Categorias
Notícias

Resultado da eleição: Nobre foi o escolhido pelos sócios

 

Neste sábado o sócio palmeirense foi votar para Presidente.

Cerca de 4 mil sócios. Muitas bandeiras na rua, muitas pessoas com camiseta dentro do clube.

Paulo Nobre ganhou. 2421 a 1611 (60% a 40%, prá ficar fácil). Foi a vitória da continuidade. Quem votou, aprovou dois anos de resultados do futebol e do clube social.

Como foi?

A primeira eleição pelos sócios do Palmeiras – tão aguardada por quem quer mudança – foi tranquila.

Percebia-se na parte da manhã um volume maior de votantes com a camiseta verde da chapa Avanti Palmeiras, do candidato Paulo Nobre. A chapa 200 de Vlademir Pescarmona, com camisetas brancas, se apresentava em menor número.

Percebia-se também a briga de uma chapa com mais recursos financeiros – Nobre gastou bem, mas ninguém se atrevia a dizer quanto cada candidato “investiu” para ser presidente. Garotas na porta contratadas para distribuir panfletos e boatos de que sócios inadimplentes eram chamados para resolver sua situação de dívida, desde que votasse no Presidente, deram o tom do “alto” nível deste último dia de campanha.

Ainda dentro do clube, no bar do tênis, uma mesa grande para cada bloco. Na entrada da votação um pouco mais de Nobristas, mas algo normal com tantos lutando pra manter a carterinha.

O candidato Pescarmona se posicionave bem na linha de frente, bem no meio do povo que entrava para votar. Paulo Nobre tomando suco de uva num cantinho do ginásio. Os dois demonstravam tranquilidade.

Destaque para muitos sócios que vieram de longe para votar. Sócios do Rio de Janeiro, Bauru, Sorocaba e outras cidades, preocupados com o futebol, se mesclavam com a onda de mais de 500 votantes – por baixo – que são os amigos ou parentes de diretores com carteirinha.

Mustafá e outros cabos eleitorais

20141129_160714As chapas faziam campanha. Mustafá, forte e serelepe, tentava converter votos de indecisos para Nobre. Ouviu um desaforo de um grande palestrino que veio de Sorocaba só para votar. Clemente Pereira – outro conselheiro que já foi ligado ao grupo de Mustafá, Della Monica e Belluzzo, e agora está com Nobre – distribuía panfletos e vestia a camisa verde 300.

Viva a democracia. Os grupos se dividiam e jogavam o jogo. É isso aí!

Do outro lado, a turma de Pescarmona também fazia sua parte. O bom humor do candidato contrastava com a cara de bravo e preocupado de seu vice Degon.

Durante o dia a tranquilidade foi grande. Sinal de maturidade dos dois grupos políticos. Parece que no final alguma confusão aconteceu. Nada grave.

 

Foi bom prá você?

Notícia boa: a democracia e o voto do sócio, tão querido por todos, finalmente saiu.

A má notícia: com 100 a 200 diretores titulares e adjuntos, com parentes e amigos, e conselheiros, e blá blá blá, um Presidente na largada já sai com 500 votos. Além disso o voto do sócio da bocha, tem o mesmo peso do futebol.

Isso funciona? Nesse momento, não importa. É melhor do que o voto de apenas 300.

No final a conclusão: melhorou muito. Mas ainda estamos longe, muito longe, do prometido voto do sócio torcedor. O resultado reflete que o parquinho, o clube, enfim, a carteirinha oferecem. À beira do rebaixamento, o sócio do clube votou com preconceito, de forma política e com apelo do social sem parecer se importar com a falta de receitas, falta de patrocínio, falta de reforma estatutária e falta de time. Mas com aumento de dívida do clube.

Mas em alguns casos, sem dívida de mensalidade.

Vida que segue… Nobre terá dois anos para reconstruir o que destruiu. Vai conseguir?

Saudações Alviverdes!

141 respostas em “Resultado da eleição: Nobre foi o escolhido pelos sócios”

O clube chega no ano do centenário com plenas chances de ser rebaixado para a Série B e quem vence a eleição é o Paulo Nobre. Vou falar o que? Não tenho nem palavras. As vezes perco aquela esperança, típica de torcedor, que o Palmeiras voltará a ser o clube que foi em outros tempos.

Palmeiras acabou? só esses dois shows do Paul McCartney já rendeu uma bela grana pro Palmeiras. Pescarmona era contra o voto do ST e, ironicamente, caso os ST’s votassem ele venceria.

Aos sócios sanguessugas, que olham para seus próprios umbigos,quando estendem as mãos para receber os ingressos grátis, carteirinhas, aroma para a sauna, petecas novas, caixa de giz para anotar pontas lá na bocha e acreditam (ou fingem acreditar), que a copa e o ano de 2014 “foi ruim” para negociar patrocínios master.
Saibam que:
Santos fechou coma Huawei, maior fabricante mundial de chips para celulares, além do próprio aparelho e demais eletrônicos.
SPFC, Só falta assinar com novo patrocinador, que será a americana Under Armour. Pagará 32 milhões de reais ao clube pelo contrato.
Enquanto isso, FDP mantiveram esse Paulo Nobre, abrindo mão do futebol.
O dia que sócios torcedores votarem esse time sairá do amadorismo. Espero que até eles tenham tomado conhecimento político do Palmeiras e deixados de se contentar apenas com reforma do parquinho infantil do clube….
Ainda bem que apenas palmeirenses leem este site, pois dá vergonha de dizer isso para torcedores adversários. A mediocridade administrativa do Palmeiras é de fazer torcedor ficar em casa para não ser zombado por outros que tem times de futebol de verdade para torcer.

A realidade que não queremos enxergar é que no clube social, muitos não ligam para o futebol, e outros sequer palmeirenses são, eu mesmo conheço três amigos (dois curintianos e um santista) que residem próximos e são sócios. Para eles, se o time de futebol está bem ou não, não importa. Só estão interessados nas dependências do clube e só. Quando ouvem um candidato dizer que vai priorizar o futebol, logicamente que vão votar no adversário, e isso explica a vitória do PN: ao perceberem que é apoiado pelo Sapo Boi, que só se interessa pelas piscinas e jardins, é nele que votam. Infelizmente é isso. Por essa razão, que minha represália é não colocar um centavo do meus suado dinheiro lá, nem no clube e nem no Avanti, porque certamente o dinheiro desse último é revertido para tapar o buraco do social, ao invés de ajudar a financiar um time forte. E eu quero que se lixe o social.

Parabéns a esses bambis, gambás, santistas etc. menos palmeirenses que votaram no Mustaphinho. Olha a foto do pai dele, vestido de verde dá nojo!!! A sua cueca ou melhor ciroula deve ser preta e branca. Mais dois anos de sofrimento.

Parabéns a esses bambis, gambás, santistas etc. menos palmeirenses que votaram no Mustaphinho.
Olha a foto do pai dele, vestido de verde dá nojo!!!
A sua cueca ou melhor ciroula deve ser preta e branca.
Mais dois anos de sofrimento.

Nobre deu aos sócios, em 2 meses, mais de 15 churrascos !!!Comprando os sócios com carne pizza e cervejinha gelada !!!!Enquanto isso, a oposição……………………………….

A rodada foi péssima, comecando pela nossa derrota. Tem uma briga direta de Bahia e Vitória, Coritiba de ferias e comemorando e Chapecoense na série A. Temos que ganhar e tenho medo do Dorival. Jogou fora uma boa série de resultados e armou um time medroso ao extremo. Um time sem ataque e nem contra-ataque, para empatar de zero a zero , aí tomava gol e perdeu 5 seguidas sem fazer gol porque nao tinha contra-ataque (fez um por acaso, de um volante, contra o Inter). Que arrume uma estratégia inteligente contra o Atlético Pr. (deve ter mala branca desse lado também) e nao mande o time alucinadamente para o ataque.

em dois anos de paulo nobre, o jogo mais importante do ano não foi nem uma final de copa do brasil ou de paulistão, não foi o primeiro jogo do Allianz Parque, não foi um jogo direto por título do brasileirão ou Libertadores. O jogo mais importante em 2 anos de Palmeiras é a última rodada por uma briga pra não cair. Pelo menos com o Beluzzo a última rodada foi uma briga por libertadores.

Essa combinação das vitórias de Bahia e Coritiba ferrou com a gente. Se bastava apenas as Sardinhas empatar com o Vitória (coisa que eu não acredito que aconteça) para a gente se safar, agora é preciso o empate dos dois times baianos para a gente poder perder do Atlético-PR. Ou então, um empate nosso + empate do Vitória, também serve. Mas o melhor mesmo é a gente vencer o nosso jogo.

Antes de pensar em técnico a prioridade é time, elenco. Acho Dorival fraco também. Mas tem de analisar muito ntes de pagarm 500, 700 por um tecnico e nao ter time e depois ficar com a multa por meses,até anos. Esse filme é recente, tomara que tenham aprendido (Murici, Felipao, Luxemburgo). Jogadores (ótimos) antes de tudo.

A primeira coisa que o filho do Mumu deve fazer após o jogo contra o Atlético/PR, caso não caia para a série B, é a demissão do Dorival, Brunoro e Omar Feitosa. Nos dias seguintes encaminhar o desligamento de pelo menos 50% desse elenco. Se for diferente e vierem com aquele papo de projeto para o Dorival, que Henrique e Marcelo Oliveira são importantes e que o Brunoro faz um trabalho que importante, mas que não aparece para torcida eu vou parar de assistir e acompanhar, pois será a mesma novela desse ano!!!

Os comentários estão desativados.