Categorias
Verdão na Mídia

VERDÃO NA MÍDIA 03-11-2014: Paulo Nobre mostra tudo do Allianz Parque ❘ R7

NOTICIÁRIO ❘ R7

• Veja em detalhes o novo estádio do Palmeiras – Paulo Nobre mostra tudo do Allianz Parque

O Palmeiras ainda não está plenamente confortável na Série A, e ainda tem muito trabalho a fazer para afastar de vez o risco do rebaixamento. Mas algo já está animando os torcedores.

O Allianz Parque, nova casa dos palmeirenses, está se mostrando um belíssimo estádio. E pra quem ainda não teve a oportunidade de conhecê-lo, o presidente Paulo Nobre mostra o novo templo em detalhes!

Assista aqui → Paulo Nobre apresenta detalhes do Allianz Parque, a nova casa do Palmeiras

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ R7

••

NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

• Com melhor situação em 104 dias, Palmeiras agora sonha com a casa nova

Desde 21 de julho, há exatamente 104 dias, o Palmeiras não enxergava a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro com cinco pontos de distância como agora. Ao vencer o Bahia por 1 a 0 no domingo, em Salvador, a equipe de Dorival Júnior respirou aliviada e se voltou para o sonho da casa nova. 

No início da semana, o Palmeiras deve definir junto às autoridades e à FPF (Federação Paulista de Futebol) se poderá inaugurar a Arena Palestra no próximo sábado em confronto marcado com o Atlético-MG. De Valdívia e Dorival, a expectativa parece grande para isso, e o momento da equipe contribui. 

Com a vitória e o salto para a 13ª posição da Série A, o Palmeiras chegou a uma sequência de quatro vitórias e dois empates (sofridos no fim) em sete partidas disputadas. O aproveitamento conquistado com Dorival Júnior (52,3%) colocaria a equipe na oitava posição. Embora mantenha a tensão, o treinador também celebra o crescimento. 

“Não temos o direito de relaxar em momento algum. Estamos em uma situação difícil, próximos de uma zona que incomoda e afeta. (…) Demos um passo importante, mas não definitivo”, comentou. “A equipe está em evolução. Precisamos circular mais a bola no meio, encostar a marcação, mas é natural”, comentou. 

Para os palmeirenses, é interessante a possibilidade de reinaugurar à Arena Palestra em situação menos desconfortável. Atrás das liberações finais para poder jogar em seu estádio, o Palmeiras deve contar até com o apoio do governador paulista Geraldo Alckmin. No Twitter, ele disse a Polícia Militar trabalharia no início da semana para agilizar sua parte. Valdívia, em campo, também fez a dele. 

“Semana que vem, se Deus quiser, tem a abertura da Arena. Estou há três ou quatro jogos me segurando (para não receber cartão amarelo) porque queria estar presente no próximo jogo”, disse o agora capitão do Palmeiras. Dorival endossou: “há essa suposição (sobre a data da estreia). Se o Valdívia mantiver essa postura, ele será o capitão”.

São duas as possibilidades para o Palmeiras inaugurar a Arena Palestra. A mais animadora, no próximo sábado, contra o Atlético-MG. O plano B seria em 20 de novembro, diante do Sport. 

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

•• 

NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE

• Grupos do Paulistão são sorteados; torneio começa dia 1º de fevereiro

Por Diego Ribeiro e Rodrigo Faber

A Federação Paulista de Futebol realizou na tarde desta segunda-feira, em sua sede, o sorteio do Campeonato Paulista de 2015. Com o mesmo regulamento do ano passado, a competição começará no dia 1º de fevereiro e terminará em 3 de maio. A tabela será divulgada até o fim do mês.

As equipes jogam apenas contra os times dos outros grupos. Os dois primeiros de cada se classificam. As quartas e a semifinal serão em jogo único, enquanto a final será em duas partidas. Em caso de empate nessas fases decisivas, o vencedor sairá na disputa por pênaltis. Os quatro clubes com pior campanha no geral serão rebaixados.

Uma novidade na competição será a inscrição limitada de atletas. Cada clube poderá registrar apenas 28 jogadores. O preço mínimo do ingresso será de R$ 40, mas esse valor pode ser modificado com promoções para sócio-torcedores, por exemplo.

Santos, São Paulo e Palmeiras enviaram seus presidentes ao evento como representantes. Pelo Corinthians, quem esteve foi o vice Eli Werdo, no lugar de Mario Gobbi.

Marco Polo Del Nero, presidente da FPF, falou sobre a competição e espera ter mais público nos estádios.

– Vamos fazer mais um ano em que o torcedor vai se acostumando com a competição, e ao se acostumar ele virá ao estádio. Temos de entender que o futebol é entretenimento, vamos fazer festa. Certamente vai ser um ponto algo no futebol brasileiro – disse.

O Ituano é o atual campeão do torneio. Capivariano, Marília, RB Brasil e São Bento são os times que subiram da Série A-2 no ano passado.

Confira os grupos da competição:

Grupo 1

São Paulo
Ituano
São Bernardo
Mogi Mirim
RB Brasil

Grupo 2

Corinthians
Ponte Preta
Audax
Rio Claro
São Bento

Grupo 3

PALMEIRAS
Botafogo
Portuguesa
Linense
Marília

Grupo 4

Santos
Penapolense
Bragantino
XV de Piracicaba
Capivariano

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE

••

NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA

• Dorival sorri com “passo importante, mas ainda não decisivo”, do Palmeiras

Dorival Júnior tinha uma clara sensação de alívio após a vitória por 1 a 0 do Palmeiras sobre o Bahia, na noite de domingo. Sua equipe evitou a cessão do terceiro empate seguido no finalzinho e ganhou uma distância de cinco pontos para a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Ainda assim, o técnico pediu cautela.

“Estamos muito próximos ainda dessa zona, que incomoda. Se tivéssemos um revés contra o Bahia, estaríamos muito mais próximos”, afirmou, comemorando os resultados favoráveis da 32ª rodada. Nenhuma equipe atrás do Palmeiras na tabela triunfou no final de semana.

“Por causa da rodada favorável e, principalmente, por termos feito nossa parte, demos um passo importante, mas ainda não decisivo. Não queremos levar para os últimos jogos a definição da permanência. Isso é fundamental. Temos que continuar atentos e concentrados”, acrescentou Dorival.

O técnico deu crédito a seus atletas pelo crescimento demonstrado pela equipe alviverde, que chegou a ocupar a última posição da tábua de classificação. Com seis rodadas a ser disputadas, ele espera chegar ao fim de novembro sem qualquer risco de degola. 

“Quem tem participação grande são os jogadores, pela mudança de postura que tivemos. Fico contente. Acima de tudo, eles fizeram uma partida digna contra o Bahia, à altura do que precisávamos. Como falei, agora é manter o foco e pensar no nosso próximo compromisso, contra o Atlético-MG”, concluiu o treinador.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA

••

NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

• Técnico do Palmeiras condena atitude de Wesley e sinaliza punição interna

O volante Wesley deverá ser punido pela diretoria do Palmeiras devido à briga protagonizada na Arena Fonte Nova, nesse domingo. O técnico Dorival Júnior desaprovou a atitude agressiva do camisa 11 alviverde e prometeu conversar internamente com o jogador.

– Claro que tem (necessidade de uma conversa especial), isto vai ser resolvido internamente, mas é natural, como em outros momentos aconteceram com outros jogadores, com o Wesley será da mesma foram. Vai ser internamente – disse Dorival Júnior.

A CONFUSÃO

Já nos minutos finais da partida entre Bahia e Palmeiras (vencida pela equipe paulista pelo placar de 1 a 0), o tricolor Emanuel Biancucchi se chocou com o alviverde Wesley. O palmeirense teria, instantes depois, chutado o jogador do Bahia.

Ao término do jogo, a confusão iniciada pelo camisa 11 se transformou em briga generalizada. Atletas dos dois times seguiram trocando empurrões e xingamentos até o túnel que liga o gramado aos vestiários.

Segundo o Sportv, o árbitro Leandro Pedro Vuaden não irá relatar a confusão na súmula da partida. 

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

•• 

BLOG DO ROBERTO AVALLONE ❘ UOL 

• Palmeiras, mais longe do perigo sob o comando de Valdivia

Ungido por bons presságios, há algumas semanas o técnico Dorival Júnior decidiu entregar o cargo de capitão do time do Palmeiras a Valdivia. E mais do que o melhor jogador do time, que já era, Dorival ganhou um comandante dentro do campo, preocupado com a defesa, o meio-campo e o ataque, transformando-se no líder que faltava.

Além disso, Valdivia continua a ser o craque decisivo: diante do Bahia, quando o adversário era superior, em um lance, um só, Valdivia descobriu Mazinho penetrando pela esquerda, tabelou com ele e fez um passe de craque, como seu toque final; Mazinho foi veloz e, na saída do goleiro Marcelo Lomba, acertou chute forte e alto, no canto esquerdo goleiro. Palmeiras 1 a 0.

E como desta vez o Palmeiras defendeu a vantagem até o final do jogo, a vitória acabou sendo mais do que importante na fuga ao rebaixamento: com o triunfo sobre um concorrente direto na briga contra a degola, mais os outros resultados da rodada que o favoreceram (derrotas de Vitória, Chapecoense, Figueirense, Criciúma, Botafogo- e o empate do Coritiba), foi enorme o passo dado em direção ao alívio de permanecer na Série A. Ainda faltam alguns pontos, é verdade, mas a impressão que se tem é a de o pior já está passando.

Quanto ao jogo em si, o Palmeiras dedicou-se a à marcação sem tréguas, a atacar apenas “na boa” e de contra-ataque, contando com a segurança da dupla Nathan e Tobio e também com as seguras defesas do goleiro Fernando Prass. O Bahia- que jogou uma bola na trave e reclamou de um pênalti de Nathan- pareceu-me afobado, nervoso, o que se explica pela dramática situação em que está envolvido, tão próximo da degola.

E o pênalti? Foi mais uma daquelas jogadas que vêm dando confusão há alguns nesses, o tal negócio de mão na bola e bola na mão, que dependem da interpretação da arbitragem. No caso de Nathan, ele estava caído, de costas para a bola e Kieza, chegando a tocar com a mão na bola, ao girar o corpo sim; mas, creio, com todo o jeito de quem tão teve intenção ou imprudência, portanto não cometendo o pênalti.

Foi uma questão de interpretação. Mas que os critérios quanto a esse tipo de suposta infração precisam ser uniformizados, ah, precisam mesmo.

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO ROBERTO AVALLONE ❘ UOL

•• 

BLOG DO ALBERTO HELENA JÚNIOR ❘ GAZETA ESPORTIVA 

• Verdão em plena arena

O amigo sabe da aversão que tenho pelo uso da palavra arena referindo-se a estádio de futebol. Pois, nesta noite de domingo, a Fonte Nova foi realmente uma arena, onde palmeirenses e baianos travaram uma verdadeira batalha campal, que se estendeu até depois do jogo, com Wesley e Barbio protagonizando cenas de pugilato, ou quase.

Tudo isso estimulado pela presença assustadora em campo do fantasma do rebaixamento. O Palmeiras que quer se distanciar dessa zona maldita cada vez mais, e o Bahia que, apesar de todos os esforços, não consegue escapar desse círculo de giz encantado.

Diante de sua delirante torcida, o Bahia desde o início apoderou-se do espírito do jogo, meteu bola na trave e obrigou Prass a se virar diante de sua meta. Mas, quando a bola caiu de jeito em Valdívia todos os demônios verdes foram exorcizados naquele passe preciso para Mazinho colocar o número 1 definitivo no placar.

A partir daí, foi uma sucessão de pancadas e reclamações dos dois lados. E, a cada entrada mais dura, era um corpo estendido no chão como se atingido mortalmente.

Há quem vibre com essas coisas. Pra mim, me perdoem, é um saco.

Mas, enfim, o que valeu para o Palmeiras, nesta quadra de sua centenária existência, é o que estampa o placar final: 1 a 0. E cinco pontos acima do primeiro colocado no portal do inferno.

PS: A propósito dessa denominação dos estádios como arenas, quero dar os parabéns ao Palmeiras, que acaba de erguer sua casa moderníssima e bela, onde havia antes o bucólico Jardim Suspenso. Parabéns por preservar o Parque, que nos remete ao palco onde se desenrolou sua gloriosa história – o Parque Antártica – e ao verde que floresce em suas cores eternas.

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO ALBERTO HELENA JÚNIOR ❘ GAZETA ESPORTIVA

••

BLOG DO MENON ❘ UOL

• Valdivia, o genial capitão verde

E Valdivia está dando a volta por cima. Depois de tantos problemas físicos e comportamentais – não é preciso repetir quais foram – está honrando a camisa do clube. Como capitão, mostrando que Dorival Jr. acertou em lhe dar esse cargo tão importante para chilenos. Valdivia é o grande nome do Palmeiras que faz um segundo turno de alto nível e que vê o rebaixamento como um pesadelo praticamente evitado.

A travessia pela pinguela balançante, com tubarões famintos lá no rio, foi concretizada com o toque genial de Valdivia para Mazinho. Ele recebeu a bola no pé esquerdo, passou para o direito e, sem que ninguém percebesse, tirou do calção um sextante, um esquadro, régua, globo, calculadora de última geração, definiu seno, cosseno, tangente, hipotenusa, graus a bombordo, estibordo e, com aquela cara de enfado deu o passe milimétrico para o gol de Mazinho, que teve o mérito de definir muito bem.

Não sei se Valdivia cansou de ver seus méritos diminuídos por suas besteiras ou se percebeu a grandeza do Palmeiras, mas o fato é que está jogando com maestria de craque – o que é fácil para ele – e com a responsabilidade de um capitão a transportar uma carga preciosa, o que sempre foi difícil para ele.

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO MENON ❘ UOL

••

BLOG DO COSME RÍMOLI ❘ R7

• Este Valdivia guerreiro, dedicado, talentoso, e que decidiu o jogo contra o Bahia, é fundamental ao Palmeiras. Não o acomodado, de anos e anos. Se continuar a lutar, como fez na Fonte Nova, terá seu contrato renovado para 2015 e 2016…

Valdivia finalmente está justificando os R$ 475 mil que recebe por mês desde 2010. Pelo clube bancar metade do salário do seu fisioterapeuta particular, o cubano José Amador. Com o camisa 10 em campo, o Palmeiras está conseguindo uma recuperação empolgante. Faltando seis partidas para o Brasileiro acabar, o clube que já chegou a ser último colocado, precisa apenas de seis pontos para se salvar. O caminho para a salvação ficou mais aberto hoje depois da vitória importantíssima contra o Bahia, em Salvador, por 1 a 0.

O chileno foi o grande responsável pela vitória. Era o melhor jogador tecnicamente disparado na Fonte Nova. Mas o mais corajoso. Encarou Lucas Fonseca, zagueiro muito mais forte, e violento do que ele. E ainda provocou desestabilizou todo o time baiano. Soube como catimbar, ir ao limite do permitido em um jogo de futebol. Discutiu, provocou, fez faltas, conversou como se fosse o melhor amigo de infância com o árbitro Leandro Vuaden, catimbou.

Só que Valdivia foi também o atleta mais vibrante. Em meio aos pontapés, ameaças, palavrões, o meia não se omitiu. Nem teve medo. Comprou a briga e incentivou seus companheiros. Primeiro os acalmou quando o Palmeiras foi encurralado nos primeiros 20 minutos do primeiro tempo.

Dorival Júnior não esperava a pressão na saída de bola e a tomada de iniciativa do Bahia, a mando de Gilson Kleina. O agora treinador do time nordestino sabia que o precisava era sair na frente no placar. Marcar o primeiro gol seria a certeza de desestabilizar o Palmeiras que foi seu por dois anos. Ele tinha o lado psicológico a seu favor. Os salários atrasados foram pagos e os atletas ficaram sabendo que haverá um prêmio se o Bahia não for rebaixado.

O time de Kleina só faltou comer grama, tanta era a vontade de vencer. Só que a limitação técnica é um obstáculo grande demais. Nos primeiros 20 minutos, cinco chutes a gol. E uma bola no travessão de Kieza. Dorival Júnior não esperava o Bahia assim tão à frente. O pegou de surpresa. Foi um choque ver os laterais adversários atuando como pontas. Sua defesa não conseguir respirar.

O chileno catimbava, brigava pela bola, cobrava os companheiros. Dorival fez sua parte. Recuou Wesley para ajudar na cobertura pela direita. Renato ajudou no lado esquerda. E Marcelo Oliveira travou Lincoln que articulava as principais jogadas baianas.

O Palmeiras se reequilibrou e encontrou espaço para os contragolpes. Gilso Kleina sabia que algo de positivo, com neurônios do lado paulista, seria dos pés do chileno. Uelliton e Rafael Miranda tinham decorado que não poderiam deixar o meia livre. Mas Valdivia estava jogando com muita vontade. Se deslocando por todo o campo. Muito bem preparado fisicamente. E referência para quando seus companheiros tinham a bola nos pés.

E foi visão diferenciada que decidiu a partida. Mazinho lhe tocou a bola na entrada da área e correu. O chileno não pensou duas vezes em devolvê-la, aprofundada, entre a violenta e fraca defesa do Bahia. Mazinho bateu cruzado, indefensável para Marcelo Lomba, Palmeiras 1 a 0, aos 35 minutos.

Toda a dinâmica de jogo mudou. Os baianos perderam a concentração. O medo de mais uma derrota e a proximidade da Segunda Divisão paralisou o time. Assim como a reorganização tática de Dorival Júnior. O Palmeiras estava muito melhor postado. Defendia em duas linhas, com o time junto, agrupado. Vibrando em chutar a bola para a lateral. Valdivia era quem destoava. O toque de talento em meio à enorme correria.

E também a provocação, a catimba em cada lance. O chileno conseguiu desestruturar psicologicamente o time da casa. Os jogadores do Bahia contavam até 20 para não socá-lo. Foram discussões e ameaças durante boa parte do jogo. Quanto mais Valdivia era ameaçado, mais ele jogava. E brigava por cada bola com raiva, com vontade fora do normal. Foi caçado em campo. E ria, percebia que estava conseguindo ter uma função importantíssima no jogo.

A partida era entre duas equipes ameaçadas pela Segunda Divisão. Kleina não podia perder três pontos em casa. E tratou de abrir seu time. Só que o Palmeiras estava muito bem posicionado, firme. Fernando Prass exalava confiança que a zaga montada por Tóbio e Nathan aproveitava ir mais confiante nas divididas. Havia luta, briga pela bola, mas sem stress. O time sabia que estava fazendo. Inclusive as faltas. O Palmeiras fez mais do que o dobro de falta dos baianos. Depois que conseguiu a vantagem, apelou várias vezes para os pontapés, leves, mas constantes.

Em meio à luta para tentar manter o 1 a 0, houve uma falha imperdoável da arbitragem. Nathan, caindo, prendeu a bola com o braço. Não foi involuntário. Ele virou o pescoço, procurou onde estava a bola. Foi um erro de Vuaden que ajudou a decidir a partida. Mas não tanto quanto o comportamento de Valdivia.

As atuações recentes, o empenho do chileno tiveram repercussão na cúpula palmeirense. O presidente Paulo Nobre já adiantou que se reeleito renovará o contrato do meia. E Valdivia não deverá ganhar menos ou se submeter ao contrato de produtividade. O bilionário dirigente garante que montará um time forte para 2015. E quer como uma das estrelas, o camisa 10 chileno. Bem ao contrário do seu adversário Wlademir Pescarmona. Ele já se desentendeu com o meia e não defende sua permanência no clube. Mas seu principal apoiador é Luiz Gonzaga Beluzzo, que recontratou o jogador. E ele quer sim que o meia fique. Pescarmona, para não perder o apoio de Belluzzo, sabe que terá de ceder. E manter o atleta que já até o ofendeu na administração Tirone.

Mas Valdivia sabe que Nobre é favorito à reeleição. E não está nem um pouco preocupado. Sabe que se conseguir continuar sendo o principal responsável pela reação do Palmeiras, terá um novo contrato à disposição. Não como o ex-presidente Belluzzo fez. O chileno ganhou um contrato de cinco anos. Só que se o atual presidente for reeleito, oferecerá dois anos a mais no Palmeiras. O quanto durar seu novo mandato. Valdivia está muito disposto a ficar.

O jogador que atuou hoje na Fonte Nova merece continuar. É importantíssimo ao grupo. Não o Valdivia acomodado, mimado, manhoso. Grande parte dos quatro anos foi um desperdício gerado pela acomodação. Ganhou por mérito um chinelômetro. O meia chileno quer ficar no Palestra Itália. Por isso está dando a alma nos últimos jogos do Brasileiro. E quando ele deseja jogar, faz a diferença. Este jogador dedicado, empenhado, corajoso, guerreiro e talentoso é fundamental ao Palmeiras…

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO COSME RÍMOLI ❘ R7

••

BLOG DO RICARDO PERRONE ❘ UOL

• Oposição do Palmeiras reforça ligação de Mustafá com Nobre em campanha

Enquanto a reação do Palmeiras no Brasileirão fortalece a candidatura de Paulo Nobre à reeleição, o opositor Wlademir Pescarmona confia numa pesquisa encomendada por seu grupo e que indica que 60% dos sócios indecisos rejeitam Mustafá Contursi, principal aliado do atual presidente, para aumentar sua chances de vitória. De acordo com esse levantamento, 30% dos associados ainda não decidiram em quem votar no próximo dia 29.

“Quanto mais o Mustafá aparecer na campanha do Paulo melhor para mim”, diz Pescarmona, que irá intensificar a exploração da aliança entre o ex-presidente e o atual.

Nobre aparece na liderança das intenções de voto nas duas pesquisas encomendadas pelos candidatos.

De acordo com o trabalho encomendado pela oposição, Nobre lidera com 32%. No mesmo levantamento, Pescarmona tem 26%.

Já o estudo feito pela Stochos Sports & Entertainment a pedido da situação aponta Nobre com 70,5% contra 29,5% de Pescarmona, segundo a Folha de S. Paulo. Seguidores do candidato de oposição, no entanto, minimizam o resultado pelo fato de a Stochos ser cliente da Press FC, que presta assessoria de imprensa para o Palmeiras.

“Respeito o trabalho feito pela Sochos, mas é no mínimo antiético contratar uma empresa que é cliente da assessoria de imprensa do clube”, afirmou Pescarmona.

Procurada, a Press FC disse que a alegação dos opositores é tão ridícula que não comentaria o assunto.

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO RICARDO PERRONE ❘ UOL

••

VÍDEO ❘ REDAÇÃO SPORTV

• Valdívia critica exagero da imprensa e fala sobre momento no Palmeiras

Assista aqui → VÍDEO ❘ REDAÇÃO SPORTV 

••

36 respostas em “VERDÃO NA MÍDIA 03-11-2014: Paulo Nobre mostra tudo do Allianz Parque ❘ R7”

Não sei por que o povo ainda fala tanto do Kardec.
O Henrique veio justamente para suprir a saída do Kardec. E supriu com excelência! Afinal, quem é o artilheiro do campeonato? O Henrique no Palmeiras brigando pra não cair ou o Kardec no SPFC?
Ficar lamentando a saída do Kardec é um desrespeito imenso com o Henrique!
Inclusive, se hoje eu tivesse que escolher entre Kardec ou Henrique para comandar o ataque do verdão, eu não pensaria duas vezes: HENRIQUE! Os números falam por si só!

Então vamos parar de lamentar a saída do Kardec. Se ele não tivesse saído, não teríamos o Henrique no nosso elenco.

E ainda vem nego dizer e apoiar que o Belluzzo quebrou as financas do clube…fala serio…faltou aos Bananas darem continuidade a essa visao…fortalecer as parcerias..e nao fazer o contrario…parabens a todos q. Fizeram a arena sair do papel e ser esta realidade…

Na entrevista do PN ao Sportv, Agora o presidente mimado e fantoche do Mustafá quer AUMENTAR O PREÇO DOS INGRESSOS quando a nossa arena for inaugurada, simplesmente essa atual diretoria junto com o PN estão decidido de afastar o torcedor da nossa arena. POBRE PALMEIRAS NAS MÃOS DE QUEM COMANDA O CLUBE, O PALMEIRAS NÃO MERECE ISSO!!! BELLUZZO JÁ!!!

Sinceramente, tem gente que acredita que o Paulo Nobre vai trazer reforços para 2015, para mim não passa de um promessa barata, só pra lembrar, é tudo promessa de eleição!!

Gostaria de saber que espinha dorsal é essa. Não temos bons volantes, lateral esquerdo, só um bom
meia e um único atacante que todos sabem que é caneludo. Tem que contratar pelo menos 7 bons
jogadores e mandar uns 20 embora inclusive alguns titulares como Marcelo Oliveira e Renato.,

Ele não disse isso.

Falou que a espinha dorsal do time já está pronta para 2015.

Disse que precisa reforçar o elenco em algumas posições.

Pro ano que vem eu manteria essa base. Mandava embora os caras que nada acrescentam, contratava uns 3 a peso de ouro e subia a base. Jogadores como Deola Bruno Victorino juninho Weldinho Leandro Mazinho F. Menezes Mendieta Eguren Rodolfo sabemos que nada irão acrescentar. São jogadores que são iguais ou piores que os da base. Então não faz sentido dar 100 mil pro cara fazer igual o da base que cobra 15 mil. Se fizer isso e trazer mais uns 3 top de linha. Que estejam bem fisicamente e que venham resolver aí tem meu apoio. Vale a pena. O que não pode é mandar os cara embora. Subir a base e não trazer ninguém…

agora me diz…o que vc faria se soubesse q iria ser mandado embora da empresa onde trabalha no final do ano ? iria dar o “sangue” nessa reta final ? esse cara conseguiu fazer TUDO, mas TUDO de errado q uma pessoa que comanda um clube sonhasse em fazer… se for reeleito, eu juro, deixo de acompanhar o Palmeiras….infelizmente

Vou ajudar esta diretoria a fazer a lista de dispensa; venda ou empréstimo:
Vamos comprar 3 jogadores de alto nível sem aumentar a folha.

Deola
Bruno
Weldinho
Juninho
Eguren
Bruno Cezar
Bernardo
Wesley (já recebeu luvas dos Bambis)
Diogo
Wellington
Patrick Vieira
Thiago Martins
Marcelo Oliveira ( acabou o contrato e está pedindo muito)
Rodolfo
Mendieta

Pronto; dispensamos ou emprestamos ou vendemos 15 jogadores; enxugaremos o elenco e compramos ou emprestamos 3 jogadores para completar o time. lembrando que temos obrigação de renovar com Valdívia e Henrique. Como aposta contrataria o esquerdinha do Goiás.

Temos a defesa pronta

Meio campo precisamos de um meia versátil, do tipo Clayton Xavier ou Montillo ou Wagner do Fluminense ou Diego Souza

Ataque necessitamos de 2 jogadores de alto nível tipo Tyson ; Rafael Sóbis; Vagner Love; Emerson Sheik; Walter; Leandro Damião; Jô; André; Kléber Gladiador; Barcos; Fernandinho (Grêmio);

Gosto do futebol do Wagner, e acho q o CX rende mais como um terceiro homem de meio campo, q sabe marcar, mas q tem o passe afinado pra iniciar contra-ataques, mas o q precisamos mesmo, pra esse time render é o primeiro volante….se contratarem bem, acerta o time, aí precisaremos compor o elenco pra falta do Valdívia e do Henrique e já teremos um tima q daria muito trabalho….lógico q nessa próxima janela, reduziremos a diferença mais uma vez para nossos adversários, sendo q está programado pra termos a ultima perda sensível no elenco por conta de besteiras passadas…não tem q se lamentar pelo Wesley, foi um risco q corremos em uma contratação mal feita e de forma populista…se ele vai embora mesmo, eu já nao sei, mas ao q tudo indica, se não sair para os bambis, vai embora vendido pro exterior (onde apostaria poucas fichas), pois precisamos fechar a conta com o Angeloni, senão o problema vai permanecer, sem a possibilidade do ativo cobrir a divida. E aproveitando q sonhar não paga imposto ainda, queria ver o Felipe Melo nesse time, fazendo cara feia pra quem desce o sarrafo no Valdívia. E tomadas as ultra devidíssimas proporções, seria o mestre Dudu para Valdívia, pra deixar ele jogar tranquilo.

Hoje, o sr. Paulo Nobre vai participar do Arena SporTV…………………….
É uma boa ocasião para enviarmos perguntas para o programa sobre a sabotagem da Globo/SporTV em relação ao Palmeiras, por exemplo. Sobre a exclusão do Palmeiras dos jogos da TV aberta; sobre a manipulação das opiniões – tipo o Belletti falando m… em alguns lances do jogo contra o Bahia – e sobre os motivos que levaram e continuam levando a emissora e seus profissionais a esconderem o pênalti sofrido por Valdivia no último jogo……… ou ele vai aparecer sorrindo e dizendo que está tudo maravilhoso, prometendo jogador….etc?

Mustaphá já chamou Paulinho que por sua vez chamou sorrisinho e disse: vendam o João Pedro, Nathan e Vitor Luis. Para o lugar do João Pedro vamos trazer o Baiano que não está mais no Brasiliense, os demais veremos depois.

Sendo avanti eu só compro via site ou consigo comprar na bilheteria, alguém sabe? consigo comprar no clube? quero comprar em um lugar diferente, mas para pagar seria preciso boleto e não tem esta opção.. se alguém souber da um toque. E outra, consigo compra meia na bilheteria do clube?

Até onde eu sei a compra via Avanti é só pela internet (só comprei dessa forma e no site não fala de outras maneiras) e pelo no site futebolcard.com o cartão de crédito é a única opção. Só ligando lá para confirmar (embora eu sugiro falar com eles via o site oficial do Avanti, enviei um mensagem para eles e eles me responderam em 30min).

Levi, já faz tempo que tenho dito aqui, que o campeonato é decidido em parte, pela CBF. A perseguição ao Palmeiras não é de hoje. Acho que a recomendação à arbitragem é, na dúvida, apitem para o adversário. Infelizmente não temos diretoria que levanta a voz contra o que fazem contra o Palmeiras e contra o Valdívia. Espero que a nova diretoria, que não seja a mesma que aí está, olhe com mais carinho essa questão, porque não acredito que um árbitro, a 10 metros do lance, não vê se é falta ou não. Só se for cego, ou desonesto.

Caro Marcelo, mas por incrível que pareça, tens alguns que fazem questão de dizer que é….”teoria da conspiração”. Moro na Alemanha e assiro os jogos aqui, a diferença é gritante. Aqui vence quem monta o melhor time, e para montar o melhor time, precisa ter uma boa estrutura no comando, patrocinadores, estádios e torcida. Vc simplesmente quase n~åo percebe que tem alguém apitando. É claro que ocorre erros, mas são… erros, normais de um ser humano. Infelizmente o nosso futebol é um dos mais corruptos do mundo. O Palmeiras nåõ disputa o campeonato em igualdade com os outros (independentemente de nossos erros e de quem dirige).

Boas, irei, junto com o meu filho ao Pacaembu. No final das contas foi melhor, ganhamos do galo, ganhamos ou empatamos com os tricolinos e estamos salvos…Ai inauguramos a arena contra o ixport sem pressão, com lotação máxima, sem fantasma do rebaixamento, fazendo a festa. E o Melhor, já vamos vetar: Bruno, Weldinho, Victorino, Juninho, Bruninho, Eguren, Mendieta, Felipe Menezes e mais um monte de jogarem lá, pois após o jogo contra os tricolinos eles serão sumariamente demitidos a bem da torcida palmeirense.

Vídeo da cotovelada no valdívia, na frente do espantalho de quero quero na linha de fundo, rolando na net. Já é a 3. agressão, desse tipo nos últimos 4 jogos, ao jogador………Mas nos programas esportivos e na transmissão do jogo, o destaque foi a reclamação do kleina. E o lance sumiu e nem foi repetido….. se é o contrário……Nessa hora, o ativo procurador da capitania hereditária chamada stjd….paulo schmidt, se cala. Toda a mídia palestrina se cala, quando deveria ser o contrário. Infelizmente.

No Pacaembú minhas chances de ver o Verdão em campo são maiores. Estarei em São Paulo no final de semana e quero ver o Verdão de perto. Seria a primeira vez no Pacaembú, que só conheço vazio.
Mas ainda assim preferia ver o Verdão jogando pela primeira vez em seu estádio.

Saiu no uol , a CBF deixou para que o Palmeiras decidisse o local do jogo e o clube não se manifestou. Mais uma do PN e sua política nojenta

Raphael, isso é mentira. A CBF deu 15 minutos ao Palmeiras para enviar o laudo da polícia. Obviamente, o Palmeiras não tinha o laudo.
Ou seja, foi dado um prazo impossível de ser cumprido apenas para falarem que a culpa era do Palmeiras e a CBF tentou ajudar…

IMPRESIONANTE como tem BABACA que ainda cai na LABIA do Paulo NOBRE !!!A entrevista que deu no esporte Fantástico da RECORD,e as mentiras contadas sobre Alan Kardec e Ronaldinho Gaucho, são de embrulhar o estômago !!!Assim como os sócios estão recebendo dinheiro pra votar, Será que até a RECORD embarcou nessa também???????????????????

Valdívia é caçado em campo há vários jogos, com faltas para realmente quebrar o jogador. Se é neymar, tinha levante nacional. Ontem o já conhecido Vuadem, como todos os árbitros, fez que não viu nada. Não marcou corretamente um pênalti, pq nosso jogador n teve a intenção de colocar a mão na bola e muito menosa estava vendo……… mas se o árbitro deixa bater à vontade em nosso melhor jogador, ele sabe o que está fazendo. Alguns de nós em vez de cobrar mais proteção ao nosso jogador, preferem ficar com birrinhas e brigando com as imagens, dizendo que arbitragens não nos prejudica. O menguinho está quase na final da copa do brasil, graças ao jogo contra o Coritiba, mas “arbitragem não influência nada no brazil”……. quantos títulos os gambás e bambis ganharam com ajuda das arbitragens? É, eles devem prejudicar o small club, o menguinho ou os bambis. Infelizmente a nossa mídia paletrina está cheia de torcedores que se recusam a ver o óbvio, quem sabe um dia isso muda? Nunca deixarei de acreditar que é possível.

Pois é, Levi, e o vídeo com imagem do lance da cotovelada que o Valdívia tomou contra o Bahia, sumiu do mapa. Ninguém viu. Muito menos comentou. O Palmeiras teve um gol anulado, acho que foi contra o Cruzeiro, e o lance nem reprisado foi. Ficamos sem saber se o gol foi ou não legal. E o vídeo? Sumiu, escafedeu-se. Ninguém comentou também.

A liberação do Allianz Parque para o próximo sábado está, única e exclusivamente, nas mãos da CBF. Como uma possível derrota do Atlético-MG no Allianz pode ajudar o Fluminense pela vaga no G4, acho que a CBF libera. Porém, uma possível derrota nossa no Pacaembu, pode ajudar o Botafogo que luta para sair do Z4, e aí acho que a CBF não libera. Enfim, ela decidirá pelo que achar melhor para os times cariocas.

Gustavo, acho que a primeira opção seria a mais provável…

Já era. O Cel. Marinho disse que não será. A estreia será dia 20. Pelo menos essa é a última informação. O legal é que será com a capacidade máxima !!!!

OBRIGADO BELUZZO: A propósito dessa denominação dos estádios como arenas, quero dar os parabéns ao Palmeiras, que acaba de erguer sua casa moderníssima e bela, onde havia antes o bucólico Jardim Suspenso. Parabéns por preservar o Parque, que nos remete ao palco onde se desenrolou sua gloriosa história – o Parque Antártica – e ao verde que floresce em suas cores eternas.
VÁ PARA O INFERNO MUSTAPHÁ!!!!

Quantos jogos o Valdivia ja esta jogando sem se machucar hemm??Estou adorando ve-lo em campo com vontade e esbanjando toda sua técnica nos campos tupiniquins!!!

Os comentários estão desativados.