Categorias
Resenha dos Jogos

Pós Jogo Palmeiras 1×1 Atlético PR: salvos pelo Santos

Acabou. O ano que deveria ser da maior festividade palmeirense terminou de forma melancólica.

O Palmeiras não ganhou do Atlético PR em casa. Não caiu. O Santos em Salvador ganhou do Vitória e assim o Palmeiras ficou na 16a posição do campeonato, a primeira que escapa do rebaixamento.

Quanto ao jogo, o de sempre. Um time patético, muito mais um catado de jogadores mal treinados e mal contratados entrou em campo. De destaque apenas Valdívia – que mesmo com uma lesão na coxa foi o melhor em campo – e os garotos da base. Desses não se pode exigir muita coisa agora.

Por outro lado os jogadores experientes foram a grande decepção. Lucio chegava atrasado ou não chegava. Wesley parecia torcer prá acabar o jogo. Mazinho era uma caricatura.

O Atlético abriu o placar em escanteio. Aliás cada um contra o Palmeiras era um Deus nos acuda. Depois um pênalti e Henrique empatou. O Atlético no 1o tempo poderia ter feito mais um ou dois.

No 2o tempo o jogo ficou mais pro Palmeiras. O Atlético se retraiu e ficou lá atrás. O Palmeiras tinha posse de bola mas criava pouco.

Em Salvador o Santos fez 1×0, quando o jogo no Allianz Parque já tinha encerrado. O Palmeiras não caiu. Mas a humilhação do ano do centenário vai ficar muito tempo na cabeça dos palestrinos.

Ah, e ia esquecendo. O belo estádio do Palmeiras merece time melhor. E a torcida então? e a torcida? Todos apoiaram. Do começo ao fim.

O Presidente da SEP, fosse mais humilde e consciente da importância do torcedor, desceria do pedestal e iria cumprimentar pessoalmente cada palmeirense pelo apoio nos 90 minutos. Inclusive e principalmente as organizadas, sempre criticadas, mas que gritaram e cantaram alto, mesmo quando o Atlético fez 1×0.

Mas se o Presidente tivesse – humildade para reconhecer suas limitações como gestor de futebol e consciência – nesse momento já teria renunciado ao seu mandato não é mesmo?

Vamos em frente…

Os comentários estão desativados.