Categorias
Corneta do Cunio

Corneta do Cunio – Momentos de reflexão

 

Por Alberto Cunio

Meditabundos alviverdes, como diz o título desta coluna, o momento é de reflexão. Em meio a uma euforia e expectativa pelo confronto contra nosso arquirrival no terreno inimigo, ainda mais com chances reais de êxito, o torcedor alviverde ainda se encontra em conflito diante da realidade vivida pelo clube.

A nova gestão de Paulo Nobre, turbinada pelo irrequieto Mattos, associada a um Allianz Parque entorpecedor, um elenco novo que não disse ainda para que veio e as polêmicas valdivianas, criou um furor numa nação sedenta por títulos e carente de ídolos. O resultado é um troca-troca de insultos, aprovações, reprovações, inconformismos, aplausos, em suma, uma Torre de Babel que coloca oposicionistas e situacionistas políticos em uma literal Arena de conflitos.

O 3VV é um veículo de opiniões abertas, informações elaboradas, formador de opinião, mas nunca de críticas gratuitas e destrutivas. Sempre que um bastão foi levantado, ele tinha uma justificativa plausível para ser desferido contra qualquer cabeça. E não seria diferente agora.

O atual presidente, cujo primeiro biênio beirou o desastre total em pleno centenário, tenta recuperar sua imagem e a dignidade do Palmeiras de forma radical: tudo o que se imaginou nos dois primeiros anos parece ter sido despejado, mesmo que aos trancos e barrancos, na cabeça de todos os palmeirenses. Naturalmente, inúmeros erros se sucederam. Muitos deles em função de falta de planejamento ou teimosia típica de um comandante centralizador.

Porém, alguns vagões foram se alinhando nos trilhos e, mesmo que tardiamente, o presidente angariou dividendos para melhoria de sua imagem arranhada. Fato que não foi bem assimilado pela parcela de palmeirenses que é ferrenha opositora de seu trabalho, ainda inconformada pelas inúmeras patacoadas de 2013-14.

Quando o sangue ferve, a razão costuma evaporar junto com ele. E isso demanda uma parada. E por isso, antes de desferirmos sopapos no primeiro que aparecer na frente elogiando Paulo Nobre, precisamos de sabedoria. Não “meter o pau” não significa elogiar, mas usar a inteligência para encontrar brechas que foram deixadas e propor as soluções para tampá-las. Este é o verdadeiro papel construtivo de uma oposição que trabalha pelo Palmeiras e não simplesmente para assumir o poder.

Se realmente queremos o bem do Palmeiras, que paremos e reflitamos. É o que devemos fazer para não tirarmos a escada debaixo dos pés de nosso clube, que busca, mesmo que de forma torta, voltar ao patamar que desejamos. Motivo pelo qual a CORNETA está em silêncio. Meditando. Que nossos leitores nos acompanhem.

A Corneta no Twitter não segue os ufanistas. Torce com coerência. Siga! @Corneta3VV

47 respostas em “Corneta do Cunio – Momentos de reflexão”

Sobre o Derby domingo, vai ser jogo duríssimo. E caso percamos, nada de desespero, até pq, estamos no inicio dos trabalhos. Além do que, penso que esse time/elenco vai fazer um excelente brasileirão, e penso que chegaremos a libertadores (no mínimo). E caso contratem mais uns 2 jogadores de peso, brigaremos pau a pau o titulo . Meu palpite: 1×1 (Rafael Marques) e venceremos nos penais. Na outra semi, vai dar Sardinhas 2 x 1 nos bambis.

Repatriar pode ser bom ou nao. Obvio depende de quem esta na pauta. O Robinho no Santos esta demonstrando, dentro do campo, que valeu o investimento. O Henrique, como foi sugerido, é na minha opinião uma boa pedida. Joga bola, tem vigor fisico, experiencia e daria estabilidade ao setor defensivo. O Miranda, ex bambi, é outra otima opção. Possivel? Nao sei. O que deve prevalecer não é o fato de repatriar e sim quem esta sendo repatriado. Eu gostaria de repatriar uns 3 ou 4 para entrar no Palmeiras vestindo o nosso manto verde. É so minha opinião.

O jogo de domingo poderia ser apenas mais um na história do confronto. Poderia, pois entendo que uma derrota não será o fim do mundo (até porque o SCCP, longe de ser imbatível, está melhor estruturado que nós neste momento), mas poderá retardar um pouco o processo de evolução dessa equipe – até porque só voltaríamos a campo pra valer no dia 9 de maio contra o Galo na abertura do BR-2015. Por outro lado, a vitória: 1) Acabaria com essa enganosa invencibilidade do rival; 2) Encerraria nossa série sem vitórias sobre eles, tabu que já dura quase quatro anos; 3) Terminaria a invencibilidade de quase um ano deles em seu estádio (algo que faz a imprensa compará-los ao Bayern de Munique e ao Real Madrid…), com 95% de torcida contra; 4) Resultaria na primeira eliminação do ano do queridinho da mídia, às vésperas de entrar na fase decisiva da Libertadores; 5) Levaria o Palmeiras a uma decisão de campeonato num clássico paulista pela primeira vez em 16 anos; 6) Daria moral à equipe para o resto da temporada e provaria que o projeto é sério, podendo assim atrair jogadores acima da média que em outro momento jamais pensariam em vestir nossa camisa; 7) Com uma boa e decisiva atuação de Valdívia, o chileno poderia praticamente garantir mais alguns anos de chinelinho ficando no clube; 8) E o melhor de tudo: seria bom pra cacete mandar corintiano calar a boca.

Acho difícil Eduardo, o esquema do Tite é imbatível, com dois bandeirinhas abertos e um Juiz centralizado, não dá pra ganhar desse time de jeito nenhum.

Depois que viram o juiz do proximo domingo, doando uma caisa do curintia, o fator crefisa foi revertido agora, graças a repercussão da foto, em pressão no campo inimigo!

Mustaphá caiu.
Já que estamos com grana, o Mattos deveria trazer de volta para o verdão o Henrique e o Danilo, assim teremos uma zaga de respeito.
E na frente, o Fred ou o Jonas. Nosso time ficaria completo.

Lito, com todo respeito, acho que o Palmeiras precisa abandonar de vez essa mania de trazer de volta quem teve algum bom momento (ou até muitos ótimos momentos) no passado sem saber como está no presente. Valdívia, Gladiador, Roque Júnior, Vágner Love, o próprio Henrique e até o Clayton Xavier (que ninguém sabe como está jogando) são bons exemplos, Mudar esse rumo é a única maneira de nos voltarmos para o futuro, senão continuaremos vendo livros e filmes sobre as conquistas recentes dos nossos rivais contrastando com publicações sobre nossas glórias de 20, 30 ou 50 anos, e vibrando muito mais com a barriga do Evair em jogos comemorativos do que com a habilidade do Leandro Banana em campeonatos que valem títulos.

Eu também prefiro boas revelações. Precisamos ter os olhos abertos e aproveitar o mercado nesse sentido. Nos últimos anos, o timinho fez algumas contratações que deram muito certo e eram jogadores que ninguém nunca ouviu falar, exemplo paulinho, ralf, esse ano aquele zagueiro felipe. Nós temos que fazer o mesmo. Está chegando um garoto do chile que pode ser uma boa revelação, espero que tragam outros. Os jogadores já consagrados estão ricos e não tem mais a mesma vontade de comer a bola. Exemplo clássico é o chinelo. Ops, quis dizer chileno, ou quem sabe chileno chinelo.

Se alguem está contando com algum tipo de benefício da CBF só pelo fato de o Del Nero ser palmeirense, esqueçam, realmente ele é do time do Sapo Boi, fala que é palmeirense mas no fundo é gambá.

É RAPHAEL erva ruim geada não mata. Ele ainda vai dar muito trabalho para a torcida do PALMEIRAS tendo o presidente da CBF como seu aliado. Mas eu desejo vida longa ao mumu. Que ele viva ate os 120 anos e passe os ultimos 30 ou 40 preso a uma cama precisando de uma enfermeira( que seja corintiana) para limpar a bunda dele. Ele vai pedir clemencia, perdão a Deus por tudo de nefasto que fez ao clube e a torcida do PALMEIRAS. E sera atendido com certeza. Depois de viver bastante e pagar os pecados aqui mesmo. Do outro lado o capeta cuida dele.

e hoje assumi um palmeirense(????) o comando da CBF. quem acha ruim, lembre-se que poderia ser pior com o corintiano fanatico, petista idem, amigo do lula, que presidiu aquele time la de itaquera…………

Por essa razão o Sérgio Correa, amigo dele de longos anos…… que comanda as arbitragens da CBF, já avisou que chega de ….mimi com as arbitragens……se reclamar de alguma coisa amarelo e punição, inclusive no gloriosos stjd……………… e seu procurador que só assiste e julga jogadores do palmeiras……..paulo schmidt…………….. que venha o brasileiro e as puniçoesde mando de campo e aos nosso “melhores jogadores”…

E estão dizendo por aí que o árbitro da partida do Palmeiras é gambazinho desde a primeira infância…

O texto desse maluco não é parâmetro para nada, ele vive em outro planeta, o planeta organizado e das arquibancadas de concreto, onde a opinião dele e os 700 jogos (sério mesmo que alguém conta qtos jogos já assistiu ? kkkkk ) já vistos nas arquibancadas colocam-o num pedestal acima de qualquer outro torcedor!

A única coisa boa no texto do Barneschi, e’ que vc só lê uma vez e basta. Pois, os outros textos são iguais, e ele sempre irá pautar as tais arquibancadas na Era militar e descer o cacete nas cadeiras. Eu até estive pensando… e acho que a saída pra ele e’ torcer pro Juventus da Mooca. Lá ele ficaria sentado no concretao (ou em pé no alambrado), tomaria chuva e sol (quando não tomam sacos de mijos na costas).

Parabéns Cunio!!! Sensatez nunca é demais. Parei de frequentar o Verdazzo, pois eles defendiam mais o PN que o Palmeiras, estava ficando preocupado com o 3vv, pois estava indo por uma linda de ataques que muitas vezes eram ruins ao Palmeiras. Acho que todos temos o direito de elogiar e criticar a mesma administração sem ser taxado de oposição ou situação, afinal somos todos Palmeiras. Acho que vocês deram espaço a um colunista que mais divide do que agrega, que tem dificuldade de dialogar com os de opinião contrária e isso no meu modo de ver faz mal ao site. Gosto do 3vv, tem opiniões e comentários muito pertinentes, acompanho este site desde 2011 e não gostaria que ele virasse uma oposição só por ser do contra. Vicente acho seu texto muito pertinente!! Parabéns!!!

Apoio!!! Momento de deixarmos de lado o partidarismo existente nos bastidores do verdão e simplesmente ser palmeirense!! Esse time já mostrou que tem vontade, que querem ser campeões. Não espero uma apresentação maravilhosa, mas sim espero um time aguerrido, dando a vida dentro do lixão para ganhar dos gambas! Deve- se também ter em mente que não pode ser um parâmetro para idolatrar ou jogar no lixo esse novo projeto. Lições serão tiradas com vitoria ou derrota. Avanti palestra!!!! Honrem essa camisa

Meditabundo = aquele que medita profundamente, pensativo, meditativo

Concordo plenamente com o texto. Inclusive quanto ao biênio 2013-2014 em que o Palmeiras – devido à radical política de economia do Nobre, que acertou o remédio mas errou na dosagem – esteve à beira do precipício, mas… se salvou. O Nobre teve muita sorte e a sorte faz parte da vida e acompanha os grandes vencedores. Demonstra ter aprendido com os erros e a partir desse ano o vejo realmente tentando montar um Palmeiras poderoso dentro de campo, enquanto continua a administrar o clube criteriosamente fora dele. A conjugação Allianz Parque-sócio-torcedor-torcida grande e apaixonada nos dá uma vantagem competitiva extraordinária que deve ser amplamente aproveitada. Me parece que Nobre e Mattos estão plenamente cientes disso. Seja qual for o resultado de domingo, eu vejo o nosso Palmeiras com um futuro muito promissor. É o melhor horizonte que percebo para o Palmeiras em muitos anos.

Cunio, perfeito. Grande atitude a de reconhecer os avanços feitos, ainda que o site (e comentaristas) não sejam politicamente alinhados com o presidente (em termos de ideias e propostas). Alguns palmeirenses são críticos de tudo o que acontece e como no primeiro mandato se acostumou a criticar o presidente (com total razão), não percebem que tivemos muitas mudanças para o bem. Continuamos tendo diversos erros, mas agora dentro de uma margem aceitável. Todos devem refletir sobre as mudanças existentes e perceber que tivemos uma mudança de postura muito boa e que vem trazendo boas coisas. Para aí sim criticar os erros que ainda existem e buscar melhorar ainda mais. Abraços,

me arrisco a dizer que domingo temos o jogo mais importante desde 2012. Pela primeira vez temos um clássico decisivo com verdadeiras chances de vitória. Mais que ganhar o clássico, é decisivo, é na casa dos caras, e é pra quebrar essa invencibilidade chata dos caras. Mas, fiquem atentos: se o senhor Paulo Nobre não fazer nada nos bastidores vamos jogar contra 14 que nem a Ponte e vai ficar difícil de ganhar em.

Excelente texto. No fundo (espero) todos queremos um Palmeiras vencedor, forte, motivo de orgulho e temor dos rivais ao invés de motivo de dó e chacota. Erros e acertos sempre vão acontecer. E o caminho e o tom devem realmente ser construtivos. Críticos quando necessários, mas nunca gratuitos. Cobrar e apontar caminhos para o sucesso quando em oposição. E pô-los em prática quando estiver no comando. Assim como tendo a humildade de aceitar os conselhos e ajuda (qualidade que por muitas vezes falta a quando se chega ao poder. Parabéns pela reflexão Cunio. É deste tipo de pensamento que o Palmeiras precisa pra ser o campeão do século XXI

Essa semana devemos direcional a corneta em defesa do Palmeiras. O que está em jogo domingo:……. a “invencibilidade deles”…………………..”a 1. vitória do Palmeiras lá”……………………..”a classificação”……………………”eles precisam de dinheiro”…………….”não interessa para a rgt”……………………..”poderão continuar fazendo piada com o Palmeiras e chamar de freguês”……………………………………………. Eles vão jogar com 14 x11 e mais o 4. árbitro que recebe informações dos repórters da tv, sobre os lances. E o árbitro será o irmão do pco. E por incrível que pareça, ainda tem torcedor inocente do Palmeiras que entra em blogs para dizer que eles podem jogar até com 22 que time grande tem que vencer. A inocência sobre o futebol tupiniquim, e como ele funciona, é tão grande que no fim eles não conseguem enxergar os detalhes que irritam, desconcentram, passam insegurança para um time, enquanto o adversário joga tranqüilo. Eu n~åo acredito na classificação pelo que está em jogo. E pq continuaremos passivos a tudo isso. Gostaria de ser surpreendido.

Continuo acreditando que quando uma equipe é competente, tem jogadores acima da média, é bem dirigida e bem treinada pode sim jogar contra 22 (inclua-se aí trio de arbitragem, representante, tribunal do STJD, diretoria da Rede Esgoto e quem mais couber nas teorias conspiratórias) e GANHAR. O que não acredito é na imbecilidade de quem assiste as partidas sem acompanhar se a bola está com o time de camisa verde ou com o time de camisa branca, sem perceber como reagem os técnicos, sem notar o quanto suportam de pressão os jogadores que recebem salários que 99% dos habitantes do planeta jamais receberão em suas vidas e sem saber avaliar minimamente os esquemas táticos propostos no campo de jogo, mas que se atentam única e exclusivamente ao cidadão que antigamente vestia preto e hoje usa seu instrumento de sopro trajando amarelo, laranja, azul e eventualmente preto, e ficam insistindo, martelando na mesma tecla o tempo todo até cansar. Posso garantir que quem adota essa postura é intelectualmente limitado e covarde, daquelas pessoas que jamais assumem a responsabilidade em qualquer situação adversa e sempre buscam algo ou alguém para culparem por aquilo que na verdade não passa de sua própria incompetência. Ignorar que a arbitragem faz parte do contexto, que muitas vezes é parcial e quase sempre se mostra incapaz seria leviano. Afirmar que tudo é sempre contra o Palmeiras é estupidez. A partir do momento que eu me convencer de que qualquer partida já começa decidida por tudo o que aconteceu antes nos bastidores, deixarei de ver futebol.

Adm. do 3VV parabéns pelo seu belo texto, dessa vez foi na veia!! Temos que refletir o que queremos e exigir para o bem da Sociedade Esportiva Palmeiras!!!

Creio que seguindo a linha do Cunio, nosso tecnico OO esta em estado de reflexão constante. Deve fazer autohipnose e fica em estado de torpor constante. Ou seja…. zzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz

No primeiro mandato do PN, não tínhamos bons jogadores por falta de grana. Já no segundo o dinheiro apareceu, mas continuamos sem bons jogadores por falta (quase que total) de planejamento. Se ganharmos o Paulistão será como disse o Cunio “…de forma torta”… .

É isso aí Sr. Alberto Cunio.
Hoje qualquer um que emite sua opinião é imediatamente rotulado como situacionista ou opositor. Acredito que existam muitos que sejam como eu, simplesmente Palmeirenses. Um abraço!

Concordo, até porque ainda estamos em um momento de montagem de elenco. O jogo contra os imundos será um bom parâmetro para sabermos o quanto estamos ou não na direção certa, Não se trata da bipolaridade de “ganhou = tá tudo ótimo”, ou se “perdeu = tá tudo uma merda”, se trata apenas de constatar como jogaremos contra nosso mais tradicional adversário em sua casa, se iremos finalmente ser protagonistas ou simplesmente coadjuvantes.

Os comentários estão desativados.