Categorias
Futebol com Números

A Era da Racionalidade?

Por Luís Fernando Tredinnick

Racionais Alviverdes, não deixa de ser interessante observar a grande mudança no futebol brasileiro está atravessando. Infelizmente não falamos de evolução tática, nem de novos craques e nem de um marketing revolucionário.

Estou falando do alinhamento de discurso dos clubes brasileiros, onde todos agora parecem recitar aquelas mantras: “não podemos fazer loucuras” e “o importante é ter o equilíbrio financeiro”.

É quase como se todos os clubes tivessem tido aulas com aquele ex-presidente do Palmeiras que reinou absoluto por mais de 10 anos no clube! A grande diferença é que depois dessa aula eles passaram por uma aula de marketing para aprender a dizer essas coisas sem denegrir a imagem do clube falando bobagens como: “o clube não tem dinheiro” ou “o clube está quebrado”.

Sem dúvida algo aconteceu para todos mudarem o discurso ao mesmo tempo. Teria algum poderoso grupo de mídia dado um ultimato? O grande perdão da dívida com o governo não irá acontecer? Quem investia no futebol também investia em ações da Petrobrás? Os dirigentes de maneira geral finalmente escutaram a voz da razão?

Cada um de nós, de acordo com o seu grau de cinismo e seu grau de desconfiança em relação aos bastidores do futebol, terá a sua resposta.

O que realmente importa é que o Palmeiras continua com uma grande “janela de oportunidade”. Enquanto os demais clubes se encontram em uma grande retração, o Palmeiras está em grande expansão! As receitas estão subindo e certamente serão muito maiores do que foram em 2014! A Arena já mostra grande parte do seu potencial de geração de negócios e receitas e, ao mesmo tempo, enfraquece as receitas dos adversários.

O momento de nos estruturarmos é agora. E que os nossos adversários se acautelem!

Saudações AlviVerdes

* Luís Fernando Tredinnick escreve às sextas-feiras no 3VV explicando a quem conhece, e a quem não conhece, os números do futebol

34 respostas em “A Era da Racionalidade?”

Quem esta’ por trás e’ a RGT. Se já não gostavam da gente antes, agora virou guerra mesmo por causa da campanha lançada por nossa torcida. E parece que não só a torcida palmeirense incorporou o RGT, assim como outras torcidas não mencionam mais o nome daquele canal câncer. O Nobre precisa agora romper de vez com a mesma, já que seremos extremamente prejudicado. Esqueçam jogos na tv aberta, pois, a RGT já deixou claro o aviso. O Nobre poderá ser o “cara” pra derrubar esse cartel RGT. Por isso temos que nos associar ao Avanti. Não podemos depender mais do RGT.

A manchete e boa parte do texto dão a impressão que a mula que escreveu considerou os custos como perdas, sem analisar o resultado final. Mas o engraçado é que ele se contradiz no último parágrafo.

Despesas no estádio já tiraram R$ 2,1 milhões do Verdão (Fernando Dantas/Gazeta Press)

Recém-inaugurado, o Allianz Parque tem potencial para se transformar em uma das três maiores fontes de receita do Palmeiras na temporada deste ano. Porém, com a mesma capacidade que tem de gerar renda, o novo estádio alviverde joga dinheiro pelo ralo.

Nas três primeiras partidas do Verdão como mandante, em 2015, foram descontados R$ 2,1 milhões das arrecadações com bilheteria, o que equivale a R$ 700 mil por jogo. Foram R$ 683 mil perdidos diante da Ponte Preta, R$ 903 mil contra o Corinthians, e R$ 577 mil no duelo com o Rio Claro.

Os valores se explicam com o repasse de 5% da receita bruta à Federação Paulista, 5% ao INSS, além de gastos com ambulância, antidoping, fiscalização, policiamento, ingressos…

Mas a principal mordida é do item “despesas diversas”, como consta no borderô emitido pelos organizadores. Diante do Corinthians, por exemplo, o clube perdeu R$ 302 mil. Para se ter uma ideia do tamanho do rombo, vale a comparação: a renda bruta do clássico entre Santos e São Paulo, quarta-feira, na Vila Belmiro, foi de R$ 269 mil, decorrente de um público pagante de 8.867 pessoas.

Apesar do desperdício de R$ 2,1 milhões, o Palmeiras ainda conseguiu ter um lucro líquido de R$ 3,2 milhões com a bilheteria após os três jogos. O time de Oswaldo Oliveira atuou uma quarta vez em seu estádio, contra o Audax, na estreia do Paulistão – o mando, no entanto, foi do clube de Osasco.

Tudo quanto e falcatrua em balancete de condominio se encontra nos itens: manutencao e despesas diversas, como o estadio e zero km, sobrou apenas o segunda item…

Po, o cara quer comparar as rendas do SPFw e do Santos… para, né. A renda bruta dos caras não chega perto do nosso lucro líquido. Ë lógico que as despesas dos caras estão lá embaixo.

Gostaria de saber os gastos de Gremio, Corinthians e outros que tb construiram arenas recentemente. Será que eles tb gastam 700mil pra jogar em casa? Tem algo errado aí, no minimo deveriamos dar um jeito de diminuir essas despesas, talvez até internalizando as operações da Arena. A propósito, o mesmo poderia ser feito com o avanti tb, pagar 30% da receita para terceirizar é muito dinheiro, ou faz um acordo melhor, ou assume o controle do avanti, acho que é melhor.

Soma ai manutenção do ESTÁDIO, esse gato não temos mais, e TODOS os outros tem com suas arenas…

Nem perdi meu tempo lendo a notícia dos R$ 700 mil. Pelo que sei, o Palmeiras gasta uns R$ 420 mil com custos de operação. O resto deve ser em impostos.

Ouvi falar que os gambás gastam uns R$ 400 mil, bem próximo do que gastamos. A diferença é que a grana que eles recebem pela novidade vai toda pra Ôdábrecha, empresa amiga do lulinha.

Só de bilheteria o PALMEIRAS deve faturar 50 milhões em 2015, só no paulistinha já foram 3.200.000.. Tem algum time na América do Sul com todo esse potencial de crescimento?

Depois que a rgt distribuiu a grana do ppv………… Onde a torcida que está “diminuindo”, ficou em 11* lugar (mas tem quase 100 mil sócios)……….BASEADA em pesquisa da tal DataFolha e inoperante…… E ninguėm da diretoria e na mídia palestrona abriu a boca, mais dessas pesquisa aparecerão. O Palmeiras no 4. Poder, como é chamada a mídia é muito bobinho.

Deveriamos nos movimentar e exigir que a RGT pergunte para cada assinante o time que ele torce, dessa forma o dinheiro seria distribuido corretamente. Aliás, não tem nada de complicado nisso.

Exatamente Levy, no mínimo era pedir uma auditoria independente para verificar essas “pesquisas” e se possível fazer uma apuração paralela para confrontar. É nítido a intenção da RGT em criar um desequilíbrio para 2 times e daqui a poucos anos quandos os outros estiverem enfraquecidos, gastar menos com futebol. Impressionante o que o cara mijada fez.

Fiz uma soma da renda bruta de todos os jogos do Palmeiras no Allianz. O valor ultrapassou os R$ 17.000.00,00. Renda Bruta por jogo foi de R$ 2.195.000,00. Claro que tivemos os custos operacionais de cada jogo mas já da para fazer uma previsão de que teremos uma receita bruta em torno dos Setenta Milhões. Não vejo essa projeção para nenhum outro time, esses caras do Itau devem ser o mesmo que analisam o meu crédito..,rsrsrs

Até me provarem o contrário, eu continuo desconfiando do NOBRE e seus nobretes !!Ele ainda é de Amadorismo de chorar , e isso com o decorrer dos jogos, vai ficar ainda mais EVIDENTE !!!

Concordo. Uma conjunção de fatores estão favorecendo amplamente o Palmeiras nesse momento. Não podemos perder a oportunidade de nos colocarmos no topo e lá permancer. A hora é agora.

Bom, a conta é simples, divida todos tem, se tiver mesmo equalizada com juros baixos e com prazo mais extenso para pagar, vamos mudar de patamar, dar um grande salto! Agora temos que parar com a mentalidade de que estamos quebrados, acho que passamos dessa fase, pelo menos não vi ninguem da diretoria com esse discurso. Ao contrario, quanto mais avanti mais investimento. Parece que aprenderam, bom para a gente.

É só não arrumarem um jeito de interditarem a arena que essa previsão furada do Itaú cai por terra.

Ainda nao identifiquei quem esta por tras desde movinento, Mas e notorio o trabalho de marketing e de bastidores que esta sendo feito para desqualificar nossa arena! Suspeitos n 1: timinho da marginal S/N, n2: Timinho Jd Leonor, seria muito Bom a nossa diretoria comecar a se reforcar nos bastidores, porque o trabalho contra nos segue a Pleno vapor!

“É quase como se todos os clubes tivessem tido aulas com aquele ex-presidente do Palmeiras que reinA absoluto por QUASE 40 anos no clube!” corrigi essa parte pra vc Tredinnick, rs. Só falta uma coisa pra nossa diretoria “acertar”: o preço dos ingressos. Se continuarem com esse abuso logo logo as receitas nos jogos vão cair, pois ninguem aguenta pagar 200~400dilmas por jogo.

Só trarão o preço dos ingressos para a realidade quando for finalizado o processo de arbitragem que está em curso.
Seria interessante que o jurídico do clube chamasse o jurídico da construtora e se acertassem o quanto antes, pois quanto mais cedo houver um acordo, mais cedo ambos ganharão mais dinheiro.

Eu ia comentar do preço dos ingressos, mas aí iam me taxar de “predador” e coisas do gênero…srrssrs. Falando sério, eu já fiz um artigo onde eu mostro que o Barcelona cobra CINCO preços para cada assento, de acordo com o tipo de jogo. Para ver um clássico eu até pago uns 150/200. Para ver a Ponte Preta, pago uns 50/60 e olha lá. Saudações AlviVerdes

Sem contar que mais um patrocinio foi fechado por dois anos. Agora com a FAM (Faculdade das Américas) com valores a ser confirmados. Portanto CREFISA, PREVENT SENIOR, TIM E FAM na camisa. Será que dá grana?

De acordo com um estudo do Itaú BBA, amplamente divulgado na ESPN, o Flamengo será o clube a ter o maior lucro em 2015, enquanto que na outra extremidade só não teremos mais prejuízos do que o SCCP. Ou esses caras têm bola de cristal ou até banqueiros estão fazendo seu trabalho com a camisa do clube que amam por baixo da gravata.

Balela. Estão baseados em previsões orçamentárias que podem ou não se concretizar. Em resumo, papel aceita qq coisa. Quero ver fazer lucro de 70 m em clube de futebol.
Quanto a nós foi amplamente divilgado que a previsão da diretoria era extremamente consevadora. Com certeza não estava lá os 30M de patrocínio, a explosão de ST em Janeiro, e as rendas no Allianz.
Enquanto issol, no RJ, a federação ferrou os STs dos clubes com valores tabelados de ingressos a 40,00. Com rendas pífias e pouco apelo esportivo.

Eduardo sem terem em mãos os balanços encerrados de 2014 qualquer previsão sobre o desempenho financeiros dos clubes de futebol é pura adivinhação, pois sem saber qual o tamanho do passivo (bancário, fiscal e trabalhista) herdado do ano anterior não dá para fazer a menor previsão de quem vai ter ou não lucro em 2015.

Ontem foi um cara na ESPN falar desse “estudo”. Ele mesmo confessou que são torcedores que resolveram fazer isso. Depois disso troquei da canal e não vi o que ele disse, mas pelo que foi publicado aqui, provavelmente deve ter sido asneiras.

Os comentários estão desativados.