Categorias
Resenha dos Jogos

Pós Jogo Palmeiras 1×1 Atlético PR: salvos pelo Santos

Acabou. O ano que deveria ser da maior festividade palmeirense terminou de forma melancólica.

O Palmeiras não ganhou do Atlético PR em casa. Não caiu. O Santos em Salvador ganhou do Vitória e assim o Palmeiras ficou na 16a posição do campeonato, a primeira que escapa do rebaixamento.

Quanto ao jogo, o de sempre. Um time patético, muito mais um catado de jogadores mal treinados e mal contratados entrou em campo. De destaque apenas Valdívia – que mesmo com uma lesão na coxa foi o melhor em campo – e os garotos da base. Desses não se pode exigir muita coisa agora.

Por outro lado os jogadores experientes foram a grande decepção. Lucio chegava atrasado ou não chegava. Wesley parecia torcer prá acabar o jogo. Mazinho era uma caricatura.

O Atlético abriu o placar em escanteio. Aliás cada um contra o Palmeiras era um Deus nos acuda. Depois um pênalti e Henrique empatou. O Atlético no 1o tempo poderia ter feito mais um ou dois.

No 2o tempo o jogo ficou mais pro Palmeiras. O Atlético se retraiu e ficou lá atrás. O Palmeiras tinha posse de bola mas criava pouco.

Em Salvador o Santos fez 1×0, quando o jogo no Allianz Parque já tinha encerrado. O Palmeiras não caiu. Mas a humilhação do ano do centenário vai ficar muito tempo na cabeça dos palestrinos.

Ah, e ia esquecendo. O belo estádio do Palmeiras merece time melhor. E a torcida então? e a torcida? Todos apoiaram. Do começo ao fim.

O Presidente da SEP, fosse mais humilde e consciente da importância do torcedor, desceria do pedestal e iria cumprimentar pessoalmente cada palmeirense pelo apoio nos 90 minutos. Inclusive e principalmente as organizadas, sempre criticadas, mas que gritaram e cantaram alto, mesmo quando o Atlético fez 1×0.

Mas se o Presidente tivesse – humildade para reconhecer suas limitações como gestor de futebol e consciência – nesse momento já teria renunciado ao seu mandato não é mesmo?

Vamos em frente…

171 respostas em “Pós Jogo Palmeiras 1×1 Atlético PR: salvos pelo Santos”

Rogério Rocha, um ícone do 3VV, lembrou bem: Fernando Prass salvou-nos de novo. Valdivia cadenciou bem o jogo e acalmou o que poderia ser uma tragédia. Vá lá, ponto para ele.

O ano mais melancólico do Palmeiras em 100 anos acabou. Ano que vem, começa novo ano (mas ainda não novo século). Espero que no próximo século tenhamos nos livrado deste verme que se encontra sentado naquilo que ele pensa que é um trono.

Sou leitor assíduo deste espaço, mas pela primeira vez vou escrever algo no intuito de desabafar, tão somente! Acredito que teremos dois anos nebulosos pela frente com a reeleição deste “biltre” presidente! Ontem estive no clube e assisti o jogo na lanchonete do restaurante. Ouvi tanta merda que a cada dia tenho pego ranço do clube social ocupado por muitos, muitos mesmo, que estão se lixando para o futebol. Os asquerosos que lá habitam gostam do queijo que vendem na lanchonete, mas criticam o torcedor, a interdição da rua Turiassú, e desprezam os milhares de palmeirenses que vêm das periferias, sendo estes que proporcionam aos “nobres” associados, com as astronômicas receitas de futebol, a possibilidade de comer aquele “queijo” por valores tão acessíveis e também poderem desfrutar do clube social que todos sabem, não se mantém pelas próprias pernas! Percebi que estamos infestados de torcedores rivais no clube, que aliados aos sanguessugas que se dizem palmeirenses, tripudiam em cima da gente. Outra coisa que notei, após o jogo, é que os torcedores de arquibancada estão com ódio dos associados do Palmeiras! Quase não consegui sair do Clube. Também não é para menos! Não tenho mais esperanças de ter alegrias com o futebol do Palmeiras, mas ainda assim é, e sempre será minha paixão, pois através deste Time fiz muitas amizades verdadeiras; através deste Time também tive parte da formação de meu caráter. Enfim, espero que nós, parte integrante dos 1.600 associados que votamos na oposição, consigamos um dia fazer prevalecer o voto do sócio-torcedor. Este sim, em sua maioria, que se desloca dos extremos desta cidade, e até do interior, merece escolher os rumos do futebol do nosso amado Palmeiras. Destaco que me tornei sócio do clube para, precipuamente, poder votar. Algumas vezes, nos finais de semana, vou com minha namorada para almoçar e tomar umas cervejas. Nunca em cinco anos de associado, utilizei piscina ou qualquer outro meio de entretenimento que lá exista, exceto a sagrada cerveja! Engraçado que eu também imaginava que quando estivesse no clube, estaria com meus pares. Ledo engano!!!Bem, é apenas um desabafo!!! Abraço a todos!

Sou de Londrina, sócio torcedor. Ontem, voltando
de metrô, conversei com outro torcedor de Concordia.
Eu gostaria muito de poder votar para presidente.

Nossa torcida, mesmo com esse time de merda,
vem de vários lugares do país para apoiar, e ainda
paga caro por isso.
Imagina o que seria com um time de verdade.
É só isso o que estamos pedindo.

Verdade… Prass estava lá nos momentos mais críticos. Foi importantíssimo. Abs

…….pois é, depois desses fatos negativos, esse pseudo tecnico pode puxar a fila de uns 20.

Esperar HUMILDADE e CONSCIENCIA do PN é pedir o impossivel. O fariseu nasceu em berço de ouro e nunca precisou transpirar para conseguir coisa alguma. É o perfil exato e fiel de quem nasceu para MANDAR ( nao comandar) a qq preço. Essas pessoas primam pela falta de HUMILDADE porque o dinheiro é o bem maior que eles tem. E pra eles o dinheiro pode tudo. De fato, nos tempos atuais o dinheiro pode QUASE tudo. Carater, CONSCIENCIA, dignidade são forjadas no dia a dia atraves de algo muito serio chamado VALORES. E isso o dinheiro não compra. Nao esta a venda em lugar algum. Tem que ser conquistado atraves da FAMILIA, de estudo serio e constante, transpiraçao, trabalho arduo e honesto. Portanto, nos PALMEIRENSES nao podemos esperar do nosso presidente HUMILDADE e CONSCIENCIA. Ele não tem e jamais tera esses valores. Infelizmente.

Alexandre Mattos que “pode” ser o novo diretor de futebol…………..No Cruzeiro ele tinha respaldo do zezés, que no 2. jogo do Brasileiro quando as marias foram prejudicadas……..METEU A BOCA no trombone. Depois n teve mais nada, Trabalho de bastidor……..no Palmeiras ele terá Mustafá e sua política de gastos…. this is Palmeiras

De destaque apenas o Valdívia…? E o Prass, certo? Se não fosse ele no primeiro tempo mesmo estaríamos rebaixados. Tirando esses dois e os moleques da base, pode mandar todo mundo embora, chega de “inhos”…

Acho estes tais “moleques da base” um bando de lixo igual o resto do elenco. Sinceramente não sei como vocês não vêm que o que arrebenta com o Lúcio (que perde todas na corrida) é o ´PÉSSIMO sentido de marcação do João Pedro (que até que vai bem no ataque, más não marca NINGUÉM). Eu não defendo esta bobeira de idolatrar cara que vem da base. O Galo, quando ganhou o título mais importante da sua HISTÓRIA, tinha UM JOGADOR MINEIRO (nem tô falando da base. Estou falando UM MINEIRO) no time. Me corrija, se eu tiver errado: VITOR, M. ROCHA (o único mineiro); RÉVER, LEONARDO SILVA LACRAIA, RICK (ex-bibas), O NOSSO PIERRE, L. DONIZETTE, DÁTOLO, GAÚCHO, TARDELLI E JÔ. Enquanto eles viviam com frescura de “pratas da casa” só tomavam graxa e zueira do Cruzeiro. Viu que este lance de “molecada da base”é a maior enganação! Se quiser, escalo prá você também aquele que muita gente diz ter sido melhor time campeão dos pontos corridos (o Cruzeiro de 2003), que também não tinha NINGUÉM da tal categoria de base azul. O próprio Cruzeiro Bi-campeão deste ano só tem UM jogador da base no time (o tal Lucas Silva). O resto é tudo “extrangeiro”. O único time do mundo que se dá bem com a tal base é o Santos (sorte, sei lá) o resto é pura ilusão!

Eu disse para não dispensar esses moleques, não que eles devam ser titulares, longe disso… hoje eles servem no máximo para terceiro reserva, mas eu gostaria de vê-los jogando num time em que pudessem entrar sem essa p.u.t.a. pressão, sem pular etapas, e depois disso se for constatado que são uns perebas, manda embora… mas não dá pra acreditar que caras que eram elogiados (Dybal, Denoni e outros) quando jogavam na base hoje não tem valor algum… não é possível que sejam piores que esse monte de m.e.r.d.a. que o paulo nobre trouxe…

Discordo do Claudio e concordo com voce Marcelo. Acho que a base deve ser bem tratada e programada para revelar talentos ou os compositores de elenco (evitando a compra de 37 destes como nesse ano). O Lúcio apesar do esforco e da hombridade (que o Wesley nao tem) nao dá mais para jogar profissionalmente.

Dorival não tem a menor condição de ficar. Primeiro porque não tem o respeito dos poucos bons jogadores do elenco (Prass acabou com ele no vestiário em Curitiba). É muito mais barato contratar um técnico bom do que se desfazer de Mouche e Allione.
Mouche e Tobio, aliás, detonaram Dorival publicamente. Prass detonou Dorival no vestiário.
Enfim, o elenco é muito ruim pelo padrão do Palmeiras, mas se tivéssemos comando dentro de campo e um diretor de futebol atuante, que soubesse apagar os incêndios que acontecem em qualquer grupo, era time para terminar entre o oitavo e décimo segundo lugar.
Se quisermos ter um time para brigar na parte de cima da tabela, é necessário que nosso “manager” tenha autonomia para contratar, que venha um técnico ambicioso (Cuca seria o ideal, em minha opinião) e que Paulo Nobre não interfira em nada relacionado ao futebol.
Traria Cuca e Juninho Paulista e, a partir daí, montaria o time.

Senhores aguardem : nosso grande desafio no primeiro semestre, será nao ser rebaixado no paulista, alguém consegue esperar alguma coisa melhor com PN na presidência ? ( esperar e diferente de querer ou gostar)

O Santos foi salvador em Salvador.

O Palmeiras tem uma torcida nobre, faltam os dirigentes perceberem e reconhecerem isso, né Paulo Nobre?!

Já o Chileno foi o chinelo mais importante para um clube na história do futebol mundial.

E o Dorival júnior? Não conseguiu ganhar do time júnior do Atlético. Que fase!

O Mazinho é mazinho mesmo, ou ruinzinho, limitadinho… e por aí vai.

Avante Palmeiras, você é gigante, tem mais de 15 milhões de torcedores e 60 mil sócios Avanti.

Destaque pras defesas do Prass. O melhor do elenco. Podemos elencar vários motivos para explicar o vexame em pleno centenário. O cenário poderia ter sido ainda pior com a queda para série B. Ah Palmeiras!!! Você é série A. Amor das nossas vidas. Sentimento que não dá pra explicar.

Os comentários estão desativados.