Categorias
Notícias

Participação do Sub 11 na Copa Sindi Clube

 

Por Victor Sbrighi

Um resumo da participação do sub 11 na Copa Sindi Clube Metropolitana de Futsal

O palmeiras realizou uma peneira para os associados participarem do campeonato realizado pelo Sindi Clube. Foram quatro categorias: sub 11, 13, 15 e feminino. Falarei apenas do sub 11, que é onde meu filho joga e obviamente que acompanho.

O campeonato conta com 17 clubes, onde numa primeira fase, os times fazem jogos só de ida (sorteio), e após os 16 jogos (8 em casa e 8 fora) os colocados do 1o ao 4o disputam a série ouro; do 5o ao 9o série prata; e do 10o ao 14o série bronze; do 15o ao final série bronze 2.

É o chamado FUTSAL Coordenadoria.

São 3 tempo de 10 minutos, e os últimos 3 minutos de cada tempo são cronometrados.

A estréia foi em casa contra o o Açai Clube. Vitória no Palestra Italia por 3×2 (não jogamos na arena…rs).
No último sábado, fomos até Mogi das Cruzes, jogar contra o time do Mogi.

O jogo teve seu inicio com o Mogi um pouco melhor, mas logo os meninos alvi verdes, tomaram as rédeas do jogo e fizeram 1×0 (gol de guilherme). Desnecessário dizer que o árbitro que corria em frente nossa torcida, começou a marcar tudo contra nós. Foi preciso intervenção paterna. Após o término do primeiro tempo, fomos convidados a subir 3 degraus na arquibancada e os árbitros inverteram os lados.

No segundo tempo, obrigatoriamente todos os 5 jogadores tem que ser substituídos, podendo retornar, caso a técnica assim entenda, no terceiro tempo. Mas a qualidade não cai muito. O time do Mogi empatou, mesmo com bolas na trave e gols perdidos do nosso lado. A arbitragem continuou tendenciosa, deixou de marcar um pênalti claro em cima de Gabriel Siqueira e invertia faltas.

Fomos para o terceiro e último tempo. Voltaram praticamente todos os meninos que jogaram o primeiro tempo, e a nossa superioridade continuou, perdemos chances incríveis, e mais um pênalti não foi marcado, desta vez em cima de Enzo Sbrighi, que posteriormente veio a tomar amarelo, por excesso de vontade.

Quando o jogo caminhava para um empate com sabor de derrota, veio o pior: o goleiro esmeraldino colocou o pé fora da área para delírio da arbitragem, que imediatamente marcou falta. Isso a 40 segundos do fim!

Na cobrança confusão, e desta vez amarelo para Rafael por ter se adiantado na cobrança. Na segunda batida, gol do Mogi.

A lição que ficou para a molecada é que: eles não podem perder as oportunidades de gols. Se deixarem o jogo ficar parelho, ainda mais fora de casa, a arbitragem vai complicar. O próximo jogo é dia 25 de abril em casa, no Palestra, às 14:00hrs. Estaremos presentes mais uma vez, levando as faixas, bandeiras, bexigas e sempre atentos a arbitragem. Você está convidado a ir!

IMG_20150411_135249750
IMG_20150411_133817179

22 respostas em “Participação do Sub 11 na Copa Sindi Clube”

agradeço a todos os comentários e vou mantendo a todos informados dos resultados e enviando os posts com a permissão do Vicente.

Tite gamba comentando o juiz do dérbi de amanhã com a camisa deles: “todo mundo tem um time de infância , isso é pequeno “, pergunto eu: o juiz me pareceu bem adulto para dizer que é um time ” de infância”!, e bem pequeno e escalar um juiz corintiano , mais um absurdo Contra nos!

Imaginando um raciocinio futurista, o Palmeiras em se preocupando mais em aumentar sua torcida, com titulos e outros fatores, sem somente querer elitizar como preve a arena, daqui a alguns anos podera pensar numa nova arena com maior capacidade de publico, como ocorre na europa, num bom e acessivel local em são paulo, e deixar o allianz parque para shows e captação de recursos. ou até mesmo uma boa venda!

Joguei futsal dos 5 aos 15 anos aqui em Londrina, e tenho amigos e colegas dessa época até hoje. Inclusive alguns chegaram a ser profissionais no futsal e no campo. Mas eu era muito ruim e preferi estudar. Meu pai era um dos técnicos e isso ajudou-nos a ter uma relação muito boa, pois estávamos sempre juntos.
Hoje, com 37, comando nosso time de amigos no clube e jogo no sênior, inclusive com bastante gente de 30 anos atrás.
O esporte ajuda muito na socialização, cria responsabilidade e disciplina.
Parabéns Victor e molecada do Verdão. Avanti Palestra.

Opa, que legal Alex, embora cobre apenas do meu filho na escola, (e ele não precisa ser ou virar gênio), em todo lugar que ele vai, e que o veem jogar bola, me aconselham a investir nele…rs, Eu particularmente acredito que ele tenha mais futebol de “campo” do que de “salão”( pelo toque de bola, visão de jogo..) mas faço questão que ele jogue futsal. Sem contar que com 10 anos ele tem mais é que se divertir, fazer gols, se imaginar no estádio, fazendo gol do titulo, isso tudo que já imaginamos um dia.

Bom dia 3vv, devolveram o fator crefisa, como todos sabem, a imprensa repercute demais o que os torcedores falam ou fazem nas redes sociais ou sites, outro dia estava ouvindo a radio band, e repercutiram uma enquete dum site da midia palestrina, sobre a permanência ou não do valdivia, e nessa semana acharam uma foto do arbitro do próximo derby, Thiago Duarte Peixoto, doando uma camisa do gambá num local, e isso é muito bom pro Palmeiras, pois com a repercussão dessa imagem, a pressão vai pro campo inimigo!

Adoraria quando tiver um filho, morar próximo ao Palmeiras e vê-lo jogar com a camisa do Alvi-Verde imponente, parabéns Vitor! E fique de olho nesses juizes safados que prejudicam nós palmeirenses até em jogo de Truco!

Mauser, um dos árbitros estava muito mal intencionado, mas muito. Quando não marcou falta ou penalti em cima do Gabriel, desci e fui elogiando o dito até a linha de fundo. Ele ouviu muito bem o que eu dizia. No segundo tempo mudou de lado e nos obrigaram a subir 3 degraus na arquibancada. Mas mesmo assim continuamos a fiscalização. Ninguém pede que sejamos favorecidos, os caras tem que apitar de forma imparcial, só isso. dia 25 de abril tem jogo no Palestra, as 14: 00 hrs, EU levo duas faixas, bandeira e bexigas, fora isso fico de olho nos árbitros hehehehehe

Imagino como deve ser Victor, meu muleque tem 4 anos… já faz escolinha de futsal 3 vezes na semana (2ª e 4ª é treino e na 6ª é jogo)…. daqui a pouco saio do trabalho e ele já vai estar numa ansiedade só…o muleque louco por futebol e pelo Palmeiras, já canta o hino de cabo a rabo a plenos pulmões… se eu mostrar a foto do post ele vai ficar de cara… Pena que moro moro tão longe de Sampa, em Porto Velho/RO…se filmar a mulecadinha jogando e postar em algum lugar avisa aqui que vou mostrar pra ele….Esporte é bom demais, é saúde, amizade, companheirismo e aprendizado diário, mulecada tem que ser incentivada mesmo… Sorte pra garotada ae!!… Avanti Palmeiras!!!

Diogo, eu fico a mil por hora, ele é bem tranquilo, dorme, não fica preocupado (temos caso de garotos que não dormem), iniciou no sub 6, não sente a pressão não, as vezes tento falar com ele, as vezes esta tão concentrado que não me ouve. E não cobro nada, ele sbe o que fazer dentro de quadra, só dou uns toques, como: o goleiro solta a bola, fulano só dribla pra esquerda, essas coisas… Sobre a filmagem: filmamos todos os jogos, este último o Palmeiras perdeu, mas o arquivo esta grande conforme for, eu vejo se eu te mando. vamos nos falando, sucesso para o seu filho também. O importante é a camaradagem e a amizade que fica entre eles.

Opa… pode mandar sim… manda pelo google drive, pra esse mesmo e-mail que informo no post, que mostro pro meu muleque… ele vai se amarrar.. está tirando onda até agora com as defesas do Fernando Prass…kkkk… abraço

Boa Victor!! Tenho saudade de jogar esses campeonatos quando era mlq!! Jogava por um clube da guarapiranga e meu pai acompanhando em todos os jogos!! Deve ser a mesma sensação que vc e mtos outros pais passam!! Era boa demais essa fase de jogar os campeonatos internos e interclubes!! Independente de seu filho continuar jogando ou não, o importante vai ser a memória que ele vai guardar desse circo todo!!

Oi Xará, é muito legal, eu participei apenas do campeonato da prefeitura e interno do colégio, mas era diferente e infelizmente meu pai não ia. O principal é que ele se divirta, só cobro dele desempenho na escola, futebol é for fun. E modéstia parte ele joga bem, ambidestro, vacilou é rede. abração

Muito legal. Boa sorte para os meninos do verdão. Espero que desses subs saiam jogadores que nos proporcionem muitas alegrias.

Wagner, sorte eles estão precisando mesmo, contra o Mogi, bolas na trave e gols que não costumam perder.. fora arbitragem que estou esperando pelo Levi.rs

Conheço bem a vida de ser pai de atleta de futsal, a correria que é. Não é fácil. O Sbrighi deve saber o que estou falando. Pra se ter noção, moro na Baixada Santista, e meu filho tinha jogo domingo, às 13hs em Mauá (dirigia enquanto o Palmeiras jogava contra o Botafogo-RP), pelo Metropolitano. Por sorte quando cheguei lá, tinha uma TV no SportRGTv, e consegui ver o 2º tempo do jogo do Verdão, e depois assistir meu filho jogar. Mas todo esforço vale a pena. Meu filho não treina pelo Palmeiras, mas deste pequeno está nesse sistema. É treino quase todo dia, além dos exaustivos treinos de goleiro, fora os treinos no campo. Hoje ele é Sub-14. Por isso, dou os parabéns para Victor e boa sorte seu filho, e que ele possa num futuro, quem sabe, ser um atleta profissional do Palestra.

Boas Gustavo, se você também tem filho que joga sabe como é. Eu fico ansioso demais. Eu quem agito os outros pais, fui eu quem fui atrás dada confecção das faixas(todos contribuíram $), levo bandeira, compro bexiga, etc etc.Tentamos fazer um ambiente legal pra molecada, e quando tem rodada dupla ou tripla, confraternizamos com os outros pais também. Obviamente não somos bem recebidos em todos os lugares, mas quase sempre o clima é cordial. Mas em Mogi foi clima de libertadores. abração

Deve se sentir orgulhoso pelo filho vestir o manto palestrino!!!Parabéns ao seu filho e a você Victor por proporcionar a devida atenção ao seu menino e a faze-lo amar ainda mais nosso querido Palmeiras!!!Avanti Palmeiras Sub-11!!!!

Oi Raphael, orgulho imenso. É inacreditavelmente muito, mas muito mais dificil assistir aos jogos dele do que do Palmeiras. Tanto que no Domingo contra o Botafogo, além de estar quase sem voz, estava tranquilo..rs abração

Os comentários estão desativados.