Categorias
Opinião

Opinião: Diretas Já!!

 

Por Vicente Criscio

Numa semana de muitas promessas mas poucas realizações o que mais me chamou atenção foi um tuíte do movimento Diretas Já para a SE Palmeiras.

Nele os autores – apartidários, que não são nem pró nem contra a atual gestão nem a qualquer outra – pedem basicamente duas coisas (o link para o texto está no twitter @DiretasJaSEP ou clicando aqui você tem acesso ao texto complet0):

***

1) Queremos que Paulo Nobre cumpra sua promessa de campanha, consolidada no item 5 do seu plano de governo, e apresente para votação dos associados uma proposta de reforma estatutária ainda no primeiro semestre de 2015.

2) Queremos a publicização da proposta em debate na Comissão Estatutária, para amplo escrutínio de todo torcedor palmeirense. Uma verdadeira proposta de democratização e profissionalização da Sociedade Esportiva Palmeiras deve contemplar:

a. Direito de voto do Sócio Torcedor;
b. Eliminação de todo e qualquer cargo vitalício;
c. Gestão autônoma e separada para o futebol em relação ao clube social.

***

Seria um enorme avanço. Enorme! O voto do sócio torcedor – atualmente em torno de 60 mil – permitiria uma democratização com poder para aquele que vê o Palmeiras do ponto de vista do futebol. Naturalmente que o voto do sócio do clube já foi uma conquista, mas ainda é pouco, considerando que no último pleito de 10 mil sócios apenas 4 mil apareceram para votar. E mesmo com uma gestão questionada por muitos pelos péssimos resultados no futebol, o sócio do clube a reelegeu com grande folga.

Poderia até ser reeleita pela torcida, o que do ponto de vista de “legitimidade” seria mais consistente. Mas não foi!

Mas mesmo que consigamos o voto do sócio torcedor, ainda há cuidados a se tomar.

cuneo-racing-presidenteO Racing, campeão argentino esse ano, conquistado no domingo de 14/dez, teve eleições diretas no mesmo dia. (cito o Racing apenas porque teve eleição semana passada e a campanha prá Presidente em Buenos Aires foi prás ruas)

O Racing tem cerca de 50 mil sócios. 40 mil com pagamento em dia. mas apenas 17 mil com condições de votar. E desses, só 10 mil sócios foram votar. Eram quatro chapas.

A chapa do atual Presidente ganhou mais três anos de mandato, com mais de 50% dos votos (a chapa do candidato Cúneo, da foto ao lado, ficou em segundo; este cartaz estava na torre da principal avenida de Buenos Aires).

Ou seja, parece um exemplo pequeno mas há lições aqui. Uma é sobre o colégio eleitora. Se queremos o voto do torcedor, temos que dar direito ao maior número possível. Me parece que na interminável reforma estatutária comandada por uma comissão de conselheiros, colocará restrições. Isso é preocupante. Mas temos que esperar para ver.

O segundo ponto: mesmo com o voto do sócio torcedor não se elimina um problema na origem. Qual problema? Há que se separar a gestão do clube social e do futebol. Isso é mandatório! Não se pode ter um futebol gerido por amadores. Mesmo que o Presidente seja eleito por uma parcela maior de torcedores do futebol, há que se constituir uma gestão profissional que responda a esse Presidente eleito e um grupo de “conselheiros” (não os 300). Gestão essa independente do clube social, dado que um é condomínio e lazer, o outro é negócio e paixão.

Claro, há efeitos colaterais. Se na última campanha muita grana já rolou, imagine uma outra onde a batalha pelo voto está fora do clube social. O poder econômico de um candidato com uma competente assessoria de imprensa pode fazer a diferença. Caberá ao torcedor entender a dimensão da importância do seu voto e se informar para votar no que ele acreditar que seja o melhor para a SEP. Mas como regular isso para as chapas disputarem em igualdade de condições? A se pensar…

Por outro lado e apesar dos efeitos colaterais, a abertura para o voto do sócio-torcedor ainda é o melhor caminho. Mas não pode ser sozinha. A pauta da gestão profissional e da Governança (onde os “políticos” definem metas e cobram os gestores, mas não se metem na “operação”) são fundamentais para o sucesso do modelo como bem lembra o manifesto.

Enfim, a demanda dos autores do movimento Diretas Já é justa e oportuna. Precisa ser viabilizada. Mas não pode ficar apenas nela mesmo. Ela não é um fim, é parte do processo. Processo para engajar esse torcedor em um contexto mais amplo e mais importante do que “apenas” pagar para votar e ter descontos em ingressos.

Mas essa também seria uma outra etapa.

***

Enquanto isso a torcida espera notícias para o curto prazo. Com certa dose de razão. Se Zé Roberto vier, apesar da idade, será uma grande ajuda. Mas sozinho não fará verão. O Palmeiras precisa de um elenco de qualidade para disputar Brasileiro e Copa do Brasil. Esses devem ser os alvos. Não apenas com jovens e promissores jogadores, mas também com jogadores experientes, cascudos, e bons! Aí sim!

***

A renovação do contrato do garoto Gabriel ainda é uma incógnita. Aparentemente o Palmeiras não quis assumir o risco de ficar com a maior parcela dos direitos econômicos e abriu mão desse direito. Ficou com apenas 30%. O tempo vai dizer se foi um bom negócio pro Palmeiras ou não.

Assunto para próximas colunas.

***

O 3VV estará ativo até dia 24. Fique por aqui. Mas aproveito para enviar meus votos de um Natal de muita paz, harmonia e alegria.

Celebre à vida.

E espero que no plano pessoal e profissional 2014 tenha sido bom prá você! E 2015 será melhor.

Sem dúvida!

Fique conosco…

Abraços e Feliz Natal.

64 respostas em “Opinião: Diretas Já!!”

O Paulo Nobre só ouve o Mustafá. O cara sabe que a torcida paga e é possível sim termos grandes
jogadores. A questão é que não há interesse em brigar por títulos. O Palmeiras é um clube social
hoje que necessita do dinheiro do futebol pra se manter, a única coisa que os dirigentes não querem
é o rebaixamento pra não perder dinheiro e a grana do sócio torcedor.

Exatamente, Sergio. Hj o Palmeiras e’ um clube social que tem um time de futebol (catado) ex-colônia em decadência vertiginosa. Pra eles pouco importa até cair pra segundona. Virou rotina!! Além de sermos rebaixados por todos no cenário brasileiro. A maioria já fala que somos um time mediano. E acho quase IMPOSSIVEL o Palmeiras achar patrocinio acima de 12, 15 milhões, pois, as empresas sabem que a mentalidade e’ mediana, de contratar craques e disputar os títulos. Coincidência ou não, estamos quase 2 anos sem patrocínios e isso vai durar muito tempo, caso o Paulo Mole não se rebele contra essas famiglias e contrate ao menos 2 craques. O resto e’ fantasia da nossa enganada torcida que “acham” que Leandro Banana, Amaral, Girotto e outros cabeças de bagres que estão chegando a baciadas nos levarão a títulos e aos gordos patrocínios.

E com essa brincadeirinha do Paulo Mole insistir em cair nos mesmos erros, contratando jogadores medíocres (com raras exceções) a baciadas, continuamos sendo desdenhados pelas empresas. E já vamos pra quase 2 anos sem patrocínios. Enquanto isso… Flamengo, Galo, Cruzeiro já conseguiram essa semana ótimos patrocínios …acima de 20 milhões/ano. Até o FlorminenC esta’ conseguindo, já que luta pra ficar com Fred e Conca e pensa grande. O Palmeiras do Paulo Mole esta’ sendo rebaixado pra time mediano no cenário nacional …tudo por CULPA DELE…PELA ABSURDA FALTA DE OUSADIA EM CONTRATAR ALGUNS CRAQUES… que atrairia as tvs e os patrocínios. Nossa torcida tinha que fazer pressão pra esses cabeças de bagres contratados pelo Paulo Mole, virasse moeda de troca ao próprio Nobre…e assim pagariamos as dividas com o mesmo usando esses jogadores medianos que ele (Nobre) contratou, e que estamos carecas de saber que não vingarão…pois, no Palmeiras a camisa pesa muito e jogadores medianos não conseguem jogar. Fato mais que provado ao longo de décadas.

O problema do Palmeiras é o proprio Palmeiras, cade os 30 milhões do Pescarmona? agora que acabou a eleição deveriam se unir pelo time, mas como diz a giria do tecnico Luxa, ‘isso é coisa de moleque ta xeto” sai a turma do belluzzo, entra a turma de nobre/mustafa, Ai agora a Samsung cobrando 20 milhões de multa antiga, parece que esses dirigentes entram no clube e se alienam?? Essa adidas então? Pesquisas apontam que Palmeiras vende mais camisas e tal, mas a adidas ta lá sempre ‘puxando’ saco de flamengo, diretores e tals, tem que conversar com uma empresa que ‘negocie’ com Palmeiras, ”Propondo contrato de exclusividade porque, Palmeiras é a prioridade! É isso que falta!

Aliás, o Fluminense está competindo pau a pau com o Palmeiras prá ver quem contrata mais jogadores meia-boca até o fim do ano.

Os comentários estão desativados.