Categorias
Resenha dos Jogos

Pós Jogo Palmeiras 3×1 Shandong Luneng: começando bem

O Palmeiras venceu o Shandong em amistoso no Allianz Parque por 3×1.

Para a primeira partida do ano Oswaldo Oliveira armou o time com Fernando Prass; Lucas, Tobio, Vitor Hugo e Zé Roberto; Amaral, Gabriel, Allione e Mendieta; Maikon Leite e Leandro Pereira. Um 4-4-2 onde ainda não teríamos as presenças de alguns novos contratados (Dudu foi apresentado pouco antes da partida) e nem de Valdívia.

No banco Jailson, Wellington, Thiago Martins, Ayrton, Victor Luis, João Paulo, Andrei Girotto, Renato, Tiago Real, Vinicius, Mouche e Cristaldo.

O time do Shandong, dirigido por Cuca, tinha os conhecidos Montillo, Love e Aloisio. E foram os chineses que abriram o placar com Montillo aos 15 minutos, numa cobrança de falta do lado esquerdo do ataque, enquanto a defesa ainda se apresentava.

Logo a seguir Leandro Pereira em saída ruim do gol do goleiro Zhang Chi e que começou com o inolvidável Maikon Leite empatou. E virou no finalzinho do primeiro tempo também em jogada iniciada com M. Leite e completada com o bom lateral Lucas.

O jogo no primeiro tempo foi até que um tanto disputado, principalmente no meio-campo, no excelente gramado do Allianz Parque. No 2o tempo começaram as substituições. Aí o jogo virou mais festa. O Palmeiras trocou todo o time. E Cristaldo que entrou no lugar de Leandro Pereira deu números finais ao jogo.

3×1. O teste serviu muito mais pros novos contratados sentirem o calor da torcida e pro palmeirense matar mais um pouco a saudades de torcer e gritar gols em seu estádio. Ainda é cedo para se avaliar o time, não só porque foi o primeiro jogo da temporada, mas também porque a qualidade do adversário – exceção aos repatriados Montillo, Love e Aloisio – era baixa.

Mas valeu. Sempre bom começar com vitória.

Que o ano seja repleto delas.

Saudações Alviverdes!

18 respostas em “Pós Jogo Palmeiras 3×1 Shandong Luneng: começando bem”

Dá nojo assistir praticamente qualquer programa de debate esportivo.
Assim como uma presidente eleita, a preocupação é com o número de beneficiados e não a qualidade do serviço.
A Fox Sports tem um corintiano doente e quase toda matéria com o Palmeiras os caras mudam o assunto e passam a falar do adversário. É um absurdo.

Globolixo e Bandpodre nem perco meu tempo.

Quando formos fortes e organizados novamente, veremos se as cotas de tv para framengo e curintia serão o dobro do que pagam aos outros times.

O que o Palmeiras precisa para voltar a ser grande é não depender de jogador A ou B, que torce o bico por qualquer coisa.
Valdívia tem que respeitar os outros colegas e o técnico e mostrar que é profissional e não um maloqueiro.
Veremos como ele vai retornar.
É um craque, ganha como tal, mas suas ausências quase nos custaram uma séria A.

Respeitando o comentário de cada um. Cada torcedor tem sua preferência, tem que ser respeitada.
Algumas críticas sobre o Valdívia, pode ter fundamentos mas, ao meu ver são injustas. Sua habilidade é algo inegável, o discutível jogador é municiador do ataque como nenhum outro meia jogando aqui. Qualquer técnico adversário sabe disso então manda quebrar mesmo.
Eis um motivo do histórico de contusões, só não vê quem não quer.

O que muitos queriam aconteceu, segundo o jornal Lance!, Paulo Nobre é dono dos 4 argentinos trazidos na passagem do Gareca, mais Leandro e outro jogador que me não me recordo agora.
Eventual lucro de eventual venda será repassado ao clube, segundo a notícia.

Desculpe, meu caro, mas se você se refere ao Fernando Prass, o único com capacidade de ser capitão fora Zé Roberto, concordo. Caso o “craque do time” em seu texto seja o chileno que nunca joga, nunca está presente, vira e mexe é expulso (portanto, não tem o equilíbrio inerente a um líder), deixa o time na mão para servir sua seleção como reserva em amistosos ou para levar a família à Disney e ganha uma fábula pelo pouco que faz mas ainda assim é adorado por boa parte da torcida, acho que tirar-lhe a faixa foi o primeiro grande acerto do técnico.

Se o técnico não respeita o tempo de casa dos profissionais, o patrimônio do clube … me parece que quer todo o mérito dessa renovação para ele.
Os bons jogadores não tem “sangue de barata”.
O papel do técnico é de unir e não de segregar!
Simples assim!

Quanto ao Prass … é um grande profissional, mas encerra sua carreira no Grêmio, se pude!

Abç

Pois é, meu caro, mas quem não respeita o seu próprio tempo de casa é o próprio Valdívia, ou Valdisney para os íntimos. Se eu fosse o técnico, também tiraria a braçadeira dele até como aviso: “você não é insubstituível nem indispensável, nem é quem dá as cartas por aqui”. Cabe ao clube respaldar a decisão do técnico e contratar logo alguém com tanta habilidade (o que não é simples) e muito mais responsabilidade (essa vai ser fácil).

Tem um zumzumzum aí menosprezando a vitória do Palmeiras, dizendo que o time é fraco. Bom, vamos fazer uma reflexão sobre essa pré temporada. A começar pelo time preferido do grupo de comentaristas da ESPN. Assisto sempre que possível alguns programas da emissora, que não esconde a preferência pelos clubes cariocas. Pois bem, em quase todos, eles batem no peito e cravam que o Flamengo é o time que melhor contratou, trouxe o craque Marcelo “Cirilo”, o excepcional Pará, o badalado lateral Thalysson (quem???) e já o consideram o grande favorito do ano?! Aí vem o primeiro jogo treino e o “dream team” da emissora empata com nosso glorioso Red Bull, depois de sair perdendo. Nós ganhamos um amistoso, de 90 minutos, com árbitro profissional. O Shendong é pior que o Red Bull?! Mudando de clube, vem a gambazada, passeando na disney, sheik de repente encontrando bambi e dando selinho… Falando sério, o time em questão não paga salário, deve o governo (e me deve por tabela) e ainda assim contrata jogador. Qual a mágica?! Bom, aí o Fofômeno arrumou essa boquinha pra jogar contra os alemães. O Leverkussen é aceitável. Mas e o perfume?… Digo, Colônia. Perdeu e o pretexto está nas “pernas pesadas”. Num momento de autoflagelo, fui dar uma espiada no blog do “craque neto”, conceituado jogador do mundo europeu e de muitos títulos na Seleção Brasileira (SQN) e me deparei com um tópico onde ele questiona o zagueiro Vitor Hugo, os volantes Andrei Girotto e Gabriel, o meia Kelvin e o atacante Leandro (Banana, segundo ele). Ora, senhor craque, jogador de qualidade mesmo são Cristian 400K, Luciano, Gil, Fagner e um monte de outros que poderia citar aqui sem me esforçar. Mas voltando, nosso primeiro jogo foi hoje e ganhamos então com as pernas pesadas… Logo, temos mais a evoluir, certo? Mas o que se vê é uma imprensa suja, dizendo que contratamos por baciada, tentando jogar o ânimo do palmeirense pra baixo, encontrar alguma forma de justificar mais um ano inteiro de Flamengo e Gambás na TV. Mas quer saber de uma coisa? Nosso jogo final no brasileiro, mesmo com um time horroroso deu mais audiência que o jogo em que esses lixos brigavam por vaga na Libertadores. O time na Copa SP está nas quartas de final, ganhando seus jogos com sobras, e ainda assim os super inteligentes comentaristas de ESPN e Sportv diz que somos azarões, e que os panetones, ganhando no sufoco com gol irregular (pra quem não viu, o atacante delas tomou a bola da mão do goleiro adversário no jogo passado) é um dos favoritos. Que coisa! Mas quer saber de uma coisa? Nosso time vende mais produto oficial que qualquer time no país. Saímos de 8 mil sócios torcedores para 74 mil em um ano e crescendo em ritmo acelerado. Pagamos nossos salários em dia. Receitas de TV e bilheteria são nossas! Com todos os problemas do ano passado, tivemos uma das maiores médias de público do campeonato. Enfim, vencemos o Shandong em nosso primeiro jogo, sem sofrimento. Nossos reforços “de baciada” jogaram muito bem, obrigado. Os craques dos times badalados dessa imprensa suja é que são bons, perdendo pra Colonias, Red Bulls e etc… Ah, e jogando de graça, claro, porque salário em dia é coisa de time grande… gigante. Se vamos ganhar, veremos nos próximos meses. Enquanto isso, o que dá audiência pra essa imprensinha é o Palmeiras, porque só quem tem pra contratar somos nós, quem tá pagando direitos devidos aos jogadores somos nós. AQUI É PALMEIRAS!!!

Caro, acho que você exagerou sobre a preferência da ESPN, tanto assim que a sucursal do RJ fechou e, exceção feita ao Mauro Cezar Pereira (que por sinal é crítico contumaz do futebol daquele estado), entre os principais jornalistas que trabalham nas transmissões do canal não existem cariocas. Já com relação aos canais abertos como Bandeirínthians, Gambazeta e Globosta, não dá pra qualquer pessoa com um mínimo de inteligência levar o jornalismo esportivo praticado por essas emissoras a sério. No mais, no ano em que começamos a temporada ganhando do tetracampeão europeu Ajax e em que fomos campeões nacionais pela última vez, o time foi rebaixado, portanto vamos devagar e comendo pelas beiradas porque, se realmente conseguimos montar um bom time que jogue bonito e ganhe bem de qualquer adversário, não vai ter como continuarmos a ser ignorados. Os poderosos da TV gostam antes de tudo de audiência e grana.

Mas, procede como foi falado nas notícias? Que eventual lucro será repassado ao Palmeiras? Se sim, entendo que é uma boa notícia. Não temos mais risco nesses negócios. Único porém, é quem vai determinar se os jogadores serão vendidos quando surgir uma proposta…

Acabo de ler o outro post (Sobre o case do Santos) e entendi a crítica.
Entendo a preocupação e concordo. Mas, caso não exista essa influência (espero que seja assim), ainda poderá ser um bom negócio.

Apesar da boa apresentação do Allione, o time ainda carece de um meio-campo criativo, não dá para ficar com Maikon Leite (jogador com vontade e velocidade existe aos montes na base) nem Vinícius, e os cruzamentos na nossa área continuam sendo um pesadelo. No mais, pelo nível do adversário e pelas circunstâncias, bom jogo no primeiro tempo e uma oportunidade para termos um ambiente festivo na nova casa. Dá para sonhar com muita coisa, mas falta muita coisa para realizar os sonhos.

Estive là e foi um jogo festivo e morno, Mendieta não dà prà ficar,Ayrton pelo passe no 3 gol e escanteios bem cobrados tem que ficar, thiago real mostrou que tem vontade e Maikon leite tambem,apesar do gol Cristaldo tem que melhorar,parece perdido no ataque,acho que pelas laterais e meio campo jà estamos melhor que 2014,agora è entrosar e fazer da concorrencia pela posição um time de vitoriosos.

Ganhamos bem o primeiro jogo da temporada. O adversário é fraco, mas num passado bem recente, num certo campeonato brasileiro de 2014, passamos maus momentos contra adversários do mesmo nível ou piores. Gostei especialmente da forma como a bola passava de pé em pé entre defesa e ataque, sem bicão pro alto. Exceção do terceiro gol, que teve um belíssimo lançamento do Ayrton e finalização de NOVE-NOVE do Cristaldo… Quem diria hein? Sinal de novos tempos? Gostaria de deixar meus parabéns pela ação do Oswaldo, de deixar o goleiro Jailson sentir o prazer de jogar uns minutos com nossa camisa antes de sair. Boa sorte ao jogador seja onde ele for quando sair do Palmeiras.

Foi uma apresentacao divertida do time 2015, principalmente pela vitória e os gols. Foram bem Vitor Hugo, Tóbio, Ze Roberto, Gabriel, Allione, Lucas e pelos gols Leandro Pereirao e Cristaldo.
Agora o Osvaldo vai ter que tempo e dedicacao para formar o elenco desse ano. Tiago Real, Vinicius, Airton, Weldinho e Bruninho nao ficariam se eu fosse o Osvaldo.

Os comentários estão desativados.