Categorias
Opinião

Um voto pelo Palmeiras

 

Por Rodrigo Barneschi

Caros associados da S.E. Palmeiras,

Aproxima-se o dia em que, pela primeira vez na história, o presidente da Sociedade Esportiva Palmeiras será escolhido não mais por um grupelho tão nocivo à instituição, mas sim pelo conjunto de todos os seus associados. Discorrer sobre a importância desta mudança no processo eleitoral me parece desnecessário, mas, em nome do futuro de um Palmeiras gigante como em tempos idos, é o caso de tomar partido na contenda vindoura.

Temos, pois, duas candidaturas postas. Falemos sobre elas.

Comecemos pelo atual ocupante do cargo, aquele que atende por Paulo de Almeida Nobre. O que dizer dele?

Bom, ocorre que Nobre, se dotado de algum traço de decência, jamais teria se candidatado ao segundo mandato, optando por se recolher depois de dois anos de um fracasso retumbante e permitindo ao Palmeiras seguir em frente. Em tendo se decidido por tamanha irresponsabilidade – como efetivamente fez –, bastaria-lhe um resquício de hombridade para que, ao se deparar com o cenário desolador a que nos levou, retirasse sua candidatura.

O fato de ir em frente com projeto tão nocivo ao clube – e de se portar de maneira omissa diante da crise eterna a que ele parece ter condenado o time de futebol profissional – diz muito a seu respeito. Se não, vejamos:

Paulo Nobre será lembrado, para todo o sempre, como aquele que, deliberadamente, arruinou o centenário do Campeão do Século XX. É a criatura que dizimou todas as nossas esperanças em um ano que deveria ser festivo. É o responsável por nos levar à beira do abismo logo no centésimo ano de uma história gloriosa. É aquele que quase impediu a nossa volta para casa e, ao final, fez dela uma noite de mais sofrimento nesta cansativa derrocada alviverde.

Nobre é o presidente dos dois anos sem patrocinador de camisa. É o mandatário que se escondeu atrás da falácia de austeridade para dilapidar as finanças do clube, asfixiando as fontes de receita e contraindo dívidas com um rentista que, no caso, é ele próprio. É o administrador (?) que jogou contra o patrimônio (o do clube, não o dele) ao insistir em um mantra derrotista (“não temos dinheiro, não temos dinheiro, não temos dinheiro”) desde o primeiro dia.

Nobre é o gestor (?) que se cercou de quadros tão questionáveis quanto possível – não nos esqueçamos, pois, dos bajuladores que ergueram nos braços o “#deusnobre” em mal explicada ida ao Mineirão durante a Copa do Mundo. É o sujeito que se deixou influenciar por uma corja de aduladores, que entregou a imagem do clube ao mais sujo dos inimigos, que assumiu compromisso com todos os erros possíveis e imagináveis. Fez isso não de maneira desavisada, pois alertas e ofertas de ajuda vieram de todas as partes, mas alternando doses cavalares de arrogância e covardia, quando não as duas juntas.

Nobre não é do ramo. Definitivamente. Para piorar, colocou como seu segundo um sujeito ultrapassado e que dedicou este último biênio a duas coisas apenas: amealhar uma fortuna mensal às nossas custas e presentear a nação palmeirense com suas risadinhas irônicas em pronunciamentos pós-derrotas.

Sua gestão foi ainda uma hecatombe do ponto de vista diplomático – na falta de termo melhor. Para além da reação bovina e subserviente diante das armações orquestradas por graúdos dirigentes rivais, faltou-lhe capacidade de relacionamento em todas as esferas: com a emissora de TV (no ano de seu centenário, o alviverde foi alijado da grade de transmissão), com a CBF, com a parceira que acaba de devolver o nosso estádio, com todo e qualquer ator envolvido no mundo e no submundo do futebol.

Não contente com isso, ele foi também o mandatário que mais fez pelos processos de elitização e segregação da torcida alviverde. Se o primeiro ponto se deve a uma política de precificação equivocada e desconectada da realidade, o segundo tem relação direta com seu ego se sobrepondo aos interesses de toda a coletividade palestrina.

O presidente deste biênio perdido (mais um!) passará para a história como o homem que conseguiu desmontar time atrás de time em curtos intervalos de tempo. Será o responsável por fazer o Palmeiras perder quase todos os bons jogadores que teve, de maneiras as mais amadoras possíveis: trocas nunca explicadas, vendas forçadas, renovações contratuais desastrosas – sem que isso servisse para sanar as despesas do clube. Será ainda o gestor que tentou colocar jogadores contra a torcida como forma de justificar negociações tão nebulosas quanto danosas. E será, por mesquinharia e teimosia, aquele que fez o nosso melhor centroavante em anos pular o muro por algumas migalhas.

Sob Nobre, o alviverde imponente virou motivo de piada para torcidas as mais inexpressivas. Derrotas vexatórias se acumulam, jornadas desastrosas empurram o time para o fim da tabela, recordes negativos são quebrados, marcas construídas ao longo de um século vão sendo solapadas, um passado glorioso vai sendo destroçado. Fracassos que antes seriam encarados como eventos catastróficos são agora rotineiros, esquecidos antes mesmo da rodada seguinte. E é então que o palmeirense se pega tendo de torcer para seus grandes rivais contra equipes insignificantes. Neste 2014 interminável, vejam os senhores, perdemos o direito até de torcer contra nossos inimigos.

A verdade, associados palmeirenses, é que Paulo Nobre mostra bem o seu nível ao defender que Paulo Nobre continue à frente do clube por mais dois anos. Se tivesse doses mínimas de vergonha na cara e apreço pela Sociedade Esportiva Palmeiras, não permitiria que a instituição corresse tamanho risco.

Seria agora o momento de escrever sobre Pescarmona, o opositor no pleito do próximo dia 29. Seria. Mas a candidatura de Nobre é tão acintosa, tão nociva e tão desrespeitosa ao Palmeiras que nem me parece o caso de entrar nos pormenores da chapa oposicionista.

O Palmeiras, gigante Campeão do Século XX, não aguenta mais dois anos de uma gestão amadora, omissa e comprometida com o erro. O Palmeiras, imponente que ele só, pode vencer todos os seus inimigos. Mas isso deve começar pelos inimigos de dentro.

“Vote 200!
Pelo Palmeiras de volta. Pelo Palmeiras gigante. Pelo Palmeiras.”

110 respostas em “Um voto pelo Palmeiras”

nobristas tentam desesperadamente se convencer que o outro caminho pode ser pior.
Acordem e retornem para pensar um Palmeiras gigante.

Nada é pior do que Nobre?Mustafá! Nada!

Presidentes rebaixados deveriam ser automaticamente expulsos do clube,.
E o caso Barcos deveria ser motivo de sindicância. Independente das desculpas esfarrapadas de querer ou não sair. Como explica trocar por cinco e receber quatro “alugados”, pagando ainda para “adquirir” um deles por um valor “econômico” não é?

Cansei desse discursinho de medo, que trocar pode ser pior.
Nada, nada pode ser pior. Pode ser ruim, mas pior nunca!

Vou lá votar 200!

Rodrigo, parabéns pelo incisivo e brilhante texto.
forte abraço verde,
Luiz (Uberlândia)

A eleição do próximo sábado será decidida pelos sócios não frequentadores do clube (a maioria). Essas pessoas não frequentam o clube justamente por não serem moradores da região. Tornaram-se sócias por serem palmeirenses de coração . Justamente por isso, quase 80% das pessoas desse grupo são anti-situação atual, ou seja, virtuais eleitores de Pescarmona. Muito provavelmente, se esse associado não frequentador tivesse a mínima noção de que é ele que decidirá a eleição, acredito piamente que ele não se furtaria a comparecer. O desafio é: como fazer com que ele saiba da sua importância? Como mobilizá-lo para que ele compareça ao clube no próximo sábado?

Tem que ser muito idiota ou torcedor adversário para votar nesse pilantra chamado Paulo Nobre, sou sócio do interior e Avanti, que pena que não tenho direito a voto, porque se tivesse, iria SP para votar nessa mudança mais que necessária.

O que parece que poucos perceberam é que essa é a primeira vez que o presidente pode ser eleito sem precisar fazer acordos e distribuir diretorias, isso pode revolucionar o clube para melhor, o Pescarmona pode ser o cara que diga “fora dai” para todos os sangue sugas da SEP e com o Belluzzo e os cinco notaveis que querem ajudar a SEP além da WTORRE, AEG e Allianz acredito teremos um futuro muito promissor, abs.

O presidente dos meus sonhos para o PALMEIRAS chama-se VICENTE CRISCIO. No momento ele não pode ser candidato. Esse ARRUMARIA o PALMEIRAS de cabo a rabo. Conhece o clube como poucos sabe o que precisa ser feito e como. Temos ai duas candidaturas. Eu penso que um velho proverbio ajuda a decidir o voto de quem tema alguma duvida. ” Diz-me com quem andas e te direi quem és”. PN anda(no colo) do Mumu (mumia,mula, etcetc). O PESCARMONA anda, ao lado, do BELLUZZO ( um dos responsaveis pela Parmalat no PALMEIRAS e um dos MENTORES da ARENA…. para ser breve). Se alguem tem alguma duvida ou vai votar no PN é do mesmo nivel moral dos dois. E não gosta de futebol ( gosta de churrasco, carteirinha, bocha, tranca ). Quem tirou a duvida e vai votar no PESCARMONA tem juizo, vergonha na cara, carater retilineo e gosta de futebol. GOSTA DO PALMEIRAS. Simples assim!!!!!!

Meu caro PAULO H. FRANCESCHINI, eu também espero em breve que o VICENTE CRISCIO se a presidência do Palmeiras. Esse o presidente ideal para poder fazer as mudanças necessária e vitais para o clube de cabo a rabo.

É verdade. O grande culpado do Palmeiras dar errado é a organizada. A Mancha obriga os dirigentes a contratar jogadores como Felipe Menezes, a manter o Juninho, a contratar o Jailton.

E essa política de austeridade é um conluio entre a Porks, a TUP e a Savoia, para irritar o torcedor comum e não ir à Arena e ele ficarem sozinhos lá.

Valdo, vc acha que é mais grave ir para série B ou ter uma política amistosa com a organizada ? Pergunto isso, porque estou perdendo os parâmetros do que é ser torcedor da SEP. Pois acho o fim do Mundo ser rebaixado, enquanto tem um monte de gente que parece não ligar pra isso.
To ultrapassado, futebol para mim sempre foi importante.

Paulo Nobre, caso o Palmeiras caia para a serie “B”, você poderá comemorar no final de 2015 o bi-campeonato da 2ª divisão, e assim com certeza você ira se consagrar como o pior presidente da HISTORIA DO PALMEIRAS.

O que o Palmeiras precisa é de um presidente que “seja” palmeirense. Clube de futebol não pode ser administrado como uma empresa, mas também não pode ser a casa da mãe Joana. O presidente tem que ser uma pessoa que tenha seriedade para tomar as decisões, sem se deixar tomar por impulsos ou emoções, mas que também tenha o lado torcedor, que respeite a paixão de milhões de torcedores por aí!!! Belluzzo foi o presidente apenas torcedor e não se preocupou com aspectos financeiros, porém é um cara apaixonado pelo clube e respeita a torcida. Enquanto o PN é apenas um burocrata que quer administrar o clube apenas pelo lado racional, tratando seus torcedores como mero consumidores. Ambos são palmeirense e podem ter aprendido com seus erros em seus mandatos, mas amor pelo clube e respeito pelo torcedor o Belluzzo mostrou de sobras em relação ao PN. Por isso, torço pelo Pescarmona.

Respeitosamente, não concordo com a afirmação de que Beluzzo não teria se preocupado com os aspectos financeiros. O projeto da Arena foi de cunho econômico, financeiro e patrimonial. Afinal o clube foi equipado com instalações mais modernas e a Arena multiuso propiciarão maiores receitas ao clube. Precisamos verificar a diferença entre despesa e investimentos. Quando Beluzzo tentou uma operação que trocaria as dividas de curto para longo prazo, sofreu um golpe de uma súcia travestida de conselho. Enfim, com Beluzzo, o clube viveu os últimos momentos de grandeza. Abraço

Então você vai votar no PN/MUSTAFÁ?? Já que você quer assim, vote no PAI Mustafá e corrermos risco de cair para a SÉRIE-C.

O Pescarmona pode não ganhar nada em sua gestão….aliás, não mudaria a mesmice do que estamos acostumados há mais de uma década. Mas poderia, se eleito, ser o presidente da canetada. Canetar o Conselho Deliberativo. Aprovar as reformas estatutárias tão necessárias. Auditar os nefastos conselheiros que há anos não largam o osso, e expulsá-los para sempre da SEP. Sonho distante, mas se Pescarmona conseguir se sacrificar e fazer isso em prol do Palmeiras, será um martir que nos separou do passado, e mesmo que tardiamente, nos lançou para o século XXI.

Primeiro, vou torcer e muito para que um milagre ocorra e o Flamengo ganhe do Vitória. Depois, sou sócio do clube e posso votar. Vou votar no Pescarmona, sei que posso estar afundando de vez o clube financeiramente nos próximos anos, não acredito no Pescarmona, já demonstrou no mínimo incapacidade administrativa e mau uso do dinheiro do clube, mas acredito que da maneira errada eles podem montar nos próximos dois anos um time muito competitivo. Agora a “certeza” é que se ficar o Paulo Nobre não teremos grandes times nos próximos dois anos. Líquido e certo. O cenário para nós é desastroso em 2015. São Paulo e Corinthians vão estar na Libertadores com bons times, vão ser atração na mídia (já foram esse ano) vão receber um dinheirão da Globo (principalmente o Corinthians) e vão polarizar de vez a atenção em São Paulo. Se estivermos na Segundona, me arrisco a dizer que vamos sair da mídia de vez durante muito tempo, com risco de sermos um clube médio com uma historia maravilhosa, mas um clube menores que os outros dois de São Paulo. A solução: O Palmeiras precisa montar um time para ser CAMPEAO BRASILEIRO EM 2015 e DISPUTAR PARA GANHAR EM 2016 TODOS OS CAMPEONTATOS. O Nobre não fara isso, o Pescarmona pode fazer isso de maneira errada, mas é o que precisamos agora. Essa é a minha opinião e que Deus nos ajude Sabado a tarde e a noite.
Não merecemos isso.

Mauro, eu vejo da seguinte forma, com PN e Mustafá ja sabemos onde vamos chegar. Elegendo o Pescarmona, ele pode não ser o candidato dos nossos sonhos, mas temos que apostar nos seus vices e diretoria para próximos 2 anos.
O futebol é tudo no Palmeiras, apenas o Nobre e o Mustafá não sabem disso.

O Palmeiras ainda tem jeito enquanto a nossa torcida acreditar, quando perder o apoio da torcida já era, vira Portuguesa.
Eu mesmo confesso que estou farto de humilhação, meu time pode ficar 50 anos na fila, mas nunca perder a gana de ser campeão. Diante de um rebaixamento iminente, não sei tenho estômago para continuar esperando o ano que vem (que nunca chega )

Sábado é a ocasião em que se DEVE trocar o certo (Incompetência) pelo duvidoso, é o que penso sobre a política: Se todos vão roubar, melhor sempre votar na oposição, assim dá chance de todo mundo roubar tbm. é triste isso…

FORA, FORA, FORA PAUno NOBRE A MAIOR FARSA DA HISTÓRIA DO PALMEIRAS. NÃO PODEMOS DEIXÁ-LO FICAR MAIS 02 ANOS.
O PILANTRA não aceitou um patrocínio de R$ 15.000.000,00; (ele mesmo disse isso) por que achou pouco. Imaginem como estaria a empresa que tinha interesse depois dessa campanha medíocre, quase na 2ª divisão?

Dez mil sócios decidirão o destino do verdão de 16 milhões de torcedores. 150 conselheiros do Mustaphá farão de tudo para eleger Mustaphinha. Pobre do Palmeiras, pobre de nós.
Cadê a Mancha???

Em primeiro lugar, não são 10500 , vão aparecer no maximo 3200 sócios sendo que 1400 são corintianos Bambis santista e até torcedor do mengo. O restante são puxa-saco do NOBRE !!! ao coitado do Pescarmona, !!!

Concordo. O Pescarmona ainda tem o benefício da dúvida (realmente, não há como saber se será ou não bom). O Nobre não tem isso mais. Já sabemos que será péssimo.
Além disso, ainda podemos destacar alguns motivos para votar no Pescarmona:
Quantos rebaixamentos os grupos apoiados por Mustafá tem (espero que não incluam mais um nessa conta)? E a oposição? Quando foi a última vez que disputamos campeonatos em condições de igualdade com outros (não venham me falar do acidente de 2012).
Não conheço o Pescarmona e não sei como será a gestão dele, mas os apoiadores dele são alguns milhões de vezes melhores do que os apoiadores da situação.
Só isso, para mim, é motivo mais do que suficiente para votar no Pescarmona.

Alguem sabe dizer como anda a negociação do Gabriel do sub-17, será que o colecionador de porquinhos já doou para os bambis??
Pelo jeito, sábado duas decepções, derrota para o Inter e a reeleição do filhote do dromedário.

Disse Paulo Mustaphá Jr. Botei a casa em ordem e em 2015 quero títulos. Com certeza será da série B.Ainda tira sarro de nós e o pior vai ser reeleito por seu pai MUSTAPHÁ …… (prefiro não escrever).

Temos dois tiriricas disputando a presidência do Palmeiras. É desesperador!

O Tirone deixou o Palmeiras na série B, mas com Barcos, Riquelme engatilhado e Patrocínio até o fim do Paulista. E mais ainda, deixou o Palmeiras na Libertadores e esse maldito Paulo Bósta, não teve a capacidade de montar um time para disputar a Libertadores e nem mesmo o Paulista. Agiotou 140 milhões e não conseguiu montar um time e nem um patrocinador master. Chega de Paulo Bósta.

Nossa próxima etapa na torcida contra o rebaixamento, graças a Paulo Nobre, começa, já, amanhã. Uma possível (quase impossível) virada do Cruzeiro sobre o Atlético-MG, na desição da Copa do Brasil, forçaria o Galo a buscar a vaga na Libertadores2015 pelo Campeonato Brasileiro, e jogar com seriedade contra o Coritiba, no fim de semana, no Horto.

Cara, concordo com você. Falta sensatez pra esse cara, mas isso é desde o começo. Ele nunca admite que erra, nunca pede desculpas nem dá satisfação pra torcida, como se a torcida fosse uma parte insignificante do clube. E bota erros nisso, erros absurdos, coisas inaceitáveis!!!! Não me conformo mesmo, e acho que essa sensação é de todos palmeirenses… Essa diretoria não ouve o que a torcida (que essa sim é o Deus do Palmeiras) quer e prefere pro clube, não leva em conta nada disso, puro amadorismo, os caras fazem cara feia pra jogador que a torcida gosta mesmo e o que der na telha, não explica nada, ainda cobra muito caro nos ingressos. Concordo 100% com você, se ele se preocupa com o Palmeiras e tem vergonha na cara, ajuda em outra coisa, tem que ser mais humilde, que isso? Eu trabalharia no Palmeiras em qualquer porcaria e esse idiota quer ser presidente ainda, já não basta uma dívida de 100 milhões de reais? Sabem o que eu penso mesmo, que a torcida geral deveria ficar na frente do clube e não deixar mais ele entrar e que se F¨$&.

Mas o que me deixa muito tranqüilo para sábado é que juninho declarou que ” vai trabalhar forte durante a semana, pq o jogo com o Inter será mais difícil do que com o Coritiba”……

E caindo ou n caindo…absolutamente nada acontecerá com contursi, que continuará firme e forte mandando lá dentro.

Paulo Nobre passou sua gestão inteira falando em “herança maldita”, e é exatamente por conta dessa herança que o time ainda não caiu: Prass foi contratado por Tirone, Valdivia por Belluzzo.

Nessas horas….e no futebol mais corrupto do mundo, como é o nosso……..é que velhas raposas do futebol como Eurico, Zezé, Calil, Aidar, e outros já teriam contactado 1ou 2 jogadores do Vitória, oferecendo um contrato (como bambis fazem)…. sondado tio Luxa, sobre assinar com o Palmeiras…. e por ai vai. MAS….. o que espero é que o imparcial stjd e seu arauto da moral futebolística paulo schmidt….INVESTIGUE o Palmeiras em um caso de mala branca (afinal só a geni do futebol paga por todos os pecados futebolísticos do país)….. e irá usar o Palmeiras em um Tribunal Dracônico para mostar que “MORALIZA” o futebol tupiniquim……. aguardem, vem surpresa por ai….

A questão não se encerra no Pescarmona ou Paulo Nobre. É preciso ver que grupo ambos representam e quais tendências esses grupos seguem. Impossível ser mais claro.

Eu fui diretor do Mustafá. E quando o Palmeiras caiu para a segunda divisão eu fui na sala dele e falei: ‘Presidente, como o senhor me convidou para ser diretor, eu vim aqui na sua sala para falar pessoalmente que eu quero sair da diretoria. Eu não acho honesto estar na sua diretoria, porque eu não votei no senhor, votei no Belluzzo. Mas não porque eu acho que o Belluzzo seja melhor que o senhor ou nada disso. Mas nós caímos para a segunda divisão. E eu não acho certo eleger o presidente que caiu”.

Na Boa, pra quem conhece a politica do Palmeiras, daqui a a dois anos estaremos metendo o pau no presidente eleito, seja ele quem for. E quem conhece sabe que as coisas lá só vão mudar quando o Sr. Mustafá não tiver mais influência. Recomendo a todos que orem, independentemente da religião ou credo, para que ele se aposente e suma do Palmeiras.

Eu gostaria de ter mais informações sobre o Pescarmona. Onde tenho acesso ao seu plano de governo? O que ele está prometendo fazer nesses dois anos de mandato? Qual será o seu real papel como presidente da SEP? Qual será o papel de Beluzzo, e quem ele pensa em trazer ou chamar para montar sua equipe de diretoria? O que tem que mudar é a estrutura política no Palmeiras.
Me dá essa agonia em pensar que há de se votar no Pescarmona só pelo fato do nosso atual presidente ter conseguido a façanha de ser o pior presidente da história do clube. Isso por si só já é agonizante e desesperador.

Meu caro NEROAZZURRI, eu só espero que os sócios do clube compareça em peso e espero também que o PESCARMONA/BELLUZZO saia vencedor dessa eleição, pois aguentar mais dois anos de PN PILOTO DE AUTORAMA é com a continuidade de colocar mais empréstimos em seu nome e montando times horrorosos e medíocres, é pedir pra deixar de torcer pra esse clube, ou seja, é aquela sensação, ou ame ou deixe-o.

Essa eleição reflete o péssimo momento da Sociedade Esportiva Palmeiras, os candidatos são horríveis, tanto que só vejo comentários detonando o PN, mas nada acrescentando de favorável em relação ao Pescarmona. Conclusão: temos dois tiririca na parada, haja coração! Coitado da SEP.

muito ruim isso, parece debate presidencial, tem até cabo eleitoral… por mim vendia logo esse clube e seja o que deus quiser

se vc acha que são dois tiririca na eleição, simples vote no seu PAI ………….

Aguardo com muita ansiedade o resultado dessa eleição. Com ela, vamos ver o real perfil dos sócios do Palmeiras. São pessoas que se importam com o time de futebol ou são pessoas que só querem saber da qualidade da água da piscina.

Pescarmona, até onde se sabe, não fez nada de bom. Já fez algumas presepadas menores quando diretor há uns anos atrás. O problema é que a outra opção, o filho do Mustafá, já fez TUDO de ruim e pior que um corinthiano poderia desejar para o Palmeiras, pegou o o clube na lama deixada por Tirone e afundou muito mais. Portanto, Pescarmona não é o salvador da pátria, nem ninguém está dizendo isso, pelo menos não no 3VV. Mas enquanto Paulo Nobre é a certeza de mais e mais vexames e desgraças maiúsculas, Pescarmona tem o benefício da dúvida e a vantagem de não ser Paulo Nobre.

Nao estou de acordo com as coisas que o Nobre anda fazendo, mais o caminho tampouco nao é com o Pescarmona, pois estariamos regredindo ao tempo e nos deixariamos no futuro em condiçoes igual a um botafogo.

Só que mesmo assim , seus torcedores vão jogar na nossa cara , que nunca perderam de 6X 0 do Goiás , , Penapolense ou outro time da 2 divisão do rio , que nunca trocaram seus craques por uma baciada de jogadores perebas a troco de pinga ; vai demorar para aparecer outro dirigente de clube grande que bata os recordes de incompetência do piloto do rally .

Caro Henrique, vc está ciente que existem apenas duas opções para se votar certo? Um deles é o Paulo Nobre, o qual já sabemos exatamente o que fez e o que fará pelo Palmeiras. O outro é o Pescarmona, que teve sim um passado “estranho”, é suspeito, mas não temos como afirmar como será sua gestão enquanto presidente. Nós SÓ temos essas duas opções, não temos outro “caminho”. Se não for com Pescarmona, será com Nobre, ponto. É isso que vc quer? Mais dois anos pra esse playboy mimado acabar de vez com o futebol do Palmeiras? EU não quero isso, como disse o colega Jonathan acima, prefiro votar no demonio do que no Nobre.

meus comentários estão sendo apagados e sumindo…o que passa ???????????????

tenho todo o direito de xingar o paulo pobre, estamos em um país democrático (mas cuidado com o PT), e todo vagabundo medíocre sem vergonha merece ser chamado do que realmente é…

o paulo pobre é apenas um molequinho mimado, um merda com muito dinheiro e só….

e o brancatzzo, também conhecido como o “magro ético” tem a falta de vergonha de ainda defende-lo, assim como os petistas fazem com este mar de lama de partido…

então não seja mais um merda conivente e diga NÃO para a releião do Paulo Pobre…

Barneschi, espero que voce escreva sobre o Pescarmona.
Quero ver o que de bom esse cidadao fez até hoje pelo Palmeiras e o que ele fará se entrar, para estar sendo endeusado como nosso salvador da pátria.
De milagreiros, o mundo está cheio.

Eu escrevi algo sobre o Pescarmona ser “salvador da pátria” ou “milagreiro”? Não, não escrevi. Apenas deixei bem claro o quanto Nobre é prejudicial ao clube. Entre optar pelo compromisso com o erro e pela possibilidade de um futuro melhor, eu vou com a segunda opção. Estamos pagando muito caro por todo o descalabro desta gestão do menino mimado.

Sem argumentos possíveis de serem usados a favor do desastre Nobre/Mustafá, tenta-se igualar ou frisar despreparo dos outros.
Que fique bem claro. Ninguém garante que outra gestão seja ótima, ou mesmo boa, ou mesmo ruim. Mas nada pode ser pior do que uma gestão que tentou deixar o gigante Palmeiras em frangalhos e envergonhado, e logo no nosso centenário.
Acordem palmeirenses de verdade. Voltem a se juntar a favor do Palmeiras. E ao lado de mustafá, nunca se é a favor do Palmeiras. No máximo se é a favor das piscinas.

O texto vinha muito bem até: “Seria agora o momento de escrever sobre Pescarmona…” e fim.
Oras, então se o Sanches se candidatasse presidente do Palmeiras vocês o apoiariam somente por ser oposição? É salutar, também, “apresentar” o candidato Pescarmona a torcida palmeirense. Jamais se pode criticar somente um dos candidatos sem analisar o outro e dizer ao final, “pior do que está, não fica”.

Mais um texto esclarecedor do Barneschi. Mais uma vez, parabéns. Agora, pelo que ouço por aí, Paulo Nobre será reeleito. Sim, pois o tal conselho tem muita influência sobre os associados do clube e a votação se dará por impressionismo a riqueza, terno bem cortado e benesses distribuídas pelo atual mandatário. Relativamente ao candidato de oposição há ódio, preconceito e difamação nas redes sociais. Por isso, o Prof. Beluzzo tem asco da política nesse clube. Eu ainda acredito que o Palmeiras permanecerá na primeira divisão, mas independentemente do que acontecer, o atraso continuará por mais 2 anos.

Diogo, acho que não seria necessário a violência, apesar de que nossa torcida já está de saco cheio, mas sim fazer como a dos gambás que ficou fazendo plantão na casa do Dualib até o cara sumir do mapa. Só que eles tinham o cara de bolacha e nós temos o colecionador de porquinhos. É amigo, pelo jeito a fase tenebrosa vai continar. Abraços palestrinos.

Lito, taí uma pergunta que sempre me faço. E vou além, pq a torcida não se manifesta contra qualquer pessoa que prejudique o Palmeiras?? Isso é sério. Não é questão de motivar ou apoiar a violência, mas em certos momentos a força bruta é a única que resolve, principalmente problemas enraizados como esse que enfrentamos. Fazendo um paralelo com a política nacional, pq vc acha que nossos políticos roubam o que querem e quando querem? Pq não tem represália, não tem terrorismo, não tem ameaça, e até a justiça é a favor deles. Vão parar de roubar pq? A mesma coisa está acontecendo com o Palmeiras. Esse senhor chamado Mustaphá Contursi é um câncer dentro do Palmeiras, tenho certeza absoluta que se fizerem uma auditoria séria e profunda vão encontrar a podridão por ele realizada, mas o cidadão é tão esperto que “criou” uma política que o favorece, e por isso se perpetua no poder, pois assim como no âmbito nacional, ele não encontra ameaças. Passou da hora do torcedor mostrar sua força, botar o dedo na cara desses diretores mal intencionados, cobrar pessoalmente, fazer ameaças. Agora é a hora!

CLAP, CLAP, CLAP, CLAP, CLAP… Excelente comentários, não há outra saída a não ser essa, claro que a violência não é o caminho, más, em se tratando de como está enraizado essa política no Palmeiras que o interesse é se perpetuar no poder. Já passou da hora, ou melhor dizendo, E PRA ONTEÉ, vamos mostrar a força da nossa torcida, como você mesmo falou DIOGO BELLOTO, temos que botar o dedo na cara desses dirigentes sem vergonha.

Sou sócio e vou votar no sábado.
NÃO VOTAREI NO PAULO NOBRE, mas até agora não vi nada justificando voto no Pescarmona.

Alguém poderia me ajudar?
Acho prudente um post, declarada a posição do site, que mostrasse os benefícios de se votar no candidato ao invés de apenas malhar o outro.

Pra mim eu acho que Pescarmona sera um fantoche do Beluzzo como PN é do MUMU.. Beluzzo é um cara muito respeitado no mercado e deve arrumar um patrocinio bem rapido pro clube, ele teve que refinanciar dividas la do fundo do bau pelas CND do terreno tudo pra sair essa Arena e lutou pra ela sair contra esses que estão ae hj travando tudo como sempre, e que pode gerar 5 milhões por jogo e o clube finalmente tirar o pé da lama.. Beluzzo começou o Avanti, Trouxe a Parmalat que sem isso talvez eu não fosse Palmeirense pois começei a torcer pelo time criança em 93/94 e dependendo da sua idade talvez nem vc.. enquanto com Mumu o clube definha e seu legado em mais de 30 anos são 2 rebaixamentos outros tantos ameaços e mais um possivel agora e se eu pudesse votar eu daria um voto de confiança pro Beluzzo e tmbm por tirar MUMU de la.

Belluzzo também é de chorar.
Hoje assinou um manifesto ridículo de “intelectuais” contra as previstas mudanças ministeriais do governo.

É o fim!!!

Escolher entre Mustafá, Nobre, Gambá Mello e Brancazzo ou Pescarmona, Palaia, Belluzzo e Aldo Rebello.

Não tem como se animar mesmo.
O jeito é engolir a seco e votar no (esperamos) menos pior.

Meu caro,

A posição do site o Criscio já deixou claro: não apóia nenhum dos candidatos e nenhum deles representa o modelo de gestão que ele tanto defende há anos.

Ele malha a gestão do Nobre porque não tem outra coisa a se fazer. É cagada em cima de cagada. Grande chance de futuramente o Vicente estar aqui criticando os erros do Pescarmona. Só esperamos que seja em menos quantidade que as do Nobre.

Ao eleitor palmeirense não resta outra coisa senão votar em qualquer um que não seja o Paulo Nobre. É basicamente isso que o texto do Barneschi diz aqui. E o que eu vou fazer também.

Se você espera um texto do 3VV apoiando o Pescarmona e justificando o voto nele, vai esperar sentado.
A justificativa para votar no Pescarmona é que é melhor a dúvida da mudança que a certeza da desgraça atual.

Belíssimo texto. Ele deveria ser enviado a todos os sócios do Palmeiras. Não sabemos como seria um administração do Pescarmona. Mais pelo exposto acima, o risco vale a pena.
Até o Tirone deve a decência de não tentar a reeleição.

Por favor alguém sabe me responder como é que está a renovação do Gabriel do sub-17??
Se o Mustaphá Jr. perceber que vai perder a eleição (o que não acredito, face a força de seu pai e mentor Mustaphá Maldito) ele deve “dar” e não “doar” para os bambis. Vaidar tá de olho.
É mais um que vamos perder.

Por favor mandem essa matéria para o colecionador de porquinhos, pois se tiver vergonha na cara ele renuncia. Mas não vai fazer isso, pois tem o apoio do ser maligno e seus seguidores que acabaram com o Palmeiras. Mustaphá …….
Infelizmente as coisas vão continuar como estão podem ter certeza.
Aliás o Dorival Jr. em nome de seu tio que muito honrou nossa camisa deveria pegar seu boné e sumir. Deixem o Alberto Valentin lá e tragam o Cuca, Tite. Mas como o Mustaphá Jr deve continuar acho que o Kleina volta. POBRE DE NÓS, POBRE DO VERDÃO.

Qualquer sofrimento é pouco para Paulo Nobre. Um sem caráter, criado à leite com pêra, que afundou um ano de festas.

Quem assistiu o filme 12 de Junho percebeu nitidamente que além de mentiroso é um péssimo ator. Forçou o choro pra falar do título, mas aposto que nem lembra o que aconteceu nesse dia. Sem vergonha e sem caráter. Se caiu mesmo da arquibancada como disse, uma pena não ter quebrado o pescoço.

É possível que em dois anos estaremos lendo coisas parecidas ou até piores sobre uma Gestão Pescarmona, mas o presidente atual conseguiu o que parecia impossível: Superou, alguns dizem em incompetência, eu prefiro dizer em má fé, a “gestão” Tirone.
Se é prá errar, vamos fazê-lo tentando acertar e não persistindo em um caminho onde permaneceremos na chacota e vergonha! Pelo Palmeiras acima de tudo!

Seria necessário chegar a outro ano de centenário e fazer bobagem maior do que a gestão Nobre/Mustafá, para termos algo pior.
Impossível!

Na boa. Quero que ambos se fodam. Agora fingir imparcialidade para depois levantar a bandeira do nós contra eles, xiiiii… Fazia tempo que não vinha aqui, fui…

Se fazia tanto tempo que não vinha aqui, como pode afirmar “fingir imparcialidade” ? Foi? Que pena… Acho que continuarei não percebendo sua ausência, mas sua contribuição no tema “Um voto pelo Palmeiras” foi muito relevante!

Vejam a incapacidade de interpretação do sujeito: ele me acusa de “fingir imparcialidade” logo em um texto que deixa bem claro que “é o caso de tomar partido na contenda vindoura”. É muita ignorância.

Querer que ambos se fodam é querer que o Palmeiras se foda. Típico eleitor do Tiririca.
Foi? Mas quando relevantemente chegou?

Essa é a representação dos “antenados” nobristas. Alienado e no país das “fantasias”. Diante do fracasso retumbante da gestão falsamente profissionalizante e “econômica”, sem possibilidade de defender uma única ação de sucesso (a do avanti foi oportunista na libertadores de 2013 e agora na abertura do Allianz Parque, o nosso eterno Palestra), tenta igualar as opções.
Não há igualdade.
Nada é pior do que Nobre e Mustafá!
O partido tomado por aqui, é o do Palmeiras!

“Sob Nobre, o alviverde imponente virou motivo de piada para torcidas as mais inexpressivas. Derrotas vexatórias se acumulam, jornadas desastrosas empurram o time para o fim da tabela, recordes negativos são quebrados, marcas construídas ao longo de um século vão sendo solapadas, um passado glorioso vai sendo destroçado. Fracassos que antes seriam encarados como eventos catastróficos são agora rotineiros, esquecidos antes mesmo da rodada seguinte.” Todo o texto é ótimo, mas esse trecho é perfeito.

O PN conseguiu o inimaginável, ser pior do
que o Dupla B1/B2… O pior é ouvir
corintiano dizer que está torcendo pelo
Palmeiras, é Fod* Sou evangélico, mas se o
demônio fosse o candidato da oposição
contra o Mendigo rico, teria meu voto de
olho fechado… Se cair pela terceira vez
(acho que já caiu), eu desisto de futebol de
uma vez. Amo muito meu time, mas parece
que meu time não gosta tanto de mim
(torcida), é muito melhor manter a
austeridade financeira…

Eu só espero que os sócios do Palmeiras que agora vão votar para presidente (agora com a eleição direta). Há hora de mudança no Palmeiras tem que começar agora. NÃO VOTEM NO PAULO NOBRE. POR FAVOR SÓCIOS VOTEM NO PESCARMONA PARA PRESIDENTE, VOTE 200, POIS O PALMEIRAS PRECISA MAIS DO QUE NUMCA A VOLTA DO GRANDE PALMEIRAS E NÃO QUEREMOS MAIS HUMILHAÇÕES. Obrigado.

O PN conseguiu o inimaginável, ser pior do que o Dupla Tirone/Frizzo…
O pior é ouvir corintiano dizer que está torcendo pelo Palmeiras, é Fod*
Sou evangélico, mas se o demônio fosse o candidato da oposição contra o Mendigo rico, teria meu voto de olho fechado…
Se cair pela terceira vez (acho que já caiu), eu desisto de futebol de uma vez. Amo muito meu time, mas parece que meu time não gosta tanto de mim (torcida), é muito melhor manter a austeridade financeira…

Sim, estaremos lá… E votaremos no Pescarmona… Eu respondi uma pesquisa acho que foi pra campanha do Nobre, ligaram em casa… Descasquei a atual gestão e o prayboy… O fanfulla já pulou do barco, alguns ainda resistem como o brancazzo, q se sustenta no papinho da fazer a “roda girar”, uma versão light do discurso do Mustaphá… Do time ele num dá nenhum pitaco, o Tirone por muito menos era massacrado… Ele disse no seu morimbundo post que Pescarmona leva a eleição e que a tendência do clube é piorar… Peraí, pior do que fazer um dos clubes mais vitoriosos do Brasil ser rebaixado no ano do seu centenário..? Time sem patrocínio há 2 anos.?? E o resto tb já foi dito no post, num precisa falar mais… Piorar como..? Hein seu coitado..?? O Nobre não se liga em rede social, o negócio é atacar a turminha de interesseiros que o seguem… Sumam, manda o Nobre pro time do Herbalife que vc ganha mais…

Pra quem ainda tinha dúvida de quem foi o pior presidente da nossa história (Tirone ou PN) taí: o Tirone, vendo que não é do ramo, teve a decência de não tentar a reeleição, ao contrário do outro aí.

A pesar da desgraça de 2012, pelo menos; tínhamos patrocínio máster; comemoramos um titulo; B1 segurou o Barcos ; depois de cada derrota, não fugia dos microfones ; tinha acertado a vinda diretamente com o veterano Riquelme, e lógico falamos horrores de sua gestão depois de cairmos; porque NUNCA iríamos imaginar o que estava por vir ; atitudes vergonhosamente bizarras e de um cinismo inacreditável como estamos vendo agora.
Sábado 29/11 desejo ter duas alegrias, ou pelo menos uma , se não der contra o Inter, que o clube ganhe com Pescarmona ; e que ele se cerque de pessoas honestas e competentes :procure informações antes de trazer jogadores enganadores . paneleiros e marqueteiros ; tome atitudes para mudar de vez o maldito arcaico estatuto , nos devolva a alegria de ver um time de fibra e vontade dentro de campo , condizente com a nossa história e nova arena .

Rodrigo Barneschi,boa noite!
Escrevo-lhe como um palmeirense que já não acredita em absolutamente nada que possa parecer um alento,uma boa notícia ou mesmo um afago em relação a S.E. PALMEIRAS.
Moro no interior de MG,divisa com o estado de SP,portanto,consigo ir a alguns jogos,mas não acompanho presencialmente a vida no CLUBE.
Até onde consigo ter notícias,nada de realmente relevante aconteceu no CLUBE PALMEIRAS e sobre o time você já citou a draga em que nos encontramos.
A pergunta é,se estamos realmente no fundo,há ainda chance de reeleição?Porque não consigo ler em lugar algum alguém que traga uma notícia de que PN vive a certeza de seus últimos dias como Presidente?E pior,caso realmente esse sr. seja reeleito,é a prova de que mustafá é uma influência maior do que a imaginada,ao menos por.Portanto,teria vida o PALMEIRAS somente após alguns longos anos,visto que teriam mais sócios com direito a voto,portanto menos “viciados” no sistema?
Desculpe-me se fui longo.Aliás,ótimo texto!E que DEUS nos ajude.

Dinho, boa noite, posso te falar uma linha que li no Verdazzo, o mais importante do texto, diz que a eleição já esta definida em favor da oposição, se for verdade, GRAÇAS A DEUS, abs.

Essa gestão foi tão ruim, mas tão ruim, que ninguém mais lembra do presidente antecessor, aquele da pior administração de todos os tempos no Palmeiras. Depois destes dois presidentes, o que mais Pescarmona poderia fazer de ruim para superá-los? Somente com muito criatividade para imaginar uma administração do continuismo apocaliptico verde, mas pelos que vivi até agora de Palmeiras, tudo é possível, da glória ao inferno.

Eu não me conformo que ainda tem gente que pensa em votar em Paulo Nobre…
Esse cara superou o Tirone, ta rebaixando e humilhando o Palmeiras e não pode continuar. Se ele fosse Homem de verdade, renunciaria imediatamente ou nem mesmo se candidataria a reeleição. FORA NOBRE!!!

Qualquer democracia que se preze pauta por mudar o governante que não deu certo, na esperança de dias melhores. Simples assim. Prometeu, não cumpriu? Que venha outro. Já teve a sua (maldita) chance.

Deixo aqui uma sugestão para aqueles que de alguma maneira possuem alguma influência sobre a vida política do clube:

Antes porém, em nome de uma maioria peço encarecidamente a quem
for votar no final do mês, para que não dê a oportunidade de presidir o
clube no próximo biênio a este senhor que tanto nos feriu e desfigurou
nestes imensuráveis e intermináveis dois anos.

Achamos que pior que Tirone não havia, ledo engano…a sempre coerente lei de Murphy se fez valer como nunca para o Palmeirense!

Não há garantias de que com a oposição será melhor ou no mínimo
diferente, quem sabe até pior (e nesse caso seria certamente o
derradeiro fim do clube) mas devemos tentar outro caminho pq
diferentemente do que propaga o jovem presidente estamos longe do rumo
certo…

Ao menos o outro lado (oposição) nos dá, ainda que com sérias exclamações e
interrogações, o benefício da dúvida! O atual não deixa dúvida alguma!!

É clara e óbvia a necessidade de quebrar a corrente ou a ligação umbilical com a atual gestão e seu padrinho.

Para aqueles que têm memória curta vale a reflexão de que o poder que
comanda a S.E.P hoje é o mesmo que nos tirou o BR78 no vestiário, é o
mesmo que alterou o estatuto para se cercar de vitalícios num domo no
qual reside sem poder ser perturbado, é o mesmo poder que lutou contra a
co-gestão com a Parmalat (aquela que nos tirou da fila em 93), é o
mesmo poder contrário e predatório que tentou arruinar o negócio com a
W-Torre, é o mesmo poder que só aceitou algumas condições para a reforma
do estádio quando lhe foram oferecidas vantagens vitalícias. Vale
pesquisar, se tiver estômago!!!

É o mesmo poder que nos rebaixou em 2002 e em 2012 e está conseguindo
este feito novamente no ano do centenário do clube! Àqueles que
defendem o Nobre presidente, vale refrescar a memória antes do voto!!

E esse poder, poder esse extremamente maléfico e destrutivo têm nome e sobrenome: Mustafá Contursi!!

E cabe aqui a pergunta aos historiadores, advogados e entendedores da
política do clube: Após todas as evidências da tentativa de implosão do
Palmeiras supracitadas, será que elas não são suficientes para
afastá-lo eternamente do clube?! Vamos partir de uma analogia simples e
guardadas as devidas proporções técnicas do assunto: Para um jogador ter
um busto seu no Palmeiras ele não pode em tempo algum sequer ter nos
enfrentado e nisso subentendesse que para ser parte do clube esse
jogador nunca pode tê-lo prejudicado ou ousar isso!

Ora, como alguém com tantas provas cabais de prejuízo ao Palmeiras
pode estar lá dentro e pior (!!) ter um cargo importante e influente?

A culpa de estarmos nessa é só nossa por não querermos nos atentar e
buscar possibilidades, sejam ínfimas ou não, para arrancar o mal de lá!…

Mas todo o supracitado é em vão pois certamente não chegará nas
mentes daqueles que podem de fato fazer alguma coisa. Mas a sugestão a
que me referi no início do texto é para que seja instituído no estatuto
do clube uma nova lei que exonera do clube e torna persona non grata o
presidente e todo corpo diretivo, jurídico e afins que rebaixarem o
clube!

Isto posto, somemos a isso a possibilidade de processar tais pessoas
por eventuais prejuízos institucionais e patrimoniais causados por
atitudes descabidas e impensadas daqueles que deveriam zelar pela imagem
do clube! Não somos consumidores? Pq não fazer uso do direito a que
essa condição oferece?! Se nos sentimos lesados, devemos reclamar
formalmente!

Claro que tal emenda no estatuto não serve para todos os clubes tendo
em vista que um clube como Chapecoense por exemplo, por natureza já
sabe que vive na linha do acesso/descenso e o que vier além disso é
lucro e logo o presidente não têm muito o que fazer. Ainda assim todo
aquele que preside um clube deve ser responsabilizado de alguma forma
por sua má gestão!

No caso de um clube do porte do Palmeiras que têm um patrimônio e uma
imagem que devem ser cuidadas a punição e tratamento a quem lidera
deve também ser na mesma proporção!

Pq entendo que o prejuízo ao clube fica após sua saída e isso deve
acabar! Ele deve responder por suas atitudes como todo responsável por
algo importante! E até pq não estender isso para os jogadores? Têm
salário em dia ok? Têm alojamento, refeição, ferramentas de trabalho ok?
Então aqueles que um órgão regulador (talvez criado pela união dos
clubes) entendesse que alguns jogadores não se dedicaram o suficiente
para honrar o empregador então o clube pode encerrar seus contratos sem
ter que pagar multa rescisória, simples!

Se quando estamos com dificuldades em nossos empregos nós chegamos
mais cedo, saímos mais tarde, levamos trabalho para casa, triplicamos a
dedicação e isso nem sempre é recompensado ou reconhecido. Então pq o
jogador não pode ficar treinando chute a gol, passe de 5 metros,
cruzamento após seu horário de trabalho?

Não é só futebol, não é só um clube meus amigos, é o humor do dia
seguinte aos jogos que influencia diretamente em nossas atitudes, nos
relacionamentos interpessoais, em nosso desempenho no trabalho…

Que influencia negativamente é fato, agora mais para uns do que para
outros mas todos sofremos com o que fazem com a instituição na qual
depositamos um pouco das nossas alegrias, de nossa fé e um pedaço do
nosso coração. Essa relação (resultado x influência) é inversamente
proporcional. Quando vencemos, o dia fica mais colorido e cada vez mais
cinza nas derrotas.

É certo que não devemos deixar nos abater pelo retorno (???) que
temos do clube ao qual damos tudo. Existem milhares de coisas mais
importantes como nossa família e nossa fé em algo maior que devem sempre
estar em 1º lugar nas nossas vidas.

Mas a verdade é que até para aquele torcedor “mais distante” é
difícil ficar alheio a tudo isso, imaginem para os milhões de
aficionados?!!

Se cair significasse reformulação estrutural, estatutária, a dor
seria minimamente aceitável mas sabemos que isso não vai acontecer.
Então a dor por toda essa situação beira o absurdo, o inacreditável! E
por isso eu digo, obrigado Nobre, mesmo!!

A torcida é refém dos sócios. Essa eleição vai ser interessante por isso; vamos ver quantos dos sócios fazem parte da torcida.

Há poucas semanas atrás, os que defendem o Nobre diziam que ele estava “colocando a casa em ordem”, arrumando as finanças e preparando o Palmeiras para ser forte no médio e longo prazo, de maneira sustentável. Pescarmona jogaria tudo por terra: gastaria muito mais do que arrecada, aprofundaria nossa crise financeira e o Palmeiras iria desaparecer.

Nada poderia ser mais falso.

Paulo Nobre piorou ainda mais as finanças do Palmeiras (os balanços estão disponíveis no site). Pior, atentou contra o patrimônio do clube ao investir em vários jogadores imprestáveis, e vender os poucos bons que nos restavam (alô conselheiros: caberia uma ação de responsabilidade para reavermos o que este senhor destruiu? Que tal abater da dívida com o próprio Nobre?)

O time é ruim, mas em compensação as despesas são baixas, e as contas estão entrando no azul, poderia-se argumentar. Mentira também: consta que a folha mensal deste elenco com quase 40 jogadores é de cerca de R$6-7 milhões. A folha do Atlético-MG, finalista da Copa do Brasil este ano e um dos principais times do Brasileirão, é de R$7 milhões.

Nós temos mais torcida, mais tradição e valor de cota de TV maior do que pelo menos outros 16 times deste campeonato brasileiro. Nossa dívida também não é maior do que vários dos outros principais times – é perfeitamente administrável. Só restou a incompetência dos nossos gestores.

No campo administrativo-financeiro, houve quem dissesse que Paulo Nobre fazia uma gestão perto da perfeição. O discurso é muito diferente da realidade: PN definitivamente não está arrumando a casa. Mais 2 anos assim e ele irá nos arruinar de vez.

Barneschi na real.

Moro em Goiânia e sou sócio AVANTI só e simplesmente para ajudar ao Palmeiras. Quem sabe um dia poderei votar para presidente assim como acontece no Internacional, mas, como esse dia não chega, tenho que me contentar em torcer para um dos candidatos que nesse caso é o Pescarmona.

Eu estou apreensivo. Com medo de que o resultado seja mais dois anos de PN.
Qual o verdadeiro cenário nessa eleição para presidente? Daquilo que você, o Criscio, o Tredinnick e o Jota veem lá dentro dos bastidores do clube. Quais as chances do Pescarmona?

Ah! Já ia me esquecendo!

Excelente texto e excelente análise do que aconteceu nesses dois anos de gestão PN.

Torcedor do Palmeiras, com direito a voto, pelo amor de Deus: não reeleja Paulo Nobre presidente. Dêem uma chance para algo diferente do que estamos vivenciando hoje. Votem no PESCARMONA! Mais dois anos de Paulo Nobre, e o Palmeiras corre o risco de parar na Série C. Chega de torcer para os outros times ajudarem o Palmeiras. Chega de mediocridade! Chega de austeridade! Votem na mudança! MU-DAN-ÇA!!!

Pescarmona. Não sabemos qual será seu modelo de gestão. Será melhor que a atual? Será pior? Será igual? Não sabemos. Mas precisa ficar claro uma coisa. Mudança. É preciso ser feita JÁ. Não podemos ficar mais um biênio nessa situação. Você, Associado da gloriosa Sociedade Esportiva Palmeiras, tem a obrigação de zelar pelo patrimônio de seu clube. Cumpra seu dever. Vote 200.

vou pedir mais uma vez, implorar para o torcedor verdadeiro do Palmeiras, que ama o Palmeiras, isso eu sei que temos milhões, mas que os sócios que estão a frente para votar para presidente, então pelo amor de Deus, pelo amor do nosso Palmeiras e de 16 milhões de Palmeirenses, votem no Pescarmona, pois aguentar mais 2 anos de Nobre, será puro sofrimento, sem mais, obrigado.

Quem votar no Paulo Nobre mostrará que não tem o mínimo de discernimento e não é torcedor da Sociedade Esportiva Palmeiras.

Barneschi sempre contundente e perfeito.
Reflete a verdadeira noção de gigantismo do Palmeiras.

O problema da votação Fausto, é que infelizmente existe um contingente estúpido de não palmeirenses associados. Outro tanto de palmeirenses que ligam mais para as piscinas e festas do que para o futebol. E, atualmente, também infelizmente, sócios palmeirenses de arquibancada que foram iludidos pelo canto da sereia, e agora tentam não admitir a enorme burrada que fizeram ficando ao lado de alguém subordinado ao pensamento mustafista.

Estaremos lá votando do 200, e vamos torcer para que sejamos maioria.
De qualquer forma precisamos urgente cada vez mais de palmeirenses e que gostem de futebol, associados ao clube! Me parece ser muito mais importante do que ser sócio avanti.

Os comentários estão desativados.