duro. Eu não consigo.

E gente que ainda tá doidinho pra cair na lábia do NOBRE ????

Me diga o que o Paulo Nobre fez de bom? Juro por Deus que não consigo ver. Colocou dinheiro no clube? Sim, porque é rico e PÉSSIMO administrador. Todo dinheiro que colocou foi por sua própria incompetência em não gerar receita, seja de patrocínio, seja de venda de jogadores (normalmente doados ou imbecilmente perdidos), seja pela desvalorização da marca Palmeiras, com seus timinhos ruins e baratos e seu discurso pobrinho de “não temos dinheiro”, “tenho uma herança maldita”.
Fez uma gestão bizarra do futebol e está quase conseguindo se igualar ao Autista do Tirone, rebaixando o time para a série B. Aliás, Deus nos livre e guarde, mas por sua ambição política desmedida, quer inaugurar a Arena a toque de caixa, para operar mais uma vez o “BOLSA INGRESSO” (como no jogo do Ademir), a fim de se favorecer na eleição. Como tudo que tentou fazer nessa administração no futebol deu errado, e levando em conta que o Palmeiras já a algum tempo é um time “CHAMA DESGRAÇA”, já pensou se chegarmos no último jogo do campeonato precisando vencer para não cair, em nossa nova casa? Não vou nem pensar, pra não dar azar, ou para dizerem que sequei. Mas precisava se expor dessa maneira?

Perfeito é triste demais! Recomendo a todos que leiam o link do texto escrito há 1 ano…está claro demais.
Não morro de amores pelo Pesca, e fica nítido o desgaste de sua imagem. Mas tem que acreditar que precisa mudar, pois mais do que está ai ninguém aguenta. Jogaram a libertadores fora prometendo novidades pro segundo semestre. Seguraram na série B prometendo melhoras no outro ano. Depois, economizaram no Paulista pra ter gás no Brasileiro. Agora mentem dizendo que precisam de mais um ano no poder, pois puseram a casa em ordem! Daqui a pouco vão querer mudar o estatuto pro filhinho do Mustafá poder ser presidente de novo?
Vão inaugurar nossa arena num jogo comum, brigando pra não cair, talvez sem o Vakdivia? E nego acha liiiiiiindo!
Como nossa torcida se apequenou. E se vê manipulada pelo discurso oficial, repetido à exaustão nas redes sociais, de uma forma organizada e orquestrada por um Gambá ferido que recebe pra cuidar da imagem do Palmeiras e cuida da imagem do presidente!
Até quando vamos ver nossa torcida achando tudo isso normal?

O pior é ver um pai tentando explicar e amenizar a derrota de ontem para seu filho – de mais ou menos 10 anos – enquanto sobe a Major Natanael. E não acredito que serão geradas receitas neste final de ano para podermos reforçar este elenco. O contrato de material esportivo parece que será baixo e patrocínios master e manga não devem ser fechados, pois ninguém vai pagar o que o presidente quer pelos motivos já expostos.

O palmeiras só vai volta a época áurea dos títulos, quando novamente deixar que profissionais remunerados cuidem do futebol como foi na época da parmalat, por quê não alugam a marca palmeiras para a W. TORRES ou outra firma qualquer?

Vicente, mais uma vez, PARABÉNS. Artigo esclarecedor e absolutamente claro, aliás de clareza solar. Vem somar ao excelente artigo do Tredinnick no início da semana. De fato, a tal recuperação financeira é um mito e está sendo comprado por incautos. Pior, a dívida não reduziu, os prejuízos continuam e o time é ruim, muito ruim. Há um outro prejuízo. Difícil de mensurar no momento, mas fácil de perceber, qual seja, A DEPRECIAÇÃO DA MARCA PALMEIRAS. Paulo Nobre está destruindo a nossa marca montando times fracos e afastando potenciais parcerias ao litigar com o principal parceiro.
Os três jovens que acham que Paulo Nobre está fazendo um ótima gestão e o clube está endividado por culpa do Beluzzo, pensaram que a Arena foi projeto deste último? Que Paulo Nobre esfrega as mãos contando com as receitas da Arena? Que o patrimônio do clube foi valorizado com a construção dos prédios administrativos e para práticas de esporte in door no clube, graças a parceria com a WTorre? Que a imagem positiva que o clube teve nos últimos anos, inclusive sendo matéria de capa da revista Veja SP, foi graças a Arena, projeto engendrado por Beluzzo? Que os títulos que o palmeirense comemorou a partir da década de 90 foram graças a uma parceria viabilizada por Beluzzo. Que os saltos de qualidade que clube deu nas últimas 3 décadas foi por projetos implantados e pensados por Beluzzo? Não, claro que não. Foram influenciados pelo mantra do ex-presidente da segunda divisão e compram o discurso vazio de Nobre. Agora, meu caro Criscio, temos que torcer para o SPFC do Aidar ganhar do Vitória hoje. Que situação, meu amigo.

Excelente texto, Vicente! Eu tenho 25 anos e também fico indignado quando vejo palmeirenses pensando pequeno. O que tenho dito é que o grande compromisso de quem ganhar as eleições deve ser restabelecer o respeito ao Palmeiras dentro de campo. E isso vai além de ganhar títulos (vide a Copa do Brasil de 2012), mas sim voltar a ter um time forte e que seja temido pelos rivais. Você citou o Atlético, mas acho que o melhor exemplo a se seguir é o Cruzeiro, que no início de 2013 reformulou completamente o elenco que havia chegado em 9º lugar no Brasileiro anterior e no fim do ano estava sendo campeão. Basta ter planejamento e ousadia (e alguém que entenda de futebol) que podemos ter isso já em 2015. Mas o Paulo Nobre acha que já temos a “espinha dorsal” e que só precisamos de uma “qualificação moderada” do elenco.

Exatamente! Se está ruim com ele, o que seria com alguém como o meu xará? Sem querer defender ninguém, mas o Nobre pelo menos não mete a mão, como outros fizeram.

Quem disse? “Emprestar” dinheiro ao clube como presidente com evidentes segundas intenções (e isso só não vê quem não quer) para mim é o mesmo que meter a mão. E tem outra: no período vitorioso da última década do século XX (três Paulistas, dois Rio-SP, dois Brasileiros, uma Copa do Brasil, uma Copa dos Campeões, uma Mercosul e uma Libertadores) quem presidia o Palmeiras? A grande diferença é que ali ele nada mais era que “rainha da Inglaterra”, não fazia nada para ajudar mas também atrapalhava pouco. Por mim, o próximo presidente pode ser o vendedor de picolé da esquina, desde que tenha a humildade de se cercar de gente competente, a capacidade de ouvir opiniões diferentes das suas e a coragem de tomar decisões pensando no clube, que vai continuar existindo mesmo depois que ele, presidente, virar comida de vermes. E, principalmente, que conheça a grandeza do Palmeiras. Por acaso o atual e muito provavelmente reeleito presidente tem essas qualidades? Nem de perto, então…

Os comentários estão desativados.