Categorias
Verdão na Mídia

VERDÃO NA MÍDIA 17-11-2014: Palmeiras tem ingressos esgotados para estreia na Arena Palestra ❘ UOL ESPORTE

NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

• Palmeiras tem ingressos esgotados para estreia na Arena Palestra

Os ingressos para a partida entre Palmeiras e Sport, às 22h desta quarta-feira (19), estreia do time alviverde na Arena Palestra, estão esgotados. Segundo o clube, 32 mil entradas foram comercializadas de forma antecipada e o restante se esgotou em seguida nas bilheterias do estádio e nos postos de venda.

De acordo com o Palmeiras, ainda há ingressos para torcedores portadores de necessidades especiais, que deverão comprar as entradas na bilheteria do estádio, onde realizarão um cadastro.

A presença deste torcedor na bilheteria é indicada, mas não obrigatória; caso não tenha condições, ele pode enviar os documentos por meio de seu acompanhante. O clube recomenda que os torcedores se dirijam ao estádio na tarde desta segunda, até as 17h.

Já os torcedores do Sport poderão comprar ingressos somente no dia de jogo, a partir das 17h até o intervalo da partida. A entrada no setor de visitantes custa R$ 250.

A venda aos sócios-torcedores, que durou até a manhã desta segunda, foi dividida em algumas fases, de acordo com a pontuação e o plano escolhido no programa Avanti. No primeiro dia de vendas, na última sexta (14), a alta procura e o cadastro de novos clientes gerou confusão na comercialização dos bilhetes.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

••

NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

• À espera de Valdivia, Verdão refuta festa e estreia na arena vira ‘vida ou morte’

A tão esperada volta do Palmeiras para o seu estádio acabou um pouco ofuscada depois da derrota para o São Paulo, nesse domingo. A dois dias do reencontro com o seu estádio, o elenco alviverde refuta qualquer possibilidade de festa. O grupo fala apenas em fazer do Allianz Parque um caldeirão. E de preferência com Valdivia na equipe.

O camisa 10, principal atleta deste elenco, está com a seleção de seu país e na terça-feira tem amistoso contra o Uruguai. Antes de seguir para La Roja, o Mago havia dito que estaria no Brasil a tempo de enfrentar o Sport, pois é seu desejo estrear, como capitão, no reformado Palestra Itália. Apesar do discurso do jogador, o técnico Dorival Júnior ainda quer uma conversa com Valdivia para garanti-lo diante do Sport.

– Todo o craque faz falta, e para qualquer equipe. O Palmeiras tem um jogador que faz a diferença, e quero contar com ele a qualquer momento. Vamos ver em que situação ele chegará (de viagem) e a disposição do atleta – disse Dorival Júnior.

Com ou sem seu armador, o Palmeiras precisa vencer para deixar a zona de rebaixamento mais longe: são três pontos de distância. Por tal necessidade, qualquer festa por conta do estádio ficará em segundo plano. 

– É festa para o torcedor, não para a gente, pelo contrário. Até para a gente a estreia da arena vai criar um fato novo, porque de repente um jogo normal não teríamos (casa cheia) e temos de fazer do Allianz Parque um caldeirão. A torcida nos momentos de dificuldade vai ter de empurrar o time, porque agora, mais do que nunca, o Palmeiras precisa dela – analisou Fernando Prass.

– Agora são menos jogos, a pressão muito grande. Temos um jogo em casa e depois fazemos dois fora (Coritiba e Internacional). É complicado você deixar para definir a situação na última rodada, porque aí todos jogam no mesmo horário, e você não está com a cabeça no jogo…Este jogo (contra o Sport) se tornou de vida ou morte para a gente – encerrou.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ LANCENET

••

NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

Dorival nega pressão maior por reabertura: “Prefiro jogar em casa”

Após duas derrotas seguidas, o Palmeiras tem um jogo chave na próxima quarta-feira, às 22 horas (de Brasília), para fugir do rebaixamento no Campeonato Brasileiro. O duelo contra o Sport, no entanto, era tratado até o momento como uma festividade pela diretoria alviverde, pois marcará a inauguração do reformado Palestra Itália. Ainda assim, Dorival Júnior não teme maior pressão pela cerimônia.

“Para nós são duas coisas completamente diferentes: a festa é uma coisa e o nosso dia-a-dia é outra. O Palmeiras precisa do resultado, precisa do torcedor ao lado, e não tenho dúvidas de que vai nos apoiar nesse momento”, disse o treinador palmeirense, ciente da responsabilidade que carrega na próxima quarta.

Dorival Júnior, porém, não tem dúvidas: “Eu prefiro jogar na minha casa”, garante o treinador, que relembra outras equipes que sofreram por jogar longe do estádio. “Foi um prejuízo muito grande para todas as equipes que deixaram de jogar em seus estádios, com certeza tiveram problemas e brigaram contra o rebaixamento. Esse é um prejuízo considerável”, explicou.

Até mesmo o exemplo do Corinthians, que estreou a Arena em Itaquera com uma surpreendente derrota para o Figueirense no primeiro semestre, não assusta o comandante palmeirense. “Se o Corinthians estreou com derrota, o problema foi deles. O Palmeiras tem tudo para trabalhar, fazer de uma maneira correta e buscar a vitória”, completou Dorival.

Entre os jogadores, o discurso também é parecido com o que foi adotado por Dorival Júnior para projetar o jogo desta quarta-feira. Apesar de o confronto diante do Sport ser a reabertura do Palestra Itália, o foco do elenco alviverde, para evitar uma pressão ainda maior na reta final, será apenas dentro de campo.

“A conta que a gente faz é o próximo jogo, temos que pensar jogo a jogo, e esse jogo contra o Sport será importante para nós. É um momento especial para todos no clube, mas conversamos no vestiário que o maior foco será o duelo contra o Sport, independente de ser a casa nova”, garantiu o atacante Diogo.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GAZETA ESPORTIVA NET

••

NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM 

• Dorival quer Valdivia na abertura da Arena e espera sinal verde do Mago

Por Marcelo Hazan

O meia Valdivia voltará a tempo de enfrentar o Sport, quarta-feira, às 22h (horário de Brasília), na inauguração da Arena Palmeiras? Essa é a pergunta ainda sem resposta no clube. Se depender da vontade do técnico Dorival Júnior, o Mago estará em campo no jogo decisivo para o time na reta final do Brasileirão. Na terça-feira, o meia tem compromisso pelo Chile, em diante do Uruguai.

– Todo craque faz falta. E o Palmeiras tem um jogador que faz a diferença: Valdivia. Quero contar com ele em qualquer momento, desde que nos passe uma condição de que queira atuar. É isso o que eu quero ouvir. Vamos esperar para ver em que situação chegará e qual será a disposição do atleta – disse o comandante.

O jogador já falou várias que quer participar da inauguração da Arena. Por isso, deverá se esforçar para estar em campo. No Chile, ele assistiu ao clássico contra o São Paulo.

Sem Valdivia, o Palmeiras perdeu o clássico do último domingo contra o São Paulo, por 2 a 0, no Morumbi. A derrota deixou o time apenas três pontos à frente da zona de rebaixamento: tem 39 e a Chapecoense, 17ª colocada, possui 36 pontos. Por isso, o confronto com o Sport ganhou caráter decisivo.

– Valdivia dispensa comentários. Sempre que esteve em campo fez os resultados dos jogos serem diferente. Espero que ele jogue o próximo e nos ajude nessa hora tão importante – afirmou Juninho.

Valdivia brilhou no primeiro amistoso do Chile, na última sexta-feira. O Mago participou ativamente da goleada por 5 a 0 sobre a Venezuela, com gol e atuação de destaque. Agora, o Verdão vive a expectativa pelo seu retorno antecipado.

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ GLOBO ESPORTE COM

••

NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

• Atrás de reeleição, Nobre fecha mandato com 13 clássicos e uma vitória

Acabou com derrota o último clássico de Paulo Nobre em seu mandato de dois anos no Palmeiras. Na disputa pela reeleição, o presidente palmeirense completou amarga sequência: de 13 clássicos, empatou seis, perdeu outros seis e venceu um. 

A última das derrotas de Nobre, mostrava o retrospecto, era provável. No Morumbi, palco do confronto de domingo, o São Paulo não perde para o Palmeiras há 21 partidas, desde 2002. O favoritismo se confirmou em campo e os são-paulinos ganharam por 2 a 0, gols de Luís Fabiano e Toloi. 

Para Nobre, o dia de mais uma derrota em clássico não foi nada fácil. A caminho do Morumbi, dentro do ônibus do Palmeiras, ele viu o próprio carro, que vinha atrás, ser atingido por uma bomba jogada por são-paulinos. Como o veículo era blindado, nada houve com o segurança do presidente palmeirense que estava ao volante. Depois, em campo, ele ainda viu o time ser derrotado outra vez.

Em seu mandato que chega à reta final, Nobre teve um início de gestão marcado por empates. O time estava na Série B e, mesmo reformulado no começo de 2013, escapou das derrotas. Jogou por quatro vezes no Campeonato Paulista do ano passado e empatou todas. Na última delas, porém, foi eliminado pelo Santos nos pênaltis. 

Já nesta temporada, o Palmeiras iniciou de forma promissora e venceu justamente o São Paulo com gols de Valdivia e Alan Kardec. O centroavante deixaria de vestir a camisa palmeirense pouco tempo depois, justamente por diferenças em negociação com Nobre. E, desde então, o time não conseguiu mais ganhar.

Paulo Nobre, dessa maneira, encerra seu mandato sem superar o Corinthians e o Santos. 

Confira os 13 clássicos da era Nobre no Palmeiras:

17/02/2013 – Corinthians 2 x 2 Palmeiras

10/03/2013 – São Paulo 0 x 0 Palmeiras

24/03/2013 – Palmeiras 0 x 0 Santos

27/04/2013 – Santos 1 (4) x (2) 1 Palmeiras 

02/02/2014 – Palmeiras 2 x 0 São Paulo

16/02/2014 – Corinthians 1 x 1 Palmeiras

23/03/2014 – Santos 2 x 1 Palmeiras

17/07/2014 – Santos 2 x 0 Palmeiras

27/07/2014 – Corinthians 2 x 0 Palmeiras

17/08/2014 – Palmeiras 1 x 2 São Paulo

19/10/2014 – Palmeiras 1 x 3 Santos

25/10/2014 – Palmeiras 1 x 1 Corinthians

17/11/2014 – São Paulo 2 x 0 Palmeiras

Leia aqui a matéria completa → NOTICIÁRIO ❘ UOL ESPORTE

••

BLOG PITACOS DO PALESTRA ❘ LANCENET

• Ainda bem que Valdivia volta na quarta…

Por Thiago Ferri

Marcelo Oliveira fez um bom jogo no Morumbi. Capitão, o volante correu, marcou, mas teve de fazer mais: levar o Palmeiras ao ataque. Só que esta não é sua função. Como consequência, o Verdão fez um péssimo primeiro tempo, até melhorou no segundo, mas pecou pela falta de qualidade no ataque.

Criar uma jogada era um sofrimento. Wesley mais uma vez foi mal, Felipe Menezes mais uma vez foi sonolento, e o Palmeiras sem Valdivia foi mais uma vez muito limitado.

Não bastasse a inoperância à frente, os cochilos na defesa foram fatais. O técnico time tricolor não perdoou o erro de posicionamento da defesa, e o vacilo do garoto Nathan para abrir o placar. No fim, Toloi ficou livre para definir o jogo.

Um resultado justo. Muricy Ramalho tem em seu time Michel Bastos, Ganso, Kaká, Alan Kardec, Luis Fabiano… Dorival Júnior tem Henrique, Mazinho, Felipe Menezes, Cristaldo…a diferença é muito grande.

Até por isto o Tricolor “pôde” ser encurralado no segundo tempo, pois quando a chance aparecesse, mataria o jogo, como o fez. O Palmeiras, por outro lado, martelou por quase 33 minutos no segundo tempo e em nenhum momento Rogério Ceni foi obrigado a trabalhar. A postura foi melhor do que a do primeiro tempo, mas isto não foi suficiente para nivelar os dois rivais no Choque-Rei.

A rodada, que começou bem para o Verdão, deixou o time mais próximo da zona de rebaixamento. Agora são só três pontos para o grupo da degola. A estreia no Allianz Parque, quarta, terá a pressão de evitar que o Palmeiras nesta reta final volte a correr forte risco de volta à Série B.

Ao menos, Valdivia voltará. Com o camisa 10, o time tem uma opção com boa técnica. E as apresentações do meia no Brasileiro tem sido elogiáveis. Sem ele, a volta para o estádio nesta semana poderia ocorrer em um ambiente bem mais pesado. É difícil esperar algo de bom desta equipe sem ele em campo.

Leia aqui a matéria completa → BLOG PITACOS DO PALESTRA ❘ LANCENET

•• 

BLOG DO ROBERTO AVALLONE ❘ UOL

• Deu São Paulo contra um Palmeiras tão limitado…

Como se esperava, o São Paulo venceu o Palmeiras. E o tricolor nem precisou fazer muito esforço para estabelecer 2 a 0 (gols de Luís Fabiano e Rafael Tolói), pois eram tantas as limitações da equipe palmeirense que bastou aproveitar as chances mais claras de gol.

Simples assim.

Na verdade, as campanhas dos dois rivais falam por eles. Enquanto o São Paulo ainda tem alguma chance de brigar pelo título- está a quatro pontos do líder Cruzeiro, com um jogo a mais- o Palmeiras amargou neste domingo a sua quinta derrota em clássicos regionais neste Campeonato Brasileiro, onde volta a correr risco de rebaixamento: perdeu as duas partidas para o São Paulo, as duas para o Santos e teve uma derrota e um empate frente o Corinthians. No total, tem 17 (!) derrotas na competição.

Na crônica do placar anunciado, o São Paulo teve o domínio do jogo no primeiro tempo, mesmo sem contar com um Kaká brilhante como em outros jogos ou um Alan Kardec- tirando a cabeçada que deu em fantástica defesa de Fernando Prass- mais ágil, compensando, no entanto, com boas atuações dos laterais Michel Bastos e Hudson e a volta à boa forma do artilheiro Luís Fabiano.

No segundo tempo, o Palmeiras insinuou que reagiria, teve mais posse de bola, mas e daí? Como chegar ao gol com as pífias atuações de Wesley (que saiu logo), Felipe Menezes, Juninho, Mazinho, Henrique, Diogo… É muita limitação!

Houve queixa de pênalti de Denilson em Diogo não marcado, mas é uma jogada duvidosa: Denílson tentou agarrar Diogo fora da área, este levou vantagem e, dentro da área ficou a impressão de Denílson ter roubado a bola sem tocar no atacante palmeirense. A dúvida não basta para amenizar a inferioridade palestrina, desse Palmeiras que já foi o “Rei dos Clássicos” e agora parece inofensivo.

Que não seja contra o Sport, na inauguração oficial de sua Arena, pois se não conseguir a vitória- empurrado pela torcida que deve ser grande- estará em apuros, pois ficou a apenas 3 pontos da zona da degola. O próprio Fernando Prass disse: “Esse jogo, para nós, agora será de vida ou morte”.

Aflito Centenário este do Palmeiras

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO ROBERTO AVALLONE ❘ UOL

••

BLOG DO RODRIGO MATTOS ❘ LANCENET

• Palmeiras só cai com tragédia; Botafogo precisa repetir Flu para se salvar

Dos dois grandes times brasileiros envolvidos na briga contra o rebaixamento, o Botafogo depende de uma arrancada só obtida uma vez na história do Brasileiro de pontos corridos pra se livrar da Série B. Já o Palmeiras cai apenas se ocorrer uma situação bem rara no Nacional. É o que mostra o histórico do campeonato após a rodada do final de semana, com derrotas de ambos em clássicos contra Fluminense e São Paulo, respectivamente.

Em geral, quando faltam apenas quatro jogos para acabar o Brasileiro, os quatro times que estão na zona de rebaixamento costumam cair para a Segundona. Mas, claro, houve mudanças na degola nos jogos finais. Na verdade, foram cinco alterações em 10 edições. A questão é: qual a diferença que é possível inverter na etapa final da competição?

Pois bem, com 33 pontos, o Botafogo está a quatro pontos do primeiro time fora da zona de rebaixamento, que é o Coritiba. Só há uma vez que uma equipe conseguiu superar essa quantidade de pontos ou mais: o Fluminense em 2009 e, coincidentemente, contra a agremiação paranaense.

Naquele campeonato, o Fluminense tinha cinco pontos a menos do que o 16o colocado do Brasileiro a quatro rodadas do final. Esse time era o Botafogo, que estava empatado em pontos com o Coritiba. Quem acabou rebaixado foram os paranaenses.

A situação do Palmeiras é muito, muito mais confortável. Com três pontos de vantagem sobre a zona de rebaixamento, 39 contra 36 da Chapecoense, o time paulista apenas cairia se ocorresse uma verdadeira tragédia. Há apenas duas equipes em 10 anos que sofreram rebaixamento com essa diferença nesta altura do campeonato.

Além do Coritiba, já citado, o outro caso é do Criciúma em 2004: tinha uma vantagem de três pontos sobre o Flamengo, 17o colocado a quatro jogos para o final naquela ano. A equipe catarinense acabou o campeonato entre os quatro últimos. Ou seja, os números mostram ser bastante improvável a salvação do Botafogo, assim como a queda do Palmeiras.

Leia aqui a matéria completa → BLOG DO RODRIGO MATTOS ❘ LANCENET

••

COLUNA DO PAULO VINÍCIUS COELHO ❘ FOLHA DE S.PAULO

• O anfitrião

Kaká, Luís Fabiano e Ganso aproveitaram a imensidão de espaço na cabeça de área do Palmeiras. Foi a pior partida de Nathan desde sua estreia, mas a diferença entre os dois times é ter alguém criativo ou não ter. Sem ser brilhante, o São Paulo teve. É incrível como Valdivia faz falta. O Palmeiras não precisava de pressão extra na inauguração do estádio.

••

VÍDEO ❘ ESPN BRASIL

• PVC: ‘Palmeiras fará final de campeonato contra o Sport e não tem alternativa a não ser vencer’

PVC analisa a situação do Palmeiras no Campeonato Brasileiro após a derrota para o São Paulo no domingo, por 2 a 0, pela 34ª rodada. Para o comentarista, só existe uma possibilidade para a equipe de Dorival Júnior diante do Sport na quarta-feira: vencer. 

Assista aqui → VÍDEO ❘ ESPN BRASIL

••

50 respostas em “VERDÃO NA MÍDIA 17-11-2014: Palmeiras tem ingressos esgotados para estreia na Arena Palestra ❘ UOL ESPORTE”

Na questão do garoto da base Gabriel Fernando, os urubus da press e internos estão só na expectativa e jogando óleo no fogo. Se o moleque é bom, se faz um plano a lá Neymar e investe no garoto….. afinal, quem investiu em weldinho, sleep, bruno césar, juninho, maninho e outros…..pode arriscar uma grana com quem joga bola. E a torcida paga sr. Nobre/contursi.

Confesso que estou receoso quanto a esse jogo. Vai ser osso e precisamos vencer de qualquer jeito. Alguém da diretoria já fez contato com o Del Nero? Pressão na arbitragem, pessoal. Não para nos favorecer, mas principalmente para não nos prejudicar.

Eu estou cada vez mais ansioso para o jogo de amanhã, última vez que pisei naquele estádio foi contra o Grêmio, em uma garoa chata, 4×2 para nós…

Sem Valdívia amanhã vai complicar muito, vai ser difícil, mas só dá para sair de lá com vitória.

Conta aqui pra nos Adeilson, que vantagem pessoal vc esta levando com a eleição do nobre? Porque defender um
Presidente que aumentou nossa divida em 150 milhões ( ate agora) e conseguiu a proeza de montar um time pior que o tirone, deixar a arbitragem sapatear na nossa cabeca, sendo afilhado politico do atual mandatario da CBF, realizar a maior campanga anti- marketing ja vista na historia da nossa Instituicao, só pode ser justificado por isso ! Nao consigo entender como alguém pode defender e elogiar esta gestao ! E vou dizer abertamente : nao tenho NADA pessoal contra o nobre, apenas quero o Palmeiras de volta!

Nos eixos do rebaixamento, só se for. O cara não fez quase nada que preste, e o pouco que fez não foi por conta própria. Não conseguiu patrocínio, não aumentou receitas, não montou time decente, contratou dezenas de perebas e inflou a folha de pagamentos (time ruim e caro), perdeu os melhores jogadores por picuinhas (só não perdeu o Mago pq os árabes desistiram), brigou com nosso maior parceiro e atrasou a entrega da arena, está lutando pra fugir do rebaixamento, isso tudo em pleno CENTENÁRIO. Agora me diga, como ele está colocando o Palmeiras nos eixos? Desculpe, mas volte para o mundo de fantasias criado pelo brancazzo, pq aqui ninguém é cego…

Palmeiras de 2015, de Paulo Mustaphá Jr. e Mutaphá Contursi:
Bruno ou Deola, tendo ainda o Sérgio que segundo Paulo Nobre está bem fisicamente, Wendel, Weldinho, Lúcio, Chicão, Juninho Pampers, Marcelo Oliveira, Vitorino, Eguren, Felipe Menezezzzzz, Mazinho, maixkon Leite, Henrique, Daniel Lovinho, Leandro Amaro, Pikachu, Bruno César.
Técnico Gilson Kleina, Diretor de Futebol Salvador Hugo Palaia, assesorrado por Frizo.
E AINDA VÃO VOTAR NO CARA.

Adenilson, meu querido. Realiza. Em um jogo, sem time, mas na inauguraçao da Arena a renda vai bater mais de 3milhões. Equivalente a mais de 3 meses de faturamento do Avanti. Entrega um time de verdade pra gente que a torcida segura o rojão da grana. Vamos voltar a pensar grande. Esse pensamento aí, com o time beirando rebaixando em nome da tal austeridade, é muito pequeno.

Certíssimo Maurizio. Aqui em MG o América não deve quase nada, tem estadio próprio que aluga pro galo (sim, o Independência É do coelho e não do galo) e dizem que todas as suas contas são em dia. O galo deve até até as próprias penas, sua “casa” é alugada, agora pergunta qual torcedor é mais feliz: o do galo ou o do América? Nem precisa responder, não é. PN, o Palmeiras NÃO É BANCO! A SEP é time de futebol e um dos mais tradicionais e vencedores do MUNDO. SÓ ISSO!

oi Paulo Nobre, tudo bem? pode falar que é vc, a gente sabe, não precisa inventar nome não, pq é só vc pra estar te defendendo né?

hà hà há há!

Com mustafá rebaixado em 2002. Com mustafá indicando Tirone, rebaixado em 2012. Com mustafá apoiando o seu filhinho, nessa draga em 2013 e 2014, sem centenário, sem patrocínio, com negociações que seriam caso de demissão em qualquer empresa.

Com Belluzo, Parmalat, nova arena, jogos ao menos de igual para igual, não menosprezo à marca, patrocínios, etc etc. E chega dessa balela de “sem dinheiro”. Qualquer um que pegasse o clube em situação financeira delicada, e que fosse palmeirense, equacionaria a situação aumentando a arrecadação e não vendendo as calças.

O Palmeiras precisa ser gerido como Gigante que é.
Como brasileiro que sabe ser.
Valorizando a torcida inacreditável que tem pelo Nordeste, sul, interior, centro oeste, no Rio de Janeiro, etc etc.

Chega dessa turma que quer ser Juventus.

E para encerrar … Sou sócio avanti, a muito tempo. Quanto recurso foi captado até agora? quanto foi investido no futebol e quando vai para as piscinas e festas do clube social deficitário???? Talvez a campanha correta, já que sócio torcedor não vota, fosse para os palmeirenses ficarem sócios do clube, participassem das eleições e diminuíssem o percentual de Não palmeirenses que frequentam as piscinas e não estão nem aí para o maior ativo do clube, o futebol e sua imensa e apaixonada torcida.

Mas para evitar isso, o atual staff mustafento aumentou para quanto o custo de associação?????

Prestem atenção “nobres” palmeirenses e parem com essa argumentação com o “medo” da alternativa, para justificar a maior incompetência da nossa história centenária.

É isso aí, Adeilson. Paulo Nobre está colocando nos eixos o Palmeiras. Perdendo todos os clássicos, tomando de seis uma vez por ano, contratando Weldinho, Felipe Menenes….

Palmeiras ganha do Sport.
Botafogo empata ou perde do Figueirense.
Florminense ganha do Chapecoense.

Criciúma e Bahia então não podem mais alcançar.
Chapecoense só empataria em pontos mas perderia no critério do número de vitórias.

Botafogo teria que ganhar os três que faltam e o Palmeiras perder os três.
Ou seja, um empate do Palmeiras nos três últimos ou um do Botafogo resolveria a parada. Um dos jogos do Botafogo é contra a Chapecoense. Muito provável essas hipóteses.

Dessa forma, situação resolvida! Pode apostar.
E isso sem contar Vitória e Coritiba que podem se enrolar.

Se tudo correr bem, domingo acaba esse martírio.
Depois, na eleição, esperamos acabar com os mustafentos.

E quem sabe tudo se endireita rumo ao centenário do Palmeiras em 2042, já que o do Palestra foi arruinado por esse direção maldita.

palmeirense caindo pra segunda e votando no Nobre é tipo paulista sem água votando no Alckmin.

O Dorival chegou e até agora ainda não sabe, que Mazinho, Felipe Menezes, Juninho, Diogo…não tem o sangue nos olhos que nós clamamos, não admitimos a apatia destes caras. Fora com estes amebas!!!

O palmeiras vai empatar com sport e ganhar do atlético-pr. Perderá os demais, talvez se salve pela ruindade da concorrência.

Temos que fazer campanha contra Nobre no dia da eleição lotandoba turiassú,senão mais dous anos de chacota dos rivais e sofrimentompra não caír.

Avanti passa dos 60 mil inscritos……A inauguração do Allianz Parque impulsionou mais de 10 mil adesões apenas nos últimos 7 dias. Com 60 mil sócios, o Palmeiras mira agora o Top 3 dos clubes brasileiros. Os mais próximos são Corinthians, com 63.600 e o Cruzeiro, com 66.200. Internacional e Grêmio são os líderes, com 125.700 e 80.000 sócios, respectivamente……… meu Deus, como pode um clube com um potencial desses estar lutando para n cair no centenário….e “cheio de dívidas”????

E como sempre,….. nossa torcida e a tupiniquim press “esqueceram” o pênalti em Diogo aos 4. minutos. Virou normal, garfar o Palmeiras. Aliás….nem falta foi maracada e tinha um árbitros, 1 bandeirinha e um juiz de liga com visão clara do lance………. na direção das gibas tem mais homens do que boi Palmeiras. Afinal, a todo mundo pode sacanear a Geni do futebol e estamos mais preocupados com a política interna. Que venha Pescamona, pois chega de banana no comando do clube.

Além de pênalti, era lance de expulsão, por ser uma chance clara de gol. Mas então você lê o que escreveu um Avallone da vida, um pouco aí acima… Covarde, dá vontade de vomitar.

Com aquela carinha de danoninho do tal PN ninguém vai tremer na base. Faz aquilo contra o time de um Kalil, Eurico, o cara mijada (andrés) prá ver o escarceu que acontece. Periga é levarmos outra maozada do apito contra até o Sport.

Nossa, esse tal de PN estragou tudo quanto é festa no centenário do clube!!!
O Centenário foi comemorado de forma apática e agora, a estréia no novo P.A, ao invés de festa virou questão de vida ou morte!!!

O tal de PN é tão lixo, que nem forçar para que o jogo fosse transmitido pela TV aberta ele fez. Sou palmeirense e não vou poder assistir a inauguração da arena porque a TV já anunciou prá amanhã jogo do flamengo aqui para MG. O Palmeiras simplesmente SUMIU da TV e a culpa é deste desgraçado que montou este time horrivel que ninguém além de nós palmeirenses se interessa a assistir, então excluiram o Palmeiras da TV. PN, maldito desgraçado SUMA DO PALMEIRAS!

E ai rapaziada frequentadora do 3VV! Quem estará presente na inauguração do Allianz Parque ? de qual setor estão ? Vou de Gol Sul !

Vou de cadeira central oeste, foi o que sobrou quando liberou meu rating pra comprar, mas fora o preco, nem tenho do que reclamar.

São 17 derrotas. Praticamente UM TURNO INTEIRO do campeonato, só de derrotas…..
Meu Deus, e ainda tem coitados que acham isso bom, que o time tá no caminho certo….Quanta mediocridade numa só pessoa.
De pensar que Paulo Nobre manterá a tal “espinha dorsal” do time (Felipe Meneses, Mazinho, Mendieta, Juninho Ameba, Diogo e Henrique Pereba) e se juntarão em 2015 para os campeonatos paulista e brasileiro: retorno dos emprestados: Leandro Amaro, Mauricio Ramos, Pedro Carmona, Ivo, Tiago Real, Maikon Leite, Vinicius. De novidade só o velho zagueiro gambá Chicão.

“Palmeiras só cai com tragédia”… Esqueceram de falar que tragédia de 2000 pra cá é com a gente mesmo. TO P.U.T.O, DEVOLVAM O PALMEIRAS!

Eu acho que o Valdivia só não jogará na quarta se ele se arrebentar amanhã no jogo do chile. Dessa vez acredito que ele tá “querendo” jogar mesmo, principalmente na estréia da casa nova, afinal, quem entrar em campo quarta vai ficar na história do Verdão (que triste, ver juninhos da vida marcarem presença nesse jogo…). A torcida vai fazer sua parte, espero que o time faça também!

Dorival (assim como nós) esta rezando para o Valdivia voltar, mas ele também tem que ajudar o Mago, pois se continuar a escalar Juninho cagones, Marcelo Oliveira, Menezes, Diogo, e mais um monte de tranqueira que tem lá. Nem com magia.

Paulo Nobre vá para o inferno junto com seu mentor o Mustaphá e seus aliados. Tenha vergonha na cara, deixe o Palmeiras em paz. E AINDA VÃO VOTAR NO CARA.

Os comentários estão desativados.